simuladao_ATUALIDADES_2SEM

06/09/2005

12:47

Page 228

simuladão
Conhecendo a economia do México, você diria que o crescimento das suas exportações sujas foi determinado pelo aumento da venda de: A) ferro, pois o país é o maior fornecedor desse recurso aos Estados Unidos; B) algodão, já que a sua produção agrícola provoca graves danos ambientais; C) petróleo, pois sua produção cresceu muito desde a década de 1980; D) carvão, já que esse é o recurso mineral que mais polui a natureza; E) todos os recursos acima apontados.
QUESTÃO 28

hoje, em suas águas limpas vivem 121 espécies de peixes. A recuperação do Tâmisa tem sido constante ao longo de quatro décadas como resultado do tratamento de resíduos”. Adaptado de Revista Fapesp, agosto de 2004 “No ano de 2002 , o IBGE divulgou os resultados da Pesquisa Nacional de Saneamento Básico, revelando que 47,8% dos municípios brasileiros não têm serviço de esgoto sanitário, 68,5% dos resíduos das grandes cidades são jogados em lixões e alagados, e só 451 cidades fazem coleta seletiva de lixo. No Brasil, estima-se que 125 mil toneladas de lixo sejam produzidas por dia e que, dos 14,5 milhões de metros cúbicos de esgoto coletados diariamente, somente 5,1 milhões recebem tratamento”. Adaptado de Isto É, 3/4/2002 Com base nos textos foram feitas as seguintes afirmações: I — A morte dos rios poluídos deve-se à baixa concentração de oxigênio nas suas águas, o que torna inviável a sobrevivência de peixes. II — Antes de lançar água ao rio, ela precisa passar por estações de tratamento, o que requer obras de engenharia de grande vulto e elevado custo. III — No caso do Brasil, o problema ainda não é grave, já que apenas 47,8% dos municípios não têm serviço de esgoto sanitário. IV — A despoluição do rio Tietê, a maior obra em andamento no Brasil, não só acabou com as enchentes da cidade de São Paulo como também resolveu o problema da contaminação de suas águas. V — O maior problema dos rios é a recepção de lixo sólido, lançado a céu aberto, que atinge mais de 68% do volume produzido, contaminando lençóis freáticos e alagados onde nascem os cursos fluviais.

QUESTÃO 31

QUESTÃO 34

Prevenir é melhor que remediar Segundo O. P. Forattini, do Depto. de Epidemiologia da Faculdade de Saúde Pública da USP, “… as florestas, antes não visitadas, têm sido invadidas por uma onda crescente de turistas que não estão preparados para enfrentar os mosquitos da dengue, que atacam no período da manhã, por exemplo”. (Jornal da USP, 19 a 25/3/2001) Dengue hemorrágica é ameaça em todo o país O maior risco da presença do Aedes aegypti em São Paulo, assim como no resto do país, é a facilidade com que o vírus se dissemina. Basta um doente ser picado para que o mosquito leve o vírus para outra pessoa. O risco está aí. (Folha de S.Paulo, 9/4/2001) São José do Rio Preto tem 284 casos de dengue “A população precisa colaborar, uma vez que 90% dos criadouros de mosquitos estão dentro das casas. Estamos retirando mais de 60 toneladas de criadouros (latas, vasos, pneus e outros materiais que acumulam água) por mês das residências”, afirmou Cacau Lopes, Secretário Municipal da Saúde. (O Estado de S. Paulo, 8/4/2001) Informe técnico: dengue A cada ano a doença vem se repetindo no Brasil, onde o maior número de casos se concentra no período de chuvas, que é a época em que as condições ambientais são propícias para o desenvolvimento e proliferação do mosquito vetor. (Secretaria de Estado da Saúde do Estado de São Paulo, Centro de Vigilância Epidemiológica, Divisão de Zoonoses, http://www.cve.saude.sp.gov.br) (Anglo) Os textos acima, relativos à atual epidemia de dengue em algumas cidades brasileiras, estão relacionados aos seguintes fatos: I — Proliferação dos mosquitos nos períodos mais chuvosos do ano. II — Invasão das florestas por turistas despreparados. III — Proliferação dos mosquitos em criadouros, tais como pneus, latas, pratos de vasos etc. IV — Facilidade da disseminação dos vírus de pessoa a pessoa por meio da picada, quando os mosquitos estiverem presentes. Para evitar a ocorrência de novos casos da doença, algumas providências e atitudes preventivas podem ser tomadas. Essas atitudes serão mais efetivas e diretas no caso dos fatos descritos em: A) I e II, apenas. D) I, II e IV, apenas. B) II e III, apenas. E) I, II, III e IV. C) I, III e IV, apenas.
QUESTÃO 29

(Anglo) Ao afirmar que a diversidade biológica está atualmente ameaçada “pelas exigências e necessidades de populações humanas cada vez maiores”, o enunciador do texto faz referência: A) ao surgimento de doenças até há pouco desconhecidas, como a Aids, a febre hemorrágica do Zaire e a Sars (“gripe do frango”); B) à progressiva devastação de florestas e outros ecossistemas, em conseqüência da penetração do homem em ambientes silvestres antes inexplorados; C) aos grandes desastres naturais ocorridos recentemente, tais como terremotos e maremotos (tsunamis), resultantes da degradação ambiental; D) à elevação da temperatura global, devida principalmente à penetração de raios ultravioleta através dos buracos na camada de ozônio; E) aos grandes aglomerados urbanos (megalópoles) e, em conseqüência, ao aumento da temperatura nesses locais (“ilhas de calor”).
QUESTÃO 32

(Anglo) Observe a tabela que mostra a matriz de transportes do Brasil.

MATRIZ DE TRANSPORTES NO BRASIL Tipo Rodovia Ferrovia Hidrovia Outros Carga transportada (em %) 61,0 20,5 13,9 4,6

Fonte: Ministério dos Transportes, 2002

(Acafe-adaptada) Alguns acham que as críticas ao poder bélico dos Estados Unidos são exageradas. Leia o trecho a seguir e reflita sobre a relevância dos fatos. “É impossível exagerar a superioridade militar norte-americana. Durante a guerra ao Iraque, os Estados Unidos enviaram cinco de seus nove superporta-aviões para a região. Mais um deles, o décimo, está sendo construído. Nenhum outro país do planeta possui sequer um superporta-aviões, muito menos nove desses grupos de combate naval, acompanhados por cruzadores e escoltados por submarinos nucleares”. Adaptado de Veja, 7/5/2003 A situação descrita tem conseqüências que se refletem no atual panorama político mundial. Uma das alternativas não tem coerência com o texto. Assinale-a. A) A impotência da ONU, teoricamente responsável pela ordem internacional e por uma política de respeito aos direitos humanos, foi revelada claramente pela postura unilateral das nações promotoras da guerra ao Iraque. B) Após a ocupação do Iraque, a Coréia do Norte foi um dos poucos países que mantiveram postura de desafio aos Estados Unidos. C) O atual cenário político mundial é o que restou do conceito de superpotência associado ao binômio hegemonia militar e supremacia econômica. D) O sucesso militar norte-americano no Iraque não impediu ataques e ações da guerrilha, representadas por atentados suicidas contra alvos considerados inimigos. E) A consciência da superioridade armamentista norte-americana promoveu no Iraque a rápida aceitação da ocupação pela população, o fim das hostilidades e a constituição de uma sociedade democrática.
QUESTÃO 33

São corretas apenas as afirmações:
A) I e II. B) II e III. C) III e IV. D) IV e V. E) I e III. QUESTÃO 30

Baseado nos dados da tabela e no que conhece sobre o assunto, aponte a alternativa correta: A) O transporte de cargas no Brasil está perfeitamente de acordo com as necessidades impostas pelo quadro natural do país. B) O predomínio do transporte rodoviário no deslocamento de carga no país é responsável por grande parte das necessidades de importação de combustíveis. C) O fato de as ferrovias transportarem 1/5 da carga nacional traz conseqüências econômicas bastante graves, pois aumenta muito o consumo de eletricidade. D) O predomínio rodoviário se explica por ser este o sistema mais adequado para transportar cargas em grandes quantidades e a longas distâncias. E) A distribuição porcentual do transporte de carga apresentada na tabela é válida somente para o ano analisado, pois esses valores oscilam de forma acentuada a cada ano.
QUESTÃO 35

(Anglo) Observe a pirâmide etária do Canadá, construída com os dados do último recenseamento.
PIRÂMIDE ETÁRIA DO CANADÁ — 2000
Mulheres IDADE 85+ 80-84 75-79 70-74 65-69 60-64 55-59 50-54 45-49 40-44 35-39 30-34 25-29 20-24 15-19 10-14 5-9 0-4 6 4 2 0 0 2 4 6 Homens

(Ibmec-adaptada) Em entrevista recente, o prêmio Nobel de Economia Joseph Stiglitz afirmou: “Essa é uma das pragas da atualidade. É a materialização do poder do Estado na sua forma mais danosa. Se todos imitarem os EUA, o livrecomércio acabará”. Veja, 29/5/2002 O entrevistado refere-se particularmente a uma decisão do governo norte-americano que vai contra a política neoliberal dominante na atualidade. Ele se referia: A) à redução das taxas de juros para evitar uma grande recessão nos Estados Unidos; B) ao apoio a Israel em sua política externa contra os palestinos; C) à adoção de medidas protecionistas para setores específicos da economia norte-americana; D) ao apoio dos Estados Unidos ao Fundo Monetário Internacional, em relação à crise da Argentina; E) ao veto norte-americano ao Protocolo de Kyoto, no que se refere a medidas para conter o aquecimento global. Texto para a questão 33. A derrubada de florestas virgens e outros desastres, insuflados pelas exigências e necessidades de populações humanas cada vez maiores, são em toda parte a principal ameaça à diversidade biológica. Porém, os dados que nos permitem chegar a esta conclusão, relativos basicamente a vertebrados e plantas, subestimam a realidade. (…) Pois, quando todo o habitat é destruído, praticamente todas as espécies também são destruídas. Não apenas as águias e os pandas desaparecem, mas também os mais minúsculos e não recenseados invertebrados, algas e fungos, esses protagonistas invisíveis que constituem o fundamento do ecossistema. (Edward O. Wilson, Diversidade da Vida. São Paulo, Cia. das Letras, 1994, p. 279.)

“Hoje já não se tem mais dúvidas quanto à decisão eminentemente política dos dirigentes americanos de lançarem as duas bombas atômicas sobre Hiroshima e Nagasaki (…). A decisão, fortemente contestada por parte do corpo de cientistas que participou da pesquisa nuclear, visava a demonstrar ao Japão e a todos os demais Estados a capacidade de destruição da nova arma …” (GONÇALVES, W. da Silva. “A Segunda Guerra Mundial”. In: O século XX. Vol. 2: O tempo das crises. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2001.) O lançamento das bombas atômicas sobre o Japão visava a influenciar também: A) a Alemanha nazista, que ainda enfrentava os Aliados quando da rendição do Japão; B) a Inglaterra, que desenvolvia projeto nuclear próprio e interromperia suas pesquisas com o fim da guerra; C) a França, que adotava uma radical política antinuclear se veria obrigada a abandonar seu projeto pacifista; D) o Partido Republicano, que defendia apenas o emprego pacífico da energia nuclear; E) a União Soviética, que, com o fim imediato da guerra, seria obrigada a deter seu avanço rumo ao Japão e ao leste asiático.

%10

8

8

10%

Fonte: Annuaire Statistique Guérin 2004, Montreal, 2003

(FMTM-adaptada) Leia os textos a seguir. “Há 150 anos, o rio Tamisa, que corta a cidade de Londres, emanava tamanho mau cheiro que foi preciso fechar o Parlamento. A poluição era tanta que cerca de 50 anos atrás ele foi considerado oficialmente morto. Decididos a trazer o rio à vida, os ingleses se empenharam, e,
228 ATUALIDADES VESTIBULAR 2006

Aponte a alternativa que analise corretamente a pirâmide: A) O estreitamento da base foi determinado pela queda da taxa de mortalidade a partir de aproximadamente 1970. B) O estreitamento das faixas etárias masculina e feminina passa a ser mais irregular acima de 65 anos, devido à queda das taxas de natalidade. C) O estreitamento nas faixas etárias mais altas não impede que a população idosa, com mais de 65 anos, forme uma parcela de 20% e esteja entre as mais elevadas do mundo.
ATUALIDADES VESTIBULAR 2006 229