You are on page 1of 7

Plano de acção 2009-2013

Plano de Acção da Biblioteca Escolar da Escola Secundária Dr. António Granjo


O presente Plano de Acção visa a gestão da biblioteca da Escola Secundária Dr. António Granjo no quadriénio 2009-2013. Foi elaborado tendo por
base:

• O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares (RBE)

• A análise do trabalho já desenvolvido

Domínios Pontos fortes Pontos fracos


. Exposições abertas à comunidade em datas comemorativas. . Comunicação ainda pouco eficiente com alguns
A. Apoio ao . Apoio às actividades promovidas pelos diversos departamentos. departamentos.
Desenvolvimento . Apoio às actividades no âmbito das Áreas de Projecto.
Curricular . Rentabilização da BE pelos docentes no âmbito das actividades
lectivas.
. Inclusão das actividades de apoio curricular a turmas no Plano de . Fraca colaboração da Associação de Pais e Encarregados de
Actividades da BE. Educação
. Produção de materiais didácticos de apoio às diferentes actividades.
. Utilização voluntária e assídua de um grande número de alunos; Comportamentos inadequados de alguns alunos, pela seguinte
. Orientação dos alunos em: ordem:
B. Leitura e literacia
- Selecção de livros e outros materiais; . Dificuldades em orientar alunos que não trazem indicações de
- Pesquisas realizadas na Internet. trabalho específicas;
. Aquisição de 12 exemplares de 6 obras para o PNL; . Falta de formação dos alunos na área de pesquisa na Internet;
. Aplicação dos lucros da feira do livro em exemplares para a biblioteca. . Falta de hábitos de leitura na BE.
. Dinamização de actividades no âmbito da promoção da leitura . Ausência de verba;
. Falhas a nível documental:
. Falta de certas obras fundamentais da literatura portuguesa,
da literatura de expressão portuguesa e da literatura europeia.

1
Plano de acção 2009-2013

. Excelente cooperação com os professores do Departamento de Necessidade de uma maior intercooperação com a Biblioteca
Línguas relativamente ao incentivo de hábitos de leitura, à divulgação Municipal e o Centro Cultural de Chaves.
do fundo documental e à aquisição de novo material.
. Parceria com as escolas do concelho.
C. Projectos, parcerias
e actividades livres e . Boa cooperação com a direcção.
de abertura à . Excelente cooperação com os professores do Departamento de
comunidade Línguas relativamente ao incentivo de hábitos de leitura, à divulgação
do fundo documental e à aquisição de novo material.

Espaço suficiente para o número de utentes: 120m2. . Arquivo inexistente.


. Inexistência de expositores móveis para grandes exposições.
. Zonas delimitadas: recepção, zona de leitura informal, zona de leitura . Dificuldade em cumprir os prazos de requisição de
D. Gestão da BE silenciosa / trabalho individual, zona de trabalho em grupo, zona de documentos.
informática, zona de visionamento de filmes. . Catálogo do fundo documental disponível aos alunos em
. Boas condições físicas: luz directa, aquecimento no Inverno, conforto suporte papel.
e espaços bem delimitados.
. O horário do elemento de informática da equipa não se
. Empréstimo informatizado. adequa às necessidades.
. Recolha de sugestões dos alunos. . Bloqueio frequente do acesso à Internet.
. Catálogo do fundo documental totalmente informatizado.
. Falta de fotocopiadora.
Parque informático heterogéneo.
. Falta de formação da parte do pessoal docente da equipa no
. Impressora adequada às exigências do serviço. tratamento documental: catalogação, indexação e classificação
Existência de scanner
. Aquisição satisfatória de fundo documental.
. Boa formação do pessoal não docente no tratamento e
manuseamento dos equipamentos informáticos.

2
Plano de acção 2009-2013

Domínios Subdomínios Metas 09/10 10/11 11/12 12/13


Participar de forma activa no PAA através da oferta de actividades e serviços articulados com os
Departamentos e Conselhos de Turma. X X X X

Participar em planificações de diferentes órgãos/estruturas de orientação educativa. X


X X X

Organizar acções informais e/ou formais de esclarecimento sobre a BE junto dos docentes.
X X X

Trabalhar em colaboração com 5% dos docentes; realizar uma actividade colaborativa com uma
A. Apoio ao X
área disciplinar/ano de escolaridade.
Desenvolvime
nto Curricular A.1 Articulação Trabalhar em colaboração com 10% dos docentes; realizar algumas actividades colaborativas com
Curricular da BE áreas disciplinares/anos de escolaridade. X
com as
Estruturas de Trabalhar em colaboração com 20% dos docentes; realizar algumas actividades colaborativas com
Coordenação áreas disciplinares/anos de escolaridade. X X
Educativa e
Supervisão Desenvolver e/ou disponibilizar recursos adequados aos projectos desenvolvidos nas áreas
Pedagógica e os X
curriculares disciplinares e não disciplinares. X X X
Docentes
Apoiar os planos de trabalho dos docentes dos apoios educativos (PLNM, apoio na SE)
X X X

Apoiar os docentes no desenvolvimento de programas e projectos existentes na escola (PTE, PNL, X


Contrato de Leitura…) X X X

Planear e colaborar na realização de actividades de substituição desenvolvidas no contexto do plano X


OTE. X X X

Potenciar a utilização da BE em contexto lectivo, disponibilizando os recursos necessários e


organizando a sua utilização em contexto de aula. X X X

3
Plano de acção 2009-2013

Definir um perfil de competências ao nível das literacias da informação por nível de escolaridade
para a escola, a integrar no projecto curricular. X

Promover a discussão e a adopção a nível de escola de um modelo para elaboração de trabalho de


X X X
pesquisa.

Dinamizar acções de formação para utilização autónoma da BE, para o uso do catálogo e para o uso
A.2 Promoção da informação. X X
das Literacias da
Informação, Implementar um programa de literacias de informação em articulação com as áreas curriculares,
Tecnológica e em turmas de 7º ano. x
Digital
Implementar um programa de literacias de informação em articulação com as áreas curriculares,
para os novos alunos de 9º, 10º e 12º anos. X X X

Elaborar, em articulação com a Equipa PTE, um programa de desenvolvimento de competências TIC.


X X

Promover sessões de formação em literacias de informação para docentes.


X

Desenvolver projectos promovidos pelo Plano Nacional de Leitura e pela Rede de Bibliotecas
Escolares. X X X X

Identificar materiais de interesse dos jovens.


X X X X
B. Leitura e
Promover actividades que induzam o gosto pela leitura.
literacia X X X X

Dar visibilidade ao prazer de ler, assegurando o envolvimento dos alunos em actividades de leitura.
X X X X

Promover encontros com escritores.


X X X X

4
Plano de acção 2009-2013

Difundir informação sobre livros e autores.


X X X X
Apresentar de forma dinâmica os recursos de leitura existentes na BE.
X X X

Proporcionar oportunidades de leitura à comunidade educativa.


X X X X

Aumentar em 5% o número de requisições domiciliárias, conforme PEE.


X

C.1. Apoio a Manter um horário coincidente com o horário da escola.


X X X
actividades
livres, extra- Agendar com os alunos actividades de apoio por eles solicitadas.
X X
curriculares e
de
enriquecimento Dinamizar actividades de carácter lúdico e cultural.
X X X X
C. Projectos, curricular
parcerias e Participar nas reuniões da Rede de Bibliotecas Escolares do Concelho.
X X X X
actividades
livres e de Estabelecer e manter uma parceria com as BEs das escolas do concelho de Chaves.
abertura à X X X X
comunidade Desenvolver projectos de valorização do espaço da BE, em parceria com professores/alunos de
C.2. Projectos e Artes ( mural relativo ao Centenário da República) X X
parcerias
Envolver os Pais /Encarregados de Educação em algumas actividades a BE.
X X

Criar um blogue comum a todas as bibliotecas do concelho para divulgação X X X X

5
Plano de acção 2009-2013

Manter um papel activo no CP, colaborando e trabalhando de forma a ajuda a concretizar a missão
da escola. X X X X
D.1. Articulação
da BE com a Inserir a BE nos documentos da escola: definir a sua missão, princípios e objectivos estratégicos e
Escola/ operacionais de acordo com o PE e o PCE; elaborar o Regulamento e o Plano de Acção da BE. X X X X
Agrupamento.
Acesso e Elaborar o Plano Anual de Actividades de acordo com o Plano de acção, o PE e o PCE.
serviços X X X X
prestados pela
Rever e reformular todos os documentos quando necessário e oportuno.
BE X X X X
Implementar actividades de auto-avaliação.
X X X X
Definir áreas de intervenção para os vários elementos da equipa.
X X X X
D. Gestão da
Definir áreas de intervenção para os professores colaboradores se os houver.
BE X X X
D.2. Condições
humanas e Procurar formação adequada às necessidades dos vários elementos da equipa.
X X X X
materiais para a
prestação dos Manter dois assistentes operacionais afectos à biblioteca.
serviços X X X X

Manter os equipamentos informáticos a funcionar adequadamente e proceder à necessária


actualização dos programas. X X X X

Elaborar o Plano de Desenvolvimento da Colecção (PDC).


X
Actualizar a colecção de acordo com as necessidades específicas dos utilizadores.
D.3. Gestão da X X X X
Colecção/da
Actualizar o catálogo informatizado.
informação X X X X
Manter em funcionamento o módulo circulação e empréstimo e o módulo de catalogação. X X X
X

6
Plano de acção 2009-2013

Iniciar e desenvolver uma colecção digital.


X X
Colaborar na implementação de um catálogo concelhio.
X X
Elaborar listagens de recursos de informação disponíveis e novas aquisições.
X X X X
Implementar diversos veículos de difusão da informação para o exterior: manter actualizada a
página da biblioteca, integrada na página da escola, e a Biblioteca na plataforma Moodle. X X X X

Implementar diversos veículos de difusão da informação para o exterior: enviar e-mails e fazer
destaques nas vitrinas, placards ou cartazes. X X X X

Aprovado em Conselho Pedagógico a 26 de Maio de 2010

A Coordenadora da BE

____________________________________

(Margarida Terra)