You are on page 1of 41

Administração e Planejamento

Estratégico

Professor: Pedro Campos

19/06/2010

Definições Clássicas de Estratégias
Ansoff (1965):
• Tudo o que se refere às relações entre a empresa e o seu ambiente
Andrews (1971):
• Padrões de Principais objetivos, propósitos ou metas e as suas
principais políticas e planos para atingir estes objetivos) – SWOT ou
FOFA
Porter (1979): ler sobre esse autor, muito importante!
• A essência da formulação estratégica é lidar com a competição. O
objetivo estratégico da empresa é de encontrar uma posição no setor
onde ela possa melhor se defender contra essas forças ou influenciá-
las a seu favor

Professor Pedro Campos Dias

Tipos de Estratégias

Pretendida Deliberada Realizada

Não Não
realizada e Emergente
realizada
Emergente

Professor Pedro Campos Dias

Histórico do Planejamento Estratégico
Evolução da Gestão da Estratégia
Anos 30 a 40 Anos 50 a 60 Anos 80 Anos 90

Gestão Estratégica
Planejamento • Flexibilidade
Estratégico • Ênfase na
ABRANGÊNCIA

• Pensamento informação
estratégico • Conhecimento
Planejamento a • Análise das como recurso
longo Prazo mudanças no crítico
• Projeção de ambiente • Integração de
Planejamento Tendências • Análise das processos,
Financeiro • Análise de forças e pessoas e
Lacunas fraquezas da recursos
• Orçamento anual
organização

ÊNFASE Cumprimento do Integrar estratégia e
Planejar o futuro Definir estratégia
orçamento organização
Dissociação entre
PROBLEMA Orientado pela Não previsão de Maior estratégia e
Planejamento e
disponib. financeira mudanças organização
estratégia

Fonte: Tavares, 2000
Professor Pedro Campos Dias

Falta de comprometimento das lideranças . Dados importantes. Professor Pedro Campos Dias .Falta de treinamento e mudança de cultura • 74% dos brasileiros afirmam ser importantíssimo a utilização dessas ferramentas. O Uso de Ferramentas para Gestão Estratégica • A empresa de consultoria Bain & Company realiza.Falta de um plano de mensuração . • 60% dos executivos brasileiros disseram que a maioria das ferramentas por eles utilizadas não teve sucesso. .Falta de comunicação .Falta de planejamento . anualmente. uma pesquisa sobre as ferramentas de gerenciamento mais utilizadas pelas empresas no mundo e sobre a satisfação dos executivos com as ferramentas.Principais razões para isso: .

• 85% das equipes executivas gastam menos de uma hora por mês discutindo estratégia Adoção do Planejamento estratégico no Brasil 9. Pesquisas em Empresas Brasileiras e Americanas • Menos de 10% das estratégias eficazmente formuladas são efetivamente executadas • 70% dos fracassos de CEO’s está na má execução e não na formulação da estratégia.2 Dentre as 500 MM da Revista Exame : Possui PE Não possui PE 90.8 Professor Pedro Campos Dias .

a equipe alcance os resultados esperados. direção. o time. no momento certo e da forma certa”. Gestão • No dicionário verificamos que gestão é: ato de gerir. administração. Fazer com que a empresa. • Gestão é dar a direção. • Gerenciar nada mais é do que “fazer acontecer o que se deve. gerência. Professor Pedro Campos Dias .

2008 Professor Pedro Campos Dias . Sincronismos Organizacionais Estratégia INDICADORES Processo Pessoas Fonte: Marcos Cotta de Carvalho.

2008 Professor Pedro Campos Dias . Modelo de Implementação dos Sincronismos Organizacionais Estratégia Processo Pessoas • Visão • Análise do • Padrão Técnico ORGANIZAÇÃO Processo Atual do Trabalho COMO • Diretrizes • Redesenho do • Plano de SISTEMA Estratégicas Processo Capacitação e • Análise do Desenvolvimento INTEGRADO E Contexto • Procedimentos SINCRONIZADO • Indicadores de • Indicadores de • Indicadores de Desempenho dos Desempenho Desempenho Postos de Estratégicos Processo trabalho Fonte: Marcos Cotta de Carvalho.

Estratégia. Objetivos. Controle de Desempenho Professor Pedro Campos Dias . Missão e Visão Ambiente Externo Ambiente Interno Oportunidades e Ameaças Pontos Fortes e Fracos Formulação de Estratégias SWOT. 2008 Gerenciamento Estratégico Aprendizado. Planejamento Estratégico Caracterização do Negócio Negócio. Posicionamento. Liderança. Indicadores Implementação de Estratégia Comunicação. Valores. Processo e Cultura Fonte: Maria Elisa Brandão Bernardes.

Planejamento Estratégico Caracterização do Negócio Negócio. Missão e Visão Ambiente Externo Ambiente Interno Oportunidades e Ameaças Pontos Fortes e Fracos Formulação de Estratégias SWOT. Objetivos. Controle de Desempenho Professor Pedro Campos Dias . Posicionamento. Liderança. Processo e Cultura Gerenciamento Estratégico Aprendizado. Indicadores Implementação de Estratégia Comunicação. Estratégia. Valores.

• Orientação específica quanto à atividade desenvolvida. • Risco: MIOPIA (Não ver o que o cliente deseja (qual benefício ele está comprando) Professor Pedro Campos Dias . aquilo que é explorado para atender às necessidades do cliente. Negócio • É o entendimento do principal benefício esperado pelo cliente.

Exemplos de Negócios ABORDAGEM RESTRITA X ABORGADEM AMPLA EMPRESA NEGÓCIO MÍOPE NEGÓCIO ESTRATÉGICO (PRODUTO) (VALOR PARA O CLIENTE) Coca-cola Refrigerante Conveniência Montblanc Caneta A arte de escrever Natura Cosméticos Bem estar bem Professor Pedro Campos Dias .

Exemplos de Negócios Empresa Negócio •Contrutora industrial •Oferecer segurança aos investimentos dos clientes •Construtora (classes A e B) •Contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos clientes •Construtora (Classes C e D) •Contribuir para a realização dos sonhos dos clientes Professor Pedro Campos Dias .

• Evitar a miopia estratégica. • Ajudar a identificação dos concorrentes. marketing. Professor Pedro Campos Dias . Benefícios da Definição Clara • Focar no diferencial competitivo. posicionamento estratégico e terceirização. • Orientar os investimentos. definição e delimitação do mercado. capacitação.

Valores Convicções claras e fundamentais que a empresa defende e adota como guia para a gestão do seu negócio (crenças e posturas éticas: certo e errado. importante e não importante). bom e ruim. No que acreditamos? Professor Pedro Campos Dias .

• Inovação. • Integridade. Exemplo de Valores Coca-cola: • Liderança. • Responsabilidade. Professor Pedro Campos Dias . • Colaboração. • Qualidade. • Paixão.

Exemplo de Valores Sony: • Inovação. • Tolerância com os erros. • Comunicação intensa. • Respeito à iniciativa individual. Professor Pedro Campos Dias . • Relação estreita com os clientes.

2. • Orienta: 1. Na construção do Planejamento Estratégico. O que somos? • Contém: 1. O negócio da empresa. 3. Os valores da empresa. As competências básicas da empresa e a forma de atuação do negócio. Missão • Maneira pela qual a empresa exerce o seu “core business”. Professor Pedro Campos Dias .

nossa empresa terá sucesso no futuro? Professor Pedro Campos Dias . Missão • Quem são os clientes? • Quais são os valores (benefícios) dos nossos clientes? • Quais tecnologias estamos usando e quais usaremos? • Quais são as competências essenciais da empresa? • Com o negócio atual.

criatividade. com alegria. Professor Pedro Campos Dias . Rede Globo Criar. Nike Trazer inspiração e inovação para todos atletas do mundo. respeito e responsabilidade. Missão EMPRESA MISSÃO Coca-cola Nós disponibilizaremos nossos produtos a menos de 500 metros de qualquer cliente potencial no mundo. construindo uma relação positiva que torne melhor a vida de cada indivíduo e de cada comunidade. eduquem e divirtam. TAM Ser a companhia aérea preferida das pessoas. produzir e distribuir conteúdos de qualidade que informem.

Professor Pedro Campos Dias . Visão • Deverá refletir um sonho criado e assumido oficialmente pela gestão do empreendimento para direcionar o desenvolvimento de longo prazo do negócio. expressando a situação ideal futura a ser buscada incessantemente pelos gestores. em todas as suas ações.

Um projeto alinhado com a missão da empresa tem maior probabilidade de conseguir recursos. • Seja tão excitante e audaciosa que continuará a estimular o progresso. Professor Pedro Campos Dias . mesmo que líderes desapareçam antes que ela seja alcançada. • Esteja fora da zona de conforto. • Seja coerente com a ideologia principal da empresa e com sua missão. Deve exigir esforço. É importante que a visão: • Seja tão clara e convincente que requeira pouca ou nenhuma explicação. .

• Maxitel Ser a melhor provedora de serviço de telecominicação celular no Brasil. em nível mundial. • Toshiba Ter preferencia dos clientes. Professor Pedro Campos Dias . 1º no Brasil. 2º no mundo). com relação a seus concorrentes. Exemplos de Visão • Inbev 211 (1º na américa Latina.

Construindo a visão • Qual organização queremos ser no futuro? • Qual organização que os clientes gostariam que fôssemos no futuro? • Qual organização os colaboradores gostariam de contruir e trabalhar no futuro? • Qual organização surpreenderia o setor. a região e o mercado no futuro? • Como as pessoas querem que a empresa seja reconhecida? • Qual é o sonho compartilhado? Professor Pedro Campos Dias .

da missão e da visão para a empresa • Evita a miopia estratégica. • Ajuda a focar o diferencial competitivo. Professor Pedro Campos Dias . Importância da Definição dos valores do negócio. • Facilita o estabelecimento da estratégia e o processo decisório na organização. • Permite identificar novas oportunidades para o futuro com o mesmo conjunto de competências e recursos. • Ajuda a definir a arquitetura estratégica (o que produzir na empresa e o que terceirizar).

