Assinatura dos protocolos de adesão ao Projecto CIEE - Clube de Inteligência Emocional na Escola

EB Comendador Ângelo Azevedo acolhe Cerimónia Oficial

No dia 19 de Janeiro de 2011, pelas 10:00 horas, na Escola EB Comendador Ângelo Azevedo em São Roque Oliveira de Azeméis vai ter lugar a Cerimónia Oficial de assinatura dos protocolos entre as Escolas que, no corrente ano lectivo, aderiram ao Projecto CIEE - Clube de Inteligência Emocional na Escola, Programa MQ - Aprender a ser feliz e a Autora/Dinamizadora do Projecto, Professora Doutora Manuela Queirós. A sessão contará com a presença dos responsáveis máximos das Direcções Regionais de Educação do Norte e do Centro, Delegação Regional do Norte da Inspecção-Geral da Educação, Câmaras Municipais, Confederação Nacional das Associações de Pais CONFAP, Associações de Pais das Escolas envolvidas no Projecto CIEE, entre outros. Estarão igualmente presentes elementos da Comissão Científica e Comissão TécnicoPedagógica que integram a direcção deste Projecto, bem como os Directores das Escolas envolvidas, os professores e psicólogos que orientam cada grupo e alguns dos alunos que o frequentam. O Programa MQ - Aprender a ser feliz é um programa específico de treino das habilidades emocionais que compõem a inteligência emocional: percepção e expressão emocional, compreensão emocional e regulação emocional, em si próprio e nos outros. Quando uma pessoa se conhece e aprende a conhecer as suas emoções, lidando com elas de forma saudável e fluída, quando aprende a relaxar contornando factores de stress, quando aprende a mandar no seu corpo e a gerir o seu desempenho de forma a ser mais proficiente, atinge-se um bem-estar que permite viver a vida integralmente e com óptimos resultados refere a Professora Doutora Manuela Queirós. Os jovens que frequentam o Projecto CIEE possuem um bloco de 90 minutos semanal durante o qual adquirem ferramentas que possibilitam conhecerem-se melhor, lidar de forma saudável com as suas emoções, rir, meditar - perceber o que se passa com os próprios e como regular assertivamente os seus procedimentos. Com o Projecto CIEE, os alunos aprendem que, afinal, ter uma vida mais feliz só depende de cada um e do conhecimento que tem de si próprio, ou seja, de como funciona, usando a analogia informática, o seu software e hardware emoções, sensações, sentimentos e o seu cérebro .

E os efeitos são visíveis. Os alunos sentem-se acolhidos e melhor integrados, o que se traduz numa assinalável redução do barulho, dos conflitos e da violência, bem como na diminuição da dor face ao stress e aos problemas diários e ainda no incremento da auto-estima e em resultados escolares mais positivos. Os professores e psicólogos que trabalham em campo com os alunos receberam previamente formação adequada e certificada, ministrada pela mentora do Projecto e mensalmente reúnem, aos sábados à tarde, para partilha de experiências e formação contínua. Até ao momento, os resultados obtidos são extremamente encorajadores e os intervenientes consideram-se profundamente empenhados em evoluir e em levar a iniciativa ao sucesso e, por esta via, contribuir para uma escola melhor e para o crescimento e desenvolvimento seguro e sereno dos jovens .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful