Coleção Fábulas Bíblicas Volume 39

JESUS CRISTO

NÃO É DEUS
Mitologia e Superstição Judaico-cristã

JL
jairoluis@inbox.lv
Como emagrecer? Como perder a barriga? Como ganhar dinheiro? Como jogar póquer?

2

Sumário
1 - Jesus Cristo Não é Deus .................................................. 4
1
2
3
4
5
6
7
8

-

Jesus era filho de Deus? ................................................4
Por que Jesus não moveu uma montanha? ......................6
Por que Jesus não aparece a cada um de nós? ............... 22
Por que comemos Jesus?............................................. 29
Por que tantas crianças vivem na pobreza? ................... 36
A vinda de Jesus foi profetizada? .................................. 43
Por que Jesus precisa do seu dinheiro? ......................... 55
Revisando as evidências sobre Jesus ............................ 58

2 - Mais bobagens do Cristianismo >>> ............................... 72
Mais conteúdo recomendado .......................................... 73
Livros recomendados .................................................... 74
Referências .................................................................. 83

3

1 - Jesus Cristo Não é Deus

1 - Jesus era filho de Deus?

A peça central da mitologia cristã é Jesus. A vida, morte e
ressurreição de Jesus é celebrada pelos cristãos de todo o mundo.
Os milagres de Jesus provam aos cristãos que Jesus é o filho de
Deus. E a morte de Jesus é o sacrifício humano que finalmente
apaziguou Deus.
Jesus afirma em muitos lugares na Bíblia, de muitas maneiras
diferentes, que ele é Deus. Por exemplo, em João capítulo 4,
encontramos o seguinte:
João 4:25-26
A mulher disse-lhe: Eu sei que o Messias (que se chama o Cristo)
vem; quando ele vier, nos anunciará tudo. 26 - Jesus disse-lhe: Eu
o sou, eu que falo contigo.

Em João capítulo 10, encontramos isto:
4

João 10:24-25
Rodearam-no, pois, os judeus, e disseram-lhe: Até quando terás a
nossa alma suspensa? Se tu és o Cristo, dize-no-lo abertamente.
25 - Respondeu-lhes Jesus: Já vo-lo tenho dito, e não o credes. As
obras que eu faço, em nome de meu Pai, essas testificam de mim.

Em João capítulo 14, encontramos isto:
João 14:8-9
Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta. 9 Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes
conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu:
Mostra-nos o Pai?

E assim por diante. É claro que Jesus afirmou ser Deus. De acordo
com Jesus, seus milagres provam que ele é Deus. Por exemplo,
em Mateus, capítulo 11, encontramos o seguinte:
Mateus 11:2-5
E João, ouvindo no cárcere falar dos feitos de Cristo, enviou dois
dos seus discípulos, 3 - A dizer-lhe: És tu aquele que havia de vir,
ou esperamos outro? 4 - E Jesus, respondendo, disse-lhes: Ide, e
anunciai a João as coisas que ouvis e vedes: 5 - Os cegos veem, e
os coxos andam; os leprosos são limpos, e os surdos ouvem; os
mortos são ressuscitados, e aos pobres é anunciado o evangelho.

O que temos aqui é um homem que afirma ser Deus e que afirma
que seus milagres provam que ele é Deus. A pergunta que
qualquer pessoa normal gostaria de fazer é simples:

Isso é verdade? Jesus é Deus ou Jesus foi um ser humano
normal?

5

2 - Por que Jesus não moveu uma montanha?

Vamos dizer que você está andando por uma rua da cidade de
Nova Iorque num dia qualquer e você percebe um homem
caminhando na sua direção. Há duas razões pelas quais você nota.
Primeiro, ele está vestindo uma longa túnica branca e sandálias
de couro. Em segundo lugar, ele está, obviamente planejando
falar com você. Ele fez contato visual direto e está apontando para
você parar para que ele possa dizer alguma coisa a você.
Você tentar olha para o chão e passar por ele, mas ele se coloca
em seu caminho e você para de repente. Ele concentra seus olhos
em você e diz: "Eu sou a luz do mundo: quem me segue não
andará nas trevas, mas terá a luz da vida. Eu sou o caminho, a
verdade, e a vida; Ninguém vem ao Pai, senão por mim. Eu sou o
6

príncipe da paz. Eu sou Deus. Acredite em mim e você terá a vida
eterna..."
Você estará pensando que esta pessoa é um caso de loucura total.
Você está manuseando o telefone celular no seu bolso,
certificando-se de que você vai ser capaz de discar para a polícia,
caso você precise. Felizmente, há uma série de outras pessoas
passando, assim você se sente bastante seguro. E há algo sobre
a intensidade de seu olhar... Em vez de fugir, você diz: "Espere
um minuto. Espere um minuto. Deixe-me ter certeza que eu ouvi
direito. Você é Deus?"








Homem: “…. Sim, eu sou Deus, eu sou o filho do Altíssimo.
Eu sou o senhor da retidão. Eu sou a trombeta da salvação.
Eu..."
Você: ". Whoa, mais devagar. Você é Deus?"
Homem: "Sim, eu sou Deus".
Você: "Você pode me mostrar uma identificação?"
Homem: "Não. Eu sou Deus, eu não preciso de um ID".
Você: "É claro, OK. Você pode me dizer o seu nome?”
Homem: "Meu nome é Jesus".
Você: "Você pode me provar que você é Deus. Isso é uma
afirmação muito pretenciosa?".
Homem: "Sim, certamente. Ande comigo".

Jesus anda por meia quadra e se depara com uma pessoa semteto em uma cadeira de rodas, pedindo esmolas com uma placa e
chacoalhando uma caneca. Jesus se aproxima dele e diz: "Bom
senhor. Posso interrompê-lo por um momento?"


Mendigo: sim.
Jesus: Será que já nos vimos antes?
Mendigo: Não, eu nunca te vi antes na minha vida.

7



Jesus: Bom senhor, há quanto tempo você tem estado
confinado nessa cadeira de rodas.
Mendigo: Uns 20 anos, eu diria. Mas é como se fosse toda
a minha vida.
Jesus: Levanta-te e anda. Você está curado!

Neste ponto, o morador de rua salta da cadeira gritando: "É um
milagre! Estou curado, eu posso andar!" e corre pela rua
extremamente feliz.
Agora, o que você acha disso? Você precisa tomar uma decisão
aqui. Ou este homem é Deus e acaba curado uma pessoa que não
tinha andado por 20 anos. Essa é a opção 1. Ou este homem não
é Deus e há outra explicação para o que você acabou de ver. Por
exemplo, pode, possivelmente, ser o caso que Jesus seja um
homem sem-teto também e que estes dois homens sem-teto apenas talvez - trabalhem juntos em algum tipo de fraude. Essa
é a opção 2.
As chances são de que você suspeite que a opção 2 seja o mais
provável dos dois cenários aqui. Então, você pode dizer para
Jesus, "Wow! Isso foi impressionante! Você simplesmente curou
um homem que estava em uma cadeira de rodas há 20 anos. Mas
olha, eu preciso de algo um pouco mais convincente. Vê aquele
arranha-céus do outro lado da rua? Você pode pegá-lo e movê-lo
para o meio do Central Park?"





Jesus: Qual parte do Central Park?
Você: Tanto faz.
Jesus: Bem, há um pequeno problema.
Você: Sério? Qual é o problema?
Jesus: Não é a minha vontade mudar o arranha-céu.
Você: Sério? Achei que você fosse Deus. Você não é todopoderoso?
8





Jesus: Eu sou Deus, sim. Eu sou o pão da vida. Eu sou o
único e bendito Soberano. Entretanto, não é a minha
vontade mudar arranha-céus.
Você: Por que não?
Jesus: Simplesmente não é. Eu gosto do Central Park do
jeito que está.
Você: OK. Pode movê-lo para outro lugar, para um
terreno baldio em Jersey?
Jesus: Não é a minha vontade de fazer isso.
Você: Entendo. Bem, tenha um bom dia!

E você poderia ir embora. Jesus fail!
Prove isso

Pense nisso. Se alguém chegasse até você dizendo: "Eu sou
Deus!", você não pediria provas? Sim, óbvio. Claro que você
pediria. E você não iria querer qualquer prova pateta. Você não
iria aceitar algo como um show de cura pela fé numa barraca de
circo ou coisa do tipo, você não iria aceitar algo que se pareça
9

com um truque de mágica. Exigiria uma prova real, sólida. Você
exigiria que qualquer pessoa que afirme ser Deus, faça algo
claramente impossível como pegar um arranha-céu e, levitandoo através do ar, colocá-lo no meio do Central Park.
Algo assim, obviamente, teria que ser a obra de um Deus todopoderoso. Levitando um arranha-céu e movendo-o daqui para lá,
é algo que nenhum ser humano pode fazer, de forma que seria
convincente. Não há maneira de fingir. E milhões de outras
pessoas seriam capazes de verificar que, sim, o arranha-céu foi
movido de seu local original para um novo local. E se o edifício
fosse conectado em água, esgoto, energia e telefone em seu novo
lugar de descanso, isso seria perfeito.
Nenhuma pessoa normal, e eu quero dizer ninguém mentalmente
saudável, iria aceitar nada menos do que uma prova sólida como
rocha, de uma pessoa que afirme ser Deus.
Por que deveria ser diferente com Jesus? Jesus foi um homem que
alegava ser Deus. Se ele é Deus, então ele deve ser capaz de
provar isso de uma maneira real, inimitável. Se ele não pode
provar isso, então, obviamente, ele não é Deus. Um cristão diria:
"Mas Jesus provou isso! Basta olhar para todos os milagres que
ele fez na Bíblia! Ele curou os doentes! Ele transformou água em
vinho! O que prova que Jesus é o Senhor!"
Isso faz sentido para você? Imagine que alguém, hoje, chegue até
você e diga: "Eu sou Deus e eu vou provar que eu sou Deus,
curando doentes e transformando água em vinho!" O que você
diria? Seja honesto. Você não acreditaria nesta pessoa porque:
1. Todo mundo já viu todos os tipos de "curandeiros" que
podem "curar" doentes. E todos nós sabemos que este tipo

10

de "cura" é charlatanismo. Se fosse verdade, então não
precisaríamos de médicos, hospitais e medicamentos.
2. Transformar água em vinho? Isso não soa como algo que
um mágico como David Copperfield faria em um show numa
boate? Há uma dúzia de maneiras de você encenar coisas
para fazer parecer que a água está se transformando em
vinho. Não há razão para que uma pessoa normal seja
capaz de aceitar um truque de mágica como prova de que
alguém é Deus.
Nada é mais simples. Se alguém alega ser Deus hoje, você nunca
iria acreditar se a prova consistisse de cura pela fé e truques de
mágica. Nunca. No entanto, bilhões de pessoas afirmam que a
cura pela fé e os truques de mágica de Jesus, provam que ele é
Deus.
Prova real
Vamos imaginar que Jesus seja verdadeiramente Deus. O que ele
poderia ter feito para provar isso? Ele poderia ter começado
colocando em prática suas próprias palavras em uma de suas
citações mais famosas da Bíblia. Em Mateus 17:20 Jesus diz muito
claramente:
Mateus 17:20
E Jesus lhes disse: Por causa de vossa pouca fé; porque em
verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda,
direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar; e nada
vos será impossível.

Para provar que ele é Deus, Jesus devia ter movido uma
montanha. Principalmente por que é tão fácil. E Jesus teria escrito
11

alguma coisa para se explicar. Aqui está o que a primeira página
do livro de Jesus pode ter dito:

Meu nome é Jesus e eu sou Deus. Eu sei que há um monte
de gente lá fora que vai duvidar que eu sou Deus, então
deixe-me começar por provar a você. Dê uma olhada no
Monte Sinai. Todo mundo sabe que, até hoje, o Monte Sinai
estava aqui perto. É a montanha onde Deus, meu pai, deu
a Moisés os Dez Mandamentos.
O Monte Sinai desapareceu esta manhã e em seu lugar foi
deixada uma base de pedra polida perfeitamente lisa
medindo quatro quilômetros quadrados. Por centenas de
anos a partir de agora, as pessoas vão saber que o Monte
Sinai pousou perto de um lugar que será chamado de
Newark, New Jersey. Quando os cientistas cavarem a
montanha, eles descobrirão que o fundo da montanha
também é completamente liso e polido e que a base da
montanha, em Nova Jersey, combina perfeitamente com
esta planície polida. Os cientistas serão capazes de alinhar
a montanha e a planície em nível microscópio, analisando
os cristais de rocha de uma e de outra. Eu já disse muitas
vezes que, se você tiver fé, você pode mover montanhas.
Mudei Monte Sinai para mostrar como é fácil e para provar
que eu sou Deus.
Eu sei que isso pode não ser suficiente, então deixe-me
oferecer uma segunda prova. Se você desenhar um círculo,
você sabe que há uma distância que atravessa o círculo.
Vamos chamá-la de “diâmetro do círculo”. Existe também
uma distância em torno do lado de fora do círculo. Vamos
chamá-la de “circunferência”. Se você dividir a
circunferência pelo diâmetro, você encontra outro número.
Vamos chamá-lo de “Pi”; e seus seis primeiros dígitos são
12

3,14159. Pi é um número irracional. É um número
constituído por um número infinito de dígitos não repetidos.
Chegará um dia em que máquinas chamadas computadores
calcularão bilhões de dígitos do Pi. Se você calcular Pi até o
trilhonésimo dígito, aqui está o que você vai encontrar:
9823456451237823492278583495083498745...
Agora, depois de ter provado que eu sou Deus para
qualquer ser racional, através do meu movimento
documentável de uma montanha e através da minha
presciência do Pi até o trilhonésimo algarismo, aqui está o
que eu quero dizer para a raça humana como seu criador e
como o criador do universo...

Não seria incrível e surpreendente? Se tivéssemos um livro assim
e se o Monte Sinai tivesse realmente mudado de lugar, então não
haveria perguntas sobre Jesus. Nós todos acreditariamos que ele
é Deus. Como não acreditar? Imagine o que esse livro diria nas
páginas seguintes! Um livro como esse, tenho certeza, deixaria a
todos nós absolutamente maravilhados.
Infelizmente, Jesus não forneceu nenhuma prova concreta de sua
divindade e nem mesmo de sua própria existência. Para qualquer
pessoa normal, a coisa é bem simples: Jesus não é Deus. Hoje em
dia, SEM PROVAS CONCRETAS - nós não acreditamos que
qualquer pessoa seja Deus, principalmente se usar as mesmas
lorotas de Jesus, como o maluco do Inri Cristo. Jesus não recebe
um passe, porque ele viveu há 2.000 anos.
Ponto-chave
Jesus não forneceu nenhuma prova concreta de sua divindade e
nem mesmo de sua própria existência. Para qualquer pessoa
normal, a coisa é bem simples: Jesus não é Deus. Jesus não recebe

13

um passe, porque ele viveu há 2.000 anos. Jesus não passa em
nenhum teste para ser Deus.

Para as pessoas iludidas pela religião, no entanto, a história é
diferente. Se você perguntar a uma pessoa crente religiosa sobre
a divindade de Jesus, você pode encontrar-se em uma conversa
assim:








Norma: Se Jesus é Deus, por que não Jesus nunca provou
que ele é Deus?
Chris: Ele provou! Ele realizou muitos milagres e ele foi
ressuscitado. Isso prova que ele é Deus!
Norma: Por que ele não prova que ele é Deus de uma forma
definitiva e cientificamente demonstrável - por exemplo,
movendo uma montanha?
Chris: Ele não poderia fazer isso! Isso tiraria o livre arbítrio
do homem de acreditar nele. As pessoas devem buscar
Deus através da fé.
Norma: Por que, então, Jesus realizou os milagres descritos
nos Evangelhos?
Chris: Para provar que ele é Deus. Se ele não tivesse feito
milagres, culminando em sua milagrosa ressurreição, não
saberíamos que ele é Deus.
Norm: Eu pensei que, se Jesus fizesse milagres para provar
que era Deus, então tiraria o nosso livre arbítrio.
Chris: Não.
Norma: Não é isso que você acabou de dizer?
Chris: Não. O que eu disse é que os milagres de Jesus
provam que ele era Deus.
Norm: Então por que não Jesus realiza milagres reais e
concretos, como mover uma montanha?
Chris: Porque isso tiraria o nosso livre-arbítrio.
14

Tente ter esta conversa com um cristão e a lógica circular vai
deixá-lo tonto:

Jesus teve que fazer milagres para provar sua divindade, e
isso não tirou o livre arbítrio.
Mas se Jesus realizar milagres que se possa verificar
cientificamente, isso tiraria o livre arbítrio.

Qualquer pessoa normal pode ver a realidade. A razão pela qual
Jesus não realizou milagres concretos e verificáveis, é porque
Jesus – se existiu - era um homem como qualquer outro. Os
"milagres" discutidos na Bíblia não eram nenhum milagre.
Um Deus escondido?
Aqui está uma linha
frequentemente para
estranho de Jesus. No
Stroble entrevista Peter

de raciocínio que os cristãos usam
tentar racionalizar o comportamento
livro "The Case for Faith", o autor Lee
Kreeft, Ph.D. Dr. Kreeft diz o seguinte:

"A Escritura descreve Deus como um Deus escondido. Você
tem que fazer o esforço de fé para encontrá-lo. Existem
pistas que você pode seguir. E se isso não fosse assim, se
houvesse algo mais ou menos do que pistas, é difícil para
mim entender como poderíamos ser realmente livres para
fazer uma escolha sobre ele".
Pistas? Escondido? De acordo com a Bíblia, Deus se encarnou. Ele
criou um corpo humano inteiro, chamado Jesus. Isso não é uma
"pista" - é uma enorme e óbvia peça de evidência. É muito difícil
"esconder" um magrelo de 70 quilos correndo por aí e fazendo
milagres em cada esquina. Então você coleta as histórias desses
milagres e as publica em um livro. Onde isso é se “esconder”?

15

Há inumeráveis exemplos em toda a Bíblia, do desejo doentio de
Deus por publicidade. O mais conhecido é a divisão das águas do
Mar Vermelho, em Êxodo, capítulo 14, que é impressionante e
absolutamente óbvio.
Êxodo 14:21-22
Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o SENHOR fez
retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite; e o
mar tornou-se em seco, e as águas foram partidas.
22 - E os filhos de Israel entraram pelo meio do mar em seco; e as
águas foram-lhes como muro à sua direita e à sua esquerda.

Milhares de israelitas testemunharam este evento. Há muitos
outros eventos que são igualmente óbvios: o maná do céu, os Dez
Mandamentos esculpidos em tábuas de pedra, o massacre da
Páscoa e assim por diante. Tudo isso é descrito na Bíblia que Deus
escreveu para que bilhões de pessoas pudessem ler sobre estes
eventos e experimentá-los indiretamente hoje. É muito difícil
esconder algo que você faz na frente de milhares de pessoas e
depois descreve e publica em bilhões de livros. Claramente, Deus
não é um Deus escondido.
Mas há um sinal ainda mais impressionante que muitas vezes
esquecemos. Se Deus existe e Deus escreveu a Bíblia, então o
arco-íris é uma prova óbvia e visível de que Deus existe. Deus não
está escondendo nada. Se você ler Gênesis 9:12-13 você vai
encontrar isso:
Gênesis 9:12-13
E disse Deus: Este é o sinal da aliança que ponho entre mim e vós,
e entre toda a alma vivente, que está convosco, por gerações
eternas. 13 - O meu arco tenho posto nas nuvens; este será por
sinal da aliança entre mim e a terra.

16

O que poderia ser mais óbvio do que isso? De acordo com a Bíblia,
Deus deixou um sinal para todas as gerações futuras.
Obviamente, Deus não quer se esconder. Há também uma
abundância de casos no Novo Testamento. Por exemplo, Mateus,
capítulo 17:
Mateus 17:1-5
Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João,
seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte, 2 - E
transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o
sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz. 3 - E eis que
lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele. 4 - E Pedro,
tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui;
se queres, façamos aqui três tabernáculos, um para ti, um para
Moisés, e um para Elias. E, estando ele ainda a falar, eis que uma
nuvem luminosa os cobriu. E da nuvem saiu uma voz que dizia:
Este é o meu amado Filho, em quem me comprazo; escutai-o.

Estas não são exatamente as ações de um Deus escondido.
Aparentemente, o livre arbítrio de Pedro, Tiago e João não eram
tão importantes para Deus. E também foi publicado na Bíblia para
que bilhões de outras pessoas pudessem ler sobre isso.
Ou pegue esta passagem do livro de Mateus, capítulo 3:
Mateus 3:16-17
E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram
os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo
sobre ele. 17 - E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu
Filho amado, em quem me comprazo.

Novamente, não é exatamente um Deus escondido.
17

Ou então esta passagem de Lucas, capítulo 2:
Lucas 2:8-15
Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no
campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho.
9 - E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor
os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. 10 - E o anjo
lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande
alegria, que será para todo o povo: 11 - Pois, na cidade de Davi,
vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. 12 - E isto vos
será por sinal: Achareis o menino envolto em panos, e deitado
numa manjedoura. (Mas não era numa casa?) 13 - E, no mesmo
instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos
celestiais, louvando a Deus, e dizendo: 14 - Glória a Deus nas
alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens. 15 - E
aconteceu que, ausentando-se deles os anjos para o céu, disseram
os pastores uns aos outros: Vamos, pois, até Belém, e vejamos
isso que aconteceu, e que o Senhor nos fez saber.

O livre arbítrio dos pastores ficou um pouco manchado aqui. E em
1 Coríntios 15:6, Paulo diz:
1 Coríntios 15:6
Depois foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos
quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também.

Essas 500 pessoas devem ter perdido completamente o livre
arbítrio. E João diz:
João 21:25
Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez; e se cada
uma das quais fosse escrita, cuido que nem ainda o mundo todo
poderia conter os livros que se escrevessem. Amém.

18

Isso é uma enorme quantidade de milagres - tantos que o mundo
não teria espaço para todos os livros que os descrevessem.
Presumivelmente, pelo menos uma pessoa testemunhou cada
milagre. Pense em quantos nomes há numa lista telefônica. Agora
imagine um mundo cheio de listas telefônicas. Isso é um monte
de gente. Todas elas PERDERAM seu livre arbítrio? Como é
possível que Deus esteja se escondendo, se milhões de pessoas
viram Jesus e os milagres que ele realizou?
Jesus afirma ser Deus. E Jesus é um ser físico caminhando para
lá e para cá em torno de Israel, para que todos possam ver. Ele,
aparentemente, realizou milhões de milagres na frente de milhões
de pessoas. O Deus da Bíblia não está se escondendo - Deus é tão
faminto por publicidade e exposição que ele literalmente encarna
a si mesmo e, logo depois, começa a realizar milagres para todos
no planeta. Então ele cria um livro inspirado para descrever tudo
e publica bilhões de cópias em todo o mundo. No entanto, por
algum motivo, Deus não quer que nenhum de nós presencie –
hoje - qualquer um desses milagres, porque ele "tem que ficar
escondido" para não "manchar nosso livre-arbítrio." Isso parece
provável?

Ou é mais provável que Jesus jamais tenha realizado
qualquer milagre real?

Quando você combina esta evidência, com o fato de que Jesus
não responde nenhuma oração, fica claro para nós o que está
realmente acontecendo.
Chegando a uma conclusão
Aqui está uma questão importante que você deve perguntar a si
mesmo: Se Jesus precisou de milagres para provar às pessoas
que ele é Deus e presenciar esses milagres não feriu o "livrearbítrio"; e se todos esses milagres foram escritos e
19

testemunhados por Mateus, Marcos, Lucas e João, para que todos
pudessem experimentá-los indiretamente hoje, então por que
Jesus não pode realizar um único milagre real atualmente? Por
que nenhum dos milagres de Jesus tem uma continuidade física
que transcenda o tempo e prove sua história?
Ponto-chave
Se Jesus precisou de milagres para provar às pessoas que ele é
Deus e presenciar esses milagres não feriu o "livre-arbítrio"; e se
todos esses milagres foram escritos e testemunhados por Mateus,
Marcos, Lucas e João, para que todos pudessem experimentá-los
indiretamente hoje, então por que Jesus não pode realizar um
único milagre real atualmente? Por que nenhum dos milagres de
Jesus tem uma continuidade física que transcenda o tempo e prove
sua história para todos?
Porque Jesus - se existiu - era um ser humano normal como eu e
você.

Para entender melhor a questão, tente o seguinte: Imagine que
você está assistindo a um mágico como David Copperfield na
televisão. Ele "cura" algumas pessoas - faz um cego ver, faz um
coxo caminhar, etc. Ele demonstra que pode "transformar água
em vinho". Então, ele vai um passo além e diz: "Eu sou Deus!
Acabo de comprovar a você por meus milagres!"
Será que qualquer um de nós acreditaria nele? Claro que não. Para
acreditar que alguém é Deus, seria necessário prova
inquestionável. Nós não aceitaríamos truques de mágica.
Sabemos que eles são insignificantes.
Deus não está tentando permanecer "escondido" - tudo o que
temos a fazer é abrir a Bíblia para ver isso. E é óbvio que, se uma
20

pessoa tivesse a pretensão de ser Deus, hoje, nós exigiríamos
uma prova real. Portanto, o fato de que Jesus não realizou um
único milagre visível e testável hoje, prova para todos nós que
Jesus era um ser humano normal, assim como você e eu.

21

3 - Por que Jesus não aparece a cada um de nós?

No último capítulo, discutimos os milagres de Jesus. Há um
milagre, no entanto, que merece uma discussão especial. A
ressurreição de Jesus após a sua morte é a prova definitiva e
definidora da divindade Jesus. Quase todo mundo sabe a história
da morte e ressurreição de Jesus. A história é resumida no Credo
dos Apóstolos. Jesus foi crucificado, morreu e foi enterrado. Ele
desceu ao inferno. No terceiro dia ele ressuscitou dentre os
mortos. Ele subiu ao céu e está sentado à direita de Deus Pai
Todo-Poderoso.
Há apenas um caminho para Jesus para provar que ele ressuscitou
dos mortos. Ele tinha que aparecer para as pessoas. Por isso,
vários lugares diferentes na Bíblia descrevem aparições de Jesus
após a sua morte:
22




Mateus capítulo 28
Marcos capítulo 16
Lucas capítulo 24
João capítulo 20 e 21

1 Coríntios 15:3-6, fornece um bom resumo destas passagens,
como escrito por Paulo:
1 Coríntios 15:3-6
Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que
Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, 4 - E
que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as
Escrituras. 5 - E que foi visto por Cefas, e depois pelos doze. 6 Depois foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos
quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também.

Como você pode ver nesta passagem, Jesus apareceu a centenas
de pessoas em tempos e lugares diferentes.
Sendo como Paulo
Quando olhamos para estas passagens da Bíblia, há algumas
perguntas que veem à mente:

Por que Jesus parou de fazer essas aparições?
Por que Jesus não está aparecendo hoje?

É realmente estranho. Obviamente Paulo se beneficiou de um
encontro pessoal com o Cristo ressucitado. Por causa da visita
pessoal, Paulo podia ver por si mesmo a verdade da ressurreição;
e ele podia fazer perguntas a Jesus. Então, por que Jesus não
aparece a todos e prova que ele é ressuscitado, assim como ele
apareceu para Paulo? Não há nada que impeça Jesus de se
materializar na sua cozinha hoje à noite para ter uma conversa
23

pessoal com você. E se você pensar sobre isso, Jesus precisa
aparecer para cada um de nós.
Ponto-chave
Se Paulo precisava de uma visita pessoal de Jesus para saber que
Jesus ressuscitou, então por que você não precisa?

Esta é uma questão importante, pelas seguintes razões:

Somos informados pela Bíblia que Jesus apareceu a
centenas de pessoas.
Sabemos que não há problema para que Jesus apareça para
as pessoas - isso não tira o seu livre arbítrio, por exemplo
- porque não havia problema para que Jesus aparecesse a
centenas de outras pessoas.
Sabemos que seria fácil para Jesus aparecer através da
história, para todo mundo, já que Jesus é todo-poderoso e
eterno.
Sabemos que, se Jesus reaparecesse a todos, seria
incrivelmente útil. Todos nós poderíamos saber,
pessoalmente, que Jesus ressuscitou e que Jesus é Deus.
Se Paulo (e todas as outras pessoas na Bíblia) precisavam
de uma visita pessoal para saber que Jesus ressuscitou,
então por que não você e eu?
No entanto, todos nós sabemos que Jesus nunca apareceu
para ninguém em 2.000 anos.

Ponto-chave
A razão pela qual Jesus não apareceu para ninguém em 2.000
anos, é porque Jesus nunca apareceu para ninguém.

24

Em outras palavras, não há nada que impeça Jesus de aparecer
para você e várias boas razões para que ele apareça.
Orando a Jesus
E se nós orarmos a Jesus assim: ". Querido Jesus, por favor,
apareça-nos, como fez com Paulo e os 500 irmãos, para que
possamos ver a evidência de sua ressurreição. Em seu nome
oramos, amém".
Aqui está o que Jesus nos prometeu na Bíblia: em Mateus 7, Jesus
diz:
Mateus 7:7-11
Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vosá. 8 - Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra;
e, ao que bate, abrir-se-lhe-á. 9 - E qual de entre vós é o homem
que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra? 10 - E,
pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente? 11 - Se vós, pois, sendo
maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso
Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?

E em João capítulo 14:
João 14:13-14
E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai
seja glorificado no Filho. 14 - Se pedirdes alguma coisa em meu
nome, eu o farei.

Em Mateus 18:19:
Mateus 18:19

25

Também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca
de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai,
que está nos céus.

Jesus, na verdade, está no nosso meio. Então, supostamente, ele
já está bem aqui. No entanto, quando oramos a ele para se
materializar fisicamente, como fez com centenas de outros, nada
acontece.

Não é estranho que nada aconteça, já que que Jesus nos
promete que vai acontecer alguma coisa?
Não é estranho que nada aconteça quando, supostamente,
Jesus já está aqui com a gente e uma materialização seria
algo trivial para ele?
Sim, muito estranho!

Nós criamos uma situação em que a coincidência não pode
"responder" a oração. A única forma desta oração a ser
respondida é Jesus, de forma inequívoca, se materializar. Nesta
situação, nós também sabemos que é trivial para Jesus se
materializar, que haveria muitos benefícios se Jesus se
materializasse, já que Jesus supostamente se materializou a
outros seres humanos e Jesus prometeu responder a nossa oração
para ele se materializar.

Como explicar o fato de que esta oração fica semprre sem
resposta, não importa o quanto rezar, apesar da promessa
de Jesus de que ele vai responder às nossas orações?

Quando você pensa sobre isso, você vai perceber que a história
de Paulo na Bíblia deve ser falsa. Basta olhar para a história de
Paulo, como qualquer juiz faria em um tribunal. O que a história
de Paulo em 1 Coríntios 15 está sugerindo é totalmente inédito um homem morto há três dias e com feridas mortais, voltou à
26

vida. No entanto, não há evidências de que isso seja verdade e há
muitas explicações alternativas para o que Paulo está dizendo:



Paulo poderia ter inventando a história.
Paulo poderia ter sofrido alucinações.
Ou Paulo sonhou o encontro.
Paulo poderia ter visto um impostor, etc.

Além disso, ninguém está vendo Jesus atualmente, mesmo que
fosse trivial e óbvio para Jesus aparecer às pessoas, assim como
fez com Paulo. Não há nenhuma evidência para apoiar a história
de Paulo, zero razão para acreditar, um motivo para mentir e
muitas explicações alternativas. Há também o fato de que grande
parte do resto da Bíblia contém histórias comprovadamente
falsas. Além do fato de que seria trivial para Jesus fornecer a
evidência de que Paulo precisa para confirmar a sua história,
reaparecer na Terra. Acrescente a isso o fato de que Jesus
prometeu responder às nossas orações, mas se recusa a se
materializar quando rezamos para ele. A única coisa a fazer é
rejeitar a história de Paulo. Cada pedaço de evidência aponta para
o fato de que a história da ressurreição é um mito, nada mais.
1. E sobre a famosa declaração de Jesus na Bíblia, "Felizes os
que não viram e ainda assim acreditaram"? O que você
percebe é que essa declaração cria o disfarce perfeito para
uma farsa.
2. Vamos dizer que você é Jesus, você é um ser humano
normal, você percebe que vai morrer e quer cobertura para
esse fato. Aqui está o que você diria: "Felizes os que não
viram e ainda assim acreditaram".
3. O que você está dizendo é: "Eu existo e o jeito que eu vou
te mostrar que eu existo é não mostrando que eu existo".
27

4. Para todos os outros objetos no universo, a forma como
sabemos que existe é porque o objeto fornece evidências
de sua existência. Se não há evidência para a existência de
um objeto, nós o chamamos imaginário (Duendes, por
exemplo).
5. Mas com Jesus, a falta de provas é transformada em
evidência. Bastante inteligente, mas, obviamente, uma
farsa para enganar pessoas muito ingênuas.
Se a ressurreição fosse verdade, então Jesus responderia orações
como promete na Bíblia. Ele também apareceria quando as
pessoas rezassem para vê-lo. O fato é que não há evidência
alguma de respostas de Jesus às orações.

28

4 - Por que comemos Jesus?

Se você está procurando uma maneira fácil de provar a si mesmo
que Jesus não é Deus, faça esta experiência simples. Leve uma
criança pequena, talvez de 4 ou 5 de idade, à igreja no domingo
e deixe a criança assistir à comunhão. Você pode experimentar
algo como isto:





Criança: Papai, o que eles estão fazendo?
Papai: Bem, querida, esta parte do serviço é chamada de
comunhão.
Criança: O que é comunhão?
Papai: Bem, é onde... Bem, é.... você sabe, o que nós
fazemos é comer o corpo de Jesus para... Bem, é
complicado. Deixe-me ver....
Criança: Nós comemos o corpo de Jesus??
Papai: Sim. Bem, não, mas...
Criança: Por que precisamos de comer Jesus?? Eu não
quero comer Jesus!
29






Papai: Não, não, não. Tudo bem querida. Tudo bem, ok.
Ok. Fique quieta agora, não chore na igreja. Shhhh. Shush.
Está tudo bem agora.
Criança: Mas papai, eu não quero comer Jesus!
Papai: Mãe, me ajuda aqui.
Mãe: Querida, é um santo sacramento. Nós comemos o
corpo de Jesus e bebemos o seu sangue, porque ...
Criança: Eu tenho que beber o seu sangue também??
Mamãe, eu não quero beber sangue!
Mãe: Querida, acalme-se! Você não vai realmente beber o
seu sangue.
Criança: Mas o homem lá em cima está segurando um copo
e ele está dizendo que é o sangue de Jesus! Mamãe! Eu
quero sair! Eu vou embora!
Mãe, pai: Não querida! Espere! Nós não podemos sair
agora!

E assim por diante ...

30

Os cristãos têm participado no rito da comunhão durante muitos
anos, então eles tendem a esquecer a bizarrice deste ritual. Mas
qualquer criança vê com clareza. E muitas crianças ficam,
naturalmente, horrorizadas com a ideia de comer o corpo de Jesus
e beber o seu sangue. É grotesco ao extremo e uma criança
entende nítidamente.
Alguma vez você já se perguntou de onde este ritual ou porque
bilhões de pessoas participam de um ritual tão bizarro? Primeiro,
vamos olhar para a parte da Bíblia que prescreve o ritual. Você
encontra isso em Marcos, capítulo 14:
Marcos 14:22-24
E, comendo eles, tomou Jesus pão e, abençoando-o, o partiu e
deu-lho, e disse: Tomai, comei, isto é o meu corpo. 23 - E,
tomando o cálice, e dando graças, deu-lho; e todos beberam dele.
24 - E disse-lhes: Isto é o meu sangue, o sangue do novo
testamento, que por muitos é derramado.

Existem algumas linhas em Lucas, capítulo 22, que são quase
idênticas. Mas Jesus fica muito mais gráfico em João 6:53-55:
João 6:53-55
Jesus, pois, lhes disse: Na verdade, na verdade vos digo que, se
não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu
sangue, não tereis vida em vós mesmos. 54 - Quem come a minha
carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei
no último dia. 55 - Porque a minha carne verdadeiramente é
comida, e o meu sangue verdadeiramente é bebida.

Para qualquer pessoa normal, isso soa muito parecido com o
roteiro de um filme de terror. Isso soa como uma espécie de ritual
31

satânico revoltante. E definitivamente não soa como as palavras
do criador todo-amoroso do universo.
Imagine que você é uma pessoa normal que nunca ouviu falar do
cristianismo. Agora imagine que um cristão vem até você e cite
João 6:53. Qualquer adulto normal classificaria o cristão como um
ser insano. Por isso você nunca verá um adesivo para carros com
"João 6:53".
No entanto, a suposição é precisa. O dicionário descreve
canibalismo, da seguinte forma: “Costume de comer carne
humana, às vezes como alimento, porém, mais frequentemente,
para vingar-se de um inimigo, assimilar as qualidades espirituais
da vítima ou cumprir um preceito religioso ou cerimonial;
antropofagia”.

O que Jesus está exigindo é canibalismo.

Você pode estar começando a ver um padrão aqui. Como nós já
discutimos no capítulo 14, Deus, no Antigo Testamento, é
bastante atraído pelo sacrifício de animais. Deus diz - nos mínimos
detalhes - às pessoas como elas devem sacrificar animais. No
Novo Testamento as coisas se movem para um nível
completamente novo e Deus exige sacrifício humano. E Deus não
é o único que fica empolgado com sacrifício humano - uma
multidão de cristãos viu o filme "A Paixão de Cristo".

E agora ficamos sabendo que o sacrifício humano não é
suficiente, precisamos canibalizar ritualisticamente o corpo
de Jesus e satanicamente beber o seu sangue para ter a
"vida eterna". Coisa de vampiros???

32

O que o seu senso comum está lhe dizendo sobre tudo isso? Olhe
através dos olhos de uma criança. O que estamos falando aqui é
sobre canibalismo e o que os cristãos estão fazendo parece
exatamente como um ritual pagão/satânico. Se você é um cristão,
as duas perguntas que você pode estar se perguntando agora são:
1. Porque demônios eu, como uma pessoa sensata, estou
participando de canibalismo ritual? Como diabos eu me
rebaixei a esse ponto?
2. Por que um Deus todo-poderoso, todo-amoroso exigigiria
que eu faça isso? Que tipo de Deus eu estou adorando?
Como já vimos, Deus apoia a escravidão, exige sacrifício animal e
humano, odeia mulheres e se deleita com a aniquilação das
crianças. O canibalismo é só mais uma coisa a acrescentar à esta
pilha de insanidade.
A fonte do ritual
Se você está curioso, aqui está porque o Cristianismo contém esse
ritual bizarro. Não é o caso de um Deus todo-poderoso no céu
exigindo esse comportamento. Todos os rituais do cristianismo
são totalmente inventados pelo homem. O cristianismo é uma
bola de neve que rolou sobre uma dúzia de religiões pagãs. Como
uma bola de neve, cresceu e foi agregando rituais pagãos, a fim
de ser mais aceitável para os convertidos. O processo é descrito
de forma resumida no romance de Dan Brown, o "O Código Da
Vinci". O livro oferece estas duas descrições do processo de
acreção:

33

"Os vestígios da religião pagã na simbologia
cristã são inegáveis. Discos solares egípcios
tornaram-se as auréolas dos santos
católicos. Pictogramas de Ísis amamentando
seu filho Hórus milagrosamente concebido,
tornaram-se
o
modelo
para
nossas
modernas imagens da Virgem Maria
amamentando
o
Menino
Jesus.
E
praticamente todos os elementos do ritual
católico - a mitra, o altar, a doxologia e a
comunhão, o ato de "comer Deus" - foram
tiradas diretamente de religiões de mistério
pagãs anteriores".

"Nada no cristianismo é original. O Deus
pré-cristão Mitra, era chamado Filho de
Deus e a Luz do Mundo - nasceu em 25
de dezembro, morreu, foi sepultado em
uma tumba de pedra e ressuscitou em
três dias depois. A propósito, 25 de
dezembro também é o aniversário ou
Osíris, Adonis e Dionísio. O recém-nascido
Krishna foi presenteado com ouro,
incenso e mirra. Até mesmo o dia
semanal sagrado do cristianismo foi
roubado dos pagãos".

Dionisio, que
transformava água
em vinho. Estátua
de 150DC.

34

Dan Brown não revelou nenhuma novidade, pois todos esses fatos
eram conhecidos de todos os pais fundadores do cristianismo...
há quase 2000 anos.
Para qualquer pessoa normal, a prática da comunhão é uma das
coisas mais bizarras que os cristãos fazem. Tendências canibais
de Jesus oferecem evidência explícita de que Jesus não é Deus.
Quando você pesquisar historicamente, você percebe que Jesus
era um ser humano como qualquer outro. A mitologia de seu
nascimento, vida e morte são histórias pagãs inventadas pelo
homem.

35

5 - Por que tantas crianças vivem na pobreza?

Se em qualquer manhã de domingo, na América, você estiver
visitando uma escola dominical cheia de crianças pequenas, há
duas coisas que são quase garantidas. Na parede haverá um
quadro ou cartaz de Jesus com um grupo de crianças ao seu redor.
E a classe vai acabar cantando a música "Jesus ama as
criancinhas". Os cristãos gostam muito de ambas, das imagens e
da música.
A pergunta que devemos fazer é simples. Se Jesus é todopoderoso, onisciente e todo-amoroso; e se Jesus ama as
criancinhas, então por que tantas crianças vivem em extrema
36

pobreza? Um artigo intitulado "A pobreza crônica na Índia",
descreve a pobreza enfrentada por crianças do mundo, desta
forma:
“A pobreza tem sido descrita como uma situação de
"privação pronunciada de bem-estar" e ser pobre é "ter
fome, falta de abrigo e roupas, ficar doente e não ter
cuidados, ser analfabeto e não escolarizado. E as pessoas
pobres são particularmente vulneráveis a eventos adversos
fora de seu controle. Elas são muitas vezes mal tratadas
por instituições do estado e da sociedade, além de excluídas
da voz e poder nas instituições". Usando a renda como
medida de pobreza, o Relatório de Desenvolvimento
Mundial refere-se à "profunda pobreza em meio a
abundância" no mundo e afirma que um quinto da
população mundial vive com menos de US $1 por dia e 44%
deles estão no Sul da Ásia”. [ref]
Mesmo nos Estados Unidos - um dos países mais ricos do mundo
- a pobreza é um grande problema. De acordo com o United States
Department of Agriculture, mais de 26 milhões de crianças nos
Estados Unidos, participam do National School Lunch Program,
que fornece