Atividade em grupo 1 Professor Pedro Campos Dias .

Objetivos. Posicionamento. Controle de Desempenho Professor Pedro Campos Dias . Missão e Visão Ambiente Externo Ambiente Interno Oportunidades e Ameaças Pontos Fortes e Fracos Formulação de Estratégias SWOT. Valores. Planejamento Estratégico Caracterização do Negócio Negócio. Estratégia. Indicadores Implementação de Estratégia Comunicação. Liderança. Processo e Cultura Gerenciamento Estratégico Aprendizado.

2003 Professor Pedro Campos Dias . Análise Ambiental Macroambiente Demográfico Sóciocultural Econômico Microambiente Concorrentes Cliente Empresa Novos Fornecedores Entrantes (Novo Substitutos Concorrente) (Produtos substitutos) Político/Legal Tecnológico Natural/Ecológico Fonte: Adptação de Chiavenato & Sapiro.

relativo a um ou mais fatores-chave de sucesso. que a empresa pode aproveitar para melhora a quantitativamente e qualitativamente seu desempenho. Análise do Macro Ambiente Através da Análise do comportamento dos Fatores do Ambiente Externo busca-se verificar as ameaças e oportunidades de sua organização: Oportunidade: • Situação favorável do Ambiente Externo. Ameaça: • Situação desfavorável do Ambiente Externo. Fonte: Maria Elisa Brandão Bernardes. que pode prejudicar quantitativamente e qualitativamente o desempenho da empresa. relativo a um ou mais fatores-chave de sucesso. 2008 Professor Pedro Campos Dias Professor Pedro Campos Dias .

Análise do Macro Ambiente Ambiente Demográfico: • Crescimento da população • Estrutura etária • Escolaridade • Padrões de moradia (mulher. homem e filho) • Mudança geográfica da população • Taxas de natalidade e mortalidade Professor Pedro Campos Dias Professor Pedro Campos Dias .

cambio e inflação • Nível de emprego • Padrão de consumo Professor Pedro Campos Dias . Análise do Macro Ambiente Ambiente Econômico • Renda real da população • Distribuição de renda • Taxas de juros.

Análise do Macro Ambiente Ambiente Sócio/Cultural: • Crenças e aspirações pessoais • Estrutura educacional • Preocupação com meio ambiente • Preocupação com saúde e preparo físico Professor Pedro Campos Dias .

etc) • Políticas (fiscal. relações internacionais) Professor Pedro Campos Dias . trabalhista. previdenciária. Análise do Macro Ambiente Ambiente Político/Legal: • Legislações (tributária. comercial. ambiental.

desenvolvimento e transferência de tecnologia • Nível de pesquisa e desenvolvimento do país • Incentivos governamentais ao desenvolvimento tecnológico Professor Pedro Campos Dias . Análise do Macro Ambiente Ambiente Tecnológico: • Velocidade das mudanças tecnológica e atualização do país • Inovação • Aquisição.

Análise do Macro Ambiente Ambiente Natural/Ecológico : • Disponibilidade de matéria-prima • Nível de desenvolvimento ecológico • Índices de poluição • Custo da energia Professor Pedro Campos Dias .

Análise do Macro Ambiente Como se pode avaliar o macro ambiente para o futuro? • Por meio dos cenários presentes Cenários Segundo Maria Elisa Brandão Bernardes (2008). determinando as oportunidades e ameaças do seu negócio. Professor Pedro Campos Dias . a análise do comportamento do futuro das variáveis ambientais críticas externas mostra os possíveis Cenários futuros que a empresa poderá enfrentar.

Análise do Macro Ambiente Tendências Macro • Identificar as principais tendências e eventos nas variáveis macro ambientais e: • Avaliar a probabilidade da sua ocorrência • Estimar o impacto sobre o Negócio • Avaliar se trata-se de oportunidade ou ameaça Professor Pedro Campos Dias .

Análise do Macro Ambiente Tendências no Brasil • Aumento maciço da mulher no mercado de trabalho • Queda da taxa de crescimento da população • Surgimento de novo consumidores (ex.: casal sem filho) • Novos modelos industriais voltados aos produtos populares • Incentivos do governo à habitação Professor Pedro Campos Dias .

Internet • Comportamento futuro da variável: evolução tecnológica e uso mais frequente. queda de custo de matéria-prima motivada por leilões. facilidade de pesquisa. Análise do Macro Ambiente Exemplo: • Variável: Tecnologia . • Ameaças: queda dos preços das obras Professor Pedro Campos Dias . • Oportunidades: utilizar a internet para criar deferenciais na prestação de serviço.

Atividade em grupo 2 Professor Pedro Campos Dias .