You are on page 1of 1

14 | cidade DIÁRIO DO NORDESTE | FORTALEZA, CEARÁ - SEXTA-FEIRA, 31 DE DEZEMBRO DE 2010

RODOVIÁRIAS

Faltam passagens na véspera
O aumento no fluxo de passagei- de ontem. E teve até quem não gem e não conseguiu. “Só vou Hidrolândia, mas nada. “Não
ros nos terminais rodoviários conseguiu vaga para passar os viajar dia 31 às 21h, chego em comprei antes e vou ficar sem
intermunicipais Engenheiro festejos com a família, tamanha Tauá só às 3h da manhã, vou viajar”, frisou. Com os ônibus de
João Tomé e do Antônio Bezer- era a disputa, mesmo nos ôni- perder o Réveillon”, lamentou o linha lotados, algumas pessoas
ra, devido ao feriado de Ano- bus extras. É o caso do dentista dentista. A costureira Elisane precisaram optar pela viagem
Novo, deixou muita gente sem Weber Holanda, 21, que ontem Noberto até sentou, esperado em vans ou veículos particula-
passagem, durante todo o dia à noite pelejava por uma passa- uma vaga para tentar chegar em res de aluguel.
Esse foi o caso da comercian-
te Aldenise da Silva, de 35 anos,
que mora no município de Aca-
raú. “Quando fomos comprar a
passagem, disseram que estava
tudo lotado. O jeito agora é ten-

E Osveículos
particularesdealuguel
foioutraopçãodadaaos
viajantesduranteodia
deontememFortaleza B
I MUITAS PESSOAS que deixaram para comprar as passagens
de última hora tiveram que viajar de van FOTO: VIVIANE PINHEIRO

tar pegar uma van, lá no (bair- colocados mais 130 ônibus, mais dez vans”, afirma. Além da
ro) Antônio Bezerra”, afirma. além dos 320 já existentes, que concorrência das vans clandesti-
Já o vigilante Charles de Sou- realizarão mais de 1800 via- nas, há também os proprietários
sa, de 25 anos, acabou dando gens. Para os que não conse- de veículos de passeio que tam-
sorte, apesar de deixar para guem embarcar nos ônibus, res- bém se aproveitam para ganhar
comprar a passagem para Araca- tam as vans da Cooperativa de um dinheiro extra. No estaciona-
ti, somente no dia da viagem. Transporte Complementar In- mento improvisado localizado
Ele conseguiu lugar para ele e termunicipal (Cootrece), que embaixo do viaduto de Antônio
mais cinco amigos. no dia oito deste mês, consegui- Bezerra, na Avenida Mister
De acordo com a assessoria ram a licitação para atuar na Hull, por exemplo, cerca de 40 a
de imprensa do Departamento avenida Mister Hull, no Antônio 50 carros disputam espaço e
Estadual de Trânsito (Detran), Bezerra, com linhas para dez clientes, cobrando R$ 20,00 por
já era esperado um aumento de municípios do Interior. pessoa, para municípios como
91% na procura de passagens Segundo o diretor de Trans- Itapajé e Itapipoca. o
para viajar no feriado do Re- porte da Cootrece, Wilker Gur-
véillon, saltando de 24.600, nos gel Ibiapina, as 29 vans disponí-
COMENTE
dias normais, para cerca de 47 veis não conseguem atender à
mil passageiros. Na tentativa de grande demanda do feriado. C cidade@diariodonordeste.com.br
atender essa demanda, foram “Precisaríamos de, pelo menos,

361535162

FORA DA LEI

Clandestino é uma
alternativa arriscada
Se não tinha ônibus, sobrava
VALOR
transportes clandestinos e ofer-
tas tentadoras de caronas à pre-
ços populares. O transporte fei-
to por veículo particular de alu-
guel não é regularizado, o que
aumenta a insegurança dos que
15
optam por esse tipo de condu- REAIS é o valor cobrado por
ção. Apesar disso, muitos se ar- passageiro pelos proprietários
riscam em oferecer esse serviço. de veículos de aluguel de acordo
Iranildo Jack, de 39 anos, pro- com o trecho. Esse tipo de
prietário de um Chevrolet Zafi- transporte é ilegal
ra, com sete lugares, está no
ramo há dois anos. Ele diz que
faz ponto no Antônio Bezerra tinha um amigo no Detran que
todos os dias e que o preço em me ajudou”, relata.
dias normais é de R$ 15,00 por Segundo o chefe-substituto
cabeça. Mesmo com esse valor e de Comunicação da Polícia Ro-
fazendo apenas uma viagem de doviária Federal (PRF), inspe-
ida e volta por dia, Iranildo che- tor Danilo Lima, a fiscalização
ga a um rendimento em torno aos veículos de transporte clan-
de R$ 4 mil mensais, livre de destino está sendo intensificada
impostos. neste feriado de Revéillon, prin-
Apesar da renda alta, Iranil- cipalmente, no dia de hoje e
do confessa que esse tipo de amanhã, quando o fluxo se in-
trabalho é arriscado, já que o tensifica.
motorista clandestino precisa Ele orienta aos motoristas
estar constantemente driblan- que dirijam com atenção e cuida-
do a fiscalização e evitando a do, reduzindo a velocidade, nos
polícia. “Há dois meses, a polí- seguintes trechos: da BR 304,
cia deu sete tiros no meu carro, em Aracati, onde está sendo rea-
quando eu estava chegando lizada a duplicação e que está
aqui com passageiros. Eles me provisoriamente de mão-única;
bateram, algemaram e me pren- da BR 222, entre os municípios
deram. Só fui liberado porque de Itapajé e Irauçuba. o

ESTRADAS

PRF e PRE iniciam a
operação Réveillon
Com o objetivo de garantir tran- ções da moto e também se a
quilidade aos motoristas que documentação está correta.
vão viajar neste feriado de Ano- O uso de cinto de segurança
Novo, a Polícia Rodoviária Fede- por parte dos condutores e tam-
ral (PRF) e a Polícia Rodoviária bém dos passageiros dos carros
Estadual (PRE) prepararam ope- também será bastante fiscaliza-
rações para fiscalizar as estra- do, pois ele pode salvar vidas.
das de todo o Estado. Ao todo, Para isso 400 agentes da PRF
790 agentes, dos dois órgãos, estarão nas estradas e vão utili-
vão estar trabalhando a partir zar um radar móvel, além de 77
de hoje até o dia e 2 de janeiro. bafômetros.
Um dos principais focos da A PRE montou a ‘Operação
PRF será os motociclistas. Devi- Final de Ano Seguro’. A fiscaliza-
do ao fato de que os acidentes ção contará com o efetivo de
com mortes envolvendo motoci- 390 agentes da PRE em 30 viatu-
cletas aumentou 100%. Por is- ras, além de 52 motos. A ideia é
so, as blitzes irão fiscalizar se o dividir todo o seu contingente
condutor e o passageiro estão em postos fixos e móveis ao
usando capacete, quais as condi- longo das vias. o
361540938