You are on page 1of 21

DEGRAVAÇÃO DO SALA DE REDAÇÃO NO SECOND LIFE RÁDIO GAÚCHA AM – PORTO ALEGRE – 600 KHz Horário: 13h às 14h Data

: 15/ de junho de 2007 Local: Gramado – Festival de Mundial de Publicidade Menções ao Second Life: 8 ............................. 1ª PARTE DO PROGRAMA (Trilha Sonora) RUY: Uma hora quatro minutos, estamos iniciando um Sala de Redação muito especial. Ele é feito aqui em Gramado. Num local maravilhoso do Festival Mundial da Propaganda e da Publicidade. É um acontecimento maravilhoso que envolve as pessoas de uma forma maravilhosa também, há uma grande alegria e nós, do Sala de Redação, à exceção do Santana que ainda está um pouco acamado, se restabelecendo, estamos aqui marcando a presença, mais uma vez. E estamos aqui com muita alegria em nome dos produtos JIMO - qualidade comprovada, TUMELERO – tudo em 8 vezes mo cartão Construcard-Visa e Mastercard, ZAFFARI/ BOURBOUN – economizar é comprar bem e RUDER – 35 anos sua confiança faz a nossa força. LAURO QUADROS: O senhor já falou nele professor... RUY: Sim senhor... LAURO QUADROS: E neste momento, permita-me... RUY: Sim permito... LAURO QUADROS: Data Máxima Vênia, eu quero convocar os colegas e a galera toda que está aqui presente no Serra Parque, hoje, Francisco Paulo Santana aqui ausente, mas também presente, está completando, ele não gosta que eu diga, 68 anos. Não tem importância em setembro eu faço meia oito também... RUY: Meia oito é bom... LAURO QUADROS: Meio oito é bom? RUY: bom, bom.. LAURO QUADROS: Meia oito bate na trave, entendeu? E... o Santana ta nos ouvindo coma família dele em casa e nós vamos cantar pra ele hoje, no aniversário do Santana o ...

TODOS: Parabéns a você, nesta data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida. Parabéns a você, nesta data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida. LAURO QUADROS: Agora todo mundo... RUY: Viva o Santana!!! LAURO QUADROS: Todo mundo: Bicha! Bicha! Bicha! RUY: (risadas) Pára. Laurinho te comporta! Te comporta Lauro, que homenagem tu me farás, Lauro? Quando eu completar 69 anos? LAURO QUADROS: Não sei, não sei. Não faço a menor idéia. Uma e sete, Excelsior – Pirelli RUY: Não entendível. LAURO QUADROS: Fez, Fez. Excelsior – Pirelli Race convida RUY; Não entendível. LAURO QUADROS: Deixa eu ler. Eu to num Festival Mundial da Publicidade RUY. O Kelly com 69, vai ser homenageado no Departamento Médico Legal, não têm mais condições de fazer 69.. LAURO QUADROS: não tem mais? discretamente ta me coxeando. RUY: Tô coxeando LAURO QUADROS: Discretamente. RUY: Lauro esta história tá rolando... tá rolando... Excelsior Pirelli – Race convida, domingo, dia 17 em Tarumã a Terceira Etapa da Copa TRC e a Rede Agafarma de Farmácias, sinta-se bem, sinta-se em casa, ela nos dá a temperatura.Qual será a temperatura, hein? Hein? Qual? Qual é? Botou o dedo. LAURO QUADROS: Aqui em Gramado 18 graus, em Porto Alegre, 21 graus., Professor. RUY: É mesmo! Esse dedo do Lauro é totalmente frio. LAURO QUADROS; Às ordens, às ordens... E mais uma coisa Professor, o Senhor

RUY: Mas nós estamos aqui e eu quero fazer as apresentações de praxe. Este que já, mais falou, já, vírgula, mais falou, vírgula, é o Lauro Quadros que é um nome do rádio brasileiro que nos dá a grande alegria de ser uns dos participantes do... LAURO QUADROS: Quero aproveitar a oportunidade para me dirigir especialmente ao Guerrinha e ao Kenny Braga, não estou discriminando o Cacalo e o Professor. O campeonato brasileiro não é demagogia, não é brincadeira, não é cascata, a partir de hoje tem um favorito, Kenny, um grande favorito. Eu quero dizer que com a contratação do argentino que joga no Libertá e que é meu ídolo e com a contratação de Magrão que vai chegar na segunda-feira, a contratação vai se confirmar na segunda-feira, mesmo que vá embora o Edinho como está anunciado, o Internacional, se quiserem eu escalo o time aqui e ninguém vai duvidar de mim? É o favorito para ganhar o campeonato brasileiro e com isso eu inauguro os trabalhos. RUY: Inaugura os trabalhos eu posso apresentar o Kenny. (Manifestação geral) LAURO QUADROS: Olha aí, ó, e começou... professor, antes do senhor apresentar o Kenny, o senhor já viu a manifestação do povo, ampla maioria como sempre. RUY: ahhhhhh... Kenny Braga é o homem que defende as idéias do Internacional dentro do Programa, não só ele, mas especialmente ele, e é um homem absolutamente decidido, decidido a não permitir que se fale de outra coisa, não é verdade? KENNY: Eu sou um homem feliz, Professor, porque eu sou dono da tríplice coroa... (Manifestação Geral) ... uma coroa já é uma coisa maravilhosa, três coroas é magnífico. Eu sou dono de três coroas. Mas... falando absolutamente sério, Lauro, esta contratação do Internacional tem impacto, um grande impacto. O internacional já havia feito a contratação do nosso zagueiro, Guerrinha, o zagueiro do... GUERRINHA: Marcão... KENNY: Marcão. Zagueiro de 28 anos, um grande jogador de futebol. Agora, Guiñazu. Me parece que na segunda-feira confirma essa contratação de Magrão, que é um grande jogador de futebol. E não tenho a menor dúvida que o Internacional é candidato ao título brasileiro. Começou mal na competição e agora está se recuperando inteiramente.Quem é que vai se enfrentar um time que tenha

esses jogadores e na frente o Alexandre Pato. E eu já estou aproveitando essa oportunidade, Professor, para fazer um pedido especial a CBF. Nós temos um Grenal a realizar-se daqui há duas semanas, Grenal nos Eucaliptos... no Beira Rio... RUY: Nos Eucaliptos? KENNY: É nos somos donos de dois estádios, né, Professor? RUY: ahhh... KENNY: Nos somos latifundiários da Zona Sul de Porto Alegre... RUY: Ta certo! KENNY: Vamos realizar esse Grenal lá e eu quero que jogue o Alexandre Pato contra o Grêmio e a CBF vai atender o eu pedido. Que Pato jogue e que o Grêmio escale Schiavi para marcar o Pato. (risada) ... Eu vou fazer um pedido ao técnico do Grêmio, o Mano Menezes que escale o Schiavi para marcar o Pato. Por que isso aconteceu, Professor? O Schiavi vai passar a tarde inteira procurando o Pato e não vai achar, a tarde inteira. RUY: Guerrinha, tu às vezes te opõe ao Kenny, mas vocês tão do mesmo lado, mas tu participas da mesa, do mesmo entusiasmo? GUERRINHA: Sobre as contratações sim, sim, eu acho que o Internacional começou muito mal o ano, não o campeonato, o ano, perdeu o campeonato gaúcho, não foi finalista, foi mal na Libertadores e eu cansei de dizer que o Internacional precisava ser melhor qualificado. Eu acho que o Guiñazu pode vir a ser, se jogar o que jogava no Libertá, o substituto mais próximo do Tinga que é o jogador que mais fez falta pro Internacional... RUY: Sem dúvida, sem dúvida GUERRINHA: Tenha nenhuma dúvida. O Éder fez falta, o Sobis fez falta, mas ninguém fez tanta falta quanto o Tinga. Quanto ao Magrão, o Magrão eu acho que é aquele vol ante que o Internacional pena que tem, mas não tem. Então é o volante que toma a bola e que faz o time jogar, o Internacional tem o volante que toma a bola, que é o Edinho, que é o Wellington Monteiro, que às vezes é até o Michael, mas nenhum dos três tem a capacidade de fazer o time jogar, o Magrão tem essa capacidade. Se o internacional consolidar a contratação do Magrão, eu não vou me antecipar dizendo que o Inter é o favorito, ou que vai ser o campeão, mas passa a ser de candidato, nas primeiras quatro rodadas ao rebaixamento, a um candidato ao título do campeonato brasileiro com toda certeza.

RUY: Eu sei Cacalo que você ta com os olhos, e o coração e a mente, o paladar, sei lá que outras virtudes, voltadas para quarta-feira,mas isso que está sendo colocado aqui te afeta ou não? CACALO: Eu ia dizer justamente isso, Professor, eu não posso, eu queria suscitar assim uma questão preliminar. Eu nunca neguei e não posso negar, sou muito transparente, eu não sou jornalista, me esforço muito aqui no programa Sala de Redação, pra ser um pouco radialista. Porque eu não tenho esse curso de jornalismo, não tenho esse conhecimento teórico de jornalismo, mas eu sou ouvinte, eu ouço o povo, eu ouço as pessoas, eu ouço a torcida, e talvez por ser ouvinte eu também possa entender um pouco de jornalismo pelo outro lado. O Brasil inteiro, a América Inteira, o mundo inteiro fala de final de Libertadores, eu ouvi esse assunto de contratações agora e respeito muito as contratações do coirmão, mas se eu fosse falar também desse assunto neste momento, inaugurando o programa aqui em Gramado, eu me sentiria no dever de falar do Veranópolis, porque o mundo e a América inteira hoje falam em Libertadores e eu estou ouvindo falar de outras coisas, talvez seja pelo meu desconhecimento de jornalismo, talvez seja porque eu não esteja lendo os jornais, ouvindo as rádios ou assistindo as televisões, mas o senhor colocou bem professor, o senhor fez o reparo. Todos nós, mesmo os colorados e vou ousar dizer isso, acreditam que quarta feira vai haver a virada. Gritos e aplausos dos torcedores RUY: Tá vendo... CACALO: Professor, mais uma vez está provada a imensa maioria. KENNY: Eu me obrigo a interferir nesta atuação circense do Cacalo. CACALO: O Kenny vai falar contra o povo agora. KENNY: E dá uma demonstração de que não é jornalista mesmo, nós só falamos da contratação do Guiñazu porque ele chegou ontem a noite no aeroporto Salgado Filho, recebido por dezenas de colorados entusiasmados com a chegada dele, aliás está se tornando habitual, o Salgado Filho cheio de colorados. CACALO: Por favor, desculpa Kenny, só pra corrigir, olhem só, eles contrataram o Guiñazu. KENNY: E aí ele não quer que se fale num fato que aconteceu ontem, e nós estamos fazendo o Sala de Redação posterior a chegada deste tal de Nário jogador em Porto Alegre, ele deveria gostar porque qualifica o futebol no Rio Grande do Sul, se ele deseja que se fale outra coisa, todo o programa hoje aqui eu quero falar sobre Riquelme, o personagem do Sala de Redação vai ser o Riquelme hoje aqui.

(Manifestação do público) CACALO: Vou pedir socorro a esta imensa maioria gremista, eles me maltratam muito no programa, e agora a pouco eu estava falando de um livro que o Kenny Braga está escrevendo das grandes conquistas do time do Kenny Braga e eu falo nisso com muito prazer e ele vai escrever um livro das grandes conquistas do seu time, eu disse e vou repetir, infelizmente este livro vai ter duas ou três páginas só, mas (Manifestação do público) CACALO: Não, brincadeira à parte eu já me adiantei falando do livro do Kenny Braga, o Kenny é um escritor muito talentoso, é um escritor muito inteligente pra contar as coisas, pra fazer biografia, porque de futebol não entende absolutamente nada. KENNY: E o Cacalo não entende nada de literatura também, né? RUY: É também, logo o elogio que eu fiz pra ti não vale. KENNY: Tudo que o Cacalo disser hoje de despropositado aqui no programa, todo ... do Cacalo será tolerado, porque desde a semana passada ele está sob efeito de medicamentos. RUY: Ahh sim... KENNY: Eu não sei como é que ele veio aqui hoje, eu achava que ele não viria aqui hoje. Porque a bordoada que ele levou na Bombonera é pra destruir o cerebelo de qualquer gremista. (Manifestação do público) CACALO: Estão falando dos conhecidos e famosos “Barrados no Baile”. RUY: Cacalo, olha aqui, tu sabes que nós estamos em dupla transmissão, nós estamos transmitindo pela rádio agora, o programa aqui dentro deste espaço maravilhoso aqui do Sierra Parque. LAURO QUADROS: Permita-me dizer que o senhor está muito bem no programa. RUY: Eu to bem, lógico que eu estou bem. LAURO QUADROS: O senhor está ótimo no programa. RUY: Tô ótimo no programa, mas enfim...

LAURO QUADROS: Tá com frio professor? (I) RUY: Não, pára Lauro...mas também, e ao mesmo tempo e pra grande orgulho nosso, nos estamos num Second Life, que está aparecendo aí e é do Second Life que vem as perguntas e uma primeira é pra ti, o astro man .... este é o teu avatar? E ele pergunta: Cacalo, como lidar com a repercussão das declarações do Pelaipe? (II)CACALO: Como vocês podem observar, também no second life, no mundo virtual, a maioria é gremista, já começou uma pergunta de um gremista. Até o avatar, nos avatares a maioria é gremista, mas professor, eu acho que as declarações do Paulo Pelaipe, falando sério agora, forma proferidas num momento de cabeça quente após um jogo, num momento em que, eu fui dirigente de futebol e sei que muitas vezes a gente nem deve falar após um jogo, porque pode dizer algumas coisas que não são as mais adequadas, mas eu tenho certeza absoluta que tudo que o Pelaipe disse não teve a intenção de ofender a quem quer que seja, embora posso ter parecido isso, mas eu atribuo isso ao calor da disputa, a cabeça quente depois do jogo, muito embora algumas coisas que ele tenha dito sejam verdadeiras. LAURO QUADROS: Olha, sobre isso aí eu quero dar um pitaco que é o seguinte: tem gente pichando o Pelaipe e naturalmente o adversário vai tirar proveito disso, o jornal Olé, que é um jornal debochado já está tirando proveito disso, o treinador do boca já foi ouvido e já está tirando proveito disso, que o boca é só o Caxias com griffe, e ser o Caxias eu já acho que é um grande passo, porque o Caxias é o Caxias, mas vamos lá. Discordando de alguns colegas meus inclusive, que entendem que o Pelaipe está fortalecendo o embalo do Boca com as suas declarações e até pode irritar o juiz que vem aqui, o grande juiz colombiano que vai apitar, o Oscar Ortiz, eu quero dizer do alto da minha isenção o seguinte: chega de ser cordeirinho, esta é a hora do lobo. E o Pelaipe se exagerou um pouco e é verdade, na emoção, cordeiro nesta hora não serve, tem que ser lobo. O treinador do Boca que se lixe, é a hora do lobo. CACALO: É a hora do estádio Olímpico lotado, é a hora da torcida do Grêmio, todos aqui que puderem vão a Porto Alegre, eu tenho certeza absoluta, pelos últimos jogos, pelo retrospecto, (manifestação do público), eu tenho certeza absoluta, pelos últimos jogos, pelo retrospecto, o Grêmio perdeu várias partidas fora de casa, perdeu de 3X0, inclusive algumas partidas, mas dentro do Olímpico, dentro de casa, todos nós sabemos quem manda é o Grêmio. KENNY: As declarações estapafúrdias deste dirigente, que é o chamado dirigente boco e roto, ele não tem idéia do alcance das suas palavras, Folha de SP de ontem, provavelmente o melhor jornal do país, sabe o que que informa a Folha ontem na sua edição? Que o departamento jurídico do Santos esteve reunido, está reunido para processar o Pelaipe, porque ele disse que o presidente do Santos era moleque, então ele dá as declarações com uma verdadeira intencionalidade, ele quer 15 minutos de fama e ele está conseguindo, só que

essas declarações se tornarão prejudiciais ao Grêmio, porque criarão em Porto Alegre um ambiente muito ruim para a disputa do segundo jogo, ele não está ajudado em nada o Grêmio. Hoje com os meios de comunicação que nós temos estas declarações repercutem no planeta inteiro, ele chegou a dizer, dentro do seu descontrole emocional, que quando o arbitro do jogo da próxima quarta feira em Porto Alegre chegar aqui, que é nada mais nada menos que Oscar Ruiz, que é o melhor arbitro da América Latina, ele vai tomar um sufoco, que este arbitro espere que vai tomar um sufoco, qual é o sufoco que o Oscar Ruiz vai tomar em Porto Alegre? Se ele precisar de segurança, eu estou de segurança do Oscar Ruiz em Porto Alegre. (Manifestação do público) CACALO: Depois desta manifestação cheia de controle emocional do meu amigo Kenny Braga, eu diria que do Santos eu não posso esperar mais nada, o Santos foi desclassificado, afastado, amassado pelo Grêmio, tem que processar, porque dentro do campo perdeu. RUY: Olha aqui, a Bárbara está com um microfone sem fio INTERRUPÇÃO: Deixa eu só falar.... RUY: Pois não, mas eu só eu dar essa informação. Aqui está ela... LAURO QUADROS: E a Bárbara é bárbara... RUY: É Bárbara. Parem...mas que coisa. Olha aqui, ela está com um microfone sem fio e se vocês quiserem fazer perguntas, não poderão ser muitas, porque a gente tem também as perguntas do (incompreensível), e assim por diante, mas de qualquer modo, esta interação pode ser feita. E a Bárbara está aqui. KENNY: Só inspirado na Bárbara, me desculpe eu sei que tu quer falar, só inspirado na Bárbara eu vou dizer o seguinte. Lembrei de um ditado lá da minha terra, um dito dos malandrinhos que ficavam ali no Largo do Internacional olhando as moças bonitas passar, aí quando passava uma moça bonita o cara dizia para o outro que estava no seu lado: Com tanta moça bonita e a minha mãe sem uma nora. RUY: Veja só...(risos) GUERRINHA: Deixa eu só dizer uma coisa. Todo mundo sabe que a torcida do Grêmio que foi a Buenos Aires foi massacrada, sofreu pedradas, aconteceu horrores com a torcida do Grêmio lá, o que eu acho que é completamente reprovável, agora qualquer tipo de esculhambação no jogo de volta é tudo que o Boca quer. O Grêmio tem que jogar futebol, o Grêmio precisa fazer três gols, se cair uma tampa de garrafa dentro do Olímpico, acabou o jogo, então o Grêmio tem que ter muito cuidado no que fala e no que faz.

LAURO QUADROS: Guerrinha, até chover é ruim pro Grêmio, o gramado prejudicado é ruim pro Grêmio, porque tem que ter jogo pro Grêmio. RUY: Olha aqui, mas o torcedores, o Luiz Fernando por exemplo manda um bilhete aqui. Eu estava na Bombonera, aquilo não é nada, tem caixas de som fortalecendo o som, pressão é no Olímpico. Diz o Luiz Fernando. CACALO: Eu também Luiz Fernando, estávamos juntos então, e aquela Bombonera é uma panelinha perto do caldeirão que vai ser o Olímpico. KENNY: Professor, eu tenho horas e horas de vivência no futebol e eu prefiro falar quando o Internacional joga, eu falo no time do Internacional, não vou falar a respeito da torcida do Internacional. CACALO: Tu fica quieto, porque o Internacional não joga. (Manifestação do público) KENNY: O Cacalo só fala a respeito da torcida do Internacional e fala a respeito de uma coisa abstrata que não se sabe o que é, que é a imortalidade do Grêmio, que é uma coisa metafísica, sabe por que isso? Porque não tem coragem de falar a respeito do time do Grêmio que é muito ruim. (Manifestação do público) CACALO: Eu fico muito feliz quando os próprios colorados começam a falar da imortalidade do Grêmio, eles estão acreditando também. KENNY: O Grêmio com este negócio da imortalidade vai virar o Dercy Gonçalves. RUY: Risos....O Dercy Gonçalves. Bárbara, onde é que você esta hein? KENNY: Onde estás Bárbara? RUY: Muito bem, a Bárbara com um microfone sem fio. OUVINTE: Oi eu sou Simone de Santa Maria, sou gremista. Eu queria assim óhh, tipo vai estar uma pressão lá, tricolor lá no Olímpico, mas aquela coisa, né? Boca é Boca. E aí o que vocês acham? CACALO: Cala-se a boca. Cala-se o Boca. OUVINTE: É que assim, Caxias a gente sabe, tipo o time é inferior, eu to apertando. CACALO: Eu vou te responder. Calaremos o Boca. LAURO QUADROS: Olha aqui, como o Cacalo é muito doente....

OUVINTE: É que eu sou meio pessimista assim.... LAURO QUADROS: Eu foi ficar entre o teu pessimismo e o otimismo do Cacalo, eu vou dizer o seguinte: Eu sou um grande puxa-saco, todo mundo sabe, eu sou um grande demagogo todo mundo sabe, eu abri o programa dizendo que o Inter é o maior favorito neste momento com Guiñazu e com Magrão pra ser Campeão do Brasil, agora pra dar um compensada, me recuperar com os Gremistas eu vou dizer o seguinte: Professor, existe uma expressão banalizada é o jogo da vida, expressão que mais se ouve: é o jogo da vida, este jogo de quarta feira que vem é o jogo da vida. KENNY: Professor, eu gostei da contribuição que ela deu, esta moça vinda de Santa Maria, Santa Maria da boca do monte, porque ela acaba de definir o estado de espírito de todos os gremistas antes do jogo contra o Boca Juniors, eles estão apertando. OUVINTE: Kenny, eu quero me defender, porque eu sou uma parte, eu vejo todo mundo ali, Santa Maria a galera toda otimista com o resultado. Só que eu sou um pouco pessimista, mas não quer dizer que todo mundo é. KENNY: Eu não acho que tu seja pessimista... OUVINTE: Eu tenho medo. KENNY: Eu acho que tu é realista, sabe por quê? Pode reverter? Pode. Claro que pode, mas é aquilo que tu disse, o adversário do Grêmio desta vez não é o Caxias, é um time que não está acostumado. (Falha na gravação) (III) RUY: O Nei e o João Paulo super torcedores do próximo ganhador da Libertadores, o Grêmio e pro pessoal de Caxias do Sul é a Gabriela quem ta mandando um abraço. LAURO QUADROS: Eu vou interpretar esta cortina que se dizia no meu tempo, essa trilha que entrou intempestiva e extemporaneamente professor, eu vou interpretar pro senhor, o Glademir está no estúdio e quer que fale nele. RUY: Só pode ser o Glademir, o gaiola, o grande gaiola. KENNY:Eu falei ontem professor, ontem a tarde, falei com Juan Ramon Riquelme, meu grande amigo Riquelme e ele me disse o seguinte: Kenny eu vou a Porto Alegre pra fazer dois gols no Estádio Olímpico, eu quero me despedir do Boca com chave de ouro. E eu não duvido do que diz este gênio do futebol, embora o Cacalo ache que o cara não joga nada, que só quer apitra o jogo, segundo o Cacalo e segurar na camisa do adversário. Só que o Riquelme ganha o

equivalente a 27 mil reais por dia, porque é um dos maiores jogadores de futebol do mundo. Se eu tivesse que enfrentar um time que tem Riquelme em campo, eu também estaria apertando. (IV) RUY: Então de certa forma tu respondeste já ao avatar DU. Ele mandou pra ti o seguinte: Com os últimos resultados do Grêmio no Olímpico, ele acha que o Grêmio vence o Boca? KENNY: Eu não tenho duvida nenhuma que o Grêmio vence o Boca, dois gols do Riquelme, o Riquelme vai fazer, porque ele é um cara de palavra e o Grêmio vai ganhar de 3X2 do Boca. O resultado da quarta feira é 3X2 pro Grêmio. LAURO QUADROS: O Kenny e eu , olha nós temos o mesmo palpite, eu já disse no Sala de Redação ontem e vou repetir hoje, o meu palpite, tudo isso é palpite, tudo isso é chute,você chute a vontade também. O Grêmio ganha do Boca e não é campeão. Este é o meu palpite, eu desejo que o Grêmio ganhe do Boca e seja campeão, agora o meu palpite é que ganha do Boca e não é campeão. KENNY: Agora eu só quero... LAURO QUADROS: 2X1... KENNY: Eu vou pedir antecipadamente que evitemos um fiasco, que não coloquemos o Rio Grande do Sul no mapa na ridicularia universal. Que o Grêmio perca o título e eles façam festa na Goethe, não vão fazer isso pra mim, porque daí eu vou protestar em nome do povo Gaúcho. RUY: Cacalo, pergunta pra ti Cacalo. Se você acha que o Patrício é o ponto fraco do Grêmio? CACALO: Eu não condenaria o Patrício professor, porque desde que eu fui dirigente de futebol eu tenho um entendimento, todos ganham e todos perdem, evidentemente nenhuma equipe, nenhum time pode ter 11 craques, assim como nenhum time tem 11 jogadores ruins. Se eventualmente o Patrício fez uma má partida, não foi o único que fez uma má partida, então o Patrício embora, não seja um grande jogador ele vem dando conta do recado e como todos os outros pode eventualmente fazer uma má partida. RUY: olha aqui, uma pergunta... LAURO QUADROS: O que está chovendo neste momento em Gramado, professor... GUERRINHA: O professor trouxe guarda-chuva, eu acho. RUY: Eu trouxe...

KENNY: Mas não trouxe capa de chuva professor. RUY: Mas eu trouxe galocha. KENNY: Nós estamos preocupados com a sua saúde professor. RUY: Ahh, mas eu trouxe galocha. LAURO QUADROS: O senhor não quer um chazinho, chocolate quente? RUY: Chocolate quente. Olha aqui, uma pergunta pra todos vocês e pra mim incluído, mas não tem importância. Quem vencer este jogo, da quarta feira, terá condições de ganhar do Milan? É outra pergunta, outro tipo de raciocínio. GUERRINHA: Depende né, Ruy, depende. Eu vejo o seguinte: até dezembro muita coisa muda, muita coisa muda, vai depender de clube vender jogador, de contratar jogador, tem essa janela da Europa no meio do ano. No ano passado a gente achava que o Internacional depois de vender jogadores, chegava contra o Barcelona esfacelado, sem chances. E o que que a gente viu? Aconteceu. E num jogo de 90 minutos o mais fraco tem chance de acertar o queixo do mais forte. De 180 já é mais complicada a coisa, como é o caso do Grêmio e Boca. RUY: É isso Lauro? LAURO QUADROS: É isso aí, concordo Guerrinha. Quando é 90 minutos tudo pode acontecer e aconteceu lá no Japão, agora de fato, já com 3X0 que o Boca larga na frente, embora seja possível reverter, já é mais difícil, muito difícil. RUY: Cacalo, o que que tu acha? Se o Grêmio passa, ele ganha do Milan? CACALO: Eu quero passar pelo Boca primeiro professor, eu quero passar pelo Boca primeiro, porque eu reconheço no Boca um grande adversário, eu reconheço no Boca uma grande equipe, um time copeiro, e no Rio Grande do Sul já existe um time copeiro, então vai ser uma final histórica, uma final de dois times que foram, eu não tenho lembrança, mas o Boca foi 9 vezes a final da Libertadores e o Grêmio 4, então é uma final, 13 vezes essas duas equipes foram a final da Libertadores. O Grêmio tem uma tarefa difícil, mas acompanhado dessa torcida eu acredito que vá passar, por isso eu quero primeiro me preocupar com o Boca. RUY: Tá certo Kenny? Do alto da tua isenção... Kenny: Se fosse o Internacional eu diria que teria condições de ganhar tranqüilamente do Milan, porque o Internacional é assim: quando ele vai decidir uma Libertadores da América, ele enfrenta o São Paulo, que não é nada mais nada menos do que campeão mundial, no momento em que o Internacional ganhou a Libertadores da América, ele enfrentou um campeão mundial e no momento em que ele foi decidir o mundial de clubes em Yokohama, naquela noite

memorável de Yokohama ele estava enfrentando o clube mais poderoso do planeta, a maior grife do planeta que era o Barcelona e o Internacional foi lá e ganhou, então os títulos do Internacional são feitos sob títulos em cima de grandes adversidades, extraordinárias adversidades, então se fosse Internacional e Milan eu diria agora sem medo de errar que o Internacional seria o campeão. (Manifestação do público) CACALO: Eu vou repetir o que eu disse talvez no início do programa, se eu fosse adotar a tese do Kenny Braga, se fosse isso ganharia, se fosse isso ganharia, eu faria a volta olímpica com o Veranópolis campeão do mundo. (Manifestação do público) KENNY: Agora professor, eu acho que o Grêmio tem uma grande chance de ganhar o jogo na quarta-feira, é exatamente a torcida do Grêmio, o time não tem a menor chance de ganhar, a torcida tem, porque a torcida ajuda o time do Grêmio. CACALO: Viu como eles acreditam. KENNY: Não e outra coisa. Eu me convenci que gremista adora perder jogo e adora participar de jogo da segunda divisão, por exemplo. Eu me lembro que quando o Grêmio participava da segunda divisão, e o grêmio tem isso na sua história, foi o clube gaúcho que participou duas vezes da segunda divisão e nós tínhamos sempre o estádio olímpico lotado, porque gremista adora perder jogo e participar de segunda divisão. Então nós teremos na quarta-feira lá estádio lotado, porque já é tradição. CACALO: O Kenny me faz lembrar uma história muito interessante, e vou a todos que procurem acompanhar meu raciocínio, eu sou meio lento pro raciocínio, mas ele me faz lembrar uma história muito interessante. Há dois anos atrás o Internacional se auto declarou campeão brasileiro, diz que o juiz Márcio Resende de Freitas, diz que o juiz roubou, que a CBF deu pontos pro Corinthians, enfim oficialmente naquele ano o Internacional chegou em segundo e deu volta olímpica e fez festa na Goethe, tirando segundo, o Internacional comemora vice. Faz três anos que ele é vice, vice e vice do gauchão também. (Manifestação do público) KENNY: Se tu tivesse...Eu não espero nada de ti Cacalo, eu não espero nada de ti, mas se tu tivesse algum compromisso com o Jornalismo, com a verdade e com a gauchismo, tu reconhecerias que o Internacional foi esbulhado, foi roubado no campeonato brasileiro, como gaúcho tu deverias reconhecer isso. CACALO: Como gaúcho eu vou dizer isso então, mas como gaúcho tu vai torcer pro time gaúcho quarta feira.

GUERRINHA: Aliás esta pergunta eu vinha chegando e um rapaz ali do Grêmio, um gremista me perguntou: Tu vai torcer pelo Grêmio quarta-feira? E eu digo não. Eu já torci pelo Grêmio quarta-feira passada, agora eu vou torcer pelo Boca, entendeu? Claro eu vou torcer meio tempo por cada um. (V) LAURO QUADROS: Neste momento professor o meu avatar acaba de chegar na Tia Carmen, olha ali professor, que maravilha. (VI) KENNY: É impressionante, fizeram um banco mais alto pro avatar do Lauro, porque o Lauro é nanico aqui e nanico no avatar. (VII)LAURO QUADROS: Eu já te expliquei que altura se mede da sobrancelha pra cima, nem isso tu aprendeste. RUY: Bárbara, tu estás na arquibancada (Falha na gravação) GUERRINHA: Como eu já tenho o título da Libertadores e me faltava o da Recopa, eu queria ter o da recopa, entendeu? Eu já tenho todos os títulos o que eu quero de título, alguns eu não tenho e não quero. LAURO QUADROS: Guerrinha tu não tem todos os títulos. Tu não tem da segundona. GUERRINHA: Esse eu não quero. RUY: Lauro José KENNY: Não, eu também penso como o Guerrinha, o Internacional, puxa vida, o Internacional conquistou o título mundial de clubes em dezembro tchê, nós estávamos em dezembro lá, só 6 meses. Queria que nós estivéssemos disputando o mundial agora de novo, 6 meses? Não. Agora o título o qual eu mais me orgulho não é o mundial de clubes conquistado pelo Internacional, que é o título mais expressivo, o que eu mais me orgulho é que o Internacional é o único campeão nacional invicto. Nenhum outro time vai alcançar, obter esta proeza. Nenhum outro clube. (Manifestação do público) RUY: Deixa eu fazer um contato com o nosso repórter Felipe Chemali, diretamente de Porto Alegre, a reportagem não para, nós estamos com o tempo muito incerto, deve ser alguma coisa parecida com isso, não é Chemali? CHEMALI: Pois é professor, nós falamos aqui da reitoria da UFRGS, que decidiu o conselho universitário depois de mais de 5 horas de discussão adiar a aprovação das cotas raciais e também para estudantes de escolas públicas ingressarem na

UFRGS, só que o clima aqui é muito tenso, pois os manifestantes a favor das cotas estão impedindo a saída dos integrantes do conselho universitário, queriam esta aprovação hoje e os seguranças neste momento fecharam a porta e estão 50 integrantes do conselho que não conseguem sair. Os manifestantes enviaram uma interlocutora dizendo que não vão aceitar que os professores saiam daqui enquanto não votarem, nem que seja para rejeitar a proposta. É importante salientar que não foi rejeitada essa proposta de cotas aqui na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, inclusive autora do projeto, a professora Celi Pinto pediu o adiamento para o dia 29, já que a discussão estava muito complicada aqui depois de mais de 5 horas de discussão na reitoria da UFRGS professor. RUY: Muito bem Chemali, isso é um assunto importante, é um assunto controvertido, dá muita discussão e estamos em meio a discussão na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. KENNY: Professor, só o seguinte professor rapidamente. Se precisarem de segurança lá na UFRGS, o problema ta sério lá, chamem o Sandro Goiano, que está sem função e que é um grande segurança, pra segurança é um cara maravilhoso, ele ta sem função, ele bateu tanto, tanto, tanto lá, que ele foi pra rua no início do segundo tempo e prejudicou tremendamente o Grêmio, chamem o cara porque ele tem vocação para ser segurança. RUY: Uma e quarenta, vamos para o nosso intervalo, lembrando que se você vai construir ou reformar a sua casa, então previna o seu patrimônio contra infestações na madeira, com JIMo Cupim o conservante total da madeira, produto Jimo, qualidade comprovada. No inverno Tumelero tem ofertas e condições imperdíveis, é tudo em 8 vezes sem juros no cartão construcred VISA e Mastercad para a sua casa ficar bem quentinha. Uma e quarenta e um, vamos para a pausa para o café Haiti, o puro café, e já voltamos agradecendo a magnífica presença de todos vocês.

2ª PARTE DO PROGRAMA (Trilha Sonora) RUY: Uma hora quarenta e três e meio, estamos de volta, segunda parte do nosso Sala de Redação especilíssimo diretamente do Festival Mundial da Propaganda e da Publicidade, um salão imenso, cercado de gente muito amável, participativa, gremistas, colorados, entre outros, também tem. GUERRINHA: Boquenses... RUY: Ah tem boquenses? CACALO: A torcida do Boca professor é a torcida que mais cresce no Rio Grande do Sul.

RUY: Ahhh.... LAURO QUADROS: Não é muito cômodo o apelido do torcedor do Boca, é bostero. RUY: Bostero... LAURO QUADROS: Como se diz? CACALO: Eu sabia que eles torciam pra isso. GUERRINHA: O Internacional está tão ligado nessa final da Libertadores... RUY: Sim senhor... GUERRINHA: ... que contratou um argentino. O Guiñazu. RUY: Guiñazu... GUERRINHA: Argentino. RUY: risos CACALO: Professor um argentino falso, veio do Paraguai. LAURO QUADROS: Professor eu não vou furar o senhor, mas está aqui na minha direita, daqui a pouco o senhor vai dizer, a mulher da minha vida. RUY: A mulher da tua vida? LAURO QUADROS: Depois tu explica porque. O marido dela é ciumento. KENNY: Não vai nessa, que tu vai se deparar com o maior latifúndio improdutivo do planeta. LAURO QUADROS: Espalhe, espalhe que é verdade. RUY: Excelsior Pirelli convida domingo, dia 17 em Tarumã a terceira etapa da copa TRC. Rede Agafarma de Farmácias sinta-se bem, sinta-se em casa. Dezessete graus centígrados. LAURO QUADROS: Dezessete vírgula dois, professor. RUY: Bourbon Shopping a rede de shoppings center mais próxima de você, com mais de 650 lojas, acesse o site www.bourbonshopping.com.br e confira nossa programação. Seja com a RUDDER Segurança, serviços ou equipamentos, a

RUDDER sempre oferece as soluções mais rápidas e eficazes para cada caso, por isso na hora de cuidar do seu patrimônio escolha a líder, RUDDER, ligue para 23314222. KENNY: Professor, professor, é imporatnte professor, nós temos aqui nos olhando aqui, junto a nós, um personagem histórico. O cara que conduziu os hebreus na saída do Egito levando-os para a terra prometida. Moisés, Moisés está aqui na minha frente, o nome dele é Luiz Moisés, da família Moisés aqui de Porto Alegre, é Luiz Moisés, Carlos Moisés e Luiz Moisés Filho, Luiz Fernando Moisés, uma família coloradíssima de Porto Alegre. E tenho aqui também James Clary que é do núcleo colorado de Rolante. Rolante é uma grande terra, eu gostaria de mencionar todas as pessoas maravilhosas que estão aqui, coloradas e gremistas, nós nos sentimos em casa hoje aqui. Eu to me sentindo em casa. RUY: Muito bem, Mágda, já chamei direto através da Bárbara que tem o nosso microfone sem fio. Mágda Cunha a professora, a diretora, a jornalista, a nossa amiga. (VIII)MÁGDA: Nós estamos aqui neste festival que está discutindo criatividade digital, e eu acho que é oportuno até o próprio Sala de Redação aqui nesta situação real e virtual que é exatamente oportuna dentro do evento. Então, com elevadíssimo número de estudantes, eu vou citar eu sou diretora da Famecos na PUC e a gente vê um elevadíssimo numero de estudante de comunicação que comparecem aos eventos de comunicação interessados em refletir e discutir sobre a área. LAURO QUADROS: Professora, há 20 anos, eu estou naquele horário da manhã há 22 anos, há 20 anos com certeza eu fazia uma brincadeira com Mágda que eu não vou ter o pudor, porque eu sou um descarado... RUY: Tu é. Tu é um boca aberta. LAURO QUADROS: Se repetir aqui no ar agora e ela vai confirmar se é verdade ou não. A Mágda era minha produtora no programa que se chamava Lauro Quadros, não era o Polêmica ainda, e eu dizia pra ela professor com a maior cara de pau o seguinte: aprende comigo aqui de dia e ensina pra gurizada de noite. RUY: risos LAURO QUADROS: E pior é que é verdade, eu dizia isso. RUY: Tu dizia isso mesmo? LAURO QUADROS: Mas ela prudentemente chegava lá e ensinava tudo ao contrário do que eu fazia.

RUY: Mas Mágda, deixa eu acrescentar uma coisa, nós todos fomos motivos de entrevistas, conversas e trocas de idéias, além de muitas fotografias, mas o interesse deles que eu pode perceber e eram teus alunos é muito alto, é muito bom. MAGDA: Sim, estes constituem o público, digamos estes são os profissionais de comunicação dos próximos 5 anos, nós podemos dizer, às vezes nós dizemos daqui há 20 anos se falava, acho que 5 anos porque este público, estes estudantes é que estão certamente interagindo com estas modificações já que estão se desenvolvendo com isso. LAURO QUADROS: Oh Magda o que me perguntam muito, os estudantes costumam ir na rádio conversar com a gente, isso é natural e saber da experiência que a gente tem e tal, mas me perguntam muito o seguinte, as vezes até balançando se continuam ou não. Com relação a grana o salário o jornalista ganha muito mal, o radialista ganha muito mal e eles fazem perguntas sobre isso, e o que se diz sobre isso pra um estudante de jornalismo, de publicidade? MAGDA: É, o mercado digamos hoje de manhã teve um painel e a gente estava discutindo as idéias, onde ficarão as idéias? Acho que conteúdos bons, de qualidade e isso é o que interessa cada vez mais, não é nem o suporte tecnológico, mas é um conteúdo de qualidade, quem conseguir produzir conteúdos de qualidade certamente terá bons vencimentos. Isso certamente não é problema. KENNY: Mágda, eu tenho uma pergunta e ao mesmo tempo uma preocupação. Eu noto que hoje se enfatiza muito esse lado tecnológico, né? O suporte tecnológico, toda essa parafernália tecnológica e ao mesmo tempo concomitantemente eu noto que há o crescente desinteresse pela leitura, né? Os jovens lêem cada vez menos. Isso não é um problema para quem quer alcançar a profissão de jornalista? Não deveria ser o primeiro requisito para um profissional de jornalismo? Ler e ler muito e ler todos os dias. MAGDA: Eu acho que atualmente existe uma generalização de certa forma em relação à leitura. Talvez se leia menos no suporte livro, mas se busca muita informação em outros suportes. RUY: Isso é uma alternativa muito interessante. MAGDA: Nós temos um jovem muito bem informado, o que nós temos que discutir é que conteúdo está sendo produzido, mas nós temos jovens que muitas vezes estão com melhores informações até do que nós, porque eles estão se relacionando e às vezes é uma leitura que pode se dar num outro suporte tecnológico, nós temos a idéia da leitura associada ao livro, que é também um suporte tecnológico como qualquer outro.

RUY: Professora Mágda Cunha um beijo, e muito obrigado foi um prazer revê-la aqui. MAGDA: Um beijo pra todos vocês, obrigada. RUY: Escuta Cacalo, olha aqui as perguntas que chegam, fiz uma síntese. O Grêmio já comprou os foguetes ou a coragem é só da boca grande pra fora? CACALO: Ah, o Grêmio não vai precisar de foguetes professor, o Grêmio vai precisar de gols e repito e sem querer me tornar redundante. Dentro do estádio Olímpico estes gols não tem faltado. Foi o Santos, foi o São Paulo, foi o Caxias, foi o Juventude em fim vamos escolher quem nós quisermos. Dentro do estádio Olímpico a equipe tem desempenhado muito bem o seu papel ajudado como eu digo sempre isso é fundamental para uma torcida inigualável e extraordinária. KENNY: Eu até quero professor sinceramente, que os gremistas possam utilizar os foguetes que estão guardados e vou explicar por que. Na véspera do jogo do Internacional contra o Barcelona, uma das maiores finais de mundial de todos os tempos, acabou o estoque de foguetes em Porto Alegre, todo o estoque comprado pelos gremistas que queriam a derrota do Internacional, eles achavam que era uma barbada para o Barcelona e aí guardaram os foguetes em casa ate agora e o estoque de foguetes já perdeu a validade, eles tem que utilizar esses foguetes de alguma maneira, eu espero que vocês possam utilizar na quarta feira. CACALO: É impressionante, eu fico sempre pensando, o Kenny me oportuniza sempre, lembrar coisas do mundial de clubes, do que representa pra um clube como o Grêmio e do que representa pra um clube como o Internacional o mundial de clubes. Eu reconheço a legitimidade do mundial do Internacional, foi justo, foi merecido, mas olha o tratamento que os gremistas e os colorados dão aos seus ídolos. O nosso ídolo do mundial de clubes até hoje é aplaudido no Grêmio, 20 anos depois Renato Portalupi é maior ídolo dos gremistas, Adriano Gabiru eles mandaram embora. LAURO QUADROS: Professor, toda essa ... KENNY: Só um pouquinho, esta história eu quero esclarecer aqui o seguinte... CACALO: Não é mentira, né? É verdade, mas é verdade. Diga que é verdade. KENNY: Eu tenho compromisso com a verdade e vou pedir que todos vocês, colorados e gremistas entrem no site da FIFA que é o site oficial da FIFA, existem só 3 campeões mundiais FIFA, só 3, no site da FIFA...e um deles é o Internacional. CACALO: Isso mais reforça o que eu digo, não entenderam do Kenny e da FIFA, seja lá de quem for, o Grêmio não é verdadeiro campeão do mundo, pra nós é e nós cultuamos os nossos ídolos, o deles eles mandaram embora.

RUY: Todo esse nhenhenhen, essa babaquice toda termina daqui a 9 dias, ninguém falou e eu estou aqui pra dizer o que ninguém disse, daqui a 9 dias teremos o Grenal, aí eu quero ver a cara deles. LAURO QUADROS: É daqui a 9 dias o Grenal? RUY: É daqui a 9 dias o Grenal, 9 dias. GUERRINHA: O Grenal é no Beira Rio, né? RUY: E é no Beira Rio. GUERRINHA: Só falta esse vira lata virar rotweiller lá no Beira Rio. CACALO: Se for por ser no Beira Rio, nos últimos 2 anos nós demos volta olímpica no Beira Rio. (IX) RUY: Bom, nós estamos chegando sob a hora, infelizmente. Eu queria agradecer muitíssimo a todos vocês, mas de um modo muito particular também a todos aqueles que foram avatares nesse Sala de Redação e participaram intensamente, eu não pude fazer todas as perguntas que foram encaminhadas pra cá, porque não dava. Se não quebrava muito, mas de qualquer modo o agradecimento eu quero fazer a todos aqueles que nos acompanharam no Second Life, que é uma grandeza que vocês obtiveram, eu não sabia disso, não é? LAURO QUADROS: Olha lá o Luiz Augusto Câmara chegando ali. Você está gozando conosco professor? RUY: Mas como? CÂMARA: Ta no ar? RUY: Ta no ar. LAURO QUADROS: Estamos no ar. CÂMARA: O eu você está fazendo aqui no meio desta criançada aqui? Vai lá pra dentro com os velhinhos. LAURO QUADROS: Estamos no ar Câmara...Love is the ar.... RUY: Pára Lauro, pára. CÂMARA: Eu falo da Difusora portoalegrense. LAURO QUADROS: Velha difusora. Só faz 48 anos.

RUY: Só 48. GUERRINHA: E ainda quer ir na Tia Carmen. KENNY: Professor, professor o Lauro tem ataques freqüentes de bichice e sem nenhuma dificuldade. LAURO QUADROS: Eu fui colega e amigo do pai do Guerrinha pro senhor ter uma idéia. CACALO: Professor, no final do programa agora com certeza nós vamos ouvir a grande manifestação do gremistas. KENNY: Professor, eu quero lhe dizer o seguinte, informar por senhor professor, o senhor gosta dessas coisas, embora eu senhor diga as vezes me criticando, não isso é romântico. RUY: Eu sou muito duro contigo. KENNY: Então eu quero dizer o seguinte pra ti: Eu saio daqui com o meu coração reflorido de romantismo. O que tem de gente linda aqui, rapaz. LAURO QUADROS: Nós abrimos cantando parabéns a você pro Santana que está de aniversário hoje, fazendo 68 anos. Eu quero só dar uma frase pro Santana que está nos ouvindo lá em Porto Alegre professor. Santana rumo aos 69, vai guri. RUY: Um grande abraço a todos vocês, muito obrigado, foi um prazer estar aqui. (Trilha Sonora)