You are on page 1of 6

5/1/2011

O "Homem Vitruviano", Leonardo da Vinci, 1492.


ERGONOMIA

Abrangências da Ergonomia

Ergonomia de concepção Ergonomia de correção


 Ocorre quando a contribuição ergonômica se faz  É aplicada em situações reais, já existentes, para
resolver problemas que se refletem na segurança,
durante o projeto do produto, da máquina, fadiga excessiva, doenças do trabalhador ou
ambiente ou sistema. quantidade e qualidade da produção.

Muitas vezes, a solução não é completamente


É a melhor situação! satisfatória, pois ela pode exigir custo elevado de
implantação.

Exemplo: a substituição de máquinas ou materiais


inadequados pode tornar-se muito onerosa.

1
5/1/2011

Ergonomia de conscientização Ergonomia de participação


 Procura capacitar os próprios trabalhadores para  Procura envolver o próprio usuário do sistema, na
a identificação e correção dos problemas do dia-a- solução de problemas ergonômicos.
dia ou aqueles emergenciais.
Esse princípio é baseado na crença de que eles
possuem um conhecimento prático, cujos detalhes
podem passar desapercebidos ao analista ou
projetista

Análise de sistemas
 Preocupa-se com o funcionamento global de uma
Análise equipe de trabalho que usa uma ou mais máquinas.
 Abrange aspectos mais gerais.
 Pode ir se aprofundando gradativamente, até
chegar ao nível de cada um dos postos de trabalho
que os compõe.

Análise dos postos de trabalho


 É o estudo de uma parte do sistema onde atua um
trabalhador.
 A abordagem ergonômica ao nível do posto de
trabalho faz a análise:
 Da tarefa
 Da postura e dos movimentos do trabalhador
 Das suas exigências físicas e cognitivas.

2
5/1/2011

Macroergonomia
 Década de 1980 - nova visão
 A ergonomia é definida como "desenvolvimento e Aplicações da Ergonomia
aplicação da tecnologia da interface homem-
máquina, em um nível macro, ou seja, em toda a
organização".
 A ergonomia passou a participar do projeto e
gerência de organizações.

Indústria
 A ergonomia contribui para melhorar a eficiência, a
confiabilidade e a qualidade das operações
industriais.
 Aperfeiçoamento do sistema homem-máquina-ambiente
 Organização do trabalho
 Melhoria das condições de trabalho.

Aperfeiçoamento do sistema homem-máquina-ambiente

Agricultura, Mineração e Construção Civil


 Organização do trabalho  Agricultura:
 Reduzir a fadiga e a monotonia (eliminação do trabalho altamente repetitivo, dos
ritmos mecânicos impostos ao trabalhador, e a falta de motivação provocada pela pouca  Máquinas e implementos agrícolas (principalmente
participação do mesmo nas decisões sobre o seu próprio trabalho).
tratores).
 Melhoria das condições de trabalho.
 Análise das condições ambientais de trabalho:  Tarefas de colheita, transporte e armazenamento de
 Temperatura produtos agrícolas.
 Ruídos  Efeitos danosos dos agrotóxicos sobre a saúde de
 Vibrações
 Gases tóxicos homens e animais.
 Iluminação  Construção Civil e Mineração
 Um iluminamento deficiente sobre uma tarefa que exija precisão, pode
ser muito fatigante.  Mão de obra de baixa qualificação e baixa
 Focos de luz brilhantes colocados dentro do campo visual podem remuneração. Envolvem muitas tarefas árduas e
provocar reflexos e ofuscamentos extremamente desconfortáveis.
perigosas.

3
5/1/2011

Serviços Vida Diária


 Projeto e racionalização:  Meios de transporte mais cômodos e seguros
 de sistemas de informação  Mobília doméstica mais confortável
 centros de processamento de dados  Aparelhos eletrodomésticos mais eficientes e
 projeto de vídeos seguros.
 teclados

 postos de trabalho com terminais de vídeo

 na organização de sistemas complexos, como centros


de controle operacional de usinas e sistemas de
transportes.

 Só será aceita se for capaz de comprovar que é


Custo e benefício economicamente viável, ou seja, se apresentar
uma relação custo/benefício favorável.

ANÁLISE DO CUSTO/BENEFÍCIO
 O investimento (dinheiro) para implementação de um
projeto ou uma recomendação ergonômica:
BENEFÍCIOS  custos de elaboração do projeto, aquisição de
máquinas, materiais e equipamentos, treinamento de
pessoal e queda de produtividade durante o período
de implantação.
 Os benefícios, quanto vai se ganhar com os
resultados do projeto:
INVESTIMENTO  economias de material, mão de obra e energia,
redução de acidentes, absenteísmos e aumento da
qualidade e produtividade.

4
5/1/2011

Economicamente Viável Dados pesquisados


 Se a razão custo/benefício, expresso em termos Implementação Benefício
monetários, for menor que 1,0, ou seja, os Um simples trabalho de aumentar a produtividade em
benefícios forem superiores aos respectivos custos. conscientização dos 10%.
trabalhadores
 Tempo de retorno
Aplicação da ergonomia física economia em 25% em
 Curtoprazo manutenção e
 Médio prazo 36% de produtividade
 Longo prazo (5 anos)

 ergonomia
Conceitos Introduzidos  precursores da ergonomia
 ergonomia de concepção
 ergonomia de correção
 ergonomia de conscientização
 ergonomia de participação
 macroergonomia

Questões
 Quais são os principais objetivos da ergonomia?
Atividades  Que aspectos caracterizaram os estudos
precursores da ergonomia até a II Guerra Mundial?
 Como evoluiu o enfoque ergonômico até hoje,
desde a sua origem?
 No que consiste a abordagem macroergonômica?
 Apresente pelo menos 3 exemplos de possíveis
aplicações da ergonomia.

5
5/1/2011

Atividade EXTRA
 Escolha 5 pessoas entre seus familiares, amigos,
colegas de trabalho ou alunos de outros cursos.
 Investigue o grau de conhecimento deles sobre
ergonomia. Avalie se os conceitos deles sobre
ergonomia são corretos.