Twilight Tuesday: Jackson Rathbone explica a constante luta de Jasper e a fascínio de Edward

‘Edward e Bella têm o relacionamento mais sádico e masoquista que existe’ diz coprotagonista. Portland, Oregon – Ultimamente temos falado muito sobre ‘Breaking Dawn’ o último best-seller de Stephenie Meyer – o que parece certo, já que os olhos da Nação Twilight têm estados enterrados em páginas pelas últimas semanas. Mas a recente notícia que o filme de Twilight vai ser lançado numa data importante que Harry Potter deixou vazia, o Twilight Tuesday dessa semana volta o foco que tinha: o mais antecipado filme está há 94! Dias de distância. Desde que comecei a conhecer o elenco, não pude afastar o pensamento que “Twilight” podia se transformar um desses “Breakfast Club”, “Diner” e “Dazed and Confused” – tipo de filmes que deram impulso a carreira de inúmeros jovens estrelas e deixando todos nós olhando para o passado e maravilhados que todos tenham trabalhados juntos um dia. Kristen Stewart e Robert Pattinson obviamente já tiveram seus grandes momentos, e atores como Mike Welch, Taylor Lautner e Kellan Lutz são outros que parecem que podem ter o mesmo estouro se derem a eles os projetos certos. Se eu fosse um apostador, eu apostaria meu dinheiro em Jackson Rathbone, um ator de 23 anos de idade que toca diversos instrumentos musicais e que já morou em vários cantos do mundo. Pessoalmente, ele é cara legal com um sotaque parecido com Elvis, radiando carisma um tipo de carisma que poderia fazer George Cloney parecer McLovin. Enquanto conversava com ele encontrei um ator irresistivelmente inteligente que leva o mundo de “twilight” muita a sério, como qualquer outro super-fã. Adiante assista ao vídeo e julgue por você mesmo se uma estrela nasceu. MTV: Fale sobre o seu personagem. Jackson Rathbone: Então, eu faço o papel de Jasper Hale, também conhecido por Jasper Whitlock, ou Jasper Cullen. Eu tenho vários nomes. [risos]. Jasper é do tempo da Guerra Civil, e foi quando ele se tornou vampiro. Desde então ele tem andado a esmo; ele tem um ótimo passado. Mas que somente aparecem nos próximos livros. Neste filme, Jasper está muito irritado, e ainda muito relutante com o seu nome estilo de vida e com o fato de não se alimentar com humanos. MTV : Parece que todo ano Hollywood produz vários filmes de vampiros. O que irá fazer com que “Twilight” seja diferente? Jackson Rathbone: A maioria dos filmes de vampiros é somente sobre ação, sangue e violência. Este filme é sobro o coração. É sobre o que nos move como humanos, e isso é tão tocante para nós que está abrangendo algo além da humanidade. Estas são criaturas – eles não são pessoas, eles não são humanos, eles são tipo o lado velho de tudo. Eles estão mortos; não precisam de oxigênio. Eles não podem sentir frio, não podem sentir nada, mas eles podem ter sentimentos e o que esses sentimentos nos leva a fazer. Você pode escolher moralidade, ou você pode escolher o tipo de vida que a natureza lhe oferece, o que é a morte. O que é tipo a vida versus morte tipo de história, mas não tanto

no terreno “você vai ter que morrer ou ter que matar alguém”, mas se você vai escolher uma vida de amor e escolher amar. MTV: Por que depois de todas essas décadas de histórias, nós ainda nos importamos com vampiros? Jackson Rathbone: Eu acho que todo mundo deseja ser um vampiro. Eu costumava querer ser um vampiro [quando eu era mais novo]. Seria ótimo, entende? Correr por ai à noite, nunca morrer, matar pessoas. Isso parece uma vida maravilhosa! MTV: Sim, mas tem mais do que somente viver num filme de terror? Jackson Rathbone: Eu acho que o apelo que o místico tem. Nós estamos procurando algo que está além de nós mesmos, e achamos isso muito nos folclores, e nas muitas histórias antigas que giram em torno de viver para sempre e em viver para sempre novo e bonito. Isso é o que fascina nos vampiros: eles não envelhecem, você não se preocupa em envelhecer, ou em nunca terminar algo. Tempo não é um fator, eu acho que a maioria das pessoas, especialmente hoje em dia, quando ficam para trás no tempo. MTV: Então o centro de “Twilight” é a maravilhosa história de amor tipo “Romeu e Julieta”. O que podemos esperar do trabalho que Robert e Kristen têm feito? Jackson Rathbone: Edward e Bella têm o relacionamento mais sádico e masoquista que existe, porque Edward está sempre se colocando numa situação difícil estando ao redor dela; tudo que ele quer é se alimentar dela. Mas ele não pode, por conta da sua moral...Bella sabe onde está entrando, e Edward sabe onde está levando ela. Então você pega esses dois surpreendentes personagens, que estão tão preocupados um com o outro que não se preocupam com eles próprios. MTV: O que exatamente faz com que eles sejam tão apaixonados um pelo outro? Jackson Rathbone: É um amor de interesse na diferença. Digo, ele não pode ler os pensamentos dela, o que é algo com que ele nunca lidou na vida, então ele fica intrigado. Ele está tão atraído por ela. E ela está atraída por ele e sua habilidade de passar por tudo e ser respeitado e admirado. É como se ele nem tentasse. O que Rob e Kristen trouxeram para esses papéis é essa surpreendente realidade [qualidade], nunca é fingido. Tem esse peso sobre eles e você pode perceber no momento da ação. MTV: Seu personagem foi um soldado da Confederação. Você fez algum tipo se pesquisa sobre essa época? Jackson Rathbone: Sim, eu fiz um pouco de pesquisa sobre a Guerra Cilvil. Eu sempre fui interessado nisso e eu passei um tempo morando no Texas, então todas vez que via algo sobre a História do Texas, eu aprendia muito sobre a Guerra Civil. Eu fui muito sortudo de ter esse passado ao meu redor. Foquei no estoicismo. Eu realmente nunca cresci no Sul, cresci em vários lugares, mas os valores da minha família e os valores de todos os sulistas: você não fala a não ser que já tenha falado; você mantém um comportamento calmo; você tenta manter as coisas leves, mas se fica pesado, não é que você não vá responder. Mas é estranho falar sobre elementos do personagem [Jasper],

porque é tudo tão envolvido na história do terceiro livros, onde Jasper começa a desenvolver sua herança e como ele se transformou e como ele viveu. MTV: Então você está introduzindo pequenas coisas em “Twilight” que vão valer a pena nas seqüências? Jackson Rathbone: Sim, estou colocando, aqui e ali. É bom. Eu não posso fazer muito com o poder do Jasper. Jasper tem o poder de manipular as emoções. Existe um perigo nisso. Existe um perigo em ter essa habilidade, porque você está constantemente manipulado a emoção ao seu redor, não existe realidade ao seu redor. E porque Jasper é capaz de distorcer a realidade, eu quero ficar longe disso. Que tudo que tudo seja o mais real possível. Então eu tentei fazer a escolha por ele de não usar seu poder [por enquanto], para ser o mais autêntico possível, ficar parado e apenas me concentrar em me manter afastado, especialmente por conta da minha fome. MTV: Eu não posso deixar de notar que você tem um sotaque natural sulista. Você esta mantendo para o personagem, para mostrar suas origens? Jackson Rathbone: Tento manter o mais discreto possível, porque ele tem estado por ai por 200 anos. Ele não esteve no Texas o tempo todo...Com Jasper, seria muito ter esse sotaque. Especialmente quando se pretende ser um garoto normal. Se ele tivesse o sotaque texano em Forks, Washington, eu acho que as pessoas iam notar ele um pouco mais. MTV: Você já assinou para as duas seqüências? Jackson Rathbone: Sim, eu assinei para todas as três. Então, espero que os fãs gostem de mim nesse primeiro. MTV: Qual é a melhor coisa em ser vampiro? Jackson Rathbone: A coisa mais interessante para mim, seria a habilidade de ficar longe do sol. Eu não sou uma pessoa do sol; eu sou mais um cara de esportes internos. Você sabe, apenas sentado em casa com um violão, muito simples. Eu adoro a noite noturna. Eu vivo durante a noite, então esse seria o melhor aspecto para mim.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful