Computação Musical - Uma visão geral∗

Rodrigo Dias Flores1
1

Acadêmico do Curso de Ciência da Computação Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
dflores@inf.ufsm.br

Resumo. Esse trabalho apresenta um histórico resumido da Música Eletrônica, alguns conceitos da Computação Musical e a sua aplicação tanto na Ciência da Computação quanto na música. A Música Eletrônica, precursora da Computação Musical, permitiu um importante desenvolvimento de tecnologia para as pesquisas atuais. A Computação Musical é uma área da Ciência da Computação dedicada ao estudo das aplicaões dos computadores a problemas musicais. É considerada interdisciplinar por abranger diversas áreas do mundo científico. Assim como a Computação Gráfica, a Computação Musical investiga métodos, técnicas e algoritmos para processamento e geração. Porém esta se refere a som, e aquela à imagens.

1. Introdução
A computação musical é uma área da ciência da computação dedicada ao estudo das aplicações dos computadores a problemas musicais[E. M. Miletto]. Assim como a computação gráfica, a computação musical investiga métodos, técnicas e algoritmos para processamento e geração de dados. Porém esta se refere a som, e aquela à imagens. A computação musical envolve várias áreas de pesquisa, tornando-se uma das atividades mais interdisciplinares existentes. Engloba aspectos de música, computação, engenharia elétrica, física e psicologia. Os primeiros trabalhos produzidos sobre computação musical foram na década de cinqüenta com auxílio do computador através de lingüagens de programação para compor música[F. Richard Moore]. A partir dessa década os computadores também foram sendo utilizados para estudar síntese e análise do som. Entretanto, só foi possível desenvolver tais trabalhos devido a evolução da tecnologia sonora (música eletrônica), tendo como marco inicial a invenção do telefone.

2. História da Música Eletrônica
O marco inicial do desenvolvimento da música eletrônica foi a invenção do telefone por Alexangre Grraham Bell (1876). Tal aparelho permitia a conversão do som, mais especificamente a voz, para sinais elétricos e vice-versa. Por sua vez, a invenção do gramofone possibilitou o armazenamento e alteração do som. Tempo depois, Thaddeus Cahil apresentou o Telharmonium - primeiro instrumento que produzia som por meios elétricos. A geração do som era feita a partir de geradores mecânicos de energia elétrica com transmissão por meio de fios telefônicos.
Artigo referente ao seminário apresentado na disciplina de Computadores e Sociedade do Curso de Ciência da Computação da UFSM, em outubro de 2007. Professora Andrea Schwertner Charão

. e em 1928 o americano Lores Hammond produziu o primeiro órgão elétrico. Além disto.Música Eletroacústica: são composições que utilizam simultaneamente sonoridades concretas e sons eletrônicos. como se ele estivesse sendo emitido por uma fonte que se movesse num espaço ilusório. Desse modo. até mesmo produzir sons inauditos. algoritmos. considerado pai da computação musical. podese gravar sons do ambiente e alterá-los através das técnicas de processamento digital de sinais e combinar digitalmente com fontes artificiais de som para mimicar qualquer som natural ou tão próximo quanto se deseja. . Esses são os principais objetivos da música computacional: . o qual percebe-se através dos ouvidos. Ele criou o primeiro software musical que gerava notas(Music I). por volta de 1915. entre obras convincentes e outras. Esse passo importante da história facilitou a construção de instrumentos eletrônicos mais fáceis de manejar. buscou-se laboratórios de pesquisa sobre música computacional na Universidade Federal de Santa Maria e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul. UFRGS x UFSM Para complementar o referido trabalho. 3.O físico norte-americano Lee De Forest.Produzir uma nova música: explorar a tecnologia dos computadores e os sons criados para desenvolver algo novo.Música Concreta: são composições baseadas em gravações de sons pré-existentes. controle preciso do som e novos modos de estabelecer relações entre o que faz o executante e o resultado musical. .Gerar novo conhecimento sobre música: explorar e compreender as diferenças entre sons musicalmente interessantes e outros. em 1957. de modo a adquirir flexibilidade. Muitos outros instrumentos eletrônicos surgiram nessa época. Em seguida. em 1920. pode-se classificar essas produções musicais em: . A história da computação musical inicia com Max Mathews. inventou o oscilador a válvula o qual representa a base para a geração do som eletrônico. O Music I deu origem a uma série de programas musicais mais elaborados e complexos de diversas categorias devido a difusão dos microcomputadores e a utilização de linguagens de programação de alto nível e grande portabilidade. autofalantes e sintetizadores. Computação e Música A evolução da computação e o resultado dos trabalhos e experimentos abordados anteriormente permitiu a criação de novos ramos de pesquisa utilizando computadores.Produzir novos instrumentos: os novos instrumentos são desenvolvidos beseandose em técnicas de processamento digital de sinais.Música Eletrônica: são composições geradas por meios eletrônicos sem a interferência de sons naturais. . 4. entre performances excitantes e outras. O uso de computadores permite controlar precisamente de onde o som parece ser proveniente. . o russo Lev Termen desenvolveu o Theremin: instrumento musical baseado num oscilador controlado pelo movimento da mão em volta de uma área vertical. posteriormente transformados a partir de diversos processos.

IV Congresso Brasileiro de Ciência da Computação CBComp 2004 .Instituto de Informática . Conclusão Esse trabalho apresentou uma opção de ramo de pesquisa para profissionais interessados em música e computação. 4. Eduardo Reck Miranda. S. O Dr. M. composição algorítmica. formou-se em Processamento de Dados. sistemas distribuídos.Laboratório de Computação e Música .INTRODUÇÃO À MÚSICA COMPUTACIONAL . L. Costalonga. UFSM Entrevistamos alguns professores e alunos do curso de Música da universidade e descobrimos que não há laboratórios ou desciplinas no curso que abordam o assunto de música computacional. L.1. M. M. O Centro de Música Eletrônica é formado por três laboratórios vinculados ao Departamento de Música do Instituto de Artes da UFRGS. Frederico Richter e Dr. Pimenta e R. Fritsch. Eloi Fritsch nasceu em Caxias do Sul. pesquisadores e compositores oriundos dos Cursos de Graduação e Pós-graduação em Música da UFRGS. L. promoção de concertos.[1]. Hoje. Para completar. Vicari . 5. de produção de material didático e promover intercâmbios entre compositores e pesquisadores. Flores. fez pós-doutorado em composição e música eletrônica na McGill University Canadá e é um dos pioneiros da música eletrônica no Rio Grande do Sul. O Dr. promover cursos e seminários. estudou música na UFRGS e filosofia na PUC-RS.2. Existem muitas bibliografias na internet sobre o assunto e muitos artigos interessantes envolvendo inteligencia artificial. Os laboratórios são utilizados pela comunidade em cursos de extensão. de publicações. Miletto. existe o Laboratório de Música Eletroacústica de Santa Maria (LAMESM). estão disponíveis os links de algumas entrevistas realizadas nas referências desse trabalho. O Dr. E. de gravações. UFRGS Há em Porto Alegre. Eduardo Reck Miranda nasceu em Porto Alegre. promover e dar suporte a composição. o laboratório se encontra em Porto Alegre e tem como principais objetivos desenvolver pesquisa na área de música eletroacústica. 6. Referências bibliográficas . criado em meados de agosto de 1996 pelos compositores gaúchos Dr. Tem doutorado em Música pela Universidade de Edinburgh Escócia e atualmente desenvolve projetos com a Empresa Sony envolvendo inteligência atificial. Eloi Fritsch. Minha intenção não foi detalhar com precisão a computação musical ou a música eletrônica. E. formou-se em Ciência da Computação e fez mestrado e doutorado em Música. Entretanto. F. foi professor titular do Departamento de Música da UFSM até 1998. mas sim apresentar uma área da ciência da computação pouco conhecida no meu meio acadêmico. Frederico Richter nasceu em Santa Maria. o Centro de Música Eletrônica da UFRGS iniciado em 1999 pelo Dr.Universidade Federal do Rio Grande do Sul .4. V. Hoje é professor na UFRGS e integrante da banda Apocalypse.

Linguagem CSound .Prof.Programa de Extensão em Música Eletrônica .[5].br/musicaeletronica/index.[6].musica.Introdução à Computação Musical .[12].com/watch?v=q4pfSHFGo-4 .Disponível em: www. Entrevista 3 .youtube. Eduardo Reck Miranda .php .com/watch?v=33RID45wRrY . Dr. Uma Breve Descrição .br/ dflores/musica.htm .[3].Programa de Extensão em Música Eletrônica .zip .Computer Audio Research Laboratory Center for Music Experiment University of California USA .uk . Entrevista 5 .ufsm.ac.img. Eloi Fritsch .youtube.[10].[4].inf.pt/ mpq/st04/ano2002 03/trabalhos pesquisa/T 11/cronologia da gravacao de som. F.youtube.PDF . Cronologia da Gravação do Som .Home Page Disponível em: http://neuromusic. Centro de Música Eletrônica da UFRGS .24/03/2004 ..Disponível em: http://www6.br/ gilberto/CMBDESC.[2].http://www.[8].http://www.com/watch?v=tEO86CoY 60 .Disponível em: http://www.com/watch?v=dmxz58lrxfI .plymouth.com/watch?v=9QZJ2KN-k-c .com .Disponível em: http://www.Introdução à Música Eletrônica .http://www. Richard Moore -Música Computacional.http://www.[11]. Entrevista 1 . Dr. Apostila . Apostila . Rodrigo Dias . Eloi Fritsch .youtube.Disponível em: www. FLORES.Acessado em: 19/09/07 .lx.Acessado em: 19/09/07 .[9].youtube.31/03/2004 . Entrevista 4 .ufmg. Entrevista 2 .http://www.it.soc.csounds.Meu ’Music I’ .[7].Tradução de: Gilberto Carvalho Escola de Música da UFMG Departamento de Teoria Geral da Música .[13].Prof.ufrgs.[14].

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful