Consultoria Ltda.

ACOMPANHAMENTO DE TURBOMÁQUINAS E LAMINADORES POR TÉCNICAS DE MANUTENÇÃO PREDITIVA
Eng. Daniel Teodoro
daniel@vitek.com.br

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Sumário da Apresentação

Aplicações em Turbo-Máquinas:

‡ ‡ ‡ ‡

Monitoramento Online Monitoramento Offline ± Análises Extras Tribologia Termografia

Aplicações em Laminadores:

‡ Problemas de Chatter ‡ Monitoramento Online

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Monitoramento online

‡ Um sistema de Monitoramento Online eficiente para turbo-máquinas: ‡ precisa ser capaz de trabalhar de forma automática medindo vibração e parâmetros operacionais correlacionando e tendenciando as variáveis. ‡ deve saber distinguir estados de operação do equipamento. ‡ disponibilizar ferramentas adequadas para a análise ‡ possibilidade de capturar transientes
XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS
Belo Horizonte ² Julho 2009

Monitoração eficiente
Consultoria Ltda.

‡ Estratégias Diversificadas de Detecção: Detecção:
Níveis Globais Bandas de Freqüência Parâmetros de Forma de Onda Técnicas avançadas de detecção antecipada (Demodulação, PeakVue, SST, etc.) ± Transientes Operacionais ± ± ± ±

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Mudanças operacionais

‡ Quando uma máquina muda de carga, como uma monitoração manifesta isso? ‡ Quando uma máquina muda de rotação, como isto se manifesta?
90% CARGA 50%CARGA 90% CARGA

PARADA

PARADA

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Monitoração eficiente
± Coleta de dados comandada por eventos ± Estratégias de monitoração adaptativas ± Alarmes ajustáveis por condição..
90% CARGA 90% CARGA

‡ Gerenciamento de Informações:

50% CARGA

50%CARGA

PARADA

PARADA

COLETA C/ 90% CARGA

COLETA C/ 50% CARGA

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Exemplo: Máquina de Rotação Variável
P2504 25 - Bomba de Engrenagens P -08H REDUTOR, ES, LA, HORIZONTAL Trend Display of Nivel lobal

0.5

0.4

-s

PK Acceleration in

0.3

0.2

0.1

900 ± 1000 RPM
0 0 10 20 30 40 50 Days: 30-jan-03 To 18-abr-03 60 70 80

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

 

 

¡

Consultoria Ltda.

Exemplo: Máquina de Rotação Variável
Tr f Niv l Gl

0.4

l rati n in G-

0.3

0.2

PK

0.1

900 ± 1000 RPM
0 0 10 20

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

£

#

30 Day

40 30-jan-03 T

50 15-abr-03

60

70

80

Belo Horizonte ² Julho 2009

¦¥ £ ¨ £ ¦ "   § ¨
i l

0.5 

2504 G

T

,

, HORIZONT

!

25 -08H

! ©   ©  ¨¦ ¨ © ¨§ ¦¥¤ £¢
r 

l y

( ' & &%

%$

800 ± 900 RPM

Consultoria Ltda.

Exemplo: Máquina de Rotação Variável
0 0 56
70 80 25 ba ngr nagens P2504 GP -08H REDUTOR, ES, , HORIZONT

0.5

0.4

elerati n in G-s

0.3

0.2

PK

0.1

0 0 10 20

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

0

30 40 Days: 01-fev-03 T

50 15-abr-03

65

3 4 32 1 0)

Trend Display f Nivel Gl bal

9 88

7

800 ± 900 RPM 900 ± 1000 RPM
60

700 ± 800 RPM

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Transientes

‡ Boa parte dos defeitos que ocorrem nas Turbomáquinas se manifestam nos transientes ‡ Avaliar as causas de um trip ‡ Avaliar a passagem pelas críticas ‡ Analisar o comportamento da máquina durante uma instabilidade do processo ‡ Identificação de Oil Whril / Oil Whip

