Tao Te King Livro do Caminho e do bom Caminhar

GLOSSÁRIO

Glossário com informação sobre a composição gráfica e os diferentes sentidos de cada um dos caracteres de cada capítulo do Tao Te King, incluindo igualmente algumas das suas versões mais antigas que elucidam mais claramente o modo como muitos deles evocam graficamente os significados que lhe correspondem.

No sítio Internet http://home.pages.at/onkellotus/index.html, encontram-se as várias versões originais do Tao Te King, assim como um grande número de traduções em várias línguas. Os dicionários consultados foram sobretudo os de chinês-inglês, disponíveis em www.chineselanguage.org, www.chineseetymology.org e www.mdbg.net, assim como os da Google (www.google.com/dictionary) e da Wikipedia (en.wiktionary.org/). No sítio Internet www.chineseetymology, o leitor pode consultar a enorme colecção de imagens de caracteres antigos pacientemente coligida por Richard Sears, da qual foram extraídas todas as imagens de caracteres antigos apresentadas nesta tradução.

António Miguel de Campos

2

Capítulo 1

一章
dào caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [ 辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) nenhum, não, negativo, sem, com nenhum, de modo nenhum; in-, des-; não ser; falhas, erros, males; objectar, refutar, censurar, culpar; considerar como errado; errado; não significa; não é errado?; diminutivo para a África. (Ideograma: as asas opostas de um pássaro – um grou; ou asas quebradas, que não funcionam) eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) continuamente, permanente, constante. (Ideograma: coração/mente [忄心, xīn] + estender (no espaço ou tempo) [亙, gèn, gèng]) Este era o caracter que existia nas versões anteriores ao séc II a.C. em vez de [ 常 , cháng], que terá sido substituído devido a ser tabu usar o nome do Imperador "Heng" em textos escritos. Hoje em dia, estes dois ideogramas juntos significam: fora do usual, extraordinário; extremo, muito, excepcional. nome, substantivo, título, descrição, significado, palavra escrita; posição, renome, honra, fama, notoriedade; famoso, distinto, de renome; valioso, precioso, nobre, raro, grande; descrever, chamar-se, significar, chamar, proferir, indicar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + Lua [月夕, yuè] — o que dizemos, à luz do luar, para que saibam quem somos.) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») dançarino. (Ideograma: dançarino [無, wú] + pegadas, pés [舛 , chuǎn])

fēi fěi

cháng

héng

非常 名

fēi cháng míng

無名 天 地

wú míng tiān

Em chinês actual, estes dois ideogramas juntos significam: sem nome, obscuro. dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) *Terra, terra, solo, espaço, território, mundo, campo, lugar, base, posição; terrestre, mundano; topográfico. *-mente; partícula usada para formar advérbios. (Ideograma: terra/solo [土, tǔ]) + também [也, yě] (parece representar água a cair de um funil)) Céu e Terra, o universo, o mundo, tudo (incluindo a humanidade e as dez mil coisas entre o Céu e a Terra).

dì de

天地

tiān dì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

3

zhī

shǐ

有 有名 物

yǒu

*a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) início, começo, fonte, precursor; nascimento, génesis; primeiro, fresco, novo; depois, depois disto, então, logo que, daqui para a frente; começar, ser o primeiro, iniciar, originar; só então; renovar. (Ideograma; mulher [女, nǔ] + alegria [台, tái] (boca [口, kǒu] falando 厶); possivelmente, a alegria de uma mãe no nascimento de um filho) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

míng wù

Em chinês actual, estes dois ideogramas juntos significam: famoso. coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas». a mãe de uma pessoa; mãe em sentido figurado; mãe, matriarca; maternidade; denominador, chave, matriz, raiz, fonte, origem, aquilo que produz; ser maternal. (Ideograma: mulher [女, nǔ] com dois mamilos) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [ 古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) cobiçar, desejar, pretender, querer, ansiar, gostar; ter saudades de; tencionar; expectativa, apetite, avareza, desejo, fome, intenção, motivo, paixão, parcialidade; amigável, jovial; parcial; desejoso, avaro, apaixonado; prestes a. (Ideograma: vale, curso de água saindo de buraco [谷, gù] + homem soprando [ 欠, qiàn] (possivelmente por ter sede))

wàn

萬物 母

wànwù mǔ

gù gǔ

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

4

*

guān

妙 徼

miào

jiào jiáo jiǎo jiāo

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) ver, observar, considerar, compreender, contemplar, inspeccionar, estudar, apreender; vista; aparência; compreensão, observação, percepção, perspectiva; paisagem; vista; exibir; um ponto de vista, uma ideia; templo ou santuário taoísta (um ponto de «observação» do mundo e do Tao). (Ideograma: ver [見, jiàn] como uma cegonha [鸛, guàn]) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) maravilhoso, belo, excelente, subtil; intrigante; muito interessante; inteligente; engenhoso; mistério. (Ideograma: mulher, seios [女, nǔ] + jovem [少, shào]) *limite, fronteira; inspeccionar, patrulhar, ir à volta, procurar. *por mera sorte; ter sorte. *rezar por; sombra. (Ideograma: estrada [彳, chì] + quadrado [方, fāng] + branco, clarificar [白, bái] + acção [攵攴, yòu])

此 全

liǎng

zhě

同 出

tóng

chū

assim, deste modo, como resultado disto, se é assim, neste caso; isto, estes, destes; aqui, agora, aqui e agora, o presente, isto (o auto-evidente). (Ideograma: pé, pegada [止, zhǐ] + [匕, bǐ] (homem rodado) — parar e voltar-se para trás ou um homem 匕 mantendo-se 止 no seu lugar — isto) dois, ambos, par, casal; tael (medida de peso), onça. Na China antiga, era também usado para se referir a uma peça de tecido ou outro artigo de cerca de 44 pés, ou a um grupo de 25 soldados. (Ideograma: uma balança ou um jugo para pôr na cabeça de um par de animais.) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) parecido, concordante, igual, idêntico, similar, comum, o mesmo; lado a lado, junto com; partilhar, concordar, identificar, uniformizar, unir (com, em, para); concordância, identidade, unidade; com, assim como. (Ideograma: objectos sob a mesma cobertura, o mesmo saco) sair, aparecer, reaparecer, emergir, escapar, evoluir, crescer (planta), sobressair, acontecer, causar, produzir, reproduzir, expelir, ejectar; exprimir livremente (zanga, ciúme, etc.); abandonar, banir, afugentar, remover, expurgar, divorciar-se; despender, gastar; estar para além de, ser do passado, fora de; resultado. (Ideograma: uma planta a crescer.) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba).

ér

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

5

異 謂

wèi

xuán


玄义又玄

yòu

diferente, outro, hetero-, fora do usual, estranho, heterodoxo, divergente, único, surpreendente, distinguir, separar, discriminar. (Ideograma: homem com uma máscara na cara) dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) preto, escuro, misterioso, escondido, oculto, místico, obscuro, profundo, secreto, hermético, subtil; preto, índigo; silencioso, meditativo; profundidade, mistério, subtileza; profundamente, misteriosamente, subtilmente. (Ideograma: seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] a ser tingida de preto) tanto isto como aquilo, e também, uma vez mais, novamente, para além disso, e (usado em fracções, como, por exemplo, um «e» três quartos). (Ideograma mão direita (que hoje se escreve [右, yòu], incluindo o caracter boca [口, kǒu]) mistério dentro de mistério. multidão, grupo, multitude, massas, todos, cada um, tudo, em todo o lado; público, comum, popular; abundante, muito, muitos, numeroso. (Ideograma: um olho [目, mù ] a ver muita gente. Originariamente: três pessoas debaixo do Sol [旣, rì]) abertura, porta, portão, válvula, interruptor, modo de fazer alguma coisa, hábito, família, casa, seita, classe, categoria. (Ideograma: uma entrada com duas portas de cada lado) dois, ambos, par, casal; tael (medida de peso), onça. Na China antiga, era também usado para se referir a uma peça de tecido ou outro artigo de cerca de 44 pés, ou a um grupo de 25 soldados. (Ideograma: uma balança ou um jugo para pôr na cabeça de um par de animais.)

眾 門 全

xuán zhī yòu xuán zhòng

mén

liǎng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

6

Capítulo 2

二章
tiān dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. todos, cada um, em todos os casos; inteiro, completo, em todo o lado, sempre; abundante, numeroso, em uníssono; concordar, estar junto com; cooperação; como um, inteiramente. (Ideograma: duas pessoas lado a lado [比, bì] + branco, brilho do Sol [白, bái] (antigamente, uma boca em vez do Sol)) saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) belo, atraente, delicioso, requintado, agradável, atracção, beleza, elegância, embelezar, estimar, glorificar, elogiar, achar belo. É também usado como uma abreviatura para Estados Unidos da América (美國, měi guó –» belo + país) (Ideograma: ovelha, cabra [羊, yáng] (cornos, orelhas e pernas de uma cabra) gorda e grande [大, dà]) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de; (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) então, em breve, deste modo; este, estes, aqueles, esses; rasgar, cortar. (Ideograma: cortar com um machado [斤, jīn] e pôr num cesto [其, qí]) *mau, aberrante, cruel, depravado, malicioso, ofensivo, feio, errado, imoral, ruim; maldade, malícia, doença, ódio, sujidade; *causar desgosto ou repugnância, causar náusea, enjoar; desdenhar, recusar ou rejeitar como não tendo valor. *odiar, detestar, não gostar, condenar. *como, onde; detestar. (Ideograma: mente/coração [ 心 忄 ,xīn] + deformado [ 亞 , yà] (quadrado deformado)) cessar, completar, chegar ao fim, parar, concluir, terminar, atingir; conclusão, fim, excesso; já, depois, então, completamente; mais não, já está, já está lá; excessivo, muito; partícula final para acrescentar ênfase, usada para indicar um acontecimento passado. (Nota: graficamente, é muito parecido com [己, jǐ] (a si mesmo))

天 下 天下 皆

xià

tiān xià jiē

zhī zhì

měi

zhī

wéi

elefante

斯 惡

è ě wù wū

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

7

shàn qiāng

*bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [ 古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

gù gǔ

有 無

yǒu

não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») mutuamente, reciprocamente, um ao outro, de cada um, para cada um; entre eles, juntos; compostura, aparência, postura, características faciais; complementar, cooperativo, mútuo, recíproco, partilhado; complemento, cooperação, reciprocidade; examinar, inspeccionar, olhar para, ver, estudar, seleccionar; ajudar, assistir, complementar, cooperar; primeiro-ministro (em tempos feudais); substância. (Ideograma: olho [目, mù] a espiar por detrás de uma árvore [木, mù] ) viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) *aflição, calamidade, complicação, dificuldade, problema; ser sobrecarregado (de impostos); árduo, complicado, duro, pesado, chato; sobretaxar; *desastre, sofrimento; ralhar, censurar, encontrar falhas; não é? (Ideograma: barro, sedimento, engessar [堇, jīn] + pássaro de cauda curta [隹, zhuī]) troca, mudança, câmbio, facilidade, simplicidade, espontaneidade, transformação, versatilidade; fácil, simples, espontâneo, versátil, amável, à vontade, relaxado, leve, natural, agradado, brando; indiferente, desatento, negligente; em processo; mudar (de casa, posto de trabalho, de proprietário, etc.), trocar, considerar fácil, relaxar, transformar, transpor, permutar, alterar; facilmente; no processo, na troca; o livro das mutações (o I Ching — 易經, yìjīng)). (Ideograma: um lagarto) concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng])

xiāng xiàng

shēng

nán nàn

chéng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

8

cháng

zhǎng duǎn

*longo, persistente, perpétuo; eternamente, regularmente, constantemente, continuamente; completar, continuar, perdurar, persistir, sobreviver, prosperar, sobreviver; crescer, aumentar, avançar, tornar-se; persistência, duração, longevidade, maturidade, prosperidade; ponto forte. *sénior, velho; o mais velho, líder, chefe, comandante, presidente, superior; maturo, experiente, durável. (Ideograma: possivelmente representa cabelo longo) curto, breve; faltar, ser deficiente; com falta; insuficiências, falhas, erros; querer. (Ideograma: + seta [矢, shǐ] + contentor [豆, dòu] – seta que é curta) forma, aparência, expressão, figura, tez; terreno, contorno; descrição; descrever; em comparação: mostrar; manifestar. (Ideograma: raios de Sol [ 彡 , shān] + levantar com as duas mãos, ficar horizontal [幵开, jiān] (medir com dois compassos para comparar alturas)) elevado, alto, de um elevado grau ou nível; acima da média, eminente, proeminente. (Ideograma: um edifício alto ou num sítio elevado.) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) inclinar, dobrar, derrubar; entrar em colapso, cair; perturbar, pressionar, subverter; derramar, transbordar; consumir (a sua riqueza, etc.); esforçar-se por fazer (algo); admirar, ficar fascinado, ficar intrigado. (Ideograma: pessoa [人, rén] + agora mesmo [頃, qǐng] (uma pessoa 匕 inclinando a cabeça [頁, yè]) som, voz, tom, sotaque, acentuação, timbre, uma nota musical; (em correspondência) notícias, informações. (Ideograma: originariamente igual a fala, palavra [言, yán] mas com 一 dentro da boca) som, voz, tom, ruído; reputação, fama; tornar conhecido. (Ideograma: orelha [ 耳 , ěr] + instrumento musical feito de pedras ocas penduradas de uma estrutura [声, shēng] sendo tocado pela acção [殳, shū] de uma mão [又, yòu] com um instrumento)) *harmonia, paz, conciliação, rima, concordância; harmonioso, simpático, pacífico, calmo; juntamente com, com, e; soma; agregado; do Japão; *corresponder, ser afável, harmonizar, reconciliar, concordar com, usar as proporções correctas, empatar; responder, responder cantando; compôr um poema para responder; *completar um jogo de cartas ou de mahjong; *suave; quente; *misturar com, fundir. (Ideograma: boca [口, kǒu] + grão, cereal [禾, hé]; ideograma alternativo: [龢, hé], composto por: flauta de pan [龠, yào] (boca soprando 亼 numa flauta com buracos 口) + grão, cereal [禾, hé]) frente, à frente de, para a frente; antes, anteriormente, anterior, prévio, precedente, passado, de outros tempos; futuro; avançar; progredir; preceder. (Ideograma: um barco [月舟, zhōu]) na água 刂 andando (pé) [止, zhǐ] para a frente) atrás, depois, atrás de, atrasado; estar ou ficar atrás, vir depois; subsequente, o próximo, o último; seguir, suceder; deferir, adiar, colocar no fim ou atrás; atraso, traseira, consequência, final; descendente, futuro, herdeiro, posteridade, sucessor; um verbo auxiliar para indicar «então» ou «depois». (Ideograma: estrada [彳, chì] + corda, fio (representado por uma dobadoira) [幺 , yāo] + pegada [夊, suī])

形 高 下 傾

xíng xing

gāo gào

xià

qīng kēng qíng

音 聲 和

yīn

shēng

hé hè hú huó huò

前 後

qián

hòu

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

9

suí

是 以

shì

seguir, seguir pista; vir depois, acompanhar, parecer-se; ouvir (alguém), submeter-se a, suceder, agir de acordo com, variando de acordo com; deixar (ir, ser, etc.), permitir. (Ideograma: monte [阝阜, fù] + andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + esquerda [左, zuǒ] + costelas, carne [月肉, ròu]) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

*

shèng

rén

chǔ chù

shì shi diàn zhì

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) *residir, habitar, ocupar, viver, ficar, parar, acampar, descansar, sentar-se, estar em, dar-se bem com, adoptar, aderir, ajustar-se, praticar, pertencer, continuar, manter-se; lidar com, decidir, julgar, disciplinar, sentenciar, punir; ter à sua frente (qualquer coisa); circunstância, condição; adoptado, decidido, observado, resolvido. *lugar, posição, refúgio, abrigo; local, localidade; departamento de uma agência governamental; uma qualidade especial, marca distintiva; ponto. (Ideograma: lugar, lugar onde vive [処, chù] + tigre [ 虍, hū] (emprestado pelo som)) actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém) *a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas)

xìng xíng

háng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

10

yán

jiào jiāo

palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [ 口 , kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) *ensinar, instruir, guiar; ensino, aula; *religião, ordem, directiva; educar; instrução, instruções; aconselhar, ter, fazer, alternar. (Ideograma: obediência [孝, xiào] (velho [老, lǎo] + criança [子, zǐ]) + acção feita com a mão [攵攴, yòu] com instrumento, uma vara ou uma bengala.) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas». *agir, fazer, obra (de escritor, etc.); activar, estimular, aparecer, erguer-se, emergir, tornar-se, criar, compôr, escrever, trabalhar; inventar, fingir, afectar, sentir; actividade, composição, criação, trabalho, escrita. *oficina pequena; gesto chinês feito com as mãos juntas subindo e descendo; cair numa armadilha. *ingredientes de uma receita; saladas, molhos; abusar, desperdiçar; permitido; estar de bom espírito; na moda; ter consideração; talvez, provavelmente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] que de repente [乊, zhà] fica activa) partícula final indicando inúmeros sentidos; aqui, nisto, coloca aqui; ali, disso; aí, nessa situação, agora; dentro, entre, em, por, de, sobre, isto, isso, eles, estes; e por isso, para que; (interrogativa) como?, porquê?, quando?, etc.; e por aí em diante, de modo a que. (Ideograma: pássaro [鳥, niǎo] com uma cabeça especial — uma pêga) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). dicção, retórica, fraseologia, linguagem, palavras, discurso, expressão, frase; negar, declinar, desistir, evitar; escapar, partir, despedir-se, separar-se de, dizer adeus; mandar embora, despedir. (Ideograma: confuso, desemaranhar fios [亂-乙, luàn] + difícil, trabalhoso [辛, xīn]) viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) depender de, contar com, esperar retorno, esperar, confiar, presumir que, ter como certo que. (Ideograma: mente/coração [心忄 ,xīn] + templo [寸, sì] (com uma função fonética) (sítio onde se chega [义止, zhī] e faz ofertas com a mão [寷, cùn]))

wàn

萬物 作

wànwù zuò zuo

zuó

yān

ér

shēng

shì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

11

gōng

chéng

弗 居

mérito, utilidade, valor, realização, resultado, sucesso, êxito, mestria, benefício, crédito, efeito; um feito ousado, um bom trabalho; tarefa, função; aplicar-se ao trabalho, conseguir bons resultados; meritório, sólido, com valor; trabalho (Física). (Ideograma: trabalho [工, gōng] + força, habilidade, braço forte [力, lì]) concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng]) não, negativo (Ideograma: possivelmente, representa fortalecer pondo um fio à volta de vários paus) morar, residir, ocupar, permanecer parado, estar, ocupar a posição de; praticar, declarar que é seu, manter que; armazenar, empilhar; repouso, satisfação; morada, lugar, posição, estação; pilhas de mercadorias; confortável, seguro, doméstico, tranquilo, satisfeito; facilmente; no fim. (Ideograma: bebé [古子, zǐ] caindo do corpo [尸, shī] da mãe – lugar original de nascimento; ou parte baixa do corpo [尸, shī] + antigo [古, gǔ] (com uma função fonética). O caracter 古 (antigo) deve ter sido introduzido como elemento com uma função fonética, evocando também a morada mais antiga.) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) *só, sozinho, solitário, único; estar só, juntar num só, segurar juntos; só na medida em que, desde que, só, meramente; e, com, mas; -ismo. *sim, um (pronto, definitivo e simples) sim; prontamente, simplesmente, somente, verdadeiramente; responder (directamente, prontamente); dizer sim, anuir; resposta, consentimento; eco; sim ou não (usados como resposta); ser simples. (Ideograma: boca [口, kǒu] + pássaro [隹, wéi] (com uma função fonética)) ir embora, partir, remover, desistir de, afastar-se, matar, parar, enfraquecer, evitar, cancelar; ausência, partida, distância, separação; estar separado, distante, fora; gasto, passado, mandado embora; o 4º tom em mandarim. (Ideograma: parece representar um homem [大, dà] que fala (boca) [口, kǒu] e se vai embora)

wéi wěi

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

12

Capítulo 3

三章
bù (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) *ainda, até mesmo; defender, honrar; estimar, louvar, exaltar. *telhado; casa com telhado. (Ideograma: casa 冂 com telhado 小 e janela 口) capaz, versátil, talentoso, virtuoso, valoroso, digno, bom, meritório; perícia, habilidade; admirar, louvar, estimar; uma fórmula de tratamento formal denotando respeito. (Ideograma: controlar [臤, qiān] (olho visto de lado [臣, chén] + mão [又, yòu] — ter debaixo de olho e mão) + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi]) *agir, aplicar, causar, empregar, entregar-se livremente a, ter prazer em, encorajar, fazer, usar; dizer a alguém para fazer uma coisa, enviar, ordenar a um emissário, enviar numa missão, enviar como pessoal diplomático; mensageiro, emissário diplomático; se, supondo que. *ser nomeado como emissário diplomático, ser um embaixador de, emissário, um ministro. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + [吏, lì, shì] (uma mão 又 em baixo com um pincel escrevendo o que se diz 口 — funcionário público) — diplomata) o povo, nacionalidade, cidadão, cidadania, as massas, multidão, humanidade, habitantes, sociedade, súbditos, ser humano, social, do povo, público. (Ideograma: o caracter antigo parecia representar pessoas que saem de uma mesma vagina maternal). discutir, competir, debater, lutar, entrar em pancadaria, admoestar, aconselhar; puxar em direcções diferentes; com falta de; faltar, carecer de argumentos, competição, conflito, rivalidade, disputa, briga; como? porquê? (Ideograma: parece representar duas mãos puxando um fio em direcções diferentes) benefício, estima, glorificação, honra, respeito, valor, moeda; ser estimado, altamente colocado, alta patente, honrado, distinto, caro, oneroso, valioso, precioso; estimar, prezar, apreciar, favorecer; tratar com respeito, considerar como tesouro, valorizar altamente; premiar; honradamente, respeitosamente, ou uma forma de tratamento formal denotando respeito. (Ideograma: mãos segurando dinheiro [貝, bèi] (conchas presas num fio usadas como dinheiro)) *aflição, calamidade, complicação, dificuldade, problema; ser sobrecarregado (de impostos); árduo, complicado, duro, pesado, chato; sobretaxar; *desastre, sofrimento; ralhar, censurar, encontrar falhas; não é? (Ideograma: barro, sedimento, engessar [堇, jīn] + pássaro de cauda curta [ 隹, zhuī]) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]).

shàng shang chàng

xián

使

shǐ

shì

mín

zhēng

guì

nán nàn

dé děi de

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

13

zhī

貨 為

huò

*a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) mercadorias, produtos, dinheiro, moeda, propriedade; frete, carga; vender, subornar; suborno; usado como um termo insultuoso. (Ideograma: trocar, converter [化, huà] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi]) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de; (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [ 象 , xiàng] — um empréstimo pelo som) roubar, apropriar-se indevidamente; ladrão, bandido. (Ideograma: homem a cuspir [次, cì] num vaso/prato/contentor [皿, mǐn] – uma jura entre ladrões). *aparecer, ser visível, estar exposto; *ver, observar, percepcionar, apanhar num relance, espiar; entender, examinar, visitar, consultar, encontrar, receber (visitas, etc.), entrevistar, ter uma entrevista com; mostrar, revelar, manifestar, caminhar para uma determinada situação ou condição (como ficar pior, melhor, etc.); visão, ponto de vista, opinião; conscientemente; humilde, tímido, embaraçado, retirado. (Ideograma: olho [目, mù] em cima de pessoa [儿, rén]) pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) cobiçar, desejar, pretender, querer, ansiar, gostar; ter saudades de; tencionar; expectativa, apetite, avareza, desejo, fome, intenção, motivo, paixão, parcialidade; amigável, jovial; parcial; desejoso, avaro, apaixonado; prestes a. (Ideograma: vale, curso de água saindo de buraco [ 谷 , gù] + homem soprando [欠, qiàn] (possivelmente por ter sede)) coração, mente, a sede da personalidade, consciência, razão, pensamento, vontade; afecto, desejo, disposição, emoção, sentimento, ideia, intenção, natureza moral, motivo; ideia, ambição; núcleo, meio, centro, dentro; constelação chinesa, correspondente à constelação de Escorpião. (Ideograma antigo: poderá graficamente representar o coração, os pulmões (ou o sexo masculino...) caos, anarquia, confusão, desordem, rebelião, revolta, insurreição, distracção; confundido; perplexo; agitado; desordenado; desordenar; confundir. (Ideograma: pessoa de joelhos 乚 a desfazer um sarilho com as mãos) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

wéi

elefante

盜 見

dào

xiàn jiàn

xīn

亂 是

luàn

shì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

14

*

shèng

rén

zhì chí tāi

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) governo, jurisdição, liderança, gestão, ordem, organização, regra, arranjo; paz sob um bom governo; administrar, governar, controlar, dirigir, reger, regular, manipular, liderar, pôr em ordem, organizar, treinar, comparar; curar, tratar, pacificar, punir, suprimir; em boa ordem, bem governado, pacífico e ordeiro; a sede do governo local; tratamento; estudar, investigar; controlar as águas de um rio. (Ideograma: água [水氵, shuǐ] + alegria, boca a falar [台, yí]) vazio, oco, vão, desocupado; falso, inútil, irreal, enganador; improcedente, infundado; humilde, modesto, fraco, débil; abstracto, sem forma. (Ideograma: tigre [虍, hū] + colina [丘, qiū]) — a colina do tigre, um sítio vazio) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) real, sólido, autêntico, substancial; verdade; verdadeiro, honesto; realmente; fruto, semente; sustentar, alimentar; praticamente. (Ideograma: dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貫, guàn] dentro de casa (tecto) [宀, mián]) estômago, ventre, abdómen, a parte da frente; dentro do peito, dentro; interior. (Ideograma: ir para trás, atrás [复, fù] + carne, costelas [月肉, ròu]) fraco, frágil, delicado, jovem; fraqueza; ceder, relaxar, enfraquecer; tratar ou considerar fraco. (Ideograma: duas asas com penas, a parte mais frágil de um pássaro)

實 腹 弱 志 強

shí

ruò

zhì

propósito, ideia, ambição, direcção, intenção, vontade, determinação; decidir-se a perseguir um objectivo; ideal, desejo, interesse; anais, registos. (Ideograma: coração [忄心, xīn] + pegada apontando em frente [义, zhī ]) *forte, poderoso, vigoroso, violento; melhor; força, poder, vigor; *teimoso, inflexível, sem ceder. *forçar, esforçar-se, lutar. (Ideograma: arco [弓, gōng] + só, mesmo se [虽, qiáng])

qiáng jiàng qiǎng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

15

骨 常

osso, estrutura (de edifício, veículo, etc...). (Ideograma: osso [冎, guǎ] com carne [月肉, ròu]) eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) esperteza, inteligência, conhecimento, prudência, sabedoria; capaz, esperto, sabedor, conhecedor, prudente, talentoso, sábio. (Ideograma: saber [知, zhī] brilhante como o Sol [旣, rì])

cháng

zhī zhì

智 者

zhì

zhě

gǎn

pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) ousar, tentar, aventurar-se, tomar a liberdade, ter a confiança, ter a certeza; corajoso, ofensivo, presumido, trágico; ousadia; audácia; destemidamente, certamente. (Ideograma antigo: duas mãos segurando animal que pode morder) e, também, como, até mesmo, se, só, ainda, quando, enquanto, com, ou, para além disso; assim mesmo; um pouco, completamente, inteiramente, especialmente, na verdade; uma exclamação; (em chinês clássico) partícula final servindo de cópula; uma pausa (que denota o fim de um pensamento ou uma pausa para dar ênfase a uma palavra ou frase). (Ideograma: possivelmente, água a cair de um funil ou bacia) *partícula indicando consequência (geralmente depois de uma suposição) ou uma razão: então, como resultado, como regra, consequentemente, de isso, desse modo, necessariamente, normalmente, por essa razão, por isso; nesse caso; *uma lei, regra, critério, norma, padrão, princípio; *imitar, seguir; *(partícula exprimindo contraste com frase anterior:) mas, contudo, no entanto, caso contrário. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] que separa dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] segundo uma regra)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

16

Capítulo 4

四章
dào caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [ 辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) derramar água, misturar, infundir, fazer bebidas, lavar com água corrente, enxaguar; enxaguado, vazio; subir, subir rapidamente ou atirar-se, colidir com; infância; neutralizar, tornar nula. (Ideograma: água [水氵,shuǐ] + dentro [中, zhōng]) chávena, xícara, vaso. (Ideograma: dentro [中, zhōng]) + vaso/prato/contentor [皿, mǐn] ) Na versão de Fu Yi (no capítulo 4 do TTK) aparece este ideograma em vez de [沖, chōng] — correspondendo, por isso, a: «o Tao é como um vaso que nunca fica cheio». (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

沖 盅

chōng

zhong

ér

yòng

zhī

有 不

yǒu

(prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) completar, exceder, encher, transbordar, empilhar, mais do que reencher, mais que satisfazer; abundância, excesso, satisfação; estar demasiado cheio, estar cheio com; abundante, inundado, satisfeito, supérfulo; suficiente, mais do que, muito, demasiado, em excesso, até à saciedade; quando estiver cheio; sobre-. (Ideograma: aumentar, êxito [夃, yíng] (conseguir engravidar — barriga cheia) + vaso, prato, contentor [皿, mǐn] ) águas profundas, abismo, profundidade, erudição, mistério, extenso. (Ideograma: água [ 氵 水 , shuǐ] + um caracter usado para designar um redemoinho ou um abismo, que parece representar água [水, shuǐ] dentro de um recinto [囗, wéi]. Numa versão antiga, parece representar água dentro de um poço)

yíng

yuān

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

17

似 萬

partícula de pausa (usada em poesia antiga), uma pausa, ...; aqui, realmente; interjeição (partícula exclamativa), equivalente a " oh!‖ ou ―ah! "; como ...!, tão …!, que ...!; …-idade. (Ideograma: poderá ser uma bengala e, em cima, a exclamação de um homem velho) parecer-se, assemelhar-se a, pseudo-, como se. (Ideograma: pessoa [人 , rén] + de acordo com, considerar como [以, yǐ])

wàn

宗 挫 其

zōng zong

dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿 , parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). linhagem, ascendência, antepassado, grande mestre; clã; seita, escola, religião; acreditar em. (Ideograma: tecto, dentro de casa [宀, mián] + altar [示, shì ]) derrotar, frustrar, falhar, oprimir, reprimir, quebrar, maltratar, humilhar; baixar o tom, curvar-se para trás, atenuar; estar obstruído. (Ideograma: mão [手, shǒu] + ajoelhar-se [坐, zuò] (solo [土, tū] + duas pessoas [人, rén])) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) afiado, nítido, agudo, penetrante, entusiástico, esperto, inteligente, enérgico, vigoroso, valente. (Ideograma: metal, ouro, sino [釒金, jīn] + falar alegre [兑, duì] (pessoa ([人 , rén] + boca [口, kǒu]) + falar 人) *dividir, quebrar, separar, dissolver, resolver, derreter, remover, desatar, soltar, abrir, emancipar, explicar, entender, saber, uma solução, uma dissecação. *transportar sob guarda. (Ideograma: chifre [角, jiǎo] + faca [刂刀, dāo] + vaca [牜牛, niú] – uma faca separa o chifre da vaca ) ensarilhado, misturado, em desordem, disperso; numeroso, muito, variado, confuso, desordenado; desordenadamente; nó. (Ideograma: fios (representados por uma dobadoira) [糸, mì] + separar [分, fèn]) *harmonia, paz, conciliação, rima, concordância; harmonioso, simpático, pacífico, calmo; juntamente com, com, e; soma; agregado; do Japão; *corresponder, ser afável, harmonizar, reconciliar, concordar com, usar as proporções correctas, empatar; responder, responder cantando; compôr um poema para responder; *completar um jogo de cartas ou de mahjong; *suave; quente; *misturar com, fundir. (Ideograma: boca [口, kǒu] + grão, cereal [禾, hé]; ideograma alternativo: [龢, hé], composto por: flauta de pan [龠, yào] (boca soprando 亼 numa flauta com buracos 口) + grão, cereal [禾, hé])

cuò

銳 解

ruì

jiě jiè

fēn

hé hè hú huó huò

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

18

guāng

luz, brilho, brilhante, brilhar, raios de luz, revelar, iluminar, exemplificar, glória, glorioso, honra, ficar exausto, ficar gasto, nu e despido.

(Ideograma: homem [儿, ér] carregando fogo [火灬, huǒ])

同 塵

tóng

chén

parecido, concordante, igual, idêntico, similar, comum, o mesmo; lado a lado, junto com; partilhar, concordar, identificar, uniformizar, unir (com, em, para); concordância, identidade, unidade; com, assim como. (Ideograma: objectos sob a mesma cobertura, o mesmo saco) poeira, sujidade, terra, cinzas, trilho, rasto, este mundo; vício, prazeres sensuais; mundano. Os taoistas usam este caracter para designar o período de uma vida, «a poeira que cada um levanta». (Ideograma: um veado ( 鹿, lù) a levantar poeira (土, tǔ)) profundo, claro, tranquilo, calmo; insípido, pouco vívido; imergir, afundar, mergulhar; orvalhado; ficar completamente húmido por saturação. (Ideograma: água [水氵,shuǐ] + em excesso [甚 ,shèn] )

dān zhàn chén jiān tán jìn

huò yù

talvez, pode (ser), parece, possivelmente, provavelmente, segundo parece; se, como se, supondo que; em certos casos, às vezes, outras vezes, há alguma possibilidade de; de algum modo; uma certa; alguma, algo, alguns; (ser) possível, hipotético; ou ... ou, um...outro, o outro. Antigamente significava região. (Ideograma: alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē] + boca [口, kǒu] + solo [土, tū] (traço em baixo à esquerda) — um meio de defesa, uma língua, uma terra – uma região.) existir, viver, sobreviver, continuar, permanecer; conservar, reter, depositar; depósito. (Ideograma: criança [子, zǐ] + talento, agora mesmo, certamente [才, cái] (planta a desabrochar, crescer); caracter antigo tem uma mão esquerda que parece proteger uma criança). eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu]) saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) quem?, a quem?, de quem?; alguém. (Ideograma: palavras, falar [言, yán] + pássaro de cauda curta [隹, zhuī]) criança, filho, jovem, ovo, ser em crescimento, uma coisa pequena, a semente de; princípe, infante; descendentes, juventude; o quarto grau de nobreza, equivalente a um visconde, sendo também usado como um título denotando respeito usado para um homem virtuoso ou culto. É o segundo caracter em «Lao Tse» — [老子, lǎozǐ] — Velho Mestre). (Ideograma: uma criança — cabeça, dois braços e corpo) imagem, representação, forma, figura, retrato, conceito; semelhança, como; fenómeno, aparência (especialmente de tempo meteorológico, astros, etc.); elefante; marfim; parecer, lembrar. (Ideograma: um elefante com dentes e uma grande cabeça) governante supremo; imperador; soberano; deus; ser endeusado, divino, celestial; o Céu (como ser divino); imperial, imperialismo. (Ideograma: parece representar um feixe de qualquer coisa, sendo provavelmente o caracter original de [締, dì] (juntar, unir), que passou a ser usado quando se começou a utilizar preferencialmente (como um «falso empréstimo») para designar «o Soberano»)

cún

吾 知

zhī zhì

誰 子

shuí shéi

xiàng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

19

xiān

começo, passado; antepassado, antigo, ancestral, precedente, anterior, melhor, mais notável, primeiro, líder, predecessor, fonte; começar, liderar, estar antes, ir à frente de, iniciar, preceder, estar avançado; antes, cedo, mais cedo, primeiro, à frente, inicial, original; inicialmente, originariamente, previamente, antecipadamente; o falecido...; cansado e tenso; no começo, no início, antes; os nossos antepassados; abreviatura para Senhor. (Ideograma: pegada [止, zhǐ] de uma pessoa [儿人, rén])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

20

Capítulo 5

五章
tiān dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) *Terra, terra, solo, espaço, território, mundo, campo, lugar, base, posição; terrestre, mundano; topográfico. *-mente; partícula usada para formar advérbios. (Ideograma: terra/solo [土, tǔ]) + também [也, yě] (parece representar água a cair de um funil)) Céu e Terra, o universo, o mundo, tudo (incluindo a humanidade e as dez mil coisas entre o Céu e a Terra). (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) benevolência, humanidade, misericórdia, bondade, caridade, amor, altruismo, virtude perfeita, boa vontade; uma pessoa de grande virtude; respeitável; prezado; sensível a estímulos externos; humano, compassivo, humanitário, misericordioso; ser benevolente, bom, humano, sensível; núcleo, semente. (Ideograma: pessoa [ 人 , rén] e dois [ 二 , èr] — sentimento entre duas pessoas) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛 , niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas». agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de; (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [ 象 , xiàng] — um empréstimo pelo som)

天 地

dì de

天地 不

tiān dì bù

rén

wàn

萬物 為

wànwù

wéi

elefante

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

21

chú

ceifar, cortar relva; feno, palha; sem valor; alimentar (gado); animais herbíveros.

狗 聖

gǒu hòu

(Ideograma: erva [屮, chè] + [勹, bāo] – possivelmente feixes de erva ) cão (canis familiaris); lacaio, empregado, pessoa servil, seguidor; danado, amaldiçoado; termo insultuoso. (Ideograma: cão [犭犬, quǎn] + frase, boca a falar [句, jù])

shèng

rén

bǎi

santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) cem, centenas, centésimo; numerosos, muitos, todos os; (ser uma pessoa) comum. (Ideograma: um [一, yī] de algo pronunciado como branco [白, bái] — uma centena) clãs, povos, sociedade, apelido, nome de família. (Ideograma: mulher [女, nǔ] + nascer [生, shēng]) cem famílias (clãs, povos). (Hoje em dia estes dois ideogramas em conjunto, significam «o povo comum.» No Japão, designam os lavradores). *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) forte, durável, duro, sólido, firme; dedicar-se a; calmo, estável, determinado; íntimo; armadura; o ponto mais forte da posição das tropas inimigas; firmemente; resolutamente. (Ideograma: controlar [臤, qiān] (olho visto de lado [臣, chén] + mão [又 , yòu] – ter debaixo de olho e mão) + terra/solo [土, tǔ]) intervalo entre duas coisas; o espaço no meio; entre, durante; dentro de um determinado espaço ou intervalo de tempo ou espaço. (Ideograma: luz do sol [旣, rì ] através de uma porta [門, mén]) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) como, semelhante a, também, exactamente como, como se; estratégia, esquema, enredo; magicar (planear em segredo), planear, esperar, suspeitar, deliberar; contudo, ainda, até mesmo, especialmente, enquanto; um judeu; um tipo de macaco. (Ideograma: cão ou pequeno animal [ 犭犬 , quǎn] + chefe, vapores que saiem de frasco [酋, qiú])

姓 百姓 义

xìng

bǎi xìng zhī

jiān

間 其

jiān

yóu

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

22

tuó dù

*um tipo de saco, fole; o som de passos a andar; *saco, pedra (possivelmente, representa o conteúdo). (Ideograma: representa uma pedra [石, shí] dentro de um objecto que não é claro o representa, mas parecem passos (pegadas)) chave; uma flauta ou tubo curto; fole. (Ideograma: flauta de pan [ 龠 , yào] (boca soprando 亼 em flauta com buracos 口) + bambu, flauta [竹, zhú]) preposição: ao longo de, debaixo, em, ao lado de, por, de, do que, para, sobre, com, dentro, em vez de, aqui; partícula exclamativa; partícula interrogativa final: não é?; conseguir, atingir. vazio, oco, vão, desocupado; falso, inútil, irreal, enganador; improcedente, infundado; humilde, modesto, fraco, débil; abstracto, sem forma. (Ideograma: tigre [虍, hū] + colina [丘, qiū]) — a colina do tigre, um sítio vazio) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). dobrar, flectir, torcer, inclinar, humilhar; humilde; submeter, subjugar; errado, subjugado; injustiça; estar numa posição inferior ou desconfortável. (Ideograma: possivelmente, pessoa sentada [尸, shī] em cima de algo que cresce [出, chū]) mover, agitar, mudar, agir, fazer, comover, despertar, excitar; retomar; usar; comer ou beber; movimento, acção; activo, energético. (Ideograma: pesado, importante [重, zhòng] (pessoa [人, ren] segurando saco pesado 東 cheio de terra [土 , tū]) + força, poder, habilidade, vigor [力, lì]) quanto mais …. mais, de cada vez mais, ainda mais, num maior grau; recuperar (de doença); curar; melhor. (Ideograma: coração [忄心, xīn] + responder afirmativamente[俞兩, yù])

yuè

之 虛

hū hu hú hǔ

ér

屈 動

dòng

愈 出

yù yú yǔ

chū

sair, aparecer, reaparecer, emergir, escapar, evoluir, crescer (planta), sobressair, acontecer, causar, produzir, reproduzir, expelir, ejectar; exprimir livremente (zanga, ciúme, etc.); abandonar, banir, afugentar, remover, expurgar, divorciar-se; despender, gastar; estar para além de, ser do passado, fora de; resultado. (Ideograma: uma planta a crescer.) muito, muitos, demasiado, numeroso, multi-; excesso; muito mais, mais do que; ter muito; expressão de dúvida ou surpreza (como?, o quê?, etc.) quanto à qualidade do adjectivo que se segue. (Ideograma: duas luas) palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [ 口 , kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) contar, estimar, calcular, somar; enumerar; contar (como melhor, etc.); ser considerado como (bom, mau, etc.). (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (mão e instrumento) + usar, seguir trilho [婁, lóu] (possivelmente, contas 毋 num fio 中 para uso de uma mulher [女, nǔ])

duō

yán

shǔ

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

23

窮 如

qióng

pobre, empobrecido, vazio; até à exaustão, ir até à própria fonte; preocupação, aflição; o extremo, mais longe, fim; completamente; exausto; chegar ao fim. (Ideograma: corpo, vergar o corpo [躬, gōng] (arco [弓, gōng] + corpo [身, shēn]) + caverna [穴, xué] – aqueles que vivem em cavernas) como, parecido com, tão bom como, equivalente a; de acordo com, deste modo; assumir, parecer, supor; ir para, chegar a; seguir (conselho), ouvir (alguém); deve; devia; a tempo, a seu tempo; como se, se, supondo; como, por exemplo, aparentemente; (muitas vezes é posicionado como um sufixo). (Ideograma: mulher [女, nǔ] + boca [口, kǒu] — como uma mulher que segue os conselhos do marido ou do pai) defender, proteger, manter, guardar, conservar, manter (uma coisa, um segredo, uma promessa, etc.); aderir a, manter-se leal a, agir de acordo com, esperar por; fortificação, posto, território; autocontrolo; ser guardado, estar sob guarda. (Ideograma:[ 宀 , mián] tecto, casa + [ 寷 , cùn] mão, medir com a mão, polegada) *centro, central, médio, intermédio, mediano, medíocre, razoável; no meio de, no centro de, entre, em, dentro, a meio caminho; centro de um alvo; temperado, (verdadeiro, agradável) em relação a, de acordo com o gosto; bem, equilibrado, «au point»; China, chinês. *atingir (um alvo, um objectivo); passar num exame; ser atingido, ser afectado por. (Ideograma: o centro de um círculo)

shǒu

zhōng zhòng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

24

Capítulo 6

公章
gǔ vale, oco, buraco, ravina, canal, depressão, curso de água entre duas montanhas; dilema, situação difícil, ser difícil; grão, cereal. (Ideograma: parece representar água fluindo 兪兪 de um buraco 口) espírito, deus, ser sobrenatural, divindade, essência, génio, poder espiritual, maravilhoso, milagroso, misterioso, místico, divino, esperto, inteligente, sagrado, espiritual, sobrenatural, divinizar. Este caracter é utilizado pelos protestantes para referir o Deus cristão. (Ideograma: altar [示, shì] + duas mãos unidas pedindo [申, shēn]; em versões mais antigas, a parte direita parece representar um homem de joelhos) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) morrer; morto, inanimado, morte, mortalidade, fatal, mortal; muito, extremamente, perseverante, resoluto; resolutamente; condenado (por exemplo à pena de morte); aborrecido e estúpido; rígido, fixo ou imutável (regulamentos, etc.); móveis (gavetas, etc); impossível de passar, intransitável, fechado. (Ideograma: ossos, esqueleto [歹, dǎi] de uma pessoa [人, rén]; o caracter 匕 parece mostrá-la invertida) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

谷 神

shén

是 謂

shì

wèi

xuán

牝 义

pìn

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [ 月肉, ròu]) (com uma função fonética)) preto, escuro, misterioso, escondido, oculto, místico, obscuro, profundo, secreto, hermético, subtil; preto, índigo; silencioso, meditativo; profundidade, mistério, subtileza; profundamente, misteriosamente, subtilmente. (Ideograma: seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] a ser tingida de preto) fêmea de uma espécie, fêmea de um animal; órgãos reprodutivos de uma fêmea. (Ideograma: vaca [牜牛, niú] + colher, panela [匕¸ bǐ] , que, em versões mais antigas, poderá ter representado os órgãos reprodutivos de uma fêmea)

zhī

門 天

mén

*a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) abertura, porta, portão, válvula, interruptor, modo de fazer alguma coisa, hábito, família, casa, seita, classe, categoria. (Ideograma: uma entrada com duas portas de cada lado) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa)

tiān

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

25

dì de

*Terra, terra, solo, espaço, território, mundo, campo, lugar, base, posição; terrestre, mundano; topográfico. *-mente; partícula usada para formar advérbios. (Ideograma: terra/solo [土, tǔ]) + também [也, yě] (parece representar água a cair de um funil)) raiz de uma planta, base, fundação, alicerce, causa inicial, fonte, origem; raiz de um número (matemática); pedaço de (corda, cabo, etc.); um pau, lança ou alguma coisa de pequena espessura. (Ideograma: árvore [木 , mù] + simples, honesto [艮 , gèn] (com uma função fonética); um caracter antigo é composto por: árvore [木, mù] + terra/solo [土, tǔ]) contínuo, prolongado, não interrompido, interminável, sem fim, prolongado; fio de seda, algodão; fofo; fraco. (Ideograma: fio (representado por uma dobadoira) [糸, mì] + algodão, seda [帛, bó] (branco [白, bái] + tecido [巾, jīn])) parecer; parece, como, como se, podia ser, se, supondo que; suponhamos que; admitindo, assumindo, desde que; tu; semelhante a; acordo, semelhança; (é muitas vezes posicionado como um sufixo). (Ideograma: plantas, erva [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu] (mão que leva as coisas à boca [口, kǒu]) — antigamente significava apanhar vegetais; Noutra versão mais antiga que era também um «falso empréstimo» parece ver-se representada uma mulher a brincar com o seu cabelo) existir, viver, sobreviver, continuar, permanecer; conservar, reter, depositar; depósito. (Ideograma: criança [ 子 , zǐ] + talento, agora mesmo, certamente [ 才, cái] (planta a desabrochar, crescer); caracter antigo tem uma mão esquerda que parece proteger uma criança). usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer) diligente, trabalhador; empenho, esforço, trabalho, labuta; com frequência, regularmente. (Ideograma: barro [堇, jǐn] (homem (com boca) em cima de um fogo [火, huǒ]) + forte [力, lì])

gēn

綿 若

mián

ruò

cún

yòng

qín

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

26

Capítulo 7

七章
tiān dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) *longo, persistente, perpétuo; eternamente, regularmente, constantemente, continuamente; completar, continuar, perdurar, persistir, sobreviver, prosperar, sobreviver; crescer, aumentar, avançar, tornar-se; persistência, duração, longevidade, maturidade, prosperidade; ponto forte. *sénior, velho; o mais velho, líder, chefe, comandante, presidente, superior; maturo, experiente, durável. (Ideograma: possivelmente representa cabelo longo) *Terra, terra, solo, espaço, território, mundo, campo, lugar, base, posição; terrestre, mundano; topográfico. *-mente; partícula usada para formar advérbios. (Ideograma: terra/solo [土, tǔ]) + também [也, yě] (parece representar água a cair de um funil)) continuar, perdurar, durar; preserverar, persisitir, sobreviver, esperar; ser antigo, crónico, clássico, continuado, longo; há um longo tempo; fazer esperar alguém um longo tempo; velho, duradouro, sobrevivente, longevidade; por tanto tempo, depois de tanto tempo, enquanto; durante todo este tempo; finalmente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] com impedimentos no andar, representado por traço adicional) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa)

天 長

cháng

zhǎng

dì de

jiǔ

所 以

suǒ

*

能 且 者

néng tài

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca)

qiě

para além disso, ainda, só, por enquanto, tanto ... como ...; até mesmo. Antigamente, significava: antepassados, mesa de ofertas. (Ideograma: um altar de pedra erigido em honra aos antepassados) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado)

zhě

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

27

(prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu») viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古 , gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

shēng

gù gǔ

是 聖

shì

shèng

rén

hòu

shēn

santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) atrás, depois, atrás de, atrasado; estar ou ficar atrás, vir depois; subsequente, o próximo, o último; seguir, suceder; deferir, adiar, colocar no fim ou atrás; atraso, traseira, consequência, final; descendente, futuro, herdeiro, posteridade, sucessor; um verbo auxiliar para indicar «então» ou «depois». (Ideograma: estrada [彳, chì] + corda, fio (representado por uma dobadoira) [幺, yāo] + pegada [夊, suī]) (o, um) ser, entidade, indivíduo, pessoa, personalidade, vida, status; corpo, tronco;, incarnação; eu, nós, a nossa pessoa; o nosso (corpo, ser, vida, eu); gravidez; fato; personificar, incorporar. (Ideograma: corpo (com barriga e pernas) a andar.) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). começo, passado; antepassado, antigo, ancestral, precedente, anterior, melhor, mais notável, primeiro, líder, predecessor, fonte; começar, liderar, estar antes, ir à frente de, iniciar, preceder, estar avançado; antes, cedo, mais cedo, primeiro, à frente, inicial, original; inicialmente, originariamente, previamente, antecipadamente; o falecido...; cansado e tenso; no começo, no início, antes; os nossos antepassados; abreviatura para Senhor. (Ideograma: pegada [止, zhǐ] de uma pessoa [儿人, rén])

ér

xiān

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

28

wài

cún

fēi fěi

fora, exterior, externo, estrangeiro, alienígena; para além de, extra, além disso, adicionalmente; diplomático; diplomacia; um termo para referir o seu marido; papel na ópera chinesa para homens velhos; alienar, excluir; parentes de irmãs ou filhas, do lado da esposa ou da mãe. (Ideograma: Lua, noite [夕, xì] + adivinhar [卜, bǔ] (ranhura na carapaça de tartaruga causada pelo fogo, usada como oráculo) — cálculos feitos com base na Lua e nas ranhuras das carapaças — o oculto – o exterior) existir, viver, sobreviver, continuar, permanecer; conservar, reter, depositar; depósito. (Ideograma: criança [ 子 , zǐ] + talento, agora mesmo, certamente [ 才, cái] (planta a desabrochar, crescer); caracter antigo tem uma mão esquerda que parece proteger uma criança). nenhum, não, negativo, sem, com nenhum, de modo nenhum; in-, des-; não ser; falhas, erros, males; objectar, refutar, censurar, culpar; considerar como errado; errado; não significa; não é errado?; diminutivo para a África. (Ideograma: as asas opostas de um pássaro – um grou; ou asas quebradas, que não funcionam) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») si (self); privado, pessoal; de pessoa a pessoa; secreto, clandestino; ter relações ilícitas ou um caso com; contrabando; preconceito, parcialidade, interesse próprio; tendencioso, egoísta; favorecer; egoisticamente; órgãos reprodutores de ambos os sexos. (Ideograma: grão [禾, hé] + boca falando [厶, gōng]) *partícula interrogativa final; responder em uníssono. *mau, malicioso, pecador, heresia, herético; pertencente à feitiçaria, anorma,; demoníaco, mau, nefasto; influências que causam doença (na medicina chinesa); enganador, um malandro (que comete fraudes, enganando as pessoas). (Ideograma: dente [牙,yá] + cidade [邑, yì]) concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng])

yé xié

chéng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

29

Capítulo 8

兪章
shàng subir, trepar, montar, progredir rapidamente; em cima, por cima, para cima, de cima; no topo, antes, prévio, precedente, primeira (de duas partes); anterior ou passada (semana, etc.), melhor, o melhor, superior, mais elevado, o maior; topo, parte de cima; partir para, ir para, ir a tribunal, frequentar (aula, universidade); entrar, aparecer em cena ou entrar numa categoria; aplicar, servir, adicionar, submeter, fornecer, encher; o 3º tom em mandarim. É o primeiro caracter em Shanghai [上海, shànghǎi] (em cima + oceano)) (Ideograma: para cima de uma linha) *bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha) parecer; parece, como, como se, podia ser, se, supondo que; suponhamos que; admitindo, assumindo, desde que; tu; semelhante a; acordo, semelhança; (é muitas vezes posicionado como um sufixo). (Ideograma: plantas, erva [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu] (mão que leva as coisas à boca [ 口 , kǒu]) — antigamente significava apanhar vegetais; Noutra versão mais antiga que era também um «falso empréstimo» parece ver-se representada uma mulher a brincar com o seu cabelo) água, rio, um termo geral para mares, lagos, rios, etc. ; líquido, sumo; inundação, inundações catastróficas. (Ideograma: uma corrente de água) lucro, ganho, vantagem; benefício, mérito, utilidade; beneficiar, beneficiado; (ser) vantajoso, benéfico, melhor, favorável, meritório, astuto, esperto, cortante, incisivo; recompensado por; formação, fruição; explorar, colher, aproveitar, fazer por optimizar. (Ideograma: colher cereais [禾, hé] com uma faca [刀刂, dāo]) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛 , niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas». (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一))

shàn

qiāng

ruò


shuǐ

wàn

萬物 而

wànwù

ér

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

30

zhēng

chǔ chù

眾 人

zhòng

discutir, competir, debater, lutar, entrar em pancadaria, admoestar, aconselhar; puxar em direcções diferentes; com falta de; faltar, carecer de argumentos, competição, conflito, rivalidade, disputa, briga; como? porquê? (Ideograma: parece representar duas mãos puxando um fio em direcções diferentes) *residir, habitar, ocupar, viver, ficar, parar, acampar, descansar, sentar-se, estar em, dar-se bem com, adoptar, aderir, ajustar-se, praticar, pertencer, continuar, manter-se; lidar com, decidir, julgar, disciplinar, sentenciar, punir; ter à sua frente (qualquer coisa); circunstância, condição; adoptado, decidido, observado, resolvido. *lugar, posição, refúgio, abrigo; local, localidade; departamento de uma agência governamental; uma qualidade especial, marca distintiva; ponto. (Ideograma: lugar, lugar onde vive [処, chù] + tigre [ 虍, hū] (emprestado pelo som)) multidão, grupo, multitude, massas, todos, cada um, tudo, em todo o lado; público, comum, popular; abundante, muito, muitos, numeroso. (Ideograma: um olho [ 目 , mù ] a ver muita gente. Originariamente: três pessoas debaixo do Sol [旣, rì]) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa) *mau, aberrante, cruel, depravado, malicioso, ofensivo, feio, errado, imoral, ruim; maldade, malícia, doença, ódio, sujidade; *causar desgosto ou repugnância, causar náusea, enjoar; desdenhar, recusar ou rejeitar como não tendo valor. *odiar, detestar, não gostar, condenar. *como, onde; detestar. (Ideograma: mente/coração [ 心 忄 ,xīn] + deformado [ 亞 , yà] (quadrado deformado)) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) *pequeno, minúsculo; ligeiro; quase; ler subtilezas. *quanto?, quantos?, vários, uns poucos. (Ideograma: muitos fios (representados por dobadoiras) [糸, mì] num tear) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição)

rén

zhī

suǒ

è ě wù wū

gù gǔ

幾 於

jī jǐ

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

31

dào

caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) morar, residir, ocupar, permanecer parado, estar, ocupar a posição de; praticar, declarar que é seu, manter que; armazenar, empilhar; repouso, satisfação; morada, lugar, posição, estação; pilhas de mercadorias; confortável, seguro, doméstico, tranquilo, satisfeito; facilmente; no fim. (Ideograma: bebé [古子, zǐ] caindo do corpo [尸, shī] da mãe – lugar original de nascimento; ou parte baixa do corpo [尸, shī] + antigo [古, gǔ] (com uma função fonética). O caracter 古 (antigo) deve ter sido introduzido como elemento com uma função fonética, evocando também a morada mais antiga.) *Terra, terra, solo, espaço, território, mundo, campo, lugar, base, posição; terrestre, mundano; topográfico. *-mente; partícula usada para formar advérbios. (Ideograma: terra/solo [土, tǔ]) + também [也, yě] (parece representar água a cair de um funil)) coração, mente, a sede da personalidade, consciência, razão, pensamento, vontade; afecto, desejo, disposição, emoção, sentimento, ideia, intenção, natureza moral, motivo; ideia, ambição; núcleo, meio, centro, dentro; constelação chinesa, correspondente à constelação de Escorpião. (Ideograma antigo: poderá graficamente representar o coração, os pulmões (ou o sexo masculino...) águas profundas, abismo, profundidade, erudição, mistério, extenso. (Ideograma: água [ 氵 水 , shuǐ] + um caracter usado para designar um redemoinho ou um abismo, que parece representar água [水, shuǐ] dentro de um recinto [囗, wéi]. Numa versão antiga, parece representar água dentro de um poço) *e, com, junto com, dar, partilhar, participar, tomar parte; colaborativo, partilhado; assistência, colaboração, companhia, ajuda, relação, partilha, apoio, união, participação; assim como, com a ajuda de. *tomar parte em; participar em. *partícula interrogativa, questão retórica; expressão de dúvida ou surpreza. (Ideograma: mãos que levantam algo [舁, yú] + dar (concha, colher [与, yú] com uma coisa (一) dentro); em versões antigas, também inclui uma boca [ 口, kǒu]) benevolência, humanidade, misericórdia, bondade, caridade, amor, altruismo, virtude perfeita, boa vontade; uma pessoa de grande virtude; respeitável; prezado; sensível a estímulos externos; humano, compassivo, humanitário, misericordioso; ser benevolente, bom, humano, sensível; núcleo, semente. (Ideograma: pessoa [ 人 , rén] e dois [ 二 , èr] — sentimento entre duas pessoas) palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [ 口 , kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) confiança, certeza, crença, credulidade, (boa) fé, sinceridade; palavra de honra, verdade; evidência, sinal, mensagem; enviado, emissário; notícias, informação, palavra, carta, correio; acreditar (em), confiar, contar com; estar seguro de; consistente, credível, honesto, sincero, verdadeiro, de confiança; assinar, prometer; na verdade, verdadeiramente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + palavra [言, yán] — talvez evocando a ideia de uma pessoa «de palavra»)

dì de

xīn

yuān

yǔ yú yú

rén

yán

xìn

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

32

zhèng

zheng

zhì chí tāi

shì shi diàn zhì

*preciso, adequado, apropriado, válido, certo, correcto; justo, positivo, aprumado, puro, honesto e virtuoso, ético, recto, simples, pontual; resolver, verificar, confirmar, corrigir, rectificar, endireitar; ser punido por um crime; precisão, rigor, justiça, correcção, integridade; positivamente, consistentemente, correctamente, exactamente, justamente, legitimamente, precisamente; a horas, pontualmente; original (textos, etc.), principal (em oposição ao secundário); pessoa no comando; *primeiro mês do calendário lunar. (Ideograma: um pé [止, zhǐ] que descansa e fica parado) governo, jurisdição, liderança, gestão, ordem, organização, regra, arranjo; paz sob um bom governo; administrar, governar, controlar, dirigir, reger, regular, manipular, liderar, pôr em ordem, organizar, treinar, comparar; curar, tratar, pacificar, punir, suprimir; em boa ordem, bem governado, pacífico e ordeiro; a sede do governo local; tratamento; estudar, investigar; controlar as águas de um rio. (Ideograma: água [水氵, shuǐ] + alegria, boca a falar [台, yí]) actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém) habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca) mover, agitar, mudar, agir, fazer, comover, despertar, excitar; retomar; usar; comer ou beber; movimento, acção; activo, energético. (Ideograma: pesado, importante [重, zhòng] (pessoa [人, ren] segurando saco pesado 東 cheio de terra [土 , tū]) + força, poder, habilidade, vigor [力, lì]) tempo, hora, «timing», oportunidade; (tempo fixo) era, idade, período, época, estação, horas; muitas vezes, frequentemente; na moda, correcto e adequado; oportuno (momento), a tempo; agora ... agora ...; às vezes ... às vezes ...; ocasionalmente, de tempos a tempos. (Ideograma: medir com a mão [寷, cùn] + Sol [旣, rì] + andar (pé) [止, zhǐ]) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) *só, sozinho, solitário, único; estar só, juntar num só, segurar juntos; só na medida em que, desde que, só, meramente; e, com, mas; -ismo. *sim, um (pronto, definitivo e simples) sim; prontamente, simplesmente, somente, verdadeiramente; responder (directamente, prontamente); dizer sim, anuir; resposta, consentimento; eco; sim ou não (usados como resposta); ser simples. (Ideograma: boca [口, kǒu] + pássaro [隹, wéi] (com uma função fonética)) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») culpar, reprovar; ressentimento; erro, falha; acima do normal, especial; para além disso, especialmente, particularmente. (Ideograma: mão direita [又, yòu] com verruga [疣, yóu])

néng tài

dòng

shí

wéi wěi

yóu

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

33

Capítulo 9

九章
chí manter, sustentar, apoiar, guardar, suportar, agarrar; presidir; um empate ou impasse. Antigamente: páteo. (Ideograma: mão [手扌, shǒu] + templo, oferta feita com a mão [寸, sì]) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). completar, exceder, encher, transbordar, empilhar, mais do que reencher, mais que satisfazer; abundância, excesso, satisfação; estar demasiado cheio, estar cheio com; abundante, inundado, satisfeito, supérfulo; suficiente, mais do que, muito, demasiado, em excesso, até à saciedade; quando estiver cheio; sobre-. (Ideograma: aumentar, êxito [ 夃 , yíng] (conseguir engravidar — barriga cheia) + vaso, prato, contentor [皿, mǐn] ) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) como, parecido com, tão bom como, equivalente a; de acordo com, deste modo; assumir, parecer, supor; ir para, chegar a; seguir (conselho), ouvir (alguém); deve; devia; a tempo, a seu tempo; como se, se, supondo; como, por exemplo, aparentemente; (muitas vezes é posicionado como um sufixo). (Ideograma: mulher [女, nǔ] + boca [口, kǒu] — como uma mulher que segue os conselhos do marido ou do pai) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) a si, si mesmo, o si (self), pessoal, privado, próprio. Antigamente significava: tecer ou pôr fios em ordem. (Ideograma: parece representar o ir e vir de um fio num tear.) (NOTA: muito parecido com [已, yǐ] (parar, chegar ao fim)) cessar, completar, chegar ao fim, parar, concluir, terminar, atingir; conclusão, fim, excesso; já, depois, então, completamente; mais não, já está, já está lá; excessivo, muito; partícula final para acrescentar ênfase, usada para indicar um acontecimento passado. (Nota: graficamente, é muito parecido com [己, jǐ] (a si mesmo)) *pôr dentro de. *medir, pesar, estimar, adivinhar, conjecturar; calcular, contar; experimentar, sondar (possibilidades); pôr de fora um tentáculo sensor (animais). (Ideograma: palma da mão [扌手, shǒu] + início, brotar [耑, duān ])

持 而

ér

yíng

zhī


chuāi chuǎi chuàn zhuì

ruì

afiado, nítido, agudo, penetrante, entusiástico, esperto, inteligente, enérgico, vigoroso, valente. (Ideograma: metal, ouro, sino [釒金, jīn] + falar alegre [兑, duì] (pessoa ([人 , rén] + boca [口, kǒu]) + falar 人)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

34

cháng

zhǎng bǎo

保 金 玉 滿 堂

pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) *longo, persistente, perpétuo; eternamente, regularmente, constantemente, continuamente; completar, continuar, perdurar, persistir, sobreviver, prosperar, sobreviver; crescer, aumentar, avançar, tornar-se; persistência, duração, longevidade, maturidade, prosperidade; ponto forte. *sénior, velho; o mais velho, líder, chefe, comandante, presidente, superior; maturo, experiente, durável. (Ideograma: possivelmente representa cabelo longo) defender, proteger, garantir, assegurar, manter, guardar, cuidar. (Ideograma: pessoa [人亻, rén] a proteger (uma criança num cobertor [呆, dāi]) ouro, metal, bronze, moeda.

jīn

(Ideograma: um sino de metal) yù jade, jóia, gema, objecto valioso. (Ideograma: discos de jade; o ponto foi adicionado para distinguir este caracter de [王, wáng] (rei)) preenchido, satisfeito, cheio, completo, abundante; orgulhoso, arrogante; expirar; encher, acumular, ser abundante; completamente, inteiramente, perfeitamente; manchu. (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + equilíbrio, igualdade, balança [䓣㒼, man]) vestíbulo, sala de recepção , lugar de encontro, escritório, tribunal, uma clareira numa colina; cargo governamental; saudação dirigida à mãe de alguém, venerável; familiares nascidos da mesma mãe; um conjunto, um grupo de percussionistas. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + solo, terra [土, tū]) *não faças; não há ninguém que, não, não é, não pode; ninguém, nem um, nenhum; de modo nenhum; não ter; não é?; excepções. *crepúsculo, noite. (Ideograma: O Sol [旣, rì] desce sobre a relva [ 茻, mǎng])

mǎn

táng

mò mù

néng tài

habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca) defender, proteger, manter, guardar, conservar, manter (uma coisa, um segredo, uma promessa, etc.); aderir a, manter-se leal a, agir de acordo com, esperar por; fortificação, posto, território; autocontrolo; ser guardado, estar sob guarda. (Ideograma:[ 宀 , mián] tecto, casa + [ 寷 , cùn] mão, medir com a mão, polegada) rico, afluente, abundante, amplo. (Ideograma: telhado, edifício [宀, mián] + cheio [畐, fú] (recipiente com algo bom ou com valor)) benefício, estima, glorificação, honra, respeito, valor, moeda; ser estimado, altamente colocado, alta patente, honrado, distinto, caro, oneroso, valioso, precioso; estimar, prezar, apreciar, favorecer; tratar com respeito, considerar como tesouro, valorizar altamente; premiar; honradamente, respeitosamente, ou uma forma de tratamento formal denotando respeito. (Ideograma: mãos segurando dinheiro [貝, bèi] (conchas presas num fio usadas como dinheiro))

shǒu

富 貴

guì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

35

驕 自

jiāo

cavalo indomável; indomável, intratável, desobediente, orgulhoso, arrogante; severo, duro, intenso. (Ideograma: cavalo [馬, mǎ] + fingir [喬, qiáo]) si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu») oferecer, dar um presente, ser deixado para, ser posto sobre; perder, perdido, coisas perdidas, restos, legado; omitir, esquecer, abandonar, legar, urinar; omissão por negligência, deixar (restos); abandonado, perdido, esquecido; algo deixado pelos mortos, área de sepulturas. (Ideograma: andar, movimento [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + valor, moeda (mãos com conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貴, guì]) desastre, calamidade, culpa, falha, erro; culpar, punir; censurar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + punir [处, chù])

yí wèi suí

咎 功

jiù

gōng

suì

shēn

mérito, utilidade, valor, realização, resultado, sucesso, êxito, mestria, benefício, crédito, efeito; um feito ousado, um bom trabalho; tarefa, função; aplicar-se ao trabalho, conseguir bons resultados; meritório, sólido, com valor; trabalho (Física). (Ideograma: trabalho [工, gōng] + força, habilidade, braço forte [力, lì]) bem sucedido; ter êxito, atingir, chegar, satisfazer, satisfazer a sua vontade, prosseguir, agir de acordo com, seguir, proceder a, completar; então, consequentemente; fugir, escapar; imediatamente, sem atraso. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + um porco [㒸, sùi] a fugir 兪 ou a ser dividido em dois) (o, um) ser, entidade, indivíduo, pessoa, personalidade, vida, status; corpo, tronco;, incarnação; eu, nós, a nossa pessoa; o nosso (corpo, ser, vida, eu); gravidez; fato; personificar, incorporar. (Ideograma: corpo (com barriga e pernas) a andar.) recuar, retirar-se, retirar, regredir, recolher, encolher, ceder; retirada, retrocesso; enviar de volta, dar de volta ; voltar. (Ideograma: andar (pegada [ 夊 , suī]) na estrada [ 辶 辵 ( 彳 止 ), chuò] afastando-se do Sol [旣, rì]) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) corrente rápida de água; fluxo rápido. (Ideograma: água [氵水, shuǐ ] + começo, brotar [耑, duān ])

退 天 道

tuì

tiān

dào


tuàn

qún

grupo; multidão; multidão; máfia; enxame; grande número; bando; rebanho; anfitrião.

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

36

Capítulo 10

十章
*carregar, transportar, sustentar (dito de veículos, recipientes, etc.); conter; registar, anotar, publicar; preencher, encher; *ano. (Ideograma: veículo [車, chē] + lança, alabarda [戈, gē] + planta a crescer, talento [才, cái] ) gerir, administrar, dirigir, definir, planear, lidar, operar, procurar; acampar¸ acampamento; alimento; aquartelamento militar; batalhão. (Ideograma: fogos de acampamento [ , yíng] (fogo [火灬, huǒ ]) + tendas ou cabanas [吕, lù])) vigor, animação, vida; forma, corpo; a alma física, alma inferior ou animal; a «alma dos ossos», o sopro vital que reside no esqueleto; vida capaz de percepção e sentimentos; o lado escuro da Lua. (Ideograma: espírito, fantasma [鬼 guǐ] (que graficamente representa uma pessoa com cauda e com uma cabeça estranha e que é usado para designar o espírito maligno em que se transforma a alma física de um morto que não está em paz na hora da sua morte) + branco [白,bái] ) agarrar, carregar (nos braços), abraçar, rodear, acarinhar, aceitar, guardar, proteger, esconder; possuir; ambição, aspiração; abraço; (Ideograma: mão [手, shǒu] + embrulhar, cobrir [包, bāo] — criança, embrião [已, yǐ] num útero?) embrulhar, cobrir. (Ideograma: cobrir uma criança , embrião [已, yǐ] no útero?)

zài zā zǎi

營 魄

yíng

pò bó tuò

抱 包 一 能 無

bào

bāo

néng tài

um, único, simples, completo, inteiro, até ao fim; integridade, unidade, uniformidade, união, ponto, o todo (de), todos; uma instância, uma vez; ser o primeiro, liderar; idêntico, o mesmo; devotado, com o coração só numa coisa; integrar, unificar, unir; logo que, uma vez; unicamente. habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca)

não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») sair, partir, ir embora; desafiar, ir contra, diferir de, separar-se; separação; distante, separado de; encontrar, reunir-se com; agir a par de; brilhante (luz). (Ideograma: unicórnio [离, lí] (animal com cabeça em cima e rabo e cauda em baixo) + pássaro [隹, zhuī] – sair a voar) preposição: ao longo de, debaixo, em, ao lado de, por, de, do que, para, sobre, com, dentro, em vez de, aqui; partícula exclamativa; partícula interrogativa final: não é?; conseguir, atingir.

離 之

hū hu hú hǔ

zhuān

concentrar, focar, dedicar, monopolizar; tomar posse única; particular; somente; especializar-se; exclusivo, especial; perito, concentrado. (Ideograma: mão [寷, cùn]+ fuso de fiar [叀, zhuān]) espírito, sopro, força vital, espírito vital, moral (confiança, determinação); ar, gás, vapor, respiração; influência; cheiros, odores; estar zangado, ter raiva, insultar; maneira, atitude; provocar, aborrecer, zangar; tempo meteorológico. (Ideograma: ar, sopro, homem soprando [气 qì] + arroz [米, mǐ] a coser). Este é o ideograma para o sopro ou respiração vital, um fluxo energético misterioso mas material que dá vida a todos os fenómenos. Quando ele se acumula, aparece a vida; quando se dissipa, ocorre a morte. Há quem lhe chame a «força da matéria» ou o «sopro do vazio».

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

37

致 柔

zhì zhì

róu

enviar, devotar, entregar, causar, transmitir, apresentar; resultar em, fazer acontecer, conseguir, alcançar, atingir, completar; reformar-se, resignar. (Ideograma: acção, mão com um instrumento [攵攴, pū] + atingir, alcançar [至 , zhì] (uma seta [矢, shǐ] lançada que chegou ao solo [土 , tū])) flexibilidade, fraqueza, passividade (as características Yin); acomodar-se, ceder, submeter-se, tranquilizar; flexível, adaptável, macio, ágil, submisso, negativo, neutral, passivo, dobrável, tenro, tranquilo, fraco; erva nova a renascer na primavera (em botão), ró (letra grega ρ). (Ideograma: árvore [木, mù] que pode ser cortada por uma serra, lança [矛, máo]) como, parecido com, tão bom como, equivalente a; de acordo com, deste modo; assumir, parecer, supor; ir para, chegar a; seguir (conselho), ouvir (alguém); deve; devia; a tempo, a seu tempo; como se, se, supondo; como, por exemplo, aparentemente; (muitas vezes é posicionado como um sufixo). (Ideograma: mulher [女, nǔ] + boca [口, kǒu] — como uma mulher que segue os conselhos do marido ou do pai) miúdo, bebé (Ideogramas: mulher, seios + mãos de bebé que quer que lhe peguem ao colo.) lavar, purificar, varrer. (Ideograma: água [水氵,shuǐ] + pessoa [人, rén] + acção [攵攴, yòu] (mão e instrumento) + pau, madeira [木, mù])

嬰兒 滌 除

yīng ér

dí diào

chú

xuán

lǎn

cī cí zǐ zī zhài jì

eliminar, remover, livrar-se de, pôr de lado, deitar fora, limpar o interior; aniquilar, destruir; ser nomeado para um posto oficial; subtrair, dividir, divisão, divisível (matemática); deduzir; para além de, além de, salvo, a menos que, excepto; mudança (como para um novo ano). (Ideograma: muro [阝阜, fù] + eu (formal) [余, yú] (parece ser uma boca e uma árvore) preto, escuro, misterioso, escondido, oculto, místico, obscuro, profundo, secreto, hermético, subtil; preto, índigo; silencioso, meditativo; profundidade, mistério, subtileza; profundamente, misteriosamente, subtilmente. (Ideograma: seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] a ser tingida de preto) olhar, inspeccionar; percepcionar; ver as vistas; ler; ouvir (o que os outros dizem); visão, percepção, vista. (Ideograma: ver [見, jiàn] + examinar com atenção, supervisor [監, kàn] (pessoa [人, rén] a olhar (olho de lado) [臣, chén] para um vaso [血, xuè] com algo dentro)) defeito, engano, erro. (Ideograma: doença, cama para doente (ao alto) [ 疒, cǐ] + aqui [此, cǐ])

愛 國

ài

amar; gostar de; ser bom para, ser amigável para com; amor, afecto, simpatia, benevolência, bondade; estar apto para. (Ideograma: telhado [宀, mián] + acção, mão [攵, pū] + mente/coração [心, xīn]) país, nação, estado-nação, estado, reino, nacional, governamental; a capital, cidade, domínio; dinastia, império, terra, província, território; chinês. (Ideograma: região [或 , huò] dentro de um recinto [囗, wéi]) NOTA: hoje em dia usa-se para nação o caracter [国, guó] em que [或, huò] foi substituído por rei [王, wáng] ou jade [王玉, yù]; usa-se também 國家 ou 国家 (nação + família [家, jiā])). governo, jurisdição, liderança, gestão, ordem, organização, regra, arranjo; paz sob um bom governo; administrar, governar, controlar, dirigir, reger, regular, manipular, liderar, pôr em ordem, organizar, treinar, comparar; curar, tratar, pacificar, punir, suprimir; em boa ordem, bem governado, pacífico e ordeiro; a sede do governo local; tratamento; estudar, investigar; controlar as águas de um rio. (Ideograma: água [水氵, shuǐ] + alegria, boca a falar [台, yí])

guó

zhì chí tāi

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

38

mín

o povo, nacionalidade, cidadão, cidadania, as massas, multidão, humanidade, habitantes, sociedade, súbditos, ser humano, social, do povo, público. (Ideograma: o caracter antigo parecia representar pessoas que saem de uma mesma vagina maternal). agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) abertura, porta, portão, válvula, interruptor, modo de fazer alguma coisa, hábito, família, casa, seita, classe, categoria. (Ideograma: uma entrada com duas portas de cada lado) abrir; guiar, iniciar, começar; revelar, divulgar; afirmar, explicar; encontrar; expandir. (Ideograma: mãos unidas [廾, gǒng] levantando a tranca 一 e abrindo a porta [門, mén]) dobradiça de porta; fechar, cobrir, esconder; juntar; inteiro, todo, completo; todos; porquê?; porque não?

wéi

elefante

天 門 開

tiān

mén

kāi

hé quē gé què

(Ideograma: porta [門, mén] + porque não?, juntar [盍, hé])

雌 明

cí cī qī

fêmea, feminino, gentil, suave (voz, etc.); como uma mulher; fraco; gostando de reclusão; aposentado, vencido, derrotado; ralhar, mostrar os dentes. (Ideograma: isto, parado [ 此 , 止 , cǐ, zhǐ] (com uma função fonética) + pássaro [隹, zhuī, wéi] – voz suave como a de um pássaro) brilho, claridade, iluminação, luz, lucidez; percepção, discernimento, visão, acuidade visual; acordo, contrato; brilhante; claro, compreensível, consciente, óbvio, evidente, inteligente, esclarecido, esperto, inteligível, lúcido, puro, sagaz, visionário; afirmar, acordar (por oposição a dormir), ver, clarificar, esclarecer, explicar, iluminar, ilustrar, percepcionar, mostrar, entender; dia, alvorada, madrugada, próximo (dia ou ano), a dinastia Ming (1368-1644 d.C.). (Ideograma: Sol [旣, rì] + Lua [月, yuè]). branco, como a neve, claro, brilhante, óbvio, puro, simples, vazio, em branco, gratuito; recitativo (numa ópera, etc); afirmar, explicar, clarificar. (Ideograma: modificação de caracter de Sol [旣, rì]; a marca em cima pode significar que está precisamente a nascer) quatro, quarto, quatro vezes; a toda a volta (nas 4 direcções). (Ideograma: forma distorcida de quatro traços verticais) (Nota: quatro é um numero do azar por ser pronunciado quase como morte ([ 死, sǐ]) *alcançar, atingir, chegar a, levar a, radiar; compreender totalmente, estender; comunicar, informar; distinto, eminente, com sucesso, proeminente, inteligente, claro, razoável; compreensão; de espírito aberto. *solto e impertinente. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + ovelha [羍, dá]; em versões mais antigas o ideograma é: estrada [彳, chì] + homem [大, dà] + pé [止, zhī])

míng

bái

dá tà

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

39

zhī zhì

shēng

zhī

chù xù

saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) *gado; animais domésticos; criatura irracional; *criar (animais, crianças); cuidar. (Ideograma: oculto, seda a ser tingida de preto, [玄, xuán] + campo, saco de ração atado por um fio [田, tián]) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

ér

有 恃 長

yǒu

shì

cháng

zhǎng zǎi zì

shì

depender de, contar com, esperar retorno, esperar, confiar, presumir que, ter como certo que. (Ideograma: mente/coração [心忄,xīn] + templo [寸, sì] (com uma função fonética) (sítio onde se chega [义止, zhī] e faz ofertas com a mão [寷, cùn])) *longo, persistente, perpétuo; eternamente, regularmente, constantemente, continuamente; completar, continuar, perdurar, persistir, sobreviver, prosperar, sobreviver; crescer, aumentar, avançar, tornar-se; persistência, duração, longevidade, maturidade, prosperidade; ponto forte. *sénior, velho; o mais velho, líder, chefe, comandante, presidente, superior; maturo, experiente, durável. (Ideograma: possivelmente representa cabelo longo) presidir, administrar, governar, reger, gerir; abater, matar, talhar; chefe, oficial. (Ideograma: telhado, edifício [宀, mián] + difícil, trabalhoso [辛, xīn], que parece uma pessoa invertida e pode representar um criminoso, mas também se parece com o caracter antigo usado para interferir, intervir [干, gān], onde parece ser a representação de um pilão de almofariz) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

40

wèi

xuán

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) preto, escuro, misterioso, escondido, oculto, místico, obscuro, profundo, secreto, hermético, subtil; preto, índigo; silencioso, meditativo; profundidade, mistério, subtileza; profundamente, misteriosamente, subtilmente. (Ideograma: seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] a ser tingida de preto) virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [ 心忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí]))

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

41

Capítulo 11

十一章
trinta. (três [三, sān] vezes dez [十, shí] raio de uma roda.

三十

sān shí fú


(Ideograma: carro, veículo [車, fú] + cheio [畐, fú]) gòng jù comum, o mesmo; em conjunto, todos, o total; colectivamente; partilhar; trabalhar em conjunto. (Ideograma: duas mãos segurando uma mesma taça)


um, único, simples, completo, inteiro, até ao fim; integridade, unidade, uniformidade, união, ponto, o todo (de), todos; uma instância, uma vez; ser o primeiro, liderar; idêntico, o mesmo; devotado, com o coração só numa coisa; integrar, unificar, unir; logo que, uma vez; unicamente. o centro de uma roda; roda. (Ideograma: veículo [車, chē] + sino sendo tocado [ 㱿 殼, hù])

dāng dǎng dáng dàng

*empreender, enfrentar, assumir (responsabilidades, etc.); igual, bem-ajustado; exactamente no mesmo (local, ano, dia, etc.); devia, deveria, deve; servir como, para ser utilizado como, ser igual a; *adequada, apropriada; penhorar, hipotecar; algo penhorado; prometer; tomar por; considerar como. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + campo [田, tián] – hipoteca de casa e terreno) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])


yǒu

chē jū

carroça, veículo, máquina com rodas; transportar num carrinho; tornear num torno mecânico; torno mecânico; elevar água com uma roda de água.

(Ideograma: uma liteira com rodas)

zhī

yòng

*a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

42

yán shān

*fronteira, limite. *misturar água com barro; dar forma, modelar, levantar, puxar para cima. (Ideograma: barro, solo [ 土 , tǔ] + pé [ 止 , zhǐ] + uma figura que poderá representar uma roda de oleiro) barro, barrento, solo com grande teor de argila. (Ideograma: terra/solo [土, tǔ] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí]

zhí

*

wéi

elefante

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) instrumento, utensílio, prato, vaso, ferramenta, peça, órgão, artigo, artefacto ou aparelho, objectos moldados ou esculpidos, arma; magnanimidade, talento, habilidade, capacidade, função, utilidade; ter consideração por uma pessoa; (ser) meritório, específico, útil; especialista, especialidade, especificidades; qualquer coisa feita para um fim. (Ideograma: quatro vasos de cozinhar guardados por um cão [犬, quǎn]) chiselar, escavar, esculpir, talhar, furar, furar através de; chisel, instrumento para furar madeira; furo; real, verdadeiro, indiscutível, autêntico, conclusivo; polir arroz; fazer uma interpretação forçada de um texto. (Ideograma: almofariz [臼, jiù] e emanação/arborização [丳, zhuó] + acção [殳, shū] (mão com instrumento) + metal [金, jīn] (representa um sino) ) porta, entrada; lar, casa, família.

záo zuò cào jué

戶 牖

(Ideograma: uma porta no seu gonzo) yǒu janela «com tabuinhas», janela com veneziana, com persiana; guiar, educar, esclarecer, informar. (Ideograma: cama, mesa [爿, qiáng] + porta [戶, hù] + pai, antepassado [甫, fǔ], que representar uma planta 屮 crescendo num campo [田, tián]) sala; casa, lar, residência, câmara; apartamento; esposa. (Ideograma: chegar a [至, zhì] (seta [矢, shǐ] lançada que chegou ao solo [土, tū]) + casa (tecto) [宀, mián])

shì

gù gǔ

consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古 , gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) lucro, ganho, vantagem; benefício, mérito, utilidade; beneficiar, beneficiado; (ser) vantajoso, benéfico, melhor, favorável, meritório, astuto, esperto, cortante, incisivo; recompensado por; formação, fruição; explorar, colher, aproveitar, fazer por optimizar. (Ideograma: colher cereais [禾, hé] com uma faca [刀刂, dāo])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

43

Capítulo 12

十二章
wǔ cinco, quinto, cinco vezes. cor, matiz, beleza, aparência, expressão; expressão facial; olhar; sensualidade, coisas mundanas, desejo de beleza, luxúria, adultério, prazer carnal; um tipo de; uma espécie de. (Ideograma: o selo 卩 de uma pessoa [人, rén])

五 色

sè shè

lìng líng

rén

*directiva, comando, decreto, lei, mandato, ordem; ordenar, decretar, causar, fazer; agradável, bom; (ser) excelente, prezado, respeitado; a lei; época, estação do ano. *uma resma (de papel). (Ideograma: boca invertida [亼, jí] dando ordens a uma pessoa ajoelhada [卩, jié]) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) olho, ver, olhar; item, secção, lista, tabela de conteúdos, ordem (taxonomia), categorias, classes; objectivo, nome, título.

(Ideograma: estilização de antigo ideograma com a figura de um olho).

máng wàng

cego; iludido; ilusão.

(Ideograma: olho [目, mù] + perdido/morto [亡, wáng])

音 耳

yīn

ěr rěng

som, voz, tom, sotaque, acentuação, timbre, uma nota musical; (em correspondência) notícias, informações. (Ideograma: originariamente igual a fala, palavra [言, yán] mas com 一 dentro da boca) orelha, ouvir; meramente, «e é só!» (partícula final de frase, usada em chinês clássico); um objecto que se parece com uma orelha, como uma pega ou asa de um vaso (arqueologia). (Ideograma: uma orelha) surdos, ensurdecidos; duros de ouvido; estúpidos e ignorantes; surdez. (Ideograma: ouvido [耳, ěr ] + dragão [龍, long])

聾 味

lóng

wèi

saborear; sabor, gosto, cheiro, odor; delícia. (Ideograma: boca [口, kǒu] + ainda não [未, wèi])

kǒu

boca; abertura; entrada; porta (especialmente de uma cidade); pessoa; um determinado artigo (como uma cisterna, um grande jarro, etc.); bordo ou lâmina de uma faca; ranhura, fissura; paladar, gosto.

shuǎng

chí

refrescante, agradável, sentir-se bem; falhar, perder; estar errado, desviado, perdido; imperfeito, com falhas, brusco, quebradiço; animado, vigoroso, brilhante, simples, franco, de coração aberto. (Ideograma: pessoa [大, dà] + poço [井, jǐng] — possivelmente, tomar banho num poço) correr rapidamente, galopar; corrida; velocidade; exercer; exercício; propagar. (Ideograma: cavalo [馬, mǎ] + também [也, yí] – provavelmente água a cair)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

44

騁 畋 獵 心

chěng

galopar, ir com rapidez, acelerar; exercer, desdobrar; desenvolver, dar livre jogo a, dar asas a. (Ideograma: cavalo [馬, mǎ] + manifestar os seus sentimentos [甹, pīng] (由 planta que nasce de um campo (田) + soluço 丂) terra cultivada; cultivar; caçar animais. (Ideograma: campo [田, tiá] + acção [攵攴, yòu] (mão e instrumento))

tián diàn

liè

caçar, maltratar; caça; desportos de campo. (Ideograma: cão ou animal pequeno [犭犬, quǎn] + pêlo levantado [巤, liè])

xīn

fā fà fa

coração, mente, a sede da personalidade, consciência, razão, pensamento, vontade; afecto, desejo, disposição, emoção, sentimento, ideia, intenção, natureza moral, motivo; ideia, ambição; núcleo, meio, centro, dentro; constelação chinesa, correspondente à constelação de Escorpião. (Ideograma antigo: poderá graficamente representar o coração, os pulmões (ou o sexo masculino...) emitir, expedir, atirar, lançar, enviar para fora, divulgar, revelar; começar, iniciar, originar, crescer, abrir; tornar-se, vir a ser; exprimir, falar, iluminar; ajudar. (Ideograma: pegadas, mover-se para a frente [癶, bō] + arco [弓, gōng] + lançar [殳, shū]) demente, louco, mentalmente perturbado; violento, selvagem, desenfreado, desinibido, arrogante. (Ideograma: crescer, ser [生, shēng] como um cão [犭犬, quǎn])

kuáng kuāng

nán nàn

dé děi de

zhī

huò

*aflição, calamidade, complicação, dificuldade, problema; ser sobrecarregado (de impostos); árduo, complicado, duro, pesado, chato; sobretaxar; *desastre, sofrimento; ralhar, censurar, encontrar falhas; não é? (Ideograma: barro, sedimento, engessar [堇, jīn] + pássaro de cauda curta [隹, zhuī]) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]). *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) mercadorias, produtos, dinheiro, moeda, propriedade; frete, carga; vender, subornar; suborno; usado como um termo insultuoso. (Ideograma: trocar, converter [化, huà] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

45

xìng xíng

háng

fáng fāng fàng

*a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas) interferir, dificultar, impedir, obstruir, opôr; minar, prejudicar; interferência, impedimento. (Ideograma: mulher [女, nǔ] + método, maneira [方, fāng] – agir como uma mulher) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

是 以

shì

*

shèng

wéi

elefante

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) estômago, ventre, abdómen, a parte da frente; dentro do peito, dentro; interior. (Ideograma: ir para trás, atrás [复, fù] + carne, costelas [月肉, ròu]) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [ 古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) ir embora, partir, remover, desistir de, afastar-se, matar, parar, enfraquecer, evitar, cancelar; ausência, partida, distância, separação; estar separado, distante, fora; gasto, passado, mandado embora; o 4º tom em mandarim. (Ideograma: parece representar um homem [大, dà] que fala (boca) [口, kǒu] e se vai embora) isso, esses, aquilo, aqueles, outro, os outros, ali. (Ideograma: estrada [彳, chì] + pele [皮 , pí] (com uma função fonética) – noutro sítio da estrada)

腹 故

gù gǔ

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

46

取 此

agarrar, aceitar, apropriar, assumir, tomar, ocupar, ganhar, escolher, namorar; receber, obter, pegar; mandar chamar; acasalar com, casar, casada, tomar por esposa. (Ideograma: orelha [耳, ěr] + mão [又, yòu] – agarrar orelha com a mão) assim, deste modo, como resultado disto, se é assim, neste caso; isto, estes, destes; aqui, agora, aqui e agora, o presente, isto (o auto-evidente). (Ideograma: pé, pegada [止, zhǐ] + [匕, bǐ] (homem rodado) — parar e voltar-se para trás ou um homem 匕 mantendo-se 止 no seu lugar — isto)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

47

Capítulo 13

十三章
favorecer, tratar paternalisticamente, estragar com mimos, gostar muito de alguém, ser um protector ou patrocinador de alguém; favor, amor (especialmente do imperador); concubina. (Ideograma: debaixo do telhado [ 宀, mián ] do dragão [龍, lóng] (que parece representar um rei e um dragão — o imperador ) vergonha, desfavor, desgraça; envergonhar, humilhar, insultar, abusar; desonrar, desgraçar; abuso; ser humilhado, insultado, desgraçado. (Ideograma: uma pessoa forçada a trabalhar [辰, chén] (homem a trabalhar com uma enxada) com as mãos [寷, cùn]) parecer; parece, como, como se, podia ser, se, supondo que; suponhamos que; admitindo, assumindo, desde que; tu; semelhante a; acordo, semelhança; (é muitas vezes posicionado como um sufixo). (Ideograma: plantas, erva [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu] (mão que leva as coisas à boca [ 口 , kǒu]) — antigamente significava apanhar vegetais; Noutra versão mais antiga que era também um «falso empréstimo» parece ver-se representada uma mulher a brincar com o seu cabelo) estar assustado, ter medo; alarme, susto; alarmar, assustar, surpreender, chocar; aviso de alarme. (Ideograma: cavalo [馬, mǎ] + respeito [敬, jìng]) benefício, estima, glorificação, honra, respeito, valor, moeda; ser estimado, altamente colocado, alta patente, honrado, distinto, caro, oneroso, valioso, precioso; estimar, prezar, apreciar, favorecer; tratar com respeito, considerar como tesouro, valorizar altamente; premiar; honradamente, respeitosamente, ou uma forma de tratamento formal denotando respeito. (Ideograma: mãos segurando dinheiro [貝, bèi] (conchas presas num fio usadas como dinheiro)) *grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) infortúnio, aflição, sofrimento, perigos, adversidades, desastre; sofrer de (uma doença), contrair (uma doença); criar problemas, preocupar-se; perturbado. (Ideograma: coração/mente [忄 心, xīn] + unir objectos com um fio [串, chuàn]). (o, um) ser, entidade, indivíduo, pessoa, personalidade, vida, status; corpo, tronco;, incarnação; eu, nós, a nossa pessoa; o nosso (corpo, ser, vida, eu); gravidez; fato; personificar, incorporar. (Ideograma: corpo (com barriga e pernas) a andar.) o quê?, como?, porquê?, qual?, onde? (Ideograma: homem [亻人, rén] + capaz de, mas, contudo [可, kě])

chǒng

辱 若

rǔ rù

ruò

驚 貴

jīng

guì

dài

huàn

shēn

何 謂

wèi

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética))

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

48

wéi

elefante

agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [ 象 , xiàng] — um empréstimo pelo som) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]). *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) perder, falhar, cometer um erro; ignorar, esquecer, adbicar, desistir, perder o controlo, omitir; partir, desviar, escapar; perdido, abandonado, fora de; defeito, deficit, erro, falha, falta, perda, negligência, omissão. (Ideograma: mão, palma da mão [扌手, shǒu ] e algo a cair dela) Nota: muito parecido com [矢, shǐ] (flecha, seta) [矢, shǐ] — flecha, seta, dardo; voto; jurar, prometer; exibir; honesto, franco. (Ideograma: uma flecha) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

下 得

xià

dé děi de

zhī

shī

是 吾 所

shì

eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu]) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ])

suǒ

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

49

有 者

yǒu

ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

zhě

pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) atingir, alcançar, chegar a, assim como, com; no momento certo, a tempo para, oportunamente; quando; enquanto, até, chegar até; continuar, prosseguir, prorrogar. (Ideograma: agarrar uma pessoa [人, rén] com a mão [又, yòu])

não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) alojar, deixar ao cuidado, deixar à responsabilidade, depositar, depender de; enviar, transmitir, enviar correio. (Ideograma: tecto [宀, mián] + oculto [奇, jī]) – parece traduzir a ideia de guardar algo dentro de uma casa ou armazém) amar; gostar de; ser bom para, ser amigável para com; amor, afecto, simpatia, benevolência, bondade; estar apto para. (Ideograma: telhado [宀, mián] + acção, mão [攵, pū] + mente/coração [心, xīn]) rebento; depender de, conferir responsabilidade por. (Ideograma: planta a sair da terra)

gù gǔ

天 天下 可

tiān

tiān xià kě

愛 乇 託

ài

tuō

tuō

dar responsabilidade a alguém, delegar, confiar em; depender de; encarregar de; entregar, enviar, pedir, requerer, usar como desculpa ou pretexto; aparecer (num sonho, dito de pessoa falecida, etc..); enviar (mensagens, etc. ) indirectamente; responsável, oficial. (Ideograma: palavra falada [言, yán]+ rebento, planta a sair da terra [乇, tuō] (com uma função fonética) )

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

50

Capítulo 14

四章
olhar, inspeccionar, observar, ver; considerar como; comparar; ser equivalente a; tomar como modelo, imitar; (antigamente:) mostrar, receber (presentes, etc.). (Ideograma: mostrar, indicar [礻示, shì] (graficamente, um altar) + ver [見, jiàn]) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) *aparecer, ser visível, estar exposto; *ver, observar, percepcionar, apanhar num relance, espiar; entender, examinar, visitar, consultar, encontrar, receber (visitas, etc.), entrevistar, ter uma entrevista com; mostrar, revelar, manifestar, caminhar para uma determinada situação ou condição (como ficar pior, melhor, etc.); visão, ponto de vista, opinião; conscientemente; humilde, tímido, embaraçado, retirado. (Ideograma: olho [目, mù] em cima de pessoa [儿, rén]) nome, substantivo, título, descrição, significado, palavra escrita; posição, renome, honra, fama, notoriedade; famoso, distinto, de renome; valioso, precioso, nobre, raro, grande; descrever, chamar-se, significar, chamar, proferir, indicar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + Lua [月夕, yuè] — o que dizemos, à luz do luar, para que saibam quem somos.) falar, dizer, diz, disse, dizendo; declarar, chamar, designar, implicar, significar, ler, referir, comentar, sugerir, jurar, proferir; chamado, designado, referido, assim chamado; nomeadamente; deste modo, assim, e assim, por isso; por isso se (diz, chama); diz-se (que). (Ideograma: boca [口, kǒu] com língua) antigas tribos bárbaras a leste da China; tribos estrangeiras, bárbaros, estrangeiros; exterminar, destruir, fazer uma razia, eliminar, matar; lesões, feridas; com facilidade; pacífico, nivelado, raso, liso, ordinário, invisível, obscurecido; ferido; alisar; seguro; notas, aulas; comum, ordinário. (Ideograma: pessoa [人, rén] com um arco [弓, gōng] ou pessoa vestida com trapos e não vestidos cozidos; antigamente, significava: estrangeiro) *escutar, ouvir, entender, obedecer, aguardar; hall de uma casa; uma lata (do inglês tin) *deixar, permitir, agir de acordo, sumeter-se a; gerir, governar, julgar e decidir. (Ideograma: orelha [耳, ěr] + virtude [悳, dé]) detectar, ouvir, ficar a saber; ter ouvido; tornar conhecido, fazer saber, declarar, transmitir (mensagem, etc.); notado, ouvido, perceptível; reputação, fama, notoriedade, rumor; inquérito, audição; a uma distância a que se pode ouvir; pequeno; cheirar. (Ideograma: abertura/porta [門, mén] + orelha [耳, ěr]) breve, espaçado, pouco, precioso, raro, disperso, fino, fora do comum; ténue, inaudível, curioso, estranho; muito; desejar, anticipar, esperar, ter esperança; fazer uma pausa, cessar, ir gradualmente parando; tornar-se silencioso; raramente. (Ideograma: tecido [巾, jīn] raro, com fibras entrelaçadas) descer e capturar, lutar mão a mão; agarrar, prender. (Ideograma: mão [扌手, shǒu] + pequeno (uma mão medindo (ou agarrando) com os dedos) [寷, cùn] + origem [甫, fǔ] (planta 屮 crescendo num campo [田, tián])

視 义

shì

zhī

xiàn jiàn

míng

yuē

聽 聞

tīng tìng wén wèn

tuán guā

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

51

dé děi de

wēi wéi

此 三 者

sān

*obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]). pequeno, fino, diminuto, fraco, débil; pouco, ligeiro, baixo, médio, humilde; forma educada de se referir a si mesmo (eu, meu, mim); subtil, obscuro, oculto, escondido; espiar; se não fosse por. (Ideograma: estrada [彳, chì] + pessoa [人 , rén] batendo (acção [殳, shū] — mão com instrumento) numa planta 山 para remover fibras finas) assim, deste modo, como resultado disto, se é assim, neste caso; isto, estes, destes; aqui, agora, aqui e agora, o presente, isto (o auto-evidente). (Ideograma: pé, pegada [止, zhǐ] + [匕, bǐ] (homem rodado) — parar e voltar-se para trás ou um homem 匕 mantendo-se 止 no seu lugar — isto) três, trindade, triplo, terceiro; poucos, alguns, muitos, para três; pela terceira vez.

zhě

致 詰 故

zhì zhì

jié

gù gǔ

hún hùn hǔn

pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) enviar, devotar, entregar, causar, transmitir, apresentar; resultar em, fazer acontecer, conseguir, alcançar, atingir, completar; reformar-se, resignar. (Ideograma: acção, mão com um instrumento [攵攴, pū] + atingir, alcançar [至, zhì] (uma seta [矢, shǐ] lançada que chegou ao solo [土 , tū])) questionar, interrogar, perguntar, examinar, investigar, estudar; controlar, punir, proibir, restringir. (Ideograma: falar [言, yán] + auspicioso [吉, jí] – a fala (boca) [口, kǒu] de um erudito, sábio [士, shì]) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古 , gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) *turvo, lamacento, pouco claro. *misturar, combinar, confundir; desordenado, confuso; andar à deriva, fazer coisas à sorte ou sem objectivo; *confuso e indistinto. (Ideograma: água [氵水, shuǐ ] + juntos, em uníssono [昆, kūn] — dois homens andando juntos [比, bǐ] ao Sol [旣, rì]) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba).

ér

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

52

wéi

elefante

agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) um, único, simples, completo, inteiro, até ao fim; integridade, unidade, uniformidade, união, ponto, o todo (de), todos; uma instância, uma vez; ser o primeiro, liderar; idêntico, o mesmo; devotado, com o coração só numa coisa; integrar, unificar, unir; logo que, uma vez; unicamente. ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) subir, trepar, montar, progredir rapidamente; em cima, por cima, para cima, de cima; no topo, antes, prévio, precedente, primeira (de duas partes); anterior ou passada (semana, etc.), melhor, o melhor, superior, mais elevado, o maior; topo, parte de cima; partir para, ir para, ir a tribunal, frequentar (aula, universidade); entrar, aparecer em cena ou entrar numa categoria; aplicar, servir, adicionar, submeter, fornecer, encher; o 3º tom em mandarim. É o primeiro caracter em Shanghai [上海, shànghǎi] (em cima + oceano)) (Ideograma: para cima de uma linha) brilhante, cintilante, branco, brilhante, claro, distinto. (Ideograma: branco, clarificar [白, bái] + quadrado [方, fāng] + branco, clarificar [白, bái] + acção [攵攴, yòu]) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) obscuro, escuro; ocultar, esconder, suprimir, apropriar-se; ignorar (a sua consciência, etc.); cego, ignorante, perplexo, confuso; desmaiar, desmaio; cegamente. (Ideograma: ainda não [未, wèi] + Sol [旣, rì] — escuridão antes do Sol nascer)

一 其

shàng

皦 下 昧

jiǎo

xià

mèi

shéng

corda, fio, linha; contínuo; restringir, rectificar, corrigir, (Ideograma: fio (representado por uma dobadoira) [糸, mì] + sapo [黽, měng] (com uma função fonética))

繩繩 六

shéng shéng xī

Em chinês moderno: cuidadoso. partícula de pausa (usada em poesia antiga), uma pausa, ...; aqui, realmente; interjeição (partícula exclamativa), equivalente a " oh!‖ ou ―ah! "; como ...!, tão …!, que ...!; …-idade. (Ideograma: poderá ser uma bengala e, em cima, a exclamação de um homem velho) fazer outra vez, repetir, duplicar, renovar; voltar, regressar, regressar a um estado normal ou ao estado original; voltar-se; recurrente, vindo e indo; repetidamente, novamente; resposta a uma carta; recuperar; recuperação. (Ideograma: estrada [彳, chì] + ir para trás [复, fù] (pegada [夊, suī])) regressar, regressar a casa, ir para uma casa nova; retornar; devolver (ao seu dono); pertencer; (dito de uma mulher) casar; prometer aliança; pertencer; atribuir; virar-se para; colocar ao cuidado de alguém; ser persuadido, capitular, tornar-se leal, mudar de lealdades, submeter-se. (Ideograma: seguir [追, zhuī] + (vassoura representando uma) esposa [帚, zhǒu] -um dos caracteres usados para «mulher casada» é [ 婦 , fù], um caracter composto por mulher [女, nǔ] e vassoura [帚, zhǒu])

復 歸

guī

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

53

*sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

是 謂

shì

wèi

狀 象

zhuàng

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [ 月肉, ròu]) (com uma função fonética)) forma, aparência; condição, estado, situação; recurso escrito; certificado; descrever, narrar; descrição. (Ideograma: cama, mesa [爿, qiáng] + cão [犭犬, quǎn])

xiàng

imagem, representação, forma, figura, retrato, conceito; semelhança, como; fenómeno, aparência (especialmente de tempo meteorológico, astros, etc.); elefante; marfim; parecer, lembrar. (Ideograma: um elefante com dentes e uma grande cabeça) distraído, inconsciente, em transe; de repente, subitamente; parecer, como se; aparentemente; repentino, confuso, indistinto, dúbio; frustrado, desapontado; agitação. (Ideograma: mente/coração [心忄, xīn] + luz [光, guāng]) desatento, distraído, obscuro, vago, misterioso, confuso, indistinto. (Ideograma: mente/coração [心忄, xīn] + indiferente, descuidado [忽, hū)], que tem o ideograma para coração em baixo e não [勿, wù] em cima.) dar as boas vindas, sair em pessoa para encontrar (um visitante); receber, cumprimentar; encontrar. (Ideograma: andar [ 辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + alta dignidade, alta nobreza, exaltado, desejar [卬, áng] (pessoa de pé 匕 e pessoa de joelhos 卩)) a cabeça, o rei, o imperador, o chefe, o líder, o primeiro, o começo; primeira (ocasião, coisa, etc.). (Ideograma: cabeça com cabelos ou (antigamente) olho e cabelos)

恍 惚 迎

huǎng

hū bū

yíng

首 隨

shǒu

suí

seguir, seguir pista; vir depois, acompanhar, parecer-se; ouvir (alguém), submeter-se a, suceder, agir de acordo com, variando de acordo com; deixar (ir, ser, etc.), permitir. (Ideograma: monte [阝阜, fù] + andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + esquerda [左, zuǒ] + costelas, carne [月肉, ròu])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

54

hòu

zhí

dào

今 有 能 知

jīn

atrás, depois, atrás de, atrasado; estar ou ficar atrás, vir depois; subsequente, o próximo, o último; seguir, suceder; deferir, adiar, colocar no fim ou atrás; atraso, traseira, consequência, final; descendente, futuro, herdeiro, posteridade, sucessor; um verbo auxiliar para indicar «então» ou «depois». (Ideograma: estrada [彳, chì] + corda, fio (representado por uma dobadoira) [幺, yāo] + pegada [夊, suī]) deter, prender, apoderar-se de, capturar, tomar, segurar na mão; obstruir; participar em, estar encarregado de, administrar, realizar, controlar, dirigir, manter, gerir, executar; guardar, reter, defender (um princípio, etc..); processar, apreender, fechar; agarrar-se obstinadamente a, insistir obstinadamente, persistir em; mandar calar (boatos, etc.). (Ideograma: agarrar [丮, jǐ] + matar, criminoso [㚔, niè] (pessoa [大, dà] em cima de homem morto (invertido) 屰) ) antigo, antiquado, clássico, velho; há muito tempo, outrora; os antigos, tempos antigos, os tempos mais antigos; paleo-. (Ideograma: dez [十, shí] + boca [口, kǒu] — representando a ideia de algo que já passou por dez bocas, ou seja, algo que foi já transmitido ao longo de dez gerações) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [ 首, shu]) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) defender, resistir, manter fora; controlar, gerir, dirigir, negociar, superintender, domesticar; arnês; esperar por; estabelecido antes; comida para burro; oferecer a, apresentar a; imperial; conduzir um carro ou carruagem; condutor. (Ideograma: estrada [彳, chì] + conduzir [卸, xiè]; em caracteres antigos: cavalo [ 馬, mǎ] + pessoa (卩) parada [止, zhǐ] com um chicote) hoje, moderno, presente, momento, corrente, isto, agora. (Ideograma: boca em cima 亼 falando para baixo)

yǒu

ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

néng tài

habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca)

zhī zhì

shǐ

saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) início, começo, fonte, precursor; nascimento, génesis; primeiro, fresco, novo; depois, depois disto, então, logo que, daqui para a frente; começar, ser o primeiro, iniciar, originar; só então; renovar. (Ideograma; mulher [ 女 , nǔ] + alegria [ 台 , tái] (boca [ 口 , kǒu] falando 厶 ); possivelmente, a alegria de uma mãe no nascimento de um filho)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

55

arranjar, pôr em ordem, pôr fios em ordem, desemaranhar; registo histórico, anais, crónicas; período de doze anos, século, período geológico; seguir uma pista; instituições, leis e regulamentos, disciplina; idade de uma pessoa; lembrar. (Ideograma: fio de seda (representado por uma dobadoira) [糸, mì] + tecer, ir e vir de um fio num tear [巳, jǐ] – no caso dos anais e das crónicas, parece evocar o fio contínuo que une as várias réguas de bambu de um registo histórico.)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

56

Capítulo 15

十五章
antigo, antiquado, clássico, velho; há muito tempo, outrora; os antigos, tempos antigos, os tempos mais antigos; paleo-. (Ideograma: dez [十, shí] + boca [口, kǒu] — representando a ideia de algo que já passou por dez bocas, ou seja, algo que foi já transmitido ao longo de dez gerações) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) *bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) erudito, literato, um homem do conhecimento, um estudioso, um aderente, um cavalheiro, um oficial, uma pessoa, nome de peça de xadrês chinês. (Ideograma: possivelmente, uma modificação de grande homem [大, tài]) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) pequeno, fino, diminuto, fraco, débil; pouco, ligeiro, baixo, médio, humilde; forma educada de se referir a si mesmo (eu, meu, mim); subtil, obscuro, oculto, escondido; espiar; se não fosse por. (Ideograma: estrada [彳, chì] + pessoa [人 , rén] batendo (acção [殳, shū] — mão com instrumento) numa planta 山 para remover fibras finas) maravilhoso, belo, excelente, subtil; intrigante; muito interessante; inteligente; engenhoso; mistério. (Ideograma: mulher, seios [女, nǔ] + jovem [少, shào]) preto, escuro, misterioso, escondido, oculto, místico, obscuro, profundo, secreto, hermético, subtil; preto, índigo; silencioso, meditativo; profundidade, mistério, subtileza; profundamente, misteriosamente, subtilmente. (Ideograma: seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] a ser tingida de preto)

zhī

shàn qiāng

wéi

elefante

士 者

shì

zhě

wēi wéi

妙 玄

miào

xuán

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

57

tōng

ir, mover-se, fluir sem obstrução, atravessar, penetrar; chegar, levar a, interligar; compreender cabalmente, ser versado em, saber; trocar, comunicar, dizer, notificar; deixar passar; completo, de um lado ao outro, exaustivo; como um todo, uno; completamente, exaustivamente; fluente; aberto, que se pode passar, abrir; todos, geral, comum, popular; coerente, lógico, bem-construído, que não contém falácia (frase); perito, autoridade. (Ideograma: andar [辵, chuò](estrada 彳+ pé 止 — pegadas na estrada) + cesto, ou botão (de planta) a brotar [甬, tǒng]) Este ideograma é usado pelos taoistas como sinónimo de [ 洞 ,dong], que significa: caverna, gruta, penetrar, ver através; completamente. profundidade; profundo, penetrante, misterioso, hermético, difícil; próximo, íntimo; muito, profundamente, extremamente, intenso. (Ideograma: água [水, shuǐ]+ lareira/lar [穼, shēn] (caverna, buraco [穴, xué] + fogo [火, huǒ] modificado para árvore [木, mù])) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) *reconhecer, discernir, saber; uma opinião, um ponto de vista; conhecimento. *registar, lembrar; marca, sinal; escrever uma nota de rodapé. (Ideograma: falar [言, yán] + espada, juntar barro [戠, zhí] (instrumento, lança [ 戈, gē] + som, palavra [音, yīn]) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) *só, sozinho, solitário, único; estar só, juntar num só, segurar juntos; só na medida em que, desde que, só, meramente; e, com, mas; -ismo. *sim, um (pronto, definitivo e simples) sim; prontamente, simplesmente, somente, verdadeiramente; responder (directamente, prontamente); dizer sim, anuir; resposta, consentimento; eco; sim ou não (usados como resposta); ser simples. (Ideograma: boca [口, kǒu] + pássaro [隹, wéi] (com uma função fonética)) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古 , gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) *forte, poderoso, vigoroso, violento; melhor; força, poder, vigor; *teimoso, inflexível, sem ceder. *forçar, esforçar-se, lutar. (Ideograma: arco [弓, gōng] + só, mesmo se [虽, qiáng])

shēn

shí zhì

wéi wěi

gù gǔ

qiáng jiàng qiǎng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

58

róng

autocontrolo, paciência, tolerância; aparência, aspecto, expressão facial; compostura, forma, expressão, face, figura; conter; permitir, tolerar, aceitar, admitir, perdoar, perdão; abster-se, abstinência. (Ideograma: casa, telhado [宀, mián] que contem algo que flui de uma abertura [ 谷, gǔ]). descontraído, confortável; conforto, à vontade; viajar, fazer uma excursão; fazer batota, mentir, hesitar; feliz, encantado, satisfeito. (Ideograma: eu [予, yú] (lançadeira de tear com fio) + imagem, representação, forma, parecer [象, xiàng] (antigamente: elefante)) partícula de pausa (usada em poesia antiga), uma pausa, ...; aqui, realmente; interjeição (partícula exclamativa), equivalente a " oh!‖ ou ―ah! "; como ...!, tão …!, que ...!; …-idade. (Ideograma: poderá ser uma bengala e, em cima, a exclamação de um homem velho) parecer; parece, como, como se, podia ser, se, supondo que; suponhamos que; admitindo, assumindo, desde que; tu; semelhante a; acordo, semelhança; (é muitas vezes posicionado como um sufixo). (Ideograma: plantas, erva [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu] (mão que leva as coisas à boca [口, kǒu]) — antigamente significava apanhar vegetais; Noutra versão mais antiga que era também um «falso empréstimo» parece ver-se representada uma mulher a brincar com o seu cabelo) inverno. (Ideograma: pessoa a andar 夂 no gelo [冫仌 冰, bīng])

ruò

冬 涉 川 猶

dōng

shè

andar na água ou na lama, atravessar um rio num baixio, atravessar, envolver, estar envolvido, dizer respeito, experimentar. (Ideograma: pegadas [步, bù] (pé direito e esquerdo) na água [氵水, shuǐ])

chuān

rio, ribeiro, planície. (Ideograma: corrente de água de um rio) como, semelhante a, também, exactamente como, como se; estratégia, esquema, enredo; magicar (planear em segredo), planear, esperar, suspeitar, deliberar; contudo, ainda, até mesmo, especialmente, enquanto; um judeu; um tipo de macaco. (Ideograma: cão ou pequeno animal [犭犬, quǎn] + chefe, vapores que saiem de frasco [酋, qiú]) apreenção, terror, medo, respeito; temível, aterrador, majestoso; com medo, com medo de; ter medo, ter pavor, temer, ter reverência, respeitar; grande reverência. (Ideograma: homem com cara de diabo e com um pau)

yóu

畏 四

wèi

quatro, quarto, quatro vezes; a toda a volta (nas 4 direcções). (Ideograma: forma distorcida de quatro traços verticais) (Nota: quatro é um numero do azar por ser pronunciado quase como morte ([死, sǐ]) vizinho, adjacente, contíguo; vizinhança, comunidade; uma comunidade básica que consiste num certo número de famílias na mesma vizinhança. (Ideograma: luz fugidia [粦 , lín] (fogo [炎, yán] ]+ pegadas, pés [舛 , chuǎn]) + cidade [阝邑, yì] (edifícios 口 e pessoas subservientes 卩) digno, respeitável; respeitoso; (agir, falar, parecer) majestoso, solene; como se, como. (Ideograma: pessoa [亻人, rén]) + rigoroso, severo [嚴, yán) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado)

鄰 儼 其

lín

yǎn

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

59

渙 冰 將

huàn

disperso, espalhado. (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + em grande quantidade [奂, huàn])

bīng

gelo, enregelado. (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + separação, gelo [仌, bīng]) *usado como verbo, exprimindo acção futura; irá, iria, iria em breve; fazer tenção de, estar prestes a, pronto para; alimentar, nutrir; incitar alguém a agir; futuro, no futuro imediato; (preposição) com, por. *general, almirante, líder militar de alto escalão; liderar (soldados). (Ideograma: ter carne [月肉, ròu] na mão [寷, cùn] em cima da mesa [爿, quiáng] (figura rodada)) explicar, interpretar, comunicar; pôr em liberdade, libertar, expandir, aliviar, deixar ir, dispersar, dissipar; de Buda, do budismo; o último nome adoptado pelos monges budistas da Àsia oriental. (Ideograma: separar (arroz), distinguir [ 釆 , biàn] + espiar, pântano, charco, testículos [睾, yì]) com disposição para a bondade, com bom coração; honesto, sincero; aprofundar; fortalecer (relações); instar, encorajar. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] + gostar [ 产, chún])

jiāng jiàng

shì

敤 樸

dūn

kuàng

simples (dito de vestidos, roupa, literatura), natureza original, simplicidade original; a substância das coisas; coisas em bruto, virgem, por trabalhar; honesto, sincero; um tipo de árvore da família do ulmeiro; (originariamente:) madeira em bruto (que cresceu naturalmente). (Ideograma: madeira [木, mù] + vegetação luxuriante [菐, pú] (duas mãos a apanhar plantas ou madeira para uma lareira ) extenso, amplo, vasto, vazio, aberto, espaçoso; deserto, terras selvagens, por cultivar, desocupado; livre de preocupações e ideias triviais; negligenciar, desaproveitar. (Ideograma: Sol [旣, rì] + vasto, espaçoso [ 廣, guàng])

谷 混

vale, oco, buraco, ravina, canal, depressão, curso de água entre duas montanhas; dilema, situação difícil, ser difícil; grão, cereal. (Ideograma: parece representar água fluindo 兪兪 de um buraco 口) *turvo, lamacento, pouco claro. *misturar, combinar, confundir; desordenado, confuso; andar à deriva, fazer coisas à sorte ou sem objectivo; *confuso e indistinto. (Ideograma: água [氵水, shuǐ ] + juntos, em uníssono [昆, kūn] — dois homens andando juntos [比, bǐ] ao Sol [旣, rì]) enlameado, turvo, sujo, impuro, corrupto, tumultuoso, obscuro, mau; estúpido, idiota. (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + Shu (antigo reino chinês) [蜀, shǔ] (insecto [虫, chóng] com cabeça e corpo 勹)) quem?, a quem?, qual?, o quê?, onde?, quanto? (Ideograma: gostar [ 产, chún] + pessoa com mão, capturar [丮, jǐ]) habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca)

hún hùn hǔn

濁 孰 能

zhuó

shú

néng tài

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

60

*

jìng

徐 清 安 動 生

qīng

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) serenidade, calma, paciência; calmo; quieto, paciente; tranquilidade; imóvel, silencioso, com voz doce; pacífico, harmonioso, sereno; virtuoso, casto; tranquilizar, silenciosamente. (Ideograma: verde (erva em roda de um poço) [青, qīing] + competir, discutir, argumentar [爭, zhēng]) (andar) solene, lento, digno, gradual, firme; suave, calmo, composto; gentilmente, firmemente. (Ideograma: estrada, andar [彳, chì] + eu, a minha pessoa (usado num discurso formal) [余, yú] – parece representar uma boca e uma árvore) claro, puro, limpo, simples, fácil de compreender; lúcido, brilhante; breve; escasso; virtuoso, honesto; arranjar, ordenar; concluir; reembolsar (dívidas), liquidar; determinação; dinastia Ching (1644-1911). (Ideograma: água [水氵,shuǐ] + verde [青靑, qīng] (erva em volta de um poço)) pacífico, tranquilo, calmo, seguro, estável; calma; estabilizar, pacificar; consolar; colocar, pôr; satisfazer-se com; como, porquê? (Ideograma: mulher [ 女, nǔ] sob um tecto [宀, mián]). mover, agitar, mudar, agir, fazer, comover, despertar, excitar; retomar; usar; comer ou beber; movimento, acção; activo, energético. (Ideograma: pesado, importante [重, zhòng] (pessoa [人, ren] segurando saco pesado 東 cheio de terra [土 , tū]) + força, poder, habilidade, vigor [力, lì]) viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) defender, proteger, garantir, assegurar, manter, guardar, cuidar. (Ideograma: pessoa [人亻, rén] a proteger (uma criança num cobertor [呆, dāi])

ān

dòng

shēng

保 此 道

bǎo

dào

zhě

assim, deste modo, como resultado disto, se é assim, neste caso; isto, estes, destes; aqui, agora, aqui e agora, o presente, isto (o auto-evidente). (Ideograma: pé, pegada [止, zhǐ] + [匕, bǐ] (homem rodado) — parar e voltar-se para trás ou um homem 匕 mantendo-se 止 no seu lugar — isto) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [ 首, shu]) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一))

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

61

yíng

蔽 而

bì fú fù

cobiçar, desejar, pretender, querer, ansiar, gostar; ter saudades de; tencionar; expectativa, apetite, avareza, desejo, fome, intenção, motivo, paixão, parcialidade; amigável, jovial; parcial; desejoso, avaro, apaixonado; prestes a. (Ideograma: vale, curso de água saindo de buraco [谷, gù] + homem soprando [ 欠, qiàn] (possivelmente por ter sede)) completar, exceder, encher, transbordar, empilhar, mais do que reencher, mais que satisfazer; abundância, excesso, satisfação; estar demasiado cheio, estar cheio com; abundante, inundado, satisfeito, supérfulo; suficiente, mais do que, muito, demasiado, em excesso, até à saciedade; quando estiver cheio; sobre-. (Ideograma: aumentar, êxito [夃, yíng] (conseguir engravidar — barriga cheia) + vaso, prato, contentor [皿, mǐn] ) cobrir, abrigar, encobrir, esconder, ocultar; separar. (Ideograma: erva [艸 艹, cǎo] + mão [又 , yòu] + tecido velho [㡀, bì] — cobrir com ervas como se fossem com um tecido velho)

ér

xīn

(mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). novo, recente, moderno, fresco; novamente; início; partida; neo-. (Ideograma: cortar com um machado [斤, jīn] uma aveleira [亲, qīn] (hoje significa parente) para começar a construir algo de novo) (Nota: [新年, xīn nián] significa «Ano novo») concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng])

chéng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

62

Capítulo 16

十公章
enviar, devotar, entregar, causar, transmitir, apresentar; resultar em, fazer acontecer, conseguir, alcançar, atingir, completar; reformar-se, resignar. (Ideograma: acção, mão com um instrumento [攵攴, pū] + atingir, alcançar [至 , zhì] (uma seta [矢, shǐ] lançada que chegou ao solo [土 , tū])) vazio, oco, vão, desocupado; falso, inútil, irreal, enganador; improcedente, infundado; humilde, modesto, fraco, débil; abstracto, sem forma. (Ideograma: tigre [虍, hū] + colina [丘, qiū]) — a colina do tigre, um sítio vazio) absoluto, melhor, completo, óptimo, polar, último, limitado; o apogeu, fim, extremo (limite), o mais longínquo, o pólo, o mais elevado; topo, zénite, máximo, final, pólos (geografia, física); a trave do tecto de uma casa; correcção; centro, meio; limitar, acabar; chegar a, atingir, consumir, ir até ao fim, levar a um extremo; muito, extremamente. (Ideograma: urgentemente [亟, jí] + árvore [木, mù] — cume de uma árvore) defender, proteger, manter, guardar, conservar, manter (uma coisa, um segredo, uma promessa, etc.); aderir a, manter-se leal a, agir de acordo com, esperar por; fortificação, posto, território; autocontrolo; ser guardado, estar sob guarda. (Ideograma:[ 宀 , mián] tecto, casa + [ 寷 , cùn] mão, medir com a mão, polegada)
calmo; quieto; imóvel; gentil; tranquilidade; silencioso; pacífico; harmonioso; sereno; virtuoso; casto (antigamente: examinar)

致 虛

zhì zhì

jí jǐ

shǒu

jìng

篤 物

wàn

萬物 並

wànwù

bìng

profundo, muito, grande; perigoso, sério, abundante, grave; consolidar, tornar sólido; limitar. (Ideograma: bambu [竹, zhú] + cavalo [馬, mǎ]) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [ 牛 , niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas». e, para além disso, simultaneamente, também, em conjunto com, em paralelo; unir, juntar, fundir; todos, juntos, como um; ao mesmo nível que, igual; totalmente, completamente. (Ideograma: duas pessoas ao lado uma da outra, assentes no chão) *agir, fazer, obra (de escritor, etc.); activar, estimular, aparecer, erguer-se, emergir, tornar-se, criar, compôr, escrever, trabalhar; inventar, fingir, afectar, sentir; actividade, composição, criação, trabalho, escrita. *oficina pequena; gesto chinês feito com as mãos juntas subindo e descendo; cair numa armadilha. *ingredientes de uma receita; saladas, molhos; abusar, desperdiçar; permitido; estar de bom espírito; na moda; ter consideração; talvez, provavelmente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] que de repente [乊, zhà] fica activa) eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu])

zuò zuo

zuó

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

63
*

guān

復 夫

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) ver, observar, considerar, compreender, contemplar, inspeccionar, estudar, apreender; vista; aparência; compreensão, observação, percepção, perspectiva; paisagem; vista; exibir; um ponto de vista, uma ideia; templo ou santuário taoísta (um ponto de «observação» do mundo e do Tao). (Ideograma: ver [見, jiàn] como uma cegonha [鸛, guàn]) fazer outra vez, repetir, duplicar, renovar; voltar, regressar, regressar a um estado normal ou ao estado original; voltar-se; recurrente, vindo e indo; repetidamente, novamente; resposta a uma carta; recuperar; recuperação. (Ideograma: estrada [彳, chì] + ir para trás [复, fù] (pegada [夊, suī])) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) *muitos, numerosos, inumeráveis; como ervas daninhas; erva utilizada para manter insectos à distância; cortar relva ou ervas daninhas; *arte, talento, habilidade, técnica, performance, actuação, truque, trabalho de duplo (stunt). (Ideograma: falar [云, yún] + ervas [艸艹, cǎo]) NOTA: 芸者, yún zhě — em japonês: geisha. todos. cada, cada um, todos. (Ideograma: andar 夂 e falar (boca [口, kǒu]) em todo o lado)

yún yì yùn

芸芸 各 歸

yún yún gè

guī

gēn

regressar, regressar a casa, ir para uma casa nova; retornar; devolver (ao seu dono); pertencer; (dito de uma mulher) casar; prometer aliança; pertencer; atribuir; virar-se para; colocar ao cuidado de alguém; ser persuadido, capitular, tornar-se leal, mudar de lealdades, submeter-se. (Ideograma: seguir [追, zhuī] + (vassoura representando uma) esposa [帚, zhǒu] -um dos caracteres usados para «mulher casada» é [ 婦 , fù], um caracter composto por mulher [女, nǔ] e vassoura [帚, zhǒu]) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) raiz de uma planta, base, fundação, alicerce, causa inicial, fonte, origem; raiz de um número (matemática); pedaço de (corda, cabo, etc.); um pau, lança ou alguma coisa de pequena espessura. (Ideograma: árvore [木, mù] + simples, honesto [艮, gèn] (com uma função fonética); um caracter antigo é composto por: árvore [木, mù] + terra/solo [土 , tǔ])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

64

yuē

是 謂

shì

falar, dizer, diz, disse, dizendo; declarar, chamar, designar, implicar, significar, ler, referir, comentar, sugerir, jurar, proferir; chamado, designado, referido, assim chamado; nomeadamente; deste modo, assim, e assim, por isso; por isso se (diz, chama); diz-se (que). (Ideograma: boca [口, kǒu] com língua) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

wèi

命 常

mìng

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) vida, destino, mandato, ordens, comando; os decretos do Céu. (Ideograma: boca [口, kǒu] + ordem [令, lìng] – boca em cima [亼, jí] + pessoa de joelhos 卩) eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) brilho, claridade, iluminação, luz, lucidez; percepção, discernimento, visão, acuidade visual; acordo, contrato; brilhante; claro, compreensível, consciente, óbvio, evidente, inteligente, esclarecido, esperto, inteligível, lúcido, puro, sagaz, visionário; afirmar, acordar (por oposição a dormir), ver, clarificar, esclarecer, explicar, iluminar, ilustrar, percepcionar, mostrar, entender; dia, alvorada, madrugada, próximo (dia ou ano), a dinastia Ming (1368-1644 d.C.). (Ideograma: Sol [旣, rì] + Lua [月, yuè]). (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) absurdo, falso, pretencioso, tolo, estúpido, fantástico, ignorante, insensato, imprudente, precipitado, selvagem, frenético. (Ideograma; escondido [亡, wáng] + mulher [女, nǔ]). mau, terrível, violência, assassínio, criminoso, criminal; não auspicioso, fome, falta de colheitas; infortúnio, problema, armadilha, adversidade, medo; muito, excessivo, excesso. (Ideograma: um poço 凵 cheio de coisas más) autocontrolo, paciência, tolerância; aparência, aspecto, expressão facial; compostura, forma, expressão, face, figura; conter; permitir, tolerar, aceitar, admitir, perdoar, perdão; abster-se, abstinência. (Ideograma: casa, telhado [ 宀 , mián] abertura [谷, gǔ]). que contem algo que flui de uma

cháng

zhī zhì

míng

妄 凶 容

wàng

xiōng

róng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

65

乃 八

nǎi

então, como consequência, é então, então será, e então, só então; mas, e ainda, se, contudo; ser; tu, o teu. (Ideograma: prenhe de — ventre e seios de mulher grávida)

gōng

內 天 道

quán

altruísta, imparcial, justo; tornar público; público, aberto a todos, comum, em geral; oficial; o primeiro dos cinco graus de nobreza da antiga da China; duque; sogro, avô; uma saudação denotando respeito; do sexo masculino (para animais); escritório; funções oficiais. (Ideograma: boca 厶 falando 兪 em público) perfeito, completo, todo, total, intacto, inteiro, tudo; preservar, completar.

(Ideograma: jade [玉, yù] sendo guardado num abrigo) tiān dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) continuar, perdurar, durar; preserverar, persisitir, sobreviver, esperar; ser antigo, crónico, clássico, continuado, longo; há um longo tempo; fazer esperar alguém um longo tempo; velho, duradouro, sobrevivente, longevidade; por tanto tempo, depois de tanto tempo, enquanto; durante todo este tempo; finalmente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] com impedimentos no andar, representado por traço adicional)
*(prefixo negativo para verbos), não ter, nenhum; nada; não; ainda não; negativo *afundar; submergir; transbordar; subir para além; desaparecer; ir para o esquecimento; nenhum; esgotado, exausto; eliminado, acabado, concluído; tirar propriedade a um outro, confiscar, morrer, morto.

dào

jiǔ

méi mò

shēn

(o, um) ser, entidade, indivíduo, pessoa, personalidade, vida, status; corpo, tronco;, incarnação; eu, nós, a nossa pessoa; o nosso (corpo, ser, vida, eu); gravidez; fato; personificar, incorporar. (Ideograma: corpo (com barriga e pernas) a andar.) perigo, fim, limite; perigoso, pôr em perigo, precário; com medo, cansado; quase, provavelmente, só. (Ideograma: boca [口, kǒu] + falar [厶, tū] + ossos, esqueleto [歹, dǎi])

dài

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

66

Capítulo 17

十七章
tài muito grande, demasiado, muito; extremamente, excessivamente; acima; um termo denotando respeito (usado em títulos). (Ideograma: um adulto [大, dà] com uma criança entre as pernas) *grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) subir, trepar, montar, progredir rapidamente; em cima, por cima, para cima, de cima; no topo, antes, prévio, precedente, primeira (de duas partes); anterior ou passada (semana, etc.), melhor, o melhor, superior, mais elevado, o maior; topo, parte de cima; partir para, ir para, ir a tribunal, frequentar (aula, universidade); entrar, aparecer em cena ou entrar numa categoria; aplicar, servir, adicionar, submeter, fornecer, encher; o 3º tom em mandarim. É o primeiro caracter em Shanghai [上海, shànghǎi] (em cima + oceano)) (Ideograma: para cima de uma linha) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

太 大

dài

shàng

下 知

xià

zhī zhì

有 义

yǒu

zhī

cì zī zì

qīn qìng

*a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) o próximo, o segundo, secundário, inferior, vice, adjunto (ministros, etc.); lugar, parar num local, um lugar de descanso numa viagem; ao lado, ordem, sequência; hipo (prefixo usado em Química); tempo (cada ocasião para uma acção ou acontecimento recorrente). (Ideograma: um homem a cuspir (soprar) [欠,qiàn] + água [水氵,shuǐ]) – poderá representar a ideia de cuspir num inferior). *pai, parente, do mesmo sangue, amor, casamento, noiva, perto de, íntimo, em pessoa, em primeira mão, a favor de, beijar, acarinhar, amar, aproximar; *sogros dos filhos. (Ideograma: parentes [亲, xīn] que se vêem [見, jiàn] todos os dias)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

67

ér

yù yú

(mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). *fama, honra, reputação; *elogiar, louvar, honrar, aprovar. (Ideograma: falar [言, yán] + participar [與, yù] (levantar com as mãos [舁, yú] e dar (concha [与, yu2 ] com uma coisa 一 dentro)) apreenção, terror, medo, respeito; temível, aterrador, majestoso; com medo, com medo de; ter medo, ter pavor, temer, ter reverência, respeitar; grande reverência. (Ideograma: homem com cara de diabo e com um pau) humilhar, insultar, ridicularizar, desgraçar, intimidar; insulto; vergonha. (Ideograma: pessoa [亻人 , rén] + todos [每, měi] (que representa uma mulher [母, mǔ] a pentear-se, um empréstimo pelo som) confiança, certeza, crença, credulidade, (boa) fé, sinceridade; palavra de honra, verdade; evidência, sinal, mensagem; enviado, emissário; notícias, informação, palavra, carta, correio; acreditar (em), confiar, contar com; estar seguro de; consistente, credível, honesto, sincero, verdadeiro, de confiança; assinar, prometer; na verdade, verdadeiramente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + palavra [言, yán] — talvez evocando a ideia de uma pessoa «de palavra») (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) *pés, pé, base, fundação, suporte, adequação, satisfação, suficiência; base para, razão para; (ser) amplo, adequado, completo, o bastante, satisfatório, competente, merecedor (de); (estar) cheio, satisfeito (com); suficientemente, completamente, amplamente. *demasiado modesto ou humilde. (Ideograma: pé [止, zhǐ] e rectângulo (ou elipse) que parece representar uma perna) partícula final indicando inúmeros sentidos; aqui, nisto, coloca aqui; ali, disso; aí, nessa situação, agora; dentro, entre, em, por, de, sobre, isto, isso, eles, estes; e por isso, para que; (interrogativa) como?, porquê?, quando?, etc.; e por aí em diante, de modo a que. (Ideograma: pássaro [鳥, niǎo] com uma cabeça especial — uma pêga) longo; longe, remoto, distante, vasto, extenso, chegando longe; pensativo, meditativo, terno, lento, suave, à vontade, triste; balançar, dar um passo atrás, distanciar-se. (Ideograma: mente/coração [心忄, xīn] + sondar a profundidade de um rio [攸, yōu] (originalmente: acção [攵攴, yòu] (mão e instrumento) + pessoa [亻人 , rén] + água [氵水, shuǐ])) partícula de pausa (usada em poesia antiga), uma pausa, ...; aqui, realmente; interjeição (partícula exclamativa), equivalente a " oh!‖ ou ―ah! "; como ...!, tão …!, que ...!; …-idade. (Ideograma: poderá ser uma bengala e, em cima, a exclamação de um homem velho) benefício, estima, glorificação, honra, respeito, valor, moeda; ser estimado, altamente colocado, alta patente, honrado, distinto, caro, oneroso, valioso, precioso; estimar, prezar, apreciar, favorecer; tratar com respeito, considerar como tesouro, valorizar altamente; premiar; honradamente, respeitosamente, ou uma forma de tratamento formal denotando respeito. (Ideograma: mãos segurando dinheiro [ 貝 , bèi] (conchas presas num fio usadas como dinheiro))

wèi

侮 信

xìn

yān

yōu

guì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

68

yán

gōng

chéng

shì shi diàn zhì

palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [ 口 , kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) mérito, utilidade, valor, realização, resultado, sucesso, êxito, mestria, benefício, crédito, efeito; um feito ousado, um bom trabalho; tarefa, função; aplicar-se ao trabalho, conseguir bons resultados; meritório, sólido, com valor; trabalho (Física). (Ideograma: trabalho [工, gōng] + força, habilidade, braço forte [力, lì]) concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng]) actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém) bem sucedido; ter êxito, atingir, chegar, satisfazer, satisfazer a sua vontade, prosseguir, agir de acordo com, seguir, proceder a, completar; então, consequentemente; fugir, escapar; imediatamente, sem atraso. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + um porco [㒸, sùi] a fugir 兪 ou a ser dividido em dois) cem, centenas, centésimo; numerosos, muitos, todos os; (ser uma pessoa) comum. (Ideograma: um [一, yī] de algo pronunciado como branco [白, bái] — uma centena) clãs, povos, sociedade, apelido, nome de família. (Ideograma: mulher [女, nǔ] + nascer [生, shēng]) cem famílias (clãs, povos). (Hoje em dia estes dois ideogramas em conjunto, significam «o povo comum.» No Japão, designam os lavradores). todos, cada um, em todos os casos; inteiro, completo, em todo o lado, sempre; abundante, numeroso, em uníssono; concordar, estar junto com; cooperação; como um, inteiramente. (Ideograma: duas pessoas lado a lado [比, bì] + branco, brilho do Sol [白, bái] (antigamente, uma boca em vez do Sol)) dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) eu, a mim, me, o meu, nós, nosso; auto-; mim mesmo. (Ideograma: mão [手, shǒu] + alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē]; antigamente, parecia representar um instrumento qualquer, possivelmente uma forquilha)

suì

bǎi

姓 百姓 皆

xìng

bǎi xìng jiē

wèi

si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu»)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

69

rán

自然

zìrán

assim; se for assim, assim mesmo, sendo assim; sim, correcto, verdade; permissão; certamente, realmente; mas, contudo; (ser) natural, real, verdadeiro; afirmar, aprovar, consentir; considerar verdadeiro; o mesmo que 燃 : queimar, passar pela chama, coser, acender; chama, luz. (Ideograma: carne [肉, ròu] de cão [犭犬, quǎn]) no fogo [火灬, huǒ] — ideograma emprestado pelo som — o seu significado mais antigo é «cozinhar» ou «passar pela chama») por si assim, seguindo o seu próprio fluir natural. O conjunto formado por esses dois caracteres é usado pelos taoistas para exprimir o principio básico do Tao na sua evolução (o «por si mesmo assim» — a natureza espontânea própria dos seres). Hoje em dia, em chinês moderno são usados em conjunto para significar Natureza, natural.

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

70

Capítulo 18

十兪章
dà *grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [ 辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) abolir, rejeitar, remover, desistir, abandonar; deficiente, abandonado, arruinado, inútil; desperdício; não usado. (Ideograma: atirar, iniciar [發, fā] (acção 殳 num arco 弓 para fazer a seta ir para a frente 癶 (pegadas, mover-se me frente) + edifício [广, yàn] (ou oposto [ 厂, hǎn])) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

dài

dào

fèi

有 亾

yǒu

rén

亾義 慧

rén yì huì

benevolência, humanidade, misericórdia, bondade, caridade, amor, altruismo, virtude perfeita, boa vontade; uma pessoa de grande virtude; respeitável; prezado; sensível a estímulos externos; humano, compassivo, humanitário, misericordioso; ser benevolente, bom, humano, sensível; núcleo, semente. (Ideograma: pessoa [人, rén] e dois [二, èr] — sentimento entre duas pessoas) justiça, rectidão, moralidade, princípio; generosidade, caridade, filantropia; cortesia, cavalheirismo; significado, conotação; irreal, artificial, falso; justo. (Ideograma: eu (mão segurando forquilha) [我, wǒ] + ovelha, cabra [羊, yáng] (cornos, orelhas e pernas de uma cabra) — possivelmente, representa uma oferta generosa de ovelhas e produtos do campo) Hoje em dia estes dois ideogramas em conjunto, significam « rectidão». brilhante, esperto, inteligente, sábio, engenhoso. (Ideograma: coração/mente [忄 心, xīn] + vassoura, mão que segura (ou varre) vários ramos [彗, hùi]) esperteza, inteligência, conhecimento, prudência, sabedoria; capaz, esperto, sabedor, conhecedor, prudente, talentoso, sábio. (Ideograma: saber [知, zhī] brilhante como o Sol [旣, rì])

智 出

zhì

chū

sair, aparecer, reaparecer, emergir, escapar, evoluir, crescer (planta), sobressair, acontecer, causar, produzir, reproduzir, expelir, ejectar; exprimir livremente (zanga, ciúme, etc.); abandonar, banir, afugentar, remover, expurgar, divorciar-se; despender, gastar; estar para além de, ser do passado, fora de; resultado. (Ideograma: uma planta a crescer.) falso, forjado, contrafeito, simulado, artificial, ilegal; impostura; forjar, fingir.

wěi

(Ideograma: pessoa [人 , rén] + agir como se [為, wèi])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

71

公 親 公親

liù

seis, seis vezes.

qīn qìng liù qīn

*pai, parente, do mesmo sangue, amor, casamento, noiva, perto de, íntimo, em pessoa, em primeira mão, a favor de, beijar, acarinhar, amar, aproximar; *sogros dos filhos. (Ideograma: parentes [亲, xīn] que se vêem [見, jiàn] todos os dias) seis parentescos, seis relações de sangue, parentes imediatos. (Há várias definições de quais são os seis parentescos mas usualmente consideram-se as relações com: pai 父, mãe 母, irmão mais velho 兄, irmão mais novo 弟, mulher 妻, filhos masculinos 子; uma outra definição diz tratarse dos parentescos entre pai e filho, entre marido e mulher e entre o filho mais velho e os outros filhos, e os seus recíprocos). (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) *harmonia, paz, conciliação, rima, concordância; harmonioso, simpático, pacífico, calmo; juntamente com, com, e; soma; agregado; do Japão; *corresponder, ser afável, harmonizar, reconciliar, concordar com, usar as proporções correctas, empatar; responder, responder cantando; compôr um poema para responder; *completar um jogo de cartas ou de mahjong; *suave; quente; *misturar com, fundir. (Ideograma: boca [口, kǒu] + grão, cereal [禾, hé]; ideograma alternativo: [龢, hé], composto por: flauta de pan [龠, yào] (boca soprando 亼 numa flauta com buracos 口) + grão, cereal [禾, hé])
Não se dar bem, dar-se mal, discordar.

hé hè hú huó huò

不和

bù hé

xiào

piedade filial; filial; obediência, honrar os pais, de ou tendo que ver com a piedade filial. (Ideograma: velho [老, lǎo] + criança [子, zǐ] – velho de cabelo comprido que se apoia numa criança) (ser) bondoso, caridoso, benevolente, benigno, misericordioso, maternal, amoroso; afecto maternal, paternal, humano; compaixão, simpatia, caridade, amor, devoção. (Ideograma: coração [心, xīn] + tecido, fios [ 茲, cí] (com uma função fonética)) país, nação, estado-nação, estado, reino, nacional, governamental; a capital, cidade, domínio; dinastia, império, terra, província, território; chinês. (Ideograma: região [或 , huò] dentro de um recinto [囗, wéi]) NOTA: hoje em dia usa-se para nação o caracter [国, guó] em que [或, huò] foi substituído por rei [王, wáng] ou jade [王玉, yù]; usa-se também 國家 ou 国家 (nação + família [家, jiā])). lar, casa, residência, agregado familiar, família, doméstico, mobília; especialista. (em qualquer ramo da arte ou ciência); escola; escola de pensamento. (Ideograma: porco [豕, shǐ] sob um tecto [宀, mián] — ter um porco em sua casa era considerado um símbolo de riqueza, na antiga China.) país, nação, estado (país [國, guó] + família [家, jiā]) crepúsculo, escuro, obscuridade, anoitecer; desmaiar, perder a consciência; com visão pouco clara, tonto, confuso, turvo; estúpido, demente; (antigamente:) casar. (Ideograma: Sol [旣, rì] + baixo (pessoa inclinada) [氐, dī])

guó

jiā

國家 昏

guó jiā hūn

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

72

亂 忠 臣

luàn

zhōng

caos, anarquia, confusão, desordem, rebelião, revolta, insurreição, distracção; confundido; perplexo; agitado; desordenado; desordenar; confundir. (Ideograma: pessoa de joelhos 乚 a desfazer um sarilho com as mãos) leal, fiel, devotado, sincero, patriótico, constante; sinceridade, lealdade. (Ideograma: dentro, centro [中, zhōng] + mente/coração [心忄,xīn])

chén

súbdito, vassalo, ministro, estadista, oficial; subjugar, conquistar; um termo usado para se referir a si próprio por um oficial ao abordar um rei ou imperador; uma forma educado de dizer «eu». (Ideograma: um olho visto de lado)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

73

Capítulo 19

十九章
jué destruir, cortar, dividir, separar, cessar, renunciar, declinar, esgotar; sem par, inigualável; extremo, isolado, sem herdeiros; extremamente, absolutamente; máximo, mais; sem deixar margem para acção; não fazer nenhuma cedência; intransigente; um poema de quatro linhas. (Ideograma: fio (representado por uma dobadoira) [糸, mì] + faca [刀, dāo] + pessoa de joelhos [卩, jié] ou faca que corta fios em secções) santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) abandonar, abster-se, anular, negar, desdenhar, desistir de, descartar, resignar-se, deitar fora, renunciar; ser desperdiçado. (Ideograma: mãos que tiram uma criança de um cesto ou a atiram para fora de um cobertor) esperteza, inteligência, conhecimento, prudência, sabedoria; capaz, esperto, sabedor, conhecedor, prudente, talentoso, sábio. (Ideograma: saber [知, zhī] brilhante como o Sol [旣, rì])

shèng

棄 智 民

zhì

mín

o povo, nacionalidade, cidadão, cidadania, as massas, multidão, humanidade, habitantes, sociedade, súbditos, ser humano, social, do povo, público. (Ideograma: o caracter antigo parecia representar pessoas que saem de uma mesma vagina maternal). lucro, ganho, vantagem; benefício, mérito, utilidade; beneficiar, beneficiado; (ser) vantajoso, benéfico, melhor, favorável, meritório, astuto, esperto, cortante, incisivo; recompensado por; formação, fruição; explorar, colher, aproveitar, fazer por optimizar. (Ideograma: colher cereais [禾, hé] com uma faca [刀刂, dāo]) cem, centenas, centésimo; numerosos, muitos, todos os; (ser uma pessoa) comum. (Ideograma: um [一, yī] de algo pronunciado como branco [白, bái] — uma centena) dupla; duplicar; vezes; rebelar, insubordinar. (Ideograma: pessoa [人亻, rén] + interromper [咅, pǒu])

bǎi

倍 亾

bèi

rén

benevolência, humanidade, misericórdia, bondade, caridade, amor, altruismo, virtude perfeita, boa vontade; uma pessoa de grande virtude; respeitável; prezado; sensível a estímulos externos; humano, compassivo, humanitário, misericordioso; ser benevolente, bom, humano, sensível; núcleo, semente. (Ideograma: pessoa [ 人 , rén] e dois [ 二 , èr] — sentimento entre duas pessoas) justiça, rectidão, moralidade, princípio; generosidade, caridade, filantropia; cortesia, cavalheirismo; significado, conotação; irreal, artificial, falso; justo. (Ideograma: eu (mão segurando forquilha) [我, wǒ] + ovelha, cabra [羊, yáng] (cornos, orelhas e pernas de uma cabra) — possivelmente, representa uma oferta generosa de ovelhas e produtos do campo) fazer outra vez, repetir, duplicar, renovar; voltar, regressar, regressar a um estado normal ou ao estado original; voltar-se; recurrente, vindo e indo; repetidamente, novamente; resposta a uma carta; recuperar; recuperação. (Ideograma: estrada [彳, chì] + ir para trás [复, fù] (pegada [夊, suī]))

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

74

xiào

piedade filial; filial; obediência, honrar os pais, de ou tendo que ver com a piedade filial. (Ideograma: velho [老, lǎo] + criança [子, zǐ] – velho de cabelo comprido que se apoia numa criança) (ser) bondoso, caridoso, benevolente, benigno, misericordioso, maternal, amoroso; afecto maternal, paternal, humano; compaixão, simpatia, caridade, amor, devoção. (Ideograma: coração [ 心 , xīn] + tecido, fios [ 茲 , cí] (com uma função fonética)) esperto, habilidoso, engenhoso, inteligente, astucioso; engenho(sidade); oportunamente, coincidentemente; oportuno. (Ideograma: trabalho, esquadro, instrumento de carpintaria [ 工 , gōng] + cana, bengala [丂, kǎo]; possivelmente, uma pessoa que sabe usar um esquadro) roubar, apropriar-se indevidamente; ladrão, bandido. (Ideograma: homem a cuspir [次, cì] num vaso/prato/contentor [皿, mǐn] – uma jura entre ladrões). ladrão, gatuno, bandido, assaltante; rebelde, esperto, astucioso; traído; fazer mal, trair, matar; pestes agrícolas; dano, ferida, roubo. Por vezes é usado como um insulto. (Ideograma: consequência, regra [則, zé] (dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] + faca [刂刀, dāo]) + lança, alabarda [戈, gē]) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

qiǎo

盜 賊

dào

zéi zé

有 此 三 者

yǒu

sān

assim, deste modo, como resultado disto, se é assim, neste caso; isto, estes, destes; aqui, agora, aqui e agora, o presente, isto (o auto-evidente). (Ideograma: pé, pegada [止, zhǐ] + [匕, bǐ] (homem rodado) — parar e voltarse para trás ou um homem 匕 mantendo-se 止 no seu lugar — isto) três, trindade, triplo, terceiro; poucos, alguns, muitos, para três; pela terceira vez. pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ])

zhě

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

75

wéi

elefante

agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [ 象 , xiàng] — um empréstimo pelo som) composição literária, artigo, escrito, escritura, caracter, texto; linguagem; literatura, cultura, educação; ritual formal; literário, elegante, cultivado, civilizado, cortês, urbano, letrado, polido; suave, leve; pintar, encobrir, ocultar, ignorar; alguns fenómenos naturais. (Ideograma: uma tatuagem no peito, debaixo da roupa) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) *pés, pé, base, fundação, suporte, adequação, satisfação, suficiência; base para, razão para; (ser) amplo, adequado, completo, o bastante, satisfatório, competente, merecedor (de); (estar) cheio, satisfeito (com); suficientemente, completamente, amplamente. *demasiado modesto ou humilde. (Ideograma: pé [止, zhǐ] e rectângulo (ou elipse) que parece representar uma perna) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) *directiva, comando, decreto, lei, mandato, ordem; ordenar, decretar, causar, fazer; agradável, bom; (ser) excelente, prezado, respeitado; a lei; época, estação do ano. *uma resma (de papel). (Ideograma: boca invertida [亼, jí] dando ordens a uma pessoa ajoelhada [卩, jié]) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa) *classe, categoria, tipo, espécie; pertencer a, estar sujeito a, ser subordinado de, ser regido por, ser governado por. *compor (uma obra escrita); instruir; dirigir. (Ideograma: cauda, fim, parte restante [尾, wěi] (pessoa sentada 尸 com cauda 毛) + tipo de insecto [蜀, shǔ]) *aparecer, ser visível, estar exposto; *ver, observar, percepcionar, apanhar num relance, espiar; entender, examinar, visitar, consultar, encontrar, receber (visitas, etc.), entrevistar, ter uma entrevista com; mostrar, revelar, manifestar, caminhar para uma determinada situação ou condição (como ficar pior, melhor, etc.); visão, ponto de vista, opinião; conscientemente; humilde, tímido, embaraçado, retirado. (Ideograma: olho [目, mù] em cima de pessoa [儿, rén]) seda branca, seda pura, seda por pintar; branco (cor); a constituição original das coisas, matéria, elementos; simples; luto; vegetariano, alimentos vegetais, dieta vegetariana; até ao presente, normalmente, geralmente. (Ideograma: trança feita de seda [ 糸 , mì] — representada por uma dobadoira) agarrar, carregar (nos braços), abraçar, rodear, acarinhar, aceitar, guardar, proteger, esconder; possuir; ambição, aspiração; abraço; (Ideograma: mão [手, shǒu] + embrulhar, cobrir [包, bāo] — criança, embrião [已, yǐ] num útero?)

wén

gù gǔ

lìng líng

suǒ

zhǔ zhù shǔ

xiàn jiàn

bào

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

76

包 樸

bāo

embrulhar, cobrir. (Ideograma: cobrir uma criança , embrião [已, yǐ] no útero?)

shǎo

guǎ guá

學 憂

xué xiáo

simples (dito de vestidos, roupa, literatura), natureza original, simplicidade original; a substância das coisas; coisas em bruto, virgem, por trabalhar; honesto, sincero; um tipo de árvore da família do ulmeiro; (originariamente:) madeira em bruto (que cresceu naturalmente). (Ideograma: madeira [木, mù] + vegetação luxuriante [菐, pú] (duas mãos a apanhar plantas ou madeira para uma lareira ) pouco, jovem, juvenil, júnior, pequeno, menor (em número, quantidade, tempo); pouco, indistinto, ausente, em falta, inadequado, perdido; não pode passar sem; parar, desistir. (Ideograma: retirar daquilo que já é pequeno [小, xiǎo] (uma linha que divide e torna mais pequeno)) si (self); privado, pessoal; de pessoa a pessoa; secreto, clandestino; ter relações ilícitas ou um caso com; contrabando; preconceito, parcialidade, interesse próprio; tendencioso, egoísta; favorecer; egoisticamente; órgãos reprodutores de ambos os sexos. (Ideograma: grão [禾, hé] + boca falando [厶, gōng]) viúvo, sozinho, solitário; pouco, escasso, raro. (Ideograma: casa, telhado [宀, mián] + conferir, dar [頒, bān] (cabeça, folha de papel [頁, yè] + dividir, separar [分, fèn] (separar [兪, bā] com faca [刀, dāo]) — graficamente, parece representar o acto de garantir uma casa a uma viúva) cobiçar, desejar, pretender, querer, ansiar, gostar; ter saudades de; tencionar; expectativa, apetite, avareza, desejo, fome, intenção, motivo, paixão, parcialidade; amigável, jovial; parcial; desejoso, avaro, apaixonado; prestes a. (Ideograma: vale, curso de água saindo de buraco [ 谷 , gù] + homem soprando [欠, qiàn] (possivelmente por ter sede)) aprender, estudar, treinar, imitar; conhecimento, escola, académico, escolar. (Ideograma: duas mãos apresentando caracteres a uma criança [子, zǐ]) NOTA: [大學, dà xué] (grande escola) significa Universidade.

yōu yòu

triste, pensativo, sofredor, ansioso, apreensivo; ansiedade, tristeza, melancolia, sofrimento; preocupação com. (Ideograma: página, cabeça, pessoa [頁, yè] (cabeça e pernas) que anda (pegada [夊, suī]) vendo-se-lhe a mente/coração [心忄, xīn])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

77

Capítulo 20

二十章
*só, sozinho, solitário, único; estar só, juntar num só, segurar juntos; só na medida em que, desde que, só, meramente; e, com, mas; -ismo. *sim, um (pronto, definitivo e simples) sim; prontamente, simplesmente, somente, verdadeiramente; responder (directamente, prontamente); dizer sim, anuir; resposta, consentimento; eco; sim ou não (usados como resposta); ser simples. (Ideograma: boca [口, kǒu] + pássaro [隹, wéi] (com uma função fonética)) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) *e, com, junto com, dar, partilhar, participar, tomar parte; colaborativo, partilhado; assistência, colaboração, companhia, ajuda, relação, partilha, apoio, união, participação; assim como, com a ajuda de. *tomar parte em; participar em. *partícula interrogativa, questão retórica; expressão de dúvida ou surpreza. (Ideograma: mãos que levantam algo [舁, yú] + dar (concha, colher [与, yú] com uma coisa (一) dentro); em versões antigas, também inclui uma boca [ 口, kǒu]) *lisonjear, favorecer; confiar; margem de rio; canto, bordo; pilar; magro e belo; descarga. *partícula inicial, prefixo para nomes de pessoas. *caracter com uma função fonética usado em transliteração de nomes estrangeiros. *partícula final exprimindo aprovação, dúvida ou uma surpreza desagradável; interjeição equivalente a pontuar um frase com «estás a ver?». (Ideograma: cidade [阝阜, fù] + aprovar [可, kě]) mutuamente, reciprocamente, um ao outro, de cada um, para cada um; entre eles, juntos; compostura, aparência, postura, características faciais; complementar, cooperativo, mútuo, recíproco, partilhado; complemento, cooperação, reciprocidade; examinar, inspeccionar, olhar para, ver, estudar, seleccionar; ajudar, assistir, complementar, cooperar; primeiro-ministro (em tempos feudais); substância. (Ideograma: olho [目, mù] a espiar por detrás de uma árvore [木, mù] ) ir embora, partir, remover, desistir de, afastar-se, matar, parar, enfraquecer, evitar, cancelar; ausência, partida, distância, separação; estar separado, distante, fora; gasto, passado, mandado embora; o 4º tom em mandarim. (Ideograma: parece representar um homem [大, dà] que fala (boca) [口, kǒu] e se vai embora) *pequeno, minúsculo; ligeiro; quase; ler subtilezas. *quanto?, quantos?, vários, uns poucos. (Ideograma: muitos fios (representados por dobadoiras) [糸, mì] num tear) o quê?, como?, porquê?, qual?, onde? (Ideograma: homem [亻人, rén] + capaz de, mas, contudo [可, kě])

wéi wěi

zhī

yǔ yú yú

ē ā à a

xiāng xiàng

幾 何 幾何

jī jǐ

jǐ hé

Hoje em dia, estes dois caracteres juntos significam: geometria.

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

78

měi

è ě wù wū

ruò

rén

suǒ

belo, atraente, delicioso, requintado, agradável, atracção, beleza, elegância, embelezar, estimar, glorificar, elogiar, achar belo. É também usado como uma abreviatura para Estados Unidos da América (美國, měi guó –» belo + país) (Ideograma: ovelha, cabra [羊 , yáng] (cornos, orelhas e pernas de uma cabra) gorda e grande [大, dà]) *mau, aberrante, cruel, depravado, malicioso, ofensivo, feio, errado, imoral, ruim; maldade, malícia, doença, ódio, sujidade; *causar desgosto ou repugnância, causar náusea, enjoar; desdenhar, recusar ou rejeitar como não tendo valor. *odiar, detestar, não gostar, condenar. *como, onde; detestar. (Ideograma: mente/coração [ 心 忄 ,xīn] + deformado [ 亞 , yà] (quadrado deformado)) parecer; parece, como, como se, podia ser, se, supondo que; suponhamos que; admitindo, assumindo, desde que; tu; semelhante a; acordo, semelhança; (é muitas vezes posicionado como um sufixo). (Ideograma: plantas, erva [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu] (mão que leva as coisas à boca [ 口 , kǒu]) — antigamente significava apanhar vegetais; Noutra versão mais antiga que era também um «falso empréstimo» parece ver-se representada uma mulher a brincar com o seu cabelo) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa) apreenção, terror, medo, respeito; temível, aterrador, majestoso; com medo, com medo de; ter medo, ter pavor, temer, ter reverência, respeitar; grande reverência. (Ideograma: homem com cara de diabo e com um pau) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) terra abandonada; por cultivar, deserta, estéril, desolada; desperdício; absurdo, ridículo; fome, escassez, deficiência; negligenciar; frugal, económico. (Ideograma: relva, erva [艸 艹, cǎo] + devastação, destruído por cheias de rios [巟, huāng]) partícula de pausa (usada em poesia antiga), uma pausa, ...; aqui, realmente; interjeição (partícula exclamativa), equivalente a " oh!‖ ou ―ah! "; como ...!, tão …!, que ...!; …-idade. (Ideograma: poderá ser uma bengala e, em cima, a exclamação de um homem velho)

wèi

huāng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

79

未 央

wèi

ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) ainda não, não agora, agora não; menos do que, falho de; antes de; sem, incompleto; ainda não estar pronto para; nunca, nunca será; incompletamente; negação, -in; período da uma às três da tarde. (Ideograma: uma árvore [木, mù] em que os botões ainda não floresceram) centro, equilíbrio; central; meio, médio; terminar, concluir; conclusão, fim, ponto extremo; pedir; mendigar. (Ideograma: homem [大, dà] carregando o peso de duas cargas numa vara 冂) partícula exclamativa ou interrogativa; aqui, na verdade, de facto; agora, presentemente, neste dia; admiração, surpreza, espanto; começar; certamente, enfaticamente, realmente, certamente, verdadeiramente; fará ...?; de modo nenhum!; quanto.. .! (Ideograma: lança, alabarda [戈, gē] + boca [口, kǒu] + talento [才, cái] ) multidão, grupo, multitude, massas, todos, cada um, tudo, em todo o lado; público, comum, popular; abundante, muito, muitos, numeroso. (Ideograma: um olho [ 目 , mù ] a ver muita gente. Originariamente: três pessoas debaixo do Sol [旣, rì]) brilhante, esplêndido, excelente, próspero, expansivo, espaçoso, florescente, em paz e feliz. (Ideograma: queixo, bochechas [巸, yí] + parar (ou, neste caso, bochechas gordas) [已, yǐ] + fogo [火灬, huǒ]) como, parecido com, tão bom como, equivalente a; de acordo com, deste modo; assumir, parecer, supor; ir para, chegar a; seguir (conselho), ouvir (alguém); deve; devia; a tempo, a seu tempo; como se, se, supondo; como, por exemplo, aparentemente; (muitas vezes é posicionado como um sufixo). (Ideograma: mulher [女, nǔ] + boca [口, kǒu] — como uma mulher que segue os conselhos do marido ou do pai) desfrutar, gosar, festejar, gostar. (Ideograma: possivelmente, elevado, alto [高, gāo] com um objecto em baixo, hoje em dia parecido com criança [子, zǐ])

yāng

zāi

眾 熙 如

zhòng

产 太 牢 春

xiǎng chún

tài

láo

muito grande, demasiado, muito; extremamente, excessivamente; acima; um termo denotando respeito (usado em títulos). (Ideograma: um adulto [大, dà] com uma criança entre as pernas) prisão, estábulo, gaiola, curral, galinheiro; seguro, firme, preso; firmemente; preocupado; sacrifício; animais para sacrifício. (Ideograma: casa, tecto [宀, mián] para uma vaca [牜牛, niú])

chūn

Primavera, alegre, juvenil, amor, apetite sexual, vida.

登 臺

dēng

(Ideograma: o Sol [旣, rì] que faz os rebentos [屯, tún] transformarem-se em plantas [艹艸, cǎo]) escalar, subir, ascender, trepar; registar, anotar, publicar.

(Ideograma: andar para a frente [癶, bō] levando uma taça [豆, dou]) tái plataforma, palco, terraço, posto de observação, stand, secretária (mesa), estação, emissora de rádio, classificador para veículos ou máquinas; suportar; abreviatura para Taiwan; (em em chinês clássico:) maneira polida de se dirigir a alguém numa carta. O mesmo que [台, tái]. (Ideograma: possivelmente, uma torre de vigia ou um guerreiro [ 士, shì] numa torre alta [高, gāo] da qual pode atirar uma seta [至, zhì])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

80

eu, a mim, me, o meu, nós, nosso; auto-; mim mesmo. (Ideograma: mão [手, shǒu] + alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē]; antigamente, parecia representar um instrumento qualquer, possivelmente uma forquilha)

sozinho, independente, individual, isolado, solteiro, único; abandonado; ser abandonado, estar só, pensativo, meditativo; solidão; só, por si, auto-, mono. (Ideograma: cão [犭犬, quǎn] + Shu (Província de Sichuan) [蜀, shǔ] (um insecto com cabeça 皿 e corpo 勹 + insecto [虫, chóng])
ficar; ancorar um navio; estar ancorado; atracar; estar à deriva; tranquilo e em silêncio; lago; corpo de água; parque (automóveis).

chōng zhào

augúrio, sinal (prenúncio do futuro, ao ler a sina), um aviso, presságio; prever; milhões (china); trilião; biliões (taiwan); começar; início. (Ideograma: representa ranhuras na carapaça de uma tartaruga, que eram usadas como oráculo, para tentar prever o futuro) confuso, turvo, caótico.

dùn

嬰 兒 嬰兒 孩

yīng

(Ideograma: água [氵水,shuǐ] + rebentos de plantas [屯, tún]) bebé, miúdo, recém nascido, ainda alimentado a leite. (Ideograma: mulher, seios [女, nǔ] + colar de conchas [賏, yìng]; mas as duas conchas/tesouros talvez representem os seios.) bebé, filho; referência a si mesmo ao abordar os pais; partícula final depois de substantivo, pronome, adjectivo, advérbio e verbo. (Ideograma: mãos de bebé que quer que lhe peguem ao colo) miúdo, bebé (Ideogramas: mulher, seios + mãos de bebé que quer que lhe peguem ao colo.) bebé, criança, pequeno, jovem; sorrir ou rir como uma criança. (Ideograma: criança [子, zǐ]) + [交, hài] que representa um porco e é usado para designar os «anos do porco» no calendário chinês; como antigamente significava rir, poderá representar uma criança a fazer um som como o de um animal) cansado, exausto, fatigado. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + cansaço acumulado [累, léi]) Julgo que é possível que este caracter tivesse também o significado de «débil», como o do caracter [儡, lěi] que o substitui, no capítulo 20, em algumas versões do TTK. Esse significado parece fazer mais sentido no contexto desse capítulo. marioneta; débil e magro; estragado, danificado, delapidado; emaranhado, preso. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + campos divididos por diques [畾, léi] — algo parecido com uma pessoa) Em algumas versões do TTK, no capítulo 20 aparece este caracter em vez de [儽, lèi]. não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») regressar, regressar a casa, ir para uma casa nova; retornar; devolver (ao seu dono); pertencer; (dito de uma mulher) casar; prometer aliança; pertencer; atribuir; virar-se para; colocar ao cuidado de alguém; ser persuadido, capitular, tornar-se leal, mudar de lealdades, submeter-se. (Ideograma: seguir [追, zhuī] + (vassoura representando uma) esposa [帚, zhǒu] -um dos caracteres usados para «mulher casada» é [婦, fù], um caracter composto por mulher [女, nǔ] e vassoura [帚, zhǒu])

ér

yīng ér

hái

lèi

lěi

guī

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

81

jiē

有 餘

yǒu

todos, cada um, em todos os casos; inteiro, completo, em todo o lado, sempre; abundante, numeroso, em uníssono; concordar, estar junto com; cooperação; como um, inteiramente. (Ideograma: duas pessoas lado a lado [比, bì] + branco, brilho do Sol [白, bái] (antigamente, uma boca em vez do Sol)) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

ér

yí wèi suí

愚 心

xīn

dùn

abundante, amplo, excessivo, empilhado, armazenado; extra, remanescente, restante, resto, excedente, excesso; mais do que suficiente, superabundante, supérfluo; abundância, pilha; consequências, balanço; sobreviver, manter-se, ainda existir por haver em excesso; armazenar; o último de; complemento de um número; impar; depois. (Ideograma: comer [食, shí] (boca [亼, jí] sobre uma taça de arroz [癿, bī]) + eu, a minha pessoa (em discurso formal) [余, yú] — parece uma boca e uma árvore) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). oferecer, dar um presente, ser deixado para, ser posto sobre; perder, perdido, coisas perdidas, restos, legado; omitir, esquecer, abandonar, legar, urinar; omissão por negligência, deixar (restos); abandonado, perdido, esquecido; algo deixado pelos mortos, área de sepulturas. (Ideograma: andar, movimento [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + valor, moeda (mãos com conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貴, guì]) estúpido, tonto, tolo, imprudente, rude, ignorante; simples, rústico, sem sabedoria, não inteligente; enganar; fazer batota; eu (auto-referência com humildade). (Ideograma: mente/coração [心忄, xīn] + macaco [禺, yù]) coração, mente, a sede da personalidade, consciência, razão, pensamento, vontade; afecto, desejo, disposição, emoção, sentimento, ideia, intenção, natureza moral, motivo; ideia, ambição; núcleo, meio, centro, dentro; constelação chinesa, correspondente à constelação de Escorpião. (Ideograma antigo: poderá graficamente representar o coração, os pulmões (ou o sexo masculino...) e, também, como, até mesmo, se, só, ainda, quando, enquanto, com, ou, para além disso; assim mesmo; um pouco, completamente, inteiramente, especialmente, na verdade; uma exclamação; (em chinês clássico) partícula final servindo de cópula; uma pausa (que denota o fim de um pensamento ou uma pausa para dar ênfase a uma palavra ou frase). (Ideograma: possivelmente, água a cair de um funil ou bacia) confuso, turvo, caótico.

俗 昭 昏

(Ideograma: água [氵水,shuǐ] + rebentos de plantas [屯, tún]) costume, convenção, popular, comum, rude, vulgar, secular. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + vale, oco, riacho [谷, gù] (água fluindo 兪 兪 de um buraco 口 )) brilhante, luminoso, manifesto; brilho; ilustre, proeminente, eminente; evidente, óbvio; mostrar, exibir. (Ideograma: Sol [旣, rì] + convocar, chamar [召, zhào] — um aspecto do Sol) crepúsculo, escuro, obscuridade, anoitecer; desmaiar, perder a consciência; com visão pouco clara, tonto, confuso, turvo; estúpido, demente; (antigamente:) casar. (Ideograma: Sol [旣, rì] + baixo (pessoa inclinada) [氐, dī])

zhāo

hūn

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

82

察 悶

chá

examinar, investigar, notar, observar, inspeccionar, estudar, escrutinar, descobrir, discernir. (Ideograma: venerar [祭, jì] pondo, com uma mão [又, yòu], carne [肉, ròu] num altar [示, shì ] sob um telhado [宀, mián]) *opressivo; sufocante (dito de condições climáticas); abafado (ar); abafado (som); fechar-se ou fechar alguém dentro de casa; cobrir o bule com água a ferver durante algum tempo quando se faz chá. *melancolia, tristeza; triste, deprimido, aborrecido, apático. (Ideograma: coração [心, xīn] atrás da porta [門, mén]) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

mēn

mèn

有 以

yǒu

*

頑 似 鄙 異 於

wán

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) malicioso, obstinado, estúpido, ignorante, teimoso, recalcitrante, desobediente, caprichoso; brincar (to play). (Ideograma: primeiro, começo, original, grande [ 元 , yuán] (homem com cabeça proeminente) + cabeça [頁, yè]) parecer-se, assemelhar-se a, pseudo-, como se. (Ideograma: pessoa [人 , rén] + de acordo com, considerar como [以, yǐ])

mesquinho, baixo, básico, médio, vulgar, inferior, humilde, desprezível, superficial; remoto; desprezar, olhar com desdém. (Ideograma: mesquinho, avarento, excedente, celeiro com excedente [啚, tú] + cidade [阝邑, yì] (edifícios 口 e pessoas subservientes 卩) diferente, outro, hetero-, fora do usual, estranho, heterodoxo, divergente, único, surpreendente, distinguir, separar, discriminar. (Ideograma: homem com uma máscara na cara) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) benefício, estima, glorificação, honra, respeito, valor, moeda; ser estimado, altamente colocado, alta patente, honrado, distinto, caro, oneroso, valioso, precioso; estimar, prezar, apreciar, favorecer; tratar com respeito, considerar como tesouro, valorizar altamente; premiar; honradamente, respeitosamente, ou uma forma de tratamento formal denotando respeito. (Ideograma: mãos segurando dinheiro [貝, bèi] (conchas presas num fio usadas como dinheiro)) comer; refeição, comida, alimento, subsistência; vida; salário. (Ideograma: uma boca [亼, jí] sobre uma taça de arroz [癿, bī]) a mãe de uma pessoa; mãe em sentido figurado; mãe, matriarca; maternidade; denominador, chave, matriz, raiz, fonte, origem, aquilo que produz; ser maternal. (Ideograma: mulher [女, nǔ] com dois mamilos)

yì yū

guì

食 母

shí

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

83

淡 海 飄

dàn

insípido, insosso , diluído, fraco, leve, de cor clara, sem sabor, fresco, indiferente, apático; fora de época; quando os negócios estão maus; aborrecido, folgado; luz (cor); ligeiro; sem desejos mundanos; nitrogénio. (Ideograma: água [水氵,shuǐ] + quente [炎, yán]) oceano, mar; imenso. (Ideograma: água [水, shuǐ] + toda [每, měi], que é representava antigamente uma mulher [母, mǔ] a pentear-se — um empréstimo pelo som) soprar; flutuar (no ar), soprado pelo vento; ciclone, redemoinho; flutuar, andar à deriva (na água). (Ideograma: vento [風, fēng] + bilhete, nota [票, piào]; Ideograma antigo: muro, cidade [阝邑, yì] + soltar [解, jiě])

hǎi

piāo biāo pião

zhǐ

parar, fazer parar, desistir, fazer uma pausa, estar parado, repousar; permanecer; deter; proibir; chegar a; quieto, calmo, estagnado; só. (Ideograma: um pé)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

84

Capítulo 21

二十一章
kǒng abertura, buraco, orifício; que pertence a Confúcio (孔夫子, Kǒng Fūzǐ) ou ao Confucionismo; urgente, urgentemente, muito, grandemente, extremamente; piercing. (Ideograma: onde os filhos [子, zǐ] da andorinha [乚, yǐ] (chamamento de um pássaro) são criados; parece referir-se a um ninho de andorinha ou à boca de um bebé) virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [ 心忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí])) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) autocontrolo, paciência, tolerância; aparência, aspecto, expressão facial; compostura, forma, expressão, face, figura; conter; permitir, tolerar, aceitar, admitir, perdoar, perdão; abster-se, abstinência. (Ideograma: casa, telhado [宀 , mián] que contem algo que flui de uma abertura [谷, gǔ]). pensar, meditar; só, sozinho; mas, contudo; meramente, só, simplesmente, nomeadamente, e, com. (Ideograma; mente/coração [心忄,xīn] + pássaro [隹, wéi] (com uma função fonética)) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

zhī

róng

惟 道

wéi

dào

是 從

shì

cóng zōng zǒng

*a partir de, por, pelo, daí, de onde, através de; empreender, gerir, tomar conta de, dedicar-se a, seguir, perseguir, participar em; ceder a, obedecer, escutar; seguidor. *de norte a sul; *acompanhante, criado, secundário, acessório, vice ou adjunto; relações diversas das de sangue. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + seguir passo a passo [ 从, cóng]) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [ 牛 , niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»).

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

85

恍 惚 六

huǎng

hū bū

zhōng zhòng

有 象

yǒu

distraído, inconsciente, em transe; de repente, subitamente; parecer, como se; aparentemente; repentino, confuso, indistinto, dúbio; frustrado, desapontado; agitação. (Ideograma: mente/coração [心忄, xīn] + luz [光, guāng]) desatento, distraído, obscuro, vago, misterioso, confuso, indistinto. (Ideograma: mente/coração [心忄, xīn] + indiferente, descuidado [忽, hū)], que tem o ideograma para coração em baixo e não [勿, wù] em cima.) partícula de pausa (usada em poesia antiga), uma pausa, ...; aqui, realmente; interjeição (partícula exclamativa), equivalente a " oh!‖ ou ―ah! "; como ...!, tão …!, que ...!; …-idade. (Ideograma: poderá ser uma bengala e, em cima, a exclamação de um homem velho) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) *centro, central, médio, intermédio, mediano, medíocre, razoável; no meio de, no centro de, entre, em, dentro, a meio caminho; centro de um alvo; temperado, (verdadeiro, agradável) em relação a, de acordo com o gosto; bem, equilibrado, «au point»; China, chinês. *atingir (um alvo, um objectivo); passar num exame; ser atingido, ser afectado por. (Ideograma: o centro de um círculo) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

xiàng

imagem, representação, forma, figura, retrato, conceito; semelhança, como; fenómeno, aparência (especialmente de tempo meteorológico, astros, etc.); elefante; marfim; parecer, lembrar. (Ideograma: um elefante com dentes e uma grande cabeça) profundo, obscuro, misterioso; secluso, tranquilo, longe da sociedade. (Ideograma: caverna [穴, xué] + imaturo, delicado [幼, yòu] (franzino [幺么, yāo] + braço forte [力, lì]) escuro, sombrio, obscuro; crepúsculo, escuridão; estupidez; estúpido; longe e alto; profundo; mundo invisível; noite. (Ideograma: Sol [旣, rì] coberto 冖 nas seis [公, liù] direcções) essência de, essencial, subtil; espírito, a Essência, sémen, esperma, energia; fino e delicado, requintado, dedicado; intensivo, muito, extremamente, completamente; esperto, vivo, inteligente, qualificado; especializar-se em; duende, espírito; demónio; arroz polido; arroz não misturado. (Jīng é o sopro vital terrestre, uma forma de chi [氣, qí] que se manifesta nos fluidos sexuais) (Ideograma: grão [米, mǐ] + verde [青靑, qīng] (erva em volta de um poço)) em grande medida, consideravelmente, extremamente; tão, muito, num alto grau; mais (importante) do que; excedendo o esperado, excessivo. (Ideograma: dizer (boca falando) [曰, yuē] + igualar, um elemento de um par [匹, pǐ]) verdadeiro, real, factual, genuíno; substancial; realmente, de verdade, claramente; a maior sinceridade que podemos demonstrar; verdade, facto, substância. (Ideograma: possivelmente, ver se uma mesa [兀, wù] está direita [直, zhí] ou firme [貞, zhēn])

窈 冥

yǎo

míng měng mì mìng

jīng

shèn shén shé shí

zhēn

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

86

xìn

今 及

jīn

confiança, certeza, crença, credulidade, (boa) fé, sinceridade; palavra de honra, verdade; evidência, sinal, mensagem; enviado, emissário; notícias, informação, palavra, carta, correio; acreditar (em), confiar, contar com; estar seguro de; consistente, credível, honesto, sincero, verdadeiro, de confiança; assinar, prometer; na verdade, verdadeiramente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + palavra [言, yán] — talvez evocando a ideia de uma pessoa «de palavra») si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu») hoje, moderno, presente, momento, corrente, isto, agora. (Ideograma: boca em cima 亼 falando para baixo)

atingir, alcançar, chegar a, assim como, com; no momento certo, a tempo para, oportunamente; quando; enquanto, até, chegar até; continuar, prosseguir, prorrogar. (Ideograma: agarrar uma pessoa [人, rén] com a mão [又, yòu])

míng

antigo, antiquado, clássico, velho; há muito tempo, outrora; os antigos, tempos antigos, os tempos mais antigos; paleo-. (Ideograma: dez [十, shí] + boca [口, kǒu] — representando a ideia de algo que já passou por dez bocas, ou seja, algo que foi já transmitido ao longo de dez gerações) nome, substantivo, título, descrição, significado, palavra escrita; posição, renome, honra, fama, notoriedade; famoso, distinto, de renome; valioso, precioso, nobre, raro, grande; descrever, chamar-se, significar, chamar, proferir, indicar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + Lua [月夕, yuè] — o que dizemos, à luz do luar, para que saibam quem somos.) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) ir embora, partir, remover, desistir de, afastar-se, matar, parar, enfraquecer, evitar, cancelar; ausência, partida, distância, separação; estar separado, distante, fora; gasto, passado, mandado embora; o 4º tom em mandarim. (Ideograma: parece representar um homem [大, dà] que fala (boca) [口, kǒu] e se vai embora) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) examinar, inspeccionar, estudar, observar, avaliar, rever, ler. (Ideograma: porta [門, mén] + trocas, sentidos [兌, duì])

閱 眾

yuè

zhòng

multidão, grupo, multitude, massas, todos, cada um, tudo, em todo o lado; público, comum, popular; abundante, muito, muitos, numeroso. (Ideograma: um olho [ 目 , mù ] a ver muita gente. Originariamente: três pessoas debaixo do Sol [旣, rì])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

87

吾 何 知

homem (eufemismo), pai (eufemismo), linhagem, antepassados, começo, origem; então e só então, imediatamente depois, há pouco, por pouco, mal (se tinha de pé); uma distância de 10 li (unidade de comprimento aproximadamente equivalente a meio metro). (Ideograma: pai [父, fù] + usar [用, yòng] ou uma planta [屮, chè] crescendo num campo [田, tián]) eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu]) o quê?, como?, porquê?, qual?, onde? (Ideograma: homem [亻人, rén] + capaz de, mas, contudo [可, kě])

zhī zhì

狀 哉

zhuàng

saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) forma, aparência; condição, estado, situação; recurso escrito; certificado; descrever, narrar; descrição. (Ideograma: cama, mesa [爿, qiáng] + cão [犭犬, quǎn])

zāi

partícula exclamativa ou interrogativa; aqui, na verdade, de facto; agora, presentemente, neste dia; admiração, surpreza, espanto; começar; certamente, enfaticamente, realmente, certamente, verdadeiramente; fará ...?; de modo nenhum!; quanto.. .! (Ideograma: lança, alabarda [戈, gē] + boca [口, kǒu] + talento [才, cái] ) assim, deste modo, como resultado disto, se é assim, neste caso; isto, estes, destes; aqui, agora, aqui e agora, o presente, isto (o auto-evidente). (Ideograma: pé, pegada [止, zhǐ] + [匕, bǐ] (homem rodado) — parar e voltarse para trás ou um homem 匕 mantendo-se 止 no seu lugar — isto)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

88

Capítulo 22

二十二章
torto, torcido, curvo, dobrado; errado, falso; injustificável; pouco conhecido; obscuro; dobrar. (Ideograma: provavelmente, madeira a ser encurvada num torno) *partícula indicando consequência (geralmente depois de uma suposição) ou uma razão: então, como resultado, como regra, consequentemente, de isso, desse modo, necessariamente, normalmente, por essa razão, por isso; nesse caso; *uma lei, regra, critério, norma, padrão, princípio; *imitar, seguir; *(partícula exprimindo contraste com frase anterior:) mas, contudo, no entanto, caso contrário. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] que separa dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] segundo uma regra) perfeito, completo, todo, total, intacto, inteiro, tudo; preservar, completar.

曲 則

內 枉 直

quán

(Ideograma: jade [玉, yù] sendo guardado num abrigo) wǎng torcido, torto, distorcido, lesado; resíduos; em vão, inútil; errado; opressão; pedido de condescendência (em linguagem educada) (Ideograma: árvore [木, mù] + astuto [壬, tíng] (homem em cima da terra) – torcido como um mau tronco de arvore) directo, simples, franco; directamente, simplesmente, apenas, meramente; recto, vertical, traço vertical; endireitar; íntegro e honesto, justo, imparcial; vertical, longitudinal; em primeira mão; contínuo, ininterrupto: rígido, insensível; apenas; relevante. (Ideograma: olho [目, mù ] que vê a direito 十) profundo, oco; em baixo; poço, pântano, terreno baixo; depressão, buraco. (Ideograma: caverna [穴, xué] + buraco [洼, wā])

zhí

窪 盈

yíng

敝 新 少

completar, exceder, encher, transbordar, empilhar, mais do que reencher, mais que satisfazer; abundância, excesso, satisfação; estar demasiado cheio, estar cheio com; abundante, inundado, satisfeito, supérfulo; suficiente, mais do que, muito, demasiado, em excesso, até à saciedade; quando estiver cheio; sobre-. (Ideograma: aumentar, êxito [夃, yíng] (conseguir engravidar — barriga cheia) + vaso, prato, contentor [皿, mǐn] ) desgastado, quebrado, esgotado, cansado, pobre, rasgado; (expressão autodepreciatória) o meu, o nosso. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (mão e instrumento) + tecido rasgado num tear) novo, recente, moderno, fresco; novamente; início; partida; neo-. (Ideograma: cortar com um machado [斤, jīn] uma aveleira [亲, qīn] (hoje significa parente) para começar a construir algo de novo) (Nota: [新年, xīn nián] significa «Ano novo») pouco, jovem, juvenil, júnior, pequeno, menor (em número, quantidade, tempo); pouco, indistinto, ausente, em falta, inadequado, perdido; não pode passar sem; parar, desistir. (Ideograma: retirar daquilo que já é pequeno [小, xiǎo] (uma linha que divide e torna mais pequeno)) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [ 彳 行 , chì] e obter (mão [ 寸 , cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]).

xīn

shǎo

dé děi de

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

89

duō

muito, muitos, demasiado, numeroso, multi-; excesso; muito mais, mais do que; ter muito; expressão de dúvida ou surpreza (como?, o quê?, etc.) quanto à qualidade do adjectivo que se segue. (Ideograma: duas luas) confundir, enganar, iludir, intrigar, duvidar, suspeitar; dúvida, suspeita.

惑 是 以

huò

(Ideograma: talvez [或, huò] + mente/coração [心忄,xīn]) shì sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì]) yǐ
*

shèng

rén

抱 包 一 為

bào

bāo

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) agarrar, carregar (nos braços), abraçar, rodear, acarinhar, aceitar, guardar, proteger, esconder; possuir; ambição, aspiração; abraço; (Ideograma: mão [手, shǒu] + embrulhar, cobrir [包, bāo] — criança, embrião [已, yǐ] num útero?) embrulhar, cobrir. (Ideograma: cobrir uma criança , embrião [已, yǐ] no útero?)

wéi

elefante

um, único, simples, completo, inteiro, até ao fim; integridade, unidade, uniformidade, união, ponto, o todo (de), todos; uma instância, uma vez; ser o primeiro, liderar; idêntico, o mesmo; devotado, com o coração só numa coisa; integrar, unificar, unir; logo que, uma vez; unicamente. agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha)

天 下

tiān

xià

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

90

天下 式

tiān xià shì shi chì

(Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. modelo, padrão, costume, exemplo, forma, estilo, moda, regra, sistema; formulário, fórmula; cerimónia. (Ideograma: divisórias [弋, yì] + trabalho [工, gōng] – tirar medidas)

(prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu») *aparecer, ser visível, estar exposto; *ver, observar, percepcionar, apanhar num relance, espiar; entender, examinar, visitar, consultar, encontrar, receber (visitas, etc.), entrevistar, ter uma entrevista com; mostrar, revelar, manifestar, caminhar para uma determinada situação ou condição (como ficar pior, melhor, etc.); visão, ponto de vista, opinião; conscientemente; humilde, tímido, embaraçado, retirado. (Ideograma: olho [目, mù] em cima de pessoa [儿, rén]) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) brilho, claridade, iluminação, luz, lucidez; percepção, discernimento, visão, acuidade visual; acordo, contrato; brilhante; claro, compreensível, consciente, óbvio, evidente, inteligente, esclarecido, esperto, inteligível, lúcido, puro, sagaz, visionário; afirmar, acordar (por oposição a dormir), ver, clarificar, esclarecer, explicar, iluminar, ilustrar, percepcionar, mostrar, entender; dia, alvorada, madrugada, próximo (dia ou ano), a dinastia Ming (1368-1644 d.C.). (Ideograma: Sol [旣, rì] + Lua [月, yuè]). ornamental, colorido, evidente, claro; manifestar, tornar conhecido, exibir, proclamar. (Ideograma: escrita, capítulo, clarificar [章, zhāng] (dez [十, shí]) + sons, fala [音, yīn] (boca e língua)) + raios de Sol, cabelos, ornamentos [彡, shān] ) deitar abaixo cortando (árvores, etc.), cortar (madeira), subjugar, atacar, castigar, punir batendo, enviar uma expedição contra; ser arrogante, gabar-se. (Ideograma: homem [亻人, rén] com uma lança [戈, gē])

xiàn jiàn

gù gǔ

míng

彰 伐

zhāng

fā fá pèi

有 功 矜

yǒu

ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

gōng

mérito, utilidade, valor, realização, resultado, sucesso, êxito, mestria, benefício, crédito, efeito; um feito ousado, um bom trabalho; tarefa, função; aplicar-se ao trabalho, conseguir bons resultados; meritório, sólido, com valor; trabalho (Física). (Ideograma: trabalho [工, gōng] + força, habilidade, braço forte [力, lì]) reservado, auto-controlado, auto-disciplinado, digno, convencido, arrogante; autocontrol, auto-disciplina; ter pena de, simpatizar com, ter compaixão; gabar-se; imitar. (Ideograma: lança [ 矛 , máo] + agora [ 今 , jīn] — possivelmente, gabar-se mostrando a lança)

jīn

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

91

cháng

zhǎng

zhēng

mò mù

*longo, persistente, perpétuo; eternamente, regularmente, constantemente, continuamente; completar, continuar, perdurar, persistir, sobreviver, prosperar, sobreviver; crescer, aumentar, avançar, tornar-se; persistência, duração, longevidade, maturidade, prosperidade; ponto forte. *sénior, velho; o mais velho, líder, chefe, comandante, presidente, superior; maturo, experiente, durável. (Ideograma: possivelmente representa cabelo longo) discutir, competir, debater, lutar, entrar em pancadaria, admoestar, aconselhar; puxar em direcções diferentes; com falta de; faltar, carecer de argumentos, competição, conflito, rivalidade, disputa, briga; como? porquê? (Ideograma: parece representar duas mãos puxando um fio em direcções diferentes) *não faças; não há ninguém que, não, não é, não pode; ninguém, nem um, nenhum; de modo nenhum; não ter; não é?; excepções. *crepúsculo, noite. (Ideograma: O Sol [旣, rì] desce sobre a relva [ 茻, mǎng])

néng tài

habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca)

yǔ yú yú

zhī

所 謂

suǒ

*e, com, junto com, dar, partilhar, participar, tomar parte; colaborativo, partilhado; assistência, colaboração, companhia, ajuda, relação, partilha, apoio, união, participação; assim como, com a ajuda de. *tomar parte em; participar em. *partícula interrogativa, questão retórica; expressão de dúvida ou surpreza. (Ideograma: mãos que levantam algo [舁, yú] + dar (concha, colher [与, yú] com uma coisa (一) dentro); em versões antigas, também inclui uma boca [口, kǒu]) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) antigo, antiquado, clássico, velho; há muito tempo, outrora; os antigos, tempos antigos, os tempos mais antigos; paleo-. (Ideograma: dez [十, shí] + boca [口, kǒu] — representando a ideia de algo que já passou por dez bocas, ou seja, algo que foi já transmitido ao longo de dez gerações) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa)

wèi

zhě

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月 肉, ròu]) (com uma função fonética)) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

92

kāi

*feliz, encantado, eufórico, jubilante; harmonioso; *como?, o quê?, porquê?, pode isto ser?; partícula interrogativa implicando uma opinião ou resposta divergente ou conflituosa. (Ideograma: prato cerimonial [豆, dou] com uma mão 山 em cima)

vazio, oco, vão, desocupado; falso, inútil, irreal, enganador; improcedente, infundado; humilde, modesto, fraco, débil; abstracto, sem forma. (Ideograma: tigre [虍, hū] + colina [丘, qiū]) — a colina do tigre, um sítio vazio)

yán

zāi

誠 而

chéng

palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [口, kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) partícula exclamativa ou interrogativa; aqui, na verdade, de facto; agora, presentemente, neste dia; admiração, surpreza, espanto; começar; certamente, enfaticamente, realmente, certamente, verdadeiramente; fará ...?; de modo nenhum!; quanto.. .! (Ideograma: lança, alabarda [戈, gē] + boca [口, kǒu] + talento [才, cái] ) sincero, honesto, cordial, verdadeiro, real; sinceridade; verdadeiramente, na verdade. (Ideograma: falar, palavra [言, yán] + perfeito, concluído [成, chén])

ér

guī

(mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). regressar, regressar a casa, ir para uma casa nova; retornar; devolver (ao seu dono); pertencer; (dito de uma mulher) casar; prometer aliança; pertencer; atribuir; virar-se para; colocar ao cuidado de alguém; ser persuadido, capitular, tornar-se leal, mudar de lealdades, submeter-se. (Ideograma: seguir [追, zhuī] + (vassoura representando uma) esposa [帚, zhǒu] um dos caracteres usados para «mulher casada» é [婦, fù], um caracter composto por mulher [女, nǔ] e vassoura [帚, zhǒu])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

93

Capítulo 23

二十三章
breve, espaçado, pouco, precioso, raro, disperso, fino, fora do comum; ténue, inaudível, curioso, estranho; muito; desejar, anticipar, esperar, ter esperança; fazer uma pausa, cessar, ir gradualmente parando; tornar-se silencioso; raramente. (Ideograma: tecido [巾, jīn] raro, com fibras entrelaçadas) palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [口, kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu») assim; se for assim, assim mesmo, sendo assim; sim, correcto, verdade; permissão; certamente, realmente; mas, contudo; (ser) natural, real, verdadeiro; afirmar, aprovar, consentir; considerar verdadeiro; o mesmo que 燃: queimar, passar pela chama, coser, acender; chama, luz. (Ideograma: carne [ 肉 , ròu] de cão [ 犭 犬 , quǎn]) no fogo [ 火 灬 , huǒ] — ideograma emprestado pelo som — o seu significado mais antigo é «cozinhar» ou «passar pela chama») por si assim, seguindo o seu próprio fluir natural. O conjunto formado por esses dois caracteres é usado pelos taoistas para exprimir o principio básico do Tao na sua evolução (o «por si mesmo assim» — a natureza espontânea própria dos seres). Hoje em dia, em chinês moderno são usados em conjunto para significar Natureza, natural. consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) soprar; flutuar (no ar), soprado pelo vento; ciclone, redemoinho; flutuar, andar à deriva (na água). (Ideograma: vento [風, fēng] + bilhete, nota [票, piào]; Ideograma antigo: muro, cidade [阝邑, yì] + soltar [解, jiě])

希 言

yán

rán

自然

zìrán

gù gǔ

piāo biāo pião

fēng fān

soprar; vento, rajada, brisa, fama, reputação; anunciar, ridicularizar, satirizar; educação, influência, costumes, moda, estilo, gosto; rumor; padecimentos causados pelo vento e humidade. É usado na palavra 風水(vento e água), que significa «geomância» e cuja pronúncia é fēngshuǐ, em mandarim. (Ideograma: vela [ 凡 , fán] + insecto [ 虫 , chóng]; o caracter antigo parece representar o trajecto dos insectos que voam no vento) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) fim, conclusão, morte, finalidade; concluído, duradouro, eterno, completo, feito; completar, levar até ao fim, morrer, falecer; no final, do fim; completamente, definitivamente, na verdade, afinal. (Ideograma: linha, seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] + Inverno [冬, dōng] — parece representar a ideia do fim de uma linha)

zhōng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

94

zhāo cháo

*aurora, manhã, cedo; dia. *assembleia presidida por um soberano, corte imperial, corte real, residência real; dinastia, reinado; ir à corte imperial; enfrentar; peregrino, peregrinação; em direcção a. (Ideograma: aurora, o Sol levanta-se [倝, gàn] por cima de um barco [舟, zhōu]) cavalo rápido; rápido, intenso, súbito; de repente; frequente; galope. (Ideograma: cavalo [馬, mǎ] + juntar, reunir [聚, jù] (escolher [取, qǔ] + um grupo de pessoas [㐺, yín])

zhòu zòu

雤 旣 孰 為

chover, chover a cântaros; chuva; chuvoso

(Ideograma: gotas de chuva caindo do céu) sol, dia, diariamente, todos os dias; abreviatura de Japão; japonês; tempo; dia (não noite; de dia). (Ideograma: o Sol)

shú

quem?, a quem?, qual?, o quê?, onde?, quanto? (Ideograma: gostar [ 产, chún] + pessoa com mão, capturar [丮, jǐ]) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) assim, deste modo, como resultado disto, se é assim, neste caso; isto, estes, destes; aqui, agora, aqui e agora, o presente, isto (o auto-evidente). (Ideograma: pé, pegada [止, zhǐ] + [匕, bǐ] (homem rodado) — parar e voltar-se para trás ou um homem 匕 mantendo-se 止 no seu lugar — isto) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) *Terra, terra, solo, espaço, território, mundo, campo, lugar, base, posição; terrestre, mundano; topográfico. *-mente; partícula usada para formar advérbios. (Ideograma: terra/solo [土, tǔ]) + também [也, yě] (parece representar água a cair de um funil)) *ainda, até mesmo; defender, honrar; estimar, louvar, exaltar. *telhado; casa com telhado. (Ideograma: casa 冂 com telhado 小 e janela 口) habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca)

wéi

elefante

此 者

zhě

天 地

tiān

dì de

shàng shang chàng

néng tài

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

95

jiǔ

ér

況 於

kuàng

continuar, perdurar, durar; preserverar, persisitir, sobreviver, esperar; ser antigo, crónico, clássico, continuado, longo; há um longo tempo; fazer esperar alguém um longo tempo; velho, duradouro, sobrevivente, longevidade; por tanto tempo, depois de tanto tempo, enquanto; durante todo este tempo; finalmente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] com impedimentos no andar, representado por traço adicional) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). além disso, já para não falar; comparar; situação, condição, circunstâncias; visitar. (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + pessoa a falar [兄, kuàng] (boca [口, kǒu] + pessoa [儿人, rén]))

rén

hū hu hú hǔ

*sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) preposição: ao longo de, debaixo, em, ao lado de, por, de, do que, para, sobre, com, dentro, em vez de, aqui; partícula exclamativa; partícula interrogativa final: não é?; conseguir, atingir.

cóng zōng zǒng

shì shi diàn zhì

*a partir de, por, pelo, daí, de onde, através de; empreender, gerir, tomar conta de, dedicar-se a, seguir, perseguir, participar em; ceder a, obedecer, escutar; seguidor. *de norte a sul; *acompanhante, criado, secundário, acessório, vice ou adjunto; relações diversas das de sangue. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + seguir passo a passo [从, cóng]) actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [ 首, shu]) parecido, concordante, igual, idêntico, similar, comum, o mesmo; lado a lado, junto com; partilhar, concordar, identificar, uniformizar, unir (com, em, para); concordância, identidade, unidade; com, assim como. (Ideograma: objectos sob a mesma cobertura, o mesmo saco) virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [心忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí]))

dào

同 德

tóng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

96

shī

yuè

dé děi de

zhī

亥 失

shī

xìn

yān

yǒu

perder, falhar, cometer um erro; ignorar, esquecer, adbicar, desistir, perder o controlo, omitir; partir, desviar, escapar; perdido, abandonado, fora de; defeito, deficit, erro, falha, falta, perda, negligência, omissão. (Ideograma: mão, palma da mão [扌手, shǒu ] e algo a cair dela) Nota: muito parecido com [矢, shǐ] (flecha, seta) *alegria; rir, bem disposto, feliz, satisfeito, alegre, contente, encantado; agradável, gratificante, confortável; pronto, com vontade de; conforto, extase, prazer; facilmente, alegremente, voluntariamente, com prazer *música, canção. (Ideograma: instrumento feito de madeira [ 木 , mù] e cordas [ 幺 , yāo] (fios representados por dobadoiras)) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [ 彳 行 , chì] e obter (mão [ 寸 , cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]). *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) também, igualmente. (Ideograma: pessoa [大, dà] com água a escorrer dela — caracter emprestado pelo som) perder, falhar, cometer um erro; ignorar, esquecer, adbicar, desistir, perder o controlo, omitir; partir, desviar, escapar; perdido, abandonado, fora de; defeito, deficit, erro, falha, falta, perda, negligência, omissão. (Ideograma: mão, palma da mão [扌手, shǒu ] e algo a cair dela) Nota: muito parecido com [矢, shǐ] (flecha, seta) confiança, certeza, crença, credulidade, (boa) fé, sinceridade; palavra de honra, verdade; evidência, sinal, mensagem; enviado, emissário; notícias, informação, palavra, carta, correio; acreditar (em), confiar, contar com; estar seguro de; consistente, credível, honesto, sincero, verdadeiro, de confiança; assinar, prometer; na verdade, verdadeiramente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + palavra [言, yán] — talvez evocando a ideia de uma pessoa «de palavra») *pés, pé, base, fundação, suporte, adequação, satisfação, suficiência; base para, razão para; (ser) amplo, adequado, completo, o bastante, satisfatório, competente, merecedor (de); (estar) cheio, satisfeito (com); suficientemente, completamente, amplamente. *demasiado modesto ou humilde. (Ideograma: pé [止, zhǐ] e rectângulo (ou elipse) que parece representar uma perna) partícula final indicando inúmeros sentidos; aqui, nisto, coloca aqui; ali, disso; aí, nessa situação, agora; dentro, entre, em, por, de, sobre, isto, isso, eles, estes; e por isso, para que; (interrogativa) como?, porquê?, quando?, etc.; e por aí em diante, de modo a que. (Ideograma: pássaro [鳥, niǎo] com uma cabeça especial — uma pêga) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

97

Capítulo 24

二十四章
qǐ estar em bicos de pé; ter esperança, estar na expectativa, ansioso. (Ideograma: pessoa [人, rén] + pé [止, zhǐ])

企 者

zhě

pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) estar de pé; estabelecer, fundar, construir, erigir, criar; começar; aguentar-se por seu pé, viver; imediatamente; já. (Ideograma: as versões mais antigas parecem representar um homem de pé e de pernas abertas, assente no chão) caminhar com passos longos; estar com as pernas abertas, com uma perna de cada lado; esticar; ser levado (numa bicicleta, carro, etc.); passar por cima; ir para além de. (Ideograma: pé [足, zú] + elegante, extravagante, gabar [夸, kuā]) *a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas) si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu») *aparecer, ser visível, estar exposto; *ver, observar, percepcionar, apanhar num relance, espiar; entender, examinar, visitar, consultar, encontrar, receber (visitas, etc.), entrevistar, ter uma entrevista com; mostrar, revelar, manifestar, caminhar para uma determinada situação ou condição (como ficar pior, melhor, etc.); visão, ponto de vista, opinião; conscientemente; humilde, tímido, embaraçado, retirado. (Ideograma: olho [目, mù] em cima de pessoa [儿, rén]) brilho, claridade, iluminação, luz, lucidez; percepção, discernimento, visão, acuidade visual; acordo, contrato; brilhante; claro, compreensível, consciente, óbvio, evidente, inteligente, esclarecido, esperto, inteligível, lúcido, puro, sagaz, visionário; afirmar, acordar (por oposição a dormir), ver, clarificar, esclarecer, explicar, iluminar, ilustrar, percepcionar, mostrar, entender; dia, alvorada, madrugada, próximo (dia ou ano), a dinastia Ming (1368-1644 d.C.). (Ideograma: Sol [旣, rì] + Lua [月, yuè]). sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

立 跨

kuà

xìng xíng

háng

xiàn jiàn

míng

是 彰

shì

zhāng

ornamental, colorido, evidente, claro; manifestar, tornar conhecido, exibir, proclamar. (Ideograma: escrita, capítulo, clarificar [章, zhāng] (dez [十, shí]) + sons, fala [ 音, yīn] (boca e língua)) + raios de Sol, cabelos, ornamentos [彡, shān] )

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

98

fā fá pèi

deitar abaixo cortando (árvores, etc.), cortar (madeira), subjugar, atacar, castigar, punir batendo, enviar uma expedição contra; ser arrogante, gabarse. (Ideograma: homem [亻人, rén] com uma lança [戈, gē]) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») mérito, utilidade, valor, realização, resultado, sucesso, êxito, mestria, benefício, crédito, efeito; um feito ousado, um bom trabalho; tarefa, função; aplicar-se ao trabalho, conseguir bons resultados; meritório, sólido, com valor; trabalho (Física). (Ideograma: trabalho [工, gōng] + força, habilidade, braço forte [力, lì]) reservado, auto-controlado, auto-disciplinado, digno, convencido, arrogante; auto-control, auto-disciplina; ter pena de, simpatizar com, ter compaixão; gabar-se; imitar. (Ideograma: lança [矛, máo] + agora [今, jīn] — possivelmente, gabar-se mostrando a lança) *longo, persistente, perpétuo; eternamente, regularmente, constantemente, continuamente; completar, continuar, perdurar, persistir, sobreviver, prosperar, sobreviver; crescer, aumentar, avançar, tornar-se; persistência, duração, longevidade, maturidade, prosperidade; ponto forte. *sénior, velho; o mais velho, líder, chefe, comandante, presidente, superior; maturo, experiente, durável. (Ideograma: possivelmente representa cabelo longo) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) em, dentro, sobre; até; consiste em; depende de; estar vivo, existir, estar presente, residir; vivo; (localizado) no; (estar) em (indicando um acto em progresso). (Ideograma: neste local, solo/terra [土, tǔ] + crescer, desabrochar [才, cái]) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) e, também, como, até mesmo, se, só, ainda, quando, enquanto, com, ou, para além disso; assim mesmo; um pouco, completamente, inteiramente, especialmente, na verdade; uma exclamação; (em chinês clássico) partícula final servindo de cópula; uma pausa (que denota o fim de um pensamento ou uma pausa para dar ênfase a uma palavra ou frase). (Ideograma: possivelmente, água a cair de um funil ou bacia) falar, dizer, diz, disse, dizendo; declarar, chamar, designar, implicar, significar, ler, referir, comentar, sugerir, jurar, proferir; chamado, designado, referido, assim chamado; nomeadamente; deste modo, assim, e assim, por isso; por isso se (diz, chama); diz-se (que). (Ideograma: boca [口, kǒu] com língua) abundante, amplo, excessivo, empilhado, armazenado; extra, remanescente, restante, resto, excedente, excesso; mais do que suficiente, superabundante, supérfluo; abundância, pilha; consequências, balanço; sobreviver, manter-se, ainda existir por haver em excesso; armazenar; o último de; complemento de um número; impar; depois. (Ideograma: comer [食, shí] (boca [亼, jí] sobre uma taça de arroz [癿, bī]) + eu, a minha pessoa (em discurso formal) [余, yú] — parece uma boca e uma árvore) comer; refeição, comida, alimento, subsistência; vida; salário. (Ideograma: uma boca [亼, jí] sobre uma taça de arroz [癿, bī])

gōng

jīn

cháng

zhǎng

在 道

zài

dào

yuē

shí

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

99

zhuì

huò yù

inútil, desnecessário, supérfluo, irrelevante, redundante, tautológico; repetição; repetir; ser um peso; por no prego; satisfazer; congregar; um genro que toma o lugar de um filho na família da sua mulher a que falta um herdeiro. (Ideograma: dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] + inútil, sem pressa, [敖, áo] (acção [攵攴, yòu] (mão e instrumento) de uma pessoa [人 , rén] com penas na cabeça)) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [ 牛 , niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). talvez, pode (ser), parece, possivelmente, provavelmente, segundo parece; se, como se, supondo que; em certos casos, às vezes, outras vezes, há alguma possibilidade de; de algum modo; uma certa; alguma, algo, alguns; (ser) possível, hipotético; ou ... ou, um...outro, o outro. Antigamente significava região. (Ideograma: alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē] + boca [口, kǒu] + solo [土, tū] (traço em baixo à esquerda) — um meio de defesa, uma língua, uma terra – uma região.) *mau, aberrante, cruel, depravado, malicioso, ofensivo, feio, errado, imoral, ruim; maldade, malícia, doença, ódio, sujidade; *causar desgosto ou repugnância, causar náusea, enjoar; desdenhar, recusar ou rejeitar como não tendo valor. *odiar, detestar, não gostar, condenar. *como, onde; detestar. (Ideograma: mente/coração [ 心 忄 ,xīn] + deformado [ 亞 , yà] (quadrado deformado)) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

è ě wù wū

zhī

gù gǔ

有 處

yǒu

chǔ chù

*residir, habitar, ocupar, viver, ficar, parar, acampar, descansar, sentar-se, estar em, dar-se bem com, adoptar, aderir, ajustar-se, praticar, pertencer, continuar, manter-se; lidar com, decidir, julgar, disciplinar, sentenciar, punir; ter à sua frente (qualquer coisa); circunstância, condição; adoptado, decidido, observado, resolvido. *lugar, posição, refúgio, abrigo; local, localidade; departamento de uma agência governamental; uma qualidade especial, marca distintiva; ponto. (Ideograma: lugar, lugar onde vive [処, chù] + tigre [ 虍, hū] (emprestado pelo som))

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

100

Capítulo 25

二十五章
yǒu ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

有 物

hún hùn hǔn

coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿 , parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). *turvo, lamacento, pouco claro. *misturar, combinar, confundir; desordenado, confuso; andar à deriva, fazer coisas à sorte ou sem objectivo; *confuso e indistinto. (Ideograma: água [氵水, shuǐ ] + juntos, em uníssono [昆, kūn] — dois homens andando juntos [比, bǐ] ao Sol [旣, rì]) concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng]) começo, passado; antepassado, antigo, ancestral, precedente, anterior, melhor, mais notável, primeiro, líder, predecessor, fonte; começar, liderar, estar antes, ir à frente de, iniciar, preceder, estar avançado; antes, cedo, mais cedo, primeiro, à frente, inicial, original; inicialmente, originariamente, previamente, antecipadamente; o falecido...; cansado e tenso; no começo, no início, antes; os nossos antepassados; abreviatura para Senhor. (Ideograma: pegada [止, zhǐ] de uma pessoa [儿人, rén]) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) *Terra, terra, solo, espaço, território, mundo, campo, lugar, base, posição; terrestre, mundano; topográfico. *-mente; partícula usada para formar advérbios. (Ideograma: terra/solo [土, tǔ]) + também [也, yě] (parece representar água a cair de um funil)) Céu e Terra, o universo, o mundo, tudo (incluindo a humanidade e as dez mil coisas entre o Céu e a Terra). viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) quieto, silencioso, calmo, pacífico, sereno; desolado; morte de um monge ou freira budista. (Ideograma: descascando feijões [叔, shú] sob um telhado [ 宀, mián])

chéng

xiān

天 地

tiān

dì de

天地 生

tiān dì shēng

寂 六

partícula de pausa (usada em poesia antiga), uma pausa, ...; aqui, realmente; interjeição (partícula exclamativa), equivalente a " oh!‖ ou ―ah! "; como ...!, tão …!, que ...!; …-idade. (Ideograma: poderá ser uma bengala e, em cima, a exclamação de um homem velho)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

101

liáo

pouco, escasso; não muitos; deserto, desolado, remoto; vazio, solitário, silencioso. (Ideograma: asas [羽, yǔ] + telhado [宀, mián]; caracter antigo: três asas, voar [翏, liù]) sozinho, independente, individual, isolado, solteiro, único; abandonado; ser abandonado, estar só, pensativo, meditativo; solidão; só, por si, auto-, mono-. (Ideograma: cão [犭犬, quǎn] + Shu (Província de Sichuan) [蜀, shǔ] (um insecto com cabeça 皿 e corpo 勹 + insecto [虫, chóng]) estar de pé; estabelecer, fundar, construir, erigir, criar; começar; aguentar-se por seu pé, viver; imediatamente; já. (Ideograma: as versões mais antigas parecem representar um homem de pé e de pernas abertas, assente no chão) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) mudar, alterar, transformar, converter, modificar, corrigir, rever; mudar para. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (mão e instrumento) + ir e vir de um fio no tear [己, jǐ]) dinastia Chou; circunferência, circuito, volta, ciclo; completo, circular, englobante, compreensivo, a toda a volta, em todo o lado; dar uma volta; ajudar, providenciar, ajudar financeiramente; completamente, atentamente, cuidadosamente. (Ideograma: possivelmente, como se deve usar [用, yòng] a boca [口, kǒu] — significado mais antigo: cuidadosamente) *a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas) perigo, fim, limite; perigoso, pôr em perigo, precário; com medo, cansado; quase, provavelmente, só. (Ideograma: boca [口, kǒu] + falar [厶, tū] + ossos, esqueleto [歹, dǎi]) pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado)

獨 立 而

ér

改 周

gǎi

zhōu

xìng xíng

háng

殆 可

dài

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

102

*

wéi

elefante

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) acreditar, pensar, considerar como, assumir (possivelmente erradamente); com via a fazer, para fazer. a mãe de uma pessoa; mãe em sentido figurado; mãe, matriarca; maternidade; denominador, chave, matriz, raiz, fonte, origem, aquilo que produz; ser maternal. (Ideograma: mulher [女, nǔ] com dois mamilos) eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu]) saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) nome, substantivo, título, descrição, significado, palavra escrita; posição, renome, honra, fama, notoriedade; famoso, distinto, de renome; valioso, precioso, nobre, raro, grande; descrever, chamar-se, significar, chamar, proferir, indicar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + Lua [月夕, yuè] — o que dizemos, à luz do luar, para que saibam quem somos.) letra, caracter, palavra, caligrafia, símbolo, ideograma; estilo de escrita; título, nome, cognome, apelido, (antigamente:) um nome adoptado para uma criança com a idade de 2 anos; ficar noivo de uma rapariga; numérico. (Ideograma: tecto, casa [宀, mián] + criança [子, zǐ]) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo)

以為 母

yǐ wéi mǔ

吾 知

zhī zhì

míng

字 义

zhī

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

103

yuē

dào

qiáng jiàng qiǎng

falar, dizer, diz, disse, dizendo; declarar, chamar, designar, implicar, significar, ler, referir, comentar, sugerir, jurar, proferir; chamado, designado, referido, assim chamado; nomeadamente; deste modo, assim, e assim, por isso; por isso se (diz, chama); diz-se (que). (Ideograma: boca [口, kǒu] com língua) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) *forte, poderoso, vigoroso, violento; melhor; força, poder, vigor; *teimoso, inflexível, sem ceder. *forçar, esforçar-se, lutar. (Ideograma: arco [弓, gōng] + só, mesmo se [虽, qiáng]) *grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) passa (o tempo), vai-se embora, parte; falece, morre; partir, passar, prosseguir. (Ideograma: movimento, andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + quebrar em dois [折, zhé] (árvore quebrada (扌) + machado [斤 jīn])

dài

shì

kuì huì hú huí

yuǎn yuàn

um rio que ultrapassa as suas margens; inundações fluviais; quebrado; espalhado, disperso; derrotado (militar); rebentar(barragens, diques). (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + valioso, custoso [貴, gùi] — possivelmente, água que destrói coisas valiosas) Na versão de Guodian, no capítulo 25 do TTK, aparece este caracter em vez de [逝, shì]. longe, distante, remoto, profundo; manter à distância, manter afastado, evitar, fugir a; para além de; extenso. (Ideograma: andar [辶,chuò] + (com uma função fonética) o ar gracioso de um vestido longo [袁, yuán] (usando um pendente redondo 吉 na roupa [衣, yī]))

fǎn

gù gǔ

亥 域

reverso, oposto, contrário; contra; inverter; virar do outro lado (uma página); devolver; voltar atrás; retirar; revoltar; rebelião; inferir; olhar para o passado; olhar para dentro (introspecção). (Ideograma (mão direita [又, yòu] + oposto [ 厂, hǎn] – virar do outro lado uma mão) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [ 古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) também, igualmente. (Ideograma: pessoa [大, dà] com água a escorrer dela — caracter emprestado pelo som) fronteira, território, horizonte; distrito, região, país, terra, área; viver, ficar. (Ideograma: local, solo/terra [土, tǔ] + talvez [或, yù] (que originariamente significava região, país — cidade com uma língua (boca [口, kǒu]) e um solo ( 一) próprios e protegida por lanças [戈, gē]))

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

104

zhōng zhòng

域中 四

yùzhōng sì

*centro, central, médio, intermédio, mediano, medíocre, razoável; no meio de, no centro de, entre, em, dentro, a meio caminho; centro de um alvo; temperado, (verdadeiro, agradável) em relação a, de acordo com o gosto; bem, equilibrado, «au point»; China, chinês. *atingir (um alvo, um objectivo); passar num exame; ser atingido, ser afectado por. (Ideograma: o centro de um círculo) no país do meio, na China, no universo (dentro das fronteiras, entre os horizontes). quatro, quarto, quatro vezes; a toda a volta (nas 4 direcções). (Ideograma: forma distorcida de quatro traços verticais) (Nota: quatro é um numero do azar por ser pronunciado quase como morte ([ 死, sǐ]) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) morar, residir, ocupar, permanecer parado, estar, ocupar a posição de; praticar, declarar que é seu, manter que; armazenar, empilhar; repouso, satisfação; morada, lugar, posição, estação; pilhas de mercadorias; confortável, seguro, doméstico, tranquilo, satisfeito; facilmente; no fim. (Ideograma: bebé [古子, zǐ] caindo do corpo [尸, shī] da mãe – lugar original de nascimento; ou parte baixa do corpo [尸, shī] + antigo [古, gǔ] (com uma função fonética). O caracter 古 (antigo) deve ter sido introduzido como elemento com uma função fonética, evocando também a morada mais antiga.) um, único, simples, completo, inteiro, até ao fim; integridade, unidade, uniformidade, união, ponto, o todo (de), todos; uma instância, uma vez; ser o primeiro, liderar; idêntico, o mesmo; devotado, com o coração só numa coisa; integrar, unificar, unir; logo que, uma vez; unicamente. partícula final indicando inúmeros sentidos; aqui, nisto, coloca aqui; ali, disso; aí, nessa situação, agora; dentro, entre, em, por, de, sobre, isto, isso, eles, estes; e por isso, para que; (interrogativa) como?, porquê?, quando?, etc.; e por aí em diante, de modo a que. (Ideograma: pássaro [鳥, niǎo] com uma cabeça especial — uma pêga) instituição, lei, regras, estatuto, legal, métodos, modos de fazer coisas; um modo, um caminho (usado especialmente em «nenhum modo de sair»); padrão, modelo; seguir um modelo, imitar, exemplificar; doutrinas, truques, artes mágicas; perito ou norma (caligrafia, pintura, etc .); pena, castigo; os Francos, França, franceses. (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + sair [去, qù] (falar [口, kǒu] a um homem [ 大, dà] que se vai embora)) si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu») assim; se for assim, assim mesmo, sendo assim; sim, correcto, verdade; permissão; certamente, realmente; mas, contudo; (ser) natural, real, verdadeiro; afirmar, aprovar, consentir; considerar verdadeiro; o mesmo que 燃: queimar, passar pela chama, coser, acender; chama, luz. (Ideograma: carne [肉, ròu] de cão [犭犬, quǎn]) no fogo [火灬, huǒ] — ideograma emprestado pelo som — o seu significado mais antigo é «cozinhar» ou «passar pela chama») por si assim, seguindo o seu próprio fluir natural. O conjunto formado por esses dois caracteres é usado pelos taoistas para exprimir o principio básico do Tao na sua evolução (o «por si mesmo assim» — a natureza espontânea própria dos seres). Hoje em dia, em chinês moderno são usados em conjunto para significar Natureza, natural.

rén

一 焉

yān

fǎ fa fá fā fà

rán

自然

zìrán

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

105

Capítulo 26

二十公章
*pesado, sério, crítico, difícil, grave, grande, importante, massivo, respeitável, substancial, forte; gravidade, peso; enfatizar, sentir o peso de, honrar, ponderar, respeitar, dar valor; oprimir, pesar sobre; dar importância a; ter muita consideração por. *duplicar, repetir, empilhar; repetição, iteração, outra vez, camadas, duplo, numeroso. (Ideograma: pessoa [人, ren] segurando saco pesado [東, dōng] cheio de terra [ 土 , tū]) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) leve, fácil, macio, simples, jovem, impetuoso, descuidado, não importante, frívolo, precipitado; facilidade, indiferença; carruagem leve; diminuir, tornar mais leve, mitigar; desrespeito, tratar com ligeireza, ignorar, subestimar; facilmente, levemente, gentilmente; pequeno em número, descontraído, neutral. (Ideograma: veículo [車, chē] + curso de água [坙, jīng]; parece traduzir a ideia de que as coisas parecem leves quando se carregam num carrinho de mão) raiz de uma planta, base, fundação, alicerce, causa inicial, fonte, origem; raiz de um número (matemática); pedaço de (corda, cabo, etc.); um pau, lança ou alguma coisa de pequena espessura. (Ideograma: árvore [木 , mù] + simples, honesto [艮 , gèn] (com uma função fonética); um caracter antigo é composto por: árvore [木, mù] + terra/solo [土, tǔ]) serenidade, calma, paciência; calmo; quieto, paciente; tranquilidade; imóvel, silencioso, com voz doce; pacífico, harmonioso, sereno; virtuoso, casto; tranquilizar, silenciosamente. (Ideograma: verde (erva em roda de um poço) [青, qīing] + competir, discutir, argumentar [爭, zhēng]) irritável, tenso, excitado, inquieto, impetuoso, precipitado; com um temperamento quente; melindrado; impetuosidade. (Ideograma: perna [足, zú] + ruído, chilrear [喿, zào] (3 bocas [口, kǒu] numa árvore [木, mù])) aristocrata, chefe, líder, monarca, soberano, senhor (sir ou gentleman), senhora (lady); rei, regente, príncipe, superior; domínio, chefia, nobreza, soberania; (ser) honrado, nobre, responsável, superior, valoroso. É também usado para se dirigir a um homem, de modo formal. (Ideograma: um homem que tem na mão direita [又, yòu] uma bengala ou bastão 丨 e fala (boca) [口, kǒu]) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

zhòng

chóng

wéi

elefante

qīng

gēn

jìng

躁 君

zào

Jūn

是 以

shì

*

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

106

shèng

rén

zhōng

santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) fim, conclusão, morte, finalidade; concluído, duradouro, eterno, completo, feito; completar, levar até ao fim, morrer, falecer; no final, do fim; completamente, definitivamente, na verdade, afinal. (Ideograma: linha, seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] + Inverno [ 冬, dōng] — parece representar a ideia do fim de uma linha)
sol, dia, diariamente, todos os dias; japão; japonês; tempo; dia (não noite; de dia).

xìng xíng

háng

*a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) sair, partir, ir embora; desafiar, ir contra, diferir de, separar-se; separação; distante, separado de; encontrar, reunir-se com; agir a par de; brilhante (luz). (Ideograma: unicórnio [离, lí] (animal com cabeça em cima e rabo e cauda em baixo) + pássaro [隹, zhuī] – sair a voar) carruagem, carroça de abastecimento, vagão coberto, vagão com bagagens; veículo com rodas para transportar materiais; carga, frete. (Ideograma: carruagem, veículo [車, chē] + terra abandonada [甾, zī] (campos [田, tián] com água [川巛, chuān ]) embora, mesmo (se, quando, que, onde), apesar de; pode ser; contudo, se, só, apenas, admitindo que, supondo que; afastar; afastar do pensamento; ser nivelado, liso; nome de um réptil parecido com um lagarto. (Ideograma: insecto, minhoca, animal [虫, chóng] + pássaro de cauda curta [隹, zhuī]) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

離 輜 雖

suī suí

有 榮 觀

yǒu

róng yíng

exuberante, abundante, luxuriante, glória, esplendor, honra, beleza, estima. (Ideograma: flores)

guān

ver, observar, considerar, compreender, contemplar, inspeccionar, estudar, apreender; vista; aparência; compreensão, observação, percepção, perspectiva; paisagem; vista; exibir; um ponto de vista, uma ideia; templo ou santuário taoísta (um ponto de «observação» do mundo e do Tao). (Ideograma: ver [見, jiàn] como uma cegonha [鸛, guàn])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

107

yàn yǎn

andorinha; agradável, pacífico, repousante; conforto, facilidade; festejar, desfrutar; nome de um estado do período dos Estados beligerantes. (Ideograma: desenho de um pássaro)

chǔ chù

超 然

chāo

*residir, habitar, ocupar, viver, ficar, parar, acampar, descansar, sentar-se, estar em, dar-se bem com, adoptar, aderir, ajustar-se, praticar, pertencer, continuar, manter-se; lidar com, decidir, julgar, disciplinar, sentenciar, punir; ter à sua frente (qualquer coisa); circunstância, condição; adoptado, decidido, observado, resolvido. *lugar, posição, refúgio, abrigo; local, localidade; departamento de uma agência governamental; uma qualidade especial, marca distintiva; ponto. (Ideograma: lugar, lugar onde vive [処, chù] + tigre [ 虍, hū] (emprestado pelo som)) saltar por cima, voar por cima, subir; ser mais do que, ser melhor do que, exceder, ultrapassar, transcender. (Ideograma: chamar, convocar [ 召, zhào] + correr, soltar, mudar [走, zǒu])

rán

奈 何 萬

nài nǎi nà hé

assim; se for assim, assim mesmo, sendo assim; sim, correcto, verdade; permissão; certamente, realmente; mas, contudo; (ser) natural, real, verdadeiro; afirmar, aprovar, consentir; considerar verdadeiro; o mesmo que 燃 : queimar, passar pela chama, coser, acender; chama, luz. (Ideograma: carne [肉, ròu] de cão [犭犬, quǎn]) no fogo [火灬, huǒ] — ideograma emprestado pelo som — o seu significado mais antigo é «cozinhar» ou «passar pela chama») mas, como?, o quê?; suportar, aguentar. (Ideograma: homem [大, dà] + altar [礻示, shì] — homem que tem problemas com deus ou com os antepassados) o quê?, como?, porquê?, qual?, onde? (Ideograma: homem [亻人, rén] + capaz de, mas, contudo [可, kě])

wàn

shèng chéng

zhī

zhǔ

dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) *registos históricos; antiga carruagem puxada por quatro cavalos; número de carruagens; ensino budista; grupo de quatro cavalos. *montar (cavalo, bicicleta); ir a bordo (transporte, liteira, navio, avião); tirar partido de (oportunidade, acaso, vento, correntes); multiplicar; multiplicação. (Ideograma: pés [舛, chuǎn]) que sobem a uma árvore [木, mù] – agarrar uma oportunidade) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) mestre, anfitrião, líder, chefe, senhor, proprietário, dono, regente; sem dúvidas, segundo princípios; advogar, dirigir, gerir, presidir (a), reinar, encarregar-se de, dirigir; determinar, indicar; significar; principal; primário; principal objectivo, meta, Jesus Cristo, Allah, Deus, Senhor. (Ideograma: lamparina a óleo feita de barro [土, tǔ] que o líder segura)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

108

ér

shēn

(mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). (o, um) ser, entidade, indivíduo, pessoa, personalidade, vida, status; corpo, tronco;, incarnação; eu, nós, a nossa pessoa; o nosso (corpo, ser, vida, eu); gravidez; fato; personificar, incorporar. (Ideograma: corpo (com barriga e pernas) a andar.) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. *partícula indicando consequência (geralmente depois de uma suposição) ou uma razão: então, como resultado, como regra, consequentemente, de isso, desse modo, necessariamente, normalmente, por essa razão, por isso; nesse caso; *uma lei, regra, critério, norma, padrão, princípio; *imitar, seguir; *(partícula exprimindo contraste com frase anterior:) mas, contudo, no entanto, caso contrário. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] que separa dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] segundo uma regra) perder, falhar, cometer um erro; ignorar, esquecer, adbicar, desistir, perder o controlo, omitir; partir, desviar, escapar; perdido, abandonado, fora de; defeito, deficit, erro, falha, falta, perda, negligência, omissão. (Ideograma: mão, palma da mão [扌手, shǒu ] e algo a cair dela) Nota: muito parecido com [矢, shǐ] (flecha, seta)

天 下 天下 則

tiān

xià

tiān xià zé

shī

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

109

Capítulo 27

二十七章
*bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha) *a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») *trilho, deixar trilho. *remover, retirar. (Ideograma: veículo [車, chē] + remover [(徹-彳), chè])

shàn qiāng

xìng xíng

háng

zhé chè

跡 言

pegada, marca, traço, trilho, vestígio, sinal, indicação. (Ideograma: perna e pé [足, zú] + também [亥, yī])

yán

瑕 謫 數

xiá

zhé

shǔ

palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [ 口 , kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) erro, defeito, falha, imperfeição; falha, mancha ou defeito num pedaço de jade; culpa. (Ideograma: aneis de jade [王 玉, yù] + falso [叚, jiǎ] (segunda [二, èr] pele [皮, pí] — mão tirando pele a animal)) encontrar falhas, culpar, censurar; desgraçar, banir, exilar, punir, reprovar, despromover (um oficial). (Ideograma: falar, palavra [言, yán] + imperador, imperial [帜, dì] a falar [口, kǒu] ( boca) ) contar, estimar, calcular, somar; enumerar; contar (como melhor, etc.); ser considerado como (bom, mau, etc.). (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (mão e instrumento) + usar, seguir trilho [婁, lóu] (possivelmente, contas 毋 num fio 中 para uso de uma mulher [女, nǔ]) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer)

yòng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

110

籌 策

chóu

contador, ficha, registo para fins de cálculo; planear, gerir, preparar, arrecadar dinheiro, avaliar, contar, calcular; estimativa; bilhete. (Ideograma: bambu [竹, zhú] + longa vida [寿, shòu] – os chineses escreviam em tábuas de bambu) método, esquema, plano; aparelho; chicote; despachos de nomeação; escritos sobre assuntos governamentais; chicotear (um cavalo); impelir, instar, encorajar. Antigamente: régua de bambu para escrever, chicote com espinhos aguçados, escritos para exames imperiais; traço vertical ascendente (em caligrafia). (Ideograma: espinhos [朿, cì] + bambu [竹, zhú] – note-se que os chineses escreviam em tábuas de bambu) fechar, prender, obstruir. (Ideograma: porta [門, mén] + agora mesmo [才, cái]; ideograma antigo mostra duas mãos e uma porta com tranca)

閉 關

guān

無關 楗 而

wú guān jiàn

fechar, desligar, cortar; barreira, tranca de uma porta; alfândega, passagem fronteiriça, obstrução, ponto chave, ponto de viragem; relacionamento; relacionado; envolver, dizer respeito; negociar, intermediar, obter (dinheiro, salário). (Ideograma: porta [門, mén] + tranca ou lançadeira num tear [丱卝, guàn] + dois fios de seda (representados por duas dobadoiras) [糸,mì]) Em chinês actual, estes dois ideogramas juntos significam: sem relação, nada tendo que ver com... trinco ou tranca de porta; pino do eixo de uma roda. (Ideograma: madeira [木, mù] + pincel para escrever [聿, yù] (mão com pincel a escrever duas linhas) + …) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) abrir; guiar, iniciar, começar; revelar, divulgar; afirmar, explicar; encontrar; expandir. (Ideograma: mãos unidas [廾, gǒng] levantando a tranca 一 e abrindo a porta [ 門, mén]) *dar fruto, produzir; firme, sólido. *nó, elo, ligação; atar, unir; fazer o check out (de um hotel). (Ideograma: fio (representado por uma dobadoira) [糸, mì] + bom, auspicioso [ 吉, jí] -a fala (boca) [口, kǒu] de um erudito, sábio [士, shì])

ér

kāi

jiē jié

shéng

corda, fio, linha; contínuo; restringir, rectificar, corrigir, (Ideograma: fio (representado por uma dobadoira) [糸, mì] + sapo [黽, měng] (com uma função fonética))

yuē ào jī yāo yào dì

tratado, acordo, pacto, contrato; brevemente, simplesmente; cerca aproximadamente, vagamente; um encontro, um compromisso, marcar consulta ou encontro; pobre, pobreza, dificuldades; reduzir (matemática); restringir. (Ideograma: fio (representado por uma dobadoira) [糸, mì] + colher 勹 algo dentro [勺, sháo] — unir com um fio)

de, uma unir; com

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

111

jiě jiè

*dividir, quebrar, separar, dissolver, resolver, derreter, remover, desatar, soltar, abrir, emancipar, explicar, entender, saber, uma solução, uma dissecação. *transportar sob guarda. (Ideograma: chifre [角, jiǎo] + faca [刂刀, dāo] + vaca [牜牛, niú] – uma faca separa o chifre da vaca ) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

是 以

shì

*

shèng

rén

cháng

救 物

jiù jū jiū

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) salvar, aliviar, ajudar, distribuir. (Ideograma: acção [攵, pū] + pedir ajuda [求, qiú] (mão saindo dos trapos de um mendigo)) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [ 古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu])

gù gǔ

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

112

棄 謂

abandonar, abster-se, anular, negar, desdenhar, desistir de, descartar, resignar-se, deitar fora, renunciar; ser desperdiçado. (Ideograma: mãos que tiram uma criança de um cesto ou a atiram para fora de um cobertor) dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) vestido, fato; vestir; repetir; hereditário, herdar; atacar de surpresa, apropriarse; unir, ficar de acordo com; duplicar, repetir, plagiar; duplo. (Ideograma: vestir-se [ 衣 , yī] como um dragão, imperador [ 龍 , lóng] (que parece representar um rei e um dragão)). recorrer, apelar; afirmar, relatar, explicar; prolongar, expandir; inculcar (especialmente repetidamente). (Ideograma: homem de joelhos, pedindo com as duas mãos unidas) (Nalgumas versões do capítulo 27 do TTK, encontra-se [襲, xí], noutras [申, shēn] e noutra [曳, yì]) puxar, empurrar, arrastar. (Ideograma: mãos mãos arrastando algo) (Nalgumas versões do capítulo 27 do TTK, encontra-se [襲, xí], noutras [申, shēn] e noutra [曳, yì]) brilho, claridade, iluminação, luz, lucidez; percepção, discernimento, visão, acuidade visual; acordo, contrato; brilhante; claro, compreensível, consciente, óbvio, evidente, inteligente, esclarecido, esperto, inteligível, lúcido, puro, sagaz, visionário; afirmar, acordar (por oposição a dormir), ver, clarificar, esclarecer, explicar, iluminar, ilustrar, percepcionar, mostrar, entender; dia, alvorada, madrugada, próximo (dia ou ano), a dinastia Ming (1368-1644 d.C.). (Ideograma: Sol [旣, rì] + Lua [月, yuè]). pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) divisão do exército chinês, milícia, exército; modelo, exemplo, mestre, professor, tutor; ensinar; seguir o modelo de outro; um especialista (especialmente de medicina, pintura, música, adivinhação, etc.), um director administrativo local. (Ideograma: perseguir (追-辶, zhūi] pegada [帀, zāi] — pé virado para baixo) dinheiro, riqueza, valores, propriedade, meios, capital, despesas, custos, encargos, dons naturais; prestígio, aptidão, as suas qualificações, a sua disposição própria, posição ou folha de serviço; ajudar, assistir; subsidiar, suportar, fornecer, deixar à confiança de. (Ideograma: dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] + inferior [次, cì] (homem a cuspir))

wèi

shēn xìn

曳 明

míng

zhě

zhī

shī

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

113

zī zì jī qí

guì

dar um presente, segurar com as duas mãos e oferecer; oferecer; guardar na sua mente (por ex. um ressentimento); considerar, acarinhar (por ex. uma ideia); ou o mesmo que [資, zī]. (Ideograma: parece representar algo valioso guardado algures e inclui o caracter para dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] ) Em algumas versões do TTK, no capítulo 27, encontra-se este caracter em vez de [資, zī]. benefício, estima, glorificação, honra, respeito, valor, moeda; ser estimado, altamente colocado, alta patente, honrado, distinto, caro, oneroso, valioso, precioso; estimar, prezar, apreciar, favorecer; tratar com respeito, considerar como tesouro, valorizar altamente; premiar; honradamente, respeitosamente, ou uma forma de tratamento formal denotando respeito. (Ideograma: mãos segurando dinheiro [ 貝 , bèi] (conchas presas num fio usadas como dinheiro)) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) amar; gostar de; ser bom para, ser amigável para com; amor, afecto, simpatia, benevolência, bondade; estar apto para. (Ideograma: telhado [宀, mián] + acção, mão [攵, pū] + mente/coração [心, xīn]) embora, mesmo (se, quando, que, onde), apesar de; pode ser; contudo, se, só, apenas, admitindo que, supondo que; afastar; afastar do pensamento; ser nivelado, liso; nome de um réptil parecido com um lagarto. (Ideograma: insecto, minhoca, animal [虫, chóng] + pássaro de cauda curta [隹, zhuī]) esperteza, inteligência, conhecimento, prudência, sabedoria; capaz, esperto, sabedor, conhecedor, prudente, talentoso, sábio. (Ideograma: saber [知, zhī] brilhante como o Sol [旣, rì])

愛 雖

ài

suī suí

智 大

zhì

dài

迷 眯

mí mèi

mǐ měi mèi mī mì mí

miǎo miào

*grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) indistinto, vago; estar louco por, estar apaixonado; perplexo, confuso, perdido, ausente; encantar, fascinar, enganar, confundir, enfeitiçar; fã; demónio. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + grão, metro (unidade) [米, mǐ] (com uma função fonética e graficamente sugerindo várias direcções) um corpo estranho no olho; fechar os olhos deixando apenas uma ranhura; ficar cego. (Ideograma: olho [目, mù] + grão [米, mǐ]) (No texto de Mawang Dui, no capítulo 27 do TTK, encontra-se 眯 em vez de 迷 ) minúsculo, fino, pequeno, pouco importante; cego de um olho, dar uma vista de olhos, olhar rapidamente. (Ideograma: pequeno [少, shào] + olho [目, mù].)

yào yāo

*necessário, essencial, vital, importante; necessidade; ter de, teria de, deveria; querer, desejar, procurar, necessitar, exigir, pedir, forçar; resumir, resumo, sumário; generalização, sinopse; ir (no futuro); se, no caso de. *parar; convidar, solicitar a presença de; fazer um acordo, afirmar; pedir, exigir, requerer, coagir, forçar, fazer chantagem, ameaçar; cintura, barriga (no corpo). (Ideograma: duas mãos na cintura de uma mulher [ 女, nǔ]; em caracteres antigos parece representar duas mãos segurando a cabeça de uma criança prestes a nascer do ventre de uma mulher)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

114

miào

maravilhoso, belo, excelente, subtil; intrigante; muito interessante; inteligente; engenhoso; mistério. (Ideograma: mulher, seios [女, nǔ] + jovem [少, shào])

Nalgumas versões os ideogramas finais são 眇要 ou 妙要 em vez de 要妙.

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

115

Capítulo 28

二十兪章
zhī zhì saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) masculino, macho, viril, vigoroso; pássaro macho; uma pessoa ou estado com grande poder e influência; heróico, bravo, forte, marcial, ambicioso; ganhar, triunfar; vitória; ralhar usando palavras insultuosas. (Ideograma: braço dobrado [厷, hóng] + pássaro [隹, zhuī] — possivelmente, ralhar aos outros usando um braço, como um pássaro) defender, proteger, manter, guardar, conservar, manter (uma coisa, um segredo, uma promessa, etc.); aderir a, manter-se leal a, agir de acordo com, esperar por; fortificação, posto, território; autocontrolo; ser guardado, estar sob guarda. (Ideograma:[ 宀 , mián] tecto, casa + [ 寷 , cùn] mão, medir com a mão, polegada) fêmea, feminino, gentil, suave (voz, etc.); como uma mulher; fraco; gostando de reclusão; aposentado, vencido, derrotado; ralhar, mostrar os dentes. (Ideograma: isto, parado [ 此, 止, cǐ, zhǐ] (com uma função fonética) + pássaro [隹, zhuī, wéi] – voz suave como a de um pássaro) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [ 象 , xiàng] — um empréstimo pelo som) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. vale, ravina, ravina com riacho, desfiladeiro; riacho de montanha, ribeiro. (Ideograma: servo, criado [ 奚 , xī] (mão segurando corda em volta do pescoço de um criado) + vale, oco, riacho [谷, gù] (água fluindo 兪 兪 de um buraco 口)) eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido)

xióng

shǒu

雌 為

cí cī qī

wéi

elefante

天 下 天下 谿 常

tiān

xià

tiān xià xī qī

cháng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

116

virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [ 心忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí])) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) sair, partir, ir embora; desafiar, ir contra, diferir de, separar-se; separação; distante, separado de; encontrar, reunir-se com; agir a par de; brilhante (luz). (Ideograma: unicórnio [离, lí] (animal com cabeça em cima e rabo e cauda em baixo) + pássaro [隹, zhuī] – sair a voar) fazer outra vez, repetir, duplicar, renovar; voltar, regressar, regressar a um estado normal ou ao estado original; voltar-se; recurrente, vindo e indo; repetidamente, novamente; resposta a uma carta; recuperar; recuperação. (Ideograma: estrada [彳, chì] + ir para trás [复, fù] (pegada [夊, suī])) regressar, regressar a casa, ir para uma casa nova; retornar; devolver (ao seu dono); pertencer; (dito de uma mulher) casar; prometer aliança; pertencer; atribuir; virar-se para; colocar ao cuidado de alguém; ser persuadido, capitular, tornar-se leal, mudar de lealdades, submeter-se. (Ideograma: seguir [追, zhuī] + (vassoura representando uma) esposa [帚, zhǒu] -um dos caracteres usados para «mulher casada» é [婦, fù], um caracter composto por mulher [女, nǔ] e vassoura [帚, zhǒu]) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) bebé, miúdo, recém nascido, ainda alimentado a leite. (Ideograma: mulher, seios [女, nǔ] + colar de conchas [賏, yìng]; mas as duas conchas/tesouros talvez representem os seios.) bebé, filho; referência a si mesmo ao abordar os pais; partícula final depois de substantivo, pronome, adjectivo, advérbio e verbo. (Ideograma: mãos de bebé que quer que lhe peguem ao colo) branco, como a neve, claro, brilhante, óbvio, puro, simples, vazio, em branco, gratuito; recitativo (numa ópera, etc); afirmar, explicar, clarificar. (Ideograma: modificação de caracter de Sol [旣, rì]; a marca em cima pode significar que está precisamente a nascer) preto, escuro; sinistro, secreto, misterioso, sombrio; mal.

離 復 歸

guī

嬰 兒 白

yīng

ér

bái

hēi hè hěi

式 忒 無

shì shi chì

(Ideograma: possivelmente representa carvão dentro de um contentor e em cima de fogo [火灬, huǒ ]) modelo, padrão, costume, exemplo, forma, estilo, moda, regra, sistema; formulário, fórmula; cerimónia. (Ideograma: divisórias [弋, yì] + trabalho [工, gōng] – tirar medidas) muito (usalmente, de coisas censuráveis), excessivo, demais; excesso, demasiado, sem moderação; errar; mudar, trocar; erro. (Ideograma: mente/coração [心忄,xīn] + divisórias [弋, yì]) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo»)

tè tē qù tēi

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

117

jí jǐ

榮 辱 谷 乃 足

róng yíng

absoluto, melhor, completo, óptimo, polar, último, limitado; o apogeu, fim, extremo (limite), o mais longínquo, o pólo, o mais elevado; topo, zénite, máximo, final, pólos (geografia, física); a trave do tecto de uma casa; correcção; centro, meio; limitar, acabar; chegar a, atingir, consumir, ir até ao fim, levar a um extremo; muito, extremamente. (Ideograma: urgentemente [亟, jí] + árvore [木, mù] — cume de uma árvore) exuberante, abundante, luxuriante, glória, esplendor, honra, beleza, estima. (Ideograma: flores)

rǔ rù

vergonha, desfavor, desgraça; envergonhar, humilhar, insultar, abusar; desonrar, desgraçar; abuso; ser humilhado, insultado, desgraçado. (Ideograma: uma pessoa forçada a trabalhar [辰, chén] (homem a trabalhar com uma enxada) com as mãos [寷, cùn]) vale, oco, buraco, ravina, canal, depressão, curso de água entre duas montanhas; dilema, situação difícil, ser difícil; grão, cereal. (Ideograma: parece representar água fluindo 兪兪 de um buraco 口) então, como consequência, é então, então será, e então, só então; mas, e ainda, se, contudo; ser; tu, o teu. (Ideograma: prenhe de — ventre e seios de mulher grávida)

nǎi

sǎn sàn

*pés, pé, base, fundação, suporte, adequação, satisfação, suficiência; base para, razão para; (ser) amplo, adequado, completo, o bastante, satisfatório, competente, merecedor (de); (estar) cheio, satisfeito (com); suficientemente, completamente, amplamente. *demasiado modesto ou humilde. (Ideograma: pé [止, zhǐ] e rectângulo (ou elipse) que parece representar uma perna) simples (dito de vestidos, roupa, literatura), natureza original, simplicidade original; a substância das coisas; coisas em bruto, virgem, por trabalhar; honesto, sincero; um tipo de árvore da família do ulmeiro; (originariamente:) madeira em bruto (que cresceu naturalmente). (Ideograma: madeira [木, mù] + vegetação luxuriante [菐, pú] (duas mãos a apanhar plantas ou madeira para uma lareira ) *relaxado, solto; dispersar, disseminar, distribuir; partir-se, quebrar, soltar-se; cortado, solto, dividido; remédio em pó. *adiar, dispersar, acabar, parar. (Ideograma: separar (bater no cânhamo) [㪔, sàn] + costelas, carne [月肉, ròu]) *partícula indicando consequência (geralmente depois de uma suposição) ou uma razão: então, como resultado, como regra, consequentemente, de isso, desse modo, necessariamente, normalmente, por essa razão, por isso; nesse caso; *uma lei, regra, critério, norma, padrão, princípio; *imitar, seguir; *(partícula exprimindo contraste com frase anterior:) mas, contudo, no entanto, caso contrário. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] que separa dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] segundo uma regra) instrumento, utensílio, prato, vaso, ferramenta, peça, órgão, artigo, artefacto ou aparelho, objectos moldados ou esculpidos, arma; magnanimidade, talento, habilidade, capacidade, função, utilidade; ter consideração por uma pessoa; (ser) meritório, específico, útil; especialista, especialidade, especificidades; qualquer coisa feita para um fim. (Ideograma: quatro vasos de cozinhar guardados por um cão [犬, quǎn]) santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento)

shèng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

118

rén

yòng

pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) oficial, funcionário governamental, funcionário público, especialista; de ou que tenha a ver com o governo ou o estado; órgão (biológico). (Ideograma: uma casa, telhado [宀, mián] com várias salas) *longo, persistente, perpétuo; eternamente, regularmente, constantemente, continuamente; completar, continuar, perdurar, persistir, sobreviver, prosperar, sobreviver; crescer, aumentar, avançar, tornar-se; persistência, duração, longevidade, maturidade, prosperidade; ponto forte. *sénior, velho; o mais velho, líder, chefe, comandante, presidente, superior; maturo, experiente, durável. (Ideograma: possivelmente representa cabelo longo) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) *grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) estabelecer, instituir, criar; prevalecer, ultrapassar em poder; regular, governar, controlar, restringir, adaptar; sistema; usado antes da assinatura numa carta escrita para indicar que o escritor está de luto. Antigamente significava: cortar. (Ideograma: cortar uma árvore grande 未 (distorcida) com uma faca ou um machado [刀刂, dāo]). cortar, esculpir, dividir, partir. (Ideograma: ferir [害, hài] com uma faca [刂刀, dāo])

zhī

官 長

guān

cháng

zhǎng gù gǔ

dài

zhì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

119

Capítulo 29

二十九章
*usado como verbo, exprimindo acção futura; irá, iria, iria em breve; fazer tenção de, estar prestes a, pronto para; alimentar, nutrir; incitar alguém a agir; futuro, no futuro imediato; (preposição) com, por. *general, almirante, líder militar de alto escalão; liderar (soldados). (Ideograma: ter carne [月肉, ròu] na mão [寷, cùn] em cima da mesa [爿, quiáng] (figura rodada)) cobiçar, desejar, pretender, querer, ansiar, gostar; ter saudades de; tencionar; expectativa, apetite, avareza, desejo, fome, intenção, motivo, paixão, parcialidade; amigável, jovial; parcial; desejoso, avaro, apaixonado; prestes a. (Ideograma: vale, curso de água saindo de buraco [ 谷 , gù] + homem soprando [欠, qiàn] (possivelmente por ter sede)) agarrar, aceitar, apropriar, assumir, tomar, ocupar, ganhar, escolher, namorar; receber, obter, pegar; mandar chamar; acasalar com, casar, casada, tomar por esposa. (Ideograma: orelha [耳, ěr] + mão [又, yòu] – agarrar orelha com a mão) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [ 象 , xiàng] — um empréstimo pelo som) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu]) *aparecer, ser visível, estar exposto; *ver, observar, percepcionar, apanhar num relance, espiar; entender, examinar, visitar, consultar, encontrar, receber (visitas, etc.), entrevistar, ter uma entrevista com; mostrar, revelar, manifestar, caminhar para uma determinada situação ou condição (como ficar pior, melhor, etc.); visão, ponto de vista, opinião; conscientemente; humilde, tímido, embaraçado, retirado. (Ideograma: olho [目, mù] em cima de pessoa [儿, rén]) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o

jiāng jiàng

取 天 下 天下 而

tiān

xià

tiān xià ér

wéi

elefante

zhī

吾 見

xiàn jiàn

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

120

que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]). cessar, completar, chegar ao fim, parar, concluir, terminar, atingir; conclusão, fim, excesso; já, depois, então, completamente; mais não, já está, já está lá; excessivo, muito; partícula final para acrescentar ênfase, usada para indicar um acontecimento passado. (Nota: graficamente, é muito parecido com [己, jǐ] (a si mesmo)) O conjunto destes três caracteres é hoje normalmente traduzido por «não ter outra opção, agir contra vontade, ter de». No entanto, neste capítulo, parece ter claramente o significado de «não conseguir terminar, não se pode chegar ao fim, não ir até ao fim, não atingir os fins». espírito, deus, ser sobrenatural, divindade, essência, génio, poder espiritual, maravilhoso, milagroso, misterioso, místico, divino, esperto, inteligente, sagrado, espiritual, sobrenatural, divinizar. Este caracter é utilizado pelos protestantes para referir o Deus cristão. (Ideograma: altar [示, shì] + duas mãos unidas pedindo [申, shēn]; em versões mais antigas, a parte direita parece representar um homem de joelhos) instrumento, utensílio, prato, vaso, ferramenta, peça, órgão, artigo, artefacto ou aparelho, objectos moldados ou esculpidos, arma; magnanimidade, talento, habilidade, capacidade, função, utilidade; ter consideração por uma pessoa; (ser) meritório, específico, útil; especialista, especialidade, especificidades; qualquer coisa feita para um fim. (Ideograma: quatro vasos de cozinhar guardados por um cão [犬, quǎn]) pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) e, também, como, até mesmo, se, só, ainda, quando, enquanto, com, ou, para além disso; assim mesmo; um pouco, completamente, inteiramente, especialmente, na verdade; uma exclamação; (em chinês clássico) partícula final servindo de cópula; uma pausa (que denota o fim de um pensamento ou uma pausa para dar ênfase a uma palavra ou frase). (Ideograma: possivelmente, água a cair de um funil ou bacia) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) derrotar, frustrar, estragar, ferir, corromper; ser derrotado, ser prejudicado, ser corrompido, descer, falhar, perder; declínio, decadência. (Ideograma: dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] + acção [攵攴, pū] ) deter, prender, apoderar-se de, capturar, tomar, segurar na mão; obstruir; participar em, estar encarregado de, administrar, realizar, controlar, dirigir, manter, gerir, executar; guardar, reter, defender (um princípio, etc..);

dé děi de

不得已

bùdéyǐ

shén

zhě

bài

zhí

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

121

shī

huò yù

processar, apreender, fechar; agarrar-se obstinadamente a, insistir obstinadamente, persistir em; mandar calar (boatos, etc.). (Ideograma: agarrar [丮, jǐ] + matar, criminoso [㚔, niè] (pessoa [大, dà] em cima de homem morto (invertido) 屰) ) perder, falhar, cometer um erro; ignorar, esquecer, adbicar, desistir, perder o controlo, omitir; partir, desviar, escapar; perdido, abandonado, fora de; defeito, deficit, erro, falha, falta, perda, negligência, omissão. (Ideograma: mão, palma da mão [扌手, shǒu ] e algo a cair dela) Nota: muito parecido com [矢, shǐ] (flecha, seta) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛 , niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). talvez, pode (ser), parece, possivelmente, provavelmente, segundo parece; se, como se, supondo que; em certos casos, às vezes, outras vezes, há alguma possibilidade de; de algum modo; uma certa; alguma, algo, alguns; (ser) possível, hipotético; ou ... ou, um...outro, o outro. Antigamente significava região. (Ideograma: alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē] + boca [口, kǒu] + solo [土, tū] (traço em baixo à esquerda) — um meio de defesa, uma língua, uma terra – uma região.) *a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas) seguir, seguir pista; vir depois, acompanhar, parecer-se; ouvir (alguém), submeter-se a, suceder, agir de acordo com, variando de acordo com; deixar (ir, ser, etc.), permitir. (Ideograma: monte [阝阜, fù] + andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + esquerda [左, zuǒ] + costelas, carne [月肉, ròu]) soprar, exalar, suspirar profundamente; expirar; ruído de soprar pelo nariz em sinal de incredulidade, desprezo, etc.; louvar, lisonjear, mentir. (Ideograma: vazio [虛, xū] + homem soprando [欠, qiàn]) soprar; vangloriar, gabar, elogiar com exagero; falhar, desmembrar-se, entrar em colapso. (Ideograma: homem soprando [欠, qiàn] pela boca [口, kǒu])

xìng xíng

háng

suí

歔 吹

chuī

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

122

qiáng jiàng qiǎng

*forte, poderoso, vigoroso, violento; melhor; força, poder, vigor; *teimoso, inflexível, sem ceder. *forçar, esforçar-se, lutar. (Ideograma: arco [弓, gōng] + só, mesmo se [虽, qiáng]) ganhar, vencer, bater; ganho, lucro. (Ideograma: desaparecer [亡, wáng] (tampa 亠 sobre um lugar escondido) + recinto [囗, wéi] + corpo, carne [月肉, ròu] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] + capturar [丮, jǐ] — possivelmente, capturar 丮 dinheiro 貝 e comida 月 guardados 亡 num recinto 囗) (versão moderna (嬴) tem mulher, seios [女, nǔ] em vez de dinheiro) Na versão de Heshang Gong, no capítulo 29 do TTK, aparece [羸, léi] em vez de [贏, yíng]. magro, sem gordura, amaciado, fraco; ensarilhar, unir. (Ideograma: desaparecer [亡, wáng] (tampa 亠 sobre um lugar escondido) + recinto [囗, wéi] + corpo, carne [月肉, ròu] + cabra, ovelha [羊, yáng] + capturar [丮, jǐ] — capturar 丮 um animal 羊 guardado 亡 num galinheiro 囗 e alimentá-lo 月— fraco como uma ovelha) Na versão de Heshang Gong, no capítulo 29 do TTK, aparece este caracter em vez de [贏, yíng]. derrotar, frustrar, falhar, oprimir, reprimir, quebrar, maltratar, humilhar; baixar o tom, curvar-se para trás, atenuar; estar obstruído. (Ideograma: mão [手, shǒu] + ajoelhar-se [坐, zuò] (solo [土, tū] + duas pessoas [人, rén])) destruir, quebrar, derrubar, arruinar. (Ideograma: muro [阝阜, fù] + mão esquerda [左, zuǒ] + costelas, carne [月 肉, ròu] + pessoa [人, rén] + coração/mente [心, xīn])

yíng

léi

挫 隳

cuò

huī

是 以

shì

sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

*

shèng

rén

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

123

*

shèn shén shé shí

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) ir embora, partir, remover, desistir de, afastar-se, matar, parar, enfraquecer, evitar, cancelar; ausência, partida, distância, separação; estar separado, distante, fora; gasto, passado, mandado embora; o 4º tom em mandarim. (Ideograma: parece representar um homem [大, dà] que fala (boca) [口, kǒu] e se vai embora) em grande medida, consideravelmente, extremamente; tão, muito, num alto grau; mais (importante) do que; excedendo o esperado, excessivo. (Ideograma: dizer (boca falando) [曰, yuē] + igualar, um elemento de um par [匹, pǐ]) extravagante, excessivo, abundante, luxuoso, sumptuoso; desperdício, excesso; exagerar; gabar. (Ideograma: o que [者, zhě ] é grande, considerável [大, dà]) grande, muito, o máximo possível ou imaginável; louvado, superior, extravagante, extenso, liberal, esplêndido, rico. Antigamente, significava: escorregadio. (Ideograma: água [水, shuǐ] + grande, excesso [大, tài] + duas mãos [廾, gǒng] – água a escorregar pelas mãos: escorregadio)

奢 泰

shē

tài

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

124

Capítulo 30

三十章
*

dào

佐 人

zuǒ

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [ 首, shu]) ajudar, assistir; assistente, subordinado. (Ideograma: pessoa [人, rén] à esquerda [左, zuǒ])

rén

zhǔ

pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) mestre, anfitrião, líder, chefe, senhor, proprietário, dono, regente; sem dúvidas, segundo princípios; advogar, dirigir, gerir, presidir (a), reinar, encarregar-se de, dirigir; determinar, indicar; significar; principal; primário; principal objectivo, meta, Jesus Cristo, Allah, Deus, Senhor. (Ideograma: lamparina a óleo feita de barro [土, tǔ] que o líder segura) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) armas, armamento; soldado; uma força, um exército, militar, guerreiro, os militares, as tropas, guerra; atacar, lutar; ser hostil, ser marcial; estratégias, tácticas; uma peça do xadrez chinês, peão. (Ideograma: duas mãos segurando um machado [斤, jīn]) *forte, poderoso, vigoroso, violento; melhor; força, poder, vigor; *teimoso, inflexível, sem ceder. *forçar, esforçar-se, lutar. (Ideograma: arco [弓, gōng] + só, mesmo se [虽, qiáng]) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém)

bīng

qiáng jiàng qiǎng

shì shi diàn zhì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

125

hǎo hào

*bom, bem, próprio, bom para, fácil de, sufixo indicando completar. *estar contente com, adorar fazer, querer fazer, favorecer. (Ideograma: mulher [女, nǔ] + filho [子, zǐ]) (Nota: 你好, nǐ hǎo – (tu + bom) – é a forma usual de dizer «Bom dia», «Olá!»)

hái huán

*também, até, ao mesmo tempo, ou, era melhor, além disso, mais, ainda, senão, ainda (não), bastante, passável, adequado. *pagar de volta, devolver, dar a volta, voltar, recuar. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + olhar tímido [睘瞏, huán])

師 所 處

shī

suǒ

divisão do exército chinês, milícia, exército; modelo, exemplo, mestre, professor, tutor; ensinar; seguir o modelo de outro; um especialista (especialmente de medicina, pintura, música, adivinhação, etc.), um director administrativo local. (Ideograma: perseguir (追-辶, zhūi] pegada [帀, zāi] — pé virado para baixo) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa)

chǔ chù

jīng

*residir, habitar, ocupar, viver, ficar, parar, acampar, descansar, sentar-se, estar em, dar-se bem com, adoptar, aderir, ajustar-se, praticar, pertencer, continuar, manter-se; lidar com, decidir, julgar, disciplinar, sentenciar, punir; ter à sua frente (qualquer coisa); circunstância, condição; adoptado, decidido, observado, resolvido. *lugar, posição, refúgio, abrigo; local, localidade; departamento de uma agência governamental; uma qualidade especial, marca distintiva; ponto. (Ideograma: lugar, lugar onde vive [処, chù] + tigre [ 虍, hū] (emprestado pelo som)) espinhos, arbustros com picos, amoras silvestres, cana; a minha esposa. (Ideograma: erva [艹艸, cǎo] + castigo [刑, xíng] (faca [刂刀, dāo] + poço [井, jǐng])) espinhos, arbusto com espinhos, amoras silvestres. (Ideograma: árvore [木, mù] com espinhos)

棘 生

shēng

yān

軍 义

jūn

viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) partícula final indicando inúmeros sentidos; aqui, nisto, coloca aqui; ali, disso; aí, nessa situação, agora; dentro, entre, em, por, de, sobre, isto, isso, eles, estes; e por isso, para que; (interrogativa) como?, porquê?, quando?, etc.; e por aí em diante, de modo a que. (Ideograma: pássaro [鳥, niǎo] com uma cabeça especial — uma pêga) exército, militar, armas, guerra, campanha militar. (Ideograma: veículo [車, chē] + cobrir algo [勹, bǎo] ou braço forte [力, lì]) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo)

zhī

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

126

hòu

必 有 凶 年

yǒu

atrás, depois, atrás de, atrasado; estar ou ficar atrás, vir depois; subsequente, o próximo, o último; seguir, suceder; deferir, adiar, colocar no fim ou atrás; atraso, traseira, consequência, final; descendente, futuro, herdeiro, posteridade, sucessor; um verbo auxiliar para indicar «então» ou «depois». (Ideograma: estrada [彳, chì] + corda, fio (representado por uma dobadoira) [幺, yāo] + pegada [夊, suī]) certamente, necessariamente, usualmente, deve; requerer, precisar, precisa, precisando; ter a certeza, ser essencial, ser obrigatório, ser necessário; partícula enfática. (Ideograma: possivelmente separar [兪, bā] usando divisórias ou estacas [弋, yì]) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

xiōng

nián

mau, terrível, violência, assassínio, criminoso, criminal; não auspicioso, fome, falta de colheitas; infortúnio, problema, armadilha, adversidade, medo; muito, excessivo, excesso. (Ideograma: um poço 凵 cheio de coisas más) ano, anos, a idade de uma pessoa, colheita. (Ideograma antigo: [人, rén] pessoa + grão, cereal [禾, hé] — pessoa a trazer o grão, uma vez por ano). Hoje usa-se o radical [干, gān] (seco).

shàn qiāng

guǒ

*bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha) conclusão, consequência, efeito, resultado, frutos, sucesso, êxito; dar fruto, completar, concluir, ser frutuoso, ficar satisfeito; corajoso, determinado, obstinado; na verdade, de facto; certamente; exactamente, na verdade; no fim. (Ideograma; fruto 田 numa árvore [木, mù]) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). cessar, completar, chegar ao fim, parar, concluir, terminar, atingir; conclusão, fim, excesso; já, depois, então, completamente; mais não, já está, já está lá; excessivo, muito; partícula final para acrescentar ênfase, usada para indicar um acontecimento passado. (Nota: graficamente, é muito parecido com [己, jǐ] (a si mesmo)) ousar, tentar, aventurar-se, tomar a liberdade, ter a confiança, ter a certeza; corajoso, ofensivo, presumido, trágico; ousadia; audácia; destemidamente, certamente. (Ideograma antigo: duas mãos segurando animal que pode morder) agarrar, aceitar, apropriar, assumir, tomar, ocupar, ganhar, escolher, namorar; receber, obter, pegar; mandar chamar; acasalar com, casar, casada, tomar por esposa. (Ideograma: orelha [耳, ěr] + mão [又, yòu] – agarrar orelha com a mão) *forte, poderoso, vigoroso, violento; melhor; força, poder, vigor; *teimoso, inflexível, sem ceder. *forçar, esforçar-se, lutar. (Ideograma: arco [弓, gōng] + só, mesmo se [虽, qiáng]) não fazer; não faças; de modo nenhum; uma negativa forte. (Ideograma: parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù pode representar o som de um fio de um arco quando é largado)

ér

gǎn

取 強

qiáng jiàng qiǎng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

127

jīn

伐 驕
不得已

fā fá pèi

reservado, auto-controlado, auto-disciplinado, digno, convencido, arrogante; auto-control, auto-disciplina; ter pena de, simpatizar com, ter compaixão; gabarse; imitar. (Ideograma: lança [ 矛 , máo] + agora [ 今 , jīn] — possivelmente, gabar-se mostrando a lança) deitar abaixo cortando (árvores, etc.), cortar (madeira), subjugar, atacar, castigar, punir batendo, enviar uma expedição contra; ser arrogante, gabar-se. (Ideograma: homem [亻人, rén] com uma lança [戈, gē]) cavalo indomável; indomável, intratável, desobediente, orgulhoso, arrogante; severo, duro, intenso. (Ideograma: cavalo [馬, mǎ] + fingir [喬, qiáo]) O conjunto destes três caracteres é hoje normalmente traduzido por «não ter outra opção, agir contra vontade, ter de». No entanto, no TTK, há frases (ver capítulo 29) em que parece ter claramente o significado de «não conseguir terminar, não se pode chegar ao fim, não ir até ao fim, não atingir os fins». coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). grande, forte, robusto, vigoroso, saudável, crescido demais, corpulento; fortalecer, tornar melhor; o melhor período da nossa vida; o oitavo mês lunar. (Ideograma: cama, mesa [爿, qiáng] + homem [士大, shì] +) velho, idoso, experiente, venerável; pais; do passado, antiquado; sempre, constantemente; muito; tratar com reverência; o mais novo; uma partícula usada antes do apelido de uma pessoa ou de um numeral indicando a ordem de nascimento das crianças numa família ou ou para indicar afecto ou familiaridade; dura (carne), cozida demais; preto (cor). É o primeiro caracter de LaoTse. (Ideograma: possivelmente, um homem com cabelo longo (pêlo, pena [毛, máo]) com bengala [匕, bǐ] ou pé [止, zhī] ou pessoa cujo cabelo muda com o tempo) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

jiāo

bùdéyǐ

壯 老

zhuàng

lǎo

是 謂

shì

wèi

zǎo

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [ 月肉, ròu]) (com uma função fonética)) cedo, mais cedo, depressa, prévio, prematuro; antes, previamente; manhã; bom dia!; já, há algum tempo. (Ideograma: Sol [旣, rì] a nascer, ou seja, o primeiro (十甲, jiǎ) Sol)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

128

Capítulo 31

三十一章
*um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) belo, o melhor, bom, auspicioso, óptimo, superior, elegante, distinto. (Ideograma: pessoa [人, rén] + tabuleta de jade usada em cerimónias [圭, guī] — pessoa distinta)

佳 兵

jiā

bīng

armas, armamento; soldado; uma força, um exército, militar, guerreiro, os militares, as tropas, guerra; atacar, lutar; ser hostil, ser marcial; estratégias, tácticas; uma peça do xadrez chinês, peão. (Ideograma: duas mãos segurando um machado [斤, jīn]) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) auspicioso, propício, favorável, um presságio de mudança resultante de um ritual de oferta de ovelhas; boa sorte, bom augúrio. (Nota: este ideograma é hoje considerado como significando algo de auspicioso, mas há um dicionário chinês antigo que diz que significava dantes «um mau espírito».) (Ideograma: altar [礻示, shì] + ovelha, cabra [羊, yáng] (cornos, orelhas e pernas de uma cabra) — sacrifício auspicioso) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) instrumento, utensílio, prato, vaso, ferramenta, peça, órgão, artigo, artefacto ou aparelho, objectos moldados ou esculpidos, arma; magnanimidade, talento, habilidade, capacidade, função, utilidade; ter consideração por uma pessoa; (ser) meritório, específico, útil; especialista, especialidade, especificidades; qualquer coisa feita para um fim. (Ideograma: quatro vasos de cozinhar guardados por um cão [犬, quǎn]) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»).

zhě

xiáng

zhī

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

129

huò yù

talvez, pode (ser), parece, possivelmente, provavelmente, segundo parece; se, como se, supondo que; em certos casos, às vezes, outras vezes, há alguma possibilidade de; de algum modo; uma certa; alguma, algo, alguns; (ser) possível, hipotético; ou ... ou, um...outro, o outro. Antigamente significava região. (Ideograma: alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē] + boca [口, kǒu] + solo [土, tū] (traço em baixo à esquerda) — um meio de defesa, uma língua, uma terra – uma região.) *mau, aberrante, cruel, depravado, malicioso, ofensivo, feio, errado, imoral, ruim; maldade, malícia, doença, ódio, sujidade; *causar desgosto ou repugnância, causar náusea, enjoar; desdenhar, recusar ou rejeitar como não tendo valor. *odiar, detestar, não gostar, condenar. *como, onde; detestar. (Ideograma: mente/coração [ 心 忄 ,xīn] + deformado [ 亞 , yà] (quadrado deformado)) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古 , gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

è ě wù wū

gù gǔ

有 道

yǒu

dào

chǔ chù

Jūn

caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [ 首, shu]) *residir, habitar, ocupar, viver, ficar, parar, acampar, descansar, sentar-se, estar em, dar-se bem com, adoptar, aderir, ajustar-se, praticar, pertencer, continuar, manter-se; lidar com, decidir, julgar, disciplinar, sentenciar, punir; ter à sua frente (qualquer coisa); circunstância, condição; adoptado, decidido, observado, resolvido. *lugar, posição, refúgio, abrigo; local, localidade; departamento de uma agência governamental; uma qualidade especial, marca distintiva; ponto. (Ideograma: lugar, lugar onde vive [処, chù] + tigre [ 虍, hū] (emprestado pelo som)) aristocrata, chefe, líder, monarca, soberano, senhor (sir ou gentleman), senhora (lady); rei, regente, príncipe, superior; domínio, chefia, nobreza, soberania; (ser) honrado, nobre, responsável, superior, valoroso. É também usado para se dirigir a um homem, de modo formal. (Ideograma: um homem que tem na mão direita [又, yòu] uma bengala ou bastão 丨 e fala (boca) [口, kǒu]) criança, filho, jovem, ovo, ser em crescimento, uma coisa pequena, a semente de; princípe, infante; descendentes, juventude; o quarto grau de nobreza, equivalente a um visconde, sendo também usado como um título denotando respeito usado para um homem virtuoso ou culto. É o segundo caracter em «Lao Tse» — [老子, lǎozǐ] — Velho Mestre). (Ideograma: uma criança — cabeça, dois braços e corpo) morar, residir, ocupar, permanecer parado, estar, ocupar a posição de; praticar, declarar que é seu, manter que; armazenar, empilhar; repouso, satisfação; morada, lugar, posição, estação; pilhas de mercadorias; confortável, seguro, doméstico, tranquilo, satisfeito; facilmente; no fim. (Ideograma: bebé [古子, zǐ] caindo do corpo [尸, shī] da mãe – lugar original de nascimento; ou parte baixa do corpo [尸, shī] + antigo [古, gǔ] (com uma função fonética). O caracter 古 (antigo) deve ter sido introduzido como elemento com uma função fonética, evocando também a morada mais antiga.)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

130

guì

*partícula indicando consequência (geralmente depois de uma suposição) ou uma razão: então, como resultado, como regra, consequentemente, de isso, desse modo, necessariamente, normalmente, por essa razão, por isso; nesse caso; *uma lei, regra, critério, norma, padrão, princípio; *imitar, seguir; *(partícula exprimindo contraste com frase anterior:) mas, contudo, no entanto, caso contrário. (Ideograma: faca [ 刂 刀 , dāo] que separa dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] segundo uma regra) benefício, estima, glorificação, honra, respeito, valor, moeda; ser estimado, altamente colocado, alta patente, honrado, distinto, caro, oneroso, valioso, precioso; estimar, prezar, apreciar, favorecer; tratar com respeito, considerar como tesouro, valorizar altamente; premiar; honradamente, respeitosamente, ou uma forma de tratamento formal denotando respeito. (Ideograma: mãos segurando dinheiro [貝, bèi] (conchas presas num fio usadas como dinheiro)) esquerda, mão esquerda, inferior, não ortodoxo, impróprio, inconveniente, erróneo, enganado, casmurro, dar assistência, ser rebaixado, Leste, lado leste, comprovar, descer, desobedecer, ignorar. (Ideograma: mão [手, shǒu] que ajuda no trabalho [工, gōng] (este caracter parece representar um instrumento de carpintaria)) usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer) direita, lado direito, mão direita; essencial, Oeste; honrar, assistir; ajudar, enfatizar; ajuda. (Ideograma: composto por uma simplificação do caracter [手又, yòu] (mão) e por [口, kǒu] (boca) — parece sugerir a mão que leva as coisas à boca). nenhum, não, negativo, sem, com nenhum, de modo nenhum; in-, des-; não ser; falhas, erros, males; objectar, refutar, censurar, culpar; considerar como errado; errado; não significa; não é errado?; diminutivo para a África. (Ideograma: as asas opostas de um pássaro – um grou; ou asas quebradas, que não funcionam) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]). cessar, completar, chegar ao fim, parar, concluir, terminar, atingir; conclusão, fim, excesso; já, depois, então, completamente; mais não, já está, já está lá; excessivo, muito; partícula final para acrescentar ênfase, usada para indicar um acontecimento passado. (Nota: graficamente, é muito parecido com [己, jǐ] (a si mesmo)) O conjunto destes três caracteres é hoje normalmente traduzido por «não ter outra opção, agir contra vontade, ter de». No entanto, no TTK, há frases (ver capítulo 29) em que parece ter claramente o significado de «não conseguir terminar, não se pode chegar ao fim, não ir até ao fim, não atingir os fins». (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba).

zuǒ zuò

yòng

右 非

yòu yǒu

fēi fěi

dé děi de

不得已

bùdéyǐ

ér

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

131

恬 淡 為

tián

calmo, tranquilo, pacífico. (Ideograma: mente/coração [心, xīn]) + língua [舌, shé])

dàn

insípido, insosso , diluído, fraco, leve, de cor clara, sem sabor, fresco, indiferente, apático; fora de época; quando os negócios estão maus; aborrecido, folgado; luz (cor); ligeiro; sem desejos mundanos; nitrogénio. (Ideograma: água [水氵,shuǐ] + quente [炎, yán]) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) subir, trepar, montar, progredir rapidamente; em cima, por cima, para cima, de cima; no topo, antes, prévio, precedente, primeira (de duas partes); anterior ou passada (semana, etc.), melhor, o melhor, superior, mais elevado, o maior; topo, parte de cima; partir para, ir para, ir a tribunal, frequentar (aula, universidade); entrar, aparecer em cena ou entrar numa categoria; aplicar, servir, adicionar, submeter, fornecer, encher; o 3º tom em mandarim. É o primeiro caracter em Shanghai [上海, shànghǎi] (em cima + oceano)) (Ideograma: para cima de uma linha) vencer, ganhar, exceder, triunfar; ultrapassar, submeter; tirar o melhor de; vitória, sucesso, êxito, superioridade; vista paisagística, lugar de singular beleza; excelente, distinto, maravilhoso; ser superior a; ser merecedor de; ser suficientemente competente (para ser escolhido para uma tarefa); habilidade, mestria. (Ideograma: força, braço forte [力, lì] + augúrio, sinal, presságio [朕, zhèn] (barco [舟, zhōu] + carvão em brasa [灷, zhèn], que representa fogo [火, huǒ] sendo agarrado por duas mãos [廾, gǒng])) belo, atraente, delicioso, requintado, agradável, atracção, beleza, elegância, embelezar, estimar, glorificar, elogiar, achar belo. É também usado como uma abreviatura para Estados Unidos da América (美國, měi guó –» belo + país) (Ideograma: ovelha, cabra [羊, yáng] (cornos, orelhas e pernas de uma cabra) gorda e grande [大, dà]) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

wéi

elefante

shàng

shèng shēng

měi

是 樂

shì

yuè

shā

rén

*alegria; rir, bem disposto, feliz, satisfeito, alegre, contente, encantado; agradável, gratificante, confortável; pronto, com vontade de; conforto, extase, prazer; facilmente, alegremente, voluntariamente, com prazer *música, canção. (Ideograma: instrumento feito de madeira [ 木 , mù] e cordas [ 幺 , yāo] (fios representados por dobadoiras)) matar, assassinar, abater, ferir, cortar, decapitar, destruir, erradicar, extreminar, sacrificar; reduzir, diminuir, enfraquecer; morte, morrer, execução, homicídio, assassínio; executor, assassino; muito, furiosamente, excedentemente; -cida. (Ideograma: matar [杀, shā] (cortar o topo dos cereais) + lança [殳, shū] (mão [又 , yòu] com instrumento)) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

132

志 於

zhì

pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) propósito, ideia, ambição, direcção, intenção, vontade, determinação; decidir-se a perseguir um objectivo; ideal, desejo, interesse; anais, registos. (Ideograma: coração [忄心, xīn] + pegada apontando em frente [义, zhī ]) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. partícula final denotando o pretérito perfeito (perfect tense) ou partícula auxiliar denotando determinação (um intensificador), ambas indicando interrogações ou exclamações (certamente....!, completamente....!, de modo nenhum....!, ponto final....!, feito....!; por si mesmo....!; aqui?; ...?, na verdade....!, tão ....!, que....!, só....!, meramente....!, simplesmente...!, realmente...!, certamente... ! é isto?). (Ideograma: boca a falar [ 厶 , yǐ] + seta [ 矢 , shǐ] — o som de uma seta, empréstimo pelo som) sorte; propício, bom, auspicioso, afortunado, favorável, oportuno, vindo no tempo certo; promessa. (Ideograma: a fala (boca) [口, kǒu] de um erudito, sábio [士, shì]) actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém) *ainda, até mesmo; defender, honrar; estimar, louvar, exaltar. *telhado; casa com telhado. (Ideograma: casa 冂 com telhado 小 e janela 口) mau, terrível, violência, assassínio, criminoso, criminal; não auspicioso, fome, falta de colheitas; infortúnio, problema, armadilha, adversidade, medo; muito, excessivo, excesso. (Ideograma: um poço 凵 cheio de coisas más) parcial, tendencioso, não equitativo, não justo, preconceituado; inclinado para um lado, oblíquo; desviado de; um verbo auxiliar indicando um sentimento de determinação ou contrariedade; (militar) adjunto, segundo, assistente, subordinado. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + livros de bambu, réguas de bambu [扁, biān]) *usado como verbo, exprimindo acção futura; irá, iria, iria em breve; fazer tenção de, estar prestes a, pronto para; alimentar, nutrir; incitar alguém a agir; futuro, no futuro imediato; (preposição) com, por. *general, almirante, líder militar de alto escalão; liderar (soldados). (Ideograma: ter carne [月肉, ròu] na mão [寷, cùn] em cima da mesa [爿, quiáng] (figura rodada))

天 下 天下 矣

tiān

xià

tiān xià yǐ

吉 事

shì shi diàn zhì

shàng shang chàng

凶 偏

xiōng

piān

jiāng jiàng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

133

偏將 軍 上

piān jiàng jūn

general adjunto. exército, militar, armas, guerra, campanha militar. (Ideograma: veículo [車, chē] + cobrir algo [勹, bǎo] ou braço forte [力, lì]) subir, trepar, montar, progredir rapidamente; em cima, por cima, para cima, de cima; no topo, antes, prévio, precedente, primeira (de duas partes); anterior ou passada (semana, etc.), melhor, o melhor, superior, mais elevado, o maior; topo, parte de cima; partir para, ir para, ir a tribunal, frequentar (aula, universidade); entrar, aparecer em cena ou entrar numa categoria; aplicar, servir, adicionar, submeter, fornecer, encher; o 3º tom em mandarim. É o primeiro caracter em Shanghai [上海, shànghǎi] (em cima + oceano)) (Ideograma: para cima de uma linha) general, almirante, comandante da força aérea. palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [口, kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) *morte; morrer, perder, destruir, esquecer, adbicar de; chorar; funeral. *perder; ser privado de; ser derrotado; declinar; ir a baixo. (Ideograma: cão [犭犬, quǎn] + boca [口, kǒu] + desaparecer, fugir, morte [亡兦 , wáng] (tampa 亠 sobre um lugar escondido) — o uivar de um cão perante a morte) cortesia, correcção, decoro, boa educação, civismo, etiqueta; ritos, rituais; compostura, cerimónia; agir com correcção (moral ou social); um presente; dar um presente. (Ideograma: altar [礻示, shì] + vaso de sacrifícios [豊, lǐ] (contentor 豆 cheio de flores 丰) *residir, habitar, ocupar, viver, ficar, parar, acampar, descansar, sentar-se, estar em, dar-se bem com, adoptar, aderir, ajustar-se, praticar, pertencer, continuar, manter-se; lidar com, decidir, julgar, disciplinar, sentenciar, punir; ter à sua frente (qualquer coisa); circunstância, condição; adoptado, decidido, observado, resolvido. *lugar, posição, refúgio, abrigo; local, localidade; departamento de uma agência governamental; uma qualidade especial, marca distintiva; ponto. (Ideograma: lugar, lugar onde vive [処, chù] + tigre [ 虍, hū] (emprestado pelo som)) multidão, grupo, multitude, massas, todos, cada um, tudo, em todo o lado; público, comum, popular; abundante, muito, muitos, numeroso. (Ideograma: um olho [目, mù ] a ver muita gente. Originariamente: três pessoas debaixo do Sol [旣, rì]) com tristeza, triste, aflito, mostrando-se triste. (Ideograma: males [非, fēi] do coração [心忄,xīn])

shàng

上將 言

shàng jiàng yán

sàng sāng

chǔ chù

眾 悲

zhòng

bēi

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

134

哀 泣 戰

āi

sofrer¸ sentir dor; lamentar; lamento, dor, sofrimento. (Ideograma: boca em cima [亼, jí] falando com outra boca [口, kǒu] por cima de um vestido [衣, yī] ) ter lágrimas sem chorar, chorar silenciosamente; chorar, soluçar. (Ideograma: aguentar-se por si só, homem de pernas abertas [立, lì] + água [氵 水, shuǐ] ) competir, lutar, disputar, batalhar, combater; ficar arrepiado, tremer. (Ideograma: barulho de uma pá ou forquilha [單, chán] (duas bocas [口, kǒu] em cima de uma pá) + lança [戈, gē])

zhàn

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

135

Capítulo 32

三十二章
dào caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [ 辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») nome, substantivo, título, descrição, significado, palavra escrita; posição, renome, honra, fama, notoriedade; famoso, distinto, de renome; valioso, precioso, nobre, raro, grande; descrever, chamar-se, significar, chamar, proferir, indicar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + Lua [月夕, yuè] — o que dizemos, à luz do luar, para que saibam quem somos.) simples (dito de vestidos, roupa, literatura), natureza original, simplicidade original; a substância das coisas; coisas em bruto, virgem, por trabalhar; honesto, sincero; um tipo de árvore da família do ulmeiro; (originariamente:) madeira em bruto (que cresceu naturalmente). (Ideograma: madeira [木, mù] + vegetação luxuriante [菐, pú] (duas mãos a apanhar plantas ou madeira para uma lareira ) embora, mesmo (se, quando, que, onde), apesar de; pode ser; contudo, se, só, apenas, admitindo que, supondo que; afastar; afastar do pensamento; ser nivelado, liso; nome de um réptil parecido com um lagarto. (Ideograma: insecto, minhoca, animal [虫, chóng] + pássaro de cauda curta [隹, zhuī]) pequeno, jovem, júnior, humilde, insignificante, menor, leve, diminuto, trivial, sem importância; feito de pedaços pequenos; mediania, pequenez, mediocridade; jornal tablóide; um pouco, poucos; por um curto espaço de tempo; diminuir, minimizar, encolher, tornar insignificante. (Nota: não implica algo de mau ou errado, mas sim, por vezes, de inferior). (Ideograma: uma linha que divide a meio e torna mais pequeno) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. *não faças; não há ninguém que, não, não é, não pode; ninguém, nem um, nenhum; de modo nenhum; não ter; não é?; excepções. *crepúsculo, noite. (Ideograma: O Sol [旣, rì] desce sobre a relva [ 茻, mǎng])

cháng

míng

suī suí

xiǎo

天 下 天下 莫

tiān

xià

tiān xià mò mù

néng tài

habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

136

臣 也

chén

súbdito, vassalo, ministro, estadista, oficial; subjugar, conquistar; um termo usado para se referir a si próprio por um oficial ao abordar um rei ou imperador; uma forma educado de dizer «eu». (Ideograma: um olho visto de lado) e, também, como, até mesmo, se, só, ainda, quando, enquanto, com, ou, para além disso; assim mesmo; um pouco, completamente, inteiramente, especialmente, na verdade; uma exclamação; (em chinês clássico) partícula final servindo de cópula; uma pausa (que denota o fim de um pensamento ou uma pausa para dar ênfase a uma palavra ou frase). (Ideograma: possivelmente, água a cair de um funil ou bacia) o segundo dos cinco graus da nobreza; marquês; nobre, alto funcionário; mestre arqueiro; o alvo no tiro com arco. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + rochedo, oficina [ 厂, hǎn] + seta [矢, shǐ])

侯 王

hóu

wáng

rei, senhor, príncipe, líder, soberano; fundador, autoridade, soberania; comando, domínio; ser rei de, governar; grande, principesco, real. (Ideograma: provavelmente, uma coroa; alguns pensam representar aquele que une o céu, a humanidade e a terra) que poderá

ruò

shǒu

zhī

wàn

萬物

wànwù

parecer; parece, como, como se, podia ser, se, supondo que; suponhamos que; admitindo, assumindo, desde que; tu; semelhante a; acordo, semelhança; (é muitas vezes posicionado como um sufixo). (Ideograma: plantas, erva [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu] (mão que leva as coisas à boca [口, kǒu]) — antigamente significava apanhar vegetais; Noutra versão mais antiga que era também um «falso empréstimo» parece ver-se representada uma mulher a brincar com o seu cabelo) defender, proteger, manter, guardar, conservar, manter (uma coisa, um segredo, uma promessa, etc.); aderir a, manter-se leal a, agir de acordo com, esperar por; fortificação, posto, território; autocontrolo; ser guardado, estar sob guarda. (Ideograma:[ 宀 , mián] tecto, casa + [ 寷 , cùn] mão, medir com a mão, polegada) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas».

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

137

jiāng jiàng

*usado como verbo, exprimindo acção futura; irá, iria, iria em breve; fazer tenção de, estar prestes a, pronto para; alimentar, nutrir; incitar alguém a agir; futuro, no futuro imediato; (preposição) com, por. *general, almirante, líder militar de alto escalão; liderar (soldados). (Ideograma: ter carne [月肉, ròu] na mão [寷, cùn] em cima da mesa [爿, quiáng] (figura rodada)) si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu») hóspede, visitante; tratar como a um hóspede; obedecer, seguir instruções, submeter-se. (Ideograma: pé, pegada [ 止 , zhǐ] + casa, telhado [ 宀 , mián] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] – quem entra a pé em casa e é tratado como pessoa de valor) *Terra, terra, solo, espaço, território, mundo, campo, lugar, base, posição; terrestre, mundano; topográfico. *-mente; partícula usada para formar advérbios. (Ideograma: terra/solo [土, tǔ]) + também [也, yě] (parece representar água a cair de um funil)) Céu e Terra, o universo, o mundo, tudo (incluindo a humanidade e as dez mil coisas entre o Céu e a Terra). mutuamente, reciprocamente, um ao outro, de cada um, para cada um; entre eles, juntos; compostura, aparência, postura, características faciais; complementar, cooperativo, mútuo, recíproco, partilhado; complemento, cooperação, reciprocidade; examinar, inspeccionar, olhar para, ver, estudar, seleccionar; ajudar, assistir, complementar, cooperar; primeiro-ministro (em tempos feudais); substância. (Ideograma: olho [目, mù] a espiar por detrás de uma árvore [木, mù] ) *ajustar-se, juntar-se, combinar, juntar, unir, fechar; harmonia, par, partilhado, nota musical chinesa. *100 ml; medida para grão. (Ideograma: uma boca invertida [亼, jí] falando para outra boca [口, kǒu)
*

bīn bìn

dì de

天地 相

tiān dì xiāng xiàng

合 以

hé gě

jiàng hóng

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) descer, baixar, diminuir a luz; cair; condescender; render-se.

(Ideograma: parede, encosta [阝阜, fù] a descer [夅, jiàng] (dois pés virados para baixo)

甘 露

gān

doce, saboroso, delicioso, agradável; doçura; disposto a, voluntário; desfrutar. (Ideograma: uma [一, yī] coisa dentro de uma boca [口, kǒu]) orvalho, gota de orvalho; expor, mostrar, revelar; trair (fuga de informação); descoberto, exposto, nu, aberto; uma bebida fria calmante e aromática; bebidas destiladas de flores, frutos ou folhas; aparecer; emergir. (Ideograma: chuva [雤, yǔ] + perna e pé [足, zú] + andar 夂 e falar (boca) [口, kǒu])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

138

mín

o povo, nacionalidade, cidadão, cidadania, as massas, multidão, humanidade, habitantes, sociedade, súbditos, ser humano, social, do povo, público. (Ideograma: o caracter antigo parecia representar pessoas que saem de uma mesma vagina maternal).

lìng líng

ér

jūn

shǐ

zhì

有 亥 既

yǒu

*directiva, comando, decreto, lei, mandato, ordem; ordenar, decretar, causar, fazer; agradável, bom; (ser) excelente, prezado, respeitado; a lei; época, estação do ano. *uma resma (de papel). (Ideograma: boca invertida [亼, jí] dando ordens a uma pessoa ajoelhada [卩, jié]) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). roda de ceramista, igualmente, moderadamente, uniforme, imparcial; equilíbrio, balanço; nivelado, igual; ser justo; todos; também; demasiado; ou um antigo instrumento musical. (Ideograma: barro de oleiro, solo [土, tū] + uniforme, nivelado, plano [勻, yún] (mão 勹 medindo duas 二 coisas). Nas suas versões mais antigas, parece representar a mão e a roda do oleiro.) início, começo, fonte, precursor; nascimento, génesis; primeiro, fresco, novo; depois, depois disto, então, logo que, daqui para a frente; começar, ser o primeiro, iniciar, originar; só então; renovar. (Ideograma; mulher [女, nǔ] + alegria [台, tái] (boca [口, kǒu] falando 厶); possivelmente, a alegria de uma mãe no nascimento de um filho) estabelecer, instituir, criar; prevalecer, ultrapassar em poder; regular, governar, controlar, restringir, adaptar; sistema; usado antes da assinatura numa carta escrita para indicar que o escritor está de luto. Antigamente significava: cortar. (Ideograma: cortar uma árvore grande 未 (distorcida) com uma faca ou um machado [刀刂, dāo]). ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

também, igualmente. (Ideograma: pessoa [大, dà] com água a escorrer dela — caracter emprestado pelo som) como, agora que, na medida em que, desde que, uma vez que; já, de facto; então; tudo; acabar, completar; fim do acontecimento; ambos (tanto...como). (Ideograma: em frente a uma taça de arroz [癿, bī], um homem vira-se [旡, jì] – parecendo representar uma refeição que acabou.) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) parar, fazer parar, desistir, fazer uma pausa, estar parado, repousar; permanecer; deter; proibir; chegar a; quieto, calmo, estagnado; só. (Ideograma: um pé)

zhī zhì

zhǐ

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

139

pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) perigo, fim, limite; perigoso, pôr em perigo, precário; com medo, cansado; quase, provavelmente, só. (Ideograma: boca [口, kǒu] + falar [厶, tū] + ossos, esqueleto [歹, dǎi]) comparar, assemelhar; símile; exemplo; supôr, se; dizer; compreender. (Ideograma: falar, palavras [言, yán] + evitar, evitáveis [辟, pì] (pessoa ajoelhada ou sentada [尸, shī] + boca [口, kǒu] + difícil, trabalhoso [辛, xīn]))

殆 譬 在 猶

dài

zài

yóu

川 谷 於

chuān gǔ

em, dentro, sobre; até; consiste em; depende de; estar vivo, existir, estar presente, residir; vivo; (localizado) no; (estar) em (indicando um acto em progresso). (Ideograma: neste local, solo/terra [土, tǔ] + crescer, desabrochar [才, cái]) como, semelhante a, também, exactamente como, como se; estratégia, esquema, enredo; magicar (planear em segredo), planear, esperar, suspeitar, deliberar; contudo, ainda, até mesmo, especialmente, enquanto; um judeu; um tipo de macaco. (Ideograma: cão ou pequeno animal [犭犬, quǎn] + chefe, vapores que saiem de frasco [酋, qiú]) rio, ribeiro, planície. (Ideograma: corrente de água de um rio) vale, oco, buraco, ravina, canal, depressão, curso de água entre duas montanhas; dilema, situação difícil, ser difícil; grão, cereal. (Ideograma: parece representar água fluindo 兪兪 de um buraco 口) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) um grande rio, corrente de água; o rio Yangtze. (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + trabalho [工, gōng])

江 海

jiāng

hǎi

oceano, mar; imenso. (Ideograma: água [水, shuǐ] + toda [每, měi], que é representava antigamente uma mulher [母, mǔ] a pentear-se — um empréstimo pelo som)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

140

Capítulo 33

三十三章
zhī zhì saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) esperteza, inteligência, conhecimento, prudência, sabedoria; capaz, esperto, sabedor, conhecedor, prudente, talentoso, sábio. (Ideograma: saber [知, zhī] brilhante como o Sol [旣, rì])

rén

zhě

智 自

zhì

míng

shèng shēng

有 力

yǒu

si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu») brilho, claridade, iluminação, luz, lucidez; percepção, discernimento, visão, acuidade visual; acordo, contrato; brilhante; claro, compreensível, consciente, óbvio, evidente, inteligente, esclarecido, esperto, inteligível, lúcido, puro, sagaz, visionário; afirmar, acordar (por oposição a dormir), ver, clarificar, esclarecer, explicar, iluminar, ilustrar, percepcionar, mostrar, entender; dia, alvorada, madrugada, próximo (dia ou ano), a dinastia Ming (1368-1644 d.C.). (Ideograma: Sol [旣, rì] + Lua [月, yuè]). vencer, ganhar, exceder, triunfar; ultrapassar, submeter; tirar o melhor de; vitória, sucesso, êxito, superioridade; vista paisagística, lugar de singular beleza; excelente, distinto, maravilhoso; ser superior a; ser merecedor de; ser suficientemente competente (para ser escolhido para uma tarefa); habilidade, mestria. (Ideograma: força, braço forte [力, lì] + augúrio, sinal, presságio [朕, zhèn] (barco [舟, zhōu] + carvão em brasa [灷, zhèn], que representa fogo [火, huǒ] sendo agarrado por duas mãos [廾, gǒng])) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

qiáng jiàng qiǎng

forte, poderoso, vigoroso; força, poder, esforço, vigor, músculo; habilidade; vigorosamente; veementemente, seriamente; dar o seu melhor; fazer o melhor que se pode. (Ideograma: as versões mais antigas parecem representar graficamente uma mão e um braço musculado) *forte, poderoso, vigoroso, violento; melhor; força, poder, vigor; *teimoso, inflexível, sem ceder. *forçar, esforçar-se, lutar. (Ideograma: arco [弓, gōng] + só, mesmo se [虽, qiáng])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

141

知足 富 行

zhī zú fù

*pés, pé, base, fundação, suporte, adequação, satisfação, suficiência; base para, razão para; (ser) amplo, adequado, completo, o bastante, satisfatório, competente, merecedor (de); (estar) cheio, satisfeito (com); suficientemente, completamente, amplamente. *demasiado modesto ou humilde. (Ideograma: pé [止, zhǐ] e rectângulo (ou elipse) que parece representar uma perna) (saber + suficiente) contentar-se com a sua situação, saber estar satisfeito (e por isso feliz). rico, afluente, abundante, amplo. (Ideograma: telhado, edifício [宀, mián] + cheio [畐, fú] (recipiente com algo bom ou com valor)) *a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas) Em chinês moderno: forçar, partir. propósito, ideia, ambição, direcção, intenção, vontade, determinação; decidirse a perseguir um objectivo; ideal, desejo, interesse; anais, registos. (Ideograma: coração [忄心, xīn] + pegada apontando em frente [义, zhī ]) Em chinês moderno: ser ambicioso. (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) perder, falhar, cometer um erro; ignorar, esquecer, adbicar, desistir, perder o controlo, omitir; partir, desviar, escapar; perdido, abandonado, fora de; defeito, deficit, erro, falha, falta, perda, negligência, omissão. (Ideograma: mão, palma da mão [扌手, shǒu ] e algo a cair dela) Nota: muito parecido com [矢, shǐ] (flecha, seta) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa)

xìng xíng

háng

強行 志 有志 不

qiáng xíng zhì

yǒu zhì bù

shī

所 久

suǒ

jiǔ

continuar, perdurar, durar; preserverar, persisitir, sobreviver, esperar; ser antigo, crónico, clássico, continuado, longo; há um longo tempo; fazer esperar alguém um longo tempo; velho, duradouro, sobrevivente, longevidade; por tanto tempo, depois de tanto tempo, enquanto; durante todo este tempo; finalmente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] com impedimentos no andar, representado por traço adicional) morrer; morto, inanimado, morte, mortalidade, fatal, mortal; muito, extremamente, perseverante, resoluto; resolutamente; condenado (por exemplo à pena de morte); aborrecido e estúpido; rígido, fixo ou imutável (regulamentos, etc.); móveis (gavetas, etc); impossível de passar, intransitável, fechado. (Ideograma: ossos, esqueleto [歹, dǎi] de uma pessoa [人, rén]; o caracter 匕 parece mostrá-la invertida)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

142

ér

亡 壽

wáng

(mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). perecer, fugir, escapar, desaparecer, morrer, falhar, perder; perdido; morte; falecido (aplicável apenas a familiares próximos ou amigos). (ideograma: tampa 亠 sobre um lugar escondido, dobras de tecido que escondem e protegem ou entrar [入, rù] num lugar escondido) o tempo de uma vida; velhice; uma longa vida; longevidade; aniversário; morrer de velhice; dar um presente a outra pessoa (ouro, seda, etc. ); brindar a um ancião. Ideograma actual: terra [土, tū] + um [一, yī] + trabalho [工, gōng] + um [一, yī] + mão [寷, cùn] + boca [口, kǒu]; Ideograma antigo: velho [老, lǎo] + campos, terra agrícola [疇, chóu] sem o radical campos [田, tián])

shòu

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

143

Capítulo 34

三十四章
*grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [ 首, shu]) ir à deriva, flutuar; impreciso, vago, despreocupado, descuidado; não sincero, não prático, não íntimo, não específico; vasto, geral, como um todo, pan-; de um modo geral; água a transbordar; transbordar, inundar, espalhar; espalhado a partir de dentro. (Ideograma: água [ 氵 水 , shuǐ] + cansado, necessitando de [ 乌 , fá ] (pé esquerdo 止 (invertido) com um limite 一 ; deficiente)) partícula de pausa (usada em poesia antiga), uma pausa, ...; aqui, realmente; interjeição (partícula exclamativa), equivalente a " oh!‖ ou ―ah! "; como ...!, tão …!, que ...!; …-idade. (Ideograma: poderá ser uma bengala e, em cima, a exclamação de um homem velho) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) esquerda, mão esquerda, inferior, não ortodoxo, impróprio, inconveniente, erróneo, enganado, casmurro, dar assistência, ser rebaixado, Leste, lado leste, comprovar, descer, desobedecer, ignorar. (Ideograma: mão [手, shǒu] que ajuda no trabalho [工, gōng] (este caracter parece representar um instrumento de carpintaria)) direita, lado direito, mão direita; essencial, Oeste; honrar, assistir; ajudar, enfatizar; ajuda. (Ideograma: composto por uma simplificação do caracter [手又, yòu] (mão) e por [口, kǒu] (boca) — parece sugerir a mão que leva as coisas à boca). o lado esquerdo e direito, ambos os lados; aproximadamente, mais ou menos, perto disso; controlar, influenciar; acompanhante, «entourage», acompanhantes de alguém importante. coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som)

dài

dào

fàn

zuǒ zuò

右 左右 物

yòu yǒu

zuǒ yòu

wàn

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

144

萬物 恃 义

wànwù shì

zhī

shēng

ér

as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas». depender de, contar com, esperar retorno, esperar, confiar, presumir que, ter como certo que. (Ideograma: mente/coração [ 心 忄 ,xīn] + templo [ 寸 , sì] (com uma função fonética) (sítio onde se chega [义止, zhī] e faz ofertas com a mão [寷, cùn])) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) dicção, retórica, fraseologia, linguagem, palavras, discurso, expressão, frase; negar, declinar, desistir, evitar; escapar, partir, despedir-se, separar-se de, dizer adeus; mandar embora, despedir. (Ideograma: confuso, desemaranhar fios [亂-乙, luàn] + difícil, trabalhoso [辛, xīn]) mérito, utilidade, valor, realização, resultado, sucesso, êxito, mestria, benefício, crédito, efeito; um feito ousado, um bom trabalho; tarefa, função; aplicar-se ao trabalho, conseguir bons resultados; meritório, sólido, com valor; trabalho (Física). (Ideograma: trabalho [工, gōng] + força, habilidade, braço forte [力, lì]) concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng]) nome, substantivo, título, descrição, significado, palavra escrita; posição, renome, honra, fama, notoriedade; famoso, distinto, de renome; valioso, precioso, nobre, raro, grande; descrever, chamar-se, significar, chamar, proferir, indicar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + Lua [月夕, yuè] — o que dizemos, à luz do luar, para que saibam quem somos.)

功 成

gōng

chéng

míng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

145

有 有名 衣 養

yǒu

ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

míng yī yì yǎng

Em chinês actual, estes dois ideogramas juntos significam: famoso. vestir; vestido, vestuário, roupas, traje; revestimento, cobertura, pele ou casca de fruta. (Ideograma: roupa — ombros e cabeça (em cima) e dobras de tecido (em baixo)) criar (animais, filhos), nutrir, cuidar de, ter animais domésticos; tomar conta de, suportar; dar à luz. (Ideograma: cabra (cornos e orelhas) [羊, yáng] + comer [食, shí] (boca [亼, jí] sobre uma taça de arroz [癿, bī])) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) mestre, anfitrião, líder, chefe, senhor, proprietário, dono, regente; sem dúvidas, segundo princípios; advogar, dirigir, gerir, presidir (a), reinar, encarregar-se de, dirigir; determinar, indicar; significar; principal; primário; principal objectivo, meta, Jesus Cristo, Allah, Deus, Senhor. (Ideograma: lamparina a óleo feita de barro [土, tǔ] que o líder segura) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) pequeno, jovem, júnior, humilde, insignificante, menor, leve, diminuto, trivial, sem importância; feito de pedaços pequenos; mediania, pequenez, mediocridade; jornal tablóide; um pouco, poucos; por um curto espaço de tempo; diminuir, minimizar, encolher, tornar insignificante. (Nota: não implica algo de mau ou errado, mas sim, por vezes, de inferior). (Ideograma: uma linha que divide a meio e torna mais pequeno) regressar, regressar a casa, ir para uma casa nova; retornar; devolver (ao seu dono); pertencer; (dito de uma mulher) casar; prometer aliança; pertencer; atribuir; virar-se para; colocar ao cuidado de alguém; ser persuadido, capitular, tornar-se leal, mudar de lealdades, submeter-se. (Ideograma: seguir [追, zhuī] + (vassoura representando uma) esposa [帚, zhǒu] -um dos caracteres usados para «mulher casada» é [ 婦 , fù], um caracter composto por mulher [女, nǔ] e vassoura [帚, zhǒu]) partícula final indicando inúmeros sentidos; aqui, nisto, coloca aqui; ali, disso; aí, nessa situação, agora; dentro, entre, em, por, de, sobre, isto, isso, eles, estes; e por isso, para que; (interrogativa) como?, porquê?, quando?, etc.; e por aí em diante, de modo a que. (Ideograma: pássaro [鳥, niǎo] com uma cabeça especial — uma pêga) Em chinês actual, estes dois ideogramas juntos significam: chamado. fim, conclusão, morte, finalidade; concluído, duradouro, eterno, completo, feito; completar, levar até ao fim, morrer, falecer; no final, do fim; completamente, definitivamente, na verdade, afinal. (Ideograma: linha, seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] + Inverno [冬, dōng] — parece representar a ideia do fim de uma linha) si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu»)

wéi

elefante

zhǔ

xiǎo

guī

yān

名為 終

míng wèi zhōng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

146

wéi

elefante

agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古 , gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca)

gù gǔ

能 成

néng tài

chéng

concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

147

Capítulo 35

三十五章
deter, prender, apoderar-se de, capturar, tomar, segurar na mão; obstruir; participar em, estar encarregado de, administrar, realizar, controlar, dirigir, manter, gerir, executar; guardar, reter, defender (um princípio, etc..); processar, apreender, fechar; agarrar-se obstinadamente a, insistir obstinadamente, persistir em; mandar calar (boatos, etc.). (Ideograma: agarrar [丮, jǐ] + matar, criminoso [㚔, niè] (pessoa [大, dà] em cima de homem morto (invertido) 屰) ) *grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) imagem, representação, forma, figura, retrato, conceito; semelhança, como; fenómeno, aparência (especialmente de tempo meteorológico, astros, etc.); elefante; marfim; parecer, lembrar. (Ideograma: um elefante com dentes e uma grande cabeça) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. *ir em direcção a, partir, avançar, progredir; passado; anteriormente; antiquado; *um advérbio indicando tempo ou direcção. (Ideograma: estrada [彳, chì]) + planta crescendo [屮, chè] do solo [土, tū]) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) ferir, magoar, danificar, prejudicar, causar problemas a, destruir, matar, dano, prejuízo, detrimento; ponto vital. (Ideograma: telhado [宀, mián] + boca [口, kǒu]+ um pau de registo [丯, jiè] – possivelmente, representa falar 口 e fazer contas 丯 falsas debaixo de um telhado 宀, causando dano a outrem) pacífico, tranquilo, calmo, seguro, estável; calma; estabilizar, pacificar; consolar; colocar, pôr; satisfazer-se com; como, porquê? (Ideograma: mulher [ 女, nǔ] sob um tecto [宀, mián]). liso, nivelado, comum, calmo, justo, igual; pacífico; acalmar, pacificar; empatar; suprimir; controlar, regular; voltar ao normal após uma acentuada subida (dito de preços); abreviatura de Pequim. (Ideograma: possivelmente, um objecto liso num altar [示, shì])

zhí

dài

xiàng

天 下 天下 往 而

tiān

xià

tiān xià wǎng wáng wàng ér

hài

安 平

ān

ping

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

148

tài

yuè

yǔ yú yú

ěr èr réng

grande, muito, o máximo possível ou imaginável; louvado, superior, extravagante, extenso, liberal, esplêndido, rico. Antigamente, significava: escorregadio. (Ideograma: água [水, shuǐ] + grande, excesso [大, tài] + duas mãos [廾, gǒng] – água a escorregar pelas mãos: escorregadio) *alegria; rir, bem disposto, feliz, satisfeito, alegre, contente, encantado; agradável, gratificante, confortável; pronto, com vontade de; conforto, extase, prazer; facilmente, alegremente, voluntariamente, com prazer *música, canção. (Ideograma: instrumento feito de madeira [ 木 , mù] e cordas [ 幺 , yāo] (fios representados por dobadoiras)) *e, com, junto com, dar, partilhar, participar, tomar parte; colaborativo, partilhado; assistência, colaboração, companhia, ajuda, relação, partilha, apoio, união, participação; assim como, com a ajuda de. *tomar parte em; participar em. *partícula interrogativa, questão retórica; expressão de dúvida ou surpreza. (Ideograma: mãos que levantam algo [舁, yú] + dar (concha, colher [与, yú] com uma coisa (一) dentro); em versões antigas, também inclui uma boca [口, kǒu]) isco, bolos, alimentos; aliciar; comer.

(Ideograma: ouvido [耳, ěr ] + comer [食, shí])

guò guo huò

contagioso; passar, transferir; atravessar; passar por; visitar; chegar a; atravessar um rio; através; visitar; morrer, morte; por cima de; ir para além dos limites normais ou adequados; ultrapassar; em demasia; excessivo; erro; demérito; culpa; pecado. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + osso, maxilar, mal dizer, falar, boca [咼, guǎ, guō]) hóspede, visitante, estranho, viajante, cliente, estrangeiro; espectador; audiência; aventureiro. (Ideograma: tecto [宀, mián] + todos [各, gè] (andar 夂 e falar (boca [口, kǒu]) em todo o lado)) parar, fazer parar, desistir, fazer uma pausa, estar parado, repousar; permanecer; deter; proibir; chegar a; quieto, calmo, estagnado; só. (Ideograma: um pé) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [ 首, shu]) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) sair, aparecer, reaparecer, emergir, escapar, evoluir, crescer (planta), sobressair, acontecer, causar, produzir, reproduzir, expelir, ejectar; exprimir livremente (zanga, ciúme, etc.); abandonar, banir, afugentar, remover, expurgar, divorciarse; despender, gastar; estar para além de, ser do passado, fora de; resultado. (Ideograma: uma planta a crescer.) boca; abertura, entrada; porta (especialmente de uma cidade); pessoa; um determinado artigo (como uma cisterna, um grande jarro, etc.); bordo ou lâmina de uma faca; ranhura, fissura; paladar, gosto. (Ideograma: uma boca)

客 止 道

zhǐ

dào

zhī

chū

kǒu

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

149

淡 之

dàn

insípido, insosso , diluído, fraco, leve, de cor clara, sem sabor, fresco, indiferente, apático; fora de época; quando os negócios estão maus; aborrecido, folgado; luz (cor); ligeiro; sem desejos mundanos; nitrogénio. (Ideograma: água [水氵,shuǐ] + quente [炎, yán]) preposição: ao longo de, debaixo, em, ao lado de, por, de, do que, para, sobre, com, dentro, em vez de, aqui; partícula exclamativa; partícula interrogativa final: não é?; conseguir, atingir.

hū hu hú hǔ

ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») saborear; sabor, gosto, cheiro, odor; delícia. (Ideograma: boca [口, kǒu] + ainda não [未, wèi])

味 視 足

wèi

shì

olhar, inspeccionar, observar, ver; considerar como; comparar; ser equivalente a; tomar como modelo, imitar; (antigamente:) mostrar, receber (presentes, etc.). (Ideograma: mostrar, indicar [礻示, shì] (graficamente, um altar) + ver [見, jiàn]) *pés, pé, base, fundação, suporte, adequação, satisfação, suficiência; base para, razão para; (ser) amplo, adequado, completo, o bastante, satisfatório, competente, merecedor (de); (estar) cheio, satisfeito (com); suficientemente, completamente, amplamente. *demasiado modesto ou humilde. (Ideograma: pé [止, zhǐ] e rectângulo (ou elipse) que parece representar uma perna) *aparecer, ser visível, estar exposto; *ver, observar, percepcionar, apanhar num relance, espiar; entender, examinar, visitar, consultar, encontrar, receber (visitas, etc.), entrevistar, ter uma entrevista com; mostrar, revelar, manifestar, caminhar para uma determinada situação ou condição (como ficar pior, melhor, etc.); visão, ponto de vista, opinião; conscientemente; humilde, tímido, embaraçado, retirado. (Ideograma: olho [目, mù] em cima de pessoa [儿, rén]) *escutar, ouvir, entender, obedecer, aguardar; hall de uma casa; uma lata (do inglês tin) *deixar, permitir, agir de acordo, sumeter-se a; gerir, governar, julgar e decidir. (Ideograma: orelha [耳, ěr] + virtude [悳, dé]) detectar, ouvir, ficar a saber; ter ouvido; tornar conhecido, fazer saber, declarar, transmitir (mensagem, etc.); notado, ouvido, perceptível; reputação, fama, notoriedade, rumor; inquérito, audição; a uma distância a que se pode ouvir; pequeno; cheirar. (Ideograma: abertura/porta [門, mén] + orelha [耳, ěr]) usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer) como, agora que, na medida em que, desde que, uma vez que; já, de facto; então; tudo; acabar, completar; fim do acontecimento; ambos (tanto...como). (Ideograma: em frente a uma taça de arroz [癿, bī], um homem vira-se [旡, jì] – parecendo representar uma refeição que acabou.)

xiàn jiàn

聽 聞

tīng tìng wén wèn

yòng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

150

Capítulo 36

三十公章
*usado como verbo, exprimindo acção futura; irá, iria, iria em breve; fazer tenção de, estar prestes a, pronto para; alimentar, nutrir; incitar alguém a agir; futuro, no futuro imediato; (preposição) com, por. *general, almirante, líder militar de alto escalão; liderar (soldados). (Ideograma: ter carne [月肉, ròu] na mão [寷, cùn] em cima da mesa [爿, quiáng] (figura rodada)) cobiçar, desejar, pretender, querer, ansiar, gostar; ter saudades de; tencionar; expectativa, apetite, avareza, desejo, fome, intenção, motivo, paixão, parcialidade; amigável, jovial; parcial; desejoso, avaro, apaixonado; prestes a. (Ideograma: vale, curso de água saindo de buraco [谷, gù] + homem soprando [ 欠, qiàn] (possivelmente por ter sede)) Hoje significa: chupar, inalar. No entanto, é composto por [翕, xī xì] (dobrar, fechar, juntar, reunir, convergir, contrair), que representa graficamente o fechar [ 合, hé] das asas [羽, yǔ], e por [欠, qiàn] (inalar, soprar, bocejar, dever dinheiro, ter em falta, ser deficiente em, não suficiente), cujo ideograma representa um homem soprando ou inalando. *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) certamente, necessariamente, usualmente, deve; requerer, precisar, precisa, precisando; ter a certeza, ser essencial, ser obrigatório, ser necessário; partícula enfática. (Ideograma: possivelmente separar [兪, bā] usando divisórias ou estacas [弋, yì]) tornar-se sólido, solidificar, fortalecer; assegurar; consolidar; estável, firme, robusto, decidido, teimoso, crónico; básico, ignorante; originalmente, certamente, seguramente, firmemente, teimosamente; admite-se que sim; na verdade. (Ideograma: antigo, há muito tempo [古, gǔ] dentro de espaço vedado [囗, wéi].) mostrar, abrir, espalhar, estender, esticar; folha de papel, ideoclassificador para objectos lisos e para votos; esticar um arco (de tiro ao arco), caçar animais com armadilha, capturar animais. (Ideograma: arco [弓, gōng] + crescer [長, zhǎng]) fraco, frágil, delicado, jovem; fraqueza; ceder, relaxar, enfraquecer; tratar ou considerar fraco. (Ideograma: duas asas com penas, a parte mais frágil de um pássaro)

jiāng jiàng

zhī

必 固

張 弱 強

zhāng

ruò

qiáng jiàng qiǎng

*forte, poderoso, vigoroso, violento; melhor; força, poder, vigor; *teimoso, inflexível, sem ceder. *forçar, esforçar-se, lutar. (Ideograma: arco [弓, gōng] + só, mesmo se [虽, qiáng]) abolir, rejeitar, remover, desistir, abandonar; deficiente, abandonado, arruinado, inútil; desperdício; não usado. (Ideograma: atirar, iniciar [發, fā] (acção 殳 num arco 弓 para fazer a seta ir para a frente 癶 (pegadas, mover-se me frente) + edifício [广, yàn] (ou oposto [ 厂, hǎn])) *levantar, florir, prosperar, acontecer, começar, lançar, iniciar, estabelecer, encontrar, abrir; é moda fazer, tornar-se popular. *alegre, feliz, interesse, entusiasmo (Ideograma: mãos a levantar [舁, yú] + junto [同, tong])

fèi

xīng

xìng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

151

取 與

agarrar, aceitar, apropriar, assumir, tomar, ocupar, ganhar, escolher, namorar; receber, obter, pegar; mandar chamar; acasalar com, casar, casada, tomar por esposa. (Ideograma: orelha [耳, ěr] + mão [又, yòu] – agarrar orelha com a mão) *e, com, junto com, dar, partilhar, participar, tomar parte; colaborativo, partilhado; assistência, colaboração, companhia, ajuda, relação, partilha, apoio, união, participação; assim como, com a ajuda de. *tomar parte em; participar em. *partícula interrogativa, questão retórica; expressão de dúvida ou surpreza. (Ideograma: mãos que levantam algo [舁, yú] + dar (concha, colher [与, yú] com uma coisa (一) dentro); em versões antigas, também inclui uma boca [口, kǒu]) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

yǔ yú yú

是 謂

shì

wèi

wēi wéi

míng

róu

shèng shēng

剛 魚 不

gāng

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [ 月肉, ròu]) (com uma função fonética)) pequeno, fino, diminuto, fraco, débil; pouco, ligeiro, baixo, médio, humilde; forma educada de se referir a si mesmo (eu, meu, mim); subtil, obscuro, oculto, escondido; espiar; se não fosse por. (Ideograma: estrada [彳, chì] + pessoa [人 , rén] batendo (acção [殳, shū] — mão com instrumento) numa planta 山 para remover fibras finas) brilho, claridade, iluminação, luz, lucidez; percepção, discernimento, visão, acuidade visual; acordo, contrato; brilhante; claro, compreensível, consciente, óbvio, evidente, inteligente, esclarecido, esperto, inteligível, lúcido, puro, sagaz, visionário; afirmar, acordar (por oposição a dormir), ver, clarificar, esclarecer, explicar, iluminar, ilustrar, percepcionar, mostrar, entender; dia, alvorada, madrugada, próximo (dia ou ano), a dinastia Ming (1368-1644 d.C.). (Ideograma: Sol [旣, rì] + Lua [月, yuè]). flexibilidade, fraqueza, passividade (as características Yin); acomodar-se, ceder, submeter-se, tranquilizar; flexível, adaptável, macio, ágil, submisso, negativo, neutral, passivo, dobrável, tenro, tranquilo, fraco; erva nova a renascer na primavera (em botão), ró (letra grega ρ). (Ideograma: árvore [木, mù] que pode ser cortada por uma serra, lança [矛, máo]) vencer, ganhar, exceder, triunfar; ultrapassar, submeter; tirar o melhor de; vitória, sucesso, êxito, superioridade; vista paisagística, lugar de singular beleza; excelente, distinto, maravilhoso; ser superior a; ser merecedor de; ser suficientemente competente (para ser escolhido para uma tarefa); habilidade, mestria. (Ideograma: força, braço forte [力, lì] + augúrio, sinal, presságio [朕, zhèn] (barco [舟, zhōu] + carvão em brasa [灷, zhèn], que representa fogo [火, huǒ] sendo agarrado por duas mãos [廾, gǒng])) duro, firme, inflexível, forte, indomável; agora mesmo, exactamente, quase, perfeitamente. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] + crista de montanha [岡, gāng] (nuvens por cima de montanha [山, shān])) peixe, peixes.

(Ideograma: um peixe) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一))

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

152

脫 於

tuō

pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) deixar cair, tirar, despir, lançar, escapar, ir-se embora de, sair de; cair (folhas). (Ideograma: corpo/carne [月肉, ròu] + trocar [兌, duì] (separar [兪, bā] + boca [口 , kǒu]) + pessoa [人 , rén] ou falar 人) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) águas profundas, abismo, profundidade, erudição, mistério, extenso. (Ideograma: água [ 氵 水 , shuǐ] + um caracter usado para designar um redemoinho ou um abismo, que parece representar água [水, shuǐ] dentro de um recinto [囗, wéi]. Numa versão antiga, parece representar água dentro de um poço) país, nação, estado-nação, estado, reino, nacional, governamental; a capital, cidade, domínio; dinastia, império, terra, província, território; chinês. (Ideograma: região [或 , huò] dentro de um recinto [囗, wéi]) NOTA: hoje em dia usa-se para nação o caracter [国, guó] em que [或, huò] foi substituído por rei [王, wáng] ou jade [王玉, yù]; usa-se também 國家 ou 国家 (nação + família [家, jiā])). lucro, ganho, vantagem; benefício, mérito, utilidade; beneficiar, beneficiado; (ser) vantajoso, benéfico, melhor, favorável, meritório, astuto, esperto, cortante, incisivo; recompensado por; formação, fruição; explorar, colher, aproveitar, fazer por optimizar. (Ideograma: colher cereais [禾, hé] com uma faca [刀刂, dāo]) instrumento, utensílio, prato, vaso, ferramenta, peça, órgão, artigo, artefacto ou aparelho, objectos moldados ou esculpidos, arma; magnanimidade, talento, habilidade, capacidade, função, utilidade; ter consideração por uma pessoa; (ser) meritório, específico, útil; especialista, especialidade, especificidades; qualquer coisa feita para um fim. (Ideograma: quatro vasos de cozinhar guardados por um cão [犬, quǎn]) arma aguçada; um instrumento eficaz; uma pessoa extremamente capaz.
*

yuān

guó

利器 以

lì qì yǐ

示 人

shì

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) mostrar, revelar, exibir; indicar; proclamar, tornar conhecido, notificar; anúncio; incumbir; demonstrar; indício, augúrio. (Ideograma: um altar)

rén

pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

153

Capítulo 37

三十七章
dào caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [ 辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) não agir, não ser, não fazer, sem agir, deixar as coisas seguirem o seu curso. No taoismo, significa agir sem forçar, agir sem esforço, sem interferir, sem fazer qualquer coisa de «artificial», ou seja, exclusivamente voluntária, qualquer coisa que vai contra a corrente própria do Tao. (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) Possíveis traduções: sem inacção, nada não feito, não há nada que não faça, sem não fazer, sem deixar de fazer, sem deixar nada por fazer, sem nada para agir. o segundo dos cinco graus da nobreza; marquês; nobre, alto funcionário; mestre arqueiro; o alvo no tiro com arco. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + rochedo, oficina [ 厂, hǎn] + seta [矢, shǐ])

cháng

wéi

elefante

無為 而

wúwéi

ér

無不為

wú bù wéi

侯 王

hóu

wáng

rei, senhor, príncipe, líder, soberano; fundador, autoridade, soberania; comando, domínio; ser rei de, governar; grande, principesco, real. (Ideograma: provavelmente, uma coroa; alguns pensam representar aquele que une o céu, a humanidade e a terra) que poderá

ruò

parecer; parece, como, como se, podia ser, se, supondo que; suponhamos que; admitindo, assumindo, desde que; tu; semelhante a; acordo, semelhança; (é muitas vezes posicionado como um sufixo). (Ideograma: plantas, erva [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu] (mão que leva as coisas à boca [口, kǒu]) — antigamente significava apanhar vegetais; Noutra versão mais antiga que era também um «falso empréstimo» parece ver-se representada uma mulher a brincar com o seu cabelo)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

154

能 守

néng tài

habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca)

shǒu

zhī

wàn

萬物 將

wànwù jiāng jiàng

defender, proteger, manter, guardar, conservar, manter (uma coisa, um segredo, uma promessa, etc.); aderir a, manter-se leal a, agir de acordo com, esperar por; fortificação, posto, território; autocontrolo; ser guardado, estar sob guarda. (Ideograma:[ 宀 , mián] tecto, casa + [ 寷 , cùn] mão, medir com a mão, polegada) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas». *usado como verbo, exprimindo acção futura; irá, iria, iria em breve; fazer tenção de, estar prestes a, pronto para; alimentar, nutrir; incitar alguém a agir; futuro, no futuro imediato; (preposição) com, por. *general, almirante, líder militar de alto escalão; liderar (soldados). (Ideograma: ter carne [月肉, ròu] na mão [寷, cùn] em cima da mesa [爿, quiáng] (figura rodada)) si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu») mudar, converter, transformar, reformar, influenciar, evoluir.

huà

(Ideograma: pessoa [亻人, rén] + pessoa deitada ou voltada para a esquerda [ 匕, huà]) cobiçar, desejar, pretender, querer, ansiar, gostar; ter saudades de; tencionar; expectativa, apetite, avareza, desejo, fome, intenção, motivo, paixão, parcialidade; amigável, jovial; parcial; desejoso, avaro, apaixonado; prestes a. (Ideograma: vale, curso de água saindo de buraco [谷, gù] + homem soprando [欠, qiàn] (possivelmente por ter sede))

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

155

zuò zuo

zuó

吾 鎮

*agir, fazer, obra (de escritor, etc.); activar, estimular, aparecer, erguer-se, emergir, tornar-se, criar, compôr, escrever, trabalhar; inventar, fingir, afectar, sentir; actividade, composição, criação, trabalho, escrita. *oficina pequena; gesto chinês feito com as mãos juntas subindo e descendo; cair numa armadilha. *ingredientes de uma receita; saladas, molhos; abusar, desperdiçar; permitido; estar de bom espírito; na moda; ter consideração; talvez, provavelmente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] que de repente [乊, zhà] fica activa) eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu]) subjugar, temperar, reprimir, suprimir, esmagar, estrangular; estar zangado com; guardar, proteger, patrolhar; cidade, município; guarda, esfriamento, escolta, pressão, peso (para pressionar para baixo); esfriar, pressionar (para baixo), ajoelhar-se. (Ideograma: metal, armas [金 , jīn]+ substancial [真, zhēn]) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) nome, substantivo, título, descrição, significado, palavra escrita; posição, renome, honra, fama, notoriedade; famoso, distinto, de renome; valioso, precioso, nobre, raro, grande; descrever, chamar-se, significar, chamar, proferir, indicar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + Lua [月夕, yuè] — o que dizemos, à luz do luar, para que saibam quem somos.) simples (dito de vestidos, roupa, literatura), natureza original, simplicidade original; a substância das coisas; coisas em bruto, virgem, por trabalhar; honesto, sincero; um tipo de árvore da família do ulmeiro; (originariamente:) madeira em bruto (que cresceu naturalmente). (Ideograma: madeira [木, mù] + vegetação luxuriante [菐, pú] (duas mãos a apanhar plantas ou madeira para uma lareira ) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) serenidade, calma, paciência; calmo; quieto, paciente; tranquilidade; imóvel, silencioso, com voz doce; pacífico, harmonioso, sereno; virtuoso, casto; tranquilizar, silenciosamente. (Ideograma: verde (erva em roda de um poço) [青, qīing] + competir, discutir, argumentar [爭, zhēng]) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio.

zhèn

míng

jìng

天 下 天下

tiān

xià

tiān xià

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

156

dìng

corrigir, arranjar, determinar, decidir, resolver, assentar; firme, certo, estável; manter-se. (Ideograma: telhado [宀, mián] + intacto, perfeito, correcto [正, zhèng])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

157

Capítulo 38

三十兪章
subir, trepar, montar, progredir rapidamente; em cima, por cima, para cima, de cima; no topo, antes, prévio, precedente, primeira (de duas partes); anterior ou passada (semana, etc.), melhor, o melhor, superior, mais elevado, o maior; topo, parte de cima; partir para, ir para, ir a tribunal, frequentar (aula, universidade); entrar, aparecer em cena ou entrar numa categoria; aplicar, servir, adicionar, submeter, fornecer, encher; o 3º tom em mandarim. É o primeiro caracter em Shanghai [上海, shànghǎi] (em cima + oceano)) (Ideograma: para cima de uma linha) virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [ 心忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí])) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

shàng

是 以

shì

*

有 下 失

yǒu

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

xià

shī

em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) perder, falhar, cometer um erro; ignorar, esquecer, adbicar, desistir, perder o controlo, omitir; partir, desviar, escapar; perdido, abandonado, fora de; defeito, deficit, erro, falha, falta, perda, negligência, omissão. (Ideograma: mão, palma da mão [扌手, shǒu ] e algo a cair dela) Nota: muito parecido com [矢, shǐ] (flecha, seta) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som)

wéi

elefante

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

158

ér

rén

zhī

以為 義

yǐ wéi yì

mò mù

(mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). benevolência, humanidade, misericórdia, bondade, caridade, amor, altruismo, virtude perfeita, boa vontade; uma pessoa de grande virtude; respeitável; prezado; sensível a estímulos externos; humano, compassivo, humanitário, misericordioso; ser benevolente, bom, humano, sensível; núcleo, semente. (Ideograma: pessoa [ 人 , rén] e dois [ 二 , èr] — sentimento entre duas pessoas) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) acreditar, pensar, considerar como, assumir (possivelmente erradamente); com via a fazer, para fazer. justiça, rectidão, moralidade, princípio; generosidade, caridade, filantropia; cortesia, cavalheirismo; significado, conotação; irreal, artificial, falso; justo. (Ideograma: eu (mão segurando forquilha) [我, wǒ] + ovelha, cabra [羊, yáng] (cornos, orelhas e pernas de uma cabra) — possivelmente, representa uma oferta generosa de ovelhas e produtos do campo) cortesia, correcção, decoro, boa educação, civismo, etiqueta; ritos, rituais; compostura, cerimónia; agir com correcção (moral ou social); um presente; dar um presente. (Ideograma: altar [礻示, shì] + vaso de sacrifícios [豊, lǐ] (contentor 豆 cheio de flores 丰) *não faças; não há ninguém que, não, não é, não pode; ninguém, nem um, nenhum; de modo nenhum; não ter; não é?; excepções. *crepúsculo, noite. (Ideograma: O Sol [旣, rì] desce sobre a relva [ 茻, mǎng])

yīng yìng

ràng ráng shàng

*deveria; devia; precisava; deve. *responder a, responder, ecoar, reagir a; cumprir, agir de acordo com; concordar, dar parecer favorável a; resposta; reagir a, lidar com, ajustar-se a; prometer, garantir; aceitar uma tarefa. (Ideograma: coração [忄心, xīn] + águias, milhafres [䧹, yīng] (pássaros [隹, zhuī]) com pescoço comprido 亻 que se sentam num rochedo [厂, hǎn] ) *partícula indicando consequência (geralmente depois de uma suposição) ou uma razão: então, como resultado, como regra, consequentemente, de isso, desse modo, necessariamente, normalmente, por essa razão, por isso; nesse caso; *uma lei, regra, critério, norma, padrão, princípio; *imitar, seguir; *(partícula exprimindo contraste com frase anterior:) mas, contudo, no entanto, caso contrário. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] que separa dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] segundo uma regra) agarrar, tomar pela força, roubar; repelir, abanar, eliminar, rejeitar, resistir, perturbar; confuso, desordenado; arregaçar as mangas. (Ideograma: palma da mão [手, shǒu] + remover [襄, xiāng])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

159

braço, antebraço.

(Ideograma: costelas, carne [月肉, ròu] + monarca, governar [辟, bì])

扔 故

rēng rěng réng

atirar, arremessar, abandonar, deitar fora, descartar, rejeitar, negar. (Ideograma: trajectória de algo que foi lançado por uma mão [扌手, shǒu]) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) atrás, depois, atrás de, atrasado; estar ou ficar atrás, vir depois; subsequente, o próximo, o último; seguir, suceder; deferir, adiar, colocar no fim ou atrás; atraso, traseira, consequência, final; descendente, futuro, herdeiro, posteridade, sucessor; um verbo auxiliar para indicar «então» ou «depois». (Ideograma: estrada [彳, chì] + corda, fio (representado por uma dobadoira) [ 幺, yāo] + pegada [夊, suī]) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) leal, fiel, devotado, sincero, patriótico, constante; sinceridade, lealdade. (Ideograma: dentro, centro [中, zhōng] + mente/coração [心忄,xīn])

gù gǔ

hòu

zhě

忠 信

zhōng

xìn

báo bó

亂 首

luàn

shǒu

confiança, certeza, crença, credulidade, (boa) fé, sinceridade; palavra de honra, verdade; evidência, sinal, mensagem; enviado, emissário; notícias, informação, palavra, carta, correio; acreditar (em), confiar, contar com; estar seguro de; consistente, credível, honesto, sincero, verdadeiro, de confiança; assinar, prometer; na verdade, verdadeiramente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + palavra [言, yán] — talvez evocando a ideia de uma pessoa «de palavra») *magro, frio no trato, indiferente, leve, infértil. *fina, magra (em quantidade), pobre, frágil, infértil, frívolo; desprezar, desdenhar, olhar com superioridade para; cobrir, pressionar, esconder, fechar; um écran, um remendo de relva; partícula inicial (ah, então, ora). *hortelã-pimenta. (Ideograma: relva, erva [艸 艹, cǎo] + grande, vasto [溥, pǔ] como um oceano (água [水氵,shuǐ])) caos, anarquia, confusão, desordem, rebelião, revolta, insurreição, distracção; confundido; perplexo; agitado; desordenado; desordenar; confundir. (Ideograma: pessoa de joelhos 乚 a desfazer um sarilho com as mãos) a cabeça, o rei, o imperador, o chefe, o líder, o primeiro, o começo; primeira (ocasião, coisa, etc.). (Ideograma: cabeça com cabelos ou (antigamente) olho e cabelos)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

160

前 識

qián

shí zhì

frente, à frente de, para a frente; antes, anteriormente, anterior, prévio, precedente, passado, de outros tempos; futuro; avançar; progredir; preceder. (Ideograma: um barco [月舟, zhōu]) na água 刂 andando (pé) [止, zhǐ] para a frente) *reconhecer, discernir, saber; uma opinião, um ponto de vista; conhecimento. *registar, lembrar; marca, sinal; escrever uma nota de rodapé. (Ideograma: falar [言, yán] + espada, juntar barro [戠, zhí] (instrumento, lança [戈, gē] + som, palavra [音, yīn]) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) flores; esplêndido, majestoso, colorido, brilhante, bonito, luxuoso, próspero; brilho, glória, esplendor; Cataio, antigo nome da China. (Ideograma: erva [艹, cǎo] + pendurar, ramos pendurados [垂, chuí]) estúpido, tonto, tolo, imprudente, rude, ignorante; simples, rústico, sem sabedoria, não inteligente; enganar; fazer batota; eu (auto-referência com humildade). (Ideograma: mente/coração [心忄, xīn] + macaco [禺, yù]) início, começo, fonte, precursor; nascimento, génesis; primeiro, fresco, novo; depois, depois disto, então, logo que, daqui para a frente; começar, ser o primeiro, iniciar, originar; só então; renovar. (Ideograma; mulher [女, nǔ] + alegria [台, tái] (boca [口, kǒu] falando 厶); possivelmente, a alegria de uma mãe no nascimento de um filho) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

dào

華 愚 始

huá

shǐ

是 大

shì

dài

丈 處

zhàng

*grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) homem, marido; maturo, crescido, mais velho, senior, gentleman; longo; uma unidade de medida linear chinesa ligeiramente maior do que dez pés. (Ideograma: dez [十, shí] mãos [又, yòu] — agora cerca de dez pés) *residir, habitar, ocupar, viver, ficar, parar, acampar, descansar, sentar-se, estar em, dar-se bem com, adoptar, aderir, ajustar-se, praticar, pertencer, continuar, manter-se; lidar com, decidir, julgar, disciplinar, sentenciar, punir; ter à sua frente (qualquer coisa); circunstância, condição; adoptado, decidido, observado, resolvido. *lugar, posição, refúgio, abrigo; local, localidade; departamento de uma agência governamental; uma qualidade especial, marca distintiva; ponto. (Ideograma: lugar, lugar onde vive [処, chù] + tigre [ 虍, hū] (emprestado pelo som)) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) espesso, espessura, profunda amizade; tratar gentilmente, generoso, substancial, considerável, pesado, profundo; grandemente; simpático, compreensivo, virtuoso. (Ideograma: rochedo [厂, hǎn] + Sol [旣, rì] + criança [子, zǐ] — poderá representar a ideia de uma generosidade do tamanho (ou com a solidez) de um rochedo)

chǔ chù

hòu

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

161

morar, residir, ocupar, permanecer parado, estar, ocupar a posição de; praticar, declarar que é seu, manter que; armazenar, empilhar; repouso, satisfação; morada, lugar, posição, estação; pilhas de mercadorias; confortável, seguro, doméstico, tranquilo, satisfeito; facilmente; no fim. (Ideograma: bebé [古子, zǐ] caindo do corpo [尸, shī] da mãe – lugar original de nascimento; ou parte baixa do corpo [尸, shī] + antigo [古, gǔ] (com uma função fonética). O caracter 古 (antigo) deve ter sido introduzido como elemento com uma função fonética, evocando também a morada mais antiga.) real, sólido, autêntico, substancial; verdade; verdadeiro, honesto; realmente; fruto, semente; sustentar, alimentar; praticamente. (Ideograma: dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貫, guàn] dentro de casa (tecto) [宀, mián]) Em chinês moderno: realmente, esse não é o caso, de facto. ir embora, partir, remover, desistir de, afastar-se, matar, parar, enfraquecer, evitar, cancelar; ausência, partida, distância, separação; estar separado, distante, fora; gasto, passado, mandado embora; o 4º tom em mandarim. (Ideograma: parece representar um homem [大, dà] que fala (boca) [口, kǒu] e se vai embora) isso, esses, aquilo, aqueles, outro, os outros, ali. (Ideograma: estrada [彳, chì] + pele [皮 , pí] (com uma função fonética) – noutro sítio da estrada)

實 其實 去

shí

qí shí qù

彼 取 此

agarrar, aceitar, apropriar, assumir, tomar, ocupar, ganhar, escolher, namorar; receber, obter, pegar; mandar chamar; acasalar com, casar, casada, tomar por esposa. (Ideograma: orelha [耳, ěr] + mão [又, yòu] – agarrar orelha com a mão) assim, deste modo, como resultado disto, se é assim, neste caso; isto, estes, destes; aqui, agora, aqui e agora, o presente, isto (o auto-evidente). (Ideograma: pé, pegada [止, zhǐ] + [匕, bǐ] (homem rodado) — parar e voltarse para trás ou um homem 匕 mantendo-se 止 no seu lugar — isto)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

162

Capítulo 39

三十九章
antigamente, na antiguidade, anteriormente, em tempos antigos; antigo, de tempos antigos; fim; noite. (Ideograma: um tapete sobre o Sol [旣, rì] — noite) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]). um, único, simples, completo, inteiro, até ao fim; integridade, unidade, uniformidade, união, ponto, o todo (de), todos; uma instância, uma vez; ser o primeiro, liderar; idêntico, o mesmo; devotado, com o coração só numa coisa; integrar, unificar, unir; logo que, uma vez; unicamente. pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) claro, puro, limpo, simples, fácil de compreender; lúcido, brilhante; breve; escasso; virtuoso, honesto; arranjar, ordenar; concluir; reembolsar (dívidas), liquidar; determinação; dinastia Ching (1644-1911). (Ideograma: água [水氵,shuǐ] + verde [青靑, qīng] (erva em volta de um poço)) *Terra, terra, solo, espaço, território, mundo, campo, lugar, base, posição; terrestre, mundano; topográfico. *-mente; partícula usada para formar advérbios. (Ideograma: terra/solo [土, tǔ]) + também [也, yě] (parece representar água a cair de um funil))

昔 义

xī xí cuó

zhī

dé děi de

一 者

zhě

天 以

tiān

清 地

qīng

dì de

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

163

níng nìng zhù

shén

líng ling lìng dài

repouso, serenidade, paz, tranquilidade, calma; pacífico; preferia em vez disso, mais facilmente..; poderia haver. (Ideograma: cana, bengala [丂, kǎo] + paz [寍, níng] (mente/coração [心忄,xīn] de quem tem um tecto [宀, mián] e um prato com comida [皿, mǐn] no altar [示, shì])) espírito, deus, ser sobrenatural, divindade, essência, génio, poder espiritual, maravilhoso, milagroso, misterioso, místico, divino, esperto, inteligente, sagrado, espiritual, sobrenatural, divinizar. Este caracter é utilizado pelos protestantes para referir o Deus cristão. (Ideograma: altar [示, shì] + duas mãos unidas pedindo [申, shēn]; em versões mais antigas, a parte direita parece representar um homem de joelhos) espírito, alma, divino, misterioso, sobrenatural, subtil, sagrado, maravilhoso; maravilha; fada; algo relacionado com pessoas falecidas; feitiçaria; esperto, com reflexos rápidos, bom, excelente, eficaz; trabalho. (Ideograma: gotas de chuva [霝, ling] + feitiçaria, bruxo [巫, wū])

谷 盈

vale, oco, buraco, ravina, canal, depressão, curso de água entre duas montanhas; dilema, situação difícil, ser difícil; grão, cereal. (Ideograma: parece representar água fluindo 兪兪 de um buraco 口) completar, exceder, encher, transbordar, empilhar, mais do que reencher, mais que satisfazer; abundância, excesso, satisfação; estar demasiado cheio, estar cheio com; abundante, inundado, satisfeito, supérfulo; suficiente, mais do que, muito, demasiado, em excesso, até à saciedade; quando estiver cheio; sobre-. (Ideograma: aumentar, êxito [夃, yíng] (conseguir engravidar — barriga cheia) + vaso, prato, contentor [皿, mǐn] ) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas». viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) o segundo dos cinco graus da nobreza; marquês; nobre, alto funcionário; mestre arqueiro; o alvo no tiro com arco. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + rochedo, oficina [ 厂, hǎn] + seta [矢, shǐ])

yíng

wàn

萬物 生

wànwù shēng

侯 王

hóu

wáng

rei, senhor, príncipe, líder, soberano; fundador, autoridade, soberania; comando, domínio; ser rei de, governar; grande, principesco, real. (Ideograma: provavelmente, uma coroa; alguns pensam representar aquele que une o céu, a humanidade e a terra) que poderá

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

164

wéi

elefante

agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. verdade, firmesa, determinação, persistência, lealdade, devoção, dedicação; castidade de uma mulher; virtuoso, casto, puro, incorruptível, leal; divino; inquirir por adivinhação. (Ideograma: parece representar um contentor metálico quadrado para incenso usado para fazer adivinhações com base nas suas ranhuras) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) enviar, devotar, entregar, causar, transmitir, apresentar; resultar em, fazer acontecer, conseguir, alcançar, atingir, completar; reformar-se, resignar. (Ideograma: acção, mão com um instrumento [攵攴, pū] + atingir, alcançar [至, zhì] (uma seta [矢, shǐ] lançada que chegou ao solo [土 , tū])) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») *usado como verbo, exprimindo acção futura; irá, iria, iria em breve; fazer tenção de, estar prestes a, pronto para; alimentar, nutrir; incitar alguém a agir; futuro, no futuro imediato; (preposição) com, por. *general, almirante, líder militar de alto escalão; liderar (soldados). (Ideograma: ter carne [月肉, ròu] na mão [寷, cùn] em cima da mesa [爿, quiáng] (figura rodada)) medo, terror; ter medo; tenho medo que...

下 天下 貞

xià

tiān xià zhēn zhēng

致 無

zhì zhì

jiāng jiàng

kǒng kong

(Ideograma: coração [忄心, xīn] + segurar, atar [巩, gǒng])

裂 廢

liè lì

dividir em dois, rachar, rasgar, romper, quebrar; dividir (lucros, etc); cisma, divisão num grupo. (Ideograma: roupa [衤衣, yī] + dividir [列, liè] (bocados de carne [歹肉, ròu] cortados com uma faca [刀刂, dāo])) abolir, rejeitar, remover, desistir, abandonar; deficiente, abandonado, arruinado, inútil; desperdício; não usado. (Ideograma: atirar, iniciar [發, fā] (acção 殳 num arco 弓 para fazer a seta ir para a frente 癶 (pegadas, mover-se me frente) + edifício [广, yàn] (ou oposto [ 厂, hǎn])) descansar, dormir, alojar-se; chegar ao fim, parar, desistir, cessar; em, durante (período); passado; estar perdido. (Ideograma: como?, porque não? [曷, hé] (um pedinte [匃丐, gài] que chama [ 曰, yuē]) + bocejar, dever dinheiro, ter em falta [欠, qiàn]) dedicar; fazer sair (esforço, etc.); consumir a totalidade; esforço extremo. (Ideograma: homem que se aguenta de pé, erigir [立, lì] + como?, porque não? [曷, hé] (um pedinte [匃丐, gài] que chama [曰, yuē]))

fèi

xiē hē

jié

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

165

mie

destruir, extinguir, afogar; derrubar (um regime anterior); ficar extinto. (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + extinguir, destruir pelo fogo [烕, miè] (fogo [火 灬, huǒ ] + machado [戌, xū])

蹶 故

jué juě guì

chutar para trás; tropeçar e cair, escorregar, cair; trilhar, pisar; derrubar, intimidar, frustrar; sofrer um revés ou um colapso. (Ideograma: perna e pé [足, zú] + desmaiar [厥, jué] (inverter [厂(反), fǎn] + sufocar [欮, jué] (respiração [欠, qiàn] de homem invertido [屰, nì]) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [ 古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) benefício, estima, glorificação, honra, respeito, valor, moeda; ser estimado, altamente colocado, alta patente, honrado, distinto, caro, oneroso, valioso, precioso; estimar, prezar, apreciar, favorecer; tratar com respeito, considerar como tesouro, valorizar altamente; premiar; honradamente, respeitosamente, ou uma forma de tratamento formal denotando respeito. (Ideograma: mãos segurando dinheiro [ 貝 , bèi] (conchas presas num fio usadas como dinheiro)) barato, de baixo custo, médio, baixo, sem valor, comum, básico, humilde, de posição inferior; desonroso, ignóbil, desprezível; olhar de cima para, uma expressão auto-depreciativa. (Ideograma: dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro) [貝, bèi] + pouco, estreito, conflito, barulho [戔, jiān], com duas lanças [戈, gē]) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) raiz de uma planta, raiz, origem, fonte, base, fundação; original, início, ponto de partida; livro; cópia; capital (negócios); nosso, este (o presente); de acordo com, baseada em. (Ideograma: raiz de uma árvore [木, mù]) elevado, alto, de alto nível, acima da média, eminente, proeminente. (Ideograma: um edifício alto ou num sítio elevado.) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) fundação, base raiz; origem; com base em, de acordo com, com a força de; grupo; base de um composto químico. (Ideograma: terra, solo [土 , tū] + dele [其, qí])

gù gǔ

guì

jiàn

wéi

elefante

本 高 下 基 是 自

běn

gāo gào

xià

shì

sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu»)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

166

chēng chèng chèn

*pesar, medir o peso; declarar, chamar, elogiar, nomear, dizer; dar uma desculpa (como estar doente);. *balança (braço graduado com peso que se move sobre ele); máquina de pesagem; encaixar; adequado, simétrico; ser igual a, correspondendo a. *encaixar; adequado; de acordo com. (Ideograma: [禾, hé] grão + balança [爯, chēng] — mão segurando balança) órfão; solitário, sem amigos; sem ajuda. (Ideograma: filho [子, zǐ] + irregular, disperso [瓜, guā])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

167

寡 不

guǎ guá

viúvo, sozinho, solitário; pouco, escasso, raro. (Ideograma: casa, telhado [宀, mián] + conferir, dar [頒, bān] (cabeça, folha de papel [頁, yè] + dividir, separar [分, fèn] (separar [兪, bā] com faca [刀, dāo]) — graficamente, parece representar o acto de garantir uma casa a uma viúva) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) sorte; feliz; favorável, bom; viver; enquanto vivo; milho, grão, cereais, semente. (Ideograma: grão [禾, hé] debaixo de tecto [宀, mián] + mão [又 ,yòu] com instrumento + terra/solo [土, tǔ])) assim, deste modo, como resultado disto, se é assim, neste caso; isto, estes, destes; aqui, agora, aqui e agora, o presente, isto (o auto-evidente). (Ideograma: pé, pegada [止, zhǐ] + [匕, bǐ] (homem rodado) — parar e voltar-se para trás ou um homem 匕 mantendo-se 止 no seu lugar — isto) nenhum, não, negativo, sem, com nenhum, de modo nenhum; in-, des-; não ser; falhas, erros, males; objectar, refutar, censurar, culpar; considerar como errado; errado; não significa; não é errado?; diminutivo para a África. (Ideograma: as asas opostas de um pássaro – um grou; ou asas quebradas, que não funcionam) *partícula interrogativa final; responder em uníssono. *mau, malicioso, pecador, heresia, herético; pertencente à feitiçaria, anorma,; demoníaco, mau, nefasto; influências que causam doença (na medicina chinesa); enganador, um malandro (que comete fraudes, enganando as pessoas). (Ideograma: dente [牙,yá] + cidade [邑, yì]) preposição: ao longo de, debaixo, em, ao lado de, por, de, do que, para, sobre, com, dentro, em vez de, aqui; partícula exclamativa; partícula interrogativa final: não é?; conseguir, atingir.

gǔ gòu hú nòu yù

此 非

fēi fěi

yé xié

hū hu hú hǔ

至 譽

zhì dié

atingir, chegar a, alcançar; auge, zénite; solstício, ponto mais alto; muito, extremamente, até; para; usado para indicar o grau superlativo. (Ideograma: uma seta [矢, shǐ] atirada que chegou ao solo [土, tū] )

yù yú

*fama, honra, reputação; *elogiar, louvar, honrar, aprovar. (Ideograma: falar [言, yán] + participar [與, yù] (levantar com as mãos [舁, yú] e dar (concha [与, yu2 ] com uma coisa 一 dentro)) cobiçar, desejar, pretender, querer, ansiar, gostar; ter saudades de; tencionar; expectativa, apetite, avareza, desejo, fome, intenção, motivo, paixão, parcialidade; amigável, jovial; parcial; desejoso, avaro, apaixonado; prestes a. (Ideograma: vale, curso de água saindo de buraco [谷, gù] + homem soprando [欠, qiàn] (possivelmente por ter sede)) pedra semelhante ao jade; a tilintar como jade. como, parecido com, tão bom como, equivalente a; de acordo com, deste modo; assumir, parecer, supor; ir para, chegar a; seguir (conselho), ouvir (alguém); deve; devia; a tempo, a seu tempo; como se, se, supondo; como, por exemplo, aparentemente; (muitas vezes é posicionado como um sufixo). (Ideograma: mulher [女, nǔ] + boca [口, kǒu] — como uma mulher que segue os conselhos do marido ou do pai) jade, jóia, gema, objecto valioso. (Ideograma: discos de jade; o ponto foi adicionado para distinguir este caracter de [王, wáng] (rei))

琭 如

lù rú

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

168

珞 石

luò shí

uma espécie de colar; ornamentos de jade para usar ao pescoço; ninharias, pedras pequenas; fazer «claque» como duas pedras a baterem uma na outra. pedra, rocha, mineral; cálculo (pedra nos rins); tábuas de pedra; medicamentos; estéril (como em «mulher estéril»); nome de um antigo instrumento musical; uma medida de peso. (Ideograma: um bocado [口, kǒu] de um rochedo [ 厂, hǎn])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

169

Capítulo 40

四十章
reverso, oposto, contrário; contra; inverter; virar do outro lado (uma página); devolver; voltar atrás; retirar; revoltar; rebelião; inferir; olhar para o passado; olhar para dentro (introspecção). (Ideograma (mão direita [又, yòu] + oposto [ 厂, hǎn] – virar do outro lado uma mão) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [ 首, shu]) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) mover, agitar, mudar, agir, fazer, comover, despertar, excitar; retomar; usar; comer ou beber; movimento, acção; activo, energético. (Ideograma: pesado, importante [重, zhòng] (pessoa [人, ren] segurando saco pesado 東 cheio de terra [土 , tū]) + força, poder, habilidade, vigor [力, lì]) fraco, frágil, delicado, jovem; fraqueza; ceder, relaxar, enfraquecer; tratar ou considerar fraco. (Ideograma: duas asas com penas, a parte mais frágil de um pássaro)

fǎn

zhě

dào

zhī

動 弱 用

dòng

ruò

yòng

usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»).

天 下 天下 物

tiān

xià

tiān xià wù

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

170

wàn

萬物 生

wànwù shēng

有 無

yǒu

dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas». viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo»)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

171

Capítulo 41

四十一章
subir, trepar, montar, progredir rapidamente; em cima, por cima, para cima, de cima; no topo, antes, prévio, precedente, primeira (de duas partes); anterior ou passada (semana, etc.), melhor, o melhor, superior, mais elevado, o maior; topo, parte de cima; partir para, ir para, ir a tribunal, frequentar (aula, universidade); entrar, aparecer em cena ou entrar numa categoria; aplicar, servir, adicionar, submeter, fornecer, encher; o 3º tom em mandarim. É o primeiro caracter em Shanghai [上海, shànghǎi] (em cima + oceano)) (Ideograma: para cima de uma linha) erudito, literato, um homem do conhecimento, um estudioso, um aderente, um cavalheiro, um oficial, uma pessoa, nome de peça de xadrês chinês. (Ideograma: possivelmente, uma modificação de grande homem [大, tài]) detectar, ouvir, ficar a saber; ter ouvido; tornar conhecido, fazer saber, declarar, transmitir (mensagem, etc.); notado, ouvido, perceptível; reputação, fama, notoriedade, rumor; inquérito, audição; a uma distância a que se pode ouvir; pequeno; cheirar. (Ideograma: abertura/porta [門, mén] + orelha [耳, ěr]) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [ 首, shu]) diligente, trabalhador; empenho, esforço, trabalho, labuta; com frequência, regularmente. (Ideograma: barro [堇, jǐn] (homem (com boca) em cima de um fogo [火, huǒ]) + forte [力, lì]) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). *a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) *centro, central, médio, intermédio, mediano, medíocre, razoável; no meio de, no centro de, entre, em, dentro, a meio caminho; centro de um alvo; temperado, (verdadeiro, agradável) em relação a, de acordo com o gosto; bem, equilibrado, «au point»; China, chinês. *atingir (um alvo, um objectivo); passar num exame; ser atingido, ser afectado por. (Ideograma: o centro de um círculo)

shàng

士 聞

shì

wén wèn

dào

勤 而

qín

ér

xìng xíng

háng

zhī

zhōng zhòng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

172

ruò

cún

亡 下 大

wáng

parecer; parece, como, como se, podia ser, se, supondo que; suponhamos que; admitindo, assumindo, desde que; tu; semelhante a; acordo, semelhança; (é muitas vezes posicionado como um sufixo). (Ideograma: plantas, erva [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu] (mão que leva as coisas à boca [口, kǒu]) — antigamente significava apanhar vegetais; Noutra versão mais antiga que era também um «falso empréstimo» parece ver-se representada uma mulher a brincar com o seu cabelo) existir, viver, sobreviver, continuar, permanecer; conservar, reter, depositar; depósito. (Ideograma: criança [ 子 , zǐ] + talento, agora mesmo, certamente [ 才, cái] (planta a desabrochar, crescer); caracter antigo tem uma mão esquerda que parece proteger uma criança). perecer, fugir, escapar, desaparecer, morrer, falhar, perder; perdido; morte; falecido (aplicável apenas a familiares próximos ou amigos). (ideograma: tampa 亠 sobre um lugar escondido, dobras de tecido que escondem e protegem ou entrar [入, rù] num lugar escondido) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) *grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) sorrir, rir, dar uma risadinha, ridicularizar, escarnecer. (Ideograma: possivelmente, jovem [ 夭 , yāo] (homem [ 大 , dà] com cabeça inclinada para a frente, talvez correndo) que se ri de textos escritos em tiras de bambu [竹, zhú]) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) *pés, pé, base, fundação, suporte, adequação, satisfação, suficiência; base para, razão para; (ser) amplo, adequado, completo, o bastante, satisfatório, competente, merecedor (de); (estar) cheio, satisfeito (com); suficientemente, completamente, amplamente. *demasiado modesto ou humilde. (Ideograma: pé [止, zhǐ] e rectângulo (ou elipse) que parece representar uma perna) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) acreditar, pensar, considerar como, assumir (possivelmente erradamente); com via a fazer, para fazer.

xià

dài

笑 不

xiào

wéi

elefante

以為

yǐ wéi

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

173

建 言

jiàn

construir, erigir, estabelecer, erguer, fundar, fazer surgir; propor, sugerir. (Ideograma: pessoa sentada [尸, shī] + andar, pé [止, zhǐ] + [聿, yù] (mão [又 , yòu] escrevendo com um pincel)

yán

建言 有 明

jiàn yán yǒu

palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [口, kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) nome de livro antigo chinês com dizeres de antigos homens sábios. ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

míng

mèi

brilho, claridade, iluminação, luz, lucidez; percepção, discernimento, visão, acuidade visual; acordo, contrato; brilhante; claro, compreensível, consciente, óbvio, evidente, inteligente, esclarecido, esperto, inteligível, lúcido, puro, sagaz, visionário; afirmar, acordar (por oposição a dormir), ver, clarificar, esclarecer, explicar, iluminar, ilustrar, percepcionar, mostrar, entender; dia, alvorada, madrugada, próximo (dia ou ano), a dinastia Ming (1368-1644 d.C.). (Ideograma: Sol [旣, rì] + Lua [月, yuè]). obscuro, escuro; ocultar, esconder, suprimir, apropriar-se; ignorar (a sua consciência, etc.); cego, ignorante, perplexo, confuso; desmaiar, desmaio; cegamente. (Ideograma: ainda não [未, wèi] + Sol [旣, rì] — escuridão antes do Sol nascer)

進 退 夷

jìn

avançar, progredir, entrar, ir em frente, promover, prosseguir; melhorar; melhoria, progresso; recomendar; introduzir; oferecer (conselhos, presentes, etc.); geração; renda; quartos numa casa dividida por um pátio; pátio; comer. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + pássaro pequeno [隹, zhuī]) recuar, retirar-se, retirar, regredir, recolher, encolher, ceder; retirada, retrocesso; enviar de volta, dar de volta ; voltar. (Ideograma: andar (pegada [夊, suī]) na estrada [辶辵(彳止), chuò] afastando-se do Sol [旣, rì]) antigas tribos bárbaras a leste da China; tribos estrangeiras, bárbaros, estrangeiros; exterminar, destruir, fazer uma razia, eliminar, matar; lesões, feridas; com facilidade; pacífico, nivelado, raso, liso, ordinário, invisível, obscurecido; ferido; alisar; seguro; notas, aulas; comum, ordinário. (Ideograma: pessoa [人, rén] com um arco [弓, gōng] ou pessoa vestida com trapos e não vestidos cozidos; antigamente, significava: estrangeiro) defeito, nó num fio; emaranhado, desnivelado; mau, imoral. (Ideograma: grão, cereal [禾, hé] + fio (representado por uma dobadoira) [糸, mì] + pessoa [人, rén] com cabeça [頁, yè])

tuì

纇 德

lèi

virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [心忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí])) vale, oco, buraco, ravina, canal, depressão, curso de água entre duas montanhas; dilema, situação difícil, ser difícil; grão, cereal. (Ideograma: parece representar água fluindo 兪兪 de um buraco 口)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

174

bái

branco, como a neve, claro, brilhante, óbvio, puro, simples, vazio, em branco, gratuito; recitativo (numa ópera, etc); afirmar, explicar, clarificar. (Ideograma: modificação de caracter de Sol [旣, rì]; a marca em cima pode significar que está precisamente a nascer) vergonha, desfavor, desgraça; envergonhar, humilhar, insultar, abusar; desonrar, desgraçar; abuso; ser humilhado, insultado, desgraçado. (Ideograma: uma pessoa forçada a trabalhar [辰, chén] (homem a trabalhar com uma enxada) com as mãos [寷, cùn]) amplo, extenso, espaçoso, comum; muitos; espalhar, esticar, alargar, aumentar. (Ideograma: edifício, sala aberta de um lado [广, yàn] + amarelo (com uma função fonética) [黃, huáng] (possivelmente representando vinte [廿, niàn] fogos [ 火, huǒ] – ver ideograma antigo para [光, guāng]) construir, erigir, estabelecer, erguer, fundar, fazer surgir; propor, sugerir. (Ideograma: pessoa sentada [尸, shī] + andar, pé [止, zhǐ] + [聿, yù] (mão [又 , yòu] escrevendo com um pincel)

辱 廣 建 偷

rǔ rù

guǎng

jiàn

tōu

質 真

zhì

zhēn

渝 方 大方 無

fraudulento, clandestino, furtivo; roubar, furtar, surrupiar, aldrabar, fazer algo sem conhecimento dos outros; passar o tempo sem objectivo; ter uma actividade extraconjugal; secretamente, subrepticiamente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + responder afirmativamente, fazer um barco escavando um tronco [ 俞 兩, yú] (barco [月舟, zhōu] + água 刂巜 + boca 亼 falando) matérias, sólidos, substâncias, elementos; a nossa disposição, natureza ou temperamento; qualidades; simples, puro; questionar; confrontar. (Ideograma: dois machados [斤, jīn] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi]) verdadeiro, real, factual, genuíno; substancial; realmente, de verdade, claramente; a maior sinceridade que podemos demonstrar; verdade, facto, substância. (Ideograma: possivelmente, ver se uma mesa [兀, wù] está direita [直, zhí] ou firme [貞, zhēn]) mudar; mutável, inconstante, caprichoso; mudar de opinião; o rio Chialing em Sechuan. (Ideograma: água [水氵, shuǐ] + responder sim, fazer um barco escavando um tronco [兩, yú] — barco [月舟, zhōu] na água 巜 com boca em cima 亼 falando) quadrado, quadrilátero, rectangular; região, área, direcção, lado, parte (numa disputa), aspecto; honesto, vertical (moral); prescrição, receita, método, maneira; ocultismo; agora mesmo, logo a seguir, então; potência (matemática); directamente, de repente. grande quadrado (rectângulo, região, local), perito, erudito, Mãe Terra (porque a Terra é quadrada); um tipo de chá verde; generoso, magnânimo; um grande princípio moral. não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») canto, ângulo, vértice; abrigo, lugar isolado, lugar recluso.

fāng

dà fāng

隅 器

wǎn

(Ideograma: muro [阝阜, fù] + macaco [禺, yú] (com uma função fonética)) instrumento, utensílio, prato, vaso, ferramenta, peça, órgão, artigo, artefacto ou aparelho, objectos moldados ou esculpidos, arma; magnanimidade, talento, habilidade, capacidade, função, utilidade; ter consideração por uma pessoa; (ser) meritório, específico, útil; especialista, especialidade, especificidades; qualquer coisa feita para um fim. (Ideograma: quatro vasos de cozinhar guardados por um cão [犬, quǎn]) pôr-do-sol, noite; tarde, chegando ao fim; mais jovem, júnior. (Ideograma: Sol [旣, rì] + evadir-se [免, miǎn]).

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

175

chéng

音 希

yīn

聲 象

shēng

xiàng

concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng]) som, voz, tom, sotaque, acentuação, timbre, uma nota musical; (em correspondência) notícias, informações. (Ideograma: originariamente igual a fala, palavra [言, yán] mas com 一 dentro da boca) breve, espaçado, pouco, precioso, raro, disperso, fino, fora do comum; ténue, inaudível, curioso, estranho; muito; desejar, anticipar, esperar, ter esperança; fazer uma pausa, cessar, ir gradualmente parando; tornar-se silencioso; raramente. (Ideograma: tecido [巾, jīn] raro, com fibras entrelaçadas) som, voz, tom, ruído; reputação, fama; tornar conhecido. (Ideograma: orelha [ 耳 , ěr] + instrumento musical feito de pedras ocas penduradas de uma estrutura [声, shēng] sendo tocado pela acção [殳, shū] de uma mão [又, yòu] com um instrumento)) imagem, representação, forma, figura, retrato, conceito; semelhança, como; fenómeno, aparência (especialmente de tempo meteorológico, astros, etc.); elefante; marfim; parecer, lembrar. (Ideograma: um elefante com dentes e uma grande cabeça) forma, aparência, expressão, figura, tez; terreno, contorno; descrição; descrever; em comparação: mostrar; manifestar. (Ideograma: raios de Sol [彡, shān] + levantar com as duas mãos, ficar horizontal [幵开, jiān] (medir com dois compassos para comparar alturas)) incorpóreo, virtual, sem forma, invisível, intangível. escondido, secreto, misterioso, escuro, obscuro, não evidente ou óbvio; esconder, retirar; aposentar-se; rejeitar a vida pública, viver como um eremita; doloroso, triste; uma charada; indigente, pobre; examinar e estudar; uma parede baixa. (Ideograma: muro [阝阜, fù] + pessoa que tem o que precisa [㥯, yǐn] (desfrutar com mente/coração [心忄, xīn] do resultado do trabalho [工, gōng] das nossas mãos 爫彐) — pessoa escondida atrás de um muro) nome, substantivo, título, descrição, significado, palavra escrita; posição, renome, honra, fama, notoriedade; famoso, distinto, de renome; valioso, precioso, nobre, raro, grande; descrever, chamar-se, significar, chamar, proferir, indicar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + Lua [月夕, yuè] — o que dizemos, à luz do luar, para que saibam quem somos.) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) *só, sozinho, solitário, único; estar só, juntar num só, segurar juntos; só na medida em que, desde que, só, meramente; e, com, mas; -ismo. *sim, um (pronto, definitivo e simples) sim; prontamente, simplesmente, somente, verdadeiramente; responder (directamente, prontamente); dizer sim, anuir; resposta, consentimento; eco; sim ou não (usados como resposta); ser simples. (Ideograma: boca [口, kǒu] + pássaro [隹, wéi] (com uma função fonética)) *bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha)

形 無形 隱

xíng xing

wú xíng yǐn

míng

wéi wěi

shàn qiāng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

176

dai

shǐ

且 成

qiě

emprestar ou pedir emprestado; um empréstimo; o lado do crédito na escrituração; deixar, tolerar, perdoar, ser misericordioso; alterar/retirar (responsabilidades); evitar, furtar-se a. (Ideograma: substituir [代, dài] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi]) início, começo, fonte, precursor; nascimento, génesis; primeiro, fresco, novo; depois, depois disto, então, logo que, daqui para a frente; começar, ser o primeiro, iniciar, originar; só então; renovar. (Ideograma; mulher [ 女 , nǔ] + alegria [ 台 , tái] (boca [ 口 , kǒu] falando 厶 ); possivelmente, a alegria de uma mãe no nascimento de um filho) para além disso, ainda, só, por enquanto, tanto ... como ...; até mesmo. Antigamente, significava: antepassados, mesa de ofertas. (Ideograma: um altar de pedra erigido em honra aos antepassados) concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng])

chéng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

177

Capítulo 42

四十二章
caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [ 首, shu]) viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) um, único, simples, completo, inteiro, até ao fim; integridade, unidade, uniformidade, união, ponto, o todo (de), todos; uma instância, uma vez; ser o primeiro, liderar; idêntico, o mesmo; devotado, com o coração só numa coisa; integrar, unificar, unir; logo que, uma vez; unicamente. dois, duplo, duas vezes.

dào

shēng

一 二 三 物

èr

sān

três, trindade, triplo, terceiro; poucos, alguns, muitos, para três; pela terceira vez.

wàn

萬物 貟

wànwù fù fu

yīn

ér

coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas». suportar, sustentar, transportar às costas ou ao ombro; virar as costas a alguém, não sentir gratidão, deixar alguém mal, desiludir, falhar; derrotado, batido; perder, derrotar, refugiar-se em; estar orgulhoso e contente consigo mesmo; dever, estar em dívida; negativo, menos. (Ideograma: pessoa [人, rén] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] – homem carregando um peso de conchas) yin; à sombra de árvores, sombra; negativo (oposto ao positivo, como na electricidade); fêmea, feminino, submisso, que cede; escuro, sombrio, nublado, secreto; no verso; o lado norte de uma colina; o lado sul de um rio; órgãos reprodutivos de ambos os sexos; Hades, inferno; astucioso e inventivo; ferir outro de um modo clandestino. (Ideograma: monte [阜阝, fù] + boca falando de cima 亼 e escuridão causada por haver em cima 亼 uma nuvem 云) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba).

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

178

抱 包 陽

bào

bāo

agarrar, carregar (nos braços), abraçar, rodear, acarinhar, aceitar, guardar, proteger, esconder; possuir; ambição, aspiração; abraço; (Ideograma: mão [手, shǒu] + embrulhar, cobrir [包, bāo] — criança, embrião [已, yǐ] num útero?) embrulhar, cobrir. (Ideograma: cobrir uma criança , embrião [已, yǐ] no útero?)

yáng cháng

沖 氣

chōng

wéi

elefante

yang; positivo (oposto ao negativo como na electricidade), masculino; o Sol, luz solar, solar; a parte norte de um rio; o lado sul de uma colina; genitais masculinos; pretencendo a este mundo (em oposição ao Hades, inferno); firmeza, dinâmica; conhecido, brilhante. (Ideograma: monte [阜阝, fù] + Sol e raios de Sol, iluminado, brilhante [昜, yáng]) derramar água, misturar, infundir, fazer bebidas, lavar com água corrente, enxaguar; enxaguado, vazio; subir, subir rapidamente ou atirar-se, colidir com; infância; neutralizar, tornar nula. (Ideograma: água [ 水 氵,shuǐ] + dentro [ 中 , zhōng]) espírito, sopro, força vital, espírito vital, moral (confiança, determinação); ar, gás, vapor, respiração; influência; cheiros, odores; estar zangado, ter raiva, insultar; maneira, atitude; provocar, aborrecer, zangar; tempo meteorológico. (Ideograma: ar, sopro, homem soprando [气 qì] + arroz [米, mǐ] a coser). Este é o ideograma para o sopro ou respiração vital, um fluxo energético misterioso mas material que dá vida a todos os fenómenos. Quando ele se acumula, aparece a vida; quando se dissipa, ocorre a morte. Há quem lhe chame a «força da matéria» ou o «sopro do vazio». * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) *harmonia, paz, conciliação, rima, concordância; harmonioso, simpático, pacífico, calmo; juntamente com, com, e; soma; agregado; do Japão; *corresponder, ser afável, harmonizar, reconciliar, concordar com, usar as proporções correctas, empatar; responder, responder cantando; compôr um poema para responder; *completar um jogo de cartas ou de mahjong; *suave; quente; *misturar com, fundir. (Ideograma: boca [口, kǒu] + grão, cereal [禾, hé]; ideograma alternativo: [龢, hé], composto por: flauta de pan [龠, yào] (boca soprando 亼 numa flauta com buracos 口) + grão, cereal [禾, hé]) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻)

hé hè hú huó huò

rén

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

179

zhī

所 惡

suǒ

*a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa)

è ě wù wū

wéi wěi

孤 寡 不

*mau, aberrante, cruel, depravado, malicioso, ofensivo, feio, errado, imoral, ruim; maldade, malícia, doença, ódio, sujidade; *causar desgosto ou repugnância, causar náusea, enjoar; desdenhar, recusar ou rejeitar como não tendo valor. *odiar, detestar, não gostar, condenar. *como, onde; detestar. (Ideograma: mente/coração [ 心 忄 ,xīn] + deformado [ 亞 , yà] (quadrado deformado)) *só, sozinho, solitário, único; estar só, juntar num só, segurar juntos; só na medida em que, desde que, só, meramente; e, com, mas; -ismo. *sim, um (pronto, definitivo e simples) sim; prontamente, simplesmente, somente, verdadeiramente; responder (directamente, prontamente); dizer sim, anuir; resposta, consentimento; eco; sim ou não (usados como resposta); ser simples. (Ideograma: boca [口, kǒu] + pássaro [隹, wéi] (com uma função fonética)) órfão; solitário, sem amigos; sem ajuda. (Ideograma: filho [子, zǐ] + irregular, disperso [瓜, guā])

guǎ guá

viúvo, sozinho, solitário; pouco, escasso, raro. (Ideograma: casa, telhado [宀, mián] + conferir, dar [頒, bān] (cabeça, folha de papel [頁, yè] + dividir, separar [分, fèn] (separar [兪, bā] com faca [刀, dāo]) — graficamente, parece representar o acto de garantir uma casa a uma viúva) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) sorte; feliz; favorável, bom; viver; enquanto vivo; milho, grão, cereais, semente. (Ideograma: grão [禾, hé] debaixo de tecto [宀, mián] + mão [又 ,yòu] com instrumento + terra/solo [土, tǔ])) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). rei, senhor, príncipe, líder, soberano; fundador, autoridade, soberania; comando, domínio; ser rei de, governar; grande, principesco, real. (Ideograma: provavelmente, uma coroa; alguns pensam que poderá representar aquele que une o céu, a humanidade e a terra)

gǔ gòu hú nòu yù

ér

wáng

gōng

altruísta, imparcial, justo; tornar público; público, aberto a todos, comum, em geral; oficial; o primeiro dos cinco graus de nobreza da antiga da China; duque; sogro, avô; uma saudação denotando respeito; do sexo masculino (para animais); escritório; funções oficiais. (Ideograma: boca 厶 falando 兪 em público)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

180

chēng chèng chèn

gù gǔ

huò yù

*pesar, medir o peso; declarar, chamar, elogiar, nomear, dizer; dar uma desculpa (como estar doente);. *balança (braço graduado com peso que se move sobre ele); máquina de pesagem; encaixar; adequado, simétrico; ser igual a, correspondendo a. *encaixar; adequado; de acordo com. (Ideograma: [禾, hé] grão + balança [爯, chēng] — mão segurando balança) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古 , gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). talvez, pode (ser), parece, possivelmente, provavelmente, segundo parece; se, como se, supondo que; em certos casos, às vezes, outras vezes, há alguma possibilidade de; de algum modo; uma certa; alguma, algo, alguns; (ser) possível, hipotético; ou ... ou, um...outro, o outro. Antigamente significava região. (Ideograma: alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē] + boca [口, kǒu] + solo [土, tū] (traço em baixo à esquerda) — um meio de defesa, uma língua, uma terra – uma região.) perda, redução, concentração, contracção, diminuição; concentrado, contraído, diminuído por, enfraquecido; desvantajoso; ignóbil e mau, cruel; menosprezar, ralhar, criticar, cortar à medida, estragar, fazer mal, causar dano, ferir, destruir, enfraquecer, perder, diminuir, reduzir, depreciar, ridiculizar, economizar. (Ideograma: mão [手, shǒu] + trabalhador, empregado [員, yuán] (recinto [囗, wéi] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro) [貝, bèi]) — poderá ter que ver com fazer mal a alguém com a mão) aumentar, avançar, adicionar a, beneficiar, enriquecer, expandir, encher, crescer, lucrar, reforçar; vantagem, excesso; útil, transbordante; adicionalmente, mais, ainda mais, cada vez mais; aumento, benefício, ganho, valor; benéfico, lucrativo, vantajoso. (Ideograma: água [ 水 , shuǐ] + vaso, prato, contentor [ 皿 , mǐn] — parece representar água transbordando de uma panela) *ensinar, instruir, guiar; ensino, aula; *religião, ordem, directiva; educar; instrução, instruções; aconselhar, ter, fazer, alternar. (Ideograma: obediência [孝, xiào] (velho [老, lǎo] + criança [子, zǐ]) + acção feita com a mão [攵攴, yòu] com instrumento, uma vara ou uma bengala.) eu, a mim, me, o meu, nós, nosso; auto-; mim mesmo. (Ideograma: mão [手, shǒu] + alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē]; antigamente, parecia representar um instrumento qualquer, possivelmente uma forquilha)

sǔn

yì yí

jiào jiāo

亥 強

qiáng jiàng qiǎng

também, igualmente. (Ideograma: pessoa [大, dà] com água a escorrer dela — caracter emprestado pelo som) *forte, poderoso, vigoroso, violento; melhor; força, poder, vigor; *teimoso, inflexível, sem ceder. *forçar, esforçar-se, lutar. (Ideograma: arco [弓, gōng] + só, mesmo se [虽, qiáng])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

181

liáng

zhě

dé děi de

吾 將

ponte; viga de uma casa; alto, inchaço, crista (cume) de monte; nome de dinastia chinesa (502-557 d.c.); estado chinês também conhecido por wei. (Um autor apresenta também o significado de: orgulhoso, brutal, violento.) (Ideograma: ponte ou ferir (faca com sange) [刅, chuāng] + água [氵水, shuǐ] + madeira [木, mù]) (Duas versões do TTK, no capítulo 42, usam [良, liáng] (bom, desejável, muito, inato) em vez de 梁) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]). ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) morrer; morto, inanimado, morte, mortalidade, fatal, mortal; muito, extremamente, perseverante, resoluto; resolutamente; condenado (por exemplo à pena de morte); aborrecido e estúpido; rígido, fixo ou imutável (regulamentos, etc.); móveis (gavetas, etc); impossível de passar, intransitável, fechado. (Ideograma: ossos, esqueleto [歹, dǎi] de uma pessoa [人, rén]; o caracter 匕 parece mostrá-la invertida) eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu]) *usado como verbo, exprimindo acção futura; irá, iria, iria em breve; fazer tenção de, estar prestes a, pronto para; alimentar, nutrir; incitar alguém a agir; futuro, no futuro imediato; (preposição) com, por. *general, almirante, líder militar de alto escalão; liderar (soldados). (Ideograma: ter carne [月肉, ròu] na mão [寷, cùn] em cima da mesa [爿, quiáng] (figura rodada)) *ensinar, instruir, guiar; ensino, aula; *religião, ordem, directiva; educar; instrução, instruções; aconselhar, ter, fazer, alternar. (Ideograma: obediência [孝, xiào] (velho [老, lǎo] + criança [子, zǐ]) + acção feita com a mão [攵攴, yòu] com instrumento, uma vara ou uma bengala.) *pai; parente do sexo masculino de uma geração mais idosa; cumprir os deveres de um pai. *termo denotando respeito usado nos tempos antigos para um homem idoso. (Ideograma: mão [又,yòu] impondo regras com um pau)

jiāng jiàng

jiào jiāo

fù fǔ

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

182

Capítulo 43
tiān

四十三章
dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) atingir, chegar a, alcançar; auge, zénite; solstício, ponto mais alto; muito, extremamente, até; para; usado para indicar o grau superlativo. (Ideograma: uma seta [矢, shǐ] atirada que chegou ao solo [土, tū] )

天 下 天下 义

xià

tiān xià zhī

至 柔

zhì dié

róu

馳 騁 堅

chí

flexibilidade, fraqueza, passividade (as características Yin); acomodar-se, ceder, submeter-se, tranquilizar; flexível, adaptável, macio, ágil, submisso, negativo, neutral, passivo, dobrável, tenro, tranquilo, fraco; erva nova a renascer na primavera (em botão), ró (letra grega ρ). (Ideograma: árvore [木, mù] que pode ser cortada por uma serra, lança [矛, máo]) correr rapidamente, galopar; corrida; velocidade; exercer; exercício; propagar. (Ideograma: cavalo [馬, mǎ] + também [也, yí] – provavelmente água a cair)

chěng

galopar, ir com rapidez, acelerar; exercer, desdobrar; desenvolver, dar livre jogo a, dar asas a. (Ideograma: cavalo [馬, mǎ] + manifestar os seus sentimentos [甹, pīng] (由 planta que nasce de um campo (田) + soluço 丂) forte, durável, duro, sólido, firme; dedicar-se a; calmo, estável, determinado; íntimo; armadura; o ponto mais forte da posição das tropas inimigas; firmemente; resolutamente. (Ideograma: controlar [臤, qiān] (olho visto de lado [臣, chén] + mão [又 , yòu] – ter debaixo de olho e mão) + terra/solo [土, tǔ]) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

jiān

有 入

yǒu

entrar, entrar em, pôr, apresentar, juntar; ficar na companhia de; alcançar, chegar a; receitas, rendimentos; desaparecer; ser (escolhido, eleito, etc.), aderir, tornar-se membro; concordar com, obedecer a; um dos quatro tons em mandarim. (Ideograma: possivelmente, a entrada de uma tenda)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

183

間 吾 是 以

jiān

intervalo entre duas coisas; o espaço no meio; entre, durante; dentro de um determinado espaço ou intervalo de tempo ou espaço. (Ideograma: luz do sol [旣, rì ] através de uma porta [門, mén]) eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu]) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

shì

*

zhī zhì

wéi

elefante

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) não agir, não ser, não fazer, sem agir, deixar as coisas seguirem o seu curso. No taoismo, significa agir sem forçar, agir sem esforço, sem interferir, sem fazer qualquer coisa de «artificial», ou seja, exclusivamente voluntária, qualquer coisa que vai contra a corrente própria do Tao. aumentar, avançar, adicionar a, beneficiar, enriquecer, expandir, encher, crescer, lucrar, reforçar; vantagem, excesso; útil, transbordante; adicionalmente, mais, ainda mais, cada vez mais; aumento, benefício, ganho, valor; benéfico, lucrativo, vantajoso. (Ideograma: água [ 水, shuǐ] + vaso, prato, contentor [皿 , mǐn] — parece representar água transbordando de uma panela) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [ 口 , kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) *ensinar, instruir, guiar; ensino, aula; *religião, ordem, directiva; educar; instrução, instruções; aconselhar, ter, fazer, alternar. (Ideograma: obediência [孝, xiào] (velho [老, lǎo] + criança [子, zǐ]) + acção feita com a mão [攵攴, yòu] com instrumento, uma vara ou uma bengala.)

無為 益

wúwéi

yì yí

yán

jiào jiāo

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

184

breve, espaçado, pouco, precioso, raro, disperso, fino, fora do comum; ténue, inaudível, curioso, estranho; muito; desejar, anticipar, esperar, ter esperança; fazer uma pausa, cessar, ir gradualmente parando; tornar-se silencioso; raramente. (Ideograma: tecido [巾, jīn] raro, com fibras entrelaçadas) atingir, alcançar, chegar a, assim como, com; no momento certo, a tempo para, oportunamente; quando; enquanto, até, chegar até; continuar, prosseguir, prorrogar. (Ideograma: agarrar uma pessoa [人, rén] com a mão [又, yòu])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

185

Capítulo 44

四十四章
nome, substantivo, título, descrição, significado, palavra escrita; posição, renome, honra, fama, notoriedade; famoso, distinto, de renome; valioso, precioso, nobre, raro, grande; descrever, chamar-se, significar, chamar, proferir, indicar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + Lua [月夕, yuè] — o que dizemos, à luz do luar, para que saibam quem somos.) *e, com, junto com, dar, partilhar, participar, tomar parte; colaborativo, partilhado; assistência, colaboração, companhia, ajuda, relação, partilha, apoio, união, participação; assim como, com a ajuda de. *tomar parte em; participar em. *partícula interrogativa, questão retórica; expressão de dúvida ou surpreza. (Ideograma: mãos que levantam algo [舁, yú] + dar (concha, colher [与, yú] com uma coisa (一) dentro); em versões antigas, também inclui uma boca [ 口, kǒu]) (o, um) ser, entidade, indivíduo, pessoa, personalidade, vida, status; corpo, tronco;, incarnação; eu, nós, a nossa pessoa; o nosso (corpo, ser, vida, eu); gravidez; fato; personificar, incorporar. (Ideograma: corpo (com barriga e pernas) a andar.) quem?, a quem?, qual?, o quê?, onde?, quanto? (Ideograma: gostar [ 产, chún] + pessoa com mão, capturar [丮, jǐ]) *pai, parente, do mesmo sangue, amor, casamento, noiva, perto de, íntimo, em pessoa, em primeira mão, a favor de, beijar, acarinhar, amar, aproximar; *sogros dos filhos. (Ideograma: parentes [亲, xīn] que se vêem [見, jiàn] todos os dias) mercadorias, produtos, dinheiro, moeda, propriedade; frete, carga; vender, subornar; suborno; usado como um termo insultuoso. (Ideograma: trocar, converter [化, huà] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi]) muito, muitos, demasiado, numeroso, multi-; excesso; muito mais, mais do que; ter muito; expressão de dúvida ou surpreza (como?, o quê?, etc.) quanto à qualidade do adjectivo que se segue. (Ideograma: duas luas) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]). perecer, fugir, escapar, desaparecer, morrer, falhar, perder; perdido; morte; falecido (aplicável apenas a familiares próximos ou amigos). (ideograma: tampa 亠 sobre um lugar escondido, dobras de tecido que escondem e protegem ou entrar [入, rù] num lugar escondido) aflição, doença, crise, desgraça, sofrimento; defeito, vício, falha, desordem; ferir, prejudicar, magoar, fazer mal, estar doente, fazer adoecer, odiar, insultar, achar defeituoso, preocupar-se. (Ideograma: doente [疒, nì] (composto por em cima [上, shàng] e cama [爿, quiáng] (figura rodada)) + [丙, bǐng] que parece ser uma pessoa) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

míng

yǔ yú yú

shēn

孰 親 貨 多

shú

qīn qìng huò

duō

dé děi de

亡 病

wáng

bìng

shì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

186

gù gǔ

shèn shén shé shí

consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) em grande medida, consideravelmente, extremamente; tão, muito, num alto grau; mais (importante) do que; excedendo o esperado, excessivo. (Ideograma: dizer (boca falando) [曰, yuē] + igualar, um elemento de um par [匹, pǐ]) amar; gostar de; ser bom para, ser amigável para com; amor, afecto, simpatia, benevolência, bondade; estar apto para. (Ideograma: telhado [宀, mián] + acção, mão [攵, pū] + mente/coração [心, xīn]) certamente, necessariamente, usualmente, deve; requerer, precisar, precisa, precisando; ter a certeza, ser essencial, ser obrigatório, ser necessário; partícula enfática. (Ideograma: possivelmente separar [兪, bā] usando divisórias ou estacas [弋, yì]) *grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) usar, gastar; custo, quota, despesas; desperdício. (Ideograma: não, sem [弗, fú] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi])

愛 必

ài

dài

費 藏

fèi

cáng zàng

*esconder, abrigar, armazenar, coleccionar; armazém, depósito, cache (computador). *Tibet, tibetano; escritura taoista ou budista. (Ideograma: erva [艸 艹, cǎo] + generosa [臧, zāng])

hòu

zhī zhì

知足 辱

zhī zú rǔ rù

espesso, espessura, profunda amizade; tratar gentilmente, generoso, substancial, considerável, pesado, profundo; grandemente; simpático, compreensivo, virtuoso. (Ideograma: rochedo [厂, hǎn] + Sol [旣, rì] + criança [子, zǐ] — poderá representar a ideia de uma generosidade do tamanho (ou com a solidez) de um rochedo) saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) *pés, pé, base, fundação, suporte, adequação, satisfação, suficiência; base para, razão para; (ser) amplo, adequado, completo, o bastante, satisfatório, competente, merecedor (de); (estar) cheio, satisfeito (com); suficientemente, completamente, amplamente. *demasiado modesto ou humilde. (Ideograma: pé [止, zhǐ] e rectângulo (ou elipse) que parece representar uma perna) (saber + suficiente) contentar-se com a sua situação, saber estar satisfeito (e por isso feliz). vergonha, desfavor, desgraça; envergonhar, humilhar, insultar, abusar; desonrar, desgraçar; abuso; ser humilhado, insultado, desgraçado. (Ideograma: uma pessoa forçada a trabalhar [辰, chén] (homem a trabalhar com uma enxada) com as mãos [寷, cùn])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

187

止 殆 可

zhǐ

parar, fazer parar, desistir, fazer uma pausa, estar parado, repousar; permanecer; deter; proibir; chegar a; quieto, calmo, estagnado; só. (Ideograma: um pé) perigo, fim, limite; perigoso, pôr em perigo, precário; com medo, cansado; quase, provavelmente, só. (Ideograma: boca [口, kǒu] + falar [厶, tū] + ossos, esqueleto [歹, dǎi]) pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) *longo, persistente, perpétuo; eternamente, regularmente, constantemente, continuamente; completar, continuar, perdurar, persistir, sobreviver, prosperar, sobreviver; crescer, aumentar, avançar, tornar-se; persistência, duração, longevidade, maturidade, prosperidade; ponto forte. *sénior, velho; o mais velho, líder, chefe, comandante, presidente, superior; maturo, experiente, durável. (Ideograma: possivelmente representa cabelo longo) continuar, perdurar, durar; preserverar, persisitir, sobreviver, esperar; ser antigo, crónico, clássico, continuado, longo; há um longo tempo; fazer esperar alguém um longo tempo; velho, duradouro, sobrevivente, longevidade; por tanto tempo, depois de tanto tempo, enquanto; durante todo este tempo; finalmente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] com impedimentos no andar, representado por traço adicional)

dài

cháng

zhǎng jiǔ

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

188

Capítulo 45

四十五章
dà *grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng]) parecer; parece, como, como se, podia ser, se, supondo que; suponhamos que; admitindo, assumindo, desde que; tu; semelhante a; acordo, semelhança; (é muitas vezes posicionado como um sufixo). (Ideograma: plantas, erva [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu] (mão que leva as coisas à boca [口, kǒu]) — antigamente significava apanhar vegetais; Noutra versão mais antiga que era também um «falso empréstimo» parece ver-se representada uma mulher a brincar com o seu cabelo) ter falta de, ter carência; falta, lacuna, escassez, défice; incompleto, imperfeito, defeituoso, deficiente, partido; ausente; vaga, posto vago; ficar com falta de. (Ideograma: frasco com tampa [缶, fǒu] + decidir [夬, quē]; o caracter antigo é composto por: acção [又, yòu] (mão segurando uma ferramenta) + faca [刀, dāo) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) mau, ruim, indesejável; desonestidade, fraude; esgotado, cansado, desgastado; desvantagens; dano, detrimento, derrota. (Ideograma: duas mãos [廾, gǒng] + gasto, partido, cansado [敝, bì]) completar, exceder, encher, transbordar, empilhar, mais do que reencher, mais que satisfazer; abundância, excesso, satisfação; estar demasiado cheio, estar cheio com; abundante, inundado, satisfeito, supérfulo; suficiente, mais do que, muito, demasiado, em excesso, até à saciedade; quando estiver cheio; sobre-. (Ideograma: aumentar, êxito [夃, yíng] (conseguir engravidar — barriga cheia) + vaso, prato, contentor [皿, mǐn] ) derramar água, misturar, infundir, fazer bebidas, lavar com água corrente, enxaguar; enxaguado, vazio; subir, subir rapidamente ou atirar-se, colidir com; infância; neutralizar, tornar nula. (Ideograma: água [水氵,shuǐ] + dentro [中, zhōng]) pobre, empobrecido, vazio; até à exaustão, ir até à própria fonte; preocupação, aflição; o extremo, mais longe, fim; completamente; exausto; chegar ao fim. (Ideograma: corpo, vergar o corpo [躬, gōng] (arco [弓, gōng] + corpo [身, shēn]) + caverna [穴, xué] – aqueles que vivem em cavernas)

dài

chéng

ruò

quē

yòng

弊 盈

yíng

沖 窮

chōng

qióng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

189

zhí

屈 巧 拙

qiǎo

directo, simples, franco; directamente, simplesmente, apenas, meramente; recto, vertical, traço vertical; endireitar; íntegro e honesto, justo, imparcial; vertical, longitudinal; em primeira mão; contínuo, ininterrupto: rígido, insensível; apenas; relevante. (Ideograma: olho [目, mù ] que vê a direito 十) dobrar, flectir, torcer, inclinar, humilhar; humilde; submeter, subjugar; errado, subjugado; injustiça; estar numa posição inferior ou desconfortável. (Ideograma: possivelmente, pessoa sentada [尸, shī] em cima de algo que cresce [出, chū]) esperto, habilidoso, engenhoso, inteligente, astucioso; engenho(sidade); oportunamente, coincidentemente; oportuno. (Ideograma: trabalho, esquadro, instrumento de carpintaria [工, gōng] + cana, bengala [丂, kǎo]; possivelmente, uma pessoa que sabe usar um esquadro) estúpido, desajeitado, inapto, bruto, pobre (uma obra, etc.); um termo usado para se referir a si próprio com humildade; embaraçoso, aborrecido , deselegante. (Ideograma: palma da mão, mão [手, shǒu] + sair, escapar [出, chū])

zhuō zhuó

辯 訥 靜

biàn

litígio, disputa; disputar, argumentar, debater, discutir; usar argumentos plausíveis mas errados; argumento; sofisticado; argumentativo. (Ideograma: palavra [言, yán] + acusar-se um ao outro [辡, biàn]) lento a falar, falar abruptamente; gaguejar. (Ideograma: palavras [言, yán]+ dentro [內, nèi]) serenidade, calma, paciência; calmo; quieto, paciente; tranquilidade; imóvel, silencioso, com voz doce; pacífico, harmonioso, sereno; virtuoso, casto; tranquilizar, silenciosamente. (Ideograma: verde (erva em roda de um poço) [青, qīing] + competir, discutir, argumentar [爭, zhēng]) vencer, ganhar, exceder, triunfar; ultrapassar, submeter; tirar o melhor de; vitória, sucesso, êxito, superioridade; vista paisagística, lugar de singular beleza; excelente, distinto, maravilhoso; ser superior a; ser merecedor de; ser suficientemente competente (para ser escolhido para uma tarefa); habilidade, mestria. (Ideograma: força, braço forte [力, lì] + augúrio, sinal, presságio [朕, zhèn] (barco [舟, zhōu] + carvão em brasa [灷, zhèn], que representa fogo [火, huǒ] sendo agarrado por duas mãos [廾, gǒng])) irritável, tenso, excitado, inquieto, impetuoso, precipitado; com um temperamento quente; melindrado; impetuosidade. (Ideograma: perna [足, zú] + ruído, chilrear [喿, zào] (3 bocas [口, kǒu] numa árvore [木, mù])) No Mawang Dui, no capítulo 45, em vez de 躁, aparece o caracter 趮, que significa: facilmente provocável, apressado, cruel, feroz. (Ideograma: correr, soltar, mudar [走, zǒu] + ruído, chilrear [喿, zào] (3 bocas [ 口, kǒu] numa árvore [木, mù])) frio, invernoso, fresco; pobre. (Ideograma: duas mãos [廾, gǒng] cobrem edifício [宀, mián] com palha [茻, mǎng] para o proteger do gelo [冫仌 冰, bīng]) quente, calor; aquecido, a arder; febre; sério, ardente, zeloso, entusiasta, apaixonado; aquecer, queimar. (Ideograma: fogo [火灬, huǒ] + plantar, talento [埶, yì] (pessoa 丮 segurando uma árvore [木, mù] por cima da terra/solo [土, tǔ]) claro, puro, limpo, simples, fácil de compreender; lúcido, brilhante; breve; escasso; virtuoso, honesto; arranjar, ordenar; concluir; reembolsar (dívidas), liquidar; determinação; dinastia Ching (1644-1911). (Ideograma: água [水氵,shuǐ] + verde [青靑, qīng] (erva em volta de um poço))

jìng

shèng shēng

zào

寒 熱

hán

qīng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

190

wéi

elefante

agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. *preciso, adequado, apropriado, válido, certo, correcto; justo, positivo, aprumado, puro, honesto e virtuoso, ético, recto, simples, pontual; resolver, verificar, confirmar, corrigir, rectificar, endireitar; ser punido por um crime; precisão, rigor, justiça, correcção, integridade; positivamente, consistentemente, correctamente, exactamente, justamente, legitimamente, precisamente; a horas, pontualmente; original (textos, etc.), principal (em oposição ao secundário); pessoa no comando; *primeiro mês do calendário lunar. (Ideograma: um pé [止, zhǐ] que descansa e fica parado)

天 下 天下 正

tiān

xià

tiān xià zhèng

zheng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

191

Capítulo 46

四十公章
tiān dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

天 下 天下 有 道

xià

tiān xià yǒu

dào

què jué

caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) mas, ainda, contudo, enquanto, até; retirado, por usar; retirar, voltar para trás, aceitar, recusar, declinar. (Ideograma: pessoa 卩 que escapa (água saindo de buraco) [谷, gù])

走 馬 以

zǒu zòu

passear; ir a pé, andar, correr, ir rapidamente, ir, viajar, partir, ir embora; morrer (eufemismo), mudar (de forma, de significado); soltar, revelar (não intencionalmente); atravessar, visitar; galopar. (Ideograma: homem [土大, dà] + pegada [止, zhǐ] ) cavalo, cavalo (xadrês); abreviatura para Malásia.

(Ideograma: um cavalo) yǐ
*

fèn

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) estrume, excremento de animal, húmus; fertilizar a terra, extrumar; varrer, limpar. (Ideograma: grão, cereal [禾, hé] + campo [田, tián] + duas mãos [廾, gǒng] ) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») sem Tao. Hoje em dia, é usado para designar um regime brutal ou tirânico. guerra, combate, luta, ataque, armas, armamento, aparelho de guerra, assunto militar, exército; bárbaros do Oeste; grande; tu; auxiliar. (Ideograma: uma mão [寷, cùn] com uma alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē])

無道 戎

wú dào róng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

192

shēng

郊 禍 莫

jiāo

viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) subúrbio, arredores, espaços abertos, fronteira, horizonte. (Ideograma: intersecção, interligar [亣, jiāo] + cidade [阝邑, yì] (edifícios 口 e pessoas subservientes 卩) infortúnio, calamidade, catástrofe, mal; levar à catástrofe; ferir, fazer mal a, punir. (Ideograma: altar [礻示, shì] + osso, maxilar [咼, guǎ, guō]) *não faças; não há ninguém que, não, não é, não pode; ninguém, nem um, nenhum; de modo nenhum; não ter; não é?; excepções. *crepúsculo, noite. (Ideograma: O Sol [旣, rì] desce sobre a relva [ 茻, mǎng])

huò

mò mù

dài

莫大 不

mò dà bù

*grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) Em chinês actual: o maior, o mais importante. (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) *pés, pé, base, fundação, suporte, adequação, satisfação, suficiência; base para, razão para; (ser) amplo, adequado, completo, o bastante, satisfatório, competente, merecedor (de); (estar) cheio, satisfeito (com); suficientemente, completamente, amplamente. *demasiado modesto ou humilde. (Ideograma: pé [止, zhǐ] e rectângulo (ou elipse) que parece representar uma perna) (saber + suficiente) contentar-se com a sua situação, saber estar satisfeito (e por isso feliz). desastre, calamidade, culpa, falha, erro; culpar, punir; censurar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + punir [处, chù])

zhī zhì

知足 咎 欲

zhī zú jiù

cobiçar, desejar, pretender, querer, ansiar, gostar; ter saudades de; tencionar; expectativa, apetite, avareza, desejo, fome, intenção, motivo, paixão, parcialidade; amigável, jovial; parcial; desejoso, avaro, apaixonado; prestes a. (Ideograma: vale, curso de água saindo de buraco [ 谷 , gù] + homem soprando [欠, qiàn] (possivelmente por ter sede))

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

193

dé děi de

gù gǔ

故知 义

gù zhī zhī

*obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]). consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) (em chinês moderno:) um velho amigo íntimo. *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) partícula final denotando o pretérito perfeito (perfect tense) ou partícula auxiliar denotando determinação (um intensificador), ambas indicando interrogações ou exclamações (certamente....!, completamente....!, de modo nenhum....!, ponto final....!, feito....!; por si mesmo....!; aqui?; ...?, na verdade....!, tão ....!, que....!, só....!, meramente....!, simplesmente...!, realmente...!, certamente... ! é isto?). (Ideograma: boca a falar [厶, yǐ] + seta [矢, shǐ] — o som de uma seta, empréstimo pelo som)

cháng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

194

Capítulo 47

四十七章
bù (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) sair, aparecer, reaparecer, emergir, escapar, evoluir, crescer (planta), sobressair, acontecer, causar, produzir, reproduzir, expelir, ejectar; exprimir livremente (zanga, ciúme, etc.); abandonar, banir, afugentar, remover, expurgar, divorciar-se; despender, gastar; estar para além de, ser do passado, fora de; resultado. (Ideograma: uma planta a crescer.) porta, entrada; lar, casa, família.

chū

戶 知

(Ideograma: uma porta no seu gonzo) zhī zhì saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. espreitar, espiar, ver em segredo. (Ideograma: planear em segredo [規, guī] + caverna [穴, xué])

天 下 天下 窺 牖 見

tiān

xià

tiān xià kuī

yǒu

janela «com tabuinhas», janela com veneziana, com persiana; guiar, educar, esclarecer, informar. (Ideograma: cama, mesa [爿, qiáng] + porta [戶, hù] + pai, antepassado [甫, fǔ], que representar uma planta 屮 crescendo num campo [田, tián]) *aparecer, ser visível, estar exposto; *ver, observar, percepcionar, apanhar num relance, espiar; entender, examinar, visitar, consultar, encontrar, receber (visitas, etc.), entrevistar, ter uma entrevista com; mostrar, revelar, manifestar, caminhar para uma determinada situação ou condição (como ficar pior, melhor, etc.); visão, ponto de vista, opinião; conscientemente; humilde, tímido, embaraçado, retirado. (Ideograma: olho [目, mù] em cima de pessoa [儿, rén]) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [ 辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado)

xiàn jiàn

dào

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

195

yuǎn yuàn

cheio, encher, completar, arranjar, prover, acomodar, estender, mais, muito. (Ideograma: arco (arma) [弓, gōng] + assim [爾, mǐ] (possivelmente representa um tecido num tear ou numa dobadoira e aparentemente é apenas um elemento com uma função fonética); o significado original deve ter que ver com o retesar de um arco) longe, distante, remoto, profundo; manter à distância, manter afastado, evitar, fugir a; para além de; extenso. (Ideograma: andar [辶,chuò] + (com uma função fonética) o ar gracioso de um vestido longo [袁, yuán] (usando um pendente redondo 吉 na roupa [衣, yī]))

shǎo

是 以

shì

pouco, jovem, juvenil, júnior, pequeno, menor (em número, quantidade, tempo); pouco, indistinto, ausente, em falta, inadequado, perdido; não pode passar sem; parar, desistir. (Ideograma: retirar daquilo que já é pequeno [小, xiǎo] (uma linha que divide e torna mais pequeno)) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

*

shèng

rén

xìng xíng

háng

ér

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) *a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba).

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

196

míng

wéi

elefante

brilho, claridade, iluminação, luz, lucidez; percepção, discernimento, visão, acuidade visual; acordo, contrato; brilhante; claro, compreensível, consciente, óbvio, evidente, inteligente, esclarecido, esperto, inteligível, lúcido, puro, sagaz, visionário; afirmar, acordar (por oposição a dormir), ver, clarificar, esclarecer, explicar, iluminar, ilustrar, percepcionar, mostrar, entender; dia, alvorada, madrugada, próximo (dia ou ano), a dinastia Ming (1368-1644 d.C.). (Ideograma: Sol [旣, rì] + Lua [月, yuè]). agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng])

chéng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

197

Capítulo 48

四十兪章
wéi agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) aprender, estudar, treinar, imitar; conhecimento, escola, académico, escolar. (Ideograma: duas mãos apresentando caracteres a uma criança [子, zǐ]) NOTA: [大學, dà xué] (grande escola) significa Universidade.

elefante

學 旣 益

xué xiáo

sol, dia, diariamente, todos os dias; abreviatura de Japão; japonês; tempo; dia (não noite; de dia). (Ideograma: o Sol)

yì yí

dào

sǔn

zhī

又 以

yòu

aumentar, avançar, adicionar a, beneficiar, enriquecer, expandir, encher, crescer, lucrar, reforçar; vantagem, excesso; útil, transbordante; adicionalmente, mais, ainda mais, cada vez mais; aumento, benefício, ganho, valor; benéfico, lucrativo, vantajoso. (Ideograma: água [ 水, shuǐ] + vaso, prato, contentor [皿 , mǐn] — parece representar água transbordando de uma panela) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [ 辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) perda, redução, concentração, contracção, diminuição; concentrado, contraído, diminuído por, enfraquecido; desvantajoso; ignóbil e mau, cruel; menosprezar, ralhar, criticar, cortar à medida, estragar, fazer mal, causar dano, ferir, destruir, enfraquecer, perder, diminuir, reduzir, depreciar, ridiculizar, economizar. (Ideograma: mão [手, shǒu] + trabalhador, empregado [員, yuán] (recinto [囗, wéi] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro) [貝, bèi]) — poderá ter que ver com fazer mal a alguém com a mão) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) tanto isto como aquilo, e também, uma vez mais, novamente, para além disso, e (usado em fracções, como, por exemplo, um «e» três quartos). (Ideograma mão direita (que hoje se escreve [右, yòu], incluindo o caracter boca [口, kǒu])
*

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

198

至 以至 於

zhì dié

atingir, chegar a, alcançar; auge, zénite; solstício, ponto mais alto; muito, extremamente, até; para; usado para indicar o grau superlativo. (Ideograma: uma seta [矢, shǐ] atirada que chegou ao solo [土, tū] )

yǐ zhì yū

(para cima ou para baixo) até que. *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») não agir, não ser, não fazer, sem agir, deixar as coisas seguirem o seu curso. No taoismo, significa agir sem forçar, agir sem esforço, sem interferir, sem fazer qualquer coisa de «artificial», ou seja, exclusivamente voluntária, qualquer coisa que vai contra a corrente própria do Tao. (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) agarrar, aceitar, apropriar, assumir, tomar, ocupar, ganhar, escolher, namorar; receber, obter, pegar; mandar chamar; acasalar com, casar, casada, tomar por esposa. (Ideograma: orelha [耳, ěr] + mão [又, yòu] – agarrar orelha com a mão) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém) Em chinês actual, estes dois ideogramas juntos significam: não ter nada que fazer.

無為 而

wúwéi

ér

取 天 下 天下 常

tiān

xià

tiān xià cháng

shì shi diàn zhì

無事

wú shì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

199

atingir, alcançar, chegar a, assim como, com; no momento certo, a tempo para, oportunamente; quando; enquanto, até, chegar até; continuar, prosseguir, prorrogar. (Ideograma: agarrar uma pessoa [人, rén] com a mão [又, yòu])

有 足

yǒu

ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

*pés, pé, base, fundação, suporte, adequação, satisfação, suficiência; base para, razão para; (ser) amplo, adequado, completo, o bastante, satisfatório, competente, merecedor (de); (estar) cheio, satisfeito (com); suficientemente, completamente, amplamente. *demasiado modesto ou humilde. (Ideograma: pé [止, zhǐ] e rectângulo (ou elipse) que parece representar uma perna)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

200

Capítulo 49

四十九章
santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) variável, modificável, inconstante; impermanência; morrer; um fantasma que supostamente toma a alma de uma pessoa na hora da morte. coração, mente, a sede da personalidade, consciência, razão, pensamento, vontade; afecto, desejo, disposição, emoção, sentimento, ideia, intenção, natureza moral, motivo; ideia, ambição; núcleo, meio, centro, dentro; constelação chinesa, correspondente à constelação de Escorpião. (Ideograma antigo: poderá graficamente representar o coração, os pulmões (ou o sexo masculino...) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) cem, centenas, centésimo; numerosos, muitos, todos os; (ser uma pessoa) comum. (Ideograma: um [一, yī] de algo pronunciado como branco [白, bái] — uma centena) clãs, povos, sociedade, apelido, nome de família. (Ideograma: mulher [女, nǔ] + nascer [生, shēng]) cem famílias (clãs, povos). (Hoje em dia estes dois ideogramas em conjunto, significam «o povo comum.» No Japão, designam os lavradores). *bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha)

shèng

rén

cháng

無常 心

wú cháng xīn

bǎi

姓 百姓 善

xìng

bǎi xìng shàn

qiāng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

201

zhě

吾 义

pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu]) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) também, igualmente. (Ideograma: pessoa [ 大 , dà] com água a escorrer dela — caracter emprestado pelo som) virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [ 心忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí])) confiança, certeza, crença, credulidade, (boa) fé, sinceridade; palavra de honra, verdade; evidência, sinal, mensagem; enviado, emissário; notícias, informação, palavra, carta, correio; acreditar (em), confiar, contar com; estar seguro de; consistente, credível, honesto, sincero, verdadeiro, de confiança; assinar, prometer; na verdade, verdadeiramente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + palavra [言, yán] — talvez evocando a ideia de uma pessoa «de palavra») em, dentro, sobre; até; consiste em; depende de; estar vivo, existir, estar presente, residir; vivo; (localizado) no; (estar) em (indicando um acto em progresso). (Ideograma: neste local, solo/terra [土, tǔ] + crescer, desabrochar [才, cái]) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. Hoje significa: chupar, inalar. No entanto, é composto por [翕, xī xì] (dobrar, fechar, juntar, reunir, convergir, contrair), que representa graficamente o fechar [合, hé] das asas [羽, yǔ], e por [欠, qiàn] (inalar, soprar, bocejar, dever dinheiro, ter em falta, ser deficiente em, não suficiente), cujo ideograma representa um homem soprando ou inalando. assustado, com medo, tímido; aliciar, pressuadir, induzir. (Ideograma: coração [忄心, xīn] + habilidade [术, shú]) No Heshang Gong, está 怵怵 em vez de 歙歙.

zhī

亥 德

xìn

在 天 下 天下 歙

zài

tiān

xià

tiān xià xī

shù

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

202

yān

wéi

elefante

partícula final indicando inúmeros sentidos; aqui, nisto, coloca aqui; ali, disso; aí, nessa situação, agora; dentro, entre, em, por, de, sobre, isto, isso, eles, estes; e por isso, para que; (interrogativa) como?, porquê?, quando?, etc.; e por aí em diante, de modo a que. (Ideograma: pássaro [鳥, niǎo] com uma cabeça especial — uma pêga) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) lamacento, turvo; simples e natural, sem sofisticação, tolo, estúpido; por todo o lado, completo, inteiro. misturar-se, combinar-se. (Ideograma: água [氵水, shuǐ ] + tropas [軍, jūn] (carro militar) — parece evocar a lama criada por um carro que passa por cima de uma poça de água.) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) todos, cada um, em todos os casos; inteiro, completo, em todo o lado, sempre; abundante, numeroso, em uníssono; concordar, estar junto com; cooperação; como um, inteiramente. (Ideograma: duas pessoas lado a lado [比, bì] + branco, brilho do Sol [白, bái] (antigamente, uma boca em vez do Sol)) despejar (líquido), injectar, fluir para; água fluindo; concentrar, engrossar, prestar atenção a, notar, anotar, comentar, registar; preocupação. (Ideograma: água [水氵,shuǐ] + controlar [主, zhǔ]) orelha, ouvir; meramente, «e é só!» (partícula final de frase, usada em chinês clássico); um objecto que se parece com uma orelha, como uma pega ou asa de um vaso (arqueologia). (Ideograma: uma orelha) olho, ver, olhar; item, secção, lista, tabela de conteúdos, ordem (taxonomia), categorias, classes; objectivo, nome, título.

hún

jiē

注 耳

zhù

ěr rěng

(Ideograma: estilização de antigo ideograma com a figura de um olho).

hái

bebé, criança, pequeno, jovem; sorrir ou rir como uma criança. (Ideograma: criança [子, zǐ]) + [交, hài] que representa um porco e é usado para designar os «anos do porco» no calendário chinês; como antigamente significava rir, poderá representar uma criança a fazer um som como o de um animal)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

203

Capítulo 50

五十章
chū sair, aparecer, reaparecer, emergir, escapar, evoluir, crescer (planta), sobressair, acontecer, causar, produzir, reproduzir, expelir, ejectar; exprimir livremente (zanga, ciúme, etc.); abandonar, banir, afugentar, remover, expurgar, divorciar-se; despender, gastar; estar para além de, ser do passado, fora de; resultado. (Ideograma: uma planta a crescer.) viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) entrar, entrar em, pôr, apresentar, juntar; ficar na companhia de; alcançar, chegar a; receitas, rendimentos; desaparecer; ser (escolhido, eleito, etc.), aderir, tornar-se membro; concordar com, obedecer a; um dos quatro tons em mandarim. (Ideograma: possivelmente, a entrada de uma tenda) morrer; morto, inanimado, morte, mortalidade, fatal, mortal; muito, extremamente, perseverante, resoluto; resolutamente; condenado (por exemplo à pena de morte); aborrecido e estúpido; rígido, fixo ou imutável (regulamentos, etc.); móveis (gavetas, etc); impossível de passar, intransitável, fechado. (Ideograma: ossos, esqueleto [歹, dǎi] de uma pessoa [人, rén]; o caracter 匕 parece mostrá-la invertida) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) discípulo, aprendiz; viajar, ir a pé; multidão, bando, gang, grupo de indivíduos; castigo, pena; só; meramente; em vão; vazio; como de mãos vazias; soldados de infantaria, infantaria. (Ideograma: andar [辵, chuò](estrada 彳+ pé 止 — pegadas na estrada) + solo/terra [土, tǔ] ou pessoa [土大,dà]) dez, décimo, completo, completamente, perfeito, perfeitamente, extremamente. (Ideograma: uma [一, yī] linha[丨, gǔn]) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

shēng

zhī

十 有 三 人

shí

yǒu

sān

três, trindade, triplo, terceiro; poucos, alguns, muitos, para três; pela terceira vez. pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) mover, agitar, mudar, agir, fazer, comover, despertar, excitar; retomar; usar; comer ou beber; movimento, acção; activo, energético. (Ideograma: pesado, importante [重, zhòng] (pessoa [人, ren] segurando saco pesado 東 cheio de terra [土 , tū]) + força, poder, habilidade, vigor [力, lì])

rén

dòng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

204

dì de

*sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) *Terra, terra, solo, espaço, território, mundo, campo, lugar, base, posição; terrestre, mundano; topográfico. *-mente; partícula usada para formar advérbios. (Ideograma: terra/solo [土, tǔ]) + também [也, yě] (parece representar água a cair de um funil)) também, igualmente. (Ideograma: pessoa [ 大 , dà] com água a escorrer dela — caracter emprestado pelo som) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) o quê?, como?, porquê?, qual?, onde? (Ideograma: homem [亻人, rén] + capaz de, mas, contudo [可, kě])

亥 夫

何 故

gù gǔ

hòu

gài

consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) espesso, espessura, profunda amizade; tratar gentilmente, generoso, substancial, considerável, pesado, profundo; grandemente; simpático, compreensivo, virtuoso. (Ideograma: rochedo [厂, hǎn] + Sol [旣, rì] + criança [子, zǐ] — poderá representar a ideia de uma generosidade do tamanho (ou com a solidez) de um rochedo) cobrir, esconder, pôr um selo; tampa, cobertura; agora, em seguida, mas; porque (uma partícula inicial); para, cerca de; (uma partícula indicando dúvida) talvez, possivelmente; construir, eregir; ultrapassar, exceder, gabarse, vangloriar-se. (Ideograma: erva [艹艸, cǎo] + juntar [盍, hé] (separação [去, qù] + tampa [皿, mǐn]))

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

205

wén wèn

shàn

qiāng

攝 者

shè

zhě

lù liù

detectar, ouvir, ficar a saber; ter ouvido; tornar conhecido, fazer saber, declarar, transmitir (mensagem, etc.); notado, ouvido, perceptível; reputação, fama, notoriedade, rumor; inquérito, audição; a uma distância a que se pode ouvir; pequeno; cheirar. (Ideograma: abertura/porta [門, mén] + orelha [耳, ěr]) *bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha) absorver, assimilar; tirar uma foto de; conservar-se (saúde); gerir, tomar, manter, lidar, assistir; representar (agir por), regular. (Ideograma: mão, palma da mão [扌手, shǒu] + sussurrar ao ouvido [聶, shè] (três ouvidos [耳, ěr]) (com uma função fonética)) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) *terra, continente; estrangeiro; por terra, transporte terrestre; praia, margem (lago). *seis (número bancário anti-fraude). (Ideograma: muro, continente [阝阜, fù] + monte de terra, terra [坴, lù] (árvore (modificada) [木, mù] + solo, terra [土, tū]) *a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) encontrar-se com, receber; como se é tratado; uma oportunidade, encontrar por acaso. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + macaco [禺, yù] (com cabeça 田 e rabo) rinoceronte fêmea. (Ideograma: um rinoceronte) violento, feroz, cruel; terrível, temível, violência, assassínio, criminoso, assassino; truculento, desumano. (Ideograma: mau [凶, xiōng] + pessoa [儿人, rén] – pessoa com uma cabeça má) tigre, feroz, selvagem, bravo, vigoroso.

xìng xíng

háng

遇 兕 兇

xiōng

虎 軍

jūn

(Ideograma: um tigre) exército, militar, armas, guerra, campanha militar. (Ideograma: veículo [車, chē] + cobrir algo [勹, bǎo] ou braço forte [力, lì])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

206

bèi pí

*colchão e cobertores; coberta, cobertura; espalhar; alcançar; colocado antes de verbo para mostrar uma voz passiva; por causa de, devido a; ser sujeito a. *usar (vestuário, etc.); abrir; dispersar, espalhar; fazer uma leitura rápida. (Ideograma: roupa [衤衣, yī] + pele, pêlo [皮, pí])

甲 兵

jiǎ

armadura, escudo; concha, carapaça (tartaruga); primeiro (ordem), chefe. (Ideograma: provavelmente, uma carapaça de tartaruga)

bīng

armas, armamento; soldado; uma força, um exército, militar, guerreiro, os militares, as tropas, guerra; atacar, lutar; ser hostil, ser marcial; estratégias, tácticas; uma peça do xadrez chinês, peão. (Ideograma: duas mãos segurando um machado [斤, jīn]) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa)

所 投 角

suǒ

tóu

atirar, dar um empurrão; oferecer, enviar, investir; concordar com, consentir. (Ideograma: mão, palma da mão [扌手, shǒu ] + acção [殳, shū] (mão [又,yòu] com instrumento) *ângulo, chifre de um animal, em forma de chifre, 0.1 yuan (moeda); direcção; canto; cabo, promontório. *papel (teatro), competir, vaso antigo com 3 pés, 3ª nota da escala pentatónica. (Ideograma: um chifre) usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer) *garra (das patas de animais). *garra, unha; agarrar; mãos que agarram; um controlo constante. (Ideograma: garras de animal) autocontrolo, paciência, tolerância; aparência, aspecto, expressão facial; compostura, forma, expressão, face, figura; conter; permitir, tolerar, aceitar, admitir, perdoar, perdão; abster-se, abstinência. (Ideograma: casa, telhado [ 宀 , mián] que contem algo que flui de uma abertura [谷, gǔ]). gume de espada, fio de lâmina, espada; lâmina, arma, ferramenta, equipamento, ponta. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] a pingar sangue)

jiǎo jué

yòng

爪 容

zhuǎ zhǎo

róng

rèn

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

207

Capítulo 51

五十一章
dào caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [ 心忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí])) *gado; animais domésticos; criatura irracional; *criar (animais, crianças); cuidar. (Ideograma: oculto, seda a ser tingida de preto, [玄, xuán] + campo, saco de ração atado por um fio [田, tián]) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [ 牛 , niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). forma, aparência, expressão, figura, tez; terreno, contorno; descrição; descrever; em comparação: mostrar; manifestar. (Ideograma: raios de Sol [ 彡, shān] + levantar com as duas mãos, ficar horizontal [幵开, jiān] (medir com dois compassos para comparar alturas)) influência, força, tendência, poder, vigor; as características naturais; situação, circunstâncias, sinais, gestos; genitais masculinos. (Ideograma: força, poder, habilidade, vigor [力, lì] + plantar, arte [埶, yì] (pessoa 丮 segurando uma árvore [木, mù] por cima da terra/solo [土, tǔ]) concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng]) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

shēng

zhī

chù xù

形 勢 成

xíng xing

shì shi

chéng

shì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

208
*

wàn

萬物 莫

wànwù

mò mù

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas». *não faças; não há ninguém que, não, não é, não pode; ninguém, nem um, nenhum; de modo nenhum; não ter; não é?; excepções. *crepúsculo, noite. (Ideograma: O Sol [旣, rì] desce sobre a relva [ 茻, mǎng])

(prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) homenagear, honrar, respeitar, venerar, reverenciar; estimar; honrado, honorável, nobre, estimado; respeitável; honra, dignidade, respeito; vaso antigo para vinho. (Ideograma; duas mãos [寷, cùn] oferecendo um vaso [酋, qiú]) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). benefício, estima, glorificação, honra, respeito, valor, moeda; ser estimado, altamente colocado, alta patente, honrado, distinto, caro, oneroso, valioso, precioso; estimar, prezar, apreciar, favorecer; tratar com respeito, considerar como tesouro, valorizar altamente; premiar; honradamente, respeitosamente, ou uma forma de tratamento formal denotando respeito. (Ideograma: mãos segurando dinheiro [ 貝 , bèi] (conchas presas num fio usadas como dinheiro)) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) vida, destino, mandato, ordens, comando; os decretos do Céu. (Ideograma: boca [口, kǒu] + ordem [令, lìng] – boca em cima [亼, jí] + pessoa de joelhos 卩)

尊 而

zūn

ér

guì

mìng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

209

cháng

rán

自然

zìrán

gù gǔ

cháng

zhǎng yù yō

育 亭 毒 養

eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu») assim; se for assim, assim mesmo, sendo assim; sim, correcto, verdade; permissão; certamente, realmente; mas, contudo; (ser) natural, real, verdadeiro; afirmar, aprovar, consentir; considerar verdadeiro; o mesmo que 燃: queimar, passar pela chama, coser, acender; chama, luz. (Ideograma: carne [肉, ròu] de cão [犭犬, quǎn]) no fogo [火灬, huǒ] — ideograma emprestado pelo som — o seu significado mais antigo é «cozinhar» ou «passar pela chama») por si assim, seguindo o seu próprio fluir natural. O conjunto formado por esses dois caracteres é usado pelos taoistas para exprimir o principio básico do Tao na sua evolução (o «por si mesmo assim» — a natureza espontânea própria dos seres). Hoje em dia, em chinês moderno são usados em conjunto para significar Natureza, natural. consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) *longo, persistente, perpétuo; eternamente, regularmente, constantemente, continuamente; completar, continuar, perdurar, persistir, sobreviver, prosperar, sobreviver; crescer, aumentar, avançar, tornar-se; persistência, duração, longevidade, maturidade, prosperidade; ponto forte. *sénior, velho; o mais velho, líder, chefe, comandante, presidente, superior; maturo, experiente, durável. (Ideograma: possivelmente representa cabelo longo) produzir, desenvolver, criar, educar, alimentar, nutrir, cuidar; dar à luz. (Ideograma: costelas, carne [月肉, ròu] + (一 sobre [厶, tū] ) criança [子, zǐ] invertida — dar à luz) cabine, pavilhão, quiosque, casa de jardim; erecto, sozinho em pé; magra e erecta (aspecto de uma senhora); exactamente durante. (Ideograma: parece ser um pavilhão ou quiosque) veneno, narcóticos, toxinas, droga; venenoso; malicioso; sol brilhante. (Ideograma: mãe, mulher [母, mǔ] + planta a crescer [生, shēng])

tíng

yǎng

criar (animais, filhos), nutrir, cuidar de, ter animais domésticos; tomar conta de, suportar; dar à luz. (Ideograma: cabra (cornos e orelhas) [羊, yáng] + comer [食, shí] (boca [亼, jí] sobre uma taça de arroz [癿, bī])) cobrir, proteger, esconder, ocultar; derramar, derrubar, perturbar, derrotar, destruir, conquistar; virar, colocar algo de cabeça para baixo; responder; investigar, examinar cuidadosamente; repetir; novamente, uma segunda vez. (Ideograma: regressar, renovar, voltar [復, fù] + tampa [覀, xià]) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

覆 有

yǒu

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

210

wéi

elefante

agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) depender de, contar com, esperar retorno, esperar, confiar, presumir que, ter como certo que. (Ideograma: mente/coração [心忄,xīn] + templo [寸, sì] (com uma função fonética) (sítio onde se chega [义止, zhī] e faz ofertas com a mão [寷, cùn])) presidir, administrar, governar, reger, gerir; abater, matar, talhar; chefe, oficial. (Ideograma: telhado, edifício [宀, mián] + difícil, trabalhoso [辛, xīn], que parece uma pessoa invertida e pode representar um criminoso, mas também se parece com o caracter antigo usado para interferir, intervir [干, gān], onde parece ser a representação de um pilão de almofariz) dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) preto, escuro, misterioso, escondido, oculto, místico, obscuro, profundo, secreto, hermético, subtil; preto, índigo; silencioso, meditativo; profundidade, mistério, subtileza; profundamente, misteriosamente, subtilmente. (Ideograma: seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] a ser tingida de preto)

恃 宰

shì

zǎi zì

wèi

xuán

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

211

Capítulo 52

五十二章
tiān dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

天 下 天下 有 始

xià

tiān xià yǒu

shǐ

wéi

elefante

início, começo, fonte, precursor; nascimento, génesis; primeiro, fresco, novo; depois, depois disto, então, logo que, daqui para a frente; começar, ser o primeiro, iniciar, originar; só então; renovar. (Ideograma; mulher [女, nǔ] + alegria [台, tái] (boca [口, kǒu] falando 厶); possivelmente, a alegria de uma mãe no nascimento de um filho) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) acreditar, pensar, considerar como, assumir (possivelmente erradamente); com via a fazer, para fazer. a mãe de uma pessoa; mãe em sentido figurado; mãe, matriarca; maternidade; denominador, chave, matriz, raiz, fonte, origem, aquilo que produz; ser maternal. (Ideograma: mulher [女, nǔ] com dois mamilos) como, agora que, na medida em que, desde que, uma vez que; já, de facto; então; tudo; acabar, completar; fim do acontecimento; ambos (tanto...como). (Ideograma: em frente a uma taça de arroz [癿, bī], um homem vira-se [旡, jì] – parecendo representar uma refeição que acabou.) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]).

以為 母

yǐ wéi mǔ

dé děi de

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

212

zhī zhì

復 守

ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) criança, filho, jovem, ovo, ser em crescimento, uma coisa pequena, a semente de; princípe, infante; descendentes, juventude; o quarto grau de nobreza, equivalente a um visconde, sendo também usado como um título denotando respeito usado para um homem virtuoso ou culto. É o segundo caracter em «Lao Tse» — [老子, lǎozǐ] — Velho Mestre). (Ideograma: uma criança — cabeça, dois braços e corpo) fazer outra vez, repetir, duplicar, renovar; voltar, regressar, regressar a um estado normal ou ao estado original; voltar-se; recurrente, vindo e indo; repetidamente, novamente; resposta a uma carta; recuperar; recuperação. (Ideograma: estrada [彳, chì] + ir para trás [复, fù] (pegada [夊, suī])) defender, proteger, manter, guardar, conservar, manter (uma coisa, um segredo, uma promessa, etc.); aderir a, manter-se leal a, agir de acordo com, esperar por; fortificação, posto, território; autocontrolo; ser guardado, estar sob guarda. (Ideograma:[ 宀 , mián] tecto, casa + [ 寷 , cùn] mão, medir com a mão, polegada) *(prefixo negativo para verbos) não ter; nenhum, nada, não, ainda não; negativo; *afundar, submergir, transbordar; desaparecer; passar para o esquecimento; nenhum; esgotado, exausto, eliminado, acabado, concluído; tirar propriedade a um outro, confiscar; morrer, morto. (Ideograma: água [水氵,shuǐ] + mão [又, yòu] a entrar num redemoinho [回, húi]) (o, um) ser, entidade, indivíduo, pessoa, personalidade, vida, status; corpo, tronco;, incarnação; eu, nós, a nossa pessoa; o nosso (corpo, ser, vida, eu); gravidez; fato; personificar, incorporar. (Ideograma: corpo (com barriga e pernas) a andar.) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) perigo, fim, limite; perigoso, pôr em perigo, precário; com medo, cansado; quase, provavelmente, só. (Ideograma: boca [口, kǒu] + falar [厶, tū] + ossos, esqueleto [歹, dǎi]) *bloquear (no ideograma, com terra [土 , tū]), selar, rolhar, obstruir, encher, apertar, interromper, abreviatura de Sérbia; não iluminado. *pistão, não iluminado, não progressista. *passagem estratégica, fronteira; fortaleza. (Ideograma: duas mãos bloqueiam a entrada de uma casa (telhado) [宀, mián] com terra [土 , tū]) trocar; converter, trocar em moedas (uma nota, um cheque); enfraquecer por adição de água, aguar; alegria, fala alegre. Este caracter é também frequentemente traduzido por «abertura» ou «passagem». (Ideograma: pessoa [人 , rén] ou separar [兪, bā] + boca [口, kǒu]) + falar 人) Antigamente, significava: sentir grande alegria. fechar, prender, obstruir. (Ideograma: porta [門 , mén] + agora mesmo [ 才 , cái]; ideograma antigo mostra duas mãos e uma porta com tranca)

shǒu

méi mò mù

shēn

殆 塞

dài

sāi sè sài

duì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

213

門 終

mén

abertura, porta, portão, válvula, interruptor, modo de fazer alguma coisa, hábito, família, casa, seita, classe, categoria. (Ideograma: uma entrada com duas portas de cada lado) fim, conclusão, morte, finalidade; concluído, duradouro, eterno, completo, feito; completar, levar até ao fim, morrer, falecer; no final, do fim; completamente, definitivamente, na verdade, afinal. (Ideograma: linha, seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] + Inverno [ 冬, dōng] — parece representar a ideia do fim de uma linha) durando toda a vida, até ao fim da vida. diligente, trabalhador; empenho, esforço, trabalho, labuta; com frequência, regularmente. (Ideograma: barro [堇, jǐn] (homem (com boca) em cima de um fogo [火, huǒ]) + forte [力, lì]) abrir; guiar, iniciar, começar; revelar, divulgar; afirmar, explicar; encontrar; expandir. (Ideograma: mãos unidas [廾, gǒng] levantando a tranca 一 e abrindo a porta [ 門, mén]) diversos, variados, numerosos; elegante e digno; ferry; atravessar um riacho; vau; completar, acabar, ter êxito; beneficiar, ajudar, aliviar. (Ideograma: água [氵水, shuǐ ] + campo de grãos [齊, zī] – um campo de grão ao pé de água, um vau num rio.) actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém) salvar, aliviar, ajudar, distribuir. (Ideograma: acção [攵, pū] + pedir ajuda [求, qiú] (mão saindo dos trapos de um mendigo)) *aparecer, ser visível, estar exposto; *ver, observar, percepcionar, apanhar num relance, espiar; entender, examinar, visitar, consultar, encontrar, receber (visitas, etc.), entrevistar, ter uma entrevista com; mostrar, revelar, manifestar, caminhar para uma determinada situação ou condição (como ficar pior, melhor, etc.); visão, ponto de vista, opinião; conscientemente; humilde, tímido, embaraçado, retirado. (Ideograma: olho [目, mù] em cima de pessoa [儿, rén]) pequeno, jovem, júnior, humilde, insignificante, menor, leve, diminuto, trivial, sem importância; feito de pedaços pequenos; mediania, pequenez, mediocridade; jornal tablóide; um pouco, poucos; por um curto espaço de tempo; diminuir, minimizar, encolher, tornar insignificante. (Nota: não implica algo de mau ou errado, mas sim, por vezes, de inferior). (Ideograma: uma linha que divide a meio e torna mais pequeno) falar, dizer, diz, disse, dizendo; declarar, chamar, designar, implicar, significar, ler, referir, comentar, sugerir, jurar, proferir; chamado, designado, referido, assim chamado; nomeadamente; deste modo, assim, e assim, por isso; por isso se (diz, chama); diz-se (que). (Ideograma: boca [口, kǒu] com língua) brilho, claridade, iluminação, luz, lucidez; percepção, discernimento, visão, acuidade visual; acordo, contrato; brilhante; claro, compreensível, consciente, óbvio, evidente, inteligente, esclarecido, esperto, inteligível, lúcido, puro, sagaz, visionário; afirmar, acordar (por oposição a dormir), ver, clarificar, esclarecer, explicar, iluminar, ilustrar, percepcionar, mostrar, entender; dia, alvorada, madrugada, próximo (dia ou ano), a dinastia Ming (1368-1644 d.C.). (Ideograma: Sol [旣, rì] + Lua [月, yuè]). flexibilidade, fraqueza, passividade (as características Yin); acomodar-se, ceder, submeter-se, tranquilizar; flexível, adaptável, macio, ágil, submisso, negativo, neutral, passivo, dobrável, tenro, tranquilo, fraco; erva nova a renascer na primavera (em botão), ró (letra grega ρ). (Ideograma: árvore [木, mù] que pode ser cortada por uma serra, lança [矛, máo])

zhōng

終身 勤 開

zhōng shēn qín

kāi

濟 事

shì shi diàn zhì

救 見

jiù jū jiū

xiàn jiàn

xiǎo

yuē

míng

róu

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

214

qiáng jiàng qiǎng

*forte, poderoso, vigoroso, violento; melhor; força, poder, vigor; *teimoso, inflexível, sem ceder. *forçar, esforçar-se, lutar. (Ideograma: arco [弓, gōng] + só, mesmo se [虽, qiáng]) usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer) luz, brilho, brilhante, brilhar, raios de luz, revelar, iluminar, exemplificar, glória, glorioso, honra, ficar exausto, ficar gasto, nu e despido.

yòng

guāng

(Ideograma: homem [儿, ér] carregando fogo [火灬, huǒ])

guī

regressar, regressar a casa, ir para uma casa nova; retornar; devolver (ao seu dono); pertencer; (dito de uma mulher) casar; prometer aliança; pertencer; atribuir; virar-se para; colocar ao cuidado de alguém; ser persuadido, capitular, tornar-se leal, mudar de lealdades, submeter-se. (Ideograma: seguir [追, zhuī] + (vassoura representando uma) esposa [帚, zhǒu] -um dos caracteres usados para «mulher casada» é [婦, fù], um caracter composto por mulher [女, nǔ] e vassoura [帚, zhǒu]) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») oferecer, dar um presente, ser deixado para, ser posto sobre; perder, perdido, coisas perdidas, restos, legado; omitir, esquecer, abandonar, legar, urinar; omissão por negligência, deixar (restos); abandonado, perdido, esquecido; algo deixado pelos mortos, área de sepulturas. (Ideograma: andar, movimento [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + valor, moeda (mãos com conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貴, guì]) infortúnio, desastre, calamidade; ferida, dano; regresso do espírito dos falecidos. (Ideograma: mal, ossos [歹, dǎi] + equilíbrio, mendigar, fim [央, yāng] (homem [ 大, dà] carregando o peso de duas cargas numa vara 冂) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

yí wèi suí

殃 是 襲

yāng

shì

vestido, fato; vestir; repetir; hereditário, herdar; atacar de surpresa, apropriarse; unir, ficar de acordo com; duplicar, repetir, plagiar; duplo. (Ideograma: vestir-se [ 衣 , yī] como um dragão, imperador [ 龍 , lóng] (que parece representar um rei e um dragão)). aprender, receber formação em; familiarizar-se com, praticar, ensaiar, seguir, repetir, duplicar; familiar. (Ideograma: penas, asas [羽, yǔ] + Sol [旣, rì] — voar por cima do Sol — aprender (a voar)) eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido)

cháng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

215

Capítulo 53

五十三章
shǐ *agir, aplicar, causar, empregar, entregar-se livremente a, ter prazer em, encorajar, fazer, usar; dizer a alguém para fazer uma coisa, enviar, ordenar a um emissário, enviar numa missão, enviar como pessoal diplomático; mensageiro, emissário diplomático; se, supondo que. *ser nomeado como emissário diplomático, ser um embaixador de, emissário, um ministro. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + [吏, lì, shì] (uma mão 又 em baixo com um pincel escrevendo o que se diz 口 — funcionário público) — diplomata) eu, a mim, me, o meu, nós, nosso; auto-; mim mesmo. (Ideograma: mão [手, shǒu] + alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē]; antigamente, parecia representar um instrumento qualquer, possivelmente uma forquilha)

使

shì

jiè gà

estar no meio, entre, entrepor, introduzir; vertical (dito de carácter), honrado; antecessor; arauto; ajudar; beneficiar; levar a sério; muito pequeno; usar armadura; animal aquático com concha; concha; mostardeira. (Ideograma: uma pessoa [人, rén] entre dois limites [兪, bā])

rán

有 知

yǒu

assim; se for assim, assim mesmo, sendo assim; sim, correcto, verdade; permissão; certamente, realmente; mas, contudo; (ser) natural, real, verdadeiro; afirmar, aprovar, consentir; considerar verdadeiro; o mesmo que 燃 : queimar, passar pela chama, coser, acender; chama, luz. (Ideograma: carne [肉, ròu] de cão [犭犬, quǎn]) no fogo [火灬, huǒ] — ideograma emprestado pelo som — o seu significado mais antigo é «cozinhar» ou «passar pela chama») ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

zhī zhì

xìng xíng

háng

dài

saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) *a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) *grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

216

dào

wéi wěi

迤 是 畏

yǐ tuō yí

caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [ 辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) *só, sozinho, solitário, único; estar só, juntar num só, segurar juntos; só na medida em que, desde que, só, meramente; e, com, mas; -ismo. *sim, um (pronto, definitivo e simples) sim; prontamente, simplesmente, somente, verdadeiramente; responder (directamente, prontamente); dizer sim, anuir; resposta, consentimento; eco; sim ou não (usados como resposta); ser simples. (Ideograma: boca [口, kǒu] + pássaro [隹, wéi] (com uma função fonética)) desviar, perder o caminho, fazer desvio, andar às curvas, vaguear, andar em direcção a; distracção. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + para além disso [也, yí]) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

shì

wèi

apreenção, terror, medo, respeito; temível, aterrador, majestoso; com medo, com medo de; ter medo, ter pavor, temer, ter reverência, respeitar; grande reverência. (Ideograma: homem com cara de diabo e com um pau) em grande medida, consideravelmente, extremamente; tão, muito, num alto grau; mais (importante) do que; excedendo o esperado, excessivo. (Ideograma: dizer (boca falando) [曰, yuē] + igualar, um elemento de um par [ 匹, pǐ]) antigas tribos bárbaras a leste da China; tribos estrangeiras, bárbaros, estrangeiros; exterminar, destruir, fazer uma razia, eliminar, matar; lesões, feridas; com facilidade; pacífico, nivelado, raso, liso, ordinário, invisível, obscurecido; ferido; alisar; seguro; notas, aulas; comum, ordinário. (Ideograma: pessoa [人, rén] com um arco [弓, gōng] ou pessoa vestida com trapos e não vestidos cozidos; antigamente, significava: estrangeiro) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) *bom, bem, próprio, bom para, fácil de, sufixo indicando completar. *estar contente com, adorar fazer, querer fazer, favorecer. (Ideograma: mulher [女, nǔ] + filho [子, zǐ]) (Nota: 你好, nǐ hǎo – (tu + bom) – é a forma usual de dizer «Bom dia», «Olá!»)

shèn shén shé shí

ér

rén

hǎo hào

徑 朝

jìng

caminho estreito, atalho; diâmetro; decidir e proceder (fazer alguma coisa, etc.) sem receber ordens; directo; já? (implicando surpresa). (Ideograma: estrada [彳, chì] + correntes de água subterrâneas [坙巠, jīng]) *aurora, manhã, cedo; dia. *assembleia presidida por um soberano, corte imperial, corte real, residência real; dinastia, reinado; ir à corte imperial; enfrentar; peregrino, peregrinação; em direcção a. (Ideograma: aurora, o Sol levanta-se [倝, gàn] por cima de um barco [舟, zhōu])

zhāo cháo

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

217

chú

田 蕪 倉 虛 服

tia

eliminar, remover, livrar-se de, pôr de lado, deitar fora, limpar o interior; aniquilar, destruir; ser nomeado para um posto oficial; subtrair, dividir, divisão, divisível (matemática); deduzir; para além de, além de, salvo, a menos que, excepto; mudança (como para um novo ano). (Ideograma: muro [阝阜, fù] + eu (formal) [余, yú] (parece ser uma boca e uma árvore) terra agrícola, terra cultivada, camplo, terra arável, campo de arroz; ir caçar. (Ideograma: um campo de arroz com canais de irrigação)

cāng

sobrecrescimento, crescimento luxuriante de ervas daninhas, crescimento vigoroso, selvagem, daninha, negligenciada (terra); vegetação degradada ou podre; confuso, misturado, em desordem; lixo, resíduos. (Ideograma: erva [艹艸, cǎo] + sem, nada [無, wú]) celeiro, armazém; cabina de navio; mar.

(Ideograma: possivelmente, comida [食, shí] dentro de um recinto [囗, wéi]) vazio, oco, vão, desocupado; falso, inútil, irreal, enganador; improcedente, infundado; humilde, modesto, fraco, débil; abstracto, sem forma. (Ideograma: tigre [虍, hū] + colina [丘, qiū]) — a colina do tigre, um sítio vazio)

wén

roupas, vestidos, fatos; vestir; obedecer, ser subjugado, subjugar, submeter-se, ser convencido, ceder, admitir, aceitar, consentir, estar acostumado a; esconder-se, deitar-se, agachar-se, embuscar; servir; serviço, tomar (remédio); uma dose (remédio); luto; expressar pena. (Ideograma: barco [舟, zhōu] + regra (mão e selo oficial) [服-月,fú] – guiar, obedecer) (服光 – fúguāng – «absorver a luz» (ou «vestir-se de luz»), uma prática energética taoista) composição literária, artigo, escrito, escritura, caracter, texto; linguagem; literatura, cultura, educação; ritual formal; literário, elegante, cultivado, civilizado, cortês, urbano, letrado, polido; suave, leve; pintar, encobrir, ocultar, ignorar; alguns fenómenos naturais. (Ideograma: uma tatuagem no peito, debaixo da roupa) seda de cor variegada; variegado, colorido, ornamentado. (Ideograma: fios de seda [糸, mì] de cores claras [采, cǎi]) cinto, banda, fita, corda, gravata; usar à cintura ou no cinto, trazer consigo; liderar (o caminho, tropas, etc.). (Ideograma: cinto, cintura e roupa inferior) lucro, ganho, vantagem; benefício, mérito, utilidade; beneficiar, beneficiado; (ser) vantajoso, benéfico, melhor, favorável, meritório, astuto, esperto, cortante, incisivo; recompensado por; formação, fruição; explorar, colher, aproveitar, fazer por optimizar. (Ideograma: colher cereais [禾, hé] com uma faca [刀刂, dāo]) espada (de dois gumes); punhal, sabre. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] + todos [僉, qiān, xiān] — boca em cima [亼, jí] falando com dois outros [兄, xiōng] (boca [口, kǒu] + pessoa [儿人, rén]))

綵 帶 利

cǎi dai


jiàn

yà yàn

detestar, rejeitar, não gostar, odiar; ficar cansado de; alimentar até ficar cheio; um excesso (de comida, etc.), saciado. Antigamente, significava: esmagar, comprimir. (Ideograma: o oposto [厂反, fǎn] de saciado [猒, yàn] ou empilhar rochedos [ 厂, hǎn] até ficar cheio [猒, yàn]; mas antigamente o caracter não continha o caracter 厂 , mas apenas 猒, que representa um cão [犬, quǎn] com carne [月 肉, ròu] na boca [曰, yuē]) (Hoje há [壓,yā] que significa esmagar, comprimir (composto por: [厭, yàn] + terra/solo [土, tǔ] = esmagar com terra), [饜, yàn] que significa saciar-se até ficar cheio (composto por: [厭, yàn] + comer [食, shí]), [魘, yǎn] que significa pesadelo (composto por: [厭, yàn] + monstro, fantasma [鬼, guǐ]) e [黶, yǎn] que significa ponto negro, borbulha (composto por: [厭, yàn] + preto [黑, hēi])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

218

飲 食 負 貨 有 餘

yǐn

shí

dar de beber a animais beber, beber, beber vinho; bebidas; engolir (insulto, perigo, etc.); ser atingido (por uma bala, uma seta , etc.) (Ideograma: comer [食, shí] + ter em falta, homem soprando ou comendo [欠, qiàn]) comer; refeição, comida, alimento, subsistência; vida; salário. (Ideograma: uma boca [亼, jí] sobre uma taça de arroz [癿, bī]) riqueza, valores, dinheiro; enriquecer, melhorar, adicionar a. (Ideograma: dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro) [貝, bèi] + crescer, desabrochar [才, cái])

cai

huò

mercadorias, produtos, dinheiro, moeda, propriedade; frete, carga; vender, subornar; suborno; usado como um termo insultuoso. (Ideograma: trocar, converter [化, huà] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi]) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

yǒu

是 謂

shì

abundante, amplo, excessivo, empilhado, armazenado; extra, remanescente, restante, resto, excedente, excesso; mais do que suficiente, superabundante, supérfluo; abundância, pilha; consequências, balanço; sobreviver, manter-se, ainda existir por haver em excesso; armazenar; o último de; complemento de um número; impar; depois. (Ideograma: comer [食, shí] (boca [亼, jí] sobre uma taça de arroz [癿, bī]) + eu, a minha pessoa (em discurso formal) [余, yú] — parece uma boca e uma árvore) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

wèi

盜 夸

dào

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) roubar, apropriar-se indevidamente; ladrão, bandido. (Ideograma: homem a cuspir [次, cì] num vaso/prato/contentor [皿, mǐn] – uma jura entre ladrões). bem parecido, elegante, extravagante, luxuoso, pomposo, agradável; forma simplificada de [誇, kuā] – vangloriar-se, exagerar, gabar, elogiar, armar-se; elogios; grande; exagero, convencido. (Ideograma: um homem [大, dà] que se gaba em frente ao altar [于, yú])

kuā qù kuà kuǎ

fēi fěi

nenhum, não, negativo, sem, com nenhum, de modo nenhum; in-, des-; não ser; falhas, erros, males; objectar, refutar, censurar, culpar; considerar como errado; errado; não significa; não é errado?; diminutivo para a África. (Ideograma: as asas opostas de um pássaro – um grou; ou asas quebradas, que não funcionam) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [ 辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu])

dào

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

219

zāi

e, também, como, até mesmo, se, só, ainda, quando, enquanto, com, ou, para além disso; assim mesmo; um pouco, completamente, inteiramente, especialmente, na verdade; uma exclamação; (em chinês clássico) partícula final servindo de cópula; uma pausa (que denota o fim de um pensamento ou uma pausa para dar ênfase a uma palavra ou frase). (Ideograma: possivelmente, água a cair de um funil ou bacia) partícula exclamativa ou interrogativa; aqui, na verdade, de facto; agora, presentemente, neste dia; admiração, surpreza, espanto; começar; certamente, enfaticamente, realmente, certamente, verdadeiramente; fará ...?; de modo nenhum!; quanto.. .! (Ideograma: lança, alabarda [戈, gē] + boca [口, kǒu] + talento [才, cái] )

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

220

Capítulo 54

五十四章
*bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha) construir, erigir, estabelecer, erguer, fundar, fazer surgir; propor, sugerir. (Ideograma: pessoa sentada [尸, shī] + andar, pé [止, zhǐ] + [聿, yù] (mão [又 , yòu] escrevendo com um pincel)

shàn qiāng

建 者

jiàn

zhě

pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) puxar para cima, tirar para fora; retirado, densenraizado; seleccionar, promover. (Ideograma: mão [手, shǒu] + cão [犬, quǎn] — puxar um cão pela trela)

拔 抱 包

bào

bāo

agarrar, carregar (nos braços), abraçar, rodear, acarinhar, aceitar, guardar, proteger, esconder; possuir; ambição, aspiração; abraço; (Ideograma: mão [手, shǒu] + embrulhar, cobrir [包, bāo] — criança, embrião [已, yǐ] num útero?) embrulhar, cobrir. (Ideograma: cobrir uma criança , embrião [已, yǐ] no útero?)

tuō

tirar, retirar, escapar, sair de, cair (folhas).

孫 子孫 以

sūn

zǐ sūn yǐ

criança, filho, jovem, ovo, ser em crescimento, uma coisa pequena, a semente de; princípe, infante; descendentes, juventude; o quarto grau de nobreza, equivalente a um visconde, sendo também usado como um título denotando respeito usado para um homem virtuoso ou culto. É o segundo caracter em «Lao Tse» — [老子, lǎozǐ] — Velho Mestre). (Ideograma: uma criança — cabeça, dois braços e corpo) neto, descendente; posteridade, linhagem. (Ideograma: criança [子, zǐ] + linha, fio (representado por uma dobadoira [系, xì] familiar) descendentes, posteridade.
*

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

221

sacrifício, culto, homenagem através de um rito ou serviço; fazer ofertas, venerar, exercer.

祀 輟 修

(Ideograma: pondo carne [肉, ròu] no altar [示, shì ] com uma mão [又, yòu]) sacrifício; culto; oferecer sacrifícios a. (Ideograma: altar [礻示, shì] + [巳, sì] (não 已 ou 己) — provavelmente uma cobra) parar, suspender, cessar; descansar; remendar. (Ideograma: veículo, liteira [車, chē] + suspenso por mãos [叕, zhuó])

chuò

xi

zhī

shēn

decorar, embelezar, reparar, regular, cultivar, desenvolver, restaurar, construir, estudar, escrever. (Ideograma: [攸, yōu] atravessar um rio (agarrar com a mão [攵攴, yòu] um pau e atravessar um rio (dantes, usava-se água [氵水, shuǐ] agora 亻)) + [彡, shán] raios de Sol, tábuas de bambu para escrever) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) (o, um) ser, entidade, indivíduo, pessoa, personalidade, vida, status; corpo, tronco;, incarnação; eu, nós, a nossa pessoa; o nosso (corpo, ser, vida, eu); gravidez; fato; personificar, incorporar. (Ideograma: corpo (com barriga e pernas) a andar.) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [心忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí])) então, como consequência, é então, então será, e então, só então; mas, e ainda, se, contudo; ser; tu, o teu. (Ideograma: prenhe de — ventre e seios de mulher grávida)

乃 真

nǎi

zhēn

verdadeiro, real, factual, genuíno; substancial; realmente, de verdade, claramente; a maior sinceridade que podemos demonstrar; verdade, facto, substância. (Ideograma: possivelmente, ver se uma mesa [兀, wù] está direita [直, zhí] ou firme [貞, zhēn])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

222

jiā

lar, casa, residência, agregado familiar, família, doméstico, mobília; especialista. (em qualquer ramo da arte ou ciência); escola; escola de pensamento. (Ideograma: porco [豕, shǐ] sob um tecto [宀, mián] — ter um porco em sua casa era considerado um símbolo de riqueza, na antiga China.) abundante, amplo, excessivo, empilhado, armazenado; extra, remanescente, restante, resto, excedente, excesso; mais do que suficiente, superabundante, supérfluo; abundância, pilha; consequências, balanço; sobreviver, manter-se, ainda existir por haver em excesso; armazenar; o último de; complemento de um número; impar; depois. (Ideograma: comer [食, shí] (boca [亼, jí] sobre uma taça de arroz [癿, bī]) + eu, a minha pessoa (em discurso formal) [余, yú] — parece uma boca e uma árvore) *campo (por oposição à cidade), rural, unidade administrativa que inclui várias aldeias, aldeia, vizinhança, comunidade; o sítio onde se nasceu; *guiar, dar orientações, aproximar-se, inclinar-se para; dar conselhos. (Ideograma: campo, aldeia [乡, xiāng] + grão, cereal [癿, bī] + cidade [阝邑, yì] (edifícios 口 e pessoas subservientes 卩)); no ideograma antigo, mostra-se grão entre duas cidades — uma região entre duas cidades que produz comida) *longo, persistente, perpétuo; eternamente, regularmente, constantemente, continuamente; completar, continuar, perdurar, persistir, sobreviver, prosperar, sobreviver; crescer, aumentar, avançar, tornar-se; persistência, duração, longevidade, maturidade, prosperidade; ponto forte. *sénior, velho; o mais velho, líder, chefe, comandante, presidente, superior; maturo, experiente, durável. (Ideograma: possivelmente representa cabelo longo) estado, país, nação. (Ideograma: intersecção, ramo de planta [丰, fēng] + cidade [阝邑, yì] (edifícios 口 e pessoas subservientes 卩)

xiāng xiàng

cháng

zhǎng bāng

邦 豐 天 下 天下 普 故

fēng tiān

abundante, próspero, luxuriante; muito, grande. (Ideograma: um vaso cheio de plantas) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. geral, popular, ubíquo, em todo o lado, universal, vasto. (Ideograma: Sol [旣, rì] + igual [並 竝, bìng] (dois homens iguais))

xià

tiān xià pǔ

gù gǔ

guān

consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古 , gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) ver, observar, considerar, compreender, contemplar, inspeccionar, estudar, apreender; vista; aparência; compreensão, observação, percepção, perspectiva; paisagem; vista; exibir; um ponto de vista, uma ideia; templo ou santuário taoísta (um ponto de «observação» do mundo e do Tao). (Ideograma: ver [見, jiàn] como uma cegonha [鸛, guàn]) eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

223

何 知

o quê?, como?, porquê?, qual?, onde? (Ideograma: homem [亻人, rén] + capaz de, mas, contudo [可, kě])

zhī zhì

rán

zāi

saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) assim; se for assim, assim mesmo, sendo assim; sim, correcto, verdade; permissão; certamente, realmente; mas, contudo; (ser) natural, real, verdadeiro; afirmar, aprovar, consentir; considerar verdadeiro; o mesmo que 燃: queimar, passar pela chama, coser, acender; chama, luz. (Ideograma: carne [肉, ròu] de cão [犭犬, quǎn]) no fogo [火灬, huǒ] — ideograma emprestado pelo som — o seu significado mais antigo é «cozinhar» ou «passar pela chama») partícula exclamativa ou interrogativa; aqui, na verdade, de facto; agora, presentemente, neste dia; admiração, surpreza, espanto; começar; certamente, enfaticamente, realmente, certamente, verdadeiramente; fará ...?; de modo nenhum!; quanto.. .! (Ideograma: lança, alabarda [戈, gē] + boca [口, kǒu] + talento [才, cái] ) assim, deste modo, como resultado disto, se é assim, neste caso; isto, estes, destes; aqui, agora, aqui e agora, o presente, isto (o auto-evidente). (Ideograma: pé, pegada [止, zhǐ] + [匕, bǐ] (homem rodado) — parar e voltar-se para trás ou um homem 匕 mantendo-se 止 no seu lugar — isto)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

224

Capítulo 55

五十五章
hán suportar, guardar, conter, acarinhar, envolver, incluir, manter na boca, chupar (na boca sem mastigar). (Ideograma: boca [口, kǒu] + agora [今, jīn]) virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [ 心忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí])) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) espesso, espessura, profunda amizade; tratar gentilmente, generoso, substancial, considerável, pesado, profundo; grandemente; simpático, compreensivo, virtuoso. (Ideograma: rochedo [厂, hǎn] + Sol [旣, rì] + criança [子, zǐ] — poderá representar a ideia de uma generosidade do tamanho (ou com a solidez) de um rochedo) *(partícula usada para comparação) comparar, contrastar; gesticular com as mãos, rácio; comparável, análogo, similar. É também usado como uma abreviatura para Bélgica (比利時, Bǐlìshí). *associar-se a, estar perto. (Ideograma: duas pessoas [人, rén] juntas) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) vermelho, escarlate, despido, nu, sincero, leal. (Ideograma: grande [土大, dà] + fogo [火, huǒ]) criança, filho, jovem, ovo, ser em crescimento, uma coisa pequena, a semente de; princípe, infante; descendentes, juventude; o quarto grau de nobreza, equivalente a um visconde, sendo também usado como um título denotando respeito usado para um homem virtuoso ou culto. É o segundo caracter em «Lao Tse» — [老子, lǎozǐ] — Velho Mestre). (Ideograma: uma criança — cabeça, dois braços e corpo) veneno, narcóticos, toxinas, droga; venenoso; malicioso; sol brilhante. (Ideograma: mãe, mulher [母, mǔ] + planta a crescer [生, shēng])

含 德

zhī

hòu

bǐ bì

赤 子

chì

毒 蟲 不

chóng

um animal, um invertebrado, insectos, répteis, um verme.

