O que é um herbário É uma colecção de plantas prensadas e secas, dispostas segundo determinada ordem e disponíveis para referência ou estudo

. Um herbário pode conter algumas centenas de exemplares colhidos num determinado local, ou, geralmente, ser composto de milhões de exemplares, acumulados ao longo de muitos anos e que documentam a flora de um ou mais continentes. O objectivo geral da gestão de um herbário é a colheita e conservação de exemplares de plantas com as respectivas etiquetas. Destas etiquetas fazem parte elementos referentes ao local e data da colheita, nome do colector e a identificação da espécie em questão (binome latino seguido do nome do classificador). A formação de herbários iniciou-se no século XVI em Itália, como colecções de plantas secas e cosidas em papel. Lineu (1707-1778), designado como o ³pai da taxonomia´ aparentemente popularizou a pratica corrente de montar os exemplares em simples folhas de papel e guardá -las horizontalmente. Este botânico foi quem fez uma das principais obras de referência (Speciesplantarum, 1753), a partir da qual se passaram a designar as plantas pelo binome latino. Para que serve? Para referenciar e permitir identificar facilmente as plantas. A identificação é feita com base em floras, que são livros que contêm chaves e descrições que permitem distinguir as várias famílias, géneros, espécies, entre outras categorias taxonómicas. As chaves de identificação são feitas com conjuntos de caracteres morfológicos das plantas. Para observar estes caracteres, por vezes, é necessário recorrer a lupas. As plantas têm um nome científico (composto por duas palavras em latim, a 1ª referente ao género e a 2ª à espécie, seguidas do nome do classificador), que é o mesmo em qualquer parte do mundo. As designações vulgares variam regionalmente e podem não corresponder a uma única planta. Como se faz uma prensa para secar o material para conservar no herbário? Material necessário - 2 placas de madeira (dimensões sugeridas ± 40x30 cm), com um furo a 2,5 cm de cada um dos quatros cantos - 4 parafusos compridos com porcas de orelhas e jornais. Procedimento Sobre uma das placas de madeira colocar vários jornais, depois um exemplar completo da espécie a herborizar (com caule, folhas e flores/frutos, eventualmente raízes) dentro de um jornal e, novamente, jornais vazios. Não esquecer de colocar junto a cada planta colhida uma etiqueta com os seguintes elementos: nome da planta (científico, se conhecido, ou vulgar), local da colheita (o mais pormenorizado possível, com distrito, concelho, lugar, ecologia, se é seco/húmido, próximo de caminhos, altitude, etc.) data da colheita, nome do colector.

para a humidade que sai das plantas e que é absorvida pelos jornais não passar dum exemplar para outro. posteriormente. até sentir alguma pressão. não permitindo a sua conservação. Assim.Ver ampliado É importante haver jornais sem plantas entre exemplares herborizados. mas não esborrachadas!!! Têm que se mudar os jornais com .cienciaviva. vai-se diminuindo a frequência de substituição dos mesmos. que as danificavam. à medida que a planta vai secando.pt/projectos/pulsar/herbario. Referencia: http://www. Depois de prensadas todas as plantas colhidas coloca-se a outra placa de madeira e apertam-se as porcas de orelhas dos parafusos. frequência. de modo que as plantas fiquem espalmadas. de início todos os dias e.asp . evita-se o crescimento de fungos (bolores) nas plantas e fermentações.

como coleções de plantas secas e costuradas em papel. fenológicos. Nossa coleção de madeira está representada por tecidos lenhosos atuais conservados em bloco. Referencia:UENF . ecológicos e fornece dados para os trabalhos sobre biodiversidade. provenientes de diferentes ecossistemas. Xiloteca A coleção de madeiras catalogadas no Herbário UENF é composta principalmente por espécies da Mata Atlântica com diferentes tipos de fibras. tronco ou preparação histológica de microscópio (expondo os três planos de corte) armezenada em um laminário. fornecendo dados adicionais auxiliares na identificação científica das espécies. coloração e densidade. entre muitos outros. alimentícios. usos medicinais.O que é o herbário O QUE É HERBÁRIO: Herbário é uma coleção científica. florísticos. tóxicos. Foi Lineu (1707-1778) que popularizou a prática corrente de montar os exemplares em simples folhas de papel e guardá-las horizontalmente. composta por amostras de plantas secas. biogeográficos. servindo como registro e referência sobre a vegetação e flora de uma determinada região. A formação de herbários iniciou-se no século XVI na Itália. As informações contidas em um herbário são fontes básicas para os estudos taxonômicos. forrageiros. As xilotecas representam uma importante fonte de informação para o pesquisador.

reconhecimento da flora local e sua biodiversidade. para produção de material didático e científico. na reconstituição do caminho seguido por um botâni o coletor. na reconstituição do clima de uma região. Ele é utilizado nos estudos de identificação de material desconhecido. Os riscos de extinção. A partir das coletas. etc. no levantamento da flora de uma determinada área. abordar-se: · · · · · Morfologia externa dos vegetais´. conservado nos herbários. Introdução de espécies exóticas na região.PASSO A PASSO PARA MONTAR A EXSICATA. a elaboração de exsicatas. EXSICATAS O que é? É um exemplar dessecado de uma planta qualquer. Classificação dos grupos vegetais As interações entre a planta e os polinizadores. E ATIVIDADES QUE PODEM REALIZAR A PARITIR DA PRODUÇÃO DE EXSICATAS. -Coleta: Material necessário: · · · · · Tesoura de poda Prensa de papelão ou madeira Jornal (de preferência aos mais antigos) Borrifa de álcool 92% a 98% Bloco de notas contendo as seguintes informações: Modelo de ficha de coleta Classificação do vegetal: nome científico ______________________ nome popular _______________________ Classificação da estrutura: nome ______________________________ tipo _______________________________ observações antes de herborização: __________________________________ __________________________________ observações após a herborização: __________________________________ __________________________________ Coletado por:______________________ data da coleta:____________________ local da coleta:___________________ características do local:_____________ __________________________________ __________________________________ . Muito é possível c conseguir-se pelo simples manusear de exsicatas de um herbário´. na avaliação da ação devastadora do homem ou da ação deletéria da poluição. destinadas a servir como documentação para vários fins. secas e montadas de forma especial. pela comparação pura e simples com outros espécimes da coleção herborizada. da produção e identificação de espécies. Herbário: Um herbário é uma coleção de plantas mortas.

Observar as partes mais volumosas da exsicata.Técnicas para coleta: Coletar a partir do caule onde tenham folhas. Colar a etiqueta de identificação da exsicata. t nem mesmo ficar no seu limite. expô-lo ao sol. Não existe tempo determinado para a secagem. Ao serem montadas.17. Referenc ia:http://200. e deixá-las dentro do jornal após a coleta. foi dado inicio na montagem dos materias. Essas serão suas primeiras pastas . podendo. intercalar folhas de papelão canelado Manter o material prensado em estufa ou lugar quente e seco. para que se processe a secagem. Cuidar para reservar um espaço para a etiqueta em um dos quatros da cartolina para cobrir o menos possível da exsicata.236. Fixar as exsicatas com fitas gomadas ou costuradas de modo que estas fiquem bem próximas as extremidades das hastes mais grossas. Interpor o material coletado em folhas de jornal dobradas. Estas devem ficar se possível próxima as laterais maiores da cartolina. deixar o lado superior das folhas a maioria voltada para cima e algumas folhas viradas para baixo. distendendo-o. cada aluno montou sua própria exsicata. semente. até mesmo. flor. Foram realizados três encontros com estudantes da Escola Estadual Teresa Ramos. MATERIAL NECESSÁRIO: · · · · · · · TESOURA LINHA FIO 10 AGULHA ALMOFADINHA COM ÁGUA FITAS ADESIVAS GOMADAS CARTOLINA (TAMANHO PADRÃO PARA TODAS) 40CMX30CM PINÇA. com as observações identificadas no bloco de notas levado a campo na hora da coleta.Após as coleta.254:31415/labmovel/projetos/colecoes -biologicas/botanica/exsicatas    . O lado superior das folhas deve ficar em sua maioria voltada para cima. as exsicatas não podem ficar em hipótese nenhuma com alguma pare para fora da cartolina. Já preparar a posição definitiva da exsicata. observe-se que o lado superior da folha geralmente é mais brilhante. a grande biodiversidade da mata atlântica e espécies nativas da região do litoral. Duante a oficina foi abordado também conceitos da morfologia das plantas. que facilitem as identificações posteriores. trocar periodicamente as folhas de jornal caso o material prensado não permaneça em estufa. piloso e com nervuras mais salientes que o inferior. a importância da preservação e conservação dos ambientes. A coleta dos materiasfoi na praia mansa localizada no balnearioCaiobá no municipio de Matinhos. Intercalar cada uma das pastas do item anterior com folhas de jornal dobradas e para cada conjunto de duas outras pastas. Nas partes angulosas e retas em relação à haste e fazendo um conto sobre ela sem rno deixarem vãos. de modo que os órgãos ou estruturas não se sobreponham. TECNICAS PARA MONTAGEM DO MATERIAL:   Verificar o lado da exsicata. Isso evita o abaulamento excessivo do maço de exsicatas quando forem amarradas. evitando-seo quanto possível o eixo do centro.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful