You are on page 1of 50

Ponta Negra

m

el h

or

u bairro - 2007 o se

Con he ça

SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE E URBANISMO DEPARTAMENTO DE INFORMAÇÃO, PESQUISA E ESTATÍSTICA SETOR DE PESQUISA E ESTATÍSTICA

Conheça melhor o seu bairro

PONTA NEGRA

NATAL, 2008

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL CARLOS EDUARDO NUNES ALVES PREFEITO SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E URBANISMO ANA MÍRIAM MACHADO DA SILVA FREITAS SECRETÁRIA ROSANNE DE OLIVEIRA MARINHO SECRETÁRIA ADJUNTA CARLOS EDUARDO PEREIRA DA HORA DEPARTAMENTO DE INFORMAÇÃO, PESQUISA E ESTATÍSTICA

FERNANDO ANTONIO CARNEIRO DE MEDEIROS SETOR DE PESQUISA E ESTATÍSTICA

EQUIPE TÉCNICA ELABORAÇÃO COORDENADOR: CARLOS EDUARDO PEREIRA DA HORA EDNA MARIA FERREIRA FERNANDO ANTONIO CARNEIRO DE MEDEIROS JÔSE TARGINO LOPES LUCIANO FABIO DANTAS CAPISTRANO RICARDO MARCELO DOS SANTOS

ESTAGIÁRIOS ALEXSANDRO AMÉRICO RODRIGUES DIANA SILVA DE MOURA FERNANDO LUIZ LIMA DE SOUZA JAELSON DANILO RODRIGUES DANTAS JOSEARA LIMA DE PAULA LORENE KASSIA BARBOSA MARCONE BERNARDINO DA COSTA NEUMA PATRÍCIA DA ROCHAALVES ROSANE FIGUEIREDO DA ROCHA VICTOR HUGO DIAS DIÓGENES

APRESENTAÇÃO

A coleção Conheça melhor o seu bairro é uma iniciativa da SEMURB – Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, que pretende promover a socialização das informações relacionadas aos 36 bairros do Município do Natal, que estão subdivididos em 04 regiões administrativas. A partir de agora, estes dados serão coletados, nos diversos órgãos afins, sistematizados e atualizados anualmente, consistindo-se numa atividade de rotina, para dar suporte ao planejamento ambiental e urbanístico da cidade. Este documento contém dados que podem ser traduzidos em informações acerca de atributos e necessidades locais do bairro PONTA NEGRA. O formato deste volume tem o propósito de facilitar o acesso a esses dados, de modo a reduzir carências informativas para a população local e embasar a elaboração de políticas e ações públicas. Esse conhecimento possibilitará maior fundamentação aos habitantes de seu bairro para o exercício consciente da sua cidadania, bem como, de melhores práticas sociais, de vizinhança e modos de habitar. Dessa forma, espera-se obter significativos saltos de qualidade no modo de vida dos natalenses em geral. Frente a essas considerações, o conceito de bairro adotado assume importância fundamental. Trata-se de um setor da cidade, com limites e forma geométrica legalmente definidos, no qual se constatam elementos característicos que lhe são peculiares. Assim, pode-se inferir que o bairro corresponde a cada uma das partes em que se costuma dividir a cidade, para mais precisa orientação das pessoas e mais fácil controle administrativo dos serviços que o poder público oferece. A definição desses limites obedece a um processo de investigação dos referenciais que dão sentido ao cotidiano dos seus habitantes em sua inter-relação, de certa forma autônoma, com as localidades1 existentes, com os demais bairros e com o município como um todo. A partir do ano de 1994, por definição legal, a unidade territorial de planejamento de Natal passou a ser o bairro. Foram atribuídas, a essas unidades, determinadas prescrições urbanísticas, observadas as suas condições ambientais, sociais, geopolíticas, econômicas, de infra-estrutura e serviços instalados, dentre outros aspectos.
Nelma S. Marinho de Bastos

1

Localidades, aqui consideradas como sendo espaços, lugares ou áreas com limites e formas não definidos, integrantes de um ou mais bairros, nomeadas popularmente e com características próprias que se consolidam no tempo.

4

SUMÁRIO

1 2 2.1 2.2 2.3 2.4 3 3.1 3.2 3.3 4 4.1 4.2 4.3 4.4 5 5.1 5.1.1 5.1.2 5.1.3 5.1.4 5.2 5.2.1 5.2.2 5.3 5.4 5.4.1 5.5 6 7 7.1 7.2 7.3 8 8.1 9 9.1 10 10.1 10.2 11 11.1 11.1.1

ASPECTOS HISTÓRICOS DO BAIRRO.............................................................................................06 DADOS BÁSICOS DO BAIRRO .........................................................................................................09 LOCALIZAÇÃO....................................................................................................................................09 LIMITES ...............................................................................................................................................09 LOCALIDADES....................................................................................................................................09 ÁREA, DOMICÍLIOS OCUPADOS, POPULAÇÃO RESIDENTE E DENSIDADE DEMOGRÁFICA ...09 MAPA DE NATAL - LOCALIZAÇÃO DO BAIRRO.............................................................................10 MACROZONEAMENTO ......................................................................................................................10 ÁREAS ESPECIAIS .............................................................................................................................11 LOCALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS .........................................................................12 DEMOGRAFIA ....................................................................................................................................13 POPULAÇÃO.......................................................................................................................................13 ESTRUTURA ETÁRIA DA POPULAÇÃO ............................................................................................14 POPULAÇÃO RESIDENTE POR ESPÉCIE DE DOMICÍLIOS PARTICULARES PERMANENTES ...15 MÉDIA DE MORADORES POR DOMICÍLIOS PARTICULARES PERMANENTES............................15 INFRA-ESTRUTURA...........................................................................................................................16 SANEAMENTO BÁSICO .....................................................................................................................16 Forma de abastecimento de água ....................................................................................................16 Ligações de água por tipo de uso ....................................................................................................17 Consumo de água por tipo de uso (m³) ...........................................................................................18 Ligações de esgotos / consumo (m³) ...............................................................................................19 LIMPEZA PÚBLICA .............................................................................................................................20 Produção diária de lixo domiciliar....................................................................................................20 Destino do lixo ...................................................................................................................................20 ESGOTAMENTO SANITÁRIO.............................................................................................................21 REDE ELÉTRICA ................................................................................................................................22 Número de ligações por tipo de uso ................................................................................................22 TELEFONIA POR TIPO DE USO ........................................................................................................23 DRENAGEM E PAVIMENTAÇÃO.......................................................................................................23 ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS ....................................................................................................23 RENDIMENTO MENSAL .....................................................................................................................23 RENDIMENTO MÉDIO MENSAL MUNICIPAL / REGIONAL / BAIRRO ..............................................23 MORADORES EM DOMICÍLIOS POR CLASSE DE RENDIMENTO ..................................................24 ATIVIDADE EMPRESARIAL...............................................................................................................25 GÊNEROS DA ATIVIDADE .................................................................................................................26 OCUPAÇÃO DOMICILIAR..................................................................................................................34 CONDIÇÃO DE OCUPAÇÃO DO DOMICÍLIO ....................................................................................34 SITUAÇÃO EDUCACIONAL DA POPULAÇÃO .................................................................................35 PESSOAS RESPONSÁVEIS PELOS DOMICÍLIOS POR GRUPOS DE ANOS DE ESTUDO............35 POPULAÇÃO RESIDENTE ALFABETIZADA, DE 5 ANOS OU MAIS DE IDADE...............................35 SERVIÇOS E EQUIPAMENTOS URBANOS ......................................................................................36 EDUCAÇÃO.........................................................................................................................................36 Escolas e creches ..............................................................................................................................36

..........................4 11..............47 G ................................6 11...........2 12.....46 E ....................................................................................................41 BIBLIOGRAFIA CONSULTADA ................................................................................................................................................................................................................................................39 TIPOS DE IMÓVEIS ........................Escola Municipal São José .........................................................Urbanização da praia de Ponta Negra ....................Matriz Santa Rita de Cássia............................................37 CEMITÉRIOS.............................8...................Lei Complementar nº 27 de 03 de novembro de 2000......................................................................................37 DESPORTO......................................................46 D ...............................................1 11........................................45 C .........................45 B ......................37 SEGURANÇA PÚBLICA ...Praça do Cruzeiro.......................................................................38 HABITAÇÃO E SITUAÇÃO FUNDIÁRIA...................................................................................5 11................................................................................................Feira de artesanato de Ponta Negra ................3 13 SAÚDE........................48 H ........................2 11...............38 Associações e centros ........8................................................................38 Clubes de mães........................................................................................................................................3.................................................................................1 11..............................................................................................................42 ANEXOS..........................................8........................................44 A .................2 11....................................5 11..............................................7 11...............................................................8 11....1 12.................................................................49 ........................................................................................39 CONJUNTOS HABITACIONAIS ....................................................47 F ...............38 Grupos de idosos........................37 PRAÇAS ......................................................4 12 12.........36 TRANSPORTE ..................................................................................38 Conselhos comunitários .....................................................................................................................................................................................................................................................................................40 ASPECTOS URBANÍSTICOS ..Calçadão da praia de Ponta Negra .................................................................................................................................................2 11...............36 Alternativos .................................................................................................39 LOTEAMENTOS..........Atividade pesqueira...............................................................................................3 11..........................................................................................................................................................Associação dos moradores dos conjuntos Ponta Negra e Alagamar..............................................................8...............................................................................................36 Ônibus...........3 11..........................3 12........40 ASSENTAMENTOS PRECÁRIOS .............................................................3.................................................................................................................................48 I .......37 ORGANIZAÇÕES COMUNITÁRIAS...................

roçados para ajudar na economia doméstica. No Governo Aluízio Alves. foram iniciadas construções de casas de veraneio. teve início na década de 40. Registros de 1877 dão conta de uma casa de oração na povoação de Ponta Negra e de uma escola pública para o sexo masculino. entretanto. além do trabalho de renda de almofadas feito por mulheres. Após a 2ª Guerra Mundial. a Vila de Ponta Negra era habitada por indivíduos ligados à atividade pesqueira. em 1931. localizado atrás da igreja e reconstruído. pelo Bispo Dom Marcolino Dantas. Havia. outro chafariz foi construído na Rua do Corrupio e implantada energia elétrica. FIGURA 02 . Nesse período. em 1633. até o século passado. na Cartografia do Rio Grande do Norte. O desenvolvimento da Vila. o Governador José Varela construiu o primeiro chafariz. . Estima-se que. com a influência norte-americana de banhos de mar.6 1 1. núcleo do povoamento da área.1 BAIRRO PONTA NEGRA ASPECTOS HISTÓRICOS DO BAIRRO Uma das primeiras referências históricas a Ponta Negra é a descrição do período da ocupação holandesa.Vila de Ponta Negra.

Eugênio Sales. mesmo assim. Quando eu era criança. O declive . D. Os ventos sopraram. evocando a saudade de sua beleza antiga." Em outro trecho ele acrescenta. Em 1964. outra parte que servia à população foi destinada ao Ministério da Aeronáutica para a construção da Barreira do Inferno. parte da população passou a subsistir do artesanato. O arcebispo emérito de Natal. a figura do morro era muito outra. que.7 Segundo antigos moradores. permitindo casos de “grilagem”. Para apaziguar os conflitos. Mas. FIGURA 02 – Morro do Careca. além da pesca. emprestando-lhe uma nova forma. como a mais bela e acolhedora das praias natalenses. "Em Ponta Negra. falando de suas reminiscências juvenis assim se expressa: "Abrindo em arco. da mais perfeita e harmoniosa curvatura a enseada de Ponta Negra apresenta-se ao primeiro olhar. ainda hoje. enche de espanto e admiração aqueles que pela primeira vez se vêm (sic. o fogo desfez sua primitiva visão. em seu livro “Minha cidade Natal e eu”. Após se verem expropriados de suas terras. havia 500 hectares de terras cultivadas em sistema comunitário. o Morro Careca tem a sua história à parte. esse sistema prejudicou a legalização daquelas terras. antes de 1956. o mar avançou. parte das terras foi doada ao clero de Natal através de D. Nivaldo Monte.) diante de tamanha beleza. de barracas de praia e de biscates.

tão bem fixada. FIGURA 03 . o Natal Sul. Paulo Venturele de Paiva Castro . em 1989. fez parte a construção de um calçadão na orla marítima. Em 1978. o Alagamar. por quiosques de fibra de vidro. surgiu o conjunto Ponta Negra. Somente o cume do morro era descalvado. com 3 quilômetros de extensão e a substituição das antigas barracas de praia. No ano 2000. foi executado o projeto Orla de Ponta Negra. Deste projeto de urbanização. na mente de todos nós. Ponta Negra teve seus limites definidos pela Lei nº. o Serrambi. 4. donde lhe veio a alcunha.Conjunto Ponta Negra. a compra de 130 hectares de terras ao empresário Osmundo Faria possibilitou a construção de conjuntos habitacionais com casas e apartamentos. de 05 de abril de 1993. e em 1981.328.8 que leva o topo do morro até as orilhas do mar era todo coberto de densa e luxuriante vegetação." Mais recentemente. em 1979. oficializada quando da sua publicação no Diário Oficial do Estado em 07 de setembro de 1994.

POPULAÇÃO RESIDENTE E DENSIDADE DEMOGRÁFICA – PONTA NEGRA.1 LOCALIZAÇÃO Região Administrativa Sul 2.25 DENSIDADE DEMOGRÁFICA EM 2007 (HAB / HA) 33.37 TAXA POPULAÇÃO RESIDENTE (2000-2007) 0.16 DOMICÍLIOS DOMICÍLIOS POPULAÇÃO PARTICLARES PARTICULARES RESIDENTE PERMANENTES PERMANENTES EM 2000 EM 2007 EM 2000 6.227 7.013 DENSIDADE DEMOGRÁFICA EM 2000 (HAB / HA) 33.4 ÁREA.600 POPULAÇÃO RESIDENTE EM 2007 24.9 2 DADOS BÁSICOS DO BAIRRO 2. * Publicada no Diário Oficial do Estado em 07 de setembro de 1994.2 LIMITES Norte: Sul: Leste: Oeste: Capim Macio / Parque das Dunas Parnamirim (Município) Oceano Atlântico Néopolis 2.3 LOCALIDADES Inexistentes 2.066 23.328/93 ÁREA (HA) 707. LEI DE CRIAÇÃO* 4. . DOMICÍLIOS OCUPADOS. contagem da população 2007.96 Fonte: Tabela elaborada pela SEMURB – Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo – com base nos dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

2008.10 10 3 3.Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo. .1 MAPA DE NATAL – LOCALIZAÇÃO DO BAIRRO MACROZONEAMENTO Fonte: Mapa elaborado pela SEMURB .

Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo.11 11 3. .2 ÁREAS ESPECIAIS Fonte: Mapa elaborado pela SEMURB . 2008.

Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo. 2008.3 LOCALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS Fonte: Mapa elaborado pela SEMURB .12 3. .

41 Mulheres 12. .406 100.41% 52.096 47.310 52. GRÁFICO 01 – BAIRRO PONTA NEGRA: POPULAÇÃO RESIDENTE POR SEXO 47.59 TOTAL 23. Censo Demográfico 2007.1 DEMOGRAFIA POPULAÇÃO SEXO POPULAÇÃO RESIDENTE POR SEXO POPULAÇÃO (%) Homens 11.59% HOMENS MULHERES Fonte: IBGE .Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.00 Fonte: IBGE . Censo Demográfico 2007.13 4 4.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

858 7. Censo Demográfico 2007.379 5.29 2.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. GRÁFICO 02 – BAIRRO PONTA NEGRA: ESTRUTURA ETÁRIA DA POPULAÇÃO 80+ 75-79 70-74 65-69 60-64 55-59 50-54 45-49 40-44 35-39 30-34 25-29 20-24 15-19 10-14 5-9 0-4 8 6 4 2 0 2 4 6 Grupos de idade Homens % Mulheres % Fonte: IBGE .89 50 .14 1.627 6.94 35 .09 30 .64 757 3.15 TOTAL 23.89 10 .23 65 .711 7.69 496 2.54 1.128 9.04 05 .39 1.44 1.09 45 .830 12.95 15 .74 368 1.701 11.406 100.57 75 .2 ESTRUTURA ETÁRIA DA POPULAÇÃO FAIXA ETÁRIA (ANOS) POPULAÇÃO (%) 00 .414 6.79 230 0.60 55 .310 5.057 4.09 1.49 1.04 1.00 Fonte: IBGE . Censo Demográfico 2007.59 1.612 6.14 4.34 1.52 60 .31 40 . .54 25 .98 80 + 268 1.24 2.660 7.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.12 70 .19 2.09 20 .

000 19.496 14.15 4.81 Cômodo** 125 0. p.27 Fonte: IBGE . Censo Demográfico 2000. Censo Demográfico 2000. etc. 4.00 Fonte: IBGE .396 Apartamento 3. * Valor absoluto.122 MÉDIA 3. ** “Quando composto por um ou mais aposentos localizado em uma casa de cômodos. Domicílios Moradores .Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. A.600 100.* (%) Casa 19.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.600 23.” (IBGE.066 23. cabeça-de-porco.53 Improvisado 17 0.21). Censo Demográfico 2007.775 10. 2001.775 83.000 3.80 Permanente 23. A.07 204 Coletivo 187 0. GRÁFICO 03 – BAIRRO PONTA NEGRA: POPULAÇÃO RESIDENTE POR ESPÉCIE DE DOMICÍLIOS 100. cortiço.496 1.79 TOTAL 23.000 187 125 100 17 10 1 CASA APARTAMENTO CÔMODO IMPROVISADO COLETIVO Fonte: IBGE .Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.* V.3 POPULAÇÃO RESIDENTE POR ESPÉCIE DE DOMICÍLIOS DOMICÍLIOS POPULAÇÃO PARCIAL TOTAL ESPÉCIE V.4 MÉDIA DE MORADORES POR DOMICÍLIOS PARTICULARES PERMANENTES MÉDIA DE MORADORES POR DOMICÍLIOS 7.

