You are on page 1of 24

ISSN 2184-8424

Dez. 2020
Revista do AEAnadia
Erasmus+

Edição Nº 1
Publicada em dezembro de 2020
Ano letivo de 2020/2021
Agrupamento de Escolas de Anadia, Portugal
Erasmus+ TEAM Anadia

Esta é uma publicação que visa partilhar as atividades relativas ao


programa Erasmus+, com os vários projetos que o Agrupamento de
Escolas de Anadia tem desenvolvido desde 2018.

“A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao


seu tamanho original”.
( Albert Einstein)

Erasmus+ é abertura à Europa e é com esta intenção que continuamos


o trabalho de aprendizagem e partilha, apesar de nesta fase e por
motivos de SARS COVID19 estarmos em standby.

“The European Commission support for the production of this publication does
not constitute endorsement of the contents which reflects the views only of the
authors, and the Commission cannot be held responsible for any use which
may be made of the information contained therein.”

Revista do AEAnadia, tiragem: 500 exemplares


ISSN 2184-8424

!
! !

erasmusplusanadia.com
2
Índice

O Erasmus+ no AEAnadia....................................................................................................... 4

Editorial .................................................................................................................................... 5

Objetivos gerais do programa Erasmus+ no AEA ................................................................ 6

Assistente Grega Erasmus+ AEAnadia ................................................................................. 7

KA102 – Estágios no estrangeiro ano letivo 2018/2019 ....................................................... 8

Wish4EU – Envio de 2019 Postais de Natal ......................................................................... 10

................................................................................................................................................ 10

Visible Teaching 4 Performance .......................................................................................... 11

Projeto Entrepreneurship: Imagination@work .................................................................... 13

Learn&Work@EU ................................................................................................................... 16

Formação de professores no Estrangeiro ........................................................................... 18

Projeto TEAMSS - Together Europe Achieves More in School Success .......................... 20

Metadados de publicação .................................................................................................... 23

erasmusplusanadia.com
3
O Erasmus+ no AEAnadia
oportunidade também abarca os
professores que participam em cursos de
formação na Comunidade Europeia ou nos
intercâmbios de aprendizagem, fruto dos
projetos que a escola tem aprovados. A
aprendizagem que resulta deste programa
Erasmus+ revela-se na vertente cognitiva,
pelo desenvolvimento de competências de
O programa comunitário ERASMUS+,
resolução de problemas e de tomada de
financiado pela União Europeia, tem dado
decisão que os participantes desenvolvem;
protagonismo às questões da participação
na vertente emocional, pela facilitação da
dos alunos nas rotinas escolares e no seu
identificação, expressão e autoregulação
envolvimento nos processos de tomada de
das emoções e afetos; na vertente
decisão, sobretudo daqueles que se
comportamental, pelo contributo no
encontram em risco de exclusão social ou
desenvolvimento de competências
são oriundos de contextos desfavorecidos.
comunicacionais, de interajuda e de
Mais do que nunca se debatem as questões
negociação; na vertente motivacional, pelo
da inclusão e da equidade em contexto
desenvolvimento de expetativas de
escolar.
autoeficácia e de gestão pessoal, de
valorização do esforço e da persistência; e
na vertente contextual, pela promoção do
envolvimento efetivo de todos os elementos

A aposta que a direção do AEA faz, em da comunidade educativa.

estreita articulação com os professores e


outros agentes educativos, na
implementação deste programa oferece
uma janela de oportunidade única para os
alunos que participam ativamente, quer em
mobilidades, quer em estágios no espaço
Europeu, quer em intercâmbios com outras O Coordenador dos Projetos Europeus
escolas. Ao mesmo tempo, essa janela de

erasmusplusanadia.com
4
A própria educação para a inclusão, a promoção do

Editorial conhecimento, o estímulo da curiosidade intelectual, o


prazer pelo saber, a valorização da autonomia e
individualidade são os pilares consubstanciados neste
Projeto Erasmus.
Sendo a Escola uma oportunidade cultural, uma
ferramenta democrática de cultura, em que trabalhamos
sobre a informação, na busca do conhecimento, o
diálogo intercultural possibilita o alargar de horizontes de
forma responsável e autónoma.
Na dimensão plural das suas dimensões artísticas,
estéticas, culturais, nas ciências sociais e humanas, no
Prof. Aníbal Marques ensino experimental das ciências, na valorização do
(Diretor do AEAnadia) ambiente (perspetiva ecológica), o contacto com outras
realidades enriquece o percurso dos nossos alunos.
O Projeto Educativo do Agrupamento, na Veja-se, a propósito, o que diz o Projeto Educativo:
sua Missão, defende uma: “Educação privilegia-se um enriquecimento mútuo, que considera a
integrada de saberes e competências que troca de experiências, o contacto entre culturas, como
levarão a um desenvolvimento de uma vertentes a desenvolver, numa interação dinâmica com
cidadania participativa.” a Comunidade. As óticas de criatividade, inovação,
Ora, na perspetiva de uma preocupação formação desportiva, musical, expressão plástica,
humanista, em que se pretende potenciar desenvolvimento científico e tecnológico, na
o melhor de cada um, nos eixos do possibilidade da formação global do indivíduo, num
sucesso, qualidade, cidadania, desiderato de uma realização pessoal, afetiva,
solidariedade, partilha, reflexividade, académica e profissional são um desafio a que este
envolvimento, cooperação, conhecimento, Projeto Educativo se propõe.
inovação, o Projeto Erasmus assume-se A chamada formação cidadã do aluno exige afirmar as
como uma mais-valia, pelas valências que parcerias (nacionais e internacionais), cimentar os
evidencia, comungando dos princípios do projetos além-fronteiras (Erasmus +).
Agrupamento.
O Projeto Erasmus valoriza o trabalho, Temos de edificar pontes e não ilhas, procurar soluções
numa dimensão de liberdade e de encontro, produzindo os significados sobre o mundo
responsabilidade, permite construir com a informação que outros construíram, ou do apoio
cidadãos civicamente empenhados, desses outros para compreender essa informação – é
autónomos e responsáveis, aptos a com a promoção do tempo para o encontro que
participar na sociedade, conscientes de si conseguimos transmitir e alcançar as aprendizagens:
próprios, proporcionando o equilíbrio entre quem aprende é o sujeito, mas alicerçado no outro.
conhecimento, compreensão, criatividade, Todas as aprendizagens são essenciais, mas ninguém
sentido crítico. aprende sozinho.
O respeito pelo outro, aceitação da Nestas dinâmicas relacionais temos de asseverar
diferença, tolerância, solidariedade, experiências de comunicação e expressão nas
liberdade, equidade, promoção do sentido modalidades oral, escrita, visual e multimodal,
ético, devem ser a marca do Agrupamento incentivando os alunos a serem autores, criando
e eles ganham-se no contacto com a situações de aprendizagens significativas.
mundividência, outros mundos, culturas, Ora, pelo exposto, o Projeto Erasmus apresenta-se com
civilizações. toda a pertinência: vamos, então, cimentar o que já foi
feito, aderindo e apoiando os projetos em curso.

erasmusplusanadia.com
5
Objetivos gerais do programa Erasmus+ no AEA

O programa Erasmus+ Educação e Formação tem como objetivos gerais os seguintes que
adotamos para o Agrupamento:
DESENVOLVER A EUROPA DO CONHECIMENTO: promovendo o desenvolvimento de uma
Europa do conhecimento, a todos os níveis da educação e formação.
INTERNACIONALIZAÇÃO: contribuir para a internacionalização e a excelência do ensino e
formação na União Europeia, incentivando a criatividade, a inovação e o espírito
empreendedor, e promovendo a igualdade, a coesão social e a cidadania ativa.
APOIAR O CRESCIMENTO INTELIGENTE: contribuir para alcançar os objetivos de
crescimento inteligente, sustentável e inclusivo da Estratégia Europa 2020, através do
desenvolvimento do ensino pré-escolar, diminuição do abandono escolar, melhoria da
formação profissional, aumento do número de licenciados na Europa, e aumento da
empregabilidade de jovens e adultos.
RECONHECIMENTO: aumentar o nível de reconhecimento dos resultados de aprendizagem
nas atividades de mobilidade.
MOBILIDADE INDIVIDUAL: promover a participação na Ação-Chave 1 – projetos de mobilidade
– para melhorar as competências básicas dos participantes.
SINERGIAS: através das Parcerias Estratégicas, promover sinergias e cooperação entre os
setores da educação, formação e juventude e o mundo do trabalho.
MELHORIA: melhorar a dimensão internacional das atividades de educação, formação e
juventude e o papel dos trabalhadores e organizações da juventude enquanto estruturas de
apoio aos jovens e através do apoio a projetos de mobilidade com Países Parceiros.
PARCERIAS ESTRATÉGICAS: promover a dimensão transetorial das Parcerias Estratégicas.
PROMOÇÃO: promover a participação no Programa de pessoas com necessidades especiais
ou menos oportunidades.
Baseados nestes princípios o Agrupamento de Escolas de Anadia aposta em áreas
diversificadas de formação/intercâmbios com a Europa, possibilitando vertentes de
formação/aprendizagem diferentes, tais como estágios para os cursos de formação profissional
para alunos, Job Shadowing para professores, cursos de formação de professores e
intercâmbio de alunos e professores para partilha de boas práticas. Temos neste momento três
projetos aprovados e que estamos a desenvolver dentro das limitações impostas pelo SARS
COVID19.

erasmusplusanadia.com
6
Assistente Grega Erasmus+ AEAnadia
Um dos projetos que o AEAnadia teve financiado pela CE, foi a colocação de assistente de
língua de origem Grega, do dia 29 de outubro de 2018 até ao dia 30 de julho de 2019.
https://erasmusplusanadia.wordpress.com/assistente-erasmus/
Em termos de atividades que a assistente teve a cargo, destacamos as seguintes
• Colaboração com o Centro Escolar de Arcos, duas vezes por semana, de quinze em
quinze dias, possibilitando aos alunos aprendizagens a nível da Língua Inglesa, assim
como atividades relacionadas com o teatro.
• Clube de Grego que decorreu na Escola Básica e Secundária de Anadia, duas vezes por
semana, total de duas horas;
• Clube de Latim, que decorreu na Escola Básica e Secundária de Anadia, duas vezes por
semana, total de duas horas;
• Clube de Teatro, que decorreu na Escola Básica e Secundária de Anadia, duas vezes por
semana, total de duas horas;
A assistente teve ainda a seu cargo algumas tarefas pontuais, por solicitação de alguns
professores: participação em aulas de língua Inglesa, apoio a alunos com necessidades
educativas e apoio na biblioteca escolar. Cumpriu um total de dezasseis horas semanais,
tendo sido feitos relatórios mensais de atividades para a Universidade Cipriota, assinados
pelo tutor, para possibilitarem o financiamento Europeu.

Clube
d e t eat
ro

o
et eat r
Clu be d

Ef f i
mia
E ngle
zak
i

erasmusplusanadia.com
7
KA102 – Estágios no estrangeiro ano letivo
2018/2019
Foi criado um consórcio de sete escolas, do qual o Agrupamento de escolas de Anadia fez
parte, tendo a possibilidade de enviar
alunos dos cursos profissionais na sua
FCT para o estrangeiro, com
financiamento Erasmus+.
O AEAnadia teria ainda a possibilidade de
enviar alunos para realização de estágios
de longa duração (até um ano) mas não
houve candidatos. Houve sim a
participação de nove alunos em estágios
no estrangeiro, tendo três sido colocados
em Bilbao, dois em Paiporta e quatro em Fuerteventura, Ilhas Canárias.
O processo de seleção iniciou com o relatório dos diretores de curso, havendo também um
relatório da responsável dos SPO. A seleção culminou numa entrevista realizada a cada um
dos alunos. Nessa entrevista estiveram presentes um elemento da
direção, um elemento dos SPO e o coordenador dos projetos Europeus.
Todo o processo pode ser consultado na página criada para o efeito:

https://erasmusplusanadia.wordpress.com/fpct-erasmus/.

ERASMUS + e o Agrupamento de Escolas de Anadia em Fuerteventura.

Ao abrigo do programa Erasmus +, quatro alunas do Curso


de Animação Sociocultural, deste agrupamento de escolas,
desenvolveram a sua Formação em Contexto de Trabalho
entre 21 de Maio e 10 de Julho em Fuerteventura – Ilhas
Canárias.
Alojadas na própria Instituição que as recebeu, Hotel Oasis
Duna de Corralejo e Hotel Cotillo Beach, puderam aí tomar
conhecimento com outras realidades de animação
sociocultural e desenvolvê-las de forma muito positiva. Este
facto não só enriqueceu os seus Currículos como, e
principalmente, lhes proporcionou um desenvolvimento
pessoal e social de forma a alargar a sua visão a nível de
carreira e as suas aptidões profissionais.
Dentro deste
contexto, a Professora Ana
Cristina Reis e Silva do
Agrupamento e Escolas de Anadia, deslocou-se ao abrigo do
mesmo programa a Fuerteventura, com o intuito de observar
os estágios das alunas do Curso de Animação Sociocultural,
Andreia Mota, Ashley Silva, Beatriz Pereira e Lara Verga, suas estagiárias.

erasmusplusanadia.com
8
Todas se encontravam contentes e bem integradas no seu local de estágio, desempenhando-
o de forma muito positiva segundo os seus orientadores externos. Mais
foi referido pelos mesmos que: “são alunas que deixarão saudades e
terão futuramente as portas abertas caso queiram voltar como
animadoras socioculturais oficiais, com renumeração fixa, alimentação
e alojamento assegurados”.
Dentro do mesmo contexto de trabalho, a Professora Cristina Reis
também esteve presente numa reunião de Mobility and Education, com
as respetivas coordenadoras do projeto em Fuerteventura, onde se
inteirou de todo o processo e desenvolvimento dos estágios, tomando
conhecimento das Instituições onde os mesmos se desenvolveram,
fazendo um balanço muito positivo de todo o desenvolvimento do
processo.

O regresso deixou lágrimas e promessa de voltar a esta parte do mundo tão diferente
culturalmente e tão rica em termos pessoais.

erasmusplusanadia.com
9
Wish4EU – Envio de 2019 Postais de Natal

No ano letivo de 2018/2019 decorreu o concurso


europeu de postais escolares para os alunos do
primeiro ciclo. Este concurso, de âmbito europeu,
pretendia que os alunos criassem um postal
intitulado: “Wish4EU”. Teve como proposta o tema
“União”, sendo o objetivo a partilha de mensagens
no espaço europeu. Os postais foram
personalizados e puderam ser acompanhados
através de Hashtags, estando salvaguardada a privacidade do autor nos casos em que não
quis aparecer, uma vez que foram inseridos numa base de dados.
Tendo por base o tema “UNIÃO”, dois mil e dezanove desejos para a Europa foi a atividade
de Natal promovida pelo centro Europe Direct Porto, em colaboração com os centros Europe
Direct em Portugal, e dedicada às escolas do primeiro ciclo. Os postais foram enviados a
alunos e instituições, sem qualquer custo para a escola.
Os alunos do primeiro ciclo foram convidados a desenhar postais cujo tema fosse a UNIÃO,
sendo depois enviados para toda a Europa.
Os postais foram endereçados a personalidades, instituições e redes de informação de toda
a Europa, incluindo o Presidente da Comissão Europeia.
A reação dos destinatários foi através das redes sociais Twitter e Facebook ou por correio.
Os cento e cinquenta alunos participantes do Agrupamento de Escolas de Anadia, primeiro
ciclo, receberam como prenda um estojo de lápis de cor personalizado com o título do
projeto.

Wish4EU

Postais de Natal

erasmusplusanadia.com
10
Visible Teaching 4 Performance

Este projeto Erasmus+, trabalhado em parceria com o IPB, baseou-se nos estudos do professor
John Hattie, com a sua obra Visible Learning for Teachers, pretendendo desenvolver
metodologias pedagógicas que possibilitassem o sucesso efetivo dos alunos, através de
práticas de auto-avaliação e feedback da prática dos professores, através do olhar dos alunos.

Três professores do Agrupamento de Escolas de Anadia participaram na segunda reunião


internacional do projeto VT4P, realizada em Crotone, Itália, de catorze a dezoito de novembro
de 2018. Representantes de nove escolas parceiras: Bulgária, Finlândia, França, Alemanha,
Grécia, Itália, Polónia, Portugal e Turquia estiveram presentes.
No primeiro dia dos trabalhos os convidados foram recebidos pela Professora Ida Sisca, a
diretora da escola Italiana de acolhimento e pela Professora Ornella Pegoraro, coordenadora
Italiana do projeto,
bem como por
outros professores
Italianos. Os
participantes foram
convidados a visitar
as instalações da
escola,
acompanhados
pelos professores
italianos. A visita
terminou no
impressionante
teatro da escola,
onde foi realizada uma apresentação musical pela banda criada pelos alunos, tendo sido muito
apreciada pelos presentes.
A primeira jornada de trabalho foi aberta pela coordenadora do projeto, Professora Hanna
Skowronska, tendo partilhado os valiosos conhecimentos obtidos no seminário que frequentou
em Londres com o professor John Hattie intitulado “o que as melhores escolas precisam
saber”.

erasmusplusanadia.com
11
Foi realizado ainda um encontro na Lapónia, Finlândia, com os 9 países da parceria, em
dezembro de 2019, que contou com a participação de dois professores do Agrupamento de
Escolas de Anadia e três
professores do Instituto
Profissional da Bairrada.
Este encontro serviu para
fazer uma introdução ao
sistema de medição do
impacto educacional de John
Hattie, assim como identificar
promotores fortes e fracos de
processos de aprendizagem
sustentáveis; analisou-se o
sistema de autoavaliação à
luz da pesquisa do Prof.
Hattie; compartilharam-se
boas práticas sobre o que
constitui um bom ensino; foi
realizado um Workshop
sobre requisitos para um bom ensino; compartilharam-se as boas práticas fazendo a
apresentação de formulários de autoavaliação; foram divulgados os resultados da reunião de
especialistas com o Prof. John Hattie “The Learning Revolution with Professor John Hattie”,
conferência mundial que a coordenadora do projeto assistiu em Londres, doze de novembro
de 2019; foram apresentados “planos de capacitação de professores”; foi ainda feita uma
apresentação sobre melhoria de resultados
escolares através dos olhos dos alunos.
Em novembro de 2008, o livro inovador de
John Hattie Visible Learning sintetizou os
resultados de mais de quinze anos de
pesquisas envolvendo milhões de alunos e
representou a maior coleção de pesquisas
baseadas em evidências sobre o que
realmente funciona nas escolas para
melhorar a aprendizagem. O “Visible
Learning for Teachers” dá o próximo passo
e traz esses conceitos inovadores para um
público completamente novo. Escrito para
alunos e professores em formação, ele explica como aplicar os princípios do Visible Learning
a qualquer sala de aula em qualquer lugar do mundo. O autor oferece resumos concisos e
fáceis de usar das intervenções mais bem-sucedidas e oferece orientação prática passo a
passo para a implementação bem-sucedida de aprendizagem visível e ensino visível em sala
de aula.
Visible Learning for Teachers é uma leitura obrigatória para qualquer aluno ou professor que
deseja uma resposta baseada em evidências para a pergunta “Como podemos maximizar o
desempenho nas nossas escolas?”

erasmusplusanadia.com
12
Projeto Entrepreneurship: Imagination@work
O Agrupamento de Escolas de Anadia, em parceria com o IPB, participou no programa
Erasmus+, projeto Entrepreneurship: Imagination@Work, num encontro realizado na Estónia,
de cinco a onze de março de 2019.

Objetivo deste encontro: finalizar um plano de negócios, projeto iniciado pelo IPB – Instituto
Profissional da Bairrada, em setembro de 2017.
Para aperfeiçoar e aumentar conhecimentos os participantes frequentaram diversas ações
formação, preparadas em conjunto para alunos e professores, sobre Marketing e Publicidade
no mercado de trabalho. Tiveram ainda a possibilidade de frequentar workshops sobre a cultura
da Estónia relativamente ao fabrico do pão, à construção de bases em madeira para tachos, à
pintura em peças de cerâmica e à construção de animais em lã.
O encontro teve lugar na escola de Aste, ilha de Kuressaare, Estónia. Neste encontro foram
feitas as apresentações relativas ao plano de negócios que os grupos desenvolveram desde o
início do projeto. Portugal e Irlanda apresentaram os custos relativos à realização de um
“Tapete Mágico”, com o objetivo de detetar a queda de deficiente ou idoso, trabalho proposto
e realizado pelos alunos dos dois países.
Os participantes puderam ainda assistir a
um workshop sobre o laboratório STEM:
atividades e experimentações na área da
ciência, área em que a Estónia está na
vanguarda. O tópico escolhido foi "A pista
de Newton - força e fricção". Os alunos
tiveram de construir uma pista em cartão,
onde lançavam uma bola que teria de
chegar ao fim, sendo sujeita a fricção. Os
alunos perceberam que o que parece
garantido nem sempre funciona como
imaginamos.
Houve também um workshop que visava ensinar técnicas e métodos ideais para a realização
de um anúncio publicitário, tendo sido dadas três horas para os grupos produzirem o seu
anúncio. Estes vídeos foram apresentados na Áustria no encontro final do projeto. O anúncio
feito pela equipa Portuguesa e Irlandesa pretendia divulgar o “Tapete Mágico” que foi
apresentado também na Áustria, o qual acabou por ser premiado.
erasmusplusanadia.com
13
O grupo teve ainda a possibilidade de frequentar mais quatro workshops no parque de moinhos
de Angla, Kuressaare, com o tema "aprender fazendo".
O primeiro workshop foi sobre o fabrico de pão típico da Estónia, teoria posta em prática no
fabrico personalizado de pão.

erasmusplusanadia.com
14
Seguiu-se depois um workshop sobre produção de animais em lã. Depois da explicação cada
um dos elementos teve a possibilidade de criar o seu próprio animal (abelhas e ratos foram os
mais produzidos).

O seguinte foi sobre madeira Tülivere, que é a famosa madeira de carvalho com um aroma
intenso e que
possibilita a realização
de muitos artefactos. O
último workshop foi
sobre gravação de
desenhos em pedra,
usando um berbequim
idêntico ao dos
dentistas para criar
sulcos, ou gravação na
madeira, usando um
ferro com uma ponta
incandescente.
Como a Estónia é
famosa pelas suas
crateras de meteoritos,
e porque estávamos
em Kaali, na ilha de
Saaremaa, não pudemos deixar de visitar a cratera mais famosa de todas, onde caiu o último
meteorito gigante numa área densamente povoada na Terra, e o poder do embate foi
comparável ao da explosão de uma bomba nuclear. A influência desta catástrofe nas crenças
e na compreensão da vida pelos povos antigos foi enorme, estando presente nos contos
populares do país e de outras nações vizinhas.
O encontro terminou com o jantar de despedida na taberna de Kaali, que foi acompanhado de
música tradicional e um grupo de danças também tradicionais, tendo envolvido todos os
participantes dos diversos países.

erasmusplusanadia.com
15
Learn&Work@EU
Projeto Erasmus+ 2020-1-PT01-KA102-078053
O Agrupamento A duração da FCT será de 45 dias para
de Escolas de alunos, e no caso do Job Shadowing será
Anadia (AEA), no apenas de uma semana.
presente ano Há uma preocupação em promover a
letivo, teve a dimensão internacional do AEA, sempre
aprovação de norteada por princípios como a inclusão,
mais um projeto tolerância e respeito pela multiculturalidade.
Erasmus+ para financiamento de estágios O desenvolvimento de ações internacionais
de alunos e Job Shadowing de professores neste contexto vai permitir aos alunos uma
no Europa.
Este projeto pretende dar resposta aos
alunos do ensino profissional durante o
biénio de 2020-2022. Desta forma quarenta
alunos dos cursos profissionais terão a
possibilidade de realizar a Formação em
Contexto de Trabalho (FCT) na Europa.
Ao mesmo tempo ao abrigo deste projeto,
dez professores poderão participar em
atividades de Job Shadowing, possibilitando
aprendizagens diversas, adquirindo novas
competências para dar resposta ao desafio
da educação no século XXI. Estas
aprendizagens são realizadas através da
observação, de peritos em ação. A bolsa de
formação permite cobrir as despesas na
totalidade (viagem, transferes, estadia,
alimentação, seguros e verba para gastos
pessoais, não comtemplados nos itens
anteriores). Para além deste financiamento,
a escola teve a aprovação de quarenta conciliação das competências técnicas
cursos de língua estrangeira on-line para os adquiridas na formação da escola e as
alunos, possibilitando aprendizagem de desenvolvidas durante a mobilidade. Os
línguas estrangeiras diferentes de acordo professores, terão a oportunidade de
com interesse dos alunos, através da melhorar as suas competências e
plataforma OLS da União Europeia. posteriormente coloca-las ao serviço dos
alunos, através da eventual alteração de
práticas pedagógicas utilizando práticas
mais inovadoras. No que diz respeito à
organização como um todo, a direção
pretende internacionalizar o AEA e melhorar
a qualidade do ensino.

Os resultados a nível nacional agora


publicados fazem pensar que estamos no
erasmusplusanadia.com
16
bom caminho e este projeto vem reforçar os - Reforçar as sinergias entre o ensino
seguintes objetivos: profissional, o emprego e o
- Promover e apoiar os alunos e professores empreendedorismo;
participantes no desenvolvimento das suas - Efetuar o reconhecimento e validação de
competências pessoais e profissionais em competências e qualificações obtidas em
contexto transnacional; contexto de mobilidade transnacional por
- Melhorar a proficiência da língua inglesa 100% dos participantes;
em 20%, sensibilizando os participantes
para as questões da interculturalidade e o
multilinguismo, promovendo
simultaneamente a equidade, a coesão
social e a cidadania ativa;

Tem-se tornado óbvio que uma escola que


procura qualidade e o sucesso da sua
comunidade, tem de introduzir nas suas
vivências novos métodos ou ferramentas de
ensino e deverá incrementar as
competências do seu pessoal para que
estes possam incrementar as dos seus
alunos. No que concerne às competências
linguísticas as mobilidades reforçam-nas de
forma inequívoca sendo essencial num
- Promover a processo de
contexto multicultural e multilíngue como é
internacionalização do agrupamento,
a Europa.
alargando a rede de parceiros internacional
em pelo menos 25%;

erasmusplusanadia.com
17
Formação de professores no Estrangeiro
Projeto “Structured Educational Visit to Schools / Institutes & Training Seminars”, projeto da
Ação Chave I - N.º 2019-1-PT01-KA101-06037

O Agrupamento de Escolas de Anadia tem aprovada uma candidatura para formação de vinte
e cinco professores no estrangeiro, totalmente financiada pelo programa Erasmus+, Ação
Chave 1.

Uma vez que os países nórdicos têm revelado boa performance, na qualidade dos resultados,
com taxas de abandono quase nulas, em países do grupo um, como a Finlândia, Islândia,
Irlanda, Noruega, Suécia, Reino Unido, estão por isso na posse de informação/formação
privilegiada que lhes permite dar uma resposta positiva nesta área. Pensamos que serão os
mestres ideais para partilharem connosco as suas boas práticas e mostrarem em termos de
documentos, regras e leis, soluções possíveis conducentes à melhoria de resultados. A
observação destas boas práticas por
parte dos professores Portugueses
levará a aquisição de conhecimento e
métodos de trabalho que permitirá
aumentar a motivação, uma vez que
resultados positivos são sempre
importantes para a auto-estima, o que
se traduzirá no aumento efetivo de
motivação para os nossos alunos, menor taxa de abandono escolar e melhoria dos resultados.
Os participantes nesta formação são selecionados de entre o universo total de professores do
Agrupamento, de acordo com critérios de seleção definidos e aprovados e apresentado na
página dos projetos: https://erasmusplusanadia.wordpress.com/2019-1-pt01-ka101-060377/
Esta formação possibilitará Visitas Educacionais a Escolas, para conhecimento dos diferentes
sistemas educativos, contacto com alunos, professores diretores e staff. Haverá também a
frequência de Seminários e workshops para explorar aspetos específicos dos Sistemas
Educativos Europeus, em áreas como a história, a geografia, a arqueologia, a literatura e as
TIC, entre outras. Haverá também a possibilidade de fazer Intercâmbios Culturais, em que os
participantes poderão discutir uma ampla gama de questões profissionais e partilhar
conhecimentos. Além disso, os participantes terão oportunidade de realizar apresentações

erasmusplusanadia.com
18
sobre uma variedade de temas, como o sistema educativo, a instituição, a cidade, o país, e
partilhar algumas ideias sobre futuros projetos Erasmus e mais oportunidades eTwinning. Por
último terão a possibilidade de realizar Projetos de campo (“Contexts4Content”) em locais de
importância natural, histórica e cultural como base para o desenvolvimento de recursos
didáticos.

Antes da mobilidade haverá sempre preparação dos participantes em termos culturais e


linguísticos, tendo sido criado um código de conduta enquanto beneficiários, fruto da
experiência de outros projetos.

Após a formação será obrigatória a realização de relatórios de atividades para aferição de


resultados e do cumprimento dos deveres enquanto beneficiários Erasmus+.
As visitas de estudo pedagógicas e seminários de formação aos países nórdicos facilitarão o
conhecimento da realidade dos diferentes níveis de ensino dos outros países, de vários
modelos de ensino e gestão, para poder refletir sobre os mesmos, analisar os pontos fortes e
fracos (SWOT) e partilhar aspetos importantes inerentes à organização destas instituições e à
nossa, nomeadamente sobre currículos, problemas/soluções encontrados, educação
integrada, observação e intervenção nas aulas de modo a traçar linhas orientadoras que
assegurem uma escola melhor para todos. Só conhecendo outras realidades, o mais
diversificadas possível, poderemos melhorar, selecionando o que melhor se adapta à nossa
realidade. Estas visitas de estudo / seminários de formação têm uma forte componente de
observação in loco das realidades praticadas nas instituições europeias.

Serão profícuos em termos de conhecimentos, aquisição / melhoria de competências, aquisição


de ferramentas para práticas inovadoras, criativas, apelativas e motivadoras, melhoria de
capacidades e atitudes, que permitam aumentar os skills dos professores, visando ultrapassar
as dificuldades detetadas: redução do abandono escolar e melhoria dos resultados escolares.

erasmusplusanadia.com
19
Projeto TEAMSS - Together Europe Achieves More
in School Success
2019-1-DE03-KA229-060135_2

Um dos projetos de intercâmbio Europeu que o Agrupamento viu aprovado é o projeto


TEAMSS, que conta com a participação de países como a Alemanha, a Itália, a Polónia e a
Roménia. O projeto nasceu de deficiências comuns identificadas nas diferentes escolas
Europeias, visiveis nos resultados escolares (exames finais), nos testes de competência da
língua materna, da língua estrangeira (Inglês) e nas provas de Matemática.
Estes são problemas europeus comuns, detetados pelas escolas parceiras participantes neste
projeto, e queremos ampliar o espírito dos nossos alunos a nível europeu, proporcionando
melhores oportunidades no mercado de trabalho, sendo que uma das possibilidades é esta
possibilidade de partilha nas diferentes escolas da Comunidade Europeia.
Os objetivos a atingir com este projeto são os de melhorar os resultados escolares e ao mesmo
tempo evitar o abandono escolar. Bons
resultados significam, sem dúvida, motivação
para os alunos. Iremos comparar os resultados
escolares em dois níveis: nível escolar nacional
e nível escolar europeu. Este processo envolve
a análise dos resultados obtidos pelos alunos
dos vários países, após aplicação dos mesmos
instrumentos de diagnóstico em toda a
parceria, podendo assim aferir as melhores
estratégias promotoras de sucesso.
Esperamos que nossos alunos melhorem
também o nível de língua inglesa, uma vez que
a língua de comunicação é o Inglês, e que melhorem os seus conhecimentos e estabeleçam
ligações sólidas com os nossos parceiros que, esperamos, levem a mais colaboração no futuro.
O primeiro encontro da parceria foi realizado na nossa escola, tendo este encontro servido para
conhecer os diferentes elementos da parceria e desenvolver vários workshops.

erasmusplusanadia.com
20
Destacamos aqui os workshops sobre
ferramentas digitais dinamizados pelos
professores da Universidade de Aveiro, Prof.
João Leal e Dr. David Oliveira e sobre a
plataforma eTwinning dinamizado pelo
Embaixador da Região Centro, Prof. Luís Gonçalves.
Os nossos alunos dos Cursos Profissionais de Turismo, Informática, Animação Socio-Cultural
e Manutenção Industrial fizeram uma visita guiada à escola. Ao mesmo tempo os alunos dos
Cursos Cientifico-Humanísticos proporcionaram vários workshops: aprendendo, assistindo e
fazendo, em diversas áreas como as artes e experiências laboratoriais. Os alunos de
Restaurante / Bar do Curso de Educação e Formação com as suas formadoras ofereçam uma
refeição gourmet tradicional excelente. Congratulamos os alunos pois estes destacaram-se
pela sua simpatia aliada à competência técnica e linguística demonstradas.

Para além de terem estado na escola sede, os participantes tiveram a possibilidade de visitar
a escola de Vilarinho do Bairro, onde lhes foi servido um almoço tradicional confecionado pelos
alunos da educação especial com medidas adicionais, juntamente com o docente responsável
Rui Bastos; assistiram e interagiram com o Rancho Folclórico de Vilarinho e participaram em
atividades manuais utilizando o bunho e junco, produtos naturais da Lagoa de Torres. Os
alunos do primeiro ciclo e a professora Ana Freire ofereceram a cada um, uma boneca feitas
em bunho e junco.

Os participantes foram ainda recebidos na Autarquia, pela Vereadora da Educação Jennifer


Pereira, tendo ainda usufruído da nossa cultura:
erasmusplusanadia.com
21
Visita a Anadia; à Rota da Bairrada; às Caves São João; às Salinas de Aveiro, com passeio de
Moliceiro e visita à fábrica dos Ovos Moles; ao EcoMuseu Marinha da Troncalhada; a Coimbra:
Património Mundial da Unesco; ao criptopórtico romano; à Sé Velha tendo depois realizado um
passeio pela Baixa, com visita à Igreja e Mosteiro de Santa Cruz. Este encontro terminou com
um jantar em que os participantes desfrutaram da nossa tradicional música portuguesa, FADO,
Património Cultural Imaterial da Humanidade.
O segundo encontro foi realizado em Zeulenroda Triebes, Alemanha.

Este encontro serviu para partilhar com o grupo os resultados dos testes realizados nos
diferentes países, tendo sido utilizados os mesmos instrumentos para aferir as competências
dos alunos em termos de Língua Estrangeira, Língua Materna e Matemática e definir novas
estratégias em termos de metodologias didático-pedagógicas.
Neste encontro participaram alunos de todos os países, tendo a nossa escola enviado oito
alunos acompanhados por dois professores.
Para além de uma visita ao Museu Imaginata, onde os alunos puderam fazer experiências em
vários domínios da Ciência, puderam ainda visitar a região de Mödlareuth, onde havia também
o chamado Muro da Vergonha, que separava também a Alemanha em duas, apesar de ser
menos conhecido do que o Muro de Berlin.
Foi uma experiência muito rica em termos culturais e linguísticos, tendo contribuído para uma
verdadeira cidadania Europeia.

erasmusplusanadia.com
22
Metadados de publicação
Erasmus + também se tornou um novo
O programa Erasmus + continua a instrumento fundamental para tornar o
representar uma das conquistas mais Espaço Europeu da Educação uma
tangíveis da UE: unir as pessoas em todo o realidade até 2025 e para ajudar as
continente, criando um sentimento de instituições de ensino superior a formarem
pertença e solidariedade. O programa está 17 novas alianças fortes, com a iniciativa
a proporcionar a milhões de europeus um das Universidades Europeias. Como nos
campo de expressão mais vasto, criando anos anteriores, o programa cumpriu
novas amizades, aumentando as plenamente seus objetivos, alcançando
qualificações e melhorando as perspetivas excelente desempenho de implementação e
de todos os participantes para poderem ter uso eficiente de fundos, demonstrando seu
um melhor sucesso na vida. Em 2018, mais alto potencial para aumentar a
uma vez, milhares de estudantes, implementação no futuro. Nas últimas três
aprendizes, professores, animadores décadas, mais de 10 milhões de pessoas
juvenis, formadores em formação participaram do que, para muitas delas,
profissional, estudaram, formaram ou acabou por ser uma experiência
ganharam experiência profissional no transformadora. Também no Agrupamento
estrangeiro. Com um orçamento de € 2,8 de Escolas de Anadia estamos prontos
bilhões de euros, o Erasmus + apoiou mais para moldar e implementar um programa
de 850.000 mobilidades, financiou cerca de moderno, inovador, mais sustentável, mais
95.000 organizações e financiou cerca de inclusivo e adequado para a era digital nos
23.500 projetos. A partir de 2018, o próximos anos.

erasmusplusanadia.com
23
Revista do AEAnadia
Erasmus+

Feliz Natal e Bom Ano Novo!

ISSN 2184-8424

erasmusplusanadia.com
24