S I M U L A D Ã O

As folhas não estavam presentes nas primeiras espécies vegetais que surgiram sobre a Terra, há 400 milhões de anos. Por mais de 40 milhões de anos, simplesmente não existiram. Quando muito, assemelhavam-se a espinhos. Quando as plantas começaram a povoar a Terra, as taxas de CO2 eram elevadas. Não havia por que terem muitos estômatos — espécies de poros que regulam a troca de gases entre a planta e a atmosfera — para suprir suas necessidades de fotossíntese. Nesse processo, o gás carbônico serve como matéria-prima para a síntese dos compostos orgânicos que alimentam a planta e seu crescimento. Havia outra razão para não existirem folhas. Por causa da alta temperatura atmosférica, a planta corria o risco de sofrer um superaquecimento caso apresentasse superfícies amplas como as das folhas. Interceptando mais luz, elas se aqueceriam. Por não terem um número suficiente de estômatos que permitisse a evaporação de água e o conseqüente resfriamento, acabariam sofrendo um estresse por calor. Com o tempo, a situação começou a mudar. Usando modelos computacionais que simulavam as taxas de trocas gasosas que poderiam ter ocorrido naquele período e mais dados obtidos de fósseis de plantas, David Beerling, o principal autor do estudo que foi publicado na última edição da Nature (www.nature.com), descobriu que o aparecimento das folhas estaria ligado a uma queda de cerca de 90% nos níveis de carbono na atmosfera no fim do Período Devoniano, há 360 milhões de anos.
Da observação e análise do texto acima, assinale a alternativa menos coerente. a) Na evolução dos vegetais influíram, dentre outros fatores, as mudanças na atmosfera. b) Da mesma forma, a atmosfera sofreu modificações por influência dos vegetais. c) Dados sobre as trocas gasosas podem ser obtidos pela análise de fósseis. d) A não-existência de folhas está diretamente relacionada à não-existência da atmosfera. e) O estudo de vegetais fósseis comparados aos espécimes atuais pode indicar mudanças ocorridas na atmosfera.

por altas camadas. Ao chegarem aos trópicos, descem, soprando novamente em direção ao Equador, como observamos no esquema a seguir.

Entretanto, por causa da interferência de fatores pouco conhecidos, a velocidade e a intensidade desses ventos diminuem na altura das costas das Filipinas, por volta de maio. Essa alteração vai provocar
a) a formação dos desertos do Saara, Calaari, Atacama, Vitória e demais áreas áridas da Terra;; b) o aumento dos índices pluviométricos nas costas orientais dos continentes; c) um processo de resfriamento das águas do oceano Pacífico, conhecido como La Niña, que, por sua vez, provocará quedas nas temperaturas atmosféricas em terras do Hemisfério Sul; d) um aumento das temperaturas das águas do Pacífico, provocando turbulências no clima de grande parte do mundo (o El Niño); e) uma alteração no comportamento das algas marinhas com conseqüente redução na produção de oxigênio e aumento na produção de gás carbônico, causando o efeito estufa.

I. O gás nitrogênio é o mais abundante no ar atmosférico. II. O fato de o nitrogênio líquido ser utilizado em processos de conservação relaciona-se com a teoria das colisões, pela qual a velocidade das reações será reduzidíssima nessas condições, em que as colisões efetivas entre as moléculas serão mais raras do que em temperatura ambiente. III. O gás oxigênio pode ser obtido, na indústria, a partir da mesma matéria-prima utilizada na produção do gás nitrogênio. IV. O famoso dirigível Hindenburg – um zepelim – incendiou-se em pleno ar porque seus construtores cometeram o equívoco de utilizar o gás nitrogênio para inflá-lo, esquecendo-se de que esse gás é extremamente reativo. Estão corretos: a) II e III, apenas. b) I e IV, apenas. c) I e II, apenas. d) I, II e III, apenas. e) II, III e IV, apenas.

(Folha de S.Paulo, 10/7/2001)

(...) Durante uma visita de cortesia realizada ao Brasil logo após o término da II Guerra, o general Eisenhower teve, publicamente, sua mão beijada por Octávio Mangabeira, deputado da União Democrática Nacional (UDN).
(SCHILLING, Voltaire – EUA x América Latina: as Etapas da Dominação, série Revisão 12, editora Mercado Aberto, 4ª edição, Porto Alegre-RS, 1991 – Brasil.)

63

a) os EUA continuam a liderar o crescimento econômico mundial, com o maior PIB e a maior renda per capita; b) apesar do desemprego, salários atrasados, fome, serviços sociais falidos, escassez de energia, violência e altos índices de alcoolismo, houve grande melhoria no IDH dos antigos países socialistas do Leste Europeu; c) o crescimento econômico, o aumento do PIB/per capita e o amplo sistema de bem-estar social explicam a liderança dos Tigres Asiáticos no IDH e no TAI; d) os países escandinavos apresentam elevados padrões tanto de IDH quanto de TAI, sendo considerada a região geográfica com melhor nível de vida mundial; e) todos os últimos colocados no ranking de IDH e Tai são países monçônicos, onde a expectativa de vida e o analfabetismo são muito elevados.

60

Vegetais e atmosfera evoluíram juntos

Segundo cientistas da Universidade de Sheffield (Reino Unido), as plantas só ganharam folhas quando os níveis de gás carbônico (CO2) diminuíram na atmosfera da Terra. Curiosamente, foram as próprias plantas as responsáveis por essa diminuição do gás. O CO2 é o mesmo gás produzido pelo homem na queima de combustíveis fósseis, que contribui para o efeito estufa (retenção do calor solar na atmosfera).

Um dos fenômenos atmosféricos globais mais importantes são os ventos alísios. São massas de ar cuja origem se dá pela ascendência do ar na altura do Equador e, ao atingirem certa altitude, viram-se em direção ao norte e ao sul, dirigindo-se para a linha dos trópicos, viajando

61

Sobre as tecnologias do século XXI, um tema destaca-se: a engenharia genética. Encontraremos, ainda, por muito tempo, um desafio enorme. Debateremos por mais de uma década, talvez, o confronto ética versus genética. Experiências assustadoras e, ao mesmo tempo, fascinantes têm sido realizadas nos últimos anos, envolvendo genes, embriões, cromossomos e nitrogênio líquido. Sim, esse gás, que corresponde a uma substância bastante inerte, é utilizado em sua forma líquida (estado líquido, na verdade) para a conservação dos materiais tão preciosos aos cientistas que se dedicam a esse tipo de pesquisa. Seu ponto de ebulição, da ordem de – 196°C, é um fator primordial na decisão tecnológica sobre métodos de conservação.
A respeito do texto e dos seus conhecimentos sobre substâncias como o nitrogênio, julgue os itens.

62

As Repúblicas latino-americanas puderam momentaneamente implantar políticas reformistas visando à emancipação econômica diante dos EUA (...). Mas com o fim da Guerra da Coréia (1950 a 1953), a administração Eisenhower teve um certo desafogo para promover a derrubada desses governos pouco confiáveis, como os de Perón e Vargas.
(DULLES, John Foster)

Analisando os textos, podemos concluir que se trata de uma conjuntura histórica mundial conhecida como a) Distensão. b) Guerra Fria. c) Guerra das Estrelas. d) Sionismo. e) Neocolonialismo.

88 ENEM 2007 | GUIA DO ESTUDANTE

GUIA DO ESTUDANTE | ENEM 2007 89

ENEM_SIMULADAO_01.indd 88-89

4/19/07 6:37:13 PM