(Ideograma: três insectos ou cobras ou animais pequenos [虫, chóng]) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一))

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

225

shì zhē

picar (com o ferrão), envenenar, morder; praga; insecto venenoso, escorpião. (Ideograma: insecto [虫, chóng] + vermelho, escarlate [赤, chì] + acção [又 ,yòu] (mão segurando uma ferramenta — um ferrão)) feroz, selvagem, cruel, violento, severo; de repente, abrupto. (Ideograma: cão [犭犬, quǎn] + criança [子, zǐ] a ser lavada numa bacia [皿, mǐn]) besta, animal selvagem, animal, quadrúpede. (Ideograma: animal [嘼, shòu] + cão [犭犬, quǎn])

猛 獸 據 攫 鳥 摶 骨 弱 筋 柔

měng

shòu

jù jū jǐ

receber, contar com, depender de; ocupar, tomar posse de, agarrar, apanhar; de acordo com, com base em; prova; evidência, provas. (Ideograma: agarrar com a mão [扌手, shǒu] um javali [豦, jù] — (um porco [豕, shǐ] como um tigre [虎, hǔ]) capturar, agarrar, rapinar (como um raptor ou predador); de rapina (pássaro ou animal). (Ideograma: mão, palma de mão [扌手, shǒu] + capturar [矍, jué] ([olhos [目, mù] de pássaro [隹, zhuī]) + mão [又, yòu]) pássaro, pássaros. (Ideograma: um pássaro)

jué juè qué

niǎo

tuán guā

descer e capturar, lutar mão a mão; agarrar, prender. (Ideograma: mão [扌手, shǒu] + pequeno (uma mão medindo (ou agarrando) com os dedos) [寷, cùn] + origem [甫, fǔ] (planta 屮 crescendo num campo [ 田, tián]) osso, estrutura (de edifício, veículo, etc...). (Ideograma: osso [冎, guǎ] com carne [月肉, ròu]) fraco, frágil, delicado, jovem; fraqueza; ceder, relaxar, enfraquecer; tratar ou considerar fraco. (Ideograma: duas asas com penas, a parte mais frágil de um pássaro)

ruò

jīn

róu

ér

握 固

músculo, tendão, veias saídas na pele, fibras de plantas parecidas com tendões; forte. (Ideograma: tendões, tiras de bambu [竹, zhú] + costelas [肋, lèi] (carne [月 肉, ròu] + força, braço forte [力, lì])) flexibilidade, fraqueza, passividade (as características Yin); acomodar-se, ceder, submeter-se, tranquilizar; flexível, adaptável, macio, ágil, submisso, negativo, neutral, passivo, dobrável, tenro, tranquilo, fraco; erva nova a renascer na primavera (em botão), ró (letra grega ρ). (Ideograma: árvore [木, mù] que pode ser cortada por uma serra, lança [矛, máo]) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). apertar mãos, agarrar, segurar, restringir; uma mão cheia. (Ideograma: mão, palma da mão [扌手, shǒu] + lugar onde se pára e se senta [屋, wū] (pessoa sentada [尸, shī] + parar, chegar a [至, zhì] (uma seta [矢, shǐ] espetada no chão)) tornar-se sólido, solidificar, fortalecer; assegurar; consolidar; estável, firme, robusto, decidido, teimoso, crónico; básico, ignorante; originalmente, certamente, seguramente, firmemente, teimosamente; admite-se que sim; na verdade. (Ideograma: antigo, há muito tempo [古, gǔ] dentro de espaço vedado [囗, wéi].)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

226

未 知

wèi

ainda não, não agora, agora não; menos do que, falho de; antes de; sem, incompleto; ainda não estar pronto para; nunca, nunca será; incompletamente; negação, -in; período da uma às três da tarde. (Ideograma: uma árvore [木, mù] em que os botões ainda não floresceram) saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) fêmea de uma espécie, fêmea de um animal; órgãos reprodutivos de uma fêmea. (Ideograma: vaca [牜牛, niú] + colher, panela [匕¸ bǐ] , que, em versões mais antigas, poderá ter representado os órgãos reprodutivos de uma fêmea) macho de um animal quadrúpede; macho, masculino. (Ideograma: vaca [牜牛, niú] + solo [土, tū] (figura de objecto crescendo através da terra que, em versões mais antigas, poderá representar os órgãos reprodutivos de um macho.) *ajustar-se, juntar-se, combinar, juntar, unir, fechar; harmonia, par, partilhado, nota musical chinesa. *100 ml; medida para grão. (Ideograma: uma boca invertida [亼, jí] falando para outra boca [口, kǒu) perfeito, completo, todo, total, intacto, inteiro, tudo; preservar, completar.

zhī zhì

pìn

mǔ mǒu

合 內 作

hé gě

quán

(Ideograma: jade [玉, yù] sendo guardado num abrigo) zuò zuo *agir, fazer, obra (de escritor, etc.); activar, estimular, aparecer, erguer-se, emergir, tornar-se, criar, compôr, escrever, trabalhar; inventar, fingir, afectar, sentir; actividade, composição, criação, trabalho, escrita. *oficina pequena; gesto chinês feito com as mãos juntas subindo e descendo; cair numa armadilha. *ingredientes de uma receita; saladas, molhos; abusar, desperdiçar; permitido; estar de bom espírito; na moda; ter consideração; talvez, provavelmente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] que de repente [乊, zhà] fica activa) essência de, essencial, subtil; espírito, a Essência, sémen, esperma, energia; fino e delicado, requintado, dedicado; intensivo, muito, extremamente, completamente; esperto, vivo, inteligente, qualificado; especializar-se em; duende, espírito; demónio; arroz polido; arroz não misturado. (Jīng é o sopro vital terrestre, uma forma de chi [氣, qí] que se manifesta nos fluidos sexuais) (Ideograma: grão [米, mǐ] + verde [青靑, qīng] (erva em volta de um poço)) atingir, chegar a, alcançar; auge, zénite; solstício, ponto mais alto; muito, extremamente, até; para; usado para indicar o grau superlativo. (Ideograma: uma seta [矢, shǐ] atirada que chegou ao solo [土, tū] )

zuó

jīng

至 义至 也

zhì dié

zhī zhì yě

extremamente. e, também, como, até mesmo, se, só, ainda, quando, enquanto, com, ou, para além disso; assim mesmo; um pouco, completamente, inteiramente, especialmente, na verdade; uma exclamação; (em chinês clássico) partícula final servindo de cópula; uma pausa (que denota o fim de um pensamento ou uma pausa para dar ênfase a uma palavra ou frase). (Ideograma: possivelmente, água a cair de um funil ou bacia) fim, conclusão, morte, finalidade; concluído, duradouro, eterno, completo, feito; completar, levar até ao fim, morrer, falecer; no final, do fim; completamente, definitivamente, na verdade, afinal. (Ideograma: linha, seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] + Inverno [冬, dōng] — parece representar a ideia do fim de uma linha)

zhōng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

227

旣 號

sol, dia, diariamente, todos os dias; abreviatura de Japão; japonês; tempo; dia (não noite; de dia). (Ideograma: o Sol)

háo hào

*chorar, rugir, uivar; persuadir gradualmente ou através de lisonja. *número (ordinal), numérico, dia do mês (data); título, nome, sufixo usado depois do nome de um navio; marca, sinal; uma loja. (Ideograma: gritar [号, hào] como um tigre [虎, hǔ]) *rouco; som irritante; ficar rouco. *exclamação (ah!), interjeição pedindo repetição ou clarificação (ãh?). (Ideograma: boca [口, kǒu] + cabeça [首, shǒu] + mão [攵, yòu) *harmonia, paz, conciliação, rima, concordância; harmonioso, simpático, pacífico, calmo; juntamente com, com, e; soma; agregado; do Japão; *corresponder, ser afável, harmonizar, reconciliar, concordar com, usar as proporções correctas, empatar; responder, responder cantando; compôr um poema para responder; *completar um jogo de cartas ou de mahjong; *suave; quente; *misturar com, fundir. (Ideograma: boca [口, kǒu] + grão, cereal [禾, hé]; ideograma alternativo: [ 龢, hé], composto por: flauta de pan [龠, yào] (boca soprando 亼 numa flauta com buracos 口) + grão, cereal [禾, hé]) falar, dizer, diz, disse, dizendo; declarar, chamar, designar, implicar, significar, ler, referir, comentar, sugerir, jurar, proferir; chamado, designado, referido, assim chamado; nomeadamente; deste modo, assim, e assim, por isso; por isso se (diz, chama); diz-se (que). (Ideograma: boca [口, kǒu] com língua) eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) brilho, claridade, iluminação, luz, lucidez; percepção, discernimento, visão, acuidade visual; acordo, contrato; brilhante; claro, compreensível, consciente, óbvio, evidente, inteligente, esclarecido, esperto, inteligível, lúcido, puro, sagaz, visionário; afirmar, acordar (por oposição a dormir), ver, clarificar, esclarecer, explicar, iluminar, ilustrar, percepcionar, mostrar, entender; dia, alvorada, madrugada, próximo (dia ou ano), a dinastia Ming (1368-1644 d.C.). (Ideograma: Sol [旣, rì] + Lua [月, yuè]). aumentar, avançar, adicionar a, beneficiar, enriquecer, expandir, encher, crescer, lucrar, reforçar; vantagem, excesso; útil, transbordante; adicionalmente, mais, ainda mais, cada vez mais; aumento, benefício, ganho, valor; benéfico, lucrativo, vantajoso. (Ideograma: água [水, shuǐ] + vaso, prato, contentor [皿, mǐn] — parece representar água transbordando de uma panela) viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) auspicioso, propício, favorável, um presságio de mudança resultante de um ritual de oferta de ovelhas; boa sorte, bom augúrio. (Nota: este ideograma é hoje considerado como significando algo de auspicioso, mas há um dicionário chinês antigo que diz que significava dantes «um mau espírito».) (Ideograma: altar [礻示, shì] + ovelha, cabra [羊, yáng] (cornos, orelhas e pernas de uma cabra) — sacrifício auspicioso)

嗄 和

shà gā hé hè hú huó huò

yuē

cháng

míng

yì yí

shēng

xiáng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

228

xīn

使

shǐ

shì

qiáng jiàng qiǎng

coração, mente, a sede da personalidade, consciência, razão, pensamento, vontade; afecto, desejo, disposição, emoção, sentimento, ideia, intenção, natureza moral, motivo; ideia, ambição; núcleo, meio, centro, dentro; constelação chinesa, correspondente à constelação de Escorpião. (Ideograma antigo: poderá graficamente representar o coração, os pulmões (ou o sexo masculino...) *agir, aplicar, causar, empregar, entregar-se livremente a, ter prazer em, encorajar, fazer, usar; dizer a alguém para fazer uma coisa, enviar, ordenar a um emissário, enviar numa missão, enviar como pessoal diplomático; mensageiro, emissário diplomático; se, supondo que. *ser nomeado como emissário diplomático, ser um embaixador de, emissário, um ministro. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + [吏, lì, shì] (uma mão 又 em baixo com um pincel escrevendo o que se diz 口 — funcionário público) — diplomata) espírito, sopro, força vital, espírito vital, moral (confiança, determinação); ar, gás, vapor, respiração; influência; cheiros, odores; estar zangado, ter raiva, insultar; maneira, atitude; provocar, aborrecer, zangar; tempo meteorológico. (Ideograma: ar, sopro, homem soprando [气 qì] + arroz [米, mǐ] a coser). Este é o ideograma para o sopro ou respiração vital, um fluxo energético misterioso mas material que dá vida a todos os fenómenos. Quando ele se acumula, aparece a vida; quando se dissipa, ocorre a morte. Há quem lhe chame a «força da matéria» ou o «sopro do vazio». *forte, poderoso, vigoroso, violento; melhor; força, poder, vigor; *teimoso, inflexível, sem ceder. *forçar, esforçar-se, lutar. (Ideograma: arco [弓, gōng] + só, mesmo se [虽, qiáng]) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛 , niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). grande, forte, robusto, vigoroso, saudável, crescido demais, corpulento; fortalecer, tornar melhor; o melhor período da nossa vida; o oitavo mês lunar. (Ideograma: cama, mesa [爿, qiáng] + homem [士大, shì] +) *partícula indicando consequência (geralmente depois de uma suposição) ou uma razão: então, como resultado, como regra, consequentemente, de isso, desse modo, necessariamente, normalmente, por essa razão, por isso; nesse caso; *uma lei, regra, critério, norma, padrão, princípio; *imitar, seguir; *(partícula exprimindo contraste com frase anterior:) mas, contudo, no entanto, caso contrário. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] que separa dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] segundo uma regra) velho, idoso, experiente, venerável; pais; do passado, antiquado; sempre, constantemente; muito; tratar com reverência; o mais novo; uma partícula usada antes do apelido de uma pessoa ou de um numeral indicando a ordem de nascimento das crianças numa família ou ou para indicar afecto ou familiaridade; dura (carne), cozida demais; preto (cor). É o primeiro caracter de LaoTse. (Ideograma: possivelmente, um homem com cabelo longo (pêlo, pena [毛, máo]) com bengala [匕, bǐ] ou pé [止, zhī] ou pessoa cujo cabelo muda com o tempo)

壯 則

zhuàng

lǎo

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

229

wèi

早 已

zǎo

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) cedo, mais cedo, depressa, prévio, prematuro; antes, previamente; manhã; bom dia!; já, há algum tempo. (Ideograma: Sol [旣, rì] a nascer, ou seja, o primeiro (十甲, jiǎ) Sol) cessar, completar, chegar ao fim, parar, concluir, terminar, atingir; conclusão, fim, excesso; já, depois, então, completamente; mais não, já está, já está lá; excessivo, muito; partícula final para acrescentar ênfase, usada para indicar um acontecimento passado. (Nota: graficamente, é muito parecido com [己, jǐ] (a si mesmo)) Em chinês moderno: (há algum tempo + já) — há muito tempo, por um longo tempo.

早已

zǎoyǐ

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

230

Capítulo 56

五十公章
zhī zhì saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [ 口 , kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) *bloquear (no ideograma, com terra [土 , tū]), selar, rolhar, obstruir, encher, apertar, interromper, abreviatura de Sérbia; não iluminado. *pistão, não iluminado, não progressista. *passagem estratégica, fronteira; fortaleza. (Ideograma: duas mãos bloqueiam a entrada de uma casa (telhado) [宀, mián] com terra [土 , tū]) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) trocar; converter, trocar em moedas (uma nota, um cheque); enfraquecer por adição de água, aguar; alegria, fala alegre. Este caracter é também frequentemente traduzido por «abertura» ou «passagem». (Ideograma: pessoa [人 , rén] ou separar [兪, bā] + boca [口, kǒu]) + falar 人) Antigamente, significava: sentir grande alegria. fechar, prender, obstruir. (Ideograma: porta [門 , mén] + agora mesmo [ 才 , cái]; ideograma antigo mostra duas mãos e uma porta com tranca)

zhě

yán

sāi sè sài

duì

閉 門 挫 銳

mén

abertura, porta, portão, válvula, interruptor, modo de fazer alguma coisa, hábito, família, casa, seita, classe, categoria. (Ideograma: uma entrada com duas portas de cada lado) derrotar, frustrar, falhar, oprimir, reprimir, quebrar, maltratar, humilhar; baixar o tom, curvar-se para trás, atenuar; estar obstruído. (Ideograma: mão [手 , shǒu] + ajoelhar-se [坐, zuò] (solo [土, tū] + duas pessoas [人, rén])) afiado, nítido, agudo, penetrante, entusiástico, esperto, inteligente, enérgico, vigoroso, valente. (Ideograma: metal, ouro, sino [釒金, jīn] + falar alegre [兑, duì] (pessoa ([人 , rén] + boca [口, kǒu]) + falar 人)

cuò

ruì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

231

jiě jiè

*dividir, quebrar, separar, dissolver, resolver, derreter, remover, desatar, soltar, abrir, emancipar, explicar, entender, saber, uma solução, uma dissecação. *transportar sob guarda. (Ideograma: chifre [角, jiǎo] + faca [刂刀, dāo] + vaca [牜牛, niú] – uma faca separa o chifre da vaca ) ensarilhado, misturado, em desordem, disperso; numeroso, muito, variado, confuso, desordenado; desordenadamente; nó. (Ideograma: fios (representados por uma dobadoira) [糸, mì] + separar [分, fèn]) *harmonia, paz, conciliação, rima, concordância; harmonioso, simpático, pacífico, calmo; juntamente com, com, e; soma; agregado; do Japão; *corresponder, ser afável, harmonizar, reconciliar, concordar com, usar as proporções correctas, empatar; responder, responder cantando; compôr um poema para responder; *completar um jogo de cartas ou de mahjong; *suave; quente; *misturar com, fundir. (Ideograma: boca [口, kǒu] + grão, cereal [禾, hé]; ideograma alternativo: [龢, hé], composto por: flauta de pan [龠, yào] (boca soprando 亼 numa flauta com buracos 口) + grão, cereal [禾, hé]) luz, brilho, brilhante, brilhar, raios de luz, revelar, iluminar, exemplificar, glória, glorioso, honra, ficar exausto, ficar gasto, nu e despido.

fēn

hé hè hú huó huò

guāng

(Ideograma: homem [儿, ér] carregando fogo [火灬, huǒ])

同 塵

tóng

chén

parecido, concordante, igual, idêntico, similar, comum, o mesmo; lado a lado, junto com; partilhar, concordar, identificar, uniformizar, unir (com, em, para); concordância, identidade, unidade; com, assim como. (Ideograma: objectos sob a mesma cobertura, o mesmo saco) poeira, sujidade, terra, cinzas, trilho, rasto, este mundo; vício, prazeres sensuais; mundano. Os taoistas usam este caracter para designar o período de uma vida, «a poeira que cada um levanta». (Ideograma: um veado ( 鹿, lù) a levantar poeira (土, tǔ)) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

是 謂

shì

wèi

xuán

gù gǔ

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) preto, escuro, misterioso, escondido, oculto, místico, obscuro, profundo, secreto, hermético, subtil; preto, índigo; silencioso, meditativo; profundidade, mistério, subtileza; profundamente, misteriosamente, subtilmente. (Ideograma: seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] a ser tingida de preto) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [ 古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

232

(prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]). (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). *pai, parente, do mesmo sangue, amor, casamento, noiva, perto de, íntimo, em pessoa, em primeira mão, a favor de, beijar, acarinhar, amar, aproximar; *sogros dos filhos. (Ideograma: parentes [亲, xīn] que se vêem [見, jiàn] todos os dias) *apresentar ponto por ponto; explicar, remover obstruções, canalizar; anotar; *esparso, poucos; desconhecido; distante, separado; hostil; negligente, descuidado; negligenciar; grosseiro (feito de partículas grandes). (Ideograma: perna e pé [疋, shū] + fluindo [(流-氵), tū) (criança de pernas para o ar [子, zǐ] (dar à luz, nascimento) + rio [川, chuān ] — abrir as pernas para que a criança possa nascer — remover obstruções) lucro, ganho, vantagem; benefício, mérito, utilidade; beneficiar, beneficiado; (ser) vantajoso, benéfico, melhor, favorável, meritório, astuto, esperto, cortante, incisivo; recompensado por; formação, fruição; explorar, colher, aproveitar, fazer por optimizar. (Ideograma: colher cereais [禾, hé] com uma faca [刀刂, dāo]) ferir, magoar, danificar, prejudicar, causar problemas a, destruir, matar, dano, prejuízo, detrimento; ponto vital. (Ideograma: telhado [宀, mián] + boca [口, kǒu]+ um pau de registo [丯, jiè] – possivelmente, representa falar 口 e fazer contas 丯 falsas debaixo de um telhado 宀, causando dano a outrem) benefício, estima, glorificação, honra, respeito, valor, moeda; ser estimado, altamente colocado, alta patente, honrado, distinto, caro, oneroso, valioso, precioso; estimar, prezar, apreciar, favorecer; tratar com respeito, considerar como tesouro, valorizar altamente; premiar; honradamente, respeitosamente, ou uma forma de tratamento formal denotando respeito. (Ideograma: mãos segurando dinheiro [ 貝 , bèi] (conchas presas num fio usadas como dinheiro)) barato, de baixo custo, médio, baixo, sem valor, comum, básico, humilde, de posição inferior; desonroso, ignóbil, desprezível; olhar de cima para, uma expressão auto-depreciativa. (Ideograma: dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro) [貝, bèi] + pouco, estreito, conflito, barulho [戔, jiān], com duas lanças [戈, gē])

dé děi de

ér

親 疏

qīn qìng shù shū

hài

guì

jiàn

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

233

wéi

elefante

agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio.

天 下 天下

tiān

xià

tiān xià

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

234

Capítulo 57

四十七章

*

zhèng

zheng

zhì chí tāi

guó

qí jī

yòng

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) *preciso, adequado, apropriado, válido, certo, correcto; justo, positivo, aprumado, puro, honesto e virtuoso, ético, recto, simples, pontual; resolver, verificar, confirmar, corrigir, rectificar, endireitar; ser punido por um crime; precisão, rigor, justiça, correcção, integridade; positivamente, consistentemente, correctamente, exactamente, justamente, legitimamente, precisamente; a horas, pontualmente; original (textos, etc.), principal (em oposição ao secundário); pessoa no comando; *primeiro mês do calendário lunar. (Ideograma: um pé [止, zhǐ] que descansa e fica parado) governo, jurisdição, liderança, gestão, ordem, organização, regra, arranjo; paz sob um bom governo; administrar, governar, controlar, dirigir, reger, regular, manipular, liderar, pôr em ordem, organizar, treinar, comparar; curar, tratar, pacificar, punir, suprimir; em boa ordem, bem governado, pacífico e ordeiro; a sede do governo local; tratamento; estudar, investigar; controlar as águas de um rio. (Ideograma: água [水氵, shuǐ] + alegria, boca a falar [台, yí]) país, nação, estado-nação, estado, reino, nacional, governamental; a capital, cidade, domínio; dinastia, império, terra, província, território; chinês. (Ideograma: região [或 , huò] dentro de um recinto [囗, wéi]) NOTA: hoje em dia usa-se para nação o caracter [国, guó] em que [或, huò] foi substituído por rei [王, wáng] ou jade [王玉, yù]; usa-se também 國家 ou 国家 (nação + família [家, jiā])). *estranho, impar, único, raro, extraordinário, fora do usual, maravilhoso, oculto; incomum; sentir estranheza por causa de, ficar espantado, ficar surpreendido. *impar (número) (Ideograma: pessoa [ 大 , dà] a expelir ar pela boca [ 可 , kě] ao ficar maravilhada ou espantada) usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer) armas, armamento; soldado; uma força, um exército, militar, guerreiro, os militares, as tropas, guerra; atacar, lutar; ser hostil, ser marcial; estratégias, tácticas; uma peça do xadrez chinês, peão. (Ideograma: duas mãos segurando um machado [斤, jīn]) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém)

bīng

shì shi diàn zhì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

235

取 天 下 天下 吾 何 知

agarrar, aceitar, apropriar, assumir, tomar, ocupar, ganhar, escolher, namorar; receber, obter, pegar; mandar chamar; acasalar com, casar, casada, tomar por esposa. (Ideograma: orelha [耳, ěr] + mão [又, yòu] – agarrar orelha com a mão) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu]) o quê?, como?, porquê?, qual?, onde? (Ideograma: homem [亻人, rén] + capaz de, mas, contudo [可, kě])

tiān

xià

tiān xià wú

zhī zhì

rán

zāi

此 多

duō

saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) assim; se for assim, assim mesmo, sendo assim; sim, correcto, verdade; permissão; certamente, realmente; mas, contudo; (ser) natural, real, verdadeiro; afirmar, aprovar, consentir; considerar verdadeiro; o mesmo que 燃: queimar, passar pela chama, coser, acender; chama, luz. (Ideograma: carne [肉, ròu] de cão [犭犬, quǎn]) no fogo [火灬, huǒ] — ideograma emprestado pelo som — o seu significado mais antigo é «cozinhar» ou «passar pela chama») partícula exclamativa ou interrogativa; aqui, na verdade, de facto; agora, presentemente, neste dia; admiração, surpreza, espanto; começar; certamente, enfaticamente, realmente, certamente, verdadeiramente; fará ...?; de modo nenhum!; quanto.. .! (Ideograma: lança, alabarda [戈, gē] + boca [口, kǒu] + talento [才, cái] ) assim, deste modo, como resultado disto, se é assim, neste caso; isto, estes, destes; aqui, agora, aqui e agora, o presente, isto (o auto-evidente). (Ideograma: pé, pegada [止, zhǐ] + [匕, bǐ] (homem rodado) — parar e voltarse para trás ou um homem 匕 mantendo-se 止 no seu lugar — isto) muito, muitos, demasiado, numeroso, multi-; excesso; muito mais, mais do que; ter muito; expressão de dúvida ou surpreza (como?, o quê?, etc.) quanto à qualidade do adjectivo que se segue. (Ideograma: duas luas) inveja, invejoso; medo (normalmente supersticioso), temor; evitar; proibir; prescrever (normalmente para fins supersticiosos); superstição, tabu; aniversário da morte de pais ou avós. (Ideograma: ir e vir de um fio no tear [己, jǐ] + coração [心, xīn]) tabu, restrições, proibições; ocultar, esconder, evitar, considerar como tabu; nome dado a um antepassado falecido. (Ideograma: falar [言, yán] + pegadas em volta de um recinto [韋, wéi])

忌 諱

huì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

236

ér

mín

(mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). o povo, nacionalidade, cidadão, cidadania, as massas, multidão, humanidade, habitantes, sociedade, súbditos, ser humano, social, do povo, público. (Ideograma: o caracter antigo parecia representar pessoas que saem de uma mesma vagina maternal). cheio, encher, completar, arranjar, prover, acomodar, estender, mais, muito. (Ideograma: arco (arma) [ 弓 , gōng] + assim [ 爾 , mǐ] (possivelmente representa um tecido num tear ou numa dobadoira e aparentemente é apenas um elemento com uma função fonética); o significado original deve ter que ver com o retesar de um arco) pobreza, pobre, empobrecido, necessitado, deficiente, arruinado; deficiência, falta; agarrado ao dinheiro, avarento; longo, repetitivo ou supérfluo; falador. (Ideograma: dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] + dividir, gastar futilmente [分, fèn])

pín

利器 國

lì qì guó

lucro, ganho, vantagem; benefício, mérito, utilidade; beneficiar, beneficiado; (ser) vantajoso, benéfico, melhor, favorável, meritório, astuto, esperto, cortante, incisivo; recompensado por; formação, fruição; explorar, colher, aproveitar, fazer por optimizar. (Ideograma: colher cereais [禾, hé] com uma faca [刀刂, dāo]) instrumento, utensílio, prato, vaso, ferramenta, peça, órgão, artigo, artefacto ou aparelho, objectos moldados ou esculpidos, arma; magnanimidade, talento, habilidade, capacidade, função, utilidade; ter consideração por uma pessoa; (ser) meritório, específico, útil; especialista, especialidade, especificidades; qualquer coisa feita para um fim. (Ideograma: quatro vasos de cozinhar guardados por um cão [犬, quǎn]) arma aguçada; um instrumento eficaz; uma pessoa extremamente capaz. país, nação, estado-nação, estado, reino, nacional, governamental; a capital, cidade, domínio; dinastia, império, terra, província, território; chinês. (Ideograma: região [或 , huò] dentro de um recinto [囗, wéi]) NOTA: hoje em dia usa-se para nação o caracter [国, guó] em que [或, huò] foi substituído por rei [王, wáng] ou jade [王玉, yù]; usa-se também 國家 ou 国家 (nação + família [家, jiā])). lar, casa, residência, agregado familiar, família, doméstico, mobília; especialista. (em qualquer ramo da arte ou ciência); escola; escola de pensamento. (Ideograma: porco [豕, shǐ] sob um tecto [宀, mián] — ter um porco em sua casa era considerado um símbolo de riqueza, na antiga China.) país, nação, estado (país [國, guó] + família [家, jiā]) crescer, multiplicar, aumentar, excitar, agitar, nutrir, dar origem a, jorrar; sumo, seiva; mais, da cada vez mais, progressivamente. (Ideograma: água [水氵,shuǐ] + aqui incluído, em anexo [茲, zī, cí] (erva [艹艸 , cǎo] + dois fios de seda (representados por duas dobadoiras) [糸, mì])) crepúsculo, escuro, obscuridade, anoitecer; desmaiar, perder a consciência; com visão pouco clara, tonto, confuso, turvo; estúpido, demente; (antigamente:) casar. (Ideograma: Sol [旣, rì] + baixo (pessoa inclinada) [氐, dī]) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻)

jiā

國家 滋 昏

guó jiā zī cí

hūn

rén

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

237

伎 巧

jì qí

*habilidade, destreza, talento; truques, engenho. *prostituta; jovem mulher que canta ou dança para os seus clientes. (Ideograma: pessoa [亻 人, rén] + suportar, obter dinheiro [ 支 , zhī], que parece representar uma mão segurando um ramo) esperto, habilidoso, engenhoso, inteligente, astucioso; engenho(sidade); oportunamente, coincidentemente; oportuno. (Ideograma: trabalho, esquadro, instrumento de carpintaria [ 工 , gōng] + cana, bengala [丂, kǎo]; possivelmente, uma pessoa que sabe usar um esquadro) *estranho, impar, único, raro, extraordinário, fora do usual, maravilhoso, oculto; incomum; sentir estranheza por causa de, ficar espantado, ficar surpreendido. *impar (número) (Ideograma: pessoa [ 大 , dà] a expelir ar pela boca [ 可 , kě] ao ficar maravilhada ou espantada) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛 , niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). chorar, brilhar; brilhar como uma objecto molhado ou polido; pingar em gotas ou numa corrente fina. (Ideograma: água [水氵, shuǐ] + mistério, subtileza [玄, xuán]) levantar-se, elevar, crescer; começar, ocorrer; desdobrar, descobrir, construir, estabelecer, iniciar (uma acção); um adjunto numerário (classificador) para casos ou acontecimentos imprevisíveis. (Ideograma: por si mesmo [己, qǐ] + mudar [走, zǒu] (homem [土大,dà] a andar a pé [止, zhǐ]) instituição, lei, regras, estatuto, legal, métodos, modos de fazer coisas; um modo, um caminho (usado especialmente em «nenhum modo de sair»); padrão, modelo; seguir um modelo, imitar, exemplificar; doutrinas, truques, artes mágicas; perito ou norma (caligrafia, pintura, etc .); pena, castigo; os Francos, França, franceses. (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + sair [去, qù] (falar [口, kǒu] a um homem [ 大, dà] que se vai embora)) *directiva, comando, decreto, lei, mandato, ordem; ordenar, decretar, causar, fazer; agradável, bom; (ser) excelente, prezado, respeitado; a lei; época, estação do ano. *uma resma (de papel). (Ideograma: boca invertida [亼, jí] dando ordens a uma pessoa ajoelhada [卩, jié]) ornamental, colorido, evidente, claro; manifestar, tornar conhecido, exibir, proclamar. (Ideograma: escrita, capítulo, clarificar [章, zhāng] (dez [十, shí]) + sons, fala [音, yīn] (boca e língua)) + raios de Sol, cabelos, ornamentos [彡, shān] ) roubar, apropriar-se indevidamente; ladrão, bandido. (Ideograma: homem a cuspir [次, cì] num vaso/prato/contentor [皿, mǐn] – uma jura entre ladrões). ladrão, gatuno, bandido, assaltante; rebelde, esperto, astucioso; traído; fazer mal, trair, matar; pestes agrícolas; dano, ferida, roubo. Por vezes é usado como um insulto. (Ideograma: consequência, regra [則, zé] (dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] + faca [刂刀, dāo]) + lança, alabarda [戈, gē]) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

qiǎo

qí jī

泫 起

xuàn xiàn

fǎ fa fá fā fà

lìng líng

彰 盜 賊

zhāng

dào

zéi zé

yǒu

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

238

gù gǔ

shèng

rén

云 我

yún

consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) dizer, falar, declarar; significar; disse. (em chinês clássico significava: nuvem) (Ideograma: sons que saem da boca) eu, a mim, me, o meu, nós, nosso; auto-; mim mesmo. (Ideograma: mão [手, shǒu] + alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē]; antigamente, parecia representar um instrumento qualquer, possivelmente uma forquilha)

wéi

elefante

agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [ 象 , xiàng] — um empréstimo pelo som) si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu») mudar, converter, transformar, reformar, influenciar, evoluir. (Ideograma: pessoa [ 亻 人 , rén] + pessoa deitada ou voltada para a esquerda [匕, huà]) *bom, bem, próprio, bom para, fácil de, sufixo indicando completar. *estar contente com, adorar fazer, querer fazer, favorecer. (Ideograma: mulher [女, nǔ] + filho [子, zǐ]) (Nota: 你好, nǐ hǎo – (tu + bom) – é a forma usual de dizer «Bom dia», «Olá!») serenidade, calma, paciência; calmo; quieto, paciente; tranquilidade; imóvel, silencioso, com voz doce; pacífico, harmonioso, sereno; virtuoso, casto; tranquilizar, silenciosamente. (Ideograma: verde (erva em roda de um poço) [青, qīing] + competir, discutir, argumentar [爭, zhēng]) rico, afluente, abundante, amplo. (Ideograma: telhado, edifício [宀, mián] + cheio [畐, fú] (recipiente com algo bom ou com valor))

huà

hǎo hào

jìng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

239

cobiçar, desejar, pretender, querer, ansiar, gostar; ter saudades de; tencionar; expectativa, apetite, avareza, desejo, fome, intenção, motivo, paixão, parcialidade; amigável, jovial; parcial; desejoso, avaro, apaixonado; prestes a. (Ideograma: vale, curso de água saindo de buraco [ 谷 , gù] + homem soprando [欠, qiàn] (possivelmente por ter sede)) simples (dito de vestidos, roupa, literatura), natureza original, simplicidade original; a substância das coisas; coisas em bruto, virgem, por trabalhar; honesto, sincero; um tipo de árvore da família do ulmeiro; (originariamente:) madeira em bruto (que cresceu naturalmente). (Ideograma: madeira [木, mù] + vegetação luxuriante [菐, pú] (duas mãos a apanhar plantas ou madeira para uma lareira )

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

240

Capítulo 58

五十兪章
qí ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) politico, política, assuntos políticos, leis, governo, regime, administração, gestão; reinar, governar. (Ideograma: acção correcta [正, zhèng] feita com a mão (com um instrumento) [攵攴, yòu]) *opressivo; sufocante (dito de condições climáticas); abafado (ar); abafado (som); fechar-se ou fechar alguém dentro de casa; cobrir o bule com água a ferver durante algum tempo quando se faz chá. *melancolia, tristeza; triste, deprimido, aborrecido, apático. (Ideograma: coração [心, xīn] atrás da porta [門, mén]) o povo, nacionalidade, cidadão, cidadania, as massas, multidão, humanidade, habitantes, sociedade, súbditos, ser humano, social, do povo, público. (Ideograma: o caracter antigo parecia representar pessoas que saem de uma mesma vagina maternal).

政 悶

zhèng

mēn

mèn

mín

chún zhūn

genuíno, puro, limpo, simples, não sofisticado, sincero, honesto; um par; grande; fluir, absorver. (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + gostar [ 产, chún])

chún

vinho rico, vinho forte; puro, não adulterado; gentil, gracioso; judicioso; álcool etílico. (Ideograma: vaso, caneca [酉, yǒu] + gostar [ 产, chún]) examinar, investigar, notar, observar, inspeccionar, estudar, escrutinar, descobrir, discernir. (Ideograma: venerar [祭, jì] pondo, com uma mão [又, yòu], carne [肉, ròu] num altar [示, shì ] sob um telhado [宀, mián]) ter falta de, ter carência; falta, lacuna, escassez, défice; incompleto, imperfeito, defeituoso, deficiente, partido; ausente; vaga, posto vago; ficar com falta de. (Ideograma: frasco com tampa [缶, fǒu] + decidir [夬, quē]; o caracter antigo é composto por: acção [又, yòu] (mão segurando uma ferramenta) + faca [刀, dāo) infortúnio, calamidade, catástrofe, mal; levar à catástrofe; ferir, fazer mal a, punir. (Ideograma: altar [礻示, shì] + osso, maxilar [咼, guǎ, guō]) partícula de pausa (usada em poesia antiga), uma pausa, ...; aqui, realmente; interjeição (partícula exclamativa), equivalente a " oh!‖ ou ―ah! "; como ...!, tão …!, que ...!; …-idade. (Ideograma: poderá ser uma bengala e, em cima, a exclamação de um homem velho) sorte, felicidade, benção.

察 缺

chá

quē

禍 六

huò

(Ideograma: altar [礻示, shì] + cheio [畐, fú] (recipiente com algo bom ou com valor))

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

241

zhī

所 倚 伏

suǒ

*a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa)

yǐ yì

confiar em, depender de, inclinar-se em direcção a, encostar-se a, aderir a, estar pousado sobre, apoiar-se em; tendencioso, parcial. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + oculta [奇, jī]) prostrar-se, ceder, inclinar-se, admitir a derrota; esconder-se; sofrer uma emboscada; submeter, obrigar à submissão; chocar (ovos — pôr-se em cima de ovos); Eu (em correspondência de cortesia); volt; nome de uma estação (período de 30 dias que se espera ser o mais quente do ano). (Ideograma: pessoa [人亻 , rén] agachada como um cão [犬, quǎn]) quem?, a quem?, qual?, o quê?, onde?, quanto? (Ideograma: gostar [ 产, chún] + pessoa com mão, capturar [丮, jǐ]) saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) absoluto, melhor, completo, óptimo, polar, último, limitado; o apogeu, fim, extremo (limite), o mais longínquo, o pólo, o mais elevado; topo, zénite, máximo, final, pólos (geografia, física); a trave do tecto de uma casa; correcção; centro, meio; limitar, acabar; chegar a, atingir, consumir, ir até ao fim, levar a um extremo; muito, extremamente. (Ideograma: urgentemente [亟, jí] + árvore [木, mù] — cume de uma árvore) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») *preciso, adequado, apropriado, válido, certo, correcto; justo, positivo, aprumado, puro, honesto e virtuoso, ético, recto, simples, pontual; resolver, verificar, confirmar, corrigir, rectificar, endireitar; ser punido por um crime; precisão, rigor, justiça, correcção, integridade; positivamente, consistentemente, correctamente, exactamente, justamente, legitimamente, precisamente; a horas, pontualmente; original (textos, etc.), principal (em oposição ao secundário); pessoa no comando; *primeiro mês do calendário lunar. (Ideograma: um pé [止, zhǐ] que descansa e fica parado) fazer outra vez, repetir, duplicar, renovar; voltar, regressar, regressar a um estado normal ou ao estado original; voltar-se; recurrente, vindo e indo; repetidamente, novamente; resposta a uma carta; recuperar; recuperação. (Ideograma: estrada [彳, chì] + ir para trás [复, fù] (pegada [夊, suī]))

fú fòu fǔ

孰 知

shú

zhī zhì

jí jǐ

zhèng

zheng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

242

wéi

elefante

agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) *estranho, impar, único, raro, extraordinário, fora do usual, maravilhoso, oculto; incomum; sentir estranheza por causa de, ficar espantado, ficar surpreendido. *impar (número) (Ideograma: pessoa [大, dà] a expelir ar pela boca [可, kě] ao ficar maravilhada ou espantada) *bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha) estranho, esquisito, sobrenatural, fantasmagórico, monstruoso, mau; monstro, duende, fantasma; encantador, sedutor (geralmente dito de uma mulher); enfeitiçar, encantar. (Ideograma: mulher, seios [女, nǔ] + jovem, morrer jovem [夭, yāo])

qí jī

shàn qiāng

yāo

rén

迷 旣 固

mí mèi

pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) indistinto, vago; estar louco por, estar apaixonado; perplexo, confuso, perdido, ausente; encantar, fascinar, enganar, confundir, enfeitiçar; fã; demónio. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + grão, metro (unidade) [米, mǐ] (com uma função fonética e graficamente sugerindo várias direcções) sol, dia, diariamente, todos os dias; abreviatura de Japão; japonês; tempo; dia (não noite; de dia). (Ideograma: o Sol)

tornar-se sólido, solidificar, fortalecer; assegurar; consolidar; estável, firme, robusto, decidido, teimoso, crónico; básico, ignorante; originalmente, certamente, seguramente, firmemente, teimosamente; admite-se que sim; na verdade. (Ideograma: antigo, há muito tempo [古, gǔ] dentro de espaço vedado [囗, wéi].) continuar, perdurar, durar; preserverar, persisitir, sobreviver, esperar; ser antigo, crónico, clássico, continuado, longo; há um longo tempo; fazer esperar alguém um longo tempo; velho, duradouro, sobrevivente, longevidade; por tanto tempo, depois de tanto tempo, enquanto; durante todo este tempo; finalmente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] com impedimentos no andar, representado por traço adicional) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

jiǔ

shì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

243

*

shèng

方 而

fāng

ér

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) quadrado, quadrilátero, rectangular; região, área, direcção, lado, parte (numa disputa), aspecto; honesto, vertical (moral); prescrição, receita, método, maneira; ocultismo; agora mesmo, logo a seguir, então; potência (matemática); directamente, de repente. (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) cortar, esculpir, dividir, partir. (Ideograma: ferir [害, hài] com uma faca [刂刀, dāo]) incorrupto, vertical, honesto, incorruptível, modesto, barato, puro; integridade; examinar; inspeccionar; cortina. (Ideograma: edifício [广, yǎn] + unir [兼, jiān] — mão a unir dois molhos de grãos [禾 , hé] — parece evocar alguém encarregado de guardar os grãos armazenados num silo de cereais) cortar, ferir, apunhalar, espetar, magoar. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] + lança [戈, gē] + dois pés [止, zhǐ], virados para lados diferentes) directo, simples, franco; directamente, simplesmente, apenas, meramente; recto, vertical, traço vertical; endireitar; íntegro e honesto, justo, imparcial; vertical, longitudinal; em primeira mão; contínuo, ininterrupto: rígido, insensível; apenas; relevante. (Ideograma: olho [目, mù ] que vê a direito 十) deixar-se ir, comportar-se sem moderação; descuidado, excessivo, insensato; mercado, loja, lugar para exibir mercadorias; exibir; executar um criminoso e expor o seu cadáver; estender, expandir; assalto, ataque repentino; utilizar ao máximo, até à exaustão. (Ideograma: cabelo comprido [長镸, chang] + pincel para escrever [聿, yù] (mão com pincel a escrever duas linhas)) luz, brilho, brilhante, brilhar, raios de luz, revelar, iluminar, exemplificar, glória, glorioso, honra, ficar exausto, ficar gasto, nu e despido.

割 廉

lián

劌 直

guì

zhí

guāng

(Ideograma: homem [儿, ér] carregando fogo [火灬, huǒ])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

244

yào shào shuò

brilhar, encandear, cegar; brilhante, radiante, glorioso; gabar-se. (Ideograma: fogo [火, huǒ ] + asas [羽, yǔ] + pássaro [隹, zhuī] — a plumagem de um faisão)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

245

Capítulo 59

五十九章
governo, jurisdição, liderança, gestão, ordem, organização, regra, arranjo; paz sob um bom governo; administrar, governar, controlar, dirigir, reger, regular, manipular, liderar, pôr em ordem, organizar, treinar, comparar; curar, tratar, pacificar, punir, suprimir; em boa ordem, bem governado, pacífico e ordeiro; a sede do governo local; tratamento; estudar, investigar; controlar as águas de um rio. (Ideograma: água [水氵, shuǐ] + alegria, boca a falar [台, yí]) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) *não faças; não há ninguém que, não, não é, não pode; ninguém, nem um, nenhum; de modo nenhum; não ter; não é?; excepções. *crepúsculo, noite. (Ideograma: O Sol [旣, rì] desce sobre a relva [ 茻, mǎng])

zhì chí tāi

rén

shì shi diàn zhì

天 莫

tiān

mò mù

ruò

parecer; parece, como, como se, podia ser, se, supondo que; suponhamos que; admitindo, assumindo, desde que; tu; semelhante a; acordo, semelhança; (é muitas vezes posicionado como um sufixo). (Ideograma: plantas, erva [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu] (mão que leva as coisas à boca [口, kǒu]) — antigamente significava apanhar vegetais; Noutra versão mais antiga que era também um «falso empréstimo» parece ver-se representada uma mulher a brincar com o seu cabelo) avareza, moderação, parsimónia, frugalidade, temperança, gostar de poupar (talvez com exagero); recolher, colher; miseravelmente, económico, frugal, parcimonioso. (Ideograma: grão [來, lai] dentro de um celeiro, ou mais grão do que lá cabe) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) *só, sozinho, solitário, único; estar só, juntar num só, segurar juntos; só na medida em que, desde que, só, meramente; e, com, mas; -ismo. *sim, um (pronto, definitivo e simples) sim; prontamente, simplesmente, somente, verdadeiramente; responder (directamente, prontamente); dizer sim, anuir; resposta, consentimento; eco; sim ou não (usados como resposta); ser simples. (Ideograma: boca [口, kǒu] + pássaro [隹, wéi] (com uma função fonética)) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

wéi wěi

shì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

246

wèi

早 服

zǎo

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) cedo, mais cedo, depressa, prévio, prematuro; antes, previamente; manhã; bom dia!; já, há algum tempo. (Ideograma: Sol [旣, rì] a nascer, ou seja, o primeiro (十甲, jiǎ) Sol) roupas, vestidos, fatos; vestir; obedecer, ser subjugado, subjugar, submeter-se, ser convencido, ceder, admitir, aceitar, consentir, estar acostumado a; esconder-se, deitar-se, agachar-se, embuscar; servir; serviço, tomar (remédio); uma dose (remédio); luto; expressar pena. (Ideograma: barco [舟, zhōu] + regra (mão e selo oficial) [服-月,fú] – guiar, obedecer) (服光 – fúguāng – «absorver a luz» (ou «vestir-se de luz»), uma prática energética taoista) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) *pesado, sério, crítico, difícil, grave, grande, importante, massivo, respeitável, substancial, forte; gravidade, peso; enfatizar, sentir o peso de, honrar, ponderar, respeitar, dar valor; oprimir, pesar sobre; dar importância a; ter muita consideração por. *duplicar, repetir, empilhar; repetição, iteração, outra vez, camadas, duplo, numeroso. (Ideograma: pessoa [人, ren] segurando saco pesado [東, dōng] cheio de terra [ 土 , tū]) acumular, armazenar; juntar; velho; antigo; profundamente enraizado; produto (em matemática). (Ideograma: grão [禾, hé] + responsabilidade [責, zé] – um armazém de grão) virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [心 忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí])) *partícula indicando consequência (geralmente depois de uma suposição) ou uma razão: então, como resultado, como regra, consequentemente, de isso, desse modo, necessariamente, normalmente, por essa razão, por isso; nesse caso; *uma lei, regra, critério, norma, padrão, princípio; *imitar, seguir; *(partícula exprimindo contraste com frase anterior:) mas, contudo, no entanto, caso contrário. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] que separa dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] segundo uma regra) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo»)

zhī

zhòng

chóng

積 德

jī zì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

247

(prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) limitar, reprimir, subjugar, restringir; ser capaz de, poder; ganhar, ultrapassar, conquistar; complexo de superioridade; uma grama; (Ideograma: possivelmente, um limite [宀, mián] a ser ultrapassado)

克 莫

mò mù

*não faças; não há ninguém que, não, não é, não pode; ninguém, nem um, nenhum; de modo nenhum; não ter; não é?; excepções. *crepúsculo, noite. (Ideograma: O Sol [旣, rì] desce sobre a relva [ 茻, mǎng])

zhī zhì

jí jǐ

有 國

yǒu

saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) absoluto, melhor, completo, óptimo, polar, último, limitado; o apogeu, fim, extremo (limite), o mais longínquo, o pólo, o mais elevado; topo, zénite, máximo, final, pólos (geografia, física); a trave do tecto de uma casa; correcção; centro, meio; limitar, acabar; chegar a, atingir, consumir, ir até ao fim, levar a um extremo; muito, extremamente. (Ideograma: urgentemente [亟, jí] + árvore [木, mù] — cume de uma árvore) pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

guó

país, nação, estado-nação, estado, reino, nacional, governamental; a capital, cidade, domínio; dinastia, império, terra, província, território; chinês. (Ideograma: região [或 , huò] dentro de um recinto [囗, wéi]) NOTA: hoje em dia usa-se para nação o caracter [国, guó] em que [或, huò] foi substituído por rei [王, wáng] ou jade [王玉, yù]; usa-se também 國家 ou 国家 (nação + família [家, jiā])).

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

248

a mãe de uma pessoa; mãe em sentido figurado; mãe, matriarca; maternidade; denominador, chave, matriz, raiz, fonte, origem, aquilo que produz; ser maternal. (Ideograma: mulher [女, nǔ] com dois mamilos) *longo, persistente, perpétuo; eternamente, regularmente, constantemente, continuamente; completar, continuar, perdurar, persistir, sobreviver, prosperar, sobreviver; crescer, aumentar, avançar, tornar-se; persistência, duração, longevidade, maturidade, prosperidade; ponto forte. *sénior, velho; o mais velho, líder, chefe, comandante, presidente, superior; maturo, experiente, durável. (Ideograma: possivelmente representa cabelo longo) continuar, perdurar, durar; preserverar, persisitir, sobreviver, esperar; ser antigo, crónico, clássico, continuado, longo; há um longo tempo; fazer esperar alguém um longo tempo; velho, duradouro, sobrevivente, longevidade; por tanto tempo, depois de tanto tempo, enquanto; durante todo este tempo; finalmente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] com impedimentos no andar, representado por traço adicional) profundidade; profundo, penetrante, misterioso, hermético, difícil; próximo, íntimo; muito, profundamente, extremamente, intenso. (Ideograma: água [水, shuǐ]+ lareira/lar [穼, shēn] (caverna, buraco [穴, xué] + fogo [火, huǒ] modificado para árvore [木, mù])) raiz de uma planta, base, fundação, alicerce, causa inicial, fonte, origem; raiz de um número (matemática); pedaço de (corda, cabo, etc.); um pau, lança ou alguma coisa de pequena espessura. (Ideograma: árvore [木, mù] + simples, honesto [艮, gèn] (com uma função fonética); um caracter antigo é composto por: árvore [木, mù] + terra/solo [土, tǔ]) tornar-se sólido, solidificar, fortalecer; assegurar; consolidar; estável, firme, robusto, decidido, teimoso, crónico; básico, ignorante; originalmente, certamente, seguramente, firmemente, teimosamente; admite-se que sim; na verdade. (Ideograma: antigo, há muito tempo [古, gǔ] dentro de espaço vedado [囗, wéi].) raiz, base, fundo de objecto, fundação.

cháng

zhǎng jiǔ

shēn

gēn

shēng

shì

(Ideograma: árvore [木, mù] + …) viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) olhar, inspeccionar, observar, ver; considerar como; comparar; ser equivalente a; tomar como modelo, imitar; (antigamente:) mostrar, receber (presentes, etc.). (Ideograma: mostrar, indicar [礻示, shì] (graficamente, um altar) + ver [見, jiàn]) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [ 辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu])

dào

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

249

Capítulo 60

公十章
governo, jurisdição, liderança, gestão, ordem, organização, regra, arranjo; paz sob um bom governo; administrar, governar, controlar, dirigir, reger, regular, manipular, liderar, pôr em ordem, organizar, treinar, comparar; curar, tratar, pacificar, punir, suprimir; em boa ordem, bem governado, pacífico e ordeiro; a sede do governo local; tratamento; estudar, investigar; controlar as águas de um rio. (Ideograma: água [水氵, shuǐ] + alegria, boca a falar [台, yí]) *grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) país, nação, estado-nação, estado, reino, nacional, governamental; a capital, cidade, domínio; dinastia, império, terra, província, território; chinês. (Ideograma: região [或 , huò] dentro de um recinto [囗, wéi]) NOTA: hoje em dia usa-se para nação o caracter [国, guó] em que [或, huò] foi substituído por rei [王, wáng] ou jade [王玉, yù]; usa-se também 國家 ou 国家 (nação + família [家, jiā])). parecer; parece, como, como se, podia ser, se, supondo que; suponhamos que; admitindo, assumindo, desde que; tu; semelhante a; acordo, semelhança; (é muitas vezes posicionado como um sufixo). (Ideograma: plantas, erva [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu] (mão que leva as coisas à boca [口, kǒu]) — antigamente significava apanhar vegetais; Noutra versão mais antiga que era também um «falso empréstimo» parece ver-se representada uma mulher a brincar com o seu cabelo) ferver, fritar, cozinhar; acrescentar molho de feijão e e condimentos depois de fritar (cozinhados); assustar (para que se vá embora) (gíria). (Ideograma: fogo [火灬, huǒ ] + brando, suave [亦 , hēng])

zhì chí tāi

dài

guó

ruò

烹 小

pēng

xiǎo

xiān xian xiǎn

dào

pequeno, jovem, júnior, humilde, insignificante, menor, leve, diminuto, trivial, sem importância; feito de pedaços pequenos; mediania, pequenez, mediocridade; jornal tablóide; um pouco, poucos; por um curto espaço de tempo; diminuir, minimizar, encolher, tornar insignificante. (Nota: não implica algo de mau ou errado, mas sim, por vezes, de inferior). (Ideograma: uma linha que divide a meio e torna mais pequeno) *peixe ou carne fresca, flores ou fruta; fresco, novo, delicioso, saboroso, brilhante, atraente. *excepcionalmente bom, raro, bom; poucos; raramente. (Ideograma: peixe [魚, yú] + ovelha, cabra [羊, yáng] (cornos, orelhas e pernas de uma cabra)) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [ 辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

250

蒞 天 下 天下 其

tiān

chegar, atingir, conseguir; ter funções oficiais. (Ideograma: erva [艹艸, cǎo] + água a pingar [涖, lì] (água [氵水, shuǐ] + pessoa [亻人, rén] + estar de pé, estabelecer, eregir [立, lì]) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) fantasma, espírito dos mortos, espírito separado do corpo, demónio, astucioso, enganador, sinistro, mau, truque sujo. (Ideograma: homem [儿, ér] com cauda e com uma cabeça feia) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) espírito, deus, ser sobrenatural, divindade, essência, génio, poder espiritual, maravilhoso, milagroso, misterioso, místico, divino, esperto, inteligente, sagrado, espiritual, sobrenatural, divinizar. Este caracter é utilizado pelos protestantes para referir o Deus cristão. (Ideograma: altar [示, shì] + duas mãos unidas pedindo [申, shēn]; em versões mais antigas, a parte direita parece representar um homem de joelhos) nenhum, não, negativo, sem, com nenhum, de modo nenhum; in-, des-; não ser; falhas, erros, males; objectar, refutar, censurar, culpar; considerar como errado; errado; não significa; não é errado?; diminutivo para a África. (Ideograma: as asas opostas de um pássaro – um grou; ou asas quebradas, que não funcionam) ferir, ferida, fazer mal; angústia, sofrimento, dor. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + Sol e raios de Sol [昜, yáng] encobertos 冖)

xià

tiān xià qí

鬼 不

guǐ

shén

fēi fěi

傷 人

shāng

rén

傷人 聖

shāng rén shèng

pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) ferir alguém; fazer mal a alguém. santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) também, igualmente. (Ideograma: pessoa [大, dà] com água a escorrer dela — caracter emprestado pelo som)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

251

liǎng

xiāng xiàng

gù gǔ

*um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) dois, ambos, par, casal; tael (medida de peso), onça. Na China antiga, era também usado para se referir a uma peça de tecido ou outro artigo de cerca de 44 pés, ou a um grupo de 25 soldados. (Ideograma: uma balança ou um jugo para pôr na cabeça de um par de animais.) mutuamente, reciprocamente, um ao outro, de cada um, para cada um; entre eles, juntos; compostura, aparência, postura, características faciais; complementar, cooperativo, mútuo, recíproco, partilhado; complemento, cooperação, reciprocidade; examinar, inspeccionar, olhar para, ver, estudar, seleccionar; ajudar, assistir, complementar, cooperar; primeiro-ministro (em tempos feudais); substância. (Ideograma: olho [目, mù] a espiar por detrás de uma árvore [木, mù] ) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [ 古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [心 忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí])) apresentar, dar, transferir; amigo, companheiro, parceiro, amizade, estar de bem com, entrar em contacto com; encontrar, trocar, interceptar, cruzar, aproximar-se de, juntar-se, tornar-se amigo, envolver-se em, interagir, interligar-se, unir-se, comunicar, unir-se sexualmente; simultaneamente; uns aos outros. (Ideograma: homem de pernas cruzadas) regressar, regressar a casa, ir para uma casa nova; retornar; devolver (ao seu dono); pertencer; (dito de uma mulher) casar; prometer aliança; pertencer; atribuir; virar-se para; colocar ao cuidado de alguém; ser persuadido, capitular, tornar-se leal, mudar de lealdades, submeter-se. (Ideograma: seguir [追, zhuī] + (vassoura representando uma) esposa [帚, zhǒu] -um dos caracteres usados para «mulher casada» é [婦, fù], um caracter composto por mulher [女, nǔ] e vassoura [帚, zhǒu]) partícula final indicando inúmeros sentidos; aqui, nisto, coloca aqui; ali, disso; aí, nessa situação, agora; dentro, entre, em, por, de, sobre, isto, isso, eles, estes; e por isso, para que; (interrogativa) como?, porquê?, quando?, etc.; e por aí em diante, de modo a que. (Ideograma: pássaro [鳥, niǎo] com uma cabeça especial — uma pêga)

jiāo

guī

yān

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

252

Capítulo 61

公十一章
dà *grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) país, nação, estado-nação, estado, reino, nacional, governamental; a capital, cidade, domínio; dinastia, império, terra, província, território; chinês. (Ideograma: região [或 , huò] dentro de um recinto [囗, wéi]) NOTA: hoje em dia usa-se para nação o caracter [国, guó] em que [或, huò] foi substituído por rei [王, wáng] ou jade [王玉, yù]; usa-se também 國家 ou 国家 (nação + família [家, jiā])). pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) fluir, correr (rio), circular, vaguear, perder-se, espalhar-se; corrente, fluxo; ramo, divisão, classe, posição (hierárquica); banir, despedir; em aberto, por resolver, em mudança; não fixo; reprovável, de banir; móvel, vagueante. (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + fluindo [(流-氵), tū] (criança de pernas para o ar [子, zǐ] (dar à luz, nascimento) + rio [川, chuān ]) – como a água, como uma criança no útero) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) apresentar, dar, transferir; amigo, companheiro, parceiro, amizade, estar de bem com, entrar em contacto com; encontrar, trocar, interceptar, cruzar, aproximar-se de, juntar-se, tornar-se amigo, envolver-se em, interagir, interligar-se, unir-se, comunicar, unir-se sexualmente; simultaneamente; uns aos outros. (Ideograma: homem de pernas cruzadas) fêmea de uma espécie, fêmea de um animal; órgãos reprodutivos de uma fêmea. (Ideograma: vaca [牜牛, niú] + colher, panela [匕¸ bǐ] , que, em versões mais antigas, poderá ter representado os órgãos reprodutivos de uma fêmea)

dài

guó

zhě

下 流

xià

liú

天 天下 义

tiān

tiān xià zhī

jiāo

pìn

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

253

cháng

jìng

shèng shēng

mǔ mǒu

eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) serenidade, calma, paciência; calmo; quieto, paciente; tranquilidade; imóvel, silencioso, com voz doce; pacífico, harmonioso, sereno; virtuoso, casto; tranquilizar, silenciosamente. (Ideograma: verde (erva em roda de um poço) [青, qīing] + competir, discutir, argumentar [爭, zhēng]) vencer, ganhar, exceder, triunfar; ultrapassar, submeter; tirar o melhor de; vitória, sucesso, êxito, superioridade; vista paisagística, lugar de singular beleza; excelente, distinto, maravilhoso; ser superior a; ser merecedor de; ser suficientemente competente (para ser escolhido para uma tarefa); habilidade, mestria. (Ideograma: força, braço forte [力, lì] + augúrio, sinal, presságio [朕, zhèn] (barco [舟, zhōu] + carvão em brasa [灷, zhèn], que representa fogo [火, huǒ] sendo agarrado por duas mãos [廾, gǒng])) macho de um animal quadrúpede; macho, masculino. (Ideograma: vaca [牜牛, niú] + solo [土, tū] (figura de objecto crescendo através da terra que, em versões mais antigas, poderá representar os órgãos reprodutivos de um macho.) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [ 象 , xiàng] — um empréstimo pelo som) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) pequeno, jovem, júnior, humilde, insignificante, menor, leve, diminuto, trivial, sem importância; feito de pedaços pequenos; mediania, pequenez, mediocridade; jornal tablóide; um pouco, poucos; por um curto espaço de tempo; diminuir, minimizar, encolher, tornar insignificante. (Nota: não implica algo de mau ou errado, mas sim, por vezes, de inferior). (Ideograma: uma linha que divide a meio e torna mais pequeno)

wéi

elefante

gù gǔ

xiǎo

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

254

取 或

*partícula indicando consequência (geralmente depois de uma suposição) ou uma razão: então, como resultado, como regra, consequentemente, de isso, desse modo, necessariamente, normalmente, por essa razão, por isso; nesse caso; *uma lei, regra, critério, norma, padrão, princípio; *imitar, seguir; *(partícula exprimindo contraste com frase anterior:) mas, contudo, no entanto, caso contrário. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] que separa dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] segundo uma regra) agarrar, aceitar, apropriar, assumir, tomar, ocupar, ganhar, escolher, namorar; receber, obter, pegar; mandar chamar; acasalar com, casar, casada, tomar por esposa. (Ideograma: orelha [耳, ěr] + mão [又, yòu] – agarrar orelha com a mão) talvez, pode (ser), parece, possivelmente, provavelmente, segundo parece; se, como se, supondo que; em certos casos, às vezes, outras vezes, há alguma possibilidade de; de algum modo; uma certa; alguma, algo, alguns; (ser) possível, hipotético; ou ... ou, um...outro, o outro. Antigamente significava região. (Ideograma: alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē] + boca [口, kǒu] + solo [土, tū] (traço em baixo à esquerda) — um meio de defesa, uma língua, uma terra – uma região.) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) contagioso; passar, transferir; atravessar; passar por; visitar; chegar a; atravessar um rio; através; visitar; morrer, morte; por cima de; ir para além dos limites normais ou adequados; ultrapassar; em demasia; excessivo; erro; demérito; culpa; pecado. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + osso, maxilar, mal dizer, falar, boca [咼, guǎ, guō]) cobiçar, desejar, pretender, querer, ansiar, gostar; ter saudades de; tencionar; expectativa, apetite, avareza, desejo, fome, intenção, motivo, paixão, parcialidade; amigável, jovial; parcial; desejoso, avaro, apaixonado; prestes a. (Ideograma: vale, curso de água saindo de buraco [ 谷 , gù] + homem soprando [欠, qiàn] (possivelmente por ter sede)) unir, combinar, ligar, juntar, anexar; e, também, juntamente com; ambos; igualmente; concomitantemente, concurrentemente. (Ideograma: mão a agarrar dois molhos de grãos [禾 , hé] ) *gado; animais domésticos; criatura irracional; *criar (animais, crianças); cuidar. (Ideograma: oculto, seda a ser tingida de preto, [玄, xuán] + campo, saco de ração atado por um fio [田, tián]) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻)

huò yù

ér

guò guo huò

兼 畜

jiān

chù xù

rén

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

255

shì shi diàn zhì

entrar, entrar em, pôr, apresentar, juntar; ficar na companhia de; alcançar, chegar a; receitas, rendimentos; desaparecer; ser (escolhido, eleito, etc.), aderir, tornar-se membro; concordar com, obedecer a; um dos quatro tons em mandarim. (Ideograma: possivelmente, a entrada de uma tenda) actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém) *um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) dois, ambos, par, casal; tael (medida de peso), onça. Na China antiga, era também usado para se referir a uma peça de tecido ou outro artigo de cerca de 44 pés, ou a um grupo de 25 soldados. (Ideograma: uma balança ou um jugo para pôr na cabeça de um par de animais.) cada, cada um, todos. (Ideograma: andar 夂 e falar (boca [口, kǒu]) em todo o lado)

liǎng

各 得

dé děi de

suǒ

*obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]). casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa) adequado, certo, que encaixa bem; próprio, bom; deve; devia, era melhor; matéria; encaixar; pôr em ordem. (Ideograma: telhado [宀, mián] + altar em honra aos antepessados [且, qié]; o ideograma antigo é composto por telhado [宀, mián] e duas Luas [夕, xì] e parece representar um altar com dois pedaços de carne [夕月肉, ròu]))

yí yi

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

256

Capítulo 62

公十二章
caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [ 首, shu]) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas». *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) obscuro, misterioso; profunda (aprendizagem); esconderijo, lugar secreto numa casa ou palácio; canto a sudoeste dentro de uma casa; abrev. para Áustria. (Ideograma antigo parece representar duas mãos guardando grãos [禾, hé] num esconderijo) *bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) jóia, tesouro, precioso, respeitável, honrado. (Ideograma: telhado [宀, mián] + jade [玉王, yù] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] + frasco com tampa [缶, fǒu])

dào

zhě

wàn

萬物 义

wànwù zhī

ào

shàn qiāng

rén

bǎo

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

257

(prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa)

所 保 美

suǒ

bǎo

defender, proteger, garantir, assegurar, manter, guardar, cuidar. (Ideograma: pessoa [人亻, rén] a proteger (uma criança num cobertor [呆, dāi])

měi

yán

市 尊 行

shì

belo, atraente, delicioso, requintado, agradável, atracção, beleza, elegância, embelezar, estimar, glorificar, elogiar, achar belo. É também usado como uma abreviatura para Estados Unidos da América (美國, měi guó –» belo + país) (Ideograma: ovelha, cabra [羊, yáng] (cornos, orelhas e pernas de uma cabra) gorda e grande [大, dà]) palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [口, kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) pode, pode ser; conseguir, ser capaz (traduz mais a capacidade do que o poder de fazer); competente, capaz, adequado; um auxiliar; aproximadamente, estimado em; certamente; merecer, aprovar, aceitar, acomodar, adaptar-se, adequar-se, deixar; mas, contudo; partícula enfática. (Ideograma: parece ter uma boca [口, kǒu], mas o seu significado não é claro. No caracter [奇, qí] (estranho, maravilhoso), parece ser ar expelido pela boca ao ficar maravilhado ou espantado) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) mercado, feira; cidade, vila; comprar, vender; troca, comércio. (Ideograma: homem carregando mercadorias equilibradas nas duas pontas de uma vara) homenagear, honrar, respeitar, venerar, reverenciar; estimar; honrado, honorável, nobre, estimado; respeitável; honra, dignidade, respeito; vaso antigo para vinho. (Ideograma; duas mãos [寷, cùn] oferecendo um vaso [酋, qiú]) *a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas)

zūn

xìng xíng

háng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

258

加 何 棄 有 故

jiā

adicionar mais, aumentar; conferir, atingir, ganhar, anexar, aproximar ameaçadoramente; abreviatura para Canadá. (ideograma: aumentar a força [力, lì] através da fala (boca) [口, kǒu]) o quê?, como?, porquê?, qual?, onde? (Ideograma: homem [亻人, rén] + capaz de, mas, contudo [可, kě])

abandonar, abster-se, anular, negar, desdenhar, desistir de, descartar, resignarse, deitar fora, renunciar; ser desperdiçado. (Ideograma: mãos que tiram uma criança de um cesto ou a atiram para fora de um cobertor) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

yǒu

gù gǔ

立 天 子

tiān

consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古 , gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) estar de pé; estabelecer, fundar, construir, erigir, criar; começar; aguentar-se por seu pé, viver; imediatamente; já. (Ideograma: as versões mais antigas parecem representar um homem de pé e de pernas abertas, assente no chão) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) criança, filho, jovem, ovo, ser em crescimento, uma coisa pequena, a semente de; princípe, infante; descendentes, juventude; o quarto grau de nobreza, equivalente a um visconde, sendo também usado como um título denotando respeito usado para um homem virtuoso ou culto. É o segundo caracter em «Lao Tse» — [老子, lǎozǐ] — Velho Mestre). (Ideograma: uma criança — cabeça, dois braços e corpo) (Céu + filho, criança) o imperador, o «filho do céu». instalar, colocar, assentar, pôr, estabelecer, definir; obter, adquirir; comprar; pôr de parte. (Ideograma: rede [罒网, wǎng] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] — pôr uma rede por cima.) três, trindade, triplo, terceiro; poucos, alguns, muitos, para três; pela terceira vez.

天子 置 三 八

tiān zǐ zhì

sān

gōng

suī suí

gǒng gōng gòng

altruísta, imparcial, justo; tornar público; público, aberto a todos, comum, em geral; oficial; o primeiro dos cinco graus de nobreza da antiga da China; duque; sogro, avô; uma saudação denotando respeito; do sexo masculino (para animais); escritório; funções oficiais. (Ideograma: boca 厶 falando 兪 em público) embora, mesmo (se, quando, que, onde), apesar de; pode ser; contudo, se, só, apenas, admitindo que, supondo que; afastar; afastar do pensamento; ser nivelado, liso; nome de um réptil parecido com um lagarto. (Ideograma: insecto, minhoca, animal [虫, chóng] + pássaro de cauda curta [隹, zhuī]) dobrar as mãos em frente ao peito ao fazer uma vénia; saudar; envolver com as mãos, rodear; arqueado (portas, janelas, etc., em arquitetura); elevar-se em arco (no centro), em arco, fazendo um alto. (Ideograma: mão [手, shǒu] + duas mãos juntas [兮, gòng])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

259

璧 拱璧 以

tributo de jade, grande disco de jade com buraco no centro, uma denominação geral de todos os tipos de jade, produtos de jade e ornamentos. (Ideograma: monarca, governar [辟, bì] + discos de jade [王玉, yù])

gǒng bì yǐ

disco de jade com buraco no centro, um tesouro (em sentido figurado).
*

xiān

駟 馬 如

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) começo, passado; antepassado, antigo, ancestral, precedente, anterior, melhor, mais notável, primeiro, líder, predecessor, fonte; começar, liderar, estar antes, ir à frente de, iniciar, preceder, estar avançado; antes, cedo, mais cedo, primeiro, à frente, inicial, original; inicialmente, originariamente, previamente, antecipadamente; o falecido...; cansado e tenso; no começo, no início, antes; os nossos antepassados; abreviatura para Senhor. (Ideograma: pegada [止, zhǐ] de uma pessoa [儿人, rén]) grupo de 4 cavalos, dois pares. (Ideograma: quatro [四 , sì] + cavalo [馬, mǎ]) cavalo, cavalo (xadrês); abreviatura para Malásia.

(Ideograma: um cavalo) rú como, parecido com, tão bom como, equivalente a; de acordo com, deste modo; assumir, parecer, supor; ir para, chegar a; seguir (conselho), ouvir (alguém); deve; devia; a tempo, a seu tempo; como se, se, supondo; como, por exemplo, aparentemente; (muitas vezes é posicionado como um sufixo). (Ideograma: mulher [女, nǔ] + boca [口, kǒu] — como uma mulher que segue os conselhos do marido ou do pai) sentar, ajoelhar, fazer sentar, chegar a; assento, banco; situado, sentado; andar (de camioneta, comboio, etc.); obter (lucro, etc.) sem trabalho; persistir em; afundar-se, (dito de um edifício) cair para trás sob a pressão ou ter a sua parte de trás virada para; (dito de arma, etc.) recuar, recuar depois de um impacto; ser acusado de um crime, ser punido; devido a, por causa de. (Ideograma: solo [土, tū] + duas pessoas [人, rén] — duas pessoas sentadas no chão viradas uma para a outra) avançar, progredir, entrar, ir em frente, promover, prosseguir; melhorar; melhoria, progresso; recomendar; introduzir; oferecer (conselhos, presentes, etc.); geração; renda; quartos numa casa dividida por um pátio; pátio; comer. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + pássaro pequeno [隹, zhuī]) assim, deste modo, como resultado disto, se é assim, neste caso; isto, estes, destes; aqui, agora, aqui e agora, o presente, isto (o auto-evidente). (Ideograma: pé, pegada [止, zhǐ] + [匕, bǐ] (homem rodado) — parar e voltar-se para trás ou um homem 匕 mantendo-se 止 no seu lugar — isto) antigo, antiquado, clássico, velho; há muito tempo, outrora; os antigos, tempos antigos, os tempos mais antigos; paleo-. (Ideograma: dez [十, shí] + boca [口, kǒu] — representando a ideia de algo que já passou por dez bocas, ou seja, algo que foi já transmitido ao longo de dez gerações) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa)

zuò

進 此 古

jìn

suǒ

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

260

guì

benefício, estima, glorificação, honra, respeito, valor, moeda; ser estimado, altamente colocado, alta patente, honrado, distinto, caro, oneroso, valioso, precioso; estimar, prezar, apreciar, favorecer; tratar com respeito, considerar como tesouro, valorizar altamente; premiar; honradamente, respeitosamente, ou uma forma de tratamento formal denotando respeito. (Ideograma: mãos segurando dinheiro [貝, bèi] (conchas presas num fio usadas como dinheiro)) o quê?, como?, porquê?, qual?, onde? (Ideograma: homem [亻人, rén] + capaz de, mas, contudo [可, kě])

何 曰

yuē

求 得

qiú

falar, dizer, diz, disse, dizendo; declarar, chamar, designar, implicar, significar, ler, referir, comentar, sugerir, jurar, proferir; chamado, designado, referido, assim chamado; nomeadamente; deste modo, assim, e assim, por isso; por isso se (diz, chama); diz-se (que). (Ideograma: boca [口, kǒu] com língua) procurar, requerer, exigir, pedir, deseja, rezar por. (Ideograma: mão que sai de dentro da roupa, pedindo ajuda) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]). crime, mal, transgressão, pecado, vício, ofensa; culpa, sofrimento, dificuldades, dor. (Ideograma: capturar o mal [非, fēi] com uma rede [罒網, wǎng]) culpado. evitar; escapar, evadir-se, fugir; resignar, renunciar, abandonar; dispensar, libertar, isentar, perdoar, desculpar, absolver, poupar; demitir (de funções). (Ideograma: coelho [兔, tù] com um ponto a menos (o rabo) – coelho que se escapa) *partícula interrogativa final; responder em uníssono. *mau, malicioso, pecador, heresia, herético; pertencente à feitiçaria, anorma,; demoníaco, mau, nefasto; influências que causam doença (na medicina chinesa); enganador, um malandro (que comete fraudes, enganando as pessoas). (Ideograma: dente [牙,yá] + cidade [邑, yì]) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio.

dé děi de

罪 有罪 免 邪

zuì zui

yǒu zuì miǎn

yé xié

wéi

elefante

下 天下

xià

tiān xià

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

261

Capítulo 63

公十三章
wéi agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») não agir, não ser, não fazer, sem agir, deixar as coisas seguirem o seu curso. No taoismo, significa agir sem forçar, agir sem esforço, sem interferir, sem fazer qualquer coisa de «artificial», ou seja, exclusivamente voluntária, qualquer coisa que vai contra a corrente própria do Tao. actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém) Em chinês actual, estes dois ideogramas juntos significam: não ter nada que fazer. saborear; sabor, gosto, cheiro, odor; delícia. (Ideograma: boca [口, kǒu] + ainda não [未, wèi])

elefante

無為 事

wúwéi

shì shi diàn zhì

無事 味 大

wú shì wèi

dài

xiǎo

大小 多

dà xiǎo duō

*grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) pequeno, jovem, júnior, humilde, insignificante, menor, leve, diminuto, trivial, sem importância; feito de pedaços pequenos; mediania, pequenez, mediocridade; jornal tablóide; um pouco, poucos; por um curto espaço de tempo; diminuir, minimizar, encolher, tornar insignificante. (Nota: não implica algo de mau ou errado, mas sim, por vezes, de inferior). (Ideograma: uma linha que divide a meio e torna mais pequeno) Hoje em dia, em conjunto significam: dimensão, magnitude, tamanho, medida. muito, muitos, demasiado, numeroso, multi-; excesso; muito mais, mais do que; ter muito; expressão de dúvida ou surpreza (como?, o quê?, etc.) quanto à qualidade do adjectivo que se segue. (Ideograma: duas luas) pouco, jovem, juvenil, júnior, pequeno, menor (em número, quantidade, tempo); pouco, indistinto, ausente, em falta, inadequado, perdido; não pode passar sem; parar, desistir. (Ideograma: retirar daquilo que já é pequeno [小, xiǎo] (uma linha que divide e torna mais pequeno)) Hoje em dia, estes caracteres em conjunto significam: *número, quantia, até certo ponto. *quanto?, quantos? que (número)?, tanto como. reembolsar, retribuir, recompensar; recompensa, retribuição, vingança; relatar, informar, anunciar; relatório, jornal, periódico, revista. (Ideograma: matar, criminoso [㚔, niè] + pessoa subserviente 卩+ mão [又, yòu] )

shǎo

多少 報

duō shǎo duō shao bào

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

262

怨 以

yuàn yuan yuān yǔn yung yǐ

má vontade, ódio, rancor, inimizade, ressentimento; resentir-se, queixar-se, culpar (outros). (Ideograma: mente/coração [心, xīn] + homem que se vira na cama [夗, yuàn] ou homem (卩) ajoelhado, à noite, à Lua [夕月, yuè])
*

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [心 忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí])) diagrama, tabela, mapa, plano, esquema, imagem, retrato; procurar, perseguir, planear, conspirar; intenção, finalidade, objectivo, propósito. (Ideograma: avarento, celeiro com excedentes [啚, tú] + um espaço fechado [ 囗, wéi] — possivelmente, representa um mapa confinado ao espaço de um papel) *aflição, calamidade, complicação, dificuldade, problema; ser sobrecarregado (de impostos); árduo, complicado, duro, pesado, chato; sobretaxar; *desastre, sofrimento; ralhar, censurar, encontrar falhas; não é? (Ideograma: barro, sedimento, engessar [堇, jīn] + pássaro de cauda curta [隹, zhuī]) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) troca, mudança, câmbio, facilidade, simplicidade, espontaneidade, transformação, versatilidade; fácil, simples, espontâneo, versátil, amável, à vontade, relaxado, leve, natural, agradado, brando; indiferente, desatento, negligente; em processo; mudar (de casa, posto de trabalho, de proprietário, etc.), trocar, considerar fácil, relaxar, transformar, transpor, permutar, alterar; facilmente; no processo, na troca; o livro das mutações (o I Ching — 易經, yìjīng)). (Ideograma: um lagarto) fino, minúsculo, pequeno, detalhado, encolhido, diminuído. (Ideograma: fio, seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] da cabeça [囟 田, xìn] — cabelo fino] dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha)

tú tū

nán nàn

細 天 下

tiān

xià

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

263

天下 必

tiān xià bì

zuò zuo

zuó

是 聖

shì

(Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. certamente, necessariamente, usualmente, deve; requerer, precisar, precisa, precisando; ter a certeza, ser essencial, ser obrigatório, ser necessário; partícula enfática. (Ideograma: possivelmente separar [兪, bā] usando divisórias ou estacas [弋, yì]) *agir, fazer, obra (de escritor, etc.); activar, estimular, aparecer, erguer-se, emergir, tornar-se, criar, compôr, escrever, trabalhar; inventar, fingir, afectar, sentir; actividade, composição, criação, trabalho, escrita. *oficina pequena; gesto chinês feito com as mãos juntas subindo e descendo; cair numa armadilha. *ingredientes de uma receita; saladas, molhos; abusar, desperdiçar; permitido; estar de bom espírito; na moda; ter consideração; talvez, provavelmente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] que de repente [乊, zhà] fica activa) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

shèng

rén

zhōng

santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) fim, conclusão, morte, finalidade; concluído, duradouro, eterno, completo, feito; completar, levar até ao fim, morrer, falecer; no final, do fim; completamente, definitivamente, na verdade, afinal. (Ideograma: linha, seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] + Inverno [ 冬, dōng] — parece representar a ideia do fim de uma linha) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [ 古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca)

gù gǔ

能 成

néng tài

chéng

concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

264

qīng

諾 寡 信

nuò

*um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto) leve, fácil, macio, simples, jovem, impetuoso, descuidado, não importante, frívolo, precipitado; facilidade, indiferença; carruagem leve; diminuir, tornar mais leve, mitigar; desrespeito, tratar com ligeireza, ignorar, subestimar; facilmente, levemente, gentilmente; pequeno em número, descontraído, neutral. (Ideograma: veículo [車, chē] + curso de água [坙, jīng]; parece traduzir a ideia de que as coisas parecem leves quando se carregam num carrinho de mão) prometer, responder, declarar, consentir, concordar. (Ideograma: falar [言, yán] + assumir [若, ruò] (ervas [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu], a mão que leva as coisas à boca [口, kǒu])) viúvo, sozinho, solitário; pouco, escasso, raro. (Ideograma: casa, telhado [宀, mián] + conferir, dar [頒, bān] (cabeça, folha de papel [頁, yè] + dividir, separar [分, fèn] (separar [兪, bā] com faca [刀, dāo]) — graficamente, parece representar o acto de garantir uma casa a uma viúva) confiança, certeza, crença, credulidade, (boa) fé, sinceridade; palavra de honra, verdade; evidência, sinal, mensagem; enviado, emissário; notícias, informação, palavra, carta, correio; acreditar (em), confiar, contar com; estar seguro de; consistente, credível, honesto, sincero, verdadeiro, de confiança; assinar, prometer; na verdade, verdadeiramente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] + palavra [言, yán] — talvez evocando a ideia de uma pessoa «de palavra») como, semelhante a, também, exactamente como, como se; estratégia, esquema, enredo; magicar (planear em segredo), planear, esperar, suspeitar, deliberar; contudo, ainda, até mesmo, especialmente, enquanto; um judeu; um tipo de macaco. (Ideograma: cão ou pequeno animal [犭犬, quǎn] + chefe, vapores que saiem de frasco [酋, qiú]) partícula final denotando o pretérito perfeito (perfect tense) ou partícula auxiliar denotando determinação (um intensificador), ambas indicando interrogações ou exclamações (certamente....!, completamente....!, de modo nenhum....!, ponto final....!, feito....!; por si mesmo....!; aqui?; ...?, na verdade....!, tão ....!, que....!, só....!, meramente....!, simplesmente...!, realmente...!, certamente... ! é isto?). (Ideograma: boca a falar [厶, yǐ] + seta [矢, shǐ] — o som de uma seta, empréstimo pelo som)

guǎ guá

xìn

yóu

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

265

Capítulo 64

公十四章
qí seu; dela; sua; sua (refere-se a frase anterior); (sobre, como, pelo, para, dentro de, por cima, de, através de, em direcção ao, com) o seu, aquilo, ele, eles; isto, aquilo, um, um que, tu, esse(s), este(s), aquele(s), essa(s) coisa(s), há, é, são, pode ser, é esperado que, sendo assim; que, tantos, o, a ; para o de (alguém, alguma coisa), é o que, para o(s) que; alguns, isto é o que; tem o seu, têm o seu; como esse(s); se (for,são, fossem), se eles, se estes; um interrogativo usado para introduzir uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado)

安 易

ān

持 未 兆

chí

pacífico, tranquilo, calmo, seguro, estável; calma; estabilizar, pacificar; consolar; colocar, pôr; satisfazer-se com; como, porquê? (Ideograma: mulher [ 女, nǔ] sob um tecto [宀, mián]). troca, mudança, câmbio, facilidade, simplicidade, espontaneidade, transformação, versatilidade; fácil, simples, espontâneo, versátil, amável, à vontade, relaxado, leve, natural, agradado, brando; indiferente, desatento, negligente; em processo; mudar (de casa, posto de trabalho, de proprietário, etc.), trocar, considerar fácil, relaxar, transformar, transpor, permutar, alterar; facilmente; no processo, na troca; o livro das mutações (o I Ching — 易經, yìjīng)). (Ideograma: um lagarto) manter, sustentar, apoiar, guardar, suportar, agarrar; presidir; um empate ou impasse. Antigamente: páteo. (Ideograma: mão [手扌, shǒu] + templo, oferta feita com a mão [寸, sì]) ainda não, não agora, agora não; menos do que, falho de; antes de; sem, incompleto; ainda não estar pronto para; nunca, nunca será; incompletamente; negação, -in; período da uma às três da tarde. (Ideograma: uma árvore [木, mù] em que os botões ainda não floresceram) augúrio, sinal (prenúncio do futuro, ao ler a sina), um aviso, presságio; prever; milhões (china); trilião; biliões (taiwan); começar; início. (Ideograma: representa ranhuras na carapaça de uma tartaruga, que eram usadas como oráculo, para tentar prever o futuro) planear, esquematizar, projectar, conceber; esquema, estratagema, plano; conspiração; expedito, astuto; consultar (alguém), procurar, tentar obter. (Ideograma: palavras [言, yán] + eu, algo ou alguém [某, méi, mǒu] (àrvore [木 , mù] + delicioso [甘, gān] — antigamente: ameixieira)

wèi

chōng zhào

móu mou

脆 泮 微

cuì

quebradiças, frágeis, duro mas facilmente quebrável; superficial, fino; fácil, (operação) rápida e conveniente; voz clara e alta. (Ideograma: carne, costelas [月肉, ròu] + precário, perigoso [危, wéi])

pàn

derreter, dissolver; dispersar, desmoronar; praia, poço; escola da dinastia Zhou, instituição de ensino avançado. (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + metade, parcialmente [半, bàn])

wēi wéi

sǎn sàn

pequeno, fino, diminuto, fraco, débil; pouco, ligeiro, baixo, médio, humilde; forma educada de se referir a si mesmo (eu, meu, mim); subtil, obscuro, oculto, escondido; espiar; se não fosse por. (Ideograma: estrada [彳, chì] + pessoa [人 , rén] batendo (acção [殳, shū] — mão com instrumento) numa planta 山 para remover fibras finas) *relaxado, solto; dispersar, disseminar, distribuir; partir-se, quebrar, soltar-se; cortado, solto, dividido; remédio em pó. *adiar, dispersar, acabar, parar. (Ideograma: separar (bater no cânhamo) [㪔, sàn] + costelas, carne [月肉, ròu])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

266

wéi

elefante

agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

zhī

有 治

yǒu

zhì chí tāi

亂 合 抱 包 木 生

luàn

hé gě

governo, jurisdição, liderança, gestão, ordem, organização, regra, arranjo; paz sob um bom governo; administrar, governar, controlar, dirigir, reger, regular, manipular, liderar, pôr em ordem, organizar, treinar, comparar; curar, tratar, pacificar, punir, suprimir; em boa ordem, bem governado, pacífico e ordeiro; a sede do governo local; tratamento; estudar, investigar; controlar as águas de um rio. (Ideograma: água [水氵, shuǐ] + alegria, boca a falar [台, yí]) caos, anarquia, confusão, desordem, rebelião, revolta, insurreição, distracção; confundido; perplexo; agitado; desordenado; desordenar; confundir. (Ideograma: pessoa de joelhos 乚 a desfazer um sarilho com as mãos) *ajustar-se, juntar-se, combinar, juntar, unir, fechar; harmonia, par, partilhado, nota musical chinesa. *100 ml; medida para grão. (Ideograma: uma boca invertida [亼, jí] falando para outra boca [口, kǒu) agarrar, carregar (nos braços), abraçar, rodear, acarinhar, aceitar, guardar, proteger, esconder; possuir; ambição, aspiração; abraço; (Ideograma: mão [手, shǒu] + embrulhar, cobrir [包, bāo] — criança, embrião [ 已, yǐ] num útero?) embrulhar, cobrir. (Ideograma: cobrir uma criança , embrião [已, yǐ] no útero?)

bào

bāo

arvore, madeira; feito de madeira; simples, honesto; inconsciente, paralisado; caixão. (Ideograma: uma árvore) viver, vivo, vida; nascer, crescer; criar (vida), gerar, dar à luz, dar origem a, produzir, iluminar; verde, imaturo, novo, cru, por refinar, por cozer, rijo; natal (do nascimento), vital, vitalidade; indomesticado, bárbaro, selvagem, sem cultura, aluno, estudante; não familiar, estranho, desconhecido; mecânico. (Ideograma: planta a crescer a partir do solo [土, tū]) pêlo ou cabelo fino; infinitesimal, muito pequeno; pincel para escrever; um centavo; uma medida de peso; uma medida de comprimento; 1 mil avos; mili-. (Ideograma: pêlo, dez cêntimos [毛, máo] + alto, acima da média, proeminente [高, gāo])

shēng

háo

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

267

末 九 層 台

mò miè

final, último, recente; trivial, insignificante, pouco importante; fim, ponta, extremidade, botão (de planta); os quatro membros; nenhum, ninguém. (Ideograma: os botões ou frutos numa árvore)

jiǔ

nove, nono.

céng

camada, estrato, andar (de edifício); classificador para camadas; repetido.

(Ideograma: pessoa sentada [尸, shī] no passado [曾, céng]) tái plataforma, palco, terraço, posto de observação, stand, secretária (mesa), estação, emissora de rádio, classificador para veículos ou máquinas; suportar; abreviatura para Taiwan; (em em chinês clássico:) maneira polida de se dirigir a alguém numa carta. O mesmo que [ 臺 , tái]. Antigamente, significava: alegria). (Ideograma: boca [口, kǒu] + falando 厶) plataforma, palco, terraço, posto de observação, stand, secretária (mesa), estação, emissora de rádio, classificador para veículos ou máquinas; suportar; abreviatura para Taiwan; (em em chinês clássico:) maneira polida de se dirigir a alguém numa carta. O mesmo que [台, tái]. (Ideograma: possivelmente, uma torre de vigia ou um guerreiro [士, shì] numa torre alta [高, gāo] da qual pode atirar uma seta [至, zhì]) levantar-se, elevar, crescer; começar, ocorrer; desdobrar, descobrir, construir, estabelecer, iniciar (uma acção); um adjunto numerário (classificador) para casos ou acontecimentos imprevisíveis. (Ideograma: por si mesmo [己, qǐ] + mudar [走, zǒu] (homem [土大,dà] a andar a pé [止, zhǐ]) *uma coisa grande demais, que não dá jeito, um incómodo; atar, unir, entrançar, enrolar; corda pesada; atado em conjunto. *acumular ao longo do tempo, empilhar, repetir; repetidamente, sucessivamente; aumentar; acumulação, aumento; cesto. *implicar, envolver, envolvimento; fadiga; cansado. (Ideograma: campos [畾, léi] + fio (representado por uma dobadoira), corda [糸 , mì]) terra, solo, território, pó, barro, local; indígena, nativo, rústico, não sofisticado; ópio por refinar; abreviatura para Turquia. (Ideograma: possivelmente, um objecto crescendo da terra ou um monte de barro na roda de oleiro) *mil, muitos, muito. *balanço, baloiço. (Ideograma: um [一, yī] + pessoa [人亻, rén])

tái

léi lěi lèi

土 千 里 行

qiān

xìng xíng

háng

shǐ

vizinhança ou comunidade de 25 famílias (em tempos antigos); vizinhança, aldeia; viela, rua; dentro, interno, interior; unidade de comprimento (milha chinesa) (approx. 0.58 km). (Ideograma: campo [田, tián] + terra/solo [土, tǔ]) *a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas) início, começo, fonte, precursor; nascimento, génesis; primeiro, fresco, novo; depois, depois disto, então, logo que, daqui para a frente; começar, ser o primeiro, iniciar, originar; só então; renovar. (Ideograma; mulher [女, nǔ] + alegria [台, tái] (boca [口, kǒu] falando 厶); possivelmente, a alegria de uma mãe no nascimento de um filho)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

268

下 為

xià

wéi

elefante

*pés, pé, base, fundação, suporte, adequação, satisfação, suficiência; base para, razão para; (ser) amplo, adequado, completo, o bastante, satisfatório, competente, merecedor (de); (estar) cheio, satisfeito (com); suficientemente, completamente, amplamente. *demasiado modesto ou humilde. (Ideograma: pé [止, zhǐ] e rectângulo (ou elipse) que parece representar uma perna) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) derrotar, frustrar, estragar, ferir, corromper; ser derrotado, ser prejudicado, ser corrompido, descer, falhar, perder; declínio, decadência. (Ideograma: dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] + acção [攵攴, pū] ) deter, prender, apoderar-se de, capturar, tomar, segurar na mão; obstruir; participar em, estar encarregado de, administrar, realizar, controlar, dirigir, manter, gerir, executar; guardar, reter, defender (um princípio, etc..); processar, apreender, fechar; agarrar-se obstinadamente a, insistir obstinadamente, persistir em; mandar calar (boatos, etc.). (Ideograma: agarrar [丮, jǐ] + matar, criminoso [㚔, niè] (pessoa [大, dà] em cima de homem morto (invertido) 屰) ) perder, falhar, cometer um erro; ignorar, esquecer, adbicar, desistir, perder o controlo, omitir; partir, desviar, escapar; perdido, abandonado, fora de; defeito, deficit, erro, falha, falta, perda, negligência, omissão. (Ideograma: mão, palma da mão [扌手, shǒu ] e algo a cair dela) Nota: muito parecido com [矢, shǐ] (flecha, seta) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

zhě

bài

zhí

shī

是 以

shì

*

shèng

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

269

rén

pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») não agir, não ser, não fazer, sem agir, deixar as coisas seguirem o seu curso. No taoismo, significa agir sem forçar, agir sem esforço, sem interferir, sem fazer qualquer coisa de «artificial», ou seja, exclusivamente voluntária, qualquer coisa que vai contra a corrente própria do Tao. consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [ 古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) o povo, nacionalidade, cidadão, cidadania, as massas, multidão, humanidade, habitantes, sociedade, súbditos, ser humano, social, do povo, público. (Ideograma: o caracter antigo parecia representar pessoas que saem de uma mesma vagina maternal).

無為 故

wúwéi

gù gǔ

mín

cóng zōng zǒng

shì shi diàn zhì

*a partir de, por, pelo, daí, de onde, através de; empreender, gerir, tomar conta de, dedicar-se a, seguir, perseguir, participar em; ceder a, obedecer, escutar; seguidor. *de norte a sul; *acompanhante, criado, secundário, acessório, vice ou adjunto; relações diversas das de sangue. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + seguir passo a passo [从 , cóng]) actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém) eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) *pequeno, minúsculo; ligeiro; quase; ler subtilezas. *quanto?, quantos?, vários, uns poucos. (Ideograma: muitos fios (representados por dobadoiras) [糸, mì] num tear) concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng]) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba).

cháng

幾 成

jī jǐ

chéng

ér

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

270

shèn

cuidadoso, escrepuloso, prudente; ser cuidadoso, circunspecto. (Ideograma: coração [忄心, xīn] + genuino [眞真, zhēn]

zhōng

shì shi diàn zhì

fim, conclusão, morte, finalidade; concluído, duradouro, eterno, completo, feito; completar, levar até ao fim, morrer, falecer; no final, do fim; completamente, definitivamente, na verdade, afinal. (Ideograma: linha, seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] + Inverno [ 冬, dōng] — parece representar a ideia do fim de uma linha) como, parecido com, tão bom como, equivalente a; de acordo com, deste modo; assumir, parecer, supor; ir para, chegar a; seguir (conselho), ouvir (alguém); deve; devia; a tempo, a seu tempo; como se, se, supondo; como, por exemplo, aparentemente; (muitas vezes é posicionado como um sufixo). (Ideograma: mulher [女, nǔ] + boca [口, kǒu] — como uma mulher que segue os conselhos do marido ou do pai) *partícula indicando consequência (geralmente depois de uma suposição) ou uma razão: então, como resultado, como regra, consequentemente, de isso, desse modo, necessariamente, normalmente, por essa razão, por isso; nesse caso; *uma lei, regra, critério, norma, padrão, princípio; *imitar, seguir; *(partícula exprimindo contraste com frase anterior:) mas, contudo, no entanto, caso contrário. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] que separa dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] segundo uma regra) actividade, assunto, matéria, deveres, tarefa, afazer, esforço, empenho, emprego, negócio, ocupação; problema, acidente; responsabilidade; fazer, trabalhar, estar ocupado, gerir um negócio, servir. (Ideograma: possivelmente, uma mão 又 plantando algo 支 com base em ordens (boca) [口, kǒu] dadas por alguém) cobiçar, desejar, pretender, querer, ansiar, gostar; ter saudades de; tencionar; expectativa, apetite, avareza, desejo, fome, intenção, motivo, paixão, parcialidade; amigável, jovial; parcial; desejoso, avaro, apaixonado; prestes a. (Ideograma: vale, curso de água saindo de buraco [谷, gù] + homem soprando [欠, qiàn] (possivelmente por ter sede)) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) benefício, estima, glorificação, honra, respeito, valor, moeda; ser estimado, altamente colocado, alta patente, honrado, distinto, caro, oneroso, valioso, precioso; estimar, prezar, apreciar, favorecer; tratar com respeito, considerar como tesouro, valorizar altamente; premiar; honradamente, respeitosamente, ou uma forma de tratamento formal denotando respeito. (Ideograma: mãos segurando dinheiro [ 貝 , bèi] (conchas presas num fio usadas como dinheiro)) *aflição, calamidade, complicação, dificuldade, problema; ser sobrecarregado (de impostos); árduo, complicado, duro, pesado, chato; sobretaxar; *desastre, sofrimento; ralhar, censurar, encontrar falhas; não é? (Ideograma: barro, sedimento, engessar [堇, jīn] + pássaro de cauda curta [隹, zhuī]) *obter, adquirir, ganhar, atingir, agarrar, vencer, trazer, capturar; aceitar, permitir; pronto, satisfeito, contente, auto-satisfeito; concordância, harmonia; pode, ser capaz de; tudo bem! *ter que, dever, precisar, tomar; *partícula usada depois de verbo ligando-o à próxima frase indicando efeito, grau, possibilidade, etc. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] e obter (mão [寸, cùn]) dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝 bèi]).

guì

nán nàn

dé děi de

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

271

貨 學 復 眾 人

huò

mercadorias, produtos, dinheiro, moeda, propriedade; frete, carga; vender, subornar; suborno; usado como um termo insultuoso. (Ideograma: trocar, converter [化, huà] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi]) aprender, estudar, treinar, imitar; conhecimento, escola, académico, escolar. (Ideograma: duas mãos apresentando caracteres a uma criança [子, zǐ]) NOTA: [大學, dà xué] (grande escola) significa Universidade.

xué xiáo

fazer outra vez, repetir, duplicar, renovar; voltar, regressar, regressar a um estado normal ou ao estado original; voltar-se; recurrente, vindo e indo; repetidamente, novamente; resposta a uma carta; recuperar; recuperação. (Ideograma: estrada [彳, chì] + ir para trás [复, fù] (pegada [夊, suī])) multidão, grupo, multitude, massas, todos, cada um, tudo, em todo o lado; público, comum, popular; abundante, muito, muitos, numeroso. (Ideograma: um olho [ 目 , mù ] a ver muita gente. Originariamente: três pessoas debaixo do Sol [旣, rì]) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa)

zhòng

rén

所 過

suǒ

guò guo huò

contagioso; passar, transferir; atravessar; passar por; visitar; chegar a; atravessar um rio; através; visitar; morrer, morte; por cima de; ir para além dos limites normais ou adequados; ultrapassar; em demasia; excessivo; erro; demérito; culpa; pecado. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + osso, maxilar, mal dizer, falar, boca [咼, guǎ, guō]) ajudar, auxiliar, complementar; barras protectoras em ambos os lados de uma carroça ou carruagem; bochechas humanas. (Ideograma: veículo [車, chē] + imediatamente depois [ 甫,fǔ]) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿 , parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛, niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). dez mil; todos, todos os, muitos; omni -; um número muito grande; inumerável; miríade; completamente, extremamente, absolutamente; nome de uma dança antiga. (O mesmo que a palavra grega «myriás, myriádos», que significa dez mil e de onde provém a palavra portuguesa «miríade», que se refere hoje a uma grande quantidade indeterminada.) (Ideograma: originariamente representava um escorpião – trata-se de um empréstimo pelo som) as dez mil coisas, todos os seres vivos — significa «todas as coisas», porque o caracter chinês que significa «dez mil» também pode significar «todas». si, a si mesmo; por si só, natural, inato, espontâneo, próprio, pessoal, privado; naturalmente, certamente, pessoalmente, auto-; de, desde, saindo de, vindo de, começando (em, com). (Ideograma: representação de um nariz; sugere o hábito chinês de apontar para o nariz ao dizer «eu»)

輔 物

wàn

萬物 自

wànwù zì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

272

rán

自然

zìrán

gǎn

assim; se for assim, assim mesmo, sendo assim; sim, correcto, verdade; permissão; certamente, realmente; mas, contudo; (ser) natural, real, verdadeiro; afirmar, aprovar, consentir; considerar verdadeiro; o mesmo que 燃: queimar, passar pela chama, coser, acender; chama, luz. (Ideograma: carne [肉, ròu] de cão [犭犬, quǎn]) no fogo [火灬, huǒ] — ideograma emprestado pelo som — o seu significado mais antigo é «cozinhar» ou «passar pela chama») por si assim, seguindo o seu próprio fluir natural. O conjunto formado por esses dois caracteres é usado pelos taoistas para exprimir o principio básico do Tao na sua evolução (o «por si mesmo assim» — a natureza espontânea própria dos seres). Hoje em dia, em chinês moderno são usados em conjunto para significar Natureza, natural. ousar, tentar, aventurar-se, tomar a liberdade, ter a confiança, ter a certeza; corajoso, ofensivo, presumido, trágico; ousadia; audácia; destemidamente, certamente. (Ideograma antigo: duas mãos segurando animal que pode morder)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

273

Capítulo 65

公十五章
antigo, antiquado, clássico, velho; há muito tempo, outrora; os antigos, tempos antigos, os tempos mais antigos; paleo-. (Ideograma: dez [十, shí] + boca [口, kǒu] — representando a ideia de algo que já passou por dez bocas, ou seja, algo que foi já transmitido ao longo de dez gerações) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [ 止 , zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) *bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [ 象 , xiàng] — um empréstimo pelo som) caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) nenhum, não, negativo, sem, com nenhum, de modo nenhum; in-, des-; não ser; falhas, erros, males; objectar, refutar, censurar, culpar; considerar como errado; errado; não significa; não é errado?; diminutivo para a África. (Ideograma: as asas opostas de um pássaro – um grou; ou asas quebradas, que não funcionam) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ])

zhī

shàn

qiāng

wéi

elefante

dào

zhě

fēi fěi

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

274

míng

mín

brilho, claridade, iluminação, luz, lucidez; percepção, discernimento, visão, acuidade visual; acordo, contrato; brilhante; claro, compreensível, consciente, óbvio, evidente, inteligente, esclarecido, esperto, inteligível, lúcido, puro, sagaz, visionário; afirmar, acordar (por oposição a dormir), ver, clarificar, esclarecer, explicar, iluminar, ilustrar, percepcionar, mostrar, entender; dia, alvorada, madrugada, próximo (dia ou ano), a dinastia Ming (1368-1644 d.C.). (Ideograma: Sol [旣, rì] + Lua [月, yuè]). o povo, nacionalidade, cidadão, cidadania, as massas, multidão, humanidade, habitantes, sociedade, súbditos, ser humano, social, do povo, público. (Ideograma: o caracter antigo parecia representar pessoas que saem de uma mesma vagina maternal). *usado como verbo, exprimindo acção futura; irá, iria, iria em breve; fazer tenção de, estar prestes a, pronto para; alimentar, nutrir; incitar alguém a agir; futuro, no futuro imediato; (preposição) com, por. *general, almirante, líder militar de alto escalão; liderar (soldados). (Ideograma: ter carne [月肉, ròu] na mão [寷, cùn] em cima da mesa [爿, quiáng] (figura rodada)) estúpido, tonto, tolo, imprudente, rude, ignorante; simples, rústico, sem sabedoria, não inteligente; enganar; fazer batota; eu (auto-referência com humildade). (Ideograma: mente/coração [心忄, xīn] + macaco [禺, yù]) *aflição, calamidade, complicação, dificuldade, problema; ser sobrecarregado (de impostos); árduo, complicado, duro, pesado, chato; sobretaxar; *desastre, sofrimento; ralhar, censurar, encontrar falhas; não é? (Ideograma: barro, sedimento, engessar [堇, jīn] + pássaro de cauda curta [ 隹, zhuī]) governo, jurisdição, liderança, gestão, ordem, organização, regra, arranjo; paz sob um bom governo; administrar, governar, controlar, dirigir, reger, regular, manipular, liderar, pôr em ordem, organizar, treinar, comparar; curar, tratar, pacificar, punir, suprimir; em boa ordem, bem governado, pacífico e ordeiro; a sede do governo local; tratamento; estudar, investigar; controlar as águas de um rio. (Ideograma: água [水氵, shuǐ] + alegria, boca a falar [台, yí]) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) esperteza, inteligência, conhecimento, prudência, sabedoria; capaz, esperto, sabedor, conhecedor, prudente, talentoso, sábio. (Ideograma: saber [知, zhī] brilhante como o Sol [旣, rì])

jiāng jiàng

愚 難

nán nàn

zhì chí tāi

智 多

zhì

duō

muito, muitos, demasiado, numeroso, multi-; excesso; muito mais, mais do que; ter muito; expressão de dúvida ou surpreza (como?, o quê?, etc.) quanto à qualidade do adjectivo que se segue. (Ideograma: duas luas) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu])

gù gǔ

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

275

guó

zéi zé

país, nação, estado-nação, estado, reino, nacional, governamental; a capital, cidade, domínio; dinastia, império, terra, província, território; chinês. (Ideograma: região [或 , huò] dentro de um recinto [囗, wéi]) NOTA: hoje em dia usa-se para nação o caracter [国, guó] em que [或, huò] foi substituído por rei [王, wáng] ou jade [王玉, yù]; usa-se também 國家 ou 国家 (nação + família [家, jiā])). ladrão, gatuno, bandido, assaltante; rebelde, esperto, astucioso; traído; fazer mal, trair, matar; pestes agrícolas; dano, ferida, roubo. Por vezes é usado como um insulto. (Ideograma: consequência, regra [則, zé] (dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] + faca [刂刀, dāo]) + lança, alabarda [戈, gē]) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) sorte, felicidade, benção.

zhī zhì

此 全

liǎng

亥 稽

jī qǐ

式 常

shì shi chì

(Ideograma: altar [礻示, shì] + cheio [畐, fú] (recipiente com algo bom ou com valor)) saber, reconhecer, compreender, estar ciente de; tomar controlo, dirigir, operar; ajudar; sabedor, conhecedor; conhecimento, sabedoria; conscientemente, com conhecimento, sabiamente; os sábios; cérebros; informar, notificar. (Ideograma: boca [口, kǒu] + seta [矢, shǐ] — um discurso que atinge o seu objectivo) assim, deste modo, como resultado disto, se é assim, neste caso; isto, estes, destes; aqui, agora, aqui e agora, o presente, isto (o auto-evidente). (Ideograma: pé, pegada [止, zhǐ] + [匕, bǐ] (homem rodado) — parar e voltarse para trás ou um homem 匕 mantendo-se 止 no seu lugar — isto) dois, ambos, par, casal; tael (medida de peso), onça. Na China antiga, era também usado para se referir a uma peça de tecido ou outro artigo de cerca de 44 pés, ou a um grupo de 25 soldados. (Ideograma: uma balança ou um jugo para pôr na cabeça de um par de animais.) também, igualmente. (Ideograma: pessoa [ 大 , dà] com água a escorrer dela — caracter emprestado pelo som) *examinar, analisar, investigar, inspeccionar, verificar; ficar, atrasar, diferir; *ajoelhar pondo a testa no chão, fazer uma vénia. (Ideograma: grão, cereal [禾, hé] + culpar, erro, especial [尤, yóu] (mão direita [又, yòu] com verruga [疣 yóu]) + intenção, objectivo [旨, zhǐ] (homem [ 匕, bǐ] (homem rodado ou inclinado) e boca [曰, yuē]) modelo, padrão, costume, exemplo, forma, estilo, moda, regra, sistema; formulário, fórmula; cerimónia. (Ideograma: divisórias [弋, yì] + trabalho [工, gōng] – tirar medidas) eterno, perpétuo, constante, norma, regra, princípio; permanente, longo, duradouro; sempre, muitas vezes, comum, geral, normal, ordinário, frequente; frequentemente, habitualmente; continuar, perdurar, durar, persistir, sobreviver; sempre que, onde quer que. (Ideograma: casa com telhado [尚, shàng] (telhado 小 de edifício 冂 com janela 口) + lenço [巾, jin] (tecido pendurado num tear) – uma actividade comum e habitual: fazer um tecido) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

cháng

shì

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

276

wèi

xuán

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) preto, escuro, misterioso, escondido, oculto, místico, obscuro, profundo, secreto, hermético, subtil; preto, índigo; silencioso, meditativo; profundidade, mistério, subtileza; profundamente, misteriosamente, subtilmente. (Ideograma: seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] a ser tingida de preto) virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [ 心忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí])) profundidade; profundo, penetrante, misterioso, hermético, difícil; próximo, íntimo; muito, profundamente, extremamente, intenso. (Ideograma: água [水, shuǐ]+ lareira/lar [穼, shēn] (caverna, buraco [穴, xué] + fogo [火, huǒ] modificado para árvore [木, mù])) partícula final denotando o pretérito perfeito (perfect tense) ou partícula auxiliar denotando determinação (um intensificador), ambas indicando interrogações ou exclamações (certamente....!, completamente....!, de modo nenhum....!, ponto final....!, feito....!; por si mesmo....!; aqui?; ...?, na verdade....!, tão ....!, que....!, só....!, meramente....!, simplesmente...!, realmente...!, certamente... ! é isto?). (Ideograma: boca a falar [厶, yǐ] + seta [矢, shǐ] — o som de uma seta, empréstimo pelo som) longe, distante, remoto, profundo; manter à distância, manter afastado, evitar, fugir a; para além de; extenso. (Ideograma: andar [辶,chuò] + (com uma função fonética) o ar gracioso de um vestido longo [袁, yuán] (usando um pendente redondo 吉 na roupa [衣, yī])) *e, com, junto com, dar, partilhar, participar, tomar parte; colaborativo, partilhado; assistência, colaboração, companhia, ajuda, relação, partilha, apoio, união, participação; assim como, com a ajuda de. *tomar parte em; participar em. *partícula interrogativa, questão retórica; expressão de dúvida ou surpreza. (Ideograma: mãos que levantam algo [舁, yú] + dar (concha, colher [与, yú] com uma coisa (一) dentro); em versões antigas, também inclui uma boca [ 口, kǒu]) coisa, coisas, criatura, ser vivo; substância, matéria, objecto, item, conteúdo, mercadorias; as outras pessoas; natureza, mundo físico. (Ideograma: vaca [牛, niú] + não, nunca [勿, wù] (com uma função fonética) — o caracter 勿, parece representar um estandarte com bandeirolas presas numa vara, usado para comandar tropas; o som wù parece representar o som de um fio de um arco [弓, gōng] quando é largado. Note-se que o caracter vaca [牛 , niú] é normalmente usado para indicar o que não é humano, i.e., as vacas são «coisas»). reverso, oposto, contrário; contra; inverter; virar do outro lado (uma página); devolver; voltar atrás; retirar; revoltar; rebelião; inferir; olhar para o passado; olhar para dentro (introspecção). (Ideograma (mão direita [又, yòu] + oposto [ 厂, hǎn] – virar do outro lado uma mão)

shēn

yuǎn yuàn

yǔ yú yú

fǎn

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

277

rán

hòu

乃 至 大

nǎi

assim; se for assim, assim mesmo, sendo assim; sim, correcto, verdade; permissão; certamente, realmente; mas, contudo; (ser) natural, real, verdadeiro; afirmar, aprovar, consentir; considerar verdadeiro; o mesmo que 燃: queimar, passar pela chama, coser, acender; chama, luz. (Ideograma: carne [肉, ròu] de cão [犭犬, quǎn]) no fogo [火灬, huǒ] — ideograma emprestado pelo som — o seu significado mais antigo é «cozinhar» ou «passar pela chama») atrás, depois, atrás de, atrasado; estar ou ficar atrás, vir depois; subsequente, o próximo, o último; seguir, suceder; deferir, adiar, colocar no fim ou atrás; atraso, traseira, consequência, final; descendente, futuro, herdeiro, posteridade, sucessor; um verbo auxiliar para indicar «então» ou «depois». (Ideograma: estrada [彳, chì] + corda, fio (representado por uma dobadoira) [ 幺, yāo] + pegada [夊, suī]) então, como consequência, é então, então será, e então, só então; mas, e ainda, se, contudo; ser; tu, o teu. (Ideograma: prenhe de — ventre e seios de mulher grávida)

zhì dié

atingir, chegar a, alcançar; auge, zénite; solstício, ponto mais alto; muito, extremamente, até; para; usado para indicar o grau superlativo. (Ideograma: uma seta [矢, shǐ] atirada que chegou ao solo [土, tū] )

dài

shùn

*grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) obediência, felicidade, submissão humildade, resignação, bem-estar; seguir, obedecer, aceitar, concordar, submeter-se, ir junto com; provocar a rendição; na mesma direcção que, com; agradável, favorável, confortável, feliz; arranjar, pôr em ordem; conveniente, calmo. (Ideograma: fluir [川, chuān] com líder (homem com cabeça) [頁, yè])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

278

Capítulo 66

公十公章
um grande rio, corrente de água; o rio Yangtze. (Ideograma: água [氵水, shuǐ] + trabalho [工, gōng])

江 海 义

jiāng

hǎi

oceano, mar; imenso. (Ideograma: água [水, shuǐ] + toda [每, měi], que é representava antigamente uma mulher [母, mǔ] a pentear-se — um empréstimo pelo som) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) casa, local, residência, situação, lugar, localização, posição; onde... pertence; onde deve estar; quem, a quem; aqueles que, aquilo que; na realidade. (Ideograma: o machado [斤, jīn] que esculpe a porta [戶户, hù] de uma casa)

zhī

所 以

suǒ

*

能 為

néng tài

por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca)

wéi

elefante

agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) cem, centenas, centésimo; numerosos, muitos, todos os; (ser uma pessoa) comum. (Ideograma: um [一, yī] de algo pronunciado como branco [白, bái] — uma centena) vale, oco, buraco, ravina, canal, depressão, curso de água entre duas montanhas; dilema, situação difícil, ser difícil; grão, cereal. (Ideograma: parece representar água fluindo 兪兪 de um buraco 口) rei, senhor, príncipe, líder, soberano; fundador, autoridade, soberania; comando, domínio; ser rei de, governar; grande, principesco, real. (Ideograma: provavelmente, uma coroa; alguns pensam representar aquele que une o céu, a humanidade e a terra) que poderá

bǎi

谷 王

wáng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

279

zhě

shàn qiāng

下 故

xià

gù gǔ

是 聖

shì

pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) *bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [ 古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

shèng

rén

shàng

mín

santo, divino, intuitivo, perceptivo, reverente, sagaz, sábio, pessoa com virtudes espirituais, morais e intelectuais; santidade, piedade, reverência, sagacidade. (Ideograma: ouvir, ouvido [耳, ěr] + apresentar [呈, chéng] (falar (boca) [口, kǒu] + astuto, talentoso (homem bem assente no solo) [壬, tíng]) — o que se ouve falar com talento) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) cobiçar, desejar, pretender, querer, ansiar, gostar; ter saudades de; tencionar; expectativa, apetite, avareza, desejo, fome, intenção, motivo, paixão, parcialidade; amigável, jovial; parcial; desejoso, avaro, apaixonado; prestes a. (Ideograma: vale, curso de água saindo de buraco [谷, gù] + homem soprando [欠, qiàn] (possivelmente por ter sede)) subir, trepar, montar, progredir rapidamente; em cima, por cima, para cima, de cima; no topo, antes, prévio, precedente, primeira (de duas partes); anterior ou passada (semana, etc.), melhor, o melhor, superior, mais elevado, o maior; topo, parte de cima; partir para, ir para, ir a tribunal, frequentar (aula, universidade); entrar, aparecer em cena ou entrar numa categoria; aplicar, servir, adicionar, submeter, fornecer, encher; o 3º tom em mandarim. É o primeiro caracter em Shanghai [上海, shànghǎi] (em cima + oceano)) (Ideograma: para cima de uma linha) o povo, nacionalidade, cidadão, cidadania, as massas, multidão, humanidade, habitantes, sociedade, súbditos, ser humano, social, do povo, público. (Ideograma: o caracter antigo parecia representar pessoas que saem de uma mesma vagina maternal).

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

280

yán

xiān

shēn

certamente, necessariamente, usualmente, deve; requerer, precisar, precisa, precisando; ter a certeza, ser essencial, ser obrigatório, ser necessário; partícula enfática. (Ideograma: possivelmente separar [兪, bā] usando divisórias ou estacas [弋, yì]) palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [ 口 , kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) começo, passado; antepassado, antigo, ancestral, precedente, anterior, melhor, mais notável, primeiro, líder, predecessor, fonte; começar, liderar, estar antes, ir à frente de, iniciar, preceder, estar avançado; antes, cedo, mais cedo, primeiro, à frente, inicial, original; inicialmente, originariamente, previamente, antecipadamente; o falecido...; cansado e tenso; no começo, no início, antes; os nossos antepassados; abreviatura para Senhor. (Ideograma: pegada [止, zhǐ] de uma pessoa [儿人, rén]) (o, um) ser, entidade, indivíduo, pessoa, personalidade, vida, status; corpo, tronco;, incarnação; eu, nós, a nossa pessoa; o nosso (corpo, ser, vida, eu); gravidez; fato; personificar, incorporar. (Ideograma: corpo (com barriga e pernas) a andar.) atrás, depois, atrás de, atrasado; estar ou ficar atrás, vir depois; subsequente, o próximo, o último; seguir, suceder; deferir, adiar, colocar no fim ou atrás; atraso, traseira, consequência, final; descendente, futuro, herdeiro, posteridade, sucessor; um verbo auxiliar para indicar «então» ou «depois». (Ideograma: estrada [彳, chì] + corda, fio (representado por uma dobadoira) [幺, yāo] + pegada [夊, suī]) *residir, habitar, ocupar, viver, ficar, parar, acampar, descansar, sentar-se, estar em, dar-se bem com, adoptar, aderir, ajustar-se, praticar, pertencer, continuar, manter-se; lidar com, decidir, julgar, disciplinar, sentenciar, punir; ter à sua frente (qualquer coisa); circunstância, condição; adoptado, decidido, observado, resolvido. *lugar, posição, refúgio, abrigo; local, localidade; departamento de uma agência governamental; uma qualidade especial, marca distintiva; ponto. (Ideograma: lugar, lugar onde vive [処, chù] + tigre [ 虍, hū] (emprestado pelo som)) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) *pesado, sério, crítico, difícil, grave, grande, importante, massivo, respeitável, substancial, forte; gravidade, peso; enfatizar, sentir o peso de, honrar, ponderar, respeitar, dar valor; oprimir, pesar sobre; dar importância a; ter muita consideração por. *duplicar, repetir, empilhar; repetição, iteração, outra vez, camadas, duplo, numeroso. (Ideograma: pessoa [人, ren] segurando saco pesado [東, dōng] cheio de terra [ 土 , tū]) frente, à frente de, para a frente; antes, anteriormente, anterior, prévio, precedente, passado, de outros tempos; futuro; avançar; progredir; preceder. (Ideograma: um barco [月舟, zhōu]) na água 刂 andando (pé) [止, zhǐ] para a frente)

hòu

chǔ chù

ér

zhòng

chóng

qián

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

281

hài

天 天下 樂

tiān

ferir, magoar, danificar, prejudicar, causar problemas a, destruir, matar, dano, prejuízo, detrimento; ponto vital. (Ideograma: telhado [宀, mián] + boca [口, kǒu]+ um pau de registo [丯, jiè] – possivelmente, representa falar 口 e fazer contas 丯 falsas debaixo de um telhado 宀, causando dano a outrem) dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. *alegria; rir, bem disposto, feliz, satisfeito, alegre, contente, encantado; agradável, gratificante, confortável; pronto, com vontade de; conforto, extase, prazer; facilmente, alegremente, voluntariamente, com prazer *música, canção. (Ideograma: instrumento feito de madeira [木, mù] e cordas [幺, yāo] (fios representados por dobadoiras)) empurrar; olhar para, investigar, descobrir, ponderar, deduzir; evitar, desviar (responsabilidades, etc.), recusar; seleccionar, recomendar, louvar, estimar; mudar em sucessão (como as estações); avançar, alargar, ampliar; razão. (Ideograma: mão, palma da mão [扌手, shǒu] + pássaro [隹, zhuī]) detestar, rejeitar, não gostar, odiar; ficar cansado de; alimentar até ficar cheio; um excesso (de comida, etc.), saciado. Antigamente, significava: esmagar, comprimir. (Ideograma: o oposto [厂反, fǎn] de saciado [猒, yàn] ou empilhar rochedos [ 厂, hǎn] até ficar cheio [猒, yàn]; mas antigamente o caracter não continha o caracter 厂 , mas apenas 猒, que representa um cão [犬, quǎn] com carne [月 肉, ròu] na boca [曰, yuē]) (Hoje há [壓,yā] que significa esmagar, comprimir (composto por: [厭, yàn] + terra/solo [土, tǔ] = esmagar com terra), [饜, yàn] que significa saciar-se até ficar cheio (composto por: [厭, yàn] + comer [食, shí]), [魘, yǎn] que significa pesadelo (composto por: [厭, yàn] + monstro, fantasma [鬼, guǐ]) e [黶, yǎn] que significa ponto negro, borbulha (composto por: [厭, yàn] + preto [黑, hēi]) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) discutir, competir, debater, lutar, entrar em pancadaria, admoestar, aconselhar; puxar em direcções diferentes; com falta de; faltar, carecer de argumentos, competição, conflito, rivalidade, disputa, briga; como? porquê? (Ideograma: parece representar duas mãos puxando um fio em direcções diferentes) *não faças; não há ninguém que, não, não é, não pode; ninguém, nem um, nenhum; de modo nenhum; não ter; não é?; excepções. *crepúsculo, noite. (Ideograma: O Sol [旣, rì] desce sobre a relva [ 茻, mǎng])

tiān xià lè

yuè


tuī chuī

yà yàn



zhēng

mò mù

yǔ yú yú

*e, com, junto com, dar, partilhar, participar, tomar parte; colaborativo, partilhado; assistência, colaboração, companhia, ajuda, relação, partilha, apoio, união, participação; assim como, com a ajuda de. *tomar parte em; participar em. *partícula interrogativa, questão retórica; expressão de dúvida ou surpreza. (Ideograma: mãos que levantam algo [舁, yú] + dar (concha, colher [与, yú] com uma coisa (一) dentro); em versões antigas, também inclui uma boca [口, kǒu])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

282

Capítulo 67

公十七章
tiān dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) (Céu + em baixo) debaixo do céu, mundo, todo o mundo, toda a China, reino; reinar; domínio. todos, cada um, em todos os casos; inteiro, completo, em todo o lado, sempre; abundante, numeroso, em uníssono; concordar, estar junto com; cooperação; como um, inteiramente. (Ideograma: duas pessoas lado a lado [比, bì] + branco, brilho do Sol [白, bái] (antigamente, uma boca em vez do Sol)) dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) eu, a mim, me, o meu, nós, nosso; auto-; mim mesmo. (Ideograma: mão [手, shǒu] + alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē]; antigamente, parecia representar um instrumento qualquer, possivelmente uma forquilha)

天 下 天下 皆

xià

tiān xià jiē

wèi

dào

dài

似 不

caminho, estrada, rua; método; Tao, o Caminho (no sentido metafísico); taoismo, taoista; teoria, doutrina; processo; discorrer, explicar, dizer, falar, contar, pensar, supor; governar, guiar, liderar; habilidade, arte, artesanal. (Ideograma: andar [ 辶 辵 (estrada 彳 + pé 止 ), chuò] + cabeça, líder, rei, primeiro [首, shu]) *grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) parecer-se, assemelhar-se a, pseudo-, como se. (Ideograma: pessoa [人 , rén] + de acordo com, considerar como [以, yǐ])

(prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) ser similar, parecer, ser como, imitar; uma parecença. (Ideograma: pequeno [小, xiǎo] + costelas, carne [月肉, ròu] — possivelmente, várias pequenos bocados da mesma carne)

肖 夫

xiào

*um pronome demonstrativo (o, este, esse, eles que, estes, os seguintes, alguém, esses que, aqueles que, o em questão, vocês, tu); preposição (como, em, por, de, através, com); indicando consequência (então, assim, por isso, depois disto, dado isso); partícula inicial (então, contudo, para além disso, se, mas, até, na medida em que); uma partícula final. *homem, adulto macho; porteiro, as pessoas elegíveis para o serviço militar; marido; mestre. (Ideograma: um homem com um gancho no cabelo — simbolizando estado adulto)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

283

wéi wěi

gù gǔ

ruò

jiǔ

細 也

*só, sozinho, solitário, único; estar só, juntar num só, segurar juntos; só na medida em que, desde que, só, meramente; e, com, mas; -ismo. *sim, um (pronto, definitivo e simples) sim; prontamente, simplesmente, somente, verdadeiramente; responder (directamente, prontamente); dizer sim, anuir; resposta, consentimento; eco; sim ou não (usados como resposta); ser simples. (Ideograma: boca [口, kǒu] + pássaro [隹, wéi] (com uma função fonética)) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [ 古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) parecer; parece, como, como se, podia ser, se, supondo que; suponhamos que; admitindo, assumindo, desde que; tu; semelhante a; acordo, semelhança; (é muitas vezes posicionado como um sufixo). (Ideograma: plantas, erva [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu] (mão que leva as coisas à boca [口, kǒu]) — antigamente significava apanhar vegetais; Noutra versão mais antiga que era também um «falso empréstimo» parece ver-se representada uma mulher a brincar com o seu cabelo) continuar, perdurar, durar; preserverar, persisitir, sobreviver, esperar; ser antigo, crónico, clássico, continuado, longo; há um longo tempo; fazer esperar alguém um longo tempo; velho, duradouro, sobrevivente, longevidade; por tanto tempo, depois de tanto tempo, enquanto; durante todo este tempo; finalmente. (Ideograma: pessoa [亻人, rén] com impedimentos no andar, representado por traço adicional) partícula final denotando o pretérito perfeito (perfect tense) ou partícula auxiliar denotando determinação (um intensificador), ambas indicando interrogações ou exclamações (certamente....!, completamente....!, de modo nenhum....!, ponto final....!, feito....!; por si mesmo....!; aqui?; ...?, na verdade....!, tão ....!, que....!, só....!, meramente....!, simplesmente...!, realmente...!, certamente... ! é isto?). (Ideograma: boca a falar [ 厶 , yǐ] + seta [ 矢 , shǐ] — o som de uma seta, empréstimo pelo som) ele, ela, eles (referindo-se a frase anterior); dele, dela, deles, isto, isso, aquilo, o, um que, esse, esses, este, aquele, essa coisa, alguns, isto é o que; se (for, são, fossem), se eles, se estes; uma partícula interrogativa a que se segue uma pergunta. (Ideograma: um cesto em cima de um estrado) fino, minúsculo, pequeno, detalhado, encolhido, diminuído. (Ideograma: fio, seda (representada por uma dobadoira) [糸, mì] da cabeça [囟 田, xìn] — cabelo fino] e, também, como, até mesmo, se, só, ainda, quando, enquanto, com, ou, para além disso; assim mesmo; um pouco, completamente, inteiramente, especialmente, na verdade; uma exclamação; (em chinês clássico) partícula final servindo de cópula; uma pausa (que denota o fim de um pensamento ou uma pausa para dar ênfase a uma palavra ou frase). (Ideograma: possivelmente, água a cair de um funil ou bacia) eu, a mim, me, o meu, nós, nosso; auto-; mim mesmo. (Ideograma: mão [手, shǒu] + alabarda (lança com machado na ponta) [戈, gē]; antigamente, parecia representar um instrumento qualquer, possivelmente uma forquilha)

有 三

yǒu

ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

sān

três, trindade, triplo, terceiro; poucos, alguns, muitos, para três; pela terceira vez.

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

284

寶 持 而

bǎo

jóia, tesouro, precioso, respeitável, honrado. (Ideograma: telhado [宀, mián] + jade [玉王, yù] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] + frasco com tampa [缶, fǒu]) manter, sustentar, apoiar, guardar, suportar, agarrar; presidir; um empate ou impasse. Antigamente: páteo. (Ideograma: mão [手扌, shǒu] + templo, oferta feita com a mão [寸, sì]) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). defender, proteger, garantir, assegurar, manter, guardar, cuidar. (Ideograma: pessoa [人亻, rén] a proteger (uma criança num cobertor [呆, dāi])

chí

ér

保 义

bǎo

zhī

一 曰

yuē

*a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) um, único, simples, completo, inteiro, até ao fim; integridade, unidade, uniformidade, união, ponto, o todo (de), todos; uma instância, uma vez; ser o primeiro, liderar; idêntico, o mesmo; devotado, com o coração só numa coisa; integrar, unificar, unir; logo que, uma vez; unicamente. falar, dizer, diz, disse, dizendo; declarar, chamar, designar, implicar, significar, ler, referir, comentar, sugerir, jurar, proferir; chamado, designado, referido, assim chamado; nomeadamente; deste modo, assim, e assim, por isso; por isso se (diz, chama); diz-se (que). (Ideograma: boca [口, kǒu] com língua) (ser) bondoso, caridoso, benevolente, benigno, misericordioso, maternal, amoroso; afecto maternal, paternal, humano; compaixão, simpatia, caridade, amor, devoção. (Ideograma: coração [心, xīn] + tecido, fios [ 茲, cí] (com uma função fonética)) dois, duplo, duas vezes.

二 儉

èr

jiǎn

económico, frugal, moderado, modesto; uma má colheita; sentir necessidade. (Ideograma: pessoa [人, rén] (parecida com) todos [僉, qiān, xiān] — boca em cima [亼, jí] falando com dois outros [兄, xiōng] (boca [口, kǒu] + pessoa [儿人, rén])) ousar, tentar, aventurar-se, tomar a liberdade, ter a confiança, ter a certeza; corajoso, ofensivo, presumido, trágico; ousadia; audácia; destemidamente, certamente. (Ideograma antigo: duas mãos segurando animal que pode morder) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som)

gǎn

wéi

elefante

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

285

xiān

能 勇 廣

néng tài

começo, passado; antepassado, antigo, ancestral, precedente, anterior, melhor, mais notável, primeiro, líder, predecessor, fonte; começar, liderar, estar antes, ir à frente de, iniciar, preceder, estar avançado; antes, cedo, mais cedo, primeiro, à frente, inicial, original; inicialmente, originariamente, previamente, antecipadamente; o falecido...; cansado e tenso; no começo, no início, antes; os nossos antepassados; abreviatura para Senhor. (Ideograma: pegada [止, zhǐ] de uma pessoa [儿人, rén]) habilidade, capacidade, perícia, competência, talento; ser capaz de, permitir; ser possível, adequado, habilidoso; podia, pode; poder, energia (ex. atómica) (Ideograma: urso de quatro patas com carne [月肉, ròu] na boca)

yǒng

bravo, valente, corajoso, feroz; coragem, ousadia, valentia; aventura. (Ideograma: planta a crescer num campo + força [力, lì]— planta a brotar com força) amplo, extenso, espaçoso, comum; muitos; espalhar, esticar, alargar, aumentar. (Ideograma: edifício, sala aberta de um lado [广, yàn] + amarelo (com uma função fonética) [ 黃 , huáng] (possivelmente representando vinte [ 廿 , niàn] fogos [火, huǒ] – ver ideograma antigo para [光, guāng]) concluído, realizado; inteiro, maduro, arranjado, perfeito, completo, aceitável; tudo bem; realização, resultado; realizar, ter êxito, conseguir, completar, satisfazer, estabelecer, alcançar, ganhar, vencer; tornar-se; inteiramente, completamente, perfeitamente; um décimo. (Ideograma: lança, instrumento [戈, gē] + lingote, robusto [丁, dīng]) instrumento, utensílio, prato, vaso, ferramenta, peça, órgão, artigo, artefacto ou aparelho, objectos moldados ou esculpidos, arma; magnanimidade, talento, habilidade, capacidade, função, utilidade; ter consideração por uma pessoa; (ser) meritório, específico, útil; especialista, especialidade, especificidades; qualquer coisa feita para um fim. (Ideograma: quatro vasos de cozinhar guardados por um cão [犬, quǎn]) *longo, persistente, perpétuo; eternamente, regularmente, constantemente, continuamente; completar, continuar, perdurar, persistir, sobreviver, prosperar, sobreviver; crescer, aumentar, avançar, tornar-se; persistência, duração, longevidade, maturidade, prosperidade; ponto forte. *sénior, velho; o mais velho, líder, chefe, comandante, presidente, superior; maturo, experiente, durável. (Ideograma: possivelmente representa cabelo longo) hoje, moderno, presente, momento, corrente, isto, agora. (Ideograma: boca em cima 亼 falando para baixo)

guǎng

chéng

cháng

zhǎng jīn

今 舍

shě shè

*deitar ¸desistir, abandonar, abdicar de; dar aos pobres, ser caridoso. *residência, casa; residir em; descansar, parar. (Ideograma: 亼 (provavelmente uma tenda ou casa) + língua [舌, shé] (com uma função fonética)) para além disso, ainda, só, por enquanto, tanto ... como ...; até mesmo. Antigamente, significava: antepassados, mesa de ofertas. (Ideograma: um altar de pedra erigido em honra aos antepassados) atrás, depois, atrás de, atrasado; estar ou ficar atrás, vir depois; subsequente, o próximo, o último; seguir, suceder; deferir, adiar, colocar no fim ou atrás; atraso, traseira, consequência, final; descendente, futuro, herdeiro, posteridade, sucessor; um verbo auxiliar para indicar «então» ou «depois». (Ideograma: estrada [彳, chì] + corda, fio (representado por uma dobadoira) [幺, yāo] + pegada [夊, suī])

且 後

qiě

hòu

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

286

戰 則

zhàn

morrer; morto, inanimado, morte, mortalidade, fatal, mortal; muito, extremamente, perseverante, resoluto; resolutamente; condenado (por exemplo à pena de morte); aborrecido e estúpido; rígido, fixo ou imutável (regulamentos, etc.); móveis (gavetas, etc); impossível de passar, intransitável, fechado. (Ideograma: ossos, esqueleto [歹, dǎi] de uma pessoa [人, rén]; o caracter 匕 parece mostrá-la invertida) * por meio de, com (um instrumento); instrumento, meio, método, caminho (para), uso (de); intenção, motivo, propósito, razão, utilidade (para, de); por; para, para que; assim, portanto. *por causa de, porque, devido a isto; de acordo com; *usar (como, em, para, com); agir (com, fazendo); considerar como, encarar, tratar (como); fazer com que, causar; *embora; até, até se poder; quando, onde; desde que; está prestes a; antes, atrás; *abreviatura para Israel. (Ideograma: pessoa [人, rén] + privado, secreto [厶, yǐ] — a boca de uma pessoa que murmura qualquer coisa. Antigamente, este ideograma significava «continuar» e era a forma invertida do caracter para parar [已, yǐ]) competir, lutar, disputar, batalhar, combater; ficar arrepiado, tremer. (Ideograma: barulho de uma pá ou forquilha [單, chán] (duas bocas [口, kǒu] em cima de uma pá) + lança [戈, gē]) *partícula indicando consequência (geralmente depois de uma suposição) ou uma razão: então, como resultado, como regra, consequentemente, de isso, desse modo, necessariamente, normalmente, por essa razão, por isso; nesse caso; *uma lei, regra, critério, norma, padrão, princípio; *imitar, seguir; *(partícula exprimindo contraste com frase anterior:) mas, contudo, no entanto, caso contrário. (Ideograma: faca [刂刀, dāo] que separa dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] segundo uma regra) vencer, ganhar, exceder, triunfar; ultrapassar, submeter; tirar o melhor de; vitória, sucesso, êxito, superioridade; vista paisagística, lugar de singular beleza; excelente, distinto, maravilhoso; ser superior a; ser merecedor de; ser suficientemente competente (para ser escolhido para uma tarefa); habilidade, mestria. (Ideograma: força, braço forte [力, lì] + augúrio, sinal, presságio [朕, zhèn] (barco [舟, zhōu] + carvão em brasa [灷, zhèn], que representa fogo [火, huǒ] sendo agarrado por duas mãos [廾, gǒng])) defender, proteger, manter, guardar, conservar, manter (uma coisa, um segredo, uma promessa, etc.); aderir a, manter-se leal a, agir de acordo com, esperar por; fortificação, posto, território; autocontrolo; ser guardado, estar sob guarda. (Ideograma:[ 宀 , mián] tecto, casa + [ 寷 , cùn] mão, medir com a mão, polegada) tornar-se sólido, solidificar, fortalecer; assegurar; consolidar; estável, firme, robusto, decidido, teimoso, crónico; básico, ignorante; originalmente, certamente, seguramente, firmemente, teimosamente; admite-se que sim; na verdade. (Ideograma: antigo, há muito tempo [古, gǔ] dentro de espaço vedado [囗, wéi].) *usado como verbo, exprimindo acção futura; irá, iria, iria em breve; fazer tenção de, estar prestes a, pronto para; alimentar, nutrir; incitar alguém a agir; futuro, no futuro imediato; (preposição) com, por. *general, almirante, líder militar de alto escalão; liderar (soldados). (Ideograma: ter carne [月肉, ròu] na mão [寷, cùn] em cima da mesa [爿, quiáng] (figura rodada)) salvar, aliviar, ajudar, distribuir. (Ideograma: acção [攵, pū] + pedir ajuda [求, qiú] (mão saindo dos trapos de um mendigo))

shèng shēng

shǒu

jiāng jiàng

jiù jū jiū

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

287

wèi

guardar, proteger, defender. (Ideograma: andar numa estrada [彳行, chì] + rodear, cercar [韋, wéi] (pès em sentidos opostos em volta de um abrigo 囗) – guardas protegendo quem vai na estrada)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

288

Capítulo 68

公十兪章
*bom, capaz, satisfatório, competente, virtuoso, simpático, amigável; ser perito em, ser bom a, ser qualificado para; bondade, virtude; boas ações, acções benevolentes; aperfeiçoar, remediar, tornar um sucesso; apropriadamente. *matar ou ferir. (Ideograma: falar [言, yán]+ ovelha [羊, yáng] — fala suave ou bela como a de uma ovelha) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) erudito, literato, um homem do conhecimento, um estudioso, um aderente, um cavalheiro, um oficial, uma pessoa, nome de peça de xadrês chinês. (Ideograma: possivelmente, uma modificação de grande homem [大, tài]) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) militar, marcial, combativo; ar guerreiro. (Ideograma: estar parado, pé [止, zhǐ] com uma arma, lança, alabarda [戈, gē])

shàn qiāng

wéi

elefante

士 者

shì

zhě

武 戰 怒 勝

zhàn

competir, lutar, disputar, batalhar, combater; ficar arrepiado, tremer. (Ideograma: barulho de uma pá ou forquilha [單, chán] (duas bocas [口, kǒu] em cima de uma pá) + lança [戈, gē]) zanga, raiva, paixão, indignação, fúria; zangado; zangar-se. (Ideograma: mente/coração [心忄, xīn] + escravo, mão que controla mulher [奴, nú]) vencer, ganhar, exceder, triunfar; ultrapassar, submeter; tirar o melhor de; vitória, sucesso, êxito, superioridade; vista paisagística, lugar de singular beleza; excelente, distinto, maravilhoso; ser superior a; ser merecedor de; ser suficientemente competente (para ser escolhido para uma tarefa); habilidade, mestria. (Ideograma: força, braço forte [力, lì] + augúrio, sinal, presságio [朕, zhèn] (barco [舟, zhōu] + carvão em brasa [灷, zhèn], que representa fogo [火, huǒ] sendo agarrado por duas mãos [廾, gǒng])) inimigo, rival; opor, resistir, rivalizar, igualar. (Ideograma: rei, imperador [帜, dì] + boca [口, kǒu] + acção [攵攴, yòu] (mão e instrumento))

shèng shēng

敵 與

yǔ yú yú

*e, com, junto com, dar, partilhar, participar, tomar parte; colaborativo, partilhado; assistência, colaboração, companhia, ajuda, relação, partilha, apoio, união, participação; assim como, com a ajuda de. *tomar parte em; participar em. *partícula interrogativa, questão retórica; expressão de dúvida ou surpreza. (Ideograma: mãos que levantam algo [舁, yú] + dar (concha, colher [与, yú] com uma coisa (一) dentro); em versões antigas, também inclui uma boca [口, kǒu])

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

289

yòng

usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer) pessoa, ser humano, pessoas, humanidade, sociedade, cidadão, habitante, membro, personalidade, população; todos, outras pessoas; alguém, alguns, aqueles; adulto, maturidade, estado adulto; uma pessoa de carácter; humanitário, pessoal. (Ideograma: representação estilizada de uma pessoa). (Em caracteres compostos, aparece sob forma abreviada como 亻) *a ele, a ela, a eles; *dele, dela, deles (usado para o caso genitivo (ou possesivo); a frase precedente modifica a frase seguinte como o apóstrofe (`s) em inglês). *isto, isso, aquilo, estes, esses, aqueles; *ir para, partir para, chegar a, atingir; até, para. *sinuoso; em zigzag; *expletivo (exclamação ou palavrão). (Ideograma: na sua versão actual pareçe representar uma linha sinuosa; nas suas versões mais antigas parece representar uma pegada [止, zhǐ] apontando para a frente ou uma planta que cresce do solo) em baixo, debaixo, mais baixo, para baixo, baixar, cair, descer, sair; dar à luz a; próximo, próxima (semana, etc.), segunda (de duas partes); os que estão em baixo, inferior, subordinado, seguinte; descida, queda, humildade. (Ideograma: debaixo de uma linha) sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì])

rén

zhī

下 是 謂

xià

shì

wèi

zhēng

dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) discutir, competir, debater, lutar, entrar em pancadaria, admoestar, aconselhar; puxar em direcções diferentes; com falta de; faltar, carecer de argumentos, competição, conflito, rivalidade, disputa, briga; como? porquê? (Ideograma: parece representar duas mãos puxando um fio em direcções diferentes) virtude, moralidade, decência, dignidade, integridade, bondade; favor; comportamento, conduta; aptidão, autoridade, carácter; característica; ser virtuoso; sentir-se grato; Alemanha; alemão. (Ideograma: andar numa estrada (intersecção) [彳行, chì] + mente/coração [心 忄, xīn] + recto, virtuoso, directamente [直, zhí] (o olho [目, mù ] que vê a direito [十, shí])) forte, poderoso, vigoroso; força, poder, esforço, vigor, músculo; habilidade; vigorosamente; veementemente, seriamente; dar o seu melhor; fazer o melhor que se pode. (Ideograma: as versões mais antigas parecem representar graficamente uma mão e um braço musculado) juntar-se, juntar-se por casamento, acasalar, ser um par, igualar; uma esposa, um parceiro, subordinado, suplementar, anexo; preparar ou dar (remédio), preparar (de acordo com um pedido), dosear, distribuir (de acordo com um plano); expulsar, exilar; merecer, ser qualificado. (Ideograma: verter [ 己 , jǐ] um líquido a partir de um frasco [ 酉 , yǒu], possivelmente para fazer um remédio por mistura). dia, céu (físico), Céu, firmamento, cosmos; natureza divina; o Império; providência; celestial, divino; grande, imenso, natural, superior; imperial. (Ideograma: parece representar o céu (一) por cima de uma pessoa)

pèi

tiān

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

290

jí jǐ

antigo, antiquado, clássico, velho; há muito tempo, outrora; os antigos, tempos antigos, os tempos mais antigos; paleo-. (Ideograma: dez [十, shí] + boca [口, kǒu] — representando a ideia de algo que já passou por dez bocas, ou seja, algo que foi já transmitido ao longo de dez gerações) absoluto, melhor, completo, óptimo, polar, último, limitado; o apogeu, fim, extremo (limite), o mais longínquo, o pólo, o mais elevado; topo, zénite, máximo, final, pólos (geografia, física); a trave do tecto de uma casa; correcção; centro, meio; limitar, acabar; chegar a, atingir, consumir, ir até ao fim, levar a um extremo; muito, extremamente. (Ideograma: urgentemente [亟, jí] + árvore [木, mù] — cume de uma árvore)

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

291

Capítulo 69

公十九章
usar; empregar; aplicar; exercer, utilizar; tirar partido, funcionar, gastar, ser empregue, ser utilizado; aplicação, uso, utilização, utilidade, efeito; útil; ferramenta, utensílio, meio (para); com, usando, por meio de; finanças, gastos; necessidade; necessitar; em uso, funcional; comer; beber. (Ideograma: provavelmente um contentor qualquer) armas, armamento; soldado; uma força, um exército, militar, guerreiro, os militares, as tropas, guerra; atacar, lutar; ser hostil, ser marcial; estratégias, tácticas; uma peça do xadrez chinês, peão. (Ideograma: duas mãos segurando um machado [斤, jīn]) ter, possuir, apropriar-se, haver, existir, estar presente, ser, estar presente; há; ficar, surgir, aparecer; o que existe, o que lá está lá. (Ideograma: mão [又, yòu] a agarrar a Lua [月, yuè])

yòng

bīng

有 言

yǒu

yán

吾 不

palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca); falante, orador; adágio, provérbio, teoria; dizer, falar, conversar, comunicar, exprimir, significar. (Ideograma: parece representar uma boca [ 口 , kǒu] a falar; em alguns caracteres mais antigos, os traços horizontais parecem ser substituídos pelo caracter antigo que corresponde ao caracter moderno 干 (gān), que significa interferir ou intervir e parece representar um pilão de almofariz; noutros, parecem ver-se várias bocas falando) eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu]) (prefixo negativo: in-, des-, não-); não, nenhum, nada, pouco, raramente, sem; não ser, nunca ser, sem ser; em vez de, apesar de; evitar, cessar; ausência, falta, vazio. (Ideograma: um pássaro saindo a voar para o céu (一)) ousar, tentar, aventurar-se, tomar a liberdade, ter a confiança, ter a certeza; corajoso, ofensivo, presumido, trágico; ousadia; audácia; destemidamente, certamente. (Ideograma antigo: duas mãos segurando animal que pode morder) agir (com, como se, para), ser, servir como, tornar-se, fazer; adoptar (como), assumir (ser), considerar (como); governar, administrar; realização, acção, actividade, comportamento, actos, prática; no papel de; para, para que, por causa de. (Ideograma: uma mão alimentando um elefante [象, xiàng] — um empréstimo pelo som) mestre, anfitrião, líder, chefe, senhor, proprietário, dono, regente; sem dúvidas, segundo princípios; advogar, dirigir, gerir, presidir (a), reinar, encarregar-se de, dirigir; determinar, indicar; significar; principal; primário; principal objectivo, meta, Jesus Cristo, Allah, Deus, Senhor. (Ideograma: lamparina a óleo feita de barro [土, tǔ] que o líder segura) (mostra relação causal, mudança de estado ou contraste) e, também, ou então, e ainda, e contudo, mas, no entanto; na condição de que, supondo que, se, quando; por isso, em conformidade, de acordo com; quando, onde; meramente, só, simplesmente, antes, em; entretanto, enquanto, mesmo (como, em, quando, onde, enquanto); tanto ... como; tu, tua, você, sua. (Ideograma: uma barba). hóspede, visitante, estranho, viajante, cliente, estrangeiro; espectador; audiência; aventureiro. (Ideograma: tecto [宀, mián] + todos [各, gè] (andar 夂 e falar (boca [口, kǒu]) em todo o lado))

gǎn

wéi

elefante

zhǔ

ér

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

292

jìn

寷 退 尺 是 謂

cùn

avançar, progredir, entrar, ir em frente, promover, prosseguir; melhorar; melhoria, progresso; recomendar; introduzir; oferecer (conselhos, presentes, etc.); geração; renda; quartos numa casa dividida por um pátio; pátio; comer. (Ideograma: andar [辶辵 (estrada 彳+ pé 止), chuò] + pássaro pequeno [隹, zhuī]) polegada; pequeno, minúsculo. (ideograma: uma mão medindo com os dedos) recuar, retirar-se, retirar, regredir, recolher, encolher, ceder; retirada, retrocesso; enviar de volta, dar de volta ; voltar. (Ideograma: andar (pegada [夊, suī]) na estrada [辶辵(彳止), chuò] afastandose do Sol [旣, rì]) medida chinesa aproximadamente igual a um pé.

tuì

chǐ chě

(Ideograma: medir com passos) shì sim, certamente, é verdade, precisamente; certo, correcto, exacto, positivo; ser, existir, ser isto (aquilo); isto, aquilo, que. (Ideograma: correcto, completo [正, zhèng] debaixo de luz do sol [旣, rì]) wèi dizer, chamar, designar, comentar, declarar, descrever, significar, exclamar, falar, admitir, assumir, referir-se a, assinalar, sugerir, pensar, ser de opinião; dar um nome ou significado, significado, sentido; atributo, distinção, designação, nome, assinatura, estilo, título; ser chamado, ser conhecido por, ser considerado como. (Ideograma: falar [言, yán] + estômago [胃, wèi] (estômago 田 e costelas, carne [月肉, ròu]) (com uma função fonética)) *a nossa conduta; o nosso comportamento. *andar, ir, andar a pé, mover-se; viajar, avançar, circular, manter o passo, fazer progressos, prosseguir, prevalecer; publicar; temporário, em movimento; fazer, executar, comportar-se; acontecer, ocorrer; capaz, competente, eficaz; tudo bem, ok!, serve!; bastante; viagem, marcha, movimento (para a frente), movimento, progressão; estrada, rua, caminho; pronto para …; imediatamente, em breve. *profissão, profissional; linha, série, firma, companhia , geração. (Ideograma: originariamente, representava um cruzamento entre duas ruas) não, nenhuma; nada, nunca, raramente, ainda não, mas não, sem, ausente, não existente, destituído de; ausência, nada, vazio, não existência; in-, des-. (Ideograma: antigamente representava um dançarino, hoje escrito usando o caracter [舞, wǔ] — trata-se de um «falso empréstimo») agarrar, tomar pela força, roubar; repelir, abanar, eliminar, rejeitar, resistir, perturbar; confuso, desordenado; arregaçar as mangas. (Ideograma: palma da mão [手, shǒu] + remover [襄, xiāng])

xìng xíng

háng

ràng ráng shàng

braço, antebraço.

(Ideograma: costelas, carne [月肉, ròu] + monarca, governar [辟, bì])

扔 敵

rēng rěng réng

atirar, arremessar, abandonar, deitar fora, descartar, rejeitar, negar. (Ideograma: trajectória de algo que foi lançado por uma mão [扌手, shǒu]) inimigo, rival; opor, resistir, rivalizar, igualar. (Ideograma: rei, imperador [帜, dì] + boca [口, kǒu] + acção [攵攴, yòu] (mão e instrumento))

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

293

zhí

禍 莫

huò

deter, prender, apoderar-se de, capturar, tomar, segurar na mão; obstruir; participar em, estar encarregado de, administrar, realizar, controlar, dirigir, manter, gerir, executar; guardar, reter, defender (um princípio, etc..); processar, apreender, fechar; agarrar-se obstinadamente a, insistir obstinadamente, persistir em; mandar calar (boatos, etc.). (Ideograma: agarrar [丮, jǐ] + matar, criminoso [㚔, niè] (pessoa [大, dà] em cima de homem morto (invertido) 屰) ) infortúnio, calamidade, catástrofe, mal; levar à catástrofe; ferir, fazer mal a, punir. (Ideograma: altar [礻示, shì] + osso, maxilar [咼, guǎ, guō]) *não faças; não há ninguém que, não, não é, não pode; ninguém, nem um, nenhum; de modo nenhum; não ter; não é?; excepções. *crepúsculo, noite. (Ideograma: O Sol [旣, rì] desce sobre a relva [ 茻, mǎng])

mò mù

dài

qīng

幾 喪

jī jǐ

*grande, enorme, maior, alto, largo, vasto, vital, importante, principal, considerável, forte (chuva, neve, nevoeiro); adulto, maturo, mais velho, sénior; o maior, o mais largo, o mais velho; muito, muitos; grandeza, maturidade, vastidão; extremamente, altamente, grandemente; seu, este que o estima (numa carta); tornar maior, engrandecer. *doutor. (Ideograma: homem com braços e pernas abertos) *sobre, por cima, depois, contra, no meio de, entre, em, ao lado, por, durante, em frente a, para, de; quando, então; com respeito a, relativo a; relacionado; comparar com, relacionar com, do que; *interjeição (bravo, hurra, que pena!, etc.) (A versão antiga do caracter era parecida com o caracter para corvo [烏, wū], que também é utilizado como uma interjeição) leve, fácil, macio, simples, jovem, impetuoso, descuidado, não importante, frívolo, precipitado; facilidade, indiferença; carruagem leve; diminuir, tornar mais leve, mitigar; desrespeito, tratar com ligeireza, ignorar, subestimar; facilmente, levemente, gentilmente; pequeno em número, descontraído, neutral. (Ideograma: veículo [車, chē] + curso de água [坙, jīng]; parece traduzir a ideia de que as coisas parecem leves quando se carregam num carrinho de mão) *pequeno, minúsculo; ligeiro; quase; ler subtilezas. *quanto?, quantos?, vários, uns poucos. (Ideograma: muitos fios (representados por dobadoiras) [糸, mì] num tear) *morte; morrer, perder, destruir, esquecer, adbicar de; chorar; funeral. *perder; ser privado de; ser derrotado; declinar; ir a baixo. (Ideograma: cão [犭犬, quǎn] + boca [口, kǒu] + desaparecer, fugir, morte [亡 兦, wáng] (tampa 亠 sobre um lugar escondido) — o uivar de um cão perante a morte) jóia, tesouro, precioso, respeitável, honrado. (Ideograma: telhado [宀, mián] + jade [玉王, yù] + dinheiro (conchas presas num fio usadas como dinheiro ) [貝, bèi] + frasco com tampa [缶, fǒu]) consequentemente, por conseguinte; então, desde então; por isso, por esta razão; razão, causa, antecedente; causar, preceder; por causa de, devido a, porque; incidente, acontecimento, instância; amigo, conhecido; anterior, velho, passado, antigo; (de pessoas) morrer, morte, falecido; intencional; de propósito; intencionalmente. (Ideograma: acção [攵攴, yòu] (攵 (mão [又,yòu] com instrumento 卜) + antigo [ 古, gǔ] ( passar por dez [十, shí] bocas [口, kǒu]) resistir, opôr, desafiar, rejeitar; proteger, defender. (Ideograma: mão, palma da mão [扌手, shǒu] + firmeza, pessoa firme em pé [ 亢, kàng])

sàng sāng

寶 故

bǎo

gù gǔ

kàng káng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

294

xiāng xiàng

ruò

相若 哀 者

xiāngruò āi

mutuamente, reciprocamente, um ao outro, de cada um, para cada um; entre eles, juntos; compostura, aparência, postura, características faciais; complementar, cooperativo, mútuo, recíproco, partilhado; complemento, cooperação, reciprocidade; examinar, inspeccionar, olhar para, ver, estudar, seleccionar; ajudar, assistir, complementar, cooperar; primeiro-ministro (em tempos feudais); substância. (Ideograma: olho [目, mù] a espiar por detrás de uma árvore [木, mù] ) parecer; parece, como, como se, podia ser, se, supondo que; suponhamos que; admitindo, assumindo, desde que; tu; semelhante a; acordo, semelhança; (é muitas vezes posicionado como um sufixo). (Ideograma: plantas, erva [艸 艹, cǎo] colhidas por uma mão direita [右, yòu] (mão que leva as coisas à boca [口, kǒu]) — antigamente significava apanhar vegetais; Noutra versão mais antiga que era também um «falso empréstimo» parece ver-se representada uma mulher a brincar com o seu cabelo) mutuamente comparáveis. sofrer¸ sentir dor; lamentar; lamento, dor, sofrimento. (Ideograma: boca em cima [亼, jí] falando com outra boca [口, kǒu] por cima de um vestido [衣, yī] ) pessoa; (referindo-se à expressão anterior:) esses que, os que, quem; uma partícula combinando com algumas palavras para formar advérbios (-ores, – mente, -ismo, -ista). (Ideograma: branco, claro, clarificar [白, bái] + um caracter — possivelmente com uma função fonética — representando uma cana de açúcar ou um arbusto a arder) vencer, ganhar, exceder, triunfar; ultrapassar, submeter; tirar o melhor de; vitória, sucesso, êxito, superioridade; vista paisagística, lugar de singular beleza; excelente, distinto, maravilhoso; ser superior a; ser merecedor de; ser suficientemente competente (para ser escolhido para uma tarefa); habilidade, mestria. (Ideograma: força, braço forte [力, lì] + augúrio, sinal, presságio [朕, zhèn] (barco [舟, zhōu] + carvão em brasa [灷, zhèn], que representa fogo [火, huǒ] sendo agarrado por duas mãos [廾, gǒng])) partícula final denotando o pretérito perfeito (perfect tense) ou partícula auxiliar denotando determinação (um intensificador), ambas indicando interrogações ou exclamações (certamente....!, completamente....!, de modo nenhum....!, ponto final....!, feito....!; por si mesmo....!; aqui?; ...?, na verdade....!, tão ....!, que....!, só....!, meramente....!, simplesmente...!, realmente...!, certamente... ! é isto?). (Ideograma: boca a falar [ 厶 , yǐ] + seta [ 矢 , shǐ] — o som de uma seta, empréstimo pelo som)

zhě

shèng shēng

Tao Te King - Glossário

António Miguel de Campos – Outubro 2010

295

Capítulo 70

七十章
eu, mim, minha; nós, nossa; defender, impedir, resistir. (Ideograma: cinco [五, wǔ] + boca [口, kǒu]) palavra, caracter, ideograma; fala, discurso, linguagem, dialecto; uma língua (da boca);