You are on page 1of 9

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA

Investigação Operacional
Algoritmo Simplex Revisto e Análise de Sensibilidade.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
1. Considere o seguinte problema de programação linear:
Max G = 3 X1 + 4 X2
s.a. 2 X1 + 3 X2 ≤ 3600
15 X1 + 6 X2 ≤ 10800
X1, X2 ≥ 0

Recorrendo ao algoritmo do simplex revisto resolva completamente este problema.

2. Um sector de uma fábrica tem oito trabalhadores que fabricam dois produtos do mesmo tipo, um normal e
outro especial, vendidos com um lucro de 600 e 1000 u.m. por unidade, respectivamente. Este sector dispõe
ainda de três máquinas para o fabrico deste produto. O fabrico de uma unidade normal requer uma hora de
trabalho manual e 0.5 horas de trabalho máquina, enquanto que para o produto especial estes valores são
respectivamente de 1.8 e 0.6 horas.

2.1. Qual o número de unidades de cada tipo que deve ser produzido num dia de 8 horas de trabalho?
2.2. Qual a solução no caso do produto especial passar a ser vendido com um lucro de 1100 u.m. ?
2.3. Qual a solução no caso de haver uma redução para cinco horas diárias de trabalho manual e seis horas de
trabalho da máquina ?
2.4. Se o número de horas de laboração do produto especial passar para uma hora manual e 0.3 horas em
máquina, qual a solução óptima ?
2.5. Pensa-se lançar um novo produto, de qualidade intermédia vendido com um lucro de 800 u.m. e
necessitando de 0.5 horas de trabalho manual e 1 hora de trabalho máquina. Qual a nova solução óptima?
2.6. Qual a solução óptima se se pretender que o número de produtos fabricados não ultrapasse as 36
unidades.

3. Considere o seguinte problema de Programação Linear:


Max G = - 2 X1 + 4 X2
s.a. – X1 + 2 X2 ≤ 2
X1 + X2 ≤ 7
X1, X2 ≥ 0
Construa o quadro final do Simplex, sabendo que a solução óptima é obtida com a seguinte base (X2, X1).

4. Sabendo que a solução óptima de um problema com as seguintes características:


Objectivo: Min;
V. Decisionais: X1 e X2
Restrições do tipo ≤
UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA
Investigação Operacional
Algoritmo Simplex Revisto e Análise de Sensibilidade.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
É:
X1 X2 X3 X4
1 0 1 -1 0
0 1 0 1 4
0 0 1 1 8

Indique o problema inicial.

5. Um problema de programação linear foi formulado e resolvido, a solução óptima para ele obtida foi a
seguinte:
X2 + 2/3 X3 – 1/3 X4 = 10/3
X1 – 1/3X3 + 2/3 X4 = 10/3
- F + 1/3 X3 + 1/3 X4 = 20/3
Sabendo que se tratava de um problema de minimização, responda:
5.1. Qual é a base na solução óptima ? Quanto vale a F.O. nessa solução ?
5.2. Determine o vector de recursos e a matriz de intensidade das variáveis básicas do problema original.

6. O quadro seguinte é um quadro completo óptimo de um P.L. onde X3, X4 e X5 são variáveis de desvio ou
folga. As restrições são do tipo ≤. E o objectivo era maximizar.

X1 X2 X3 X4 X5 Termo independente
1 0 1/8 3/8 0 3/2
0 1 1/2 -1/2 0 2
0 0 1 -2 1 4
0 0 1/4 1/4 0 2

6.1. Apresente o modelo matemático do problema inicial.


6.2. Indique a solução óptima do problema.

7. Determinado problema de Programação linear depois de formulado permitiu obter as seguintes


expressões:
Max L = 4 X1 – 2 X2 + 2 X3 – X4
s. a X1 – X2 + 2 X3 + X4 ≤ 10
5 X1 +1,25 X2 – 5 X4 ≤ 20
X1 + 2X2 + 3 X3 + 4 X4 ≤ 42
X1, X2, X3, X4 ≥ 0
UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA
Investigação Operacional
Algoritmo Simplex Revisto e Análise de Sensibilidade.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Que depois de resolvido pelo algoritmo simplex deu origem ao seguinte quadro:
X1 X2 X3 X4 X5 X6 X7
0 -0,625 1 1 0,5 -0,1 0 3
1 -0,375 1 0 0,5 0,1 0 7
0 4,875 -2 0 -2,5 0,3 1 23
0 1,125 1 0 1,5 0,5 0 25

7.1. Faça a interpretação económica da solução do problema;


7.2. Qual a consequência da introdução de um novo produto, representado pela variável X com os seguintes
coeficientes C8 = 1, A18 = 1, A28 = 1 e A38 = 0;
7.3. Diga se a solução se mantém, no caso do recurso da terceira restrição passar para 50.

8. Uma empresa do ramo alimentar pode produzir quatro tipos de óleos: óleo de palma, de coco, de soja e de
girasol com os lucros por litro produzido iguais a 5.5, 9, 6 e 10 u.m., respectivamente. Para determinar o
melhor plano de produção a empresa utilizou um modelo de programação linear, onde X1, X2, X3 e X4
representam respectivamente, as quantidades em litros a produzir semanalmente de cada tipo de óleo e a
função valoração é o lucro total semanal da empresa. As restrições dizem respeito às disponibilidades
semanais, em horas máquina, da secção de prensagem e a da secção de refinação, pela respectiva ordem,
conforme o modelo:

Max F = 5,5 X1 + 9 X2 + 6 X3 + 10 X4
s.a. 2 X1 + 6 X2 + 4 X3 + 8 X4 ≤ 200
4 X1 + 5 X2 + 6 X3 + 4 X4 ≤ 184
X1, X2, X3, X4 ≥ 0

A resolução deste problema através do simplex, conduziu ao quadro seguinte da solução óptima:
X1 X2 X3 X4 X5 X6
0 7/12 1/6 1 1/6 -1/12 18
1 2/3 4/3 0 -1/6 1/3 28
0 1/2 3 0 3/4 1 334

8.1. Faça a interpretação económica da solução óptima.


8.2. Suponha que por motivos de competitividade o preço de venda do óleo de girassol, terá de ser reduzido
em 1 u.m. por litro. Diga, qual o impacto que tal alteração terá no plano de produção e nos resultados da
empresa.
UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA
Investigação Operacional
Algoritmo Simplex Revisto e Análise de Sensibilidade.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
8.3. A partir do problema original, admita que a empresa para aumentar a qualidade dos seus produtos,
pretende fazer passar as sementes das matérias primas por uma secção de selecção e preparação, dispondo
para o efeito de uma disponibilidade de 44 horas homem por semana e tendo a ocupação de 1 Hh por litro
produzido para os óleos de palma, de coco e girassol e 0,5 Hh para o óleo de soja. Nesta circunstância,
deverá ser alterado o plano de produção. Em caso afirmativo indicar o novo plano. (nesta alínea pode usar-se
o algoritmo simplex dual)

9. Uma empresa produz 3 produtos (P1, P2, P3). Para a sua produção considera uma restrição respeitante ao
nível mínimo de produção (NP) e outra respeitante à matéria prima disponível (MP). Com o objectivo de
maximizar o lucro total (em u.m.), a empresa determinou o plano óptimo de produção resolvendo o seguinte
problema de P.L.
Max G = X1 + 5 X2 + 4 X3
S . a. 5 X1 + 10 X2 + 2 X3 ≥ 10
4 X1 + 4 X2 + 2 X3 ≤ 16
X1, X2, X3 ≥ 0
Cujo quadro óptimo é:
X1 X2 X3 X4 X5
2 2 1 0 1/2 8
-1 -6 0 1 1 6
7 3 0 0 2 32

9.1. Admita que a quantidade disponível de matéria prima é de 13 unidades. Indique as consequências desta
alteração no plano óptimo de produção.
9.2. Determine para que valores do lucro unitário de P2 o actual plano de produção permanece óptimo.

10. Considere o seguinte problema de Programação Linear:


Max G = 3 X1 + X2 + 4 X3
s.a. 6 X1 + 3 X2 + 5 X3 ≤ P
3 X1 + 4 X2 + 5 X3 ≤ Q
X1, X2, X3 ≥ 0

Cuja solução óptima é:


X1 X2 X3 X4 X5
1 -1/3 0 1/3 -1/3 5/3
0 1 1 -1/5 2/5 3
0 2 0 r s 17
UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA
Investigação Operacional
Algoritmo Simplex Revisto e Análise de Sensibilidade.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
10.1. Apresente a base óptima e o valor correspondente da Função de Valoração.
10.2. Indique os valores representados por p, q, r e s .
10.3. Diga, justificando, quais as implicações que resultam de cada uma das seguintes alterações:
10.3.1. Um aumento em q de 8 unidades.
10.3.2. A mudança dos coeficientes C1 e C3 da Função de Valoração. C1 = 7 e C3 = 1.
10.3.3. Introdução de uma nova restrição 2 X1 + 7 X2 + 3 X3 ≤ 18.

11. Considere o seguinte problema de Programação Linear:


Max G = X1 + 3 X2
s.a. X1 + X2 ≤ 8
- X1 + X2 ≤ 4
X1 ≤ 6
X1, X2 ≥ 0

Sabe-se que a base óptima é (X1, X2, X5) e que o quadro abaixo corresponde ao quadro final do simplex
incompleto.
X1 X2 X3 X4 X5
1/2 -1/2 0 2
1/2 1/2 0 6
-1/2 1/2 1 4
0 0 0

11.1. Complete-o.
11.2. Estude a variação viável para o recurso da primeira restrição, mantendo a solução óptima.
11.3. Suponha que os coeficientes de X1 nas restrições eram alterados de (1, -1, 1) para (2, -1, 2) que efeitos
seriam de esperar na solução óptima.

12. Considere o seguinte problema de Programação Linear:


Max G = 3 X1 + 6 X2
s.a. 3 X1 + X2 ≤ 18
X1 + X2 ≥ 8
X1 ≤ 4
X1, X2 ≥ 0

Sabe-se que (X3, X2, X5) é uma das bases possíveis, e ainda que X3 e X5 são variáveis de folga da 1ª e 3ª
restrições respectivamente.
UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA
Investigação Operacional
Algoritmo Simplex Revisto e Análise de Sensibilidade.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
12.1. Verifique se esta base é óptima. Indique o valor das variáveis decisionais e o valor da função objectivo.
12.2. Diga, justificando, se a solução óptima se altera quando:
12.2.1. O coeficiente de X1 na função de valoração triplicar.
12.2.2. O recurso da 3ª restrição passar para o máximo de 12.

13. A empresa “Deque” procede à montagem e pinturas de secretárias de escritório, podendo produzir os
modelos, X1, X2 e X3 cujos lucros unitários são respectivamente de 120, 80 e 150 Euros.
A empresa estabeleceu o seu plano de produção, utilizando um modelo de programação linear, onde a
primeira restrição refere-se à capacidade semanal da linha de montagem (em horas-máquina) e a segunda à
disponibilidade por semana da secção de pintura (em horas-homem).
A solução óptima está expressa no quadro seguinte:
X1 X2 X3 X4 X5
1 0.6 1 0.1 0 24
0 3 0 -0.8 1 60
30 10 0 15 0 3600

13.1. Identifique a solução óptima.


13.2. A empresa tem a possibilidade de produzir um novo modelo cujos coeficientes técnicos de produção
são 5 horas-máquina na montagem e 10 horas-homem na pintura com um lucro unitário de 140 u.m.
Deverá introduzir o novo produto no seu plano de produção ? Em caso afirmativo, qual o novo plano a
implementar.
13.3. A partir do problema original, a empresa pode aumentar a curto prazo, a capacidade da sua linha de
montagem em 30 horas-máquina com um custo adicional de 400 u.m. por semana. Diga, justificando, se é
economicamente vantajoso para a empresa proceder a esse acréscimo de capacidade.

14. A ABC é uma empresa que pode produzir três modelos diferentes (X1, X2 e X3) de componentes para
computadores, cujos lucros unitários são, respectivamente, 12, 18 e 20 Euros. Para determinar o plano de
produção da empresa foi utilizado um modelo de programação linear, cujo quadro na solução óptima é:
X1 X2 X3 X4 X5 X6
2 1 0 0.8 0 -1 20
2 0 0 0.4 1 -2 40
-1 0 1 -0.6 0 1 30
4 0 0 2.4 0 2 960

Cujas restrições respeitam a:


1ª restrição – disponibilidade de 250 horas-homem diárias
2ª restrição – disponibilidade de 300 unidades de matérias-primas
UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA
Investigação Operacional
Algoritmo Simplex Revisto e Análise de Sensibilidade.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
3ª restrição – capacidade instalada de 180 horas-máquina por dia.

14.1. Identifique a solução óptima.


14.2. Por razões de competitividade o preço de venda do modelo X2 tem de ser reduzido em 3 Euros,
implicando igual redução do respectivo lucro unitário. Diga, justificadamente, se esta redução deverá
implicar alteração no plano de produção da empresa e, em caso afirmativo, qual o novo plano a implementar.
14.3. A partir do problema original, suponha que a empresa tem a oportunidade de alugar 20 horas-máquina
da sua capacidade instalada ao preço de 5 Euros. Qual a decisão que deve ser tomada? Justifique.

15. Considere o seguinte problema de Programação Linear:


Max F = 2 X1 + 3 X2 + X3
s.a. 1/3 X1 + 1/3 X2 + 1/3 X3 ≤ 1
1/3 X1 + 4/3 X2 + 7/3 X3 ≤ 3
X1, X2, X3 ≥ 0

Cujo quadro óptimo é:


X1 X2 X3 X4 X5
1 0 -1 4 -1 1
0 1 2 -1 1 2
0 0 3 5 1 8

15.1. Apresente a base óptima e o valor correspondente da F.O.


15.2. Resolva o problema supondo as seguintes alterações:
15.2.1. Uma variação no termo independente b1 = 4.
15.2.2. Uma mudança nos coeficientes da F.O. C1 = 4 e C3 = 2.
15.2.3. A partir do problema original, estudar os efeitos de duplicar os coeficientes da variável X3 nas
restrições.

16. Considere o problema seguinte:


Max F = 2 X1 – X2 + X3
s.a. 3 X1 – 2 X2 + 2 X3 ≤ 15
- X1 + X2 + X3 ≤ 3
X1 – X2 + X3 ≤ 4
X1, X2, X3 ≥ 0
UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA
Investigação Operacional
Algoritmo Simplex Revisto e Análise de Sensibilidade.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Utilizando o algoritmo simplex obteve-se a seguinte solução óptima:
X1 X2 X3 X4 X5 X6
0 1 5 1 3 0 24
0 0 2 0 1 1 7
1 0 4 1 2 0 21
0 0 2 1 1 0 18

16.1. Se a função objectivo passar a ser F = 5 X1 + X2 + 3 X3 alterar-se-á a solução óptima obtida?


16.2. Quais os limites entre os quais podem variar os recursos de modo a que o conjunto de variáveis que
constitui a base se mantenha ? Nestas condições, será aceitável um vector de recursos b = (-1/2, 1, –1)?
16.3. Introduzindo-se a nova restrição 2 X1 + X2 + 2 X3 ≤ 60 poderá manter-se óptima a solução original.

17. Considere o seguinte problema de P.L.


Max F = 10 X1 + 4 X2 + 2 X3 – 3 X4
s.a. – 2 X1 + 3 X2 + X4 ≤ 20
6 X1 + X2 + X3 – X4 = 6
X1, X2, X3, X4 ≥ 0

Cujo quadro óptimo é:


X1 X2 X3 X4 X5
-5 0 -3/4 1 1/4 1/2
1 1 1/4 0 1/4 13/2
9 0 5/4 0 1/4 49/2

17.1. Que valores pode tomar o coeficiente de X2 na função objectivo de modo a que esta solução se
mantenha óptima ?
17.2. Se no problema inicial o termo independente for alterado para b = (20, 10) a solução mantem-se
possível e óptima ?
17.3. Suponha que se pretende acrescentar ao problema inicial uma variável X6 com coeficientes nas
restrições –1 e –1. Qual o coeficiente que ela deve ter na função objectivo de modo que a solução óptima
dada não seja única?
17.4. Qual a solução óptima do problema inicial se acrescentarmos a restrição X1 + 2 X2 – X4 ≤ 14.
UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA
Investigação Operacional
Algoritmo Simplex Revisto e Análise de Sensibilidade.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
18. Considere o problema de Programação Linear.
Max F = X1 – 2 X2 + 3 X3
s.a. X1 – X2 + 2 X3 ≤ 10
-2 X1 + 2 X2 + X3 ≤ 4
X1, X2, X3 ≥ 0

Cujo quadro óptimo é:


X1 X2 X3 X4 X5
1 -1 0 1/5 -2/5 2/5
0 0 1 2/5 1/5 24/5
0 1 0 7/5 1/5 74/5

18.1. Que valores pode tomar o coeficiente de X1 na função objectivo mantendo-se esta solução óptima?
18.2. Se o coeficiente de X3 na função objectivo passar a ser 1 esta solução mantem-se óptima ? Se não, qual
a nova solução óptima?
18.3. Se, no problema inicial, o termo independente for modificado para b = (15,10) a solução mantém-se
óptima?
18.4. Suponha que pretende acrescentar ao problema inicial, uma variável X6 com coeficiente na função
objectivo 1 e coeficientes 1 e –2. Qual a solução óptima ?
18.5. Se acrescentar ao problema inicial a restrição – 2 X1 – X2 + X3 ≤ 2, a solução continua possível ?