You are on page 1of 9

MANUAL DE IMPLANTAÇÃO

SISTEMA BANCO DE TALENTOS

GOVERNO FEDERAL
SOFTWARE PÚBLICO

software livre desenvolvido pela Câmara dos Deputados

Sistema de Administração de Recursos de Informação e Informática, da Administração Pública Federal - SIS


MANUAL DE IMPLANTAÇÃO
SISTEMA BANCO DE TALENTOS

Instalação do Sistema

Manual do Administrador
Março de 2009 – V0.1
baseado nas experiências de instalação
do Banco de Talentos no Ministério do Planejamento.

Manual elaborado pelo Ministério do Planejamento


Índice

Instalação do Sistema

1 INTRODUÇÃO.................................................................................................4
1.1 APRESENTAÇÃO DO SISTEMA.......................................................................4
1.2 ARQUITETURA DO BANCO DE TALENTOS........................................................5

2 FUNCIONAMENTO GERAL DO SISTEMA...........................................................6


2.1 FUNCIONAMENTO GERAL DO BANCO DE TALENTOS.........................................6

3 REQUISITOS MÍNIMOS PARA A INSTALAÇÃO.................................................6


3.1 Requisitos mínimos de hardware...................................................................6
3.2 Requisitos mínimos de software.....................................................................6

4 AQUISIÇÃO DOS ARQUIVOS PARA INSTALAÇÃO.............................................7

5 INSTALAÇÃO DO SISTEMA..............................................................................7
5.1 CRIAÇÃO DO BANCO DE DADOS....................................................................7
5.2 ALIMENTAÇÃO DAS TABELAS........................................................................7
5.3 INSTALAÇÃO DO BANCO DE TALENTOS..........................................................8
1 INTRODUÇÃO

1.1 APRESENTAÇÃO DO SISTEMA

O Banco de Talentos foi desenvolvido no intuito de mapear os talentos da


Câmara dos Deputados e identificar o potencial humano da Instituição, de modo a
facilitar uma análise contínua da evolução funcional, por meio da disponibilização
de informações prestadas pelos próprios servidores.
Essa ferramenta facilitará o acesso às informações referentes ao
desenvolvimento dos servidores da Câmara, além de otimizar os processos de
lotação, capacitação e movimentação de pessoal, criando novo mecanismo de
valorização do servidor.
Entretanto, para que haja total aproveitamento do potencial deste
programa, é necessária a colaboração de todos os servidores no cadastramento e
na atualização dos seus dados funcionais.
1.2 ARQUITETURA DO BANCO DE TALENTOS
2 FUNCIONAMENTO GERAL DO SISTEMA

2.1 FUNCIONAMENTO GERAL DO BANCO DE TALENTOS

O Banco de Talentos (BT) é composto atualmente por dois módulos: módulo


Talentos e módulo Manutenção do BT.

Módulo Talentos
Módulo que permite aos usuários cadastrar seu currículo, habilidades/atitudes,
atividades de entretenimento e a opção por participar da Rede de Colaboradores
da Câmara dos Deputados. Além disso, provê a consulta dos talentos cadastrados
por meio de filtros configurados dinamicamente.

Módulo manutenção do BT
O módulo de manutenção é composto por um conjunto de funcionalidades que
permitem a criação e configuração de novas categorias de talento (e respectivos
atributos) a serem preenchidos pelos usuários ao cadastrarem seus talentos.
Entre as opções de manutenção, estão a possibilidade de vínculo entre os
atributos existentes e a definição do tipo dos atributos entre uma gama de opções
(texto, seleção múltipla, seleção única, radiobutton, checkbox, entre outras).

3 REQUISITOS MÍNIMOS PARA A INSTALAÇÃO

3.1 Requisitos mínimos de hardware


•Computador Pentium/AMD 500MHz;
•512MB de memória RAM;
•60MB disponível em disco rígido (para banco de dados e arquivos de instalação).

3.2 Requisitos mínimos de software


•Windows XP Professional 2002 Service Pack 3 ou Debian GNU Linux versão 4.0
etch;
•Máquina virtual Java v1.4.2 ou superior;
•Container Tomcat v4.1.x ou v5.0.x ou superior;
•Banco de dados MySQL v4.1.2.1 ou superior;
•Pacote para instalação do Banco de Talentos.
4 AQUISIÇÃO DOS ARQUIVOS PARA INSTALAÇÃO
Os arquivos para instalação estão disponíveis no sítio
http://www.softwarepublico.gov.br/ na comunidade Banco de Talentos.

5 INSTALAÇÃO DO SISTEMA

5.1 CRIAÇÃO DO BANCO DE DADOS


P1.Instale o MySQL1.
P2.Crie uma base de dados chamada 'bancotalentos'.
P3.Execute o script 'BancoTalentosMySQL.sql' para criar as tabelas. Este script
foi criado para uso no MySQL. Para outros SGBDs será necessária a adaptação do
script para a respectiva DDL. O script para o MySQL foi gerado na ferramenta
DBDesiner 4. O modelo de dados encontra-se no arquivo 'BancoTalentos.xml'.

5.2 ALIMENTAÇÃO DAS TABELAS


P1.Tabelas do sistema - O arquivo 'Carga.sql' contém inserts com dados reais
utilizados na Câmara dos Deputados e com dados fictícios para ilustrar a
utilização do Banco de Talentos e auxiliar a sua compreensão. É recomendável
que o script seja carregado para os testes de implantação.

•Tabelas com dados reais:

oTipoHtml
oAributoTalento
oAtributoTalentoOpcao
oCategoriaTalento
oCategoriaAtributoTalento

É permitido, às instituições que desejarem, a utilização destes dados em seu


ambiente de produção.
P2.Dados dos servidores - Na prática, as tabelas SIGESPPessoal e
SIGESPPessoalLotacao, na Câmara dos Deputados, são replicações das
informações do sistema de RH e são apenas lidas pelo Banco de Talentos. Uma
alternativa à replicação é o mapeamento direto dos componentes de persistência
para o sistema de RH ou para views criadas sobre ele.
P3.Tabelas de controle de acesso e autenticação - As tabelas referentes à área de
Controle de perfis (ver arquivo 'BancoTalentosER.png') representam a estrutura
de controle de acesso às funcionalidades do Banco de Talentos conforme a
solução adotada pela Câmara dos Deputados. Recomendamos, para fins de

1 http://www.mysql.com/
instalação e teste da aplicação, que o controle de acesso fique, inicialmente,
desabilitado deixando abertas todas as funcionalidades.
Quando não utilizado o controle de acesso, a propriedade
filtrarConsultaPorGrupo, no arquivo BancoTalentosGestao-aplicacao.xml
(localizado no pacote 'BancoTalentos.war'), deve ser configurada para nao.
Adequações na estrutura de segurança devem ser implementadas considerando o
Modelo de Segurança ilustrado no arquivo 'Seguranca.gif'.
P4.Tabelas de filtro de consulta - Na área de Controle do resultado de
consultas encontram-se as tabelas destinadas à configuração de filtros de
consulta que restringem a visibilidade das pesquisas a grupos específicos.
A exemplo dos dados contidos no script de carga, uma consulta realizada por um
usuário associado ao filtro de consulta “Consulta Filial A” (tabelas FiltroConsulta
e FiltroConsultaUsuario) só retornará os currículos que obedecerem aos critérios
de pesquisa definidos e que sejam de funcionários pertencentes ao grupo “Filial
A” (tabelas GrupoCriterioConsulta e Grupo). A associação a um filtro pode
também se dar de forma genérica através do grupo (tabela FiltroConsultaGrupo).

5.3 INSTALAÇÃO DO BANCO DE TALENTOS


P1.Instale a Máquina Virtual Java2.
P2.Instale o Apache Tomcat3.
P2.1.Caso esteja-se utilizando o sistema operacional Debian, insira a
seguinte linha no arquivo '/etc/tomcat5/policy.d/03catalina.policy'

grant codeBase "file:/var/lib/tomcat5/webapps/BancoTalentos/-" {permission


java.security.AllPermission;};

P3.Configuração da conexão - As propriedades da conexão com o banco de


dados devem ser alteradas no arquivo hibernate-config.xml (localizado no pacote
'BancoTalentos.war'). Este arquivo lista as conexões (tag conexao) e os
respectivos arquivos de mapeamentos (tag modulo). Os elementos da tag
conexao são os mesmos definidos pelo hibernate. Consulte as opções no site do
hibernate (http://hibernate.org).
Neste arquivo, execute os seguintes passos (vide quadro a seguir):
•na propriedade "hibernate.connection.username" substitua o texto
'usuario' por um usuário válido do banco de dados;
•na propriedade "hibernate.connection.password" substitua o texto
'senha' pela senha de conexão ao banco de dados; e
•na propriedade "hibernate.connection.url" substitua 'nomeServidor' pela

2 http://www.java.com/
3 http://tomcat.apache.org/
localização do servidor do banco de dados e substitua
'nomeBancoTalentos' pelo nome de nosso banco de dados
'bancotalentos'.

<property name="hibernate.connection.username">usuario</property>
<property name="hibernate.connection.password">senha</property>
<property
name="hibernate.connection.url">jdbc:mysql://nomeServidor/nomeBancoTalentos
?autoReconnect=true&amp;relaxAutoCommit=true</property>

P4.Configurações do log - As configurações do log podem ser alteradas no


arquivo 'log4j.properties' (localizado no pacote 'BancoTalentos.war'). Consulte as
opções no site do log4j (http://logging.apache.org/log4j/docs/).
P5.Copie o arquivo 'BancoTalentos.war' (com as atualizações realizadas em
'BancoTalentosGestao-aplicacao.xml' e 'hibernate-config.xml') para a pasta
'\webapps' existente na estrutura de diretórios onde foi instalado o Tomcat.
P6.Inicie o Tomcat. Está finalizada a instalação.