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Análises Transientes

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Monitoramento Offline em Turbomáquinas

‡ Coletas periódicas de rotas predefinidas ‡ Medição no painel de proteção através de cabo conectado nas saídas bufferizadas ‡ Medições de carcaça através de acelerômetros ‡ Medições Extras ‡ Monitoramento dos Equipamentos Auxiliares ‡ Análises e dignóstico preditivo

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Medições Extras

‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡

Análises especiais durante comissionamento Monitoramentos de amplitudes e fase Medição de dados transientes Gráficos de Bode e Nyquist durante a partida/parada Espectros em Cascata Órbitas

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Exemplo ± Roçamento e Surge
Consultoria Ltda.

‡ Detecção de problema relacionado com roçamento no mancal de escora e surge em compressor de alta pressão
± Incialmente o compressor de Alta Pressão apresentou alto deslocamento axial em partida para teste ocorreu a queima do mancal de escora

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Exemplo ± Roçamento e Surge
Consultoria Ltda.

‡ Detectado problema de roçamento no mancal de escora em partida seguinte

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Exemplo ± Roçamento e Surge
Consultoria Ltda.

‡ Suspeita de problemas de turbulência no interior do compressor

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Exemplo ± Roçamento e Surge
Consultoria Ltda.

‡ Detectado e solucionado o problema na válvula anti-surge

Instabilidade devido a surge/stall

Após troca da Antisurge

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Lubrificação
1. Viscosidade adequada 3. Demulsibilidade 4. Resistente a oxidação e estabilidade térmica 5. Óleo com bom aditivo anti-ferrugem 6. Boa liberação de bolhas de ar e baixa formação de espuma
Belo Horizonte ² Julho 2009

Propriedades requeridas do Lubrificante para Turbinas: A vapor: A gás:
1. 2. 3. 4. Suporte à carga Transferência de calor Separação de água Longa vida útil

5. Proteção contra corrosão 6. Incompressível

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Consultoria Ltda.

Lubrificação
Propriedades requeridas do lubrificante para Turbinas a Gás:

‡ Estabilidade térmica excelente para prever a formação de sedimentos ‡ Excelente resistência à oxidação para prevenir a formação de ácidos e borra ‡ Ótima viscosidade para ter capacidade de carga e proteção contra o desgaste além de minimizar a o sobreaquecimento do óleo. ‡ Bom inibidor de ferrugem e corrosão para proteger componentes do ataque dos gases de combustão ‡ Propriedades anti-desgaste para sistemas onde há engrenamentos e rolamentos.
XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS
Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Tribologia
Práticas para avaliar e manter a qualidade do lubrificante

‡ Seguir os limites recomendados ao condenar um lubrificante ‡ Avaliar RPVOT e demulsibilidade a cada 3 anos ‡ Re-aditivar o óleo para manter boas propriedades antioxidação ‡ Consultar junto ao fornecedor recursos para aumentar a demulsibilidade do óleo ‡ Manter o sistema de filtração online e offline sempre em perfeitas condições de funcionamento para controlar a contaminação por água e particulados ‡ Colocar respiros em locais estratégicos e manejo adequado do óleo para evitar o ingresso de contaminação no sistema.
* RPVOT ± Teste de oxidação em vaso de pressão rotativo
XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS
Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Tribologia

‡ Realizar os seguintes testes quatrimestralmente
± Viscosidade a 40° Desgaste Metálico Contaminação por água Contagem de partículas: 4-, 6-, 16- µm Acidez

‡ Realizar os seguintes testes anualmente
RPVOT Teste de oxidação Formação de ferrugem

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Termografia

‡ Avaliar eficiência de isolamento térmico das turbinas ‡ Avaliar defeitos mecânicos em equipamentos auxiliares

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Termografia

‡ Avaliar os equipamentos elétricos de controle e intrumentação de turbo-máquinas:

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Implantação de Sistemas de Monitoramento

Cronograma, projeto... Escolher os pontos mais representativos Preparar a superfície Instalar sensores nos mancais Cabeamento dos sensores Rede ethernet interligando os instrumentos ao servidor Integração com sistemas de Automação via OPC/Modbus ‡ Servidor interligado à rede corporativa ‡ Estações de trabalho com acesso aos dados ‡ Treinamento da equipe envolvida
XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS
Belo Horizonte ² Julho 2009

‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡

Consultoria Ltda.

Pontos de Medição

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Ferramentas necessárias para a instalação

‡ Fresa de topo com broca

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

MONTAGEM DE SENSORES

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Montagem em um motor e Bomba

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Cuidados com os Cabos

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Sensores ± Emendas e Interligação

‡ O cabo do sensor deve ser suficiente para chegar a primeira caixa de junção ‡ Na caixa de junção será feita a interligação com um cabo de múltiplos pares trançados

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Implementação

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Implantação de Sistema Online
Consultoria Ltda.

Máquinas com sensores e sistema de proteção já instalados: ‡ Interligar os canais a partir das saídas bufferizadas ao instrumento de monitoração online. ‡ Instalar sensores adicionais de monitoramento em caixas de acessórios, bombas de lubrificação. ‡ Os instrumentos da nova geração possuem módulos de monitoração e proteção integrados

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Implementação

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

INTERLIGAÇÃO
Consultoria Ltda.

Ventilador primário ± R3017

CSI 4500 12 ch/taco

Ventilador Intermediário ± R6001

Resfriador Seccional Turin ± R7005

Moinho de bolas ± R7010

Multicabo

CSI 4500 32ch/taco

Multicabo

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Esquema da rede do Sistema Online CSI 4500
Sala Automação
Consultoria Ltda.

Estações Clientes

Switch Automação Sala de Operação SalaD Bombas Sala D ET-MSV-01 IP: 130.130.130.72 Serial: C5000E5F

Servidor IP Automação: 130.130.130.71 IP Corporativa: Switch Automação Sala de Operação Ustulação Switch Automação Sala de Operação Ustulação

Torres Sala D ET-MSV-02 IP: 130.130.130.73 Serial: C5000E5B

Ustulação
Torres Alpina US-MSV-01 IP: 130.130.130.75 Serial: C5000E5D Ventiladores US-MSV-02 IP: 130.130.130.76 Serial: C5000E58 Resfriador/Moinho US-MSV-03 IP: 130.130.130.77 Serial: C5000E69

Torres Sala B ET-MSV-03 IP: 130.130.130.74 Serial: C5000E65

Legenda:
Switch Automação

Rede corporativa Rede de automação Conversor Fibra/ethernet Cabo Ethernet Hub XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS Fibra
CSI 4500

Soprador/Bombas US-MSV-04 IP: 130.130.130.78 Serial: C5000E5E

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Dificuldades

‡ ‡ ‡ ‡

Encontrar uma boa parceria (sub-contratada) Programação de paradas para a execução Dificuldades com a equipe de TI Consolidação de um banco de dados ± parâmetros e limites de alarme ‡ Educação das equipes de manutenção e operação na área ‡ Condições adversas de operação e manutenção dos equipamentos

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Monitoramento Online de vibração em Laminadores

Cilindro de Encosto Superior Cilindro de Trabalho Superior Cilindro de Trabalho Inferior Cilindro de Encosto Inferior

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Laminador de Tiras a Frio 5 Cadeiras

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Monitoramento Online de vibração em Laminadores
± Produto marcado ± Arrebentamentos da tira

Prevenir e diagnosticar o Chatter
‡ Produto inaceitável ‡ Danos aos componentes do laminador
± Cilindros marcados
‡ Marcas nos cilindros ‡ Danos devido a arrebentamentos da tira

‡ Condições de Laminação indesejadas
± Baixas velocidades de Laminação ± Maior tempo de parada (trocas de cilindro)
XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS
Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Definição de Chatter
Os componentes do laminador atuam como molas

‡ Cilindros e outros componentes do laminador irão se mover elasticamente ‡ As frequências naturais não podem ser eliminadas, apenas evitadas

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Chatter do Processo de Laminação

‡ Chatter Torsional
± Ocorre na frequência de ressonância torsional de um eixo ou cardan

‡ Chatter Terça de Oitava
± Ocorre na frequência de ressonância dos cilindros de encosto

‡ Chatter Quinta de Oitava
± Ocorre na frequência de ressonância dos cilindros de trabalho

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Causas de Chatter
± Cilindros de trabalho excêntricos ± Superfície imprópria dos cilindros de trabalho ou cilindros de encosto (Marcas devido à imperfeições na retífica) ± Cilindros tensionadores desgastados ou empenados ± Cilindros escamados ou marcados

‡ Cilindros

‡ Componentes Rotativos
± Rolamentos dos cilindros de trabalho com efeitos de brinelamento ou escamados ± Dentes desgastados (Caixa de pinhões, encaixe do cardan, chaveta) ± Folgas excessivas em engrenagens, ponta do cardan, pods ± Condições dos mancais dos cilindros de encosto ± Desbalanceamento do cardan
XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS
Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Causas de Chatter

‡ Condições de Lubrificação Instáveis
± Lubrificação excessiva da mordida do clindro causando escorregamento ± Fricção excessiva na mordida do cilindro ± Mudanças nos tamanhos das partículas, pH, aditivos, níveis de contaminação

‡ Produto que chega
± Tira já marcada por chatter entrando nas cadeiras do laminador

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Monitoramento Online num Laminador de 5 Cadeiras

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Monitoramento Online num Laminador de 5 Cadeiras

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Caso: Cilindro de Encosto com Calo

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Caso: Chatter com Arrebentamento da Tira

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Parâmetros

Dados espectrais: 2000 Hz, 3200 linhas, 3 médias em g¶s
‡ ‡ Parametro 1 - Nível Global Parametro 2 - Fundamentais - Faixa de freqüência: 0 a 20 Hz Eventos que excitam a freqüência fundamental de operação dos cilindros de trabalho e encosto, bem como suas harmônicas. Parametro 3 - Torsionais - Faixa de freqüência: 20 a 50 Hz Chatter torsional Parâmetro 4 - Intermediaria 1 - Faixa de freqüência: 50 a 250 Hz Parâmetro 5 - Terças de Oitava - Faixa de freqüência: 250 a 500 Hz Faixa de freqüência criada para capturar eventos que estimulem chatter de terças de oitava. Parâmetro 6 - Intermediaria 2 - Faixa de freqüência: 500 a 650 Hz Parâmetro 7 - Quintas de Oitava - Faixa de freqüência: 650 a 900 Hz Faixa de freqüência criada para capturar eventos que estimulem chatter de quintas de oitava. Parâmetro 8 - Altas Freq 1- Faixa de freqüência: 900 a 2.000 Hz Parâmetro 9 - Altas Freq 2 - Faixa de freqüência: 2.000 a 20.000 Parâmetro 10 - Pico a Pico na forma de Onda, Parametro 11 - Fator de crista

‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡

DCS para captura de Peakvue
XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS
Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Desafio

‡ O evento de chatter instantâneo ocorre neste laminador entre 2 a 5 segundos COMO PEGAR ESTE EVENTO? ‡ Desativação de todos os outros DCS ativos ‡ O nível de Trigger utilizado para ativar o DCS foi 0,3 g ‡ Dados espectrais: 2000 Hz, 400 linhas, 1 médias em g¶s
XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS
Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

Desafio

XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS

Belo Horizonte ² Julho 2009

Consultoria Ltda.

FIM

Muito Obrigado!!!! Eng. Daniel Teodoro de Oliveira Morais
daniel@vitek.com.br
XVII ENCONTRO VITEK DE TÉCNICAS PREDITIVAS
Belo Horizonte ² Julho 2009

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful