Integração de Sistemas Corporativos

DAS5316

BPM e BPMN
Prof. Ricardo J. Rabelo (rabelo@das.ufsc.br)

Alexandre Perin (perin@das.ufsc.br)

Florianópolis (SC), 2010.

Roteiro

BPM • Introdução • Definição • Características • Ciclo de vida • Integração com SOA • Demonstração • Considerações BPMN • Motivação • Definição • Notação • Ferramentas • Considerações
Integração de Sistemas Corporativos
2

Introdução

Em razão: – Dinâmica do mercado
– – – – –

Convergência digital Globalização Transformação das economias Acesso mais rápido à informação … Identificar tarefas desnecessárias Reduzir a participação humana Ajustar o processo às necessidades do mercado

Busca pela melhoria dos processos - vídeo
– – –

As organizações se tremendamente difícil

vêem

em

uma

situação

Redução de custos, Tempo, recursos, capacidade intelectual…
Integração de Sistemas Corporativos
3

Introdução

Estratégias:

Ad hoc
• •

Tradicionalmente à mão Ferramenta computacional

Casos mais sofisticados
• •

Sistemas de Workflow Solução que segue BPM

Integração de Sistemas Corporativos

4

aplicações. Process e Management (GARIMELLA.  Sigla:  Gerência de Processos de Negócio.  Definição:  É uma técnica moderna que suporta processos de negócios usando software para especificar. 2008). controlar. 2003). LESS e WILLIAMS. e outras fontes de informações (AALST. HOFSTEDE e WESKE. empresas.BPM  BPM  Apontada como a melhor resposta para fazer frente ao mercado. Integração de Sistemas Corporativos 5 . documentos.  Significado:  pode ser melhor compreendido a partir da análise das suas três dimensões: Business. executar e analisar processos empresariais que envolvem pessoas.

Gerência: se aplica ao uso de ferramentas que permitem produzir ou se chegar ao produto desejado. Processo BPM Gerência Negócio Integração de Sistemas Corporativos 6 . Processo: conjunto de atividades que propiciam transformar entradas em saídas. portanto.BPM  Dimensões    Negócio: algo que interessa ao cliente e. tem um valor agregado alto para empresa.

Diagnóstico.BPM  Características É    uma estratégia aplicada a processos de negócios Especificação.  Moderna (forte tendência).  Multiplataforma. BPMN.  Uma série de fornecedores computacionais.  Baseado  em padrões. BPEL …  Permite  flexibilidade e integração com sistemas legados Serviços web. Execução. estão criando ferramentas Integração de Sistemas Corporativos 7 .

2008).  Esta forma de organização resulta em um maior valor agregado aos processos como um todo (GOLDKUHL e LIND. valorizando as cadeias de negócios em contraste com a visão tradicional presente nas empresas. Integração de Sistemas Corporativos 8 .BPM  É uma estratégia que dá importância ao fluxo de atividades que compõem os processos.

Ciclo vida Planejament o estratégico Planejamento BPM •Seleção de Processos Críticos Modelagem de Processos •Desenho •Reengenharia Análise dos Processos •Saídas •Estatísticas Execução de Processos •Monitoramento e controle Integração de Sistemas Corporativos 9 .

Análise de processos/Sistemas  Otimizar tarefas. Capacidade intelectual. Capacidade tecnológica. Integração de Sistemas Corporativos 10 . atividades e processos  Melhorar níveis de produtividade  Gerenciar riscos  ...BPM   Onde pode ser usado?  Em qualquer organização que possua processos de negócio.  Quais problemas podem ser tratados?   O que é necessário?   Recursos tecnológicos.

TI Integração de Sistemas Corporativos 11 .BPM&SOA Processos de Negócio Serviço Serviço ? Serviço Serviço Serviços Aplicação 1 Aplicação 2 Aplicação 3 Aplicações .

.BPM&SOA  Duas iniciativas diferentes. diagnostica.   BPM  Especifica. Integração de Sistemas Corporativos 12 . mas que juntas possuem uma grande sinergia.  Solução integrada:  Defendida como a melhor estratégia para se obter um alinhamento mais próximo entre BP e TI... simula. Serviços web     SOA  Interface definição dos serviços Reusabilidade Interoperáveis ..

execução etc SOA: serviços web  Juntas têm permitido o desenvolvimento de aplicações mais flexíveis (próximas das necessidades impostas pelo mercado).BPM&SOA  BPM&SOA são duas iniciativas separadas com finalidades distintas. BPM: especificação. Integração de Sistemas Corporativos 13 .

. Desenvolvimento de novos modelo de negócios para software.  Impactos    Integração de Sistemas Corporativos 14 .BPM&SOA  Vantagens:  Alta coesão BPM&SOA   Flexibilidade.  Moderno ambiente BPM&SOA   . Novo perfil de profissional (analista de negócios e sistemas) . Diversidade de fornecedores de software. Competitividade e sustentabilidade para empresas desenvolvedoras de software como serviço (modelo SaaS)....

BPM&SOA  Pontos em aberto (desafios):      Capacidade intelectual para “Pensar em processos” Recursos financeiros Tempo Como efetivamente aproximar as iniciativas BPM e SOA  Ferramenta computacional Processos de negócios   Usar um catálogo pronto de aplicações ou processos Como compor os processos/aplicações  Top down (a partir das necessidades da organização)    Como encontrar/buscar e escolher o serviço mais adequado? Quais critérios usar na seleção ...   Bottom up (a partir da camada de TI) Misto Integração de Sistemas Corporativos 15 .

BPM&SOA  Demonstração  Ambiente BPM Tradicional  Protótipo de editor   Associa serviços a atividades Buscador sintático de serviços  Executa aplicação Negócios Serviço Serviço Serviço Serviço Serviços Aplicação 1 Aplicação 2 Aplicação 3 TI Integração de Sistemas Corporativos 16 .

permitindo a elas participarem de novos mercados. – – – A estratégia BPM&SOA dá maior competitividade às empresas. um alinhamento natural entre TI e analistas de negócios na forma de pensar em processos. abrindo novas oportunidades seja: profissional. BPM requer disciplina organizacional além de tecnológica (como melhorar um processo?).Considerações – Em virtude da necessidade de melhoria dos processos de negócio ser um fator crítico (de sucesso e sobrevivência). Isto impulsiona às Pequenas e Médias Empresas (PMEs) para uma nova realidade. É fato que o mercado de BPM tende a crescer muito nos próximos anos. empresarial/comercial entre outras. pois aplicações ERP. uma vez que elas podem acompanhar as mudanças nos requisitos das suas aplicações de forma flexível e com custo baixo. CRM. Integração de Sistemas Corporativos 17 . SCM e outras não conseguem acompanhar o ritmo e freqüência de mudança dos requisitos. é necessário. portanto.

Integração de Sistemas Corporativos DAS5316 BPMN Business Process Modeling Notation Integração de Sistemas Corporativos 18 .

Motivação  Retirando o problema intrínseco da modelagem da aplicação. tem-se problemas com a notação a ser usada   Ambigüidade dos símbolos Falta de padrão     Custoso de ser mantido Influência no desenvolvimento de novas aplicações Difícil de atingir interoperabilidade Difícil de comunicar e de entender processos Integração de Sistemas Corporativos 19 .

Definição  BPMN  É uma linguagem gráfica padronizada usada para representar processos de negócio.  Contexto Integração de Sistemas Corporativos 20 .

BPMN 2.0 está sob análise.0 draft foi apresentada Março de 2004  BPMN 1. Integração de Sistemas Corporativos 21 . o mesmo foi composto de 58 membros que representaram 35 organizações Novembro de 2002  BPMN 0.História        Em 2001  Houve a formação de um grupo de trabalho.0 apresentada em março de 2004 Desde junho de 2005  BPMN foi assumida pelo OMG (órgão responsável pela continuação do desenvolvimento do padrão) BPMN 1.9 draft foi apresentada Novembro de 2003  BPMN 1.2 (01-03-2009)  É a atual versão do padrão.

bpmn.Sítio BPMN – www.org/ Integração de Sistemas Corporativos 22 .

coordenadores. o o o Analista de negócio Desenvolvedores (responsáveis de definir tecnologias de como executar o que o analista de negócio criou) Interessados nos processos (gerentes..Objetivo  Comunicar para diferentes audiências..) Integração de Sistemas Corporativos 23 . .

Notação Integração de Sistemas Corporativos 24 .

Exemplo de Processo Negócio Fonte: White (2004) Integração de Sistemas Corporativos 25 .

Exemplo com mais detalhes Fonte: White (2004) Integração de Sistemas Corporativos 26 .

Exemplo com Pools (Processos externos) Fonte: White (2004) Integração de Sistemas Corporativos 27 .

Exemplo com Lanes (Processos internos) Fonte: White (2004) Integração de Sistemas Corporativos 28 .

Exemplo com Processos Alto nível Fonte: White (2004) Integração de Sistemas Corporativos 29 .

Catálogo de Processos  Definição  Banco de dados de processos de negócios prontos Reduzir o trabalho na criação de aplicações   Finalidade   Especificações prontas e consolidadas Fornecer o contexto para aplicação em si Integração de Sistemas Corporativos 30 .

Catálogo de Processos  Tipos   Abertos e padronizados x proprietários Horizontais x verticais RosettaNET UBL (Universal Business Language) SCOR (Supply-Chain Operations Reference-Model) Processes Classification Framework da APQC eTOM (Enhanced Telecommunications Operations Map) MIT Process Handbook  Exemplos       Integração de Sistemas Corporativos 31 .

PIP3A4 – Solicitação de Ordem de Compra (RosettaNET) Integração de Sistemas Corporativos 32 .

Processo de Negócio (UBL): Pedido de Compra 33 .

Implementações Atualmente há inúmeras (62) implementações de BPMN Integração de Sistemas Corporativos 34 .

Ferramentas que implementam BPMN  Editor BPMN .Revista PortalBPM  Editor BPMN Visual Paradigm Integração de Sistemas Corporativos 35 .

Ferramentas que implementam BPMN  BizAgi Process Modeler  eClarus Integração de Sistemas Corporativos 36 .

Ferramentas que implementam BPMN  Enterprise Architect  BPMN Modeler Integração de Sistemas Corporativos 37 .

Modelo de Maturidade  BPMM (Business Process Maturity Model) Integração de Sistemas Corporativos 38 .

Integração de Sistemas Corporativos 39 ...Considerações  Vantagens:  Popular  várias ferramentas implementam    Padrão sólido e aberto.  Pontos em aberto (desafios):   Melhorar a expressividade dos elementos para serem melhor compreendidos e usados. Mantido e atualizado por um conjunto de empresas. Manter-se alinhada e atualizada ao mercado. .

Provedores de Serviços Integração de Sistemas Corporativos 40 ... UDDIs .Visão Geral Ambiente BPM&SOA BPEL Especificação BPMN Projetista Aplicações XML Catálogo Mecanismo descoberta SOAP UBL ...

Rabelo (rabelo@das.ufsc. Ricardo J. 2010.br) Responsável pela elaboração dos slides Alexandre Perin (perin@das.ufsc.Integração de Sistemas Corporativos DAS5316 BPM e BPMN Dúvidas? Prof. .br) Florianópolis (SC).

BPMInstitute..Bibliografia consultada AALST.org/> Acesso em 5 Jun 2008. ter. <http://www. Contêm textos sobre BPM.org. WESKE Mathias. Kiran. Disponível em <http://www.springerlink.uol.SpringerVerlag.bpmresearch. M. Acesso em: 05 abr. van der Wil M. Contêm textos sobre BPM. Pesquisa aponta retorno sobre investimento em projeto de BPM. HOFSTEDE. GARIMELLA.Revista Eletrônica. Disponível em <http://www. BPMReaserch. Business Process Management: A Survey. 2008. Integração de Sistemas Corporativos 42 .bpminstitute. Michael. Indiana: Wiley Publishing. 2009.com/2008/03/03/how-much-bpmn-do-you-need/> Acesso em 5 Jun 2008 ComputerWorld . Lecture Notes in Computer Science . LEES.org/> Acesso em 5 Jun de 2008.com/content/9yh5wyawlwv20uae/fulltext. Disponível em <http://computerworld. P. junho 2003. BPM Basic for Dummies. Contêm textos sobre BPM. Disponível em BPMI.bpmi. WILLIAMS.com. Bruce.br/gestao/2008/04/18/de-onde-vem-o-roi-de-bpm/>. Acesso 5 Jun 2008.pdf>. Disponível em: <http://www. Business Process Management Initiative. Arthur H.

Introduction to BPMN. Acessado em 5 Jun de 2008. Contém textos sobre BPMN. ORACLE. Revista. Acesso em: jun 2008. WHITE A.portalbpm. realizada para o Grupo de Usuário da Região Sul. What is BPEL and why is it so important to my business? SoftCare EC. promoção SBC. Campinas. Paulo F. Disponível em: <http://www. 2008. 200? Integração de Sistemas Corporativos 43 .com.org/>. Abril 2007. Oracle BPEL Process Manager.br/ Acesso em 5 Jun 08.org>. BPMN Business Process Modeling Notation Information. Acesso em: 05 mai.com/whitepapers/wp_whatis_bpel. IBM Corporation. 2004. Disponível em http://www.bpmn. 2008. Arquitetura Orientada a Serviços & Gerência de Processos de Negócios.0. Business Process Execution Language for Web Services Version 2.php>.Bibliografia consultada PIRES.softcare. Site Oficial. Mai 2004. Apresentação: Juliano Silzbrach – Consultor.bpmn. Portal BPM. 2005. MICHAEL C. S. Disponível em <http://www. Brasil. Disponível em <http://www. Minicurso realizado no Simpósio Brasileiro de Banco de Dados e Simpósio Brasileiro de Engenharia de Software. BPEL4WS.