62 0.1 INFRA-ESTRUTURA SANEAMENTO BÁSICO Forma de abastecimento de água (%) 97.75 100.227 Fonte: IBGE .Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.000 101 100 47 10 1 REDE GERAL POÇO OU NASCENTE OUTRA Fonte: IBGE .63 1.079 Poço ou nascente 101 Outra 47 TOTAL 6.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. GRÁFICO 04 – BAIRRO PONTA NEGRA: FORMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA 10.00 FORMA DE ABASTECIMENTO DOMICÍLIOS Rede geral 6. Censo Demográfico 2000.16 5 5.000 6.079 1.1 5. Censo Demográfico 2000. .1.

00 1.1.31 6.254 Fonte: CAERN .000 375 100 86 20 10 1 RESIDENCIAL COMERCIAL INDUSTRIAL PÚBLICO Fonte: CAERN .2 Ligações de água por tipo de uso TIPO DE USO (%) 92.Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte. Residencial Comercial Industrial Público GRÁFICO 05 – BAIRRO PONTA NEGRA: LIGAÇÕES DE ÁGUA POR TIPO DE USO 10.32 100.17 5. 2007.773 1. .Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte.38 0.00 LIGAÇÕES 5. 2007.000 5.773 375 86 20 TOTAL 6.

64 100.550 1.Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte.1. 2007.Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte.664 100.980 4.980 10.23 11.000 26.3 Consumo de água por tipo de uso (m³) TIPO DE USO (%) 86.000.131 Fonte: CAERN . 2007. Residencial Comercial Industrial Público GRÁFICO 06 .550 TOTAL 243.664 26.000 4.937 1.18 5.000 100 10 1 RESIDENCIAL COMERCIAL INDUSTRIAL PÚBLICO Fonte: CAERN .03 0.00 CONSUMO (m³) 209. .000 209.10 2.BAIRRO PONTA NEGRA: CONSUMO DE ÁGUA POR TIPO DE USO (m³) 1.937 1.

1.00 TIPO DE USO LIGAÇÕES (%) CONSUMO (m³) Residencial 3.952 Comercial 249 7.952 100.996 10.32 20.Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte. 2007.4 Ligações de esgotos / consumo (m³) (%) 83.996 Industrial 36 1. .00 Fonte: CAERN .36 1. GRÁFICO 07 – BAIRRO PONTA NEGRA: LIGAÇÕES DE ESGOTOS / CONSUMO (m³) 1.109 91.556 1. 2007.000 113.000.734 100.000 3.17 100.Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte.24 230 TOTAL 3.34 15.000 20.109 1.19 5.556 Público 8 0.000 249 100 36 8 230 10 1 RESIDENCIAL COMERCIAL INDUSTRIAL PÚBLICO LIGAÇÕES CONSUMO (m³) Fonte: CAERN .39 113.14 0.06 1.402 136.

63 0.000 123 100 15 10 8 1 1 COLETADO QUEIMADO NA PROPRIEDADE 0 ENTERRADO NA JOGADO EM JOGADO EM RIO.43 toneladas de lixo (Fonte: URBANA – Companhia de Serviços Urbanos de Natal.00 DESTINO DO LIXO DOMICÍLIOS Coletado 6.2.00 100. Censo Demográfico 2000. 5.02 0.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.080 Queimado na propriedade 15 Enterrado na propriedade 08 Jogado em terreno baldio ou logradouro 123 Jogado em rio. GRÁFICO 08 – BAIRRO PONTA NEGRA: DESTINO DO LIXO 10.000 6. .20 5.13 1. lago ou mar 01 Outro destino TOTAL 6.1 LIMPEZA PÚBLICA Produção diária de lixo domiciliar 37.2 5.227 Fonte: IBGE . OUTRO DESTINO PROPRIEDADE TERRENO BALDIO LAGO OU MAR OU LOGRADOURO Fonte: IBGE .Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.2 Destino do lixo (%) 97.080 1.98 0.2. 2007).24 0. Censo Demográfico 2000.

lago ou mar Outro escoadouro 02 Sem banheiro ou sanitário 33 TOTAL 6.00 TIPO DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO DOMICÍLIOS Rede geral de esgoto ou pluvial 123 Fossa séptica 5.75 0. LAGO OU OUTRO MAR ESCOADOURO SEM BANHEIRO OU SANITÁRIO Fonte: IBGE .42 12.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.03 0.3 ESGOTAMENTO SANITÁRIO (%) 1.257 1000 794 123 100 33 18 10 2 0 1 REDE GERAL DE ESGOTO OU PLUVIAL FOSSA SÉPTICA FOSSA RUDIMENTAR VALA RIO. Censo Demográfico 2000.00 0.53 100. Censo Demográfico 2000. GRÁFICO 09 – BAIRRO PONTA NEGRA: ESGOTAMENTO SANITÁRIO 10000 5.29 0.257 Fossa rudimentar 794 Vala 18 Rio. .227 Fonte: IBGE .21 5.98 84.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

2007.47 100.328 76 1.Companhia Energética do Rio Grande do Norte.356 1.854 Fonte: COSERN .32 0. 2007.00 LIGAÇÕES 10.356 38 56 TOTAL 11.64 11.13 0.328 10. * Poder público e serviço público.Companhia Energética do Rio Grande do Norte.4. rural e iluminação pública.44 0.22 5. Residencial Industrial Comercial Público* Outros** GRÁFICO 10 – BAIRRO PONTA NEGRA: NÚMERO DE LIGAÇÕES POR TIPO DE USO 100. ** Próprio.1 REDE ELÉTRICA Número de ligações por tipo de uso TIPO DE USO (%) 87.000 1.4 5.000 10.000 100 76 38 56 10 1 RESIDENCIAL COMERCIAL INDUSTRIAL PÚBLICO* OUTROS** Fonte: COSERN . .

00 Fonte: SEMOV . Censo Demográfico 2000.84% 81. Censo Demográfico 2000.43 VALOR DO RENDIMENTO NOMINAL MEDIANO MENSAL (SALÁRIO MÍNIMO)** 5.00 BAIRRO DRENAGEM (%) Ponta Negra 65.753.98 1.23 6 DRENAGEM E PAVIMENTAÇÃO PAVIMENTAÇÃO (%) 70. 7 7. M. RESPONSÁVEIS PELOS DOMICÍLIOS PARTICULARES PERMANENTES 5.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.424. dividida pelo número destes. * Equivale à soma do rendimento nominal mensal de trabalho com o proveniente de outras fontes dos responsáveis pelos domicílios.2 RENDIMENTO MÉDIO MENSAL MUNICIPAL / REGIONAL / BAIRRO ÁREA GEOGRÁFICA RENDIMENTO MÉDIO R$ 919. .43 RELACIONAMENTOS ENTRE OS RENDIMENTOS MÉDIOS 154. **Equivale ao número central de um determinado conjunto de números.10 1.30 PESSOAS COM RENDIMENTO.Secretaria Municipal de Obras e Viação. 6. 2007.1 ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS RENDIMENTO MENSAL VALOR DO RENDIMENTO NOMINAL MÉDIO MENSAL (SALÁRIO MÍNIMO)* 9.09 11. 7.62 9.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.903 Fonte: IBGE .22% 9º dos 36 bairros Município – Natal Região Administrativa Sul Bairro Fonte: IBGE .28 S.

.05 19.44% 19.34 10.245 TOTAL 23.34% 19.396 Fonte: IBGE .44 10.05% 10.46 5.32 100.00 MORADORES EM DOMICÍLIOS Até 1 2. Censo Demográfico 2000.447 Sem rendimento 1.64% 22.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 2000.458 Mais de 10 a 20 4.75 19.64 22.75% MAIS DE 20 SALÁRIOS MÍNIMOS SEM RENDIMENTO MAIS DE 1 A 3 SALÁRIOS MÍNIMOS MAIS DE 3 A 5 SALÁRIOS MÍNIMOS MAIS DE 5 A 10 SALÁRIOS MÍNIMOS MAIS DE 10 A 20 SALÁRIOS MÍNIMOS Fonte: IBGE .46% 5.226 Mais de 3 a 5 2.957 Mais de 1 a 3 5.24 7. GRÁFICO 11 – BAIRRO PONTA NEGRA: CLASSE DE RENDIMENTO ATÉ 1 SALÁRIO MÍNIMO 10.3 MORADORES EM DOMICÍLIOS POR CLASSE DE RENDIMENTO CLASSES DE RENDIMENTO EM SALÁRIOS MÍNIMOS (%) 12.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.515 Mais de 5 a 10 4.548 Mais de 20 2.32% 12.

78% 51.933 Fonte: JUCERN / RN – Junta Comercial do Estado do Rio Grande do Norte.06% INDUSTRIA COMERCIO SERVIÇOS Fonte: SEBRAE / RN – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. 2002.00 NÚMERO DE EMPRESAS 247 697 989 TOTAL 1.25 8 Industrial Comercial Serviço ATIVIDADE EMPRESARIAL ATIVIDADE (%) 12. 2006. .78 36. GRÁFICO 12 – BAIRRO PONTA NEGRA: ATIVIDADE EMPRESARIAL 12.06 51.16 100.16% 36.

1 GÊNEROS DA ATIVIDADE GÊNEROS ACABAMENTOS EM FIOS. VERNIZES. CARTOLINA. CIMENTO. ESMALTES E LACAS INCORPORAÇÃO DE EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS NÚMERO DE EMPRESAS 2 14 2 1 1 6 4 1 1 23 1 5 1 1 1 1 1 2 2 1 2 1 1 1 1 1 2 1 1 3 1 1 1 1 7 INDÚSTRIA 1 1 1 1 110 . EXCETO MÓVEIS FABRICAÇÃO DE ARTEFATOS PARA PESCA E ESPORTE FABRICAÇÃO DE CABINES. SOB MEDIDA. EXCETO ROUPAS ÍNTIMAS CONFECÇÃO DE PEÇAS DO VESTUÁRIO. VIME E OUTROS MATERIAIS TRANÇADOS. EXCETO MÓVEIS FABRICAÇÃO DE ARTEFATOS DIVERSOS DE MADEIRA. PEÇAS E ACESSÓRIOS. CARROCERIAS E REBOQUES PARA CAMINHÕES FABRICAÇÃO DE CASAS DE MADEIRA PRÉ-FABRICADAS FABRICAÇÃO DE CONSERVAS DE PALMITO FABRICAÇÃO DE ESQUADRIAS DE METAL FABRICAÇÃO DE GELO COMUM FABRICAÇÃO DE LAMINADOS PLANOS E TUBULARES DE MATERIAL PLÁSTICO FABRICAÇÃO DE LUMINÁRIAS E OUTROS EQUIPAMENTOS DE ILUMINAÇÃO FABRICAÇÃO DE MASSAS ALIMENTÍCIAS FABRICAÇÃO DE MOTORES E TURBINAS. PAPEL-CARTÃO E PAPELÃO ONDULADO PARA USO COMERCIAL E DE ESCRITÓRIO. EXCETO PARA SEGURANÇA E PROTEÇÃO FABRICAÇÃO DE APARELHOS ELÉTRICOS DE USO PESSOAL.26 8. FIBROCIMENTO. PALHA. EXCETO FORMULÁRIO CONTÍNUO FABRICAÇÃO DE SABÕES E DETERGENTES SINTÉTICOS FABRICAÇÃO DE SORVETES E OUTROS GELADOS COMESTÍVEIS FABRICAÇÃO DE TINTAS. EXCETO PARA AVIÕES E VEÍCULOS RODOVIÁRIOS FABRICAÇÃO DE MÓVEIS COM PREDOMINÂNCIA DE MADEIRA FABRICAÇÃO DE OUTROS PRODUTOS QUÍMICOS NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE FABRICAÇÃO DE PERIFÉRICOS PARA EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA FABRICAÇÃO DE PRODUTOS DE PANIFICAÇÃO FABRICAÇÃO DE PRODUTOS DE PAPEL. TECIDOS E ARTEFATOS TÊXTEIS ADMINISTRAÇÃO DE OBRAS ATIVIDADES DE APOIO À EXTRAÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL ATIVIDADES DE APOIO À PECUÁRIA CAPTAÇÃO. BAMBU. TRATAMENTO E DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA CONFECÇÃO DE PEÇAS DO VESTUÁRIO. DE PEÇAS DO VESTUÁRIO. EXCETO ROUPAS ÍNTIMAS CONSTRUÇÃO DE BARRAGENS E REPRESAS PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS CONSTRUÇÃO DE OBRAS-DE-ARTE ESPECIAIS CONSTRUÇÃO DE RODOVIAS E FERROVIAS CRIAÇÃO DE PEIXES EM ÁGUA SALGADA E SALOBRA CULTIVO DE FLORES E PLANTAS ORNAMENTAIS CULTIVO DE OUTROS CEREAIS NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE FABRICAÇÃO DE ACESSÓRIOS DO VESTUÁRIO. EXCETO ROUPAS ÍNTIMAS E AS CONFECCIONADAS SOB MEDIDA CONFECÇÃO. PEÇAS E ACESSÓRIOS FABRICAÇÃO DE ARTEFATOS DE CONCRETO. GESSO E MATERIAIS SEMELHANTES FABRICAÇÃO DE ARTEFATOS DE MATERIAL PLÁSTICO PARA OUTROS USOS NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE FABRICAÇÃO DE ARTEFATOS DIVERSOS DE CORTIÇA.

SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO PRIVATIVOS COMÉRCIO A VAREJO DE AUTOMÓVEIS. FABRICAÇÃO DE PRODUTOS AMILÁCEOS E DE ALIMENTOS PARA ANIMAIS OBRAS DE FUNDAÇÕES OBRAS DE TERRAPLENAGEM OUTRAS OBRAS DE ACABAMENTO DA CONSTRUÇÃO OUTRAS OBRAS DE ENGENHARIA CIVIL NÃO ESPECIFICADAS ANTERIORMENTE PRODUÇÃO DE PRODUTOS NÃO-MADEIREIROS NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE EM FLORESTAS PLANTADAS RECONDICIONAMENTO E RECUPERAÇÃO DE MOTORES PARA VEÍCULOS AUTOMOTORES SERVIÇOS DE PINTURA DE EDIFÍCIOS EM GERAL SERVIÇOS DE USINAGEM. DE VENTILAÇÃO E REFRIGERAÇÃO INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO ELÉTRICA INSTALAÇÕES DE SISTEMA DE PREVENÇÃO CONTRA INCÊNDIO LAPIDAÇÃO DE GEMAS MANUTENÇÃO E REPARAÇÃO DE APARELHOS ELETROMÉDICOS E ELETROTERAPÊUTICOS E EQUIPAMENTOS DE IRRADIAÇÃO MANUTENÇÃO E REPARAÇÃO DE EMBARCAÇÕES MANUTENÇÃO E REPARAÇÃO DE MÁQUINAS DE ESCREVER. CALCULAR E DE OUTROS EQUIPAMENTOS NÃO-ELETRÔNICOS PARA ESCRITÓRIO MANUTENÇÃO E REPARAÇÃO DE MÁQUINAS E APARELHOS DE REFRIGERAÇÃO E VENTILAÇÃO PARA USO INDUSTRIAL E COMERCIAL MANUTENÇÃO E REPARAÇÃO DE MÁQUINAS E APARELHOS PARA A INDÚSTRIA DO PLÁSTICO MANUTENÇÃO E REPARAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS PARA A PROSPECÇÃO E EXTRAÇÃO DE PETRÓLEO MOAGEM. LÃS. TETOS. FARINHAS. SOLDA. PELES E OUTROS SUBPRODUTOS NÃO-COMESTÍVEIS DE ORIGEM ANIMAL COMÉRCIO ATACADISTA DE EMBALAGENS COMÉRCIO ATACADISTA DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA COMÉRCIO ATACADISTA DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS DE USO PESSOAL E DOMÉSTICO NÚMERO DE EMPRESAS 1 1 5 1 1 1 1 8 1 2 1 1 1 2 1 5 1 1 1 1 24 1 1 1 3 1 1 3 2 1 3 1 1 2 1 COMERCIO INDÚSTRIA . CAMIONETAS E UTILITÁRIOS NOVOS COMÉRCIO A VAREJO DE MOTOCICLETAS E MOTONETAS NOVAS COMÉRCIO A VAREJO DE PEÇAS E ACESSÓRIOS NOVOS PARA VEÍCULOS AUTOMOTORES COMÉRCIO A VAREJO DE PNEUMÁTICOS E CÂMARAS-DE-AR COMÉRCIO A VAREJO E POR ATACADO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES COMÉRCIO ATACADISTA DE ARTIGOS DO VESTUÁRIO E ACESSÓRIOS. TRATAMENTO E REVESTIMENTO EM METAIS BARES E OUTROS ESTABELECIMENTOS ESPECIALIZADOS EM SERVIR BEBIDAS CANTINAS . DIVISÓRIAS E ARMÁRIOS EMBUTIDOS DE QUALQUER MATERIAL INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE SISTEMAS CENTRAIS DE AR CONDICIONADO. EXCETO PROFISSIONAIS E DE SEGURANÇA COMÉRCIO ATACADISTA DE BEBIDAS NÃO ESPECIFICADAS ANTERIORMENTE COMÉRCIO ATACADISTA DE CEREAIS E LEGUMINOSAS BENEFICIADOS. JANELAS.27 GÊNEROS INSTALAÇÃO DE PORTAS. AMIDOS E FÉCULAS COMÉRCIO ATACADISTA DE COSMÉTICOS E PRODUTOS DE PERFUMARIA COMÉRCIO ATACADISTA DE COUROS.

PESCA E CAMPING COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE CAMA. PEÇAS E ACESSÓRIOS COMÉRCIO VAREJISTA DE BRINQUEDOS E ARTIGOS RECREATIVOS COMÉRCIO VAREJISTA DE CALÇADOS COMÉRCIO VAREJISTA DE CARNES . INCLUSIVE PEDRAS PRECIOSAS E SEMIPRECIOSAS LAPIDADAS COMÉRCIO ATACADISTA DE LEITE E LATICÍNIOS COMÉRCIO ATACADISTA DE MADEIRA E PRODUTOS DERIVADOS COMÉRCIO ATACADISTA DE MATERIAL ELÉTRICO COMÉRCIO ATACADISTA DE MERCADORIAS EM GERAL.28 GÊNEROS COMÉRCIO ATACADISTA DE JÓIAS. BISCOITOS E SIMILARES COMÉRCIO ATACADISTA DE PESCADOS E FRUTOS DO MAR COMÉRCIO ATACADISTA ESPECIALIZADO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE COMÉRCIO DE PEÇAS E ACESSÓRIOS PARA VEÍCULOS AUTOMOTORES COMÉRCIO VAREJISTA DE ANIMAIS VIVOS E DE ARTIGOS E ALIMENTOS PARA ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE ARMARINHO COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE CAÇA. MESA E BANHO COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE JOALHERIA COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE ÓPTICA COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE PAPELARIA COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE TAPEÇARIA. CORTINAS E PERSIANAS COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE VIAGEM COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DO VESTUÁRIO E ACESSÓRIOS COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS ESPORTIVOS COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS FOTOGRÁFICOS E PARA FILMAGEM COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS MÉDICOS E ORTOPÉDICOS COMÉRCIO VAREJISTA DE BEBIDAS COMÉRCIO VAREJISTA DE BICICLETAS E TRICICLOS. RELÓGIOS E BIJUTERIAS. PRODUTOS DE PERFUMARIA E DE HIGIENE PESSOAL COMÉRCIO VAREJISTA DE DOCES. COM PREDOMINÂNCIA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS COMÉRCIO ATACADISTA DE MÓVEIS E ARTIGOS DE COLCHOARIA COMÉRCIO ATACADISTA DE OUTRAS MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE.AÇOUGUES E PEIXARIAS COMÉRCIO VAREJISTA DE COMBUSTÍVEIS PARA VEÍCULOS AUTOMOTORES COMÉRCIO VAREJISTA DE COSMÉTICOS. BOLOS. BOMBONS E SEMELHANTES COMÉRCIO VAREJISTA DE FERRAGENS E FERRAMENTAS COMÉRCIO VAREJISTA DE GÁS LIQÜEFEITO DE PETRÓLEO (GLP) COMÉRCIO VAREJISTA DE HORTIFRUTIGRANJEIROS COMÉRCIO VAREJISTA DE JORNAIS E REVISTAS COMÉRCIO VAREJISTA DE LATICÍNIOS E FRIOS COMÉRCIO VAREJISTA DE LIVROS COMÉRCIO VAREJISTA DE MADEIRA E ARTEFATOS COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO EM GERAL COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAIS HIDRÁULICOS NÚMERO DE EMPRESAS 1 2 2 1 5 2 1 4 2 1 1 1 6 5 1 1 23 3 10 1 3 82 3 2 2 22 1 2 12 5 7 2 5 1 7 4 1 7 5 2 2 19 1 COMÉRCIO . PARTES E PEÇAS COMÉRCIO ATACADISTA DE OUTROS EQUIPAMENTOS E ARTIGOS DE USO PESSOAL E DOMÉSTICO NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE COMÉRCIO ATACADISTA DE PÃES.AÇOUGUES COMÉRCIO VAREJISTA DE CARNES E PESCADOS . BALAS.

PRODUTOS SIDERÚRGICOS E QUÍMICOS REPRESENTANTES COMERCIAIS E AGENTES DO COMÉRCIO DE ELETRODOMÉSTICOS.HIPERMERCADOS COMÉRCIO VAREJISTA DE MÓVEIS COMÉRCIO VAREJISTA DE OBJETOS DE ARTE COMÉRCIO VAREJISTA DE OUTROS ARTIGOS DE USO DOMÉSTICO NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE COMÉRCIO VAREJISTA DE OUTROS PRODUTOS NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE COMÉRCIO VAREJISTA DE PLANTAS E FLORES NATURAIS COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS EM GERAL OU ESPECIALIZADO EM PRODUTOS ALIMENTÍCIOS NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS PARA USO HUMANO E VETERINÁRIO COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS. MATERIAL DE CONSTRUÇÃO E FERRAGENS REPRESENTANTES COMERCIAIS E AGENTES DO COMÉRCIO DE MÁQUINAS. BEBIDAS E FUMO NÚMERO DE EMPRESAS 4 6 57 3 2 2 13 4 26 25 6 2 99 2 2 8 8 16 3 3 2 1 1 3 9 4 2 1 5 4 36 4 6 5 COMERCIO . MINERAIS.29 GÊNEROS COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAL ELÉTRICO COMÉRCIO VAREJISTA DE MEDICAMENTOS VETERINÁRIOS COMÉRCIO VAREJISTA DE MERCADORIAS EM GERAL. BIJUTERIAS E ARTESANATOS COMÉRCIO VAREJISTA DE TECIDOS COMÉRCIO VAREJISTA DE VIDROS COMÉRCIO VAREJISTA ESPECIALIZADO DE ELETRODOMÉSTICOS E EQUIPAMENTOS DE ÁUDIO E VÍDEO COMÉRCIO VAREJISTA ESPECIALIZADO DE EQUIPAMENTOS DE TELEFONIA E COMUNICAÇÃO COMÉRCIO VAREJISTA ESPECIALIZADO DE EQUIPAMENTOS E SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA COMÉRCIO VAREJISTA ESPECIALIZADO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS E ACESSÓRIOS COMÉRCIO VAREJISTA ESPECIALIZADO DE MÓVEIS. EXCETO LOJAS DE DEPARTAMENTOS OU MAGAZINES PADARIA E CONFEITARIA COM PREDOMINÂNCIA DE PRODUÇÃO PRÓPRIA PADARIA E CONFEITARIA COM PREDOMINÂNCIA DE REVENDA PEIXARIA REPRESENTANTES COMERCIAIS E AGENTES DO COMÉRCIO DE COMBUSTÍVEIS. COSMÉTICOS E PRODUTOS DE PERFUMARIA REPRESENTANTES COMERCIAIS E AGENTES DO COMÉRCIO DE MERCADORIAS EM GERAL NÃO ESPECIALIZADO REPRESENTANTES COMERCIAIS E AGENTES DO COMÉRCIO DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS. EQUIPAMENTOS. COM PREDOMINÂNCIA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS . COLCHOARIA E ARTIGOS DE ILUMINAÇÃO COMÉRCIO VAREJISTA NÃO-ESPECIALIZADO COMPRA E VENDA DE IMÓVEIS PRÓPRIOS LOJAS DE VARIEDADES. MÓVEIS E ARTIGOS DE USO DOMÉSTICO REPRESENTANTES COMERCIAIS E AGENTES DO COMÉRCIO DE MADEIRA. EMBARCAÇÕES E AERONAVES REPRESENTANTES COMERCIAIS E AGENTES DO COMÉRCIO DE MATÉRIASPRIMAS AGRÍCOLAS E ANIMAIS VIVOS REPRESENTANTES COMERCIAIS E AGENTES DO COMÉRCIO DE MEDICAMENTOS. SEM MANIPULAÇÃO DE FÓRMULAS COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS SANEANTES DOMISSANITÁRIOS COMÉRCIO VAREJISTA DE SUVENIRES.

30 GÊNEROS REPRESENTANTES COMERCIAIS E AGENTES DO COMÉRCIO DE TÊXTEIS. EXCETO AÉREA E SUBMARINA ATIVIDADES DE PSICOLOGIA E PSICANÁLISE ATIVIDADES DE SERVIÇOS DE COMPLEMENTAÇÃO DIAGNÓSTICA E TERAPÊUTICA ATIVIDADES DE SERVIÇOS PRESTADOS PRINCIPALMENTE ÀS EMPRESAS NÃO ESPECIFICADAS ANTERIORMENTE ATIVIDADES DE VIGILÂNCIA E SEGURANÇA PRIVADA ATIVIDADES FOTOGRÁFICAS E SIMILARES ATIVIDADES PAISAGÍSTICAS NÚMERO DE EMPRESAS 2 1 3 1 6 78 1 2 2 2 2 29 1 2 1 8 12 1 1 1 6 1 2 10 1 1 2 3 5 3 1 1 2 6 1 1 1 SERVIÇOS COMERCIO . DE VÍDEOS E DE PROGRAMAS DE TELEVISÃO ATIVIDADES DE PRODUÇÃO DE FOTOGRAFIAS. EXCETO ASSISTENCIAIS ALUGUEL DE APARELHOS DE JOGOS ELETRÔNICOS ALUGUEL DE EQUIPAMENTOS RECREATIVOS E ESPORTIVOS ALUGUEL DE FITAS DE VÍDEO. ESPETÁCULOS E ATIVIDADES COMPLEMENTARES NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE ATIVIDADE MÉDICA AMBULATORIAL COM RECURSOS PARA REALIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS ATIVIDADE ODONTOLÓGICA COM RECURSOS PARA REALIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS ATIVIDADES DE ADMINISTRAÇÃO DE FUNDOS POR CONTRATO OU COMISSÃO ATIVIDADES DE ATENDIMENTO HOSPITALAR. EXCETO PRONTO-SOCORRO E UNIDADES PARA ATENDIMENTO A URGÊNCIAS ATIVIDADES DE COBRANÇA E INFORMAÇÕES CADASTRAIS ATIVIDADES DE CONDICIONAMENTO FÍSICO ATIVIDADES DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL. EXCETO CONSULTORIA TÉCNICA ESPECÍFICA ATIVIDADES DE CONTABILIDADE ATIVIDADES DE CORREIO ATIVIDADES DE DESPACHANTES ADUANEIROS ATIVIDADES DE FISIOTERAPIA ATIVIDADES DE INTERMEDIAÇÃO E AGENCIAMENTO DE SERVIÇOS E NEGÓCIOS EM GERAL. EXCETO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS TABACARIA ADMINISTRAÇÃO DE CARTÕES DE CRÉDITO AGÊNCIAS DE VIAGENS AGENTES DE INVESTIMENTOS EM APLICAÇÕES FINANCEIRAS ALBERGUES. EXCETO ANDAIMES ALUGUEL DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS PARA ESCRITÓRIO ALUGUEL DE OBJETOS DO VESTUÁRIO. CALÇADOS E ARTIGOS DE VIAGEM REPRESENTANTES COMERCIAIS E AGENTES DO COMÉRCIO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES REPRESENTANTES COMERCIAIS E AGENTES DO COMÉRCIO. JÓIAS E ACESSÓRIOS APART-HOTÉIS ARTES CÊNICAS. VESTUÁRIO. DVDS E SIMILARES ALUGUEL DE IMÓVEIS PRÓPRIOS ALUGUEL DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS PARA CONSTRUÇÃO SEM OPERADOR. EXCETO IMOBILIÁRIOS ATIVIDADES DE PRODUÇÃO CINEMATOGRÁFICA.

DE SUCOS E SIMILARES LAVANDERIAS LIMPEZA EM PRÉDIOS E EM DOMICÍLIOS LOCAÇÃO DE AUTOMÓVEIS SEM CONDUTOR ORGANIZAÇÃO DE EXCURSÕES EM VEÍCULOS RODOVIÁRIOS PRÓPRIOS.PRÉ-ESCOLA ENSINO DE ESPORTES SERVIÇOS ENSINO DE IDIOMAS ESTACIONAMENTO DE VEÍCULOS ESTÚDIOS CINEMATOGRÁFICOS EXPLORAÇÃO DE JOGOS ELETRÔNICOS RECREATIVOS FORMAÇÃO DE CONDUTORES FOTOCÓPIAS HOLDINGS DE INSTITUIÇÕES NÃO-FINANCEIRAS HOTÉIS IMPRESSÃO DE JORNAIS IMPRESSÃO DE MATERIAL DE SEGURANÇA IMUNIZAÇÃO E CONTROLE DE PRAGAS URBANAS LABORATÓRIOS DE ANATOMIA PATOLÓGICA E CITOLÓGICA LANCHONETES. INTERESTADUAL E INTERNACIONAL ORGANIZAÇÃO DE EXCURSÕES EM VEÍCULOS RODOVIÁRIOS PRÓPRIOS. DANCETERIAS. DE PLANOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR E DE SAÚDE DECORAÇÃO DE INTERIORES DEPÓSITOS DE MERCADORIAS PARA TERCEIROS.31 GÊNEROS BANCOS COMERCIAIS CABELEIREIROS CABELEIREIROS E OUTRAS ATIVIDADES DE TRATAMENTO DE BELEZA CASAS DE BINGO CASAS LOTÉRICAS CORRETAGEM NA COMPRA E VENDA E AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS CORRETAGEM NO ALUGUEL DE IMÓVEIS CORRETORAS DE CÂMBIO CORRETORES E AGENTES DE SEGUROS. CASAS DE CHÁ. INTERMUNICIPAL. SALÕES DE DANÇA E SIMILARES DISTRIBUIDORAS DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS EDIÇÃO DE LIVROS EDUCAÇÃO INFANTIL . MUNICIPAL OUTRAS ATIVIDADES AUXILIARES DOS TRANSPORTES TERRESTRES NÃO ESPECIFICADAS ANTERIORMENTE OUTRAS ATIVIDADES DE ENSINO NÃO ESPECIFICADAS ANTERIORMENTE OUTRAS ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO OUTRAS ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO NÃO ESPECIFICADAS ANTERIORMENTE NÚMERO DE EMPRESAS 1 20 7 1 3 11 34 2 1 1 1 1 3 13 1 7 7 3 4 1 1 4 1 3 1 71 2 1 1 1 105 8 6 78 2 1 1 3 15 7 . EXCETO ARMAZÉNS GERAIS E GUARDA-MÓVEIS DESENVOLVIMENTO DE PROGRAMAS DE COMPUTADOR SOB ENCOMENDA DESENVOLVIMENTO E LICENCIAMENTO DE PROGRAMAS DE COMPUTADOR CUSTOMIZÁVEIS DISCOTECAS.

COM ITINERÁRIO FIXO.32 GÊNEROS OUTRAS ATIVIDADES DE TELECOMUNICAÇÕES NÃO ESPECIFICADAS ANTERIORMENTE OUTRAS ATIVIDADES DE TRATAMENTO DE BELEZA OUTROS ALOJAMENTOS NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE OUTROS TIPOS DE ALOJAMENTO NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE PENSÕES (ALOJAMENTO) PRODUÇÃO DE FILMES PARA PUBLICIDADE PRODUÇÃO E PROMOÇÃO DE EVENTOS ESPORTIVOS PRODUÇÃO TEATRAL PROVEDORES DE ACESSO ÀS REDES DE COMUNICAÇÕES REPARAÇÃO DE ARTIGOS DO MOBILIÁRIO REPARAÇÃO DE RELÓGIOS REPARAÇÃO E MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS ELETROELETRÔNICOS DE USO PESSOAL E DOMÉSTICO REPARAÇÃO E MANUTENÇÃO DE OUTROS OBJETOS E EQUIPAMENTOS PESSOAIS E DOMÉSTICOS NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE RESTAURANTES E OUTROS ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO E BEBIDAS RESTAURANTES E SIMILARES SEGUROS DE VIDA SELEÇÃO E AGENCIAMENTO DE MÃO-DE-OBRA SERVIÇO DE PULVERIZAÇÃO E CONTROLE DE PRAGAS AGRÍCOLAS SERVIÇO DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS . EXPOSIÇÕES E FESTAS SERVIÇOS DE PERÍCIA TÉCNICA RELACIONADOS À SEGURANÇA DO TRABALHO SERVIÇOS DE TELEFONIA FIXA COMUTADA . CONGRESSOS.LOCAÇÃO DE AUTOMÓVEIS COM MOTORISTA SERVIÇOS ADVOCATÍCIOS SERVIÇOS COMBINADOS DE ESCRITÓRIO E APOIO ADMINISTRATIVO SERVIÇOS DE AGRONOMIA E DE CONSULTORIA ÀS ATIVIDADES AGRÍCOLAS E PECUÁRIAS SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO PARA EVENTOS E RECEPÇÕES .FACTORING SUPORTE TÉCNICO.BUFÊ SERVIÇOS DE ARQUITETURA SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SEM ALOJAMENTO SERVIÇOS DE CATERING. MUNICIPAL NÚMERO DE EMPRESAS 4 2 6 25 4 8 1 1 2 1 1 17 2 81 115 3 7 2 1 6 1 1 2 3 1 12 2 2 5 4 1 1 1 1 2 1 2 1 1 4 SERVIÇOS . BUFÊ E OUTROS SERVIÇOS DE COMIDA PREPARADA SERVIÇOS DE DESENHO TÉCNICO RELACIONADOS À ARQUITETURA E ENGENHARIA SERVIÇOS DE DUBLAGEM SERVIÇOS DE ENGENHARIA SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E REPARAÇÃO MECÂNICA DE VEÍCULOS AUTOMOTORES SERVIÇOS DE ORGANIZAÇÃO DE FEIRAS. MANUTENÇÃO E OUTROS SERVIÇOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TOALHEIROS TRANSPORTE AÉREO DE PASSAGEIROS REGULAR TRANSPORTE RODOVIÁRIO COLETIVO DE PASSAGEIROS.STFC SERVIÇOS DE TOMOGRAFIA SOCIEDADES DE CAPITALIZAÇÃO SOCIEDADES DE FOMENTO MERCANTIL .

INTERMUNICIPAL. INTERESTADUAL E INTERNACIONAL TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGA TRATAMENTO DE DADOS. SERVIÇOS NÚMERO DE EMPRESAS 14 4 3 1 1.33 GÊNEROS TRANSPORTE RODOVIÁRIO COLETIVO DE PASSAGEIROS. COM ITINERÁRIO FIXO. SOB REGIME DE FRETAMENTO.Junta Comercial do Estado do Rio Grande do Norte.932 . PROVEDORES DE SERVIÇOS DE APLICAÇÃO E SERVIÇOS DE HOSPEDAGEM NA INTERNET TOTAL Fonte: JUCERN / RN . MUNICIPAL E EM REGIÃO METROPOLITANA TRANSPORTE RODOVIÁRIO COLETIVO DE PASSAGEIROS. 2006.

00 CONDIÇÃO DE OCUPAÇÃO DOMICÍLIOS Quitado 3.40% 23.51 100.48 4.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.40 1.99 17.462 Cedido 274 Outra 94 TOTAL 6. GRÁFICO 13 – BAIRRO PONTA NEGRA: CONDIÇÃO DE OCUPAÇÃO DO DOMICÍLIO 4. Censo Demográfico 2000.1 OCUPAÇÃO DOMICILIAR CONDIÇÃO DE OCUPAÇÃO DO DOMICÍLIO (%) 52.097 Alugado 1.99% 17.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.51% 52.34 9 9.300 Em aquisição 1. .62% QUITADO EM AQUISIÇÃO ALUGADO CEDIDO OUTRA Fonte: IBGE .48% 1. Censo Demográfico 2000.227 Fonte: IBGE .62 23.

41% 17.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.33 0.020 15 anos ou mais 1. Censo Demográfico 2000.58 32.31% 8.21% 6. 10.00 GRÁFICO 14 – BAIRRO PONTA NEGRA: PESSOAS RESPONSÁVEIS PELOS DOMICÍLIOS POR GRUPOS DE ANOS DE ESTUDO SEM INSTRUÇÃO E MENOS DE 1 ANO 23.537 TAXA DE ALFABETIZAÇÃO 90.21 100. . GRUPOS DE ANOS DE ESTUDO (%) 6.58% 15 ANOS OU MAIS NÃO DETERMINADO 1 A 3 ANOS 4 A 7 ANOS Fonte: IBGE . Censo Demográfico 2000.453 Não determinado 13 TOTAL 6.675 Alfabetizados 19.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. DE 5 ANOS OU MAIS DE IDADE POPULAÇÃO DE 5 ANOS OU MAIS Total 21.45 23.33% 0.103 8 a 10 anos 721 11 a 14 anos 2. Censo Demográfico 2000.1 SITUAÇÃO EDUCACIONAL DA POPULAÇÃO PESSOAS RESPONSÁVEIS PELOS DOMICÍLIOS POR GRUPOS DE ANOS DE ESTUDO PESSOAS RESPONSÁVEIS Sem instrução e menos de 1 ano 393 1 a 3 anos 524 4 a 7 anos 1.71% 8 A 10 ANOS 11 A 14 ANOS 32.45% 11.41 17.Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.31 8.71 11.35 10 10.14% Fonte: IBGE .2 POPULAÇÃO RESIDENTE ALFABETIZADA.227 Fonte: IBGE .

Carmem Maria Reis Municipal Creche Escola Municipal Haydee M. Méd. 2006. / Ens.36 11 11. - TOTAL 11 75 Fonte: SECD – Secretaria da Educação. Fund. / EJAAv Ens. / EJAAv Ens.1 ÂMBITO SERVIÇOS E EQUIPAMENTOS URBANOS EDUCAÇÃO Escolas e creches ESTABELECIMENTO Centro Municipal de E. Infantil Ed. Fund.3. Fund. / Ens. 2007. Josefa Botelho Escola Municipal São José Estadual Escola Estadual Jerônimo de Albuquerque Escola Estadual Prof. José Fernandes Machado Centro Infantil Dom Eugênio de Araújo Sales Particular Centro Infantil Nossa Senhora dos Navegantes Colégio Executivo Ltda Escola Casa do Caminho Nº DE SALAS 04 03 05 10 03 04 20 03 04 14 05 GRAU DE ENSINO Ed. Inf.Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito Urbano. via Costeira 66 16 Ponta Negra / Cidade da Esperança 4554 01 Povão na praia Fonte: STTU . via Alecrim 56 18 Rocas / Ponta Negra. Bezerra de Melo Creche Municipal Lar do Caminho Escola Municipal Profª.1. Infantil Ed.1 11. Fund. /Ens Fund. Ens.Secretaria Municipal de Saúde. 207 . Inf. 11. 2006. 11. / Ens.1 Nº DA LINHA TRANSPORTE Ônibus Nº DE VIAGENS 216 207 196 329 96 308 167 125 06 TOTAL (ÔNIBUS) Nº DE ÔNIBUS ITINERÁRIO POR LINHA 07 28 Alvorada IV / Ponta Negra 26 28 Soledade I / Ponta Negra 46 23 Ribeira / Ponta Negra. via Praça 73 45 Santarém / Ponta Negra. / EJAAv Ed. / EJAAv Ed. Médio Ed. Infantil/Ens. Fund. Fund.3 11. Infantil Ed. Profª. I. via Itapetinga 83 12 Felipe Camarão / Ponta Negra 54 36 Ribeira / Ponta Negra.2 SAÚDE ESTABELECIMENTO Centro de Saúde Ponta Negra TIPO DE UNIDADE Unidade Básica de saúde Fonte: SMS . Infantil Ed. da Cultura e dos Desportos.

s/n c/ Rua Poeta Jorge Cemitério de Ponta Negra Fernandes.Secretaria Especial de Esporte e Lazer. Rua Praia de Maracajaú / Rua Praia de Areia Branca c/ Praça Desembargador Licurgo Ferreira Nunes Avenida Praia de Genipabu.Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito Urbano. Praia de Ponta Negra. Praça Praia de Ponta Negra Rua Palestina c/ Av. Manoel Sátiro. 11. 2007. Fonte: SEL .5 SEGURANÇA PÚBLICA ESPECIFICAÇÕES LOCAL 15ª Delegacia de Polícia Rua Manoel Coringa de Lemos. 11.Secretaria Municipal de Serviços Urbanos.4 Quadra DESPORTO EQUIPAMENTOS LOCAL Rua Praia de Jacumã.3. Vila de Ponta Negra Ponta Negra Rua Praia de Areia Branca – Praça de Bicicros Fonte: SSP .Secretaria Municipal de Serviços Urbanos. Campos / Mini-Campos Rua Projetada – Conjunto Serrambi I. Jeremias Pinheiro da Câmara / Rua Esc. . Campos / Mini-Campos Rua Morro do Careca. Fonte: SEMSUR . s/n. 2006. Quadra Rua Morro do Careca. NOME Praça Tancredo Neves Praça Varela Barca 11. Rua Desp. Quadra Rua Projetada – Conjunto Serrambi I. Praça Caixa d’água Pequena Rua Praia de Barreta c/ Rua Praia do Rio do Fogo.2 Nº DA LINHA Alternativos TOTAL (ALTERNATIVOS) 18 Nº DE ALTERNATIVOS ITINERÁRIO POR LINHA 402 09 Vila de Ponta Negra / Centro / Alecrim 403 09 Vila de Ponta Negra / Centro / Praça Fonte: STTU . Quadra Eulício Farias Lacerda.Secretaria de Segurança Pública. Praça Irmã Magalhães Rua Manoel Coringa de Lemos c/ Igreja Católica. Praça do Cruzeiro Rua Afonso Magalhães c/ Rua José Medeiros. 2007. Fonte: SEMSUR . Praça do Conjunto Alagamar Rua Carapeba c/ Rua das Algas.6 PRAÇAS LOCAL Rua Praia de Cotovelo c/ Rua Praia de Itamaracá. 11. Rua Ponta do Calcanhar / Rua Praia de Tourinhos c/ Praça da Pista de Bicicross Rua Praia de Areia Branca.7 CEMITÉRIOS NOME LOCAL Rua Ver. 2006. Rua Praia da Barra c/ Rua Praia Jardim da Alá.37 11. Praça Henrique Carlone (Caixa d’água Grande) Rua Praia de Jacumã c/ Rua Praia de Tabatinga. 2007.

2007. 2007.8. .Secretaria Municipal de Desenvolvimento Comunitário.8. 805 Centro Esportivo da Vila de Ponta Negra Rua da Floresta. 2007.8. 322 Centro de Saúde da Vila de Ponta Negra Rua Norton Chaves.38 11. 2119 Fonte: SMDC . 2261 Estrela do Amanhã Felisbela Fonte: SMDC . 291 Protagonismo da Paz Rua 31 de Março. 07 Associação de Moradores da Vila de Ponta Negra Rua Antônio Mor.Secretaria Municipal de Desenvolvimento Comunitário.8. 2119 Centro Desportivo de Ponta Negra Rua José Medeiros. 35 Associação de Artesãos da Vila e da Praia de Ponta Rua Antônio de Nana.Secretaria Municipal de Desenvolvimento Comunitário. 547 Fonte: SMDC .4 Grupos de idosos NOME DO GRUPO LOCAL Rua Ferreira Itajubá. 159 Rua Praia Sibaúma. S/N Ponta Negra Casa de Apoio Santo Agostinho de Pona Rua Eleonora de França.1 ORGANIZAÇÕES COMUNITÁRIAS Associações e centros NOME DO GRUPO LOCAL Associação de Vendedores Ambulantes Rua Miguel Matias. 2007.2 Conselhos comunitários NOME DO GRUPO LOCAL Conselho Comunitário de Ponta Negra Rua Manoel Congo. 11. 407 Grupo Bambelô Rua da Floresta. 03 Quadrilha Mexera Co Nós Rua Virgílio Cardoso. 353. 80 Associação dos Moradores dos Parques Residenciais Rua Itamaracá. 11.3 Clubes de mães NOME DO GRUPO LOCAL Mãe Isaura Rua Antônio Mor. Negra Fonte: SMDC .8 11. 11.Secretaria Municipal de Desenvolvimento Comunitário.

686 Fonte: SEMURB .39 12 12. Martins e Cia.P. Raimundo de França TOTAL 35 Fonte: SEMURB .Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo.1 HABITAÇÃO E SITUAÇÃO FUNDIÁRIA CONJUNTOS HABITACIONAIS POPULAÇÃO 8. Parque São Francisco Francisco Porto dos Santos e Esposa Jardim Ponta Negra Joaquim Felício de Moraes José Vilar de Carvalho Sebastião Correia de Melo e Esposa Fernando Gomes Pedrosa e Esposa Luciano Cláudio Alves de França e Esposa Boa Esperança Maria de Lacerda Montenegro Raimundo França e Esposa João Bezerra da Silva e Esposa Parque Panorama Pedro Alberto Serquiz e Esposa Parque Jangada Daniel Serquiz Elias e Esposa W.850 CONJUNTO UNID. Ponta Negra Felizardo Firmo Moura Fernando G. G. Ponta Negra 1.2 LOTEAMENTOS NOME - PROPRIETÁRIO F.715 857 711 108 90 632 203 180 832 15. 2006. Pedrosa Irmãos e Cia. Pedrosa José Nilson de Sá Lourival Rodrigues de Farias Ponta Negra – 1 Luiz Ramos de Lima São Romão Luiz Romão de Almeida Luiz Romão de Almeida Luiz Romão de Almeida Luiz Romão de Almeida Luiz Romão de Almeida São Paulo Manoel Paulo da Silva Manoel Paulo da Silva Ponta Negra .895 1. Antônio Augusto Magalhães e Esposa M.Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo.627 1. HAB. Dr. 12.837 Parque do Serrambi I 504 Parque do Serrambi II 456 Parque do Serrambi III 228 Alagamar 158 Morada Sul 24 Torre do Sul 24 Residence Solar da Vila 168 Residencial Normandia 54 La Rochelle Residence 48 Natal Sul 185 TOTAL 3. . 2006.2 Walfredo Pereira Brasil Vila de Ponta Negra Francisco Anastácio do Nascimento Luiz Alves Flor e outros Campeão Loteamento Pedro Rodrigues Pedro Rodrigues de Souza Lot. Brasil Vina Del Mar Construtora Henrique Cezar Ltda.

17% Fonte: SMS – Secretaria Municipal de Saúde.047 84. GRÁFICO 16 – TIPOS DE IMÓVEIS 11. *Estimativa elaborada pela SEMURB. da Universidade Federal Rural de Pernambuco.684 539 14.40 12. 12. com base nos dados da FADURPE – Fundação Apolônio Salles. 2006.99 3. .17 11.824 1.84 100. 2006.84% Residenciais Não residenciais Terrenos baldios 84.00 TIPOS DE IMÓVEIS QUANTIDADE Residenciais Não residenciais Terrenos baldios TOTAL Fonte: SMS – Secretaria Municipal de Saúde.99% 3.3 TIPOS DE IMÓVEIS % 11.3 ASSENTAMENTOS PRECÁRIOS BAIRRO ÁREA EDIFICAÇÕES DOMICÍLIOS POPULAÇÃO* SUBNORMAL Alagamar Ponta Negra Lagoinha 134 127 508 Pião 36 36 144 Fonte: Tabela elaborada pela SEMURB – Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo. 2005.

A ZPA–5 refere-se à área de associação de dunas e de lagoas e a ZPA–6 refere-se ao Morro do Careca e dunas associadas. em seu capítulo I.565/2004) e ZPA–6. ainda não regulamentada. que dispõe sobre uso e prescrições urbanísticas da Zona Especial Turística 1 (ZET-1).1). além de existirem duas áreas consideradas frágeis do ponto de vista ambiental. . Esta Lei dispõe sobre o Novo Plano Diretor de Natal (PDN/2007).41 13 ASPECTOS URBANÍSTICOS O bairro Ponta Negra se insere na Zona de Adensamento Básico (ver item 3. 082 de 21 de junho de 2007.607/87. Ainda incide sobre este bairro a Lei nº 3. estabelecida no macrozoneamento da Lei Complementar nº. denominadas ZPA–5 (regulamentada pela Lei Nº 5.

Balsa começa a operar em fase experimental. João Batista. Natal para jovens cidadãos. out. Diário de Natal.l. JORGE. Natal. Franklin.1989): Reminiscências. Cartas da Redinha. Natal. Maria Luisa de Medeiros. Natal: [S. 2000. Spellen de Natal: entrevistas.]. Natal. 1993. Natal: Imprensa Oficial. Tribuna do Norte. GALVÃO. 1995. 1992. Faculdade de Jornalismo Eloi de Souza. MELO. ______.]. CASTRO.]. 1995.]. Natureza e história do Rio Grande do Norte: 1º tomo 1501 a 1809. ano 2. História do Rio Grande do Norte. Natal: Fundação José Augusto. Natal: Fundação José Augusto. Geografia do Rio Grande do Norte. 2002. 1989. Júlio César de. Terra natalense. . Natal: Amarela.n. Estudos confirmam base dos EUA em Natal. [S. 2002. ago. nº 15.42 BIBLIOGRAFIA CONSULTADA ANDRADE. Comerciantes e firmas da Ribeira (1924 . 1997. Natal: Amarela. Paulo Venturele de Paiva. 1996. ______. MACHADO. 1969. 1998. jun. GOMES. Protásio Pinheiro de. MEDEIROS FILHO. Natal: [S. Vicente Serejo. JORNAL LABORATÓRIO MÃE LUÍZA. Diário de Natal. João Alves de. MELO. jun. Natal: Departamento Estadual de Imprensa. Natal: CERN. Diário de Natal. 1999. Contribuição norte-americana à vida natalense. História do Rio Grande do Norte. Olavo de. 1974. Política no atacado e a varejo. ano 1. REVISTA FOCO DO RN. Natal. nOS 1 e 2. Aconteceu na Capitania do Rio Grande. 1993. 1996. Anotações de um repórter político.n. 1991.n. Natal: Secretaria Municipal de Educação. Brasília: [S. Natal.

Literatura e província. 1971. uma viagem de volta ao passado. Minha cidade Natal e eu. Natal: [S. APEC. Natal: [S. dez. MORAES. NATAL GANHARÁ MUSEU AERONÁUTICO. Retrato narrado da cidade do Natal. 1995. Prefeitura Municipal. 2007. 1997. O colimador. NESI. Um bairro à espera de soluções. ONOFRE JÚNIOR.43 MONTE. Pedro. (Re) desenhando a rede de saúde na cidade do Natal. 2002. nº 47. Manuel. Natal. Nivaldo. Natal. Natal que eu vi. Diário de Natal. 2001. Natal: CERN. jul. 1994.]. Imprensa Universitária. Natal monumental. Natal: Secretaria Municipal de Saúde. 1986.n. Fatos da história do Rio Grande do Norte.n. Vila Flor. ano XX. . NATAL. 2000. Jeanne Fonseca Leite. 1999. Diário de Natal. Lauro. 2000. Natal: Fundação José Augusto. Natal: Sergraf. Marcus César Cavalcanti de. PINTO. fev. Diário de Natal.]. MOURA. Túnel liberado no rush. Natal: EDUFRN.

44 ANEXOS .

Associação dos moradores dos conjuntos Ponta Negra e Alagamar.45 ANEXO A . ANEXO B . .Urbanização da praia de Ponta Negra.

46 ANEXO C . ANEXO D .Matriz Santa Rita de Cássia. .Atividade pesqueira.

47 ANEXO E .Praça do Cruzeiro. . ANEXO F .Feira de artesanato de Ponta Negra.

48 ANEXO G . . ANEXO H .Escola Municipal São José.Calçadão da praia de Ponta Negra.

O PREFEITO MUNICIPAL DE NATAL. Rua Vila do Mar. Roberto Freire o dispositivo anunciado no artº 3º. Art. Rua Praia de Ponta Negra.Os empreendimentos edificados na zona definida pelo Art 1 º. Rua Barra de Cunhaú. Marcílio Carrilho Prefeito de Natal em exercício .5 § 3º . Natal. 2º . Rua Cavalo Marinho. Eng. Eng. Rua Praia do Rio do Fogo. de acordo com o mapa do anexo 1 (um) desta Lei. Roberto Freire . Rua Vereador Manoel Santiago.3º . Esquina Pedro Caboclo. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei : Art. Rua Poeta Jorge Fernandes. Eng.Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Rua Praia de Jeriquaquara. Av. Praia de Muriú. Av. só receberão o habite-se após a devida ligação à rede de esgotamento sanitário implantada nesta zona. revogando as disposições em contrário. Roberto Freire. Rua Manoel Coringa de Lemos. Rua Praia de Jacumã. Rua Praia de Rio Doce. delimitada pelo polígono fechado com início do entroncamento da Rota do Sol com Av. Rua Praia de Serrambi.Densidade demográfica de 350 hab. Av. § 1º .As demais prescrições urbanísticas são as constantes das Leis Complementares nº 7/94 e 22/99 de 18/8/99. 1º . parágrafo 2º da Lei complementar nº 22/99. da Lagosta. /há líquido II . § 2º .Coeficiente de aproveitamento máximo de 3. ART. Roberto Freire.LEI COMPLEMENTAR Nº 27 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2000 Cria a zona adensável no bairro de Ponta Negra e dá outras providencias.Fica criada a zona adensável no bairro de Ponta Negra. Rua Barra de Serinhaem.As prescrições urbanísticas a serem adotadas na Zona de que se trata o caput deste artigo são as seguintes: I . Rua Praia de Búzios. 03 de novembro de 2000. Eng. Palácio Felipe Camarão.Não se aplicará aos terrenos lindeiros à Av. Travessa Hotel Ponta Negra / Restaurante Camarões.49 ANEXO I . Rua Porto Mirim. com os seguintes limites : Av. Rua Praia do Poço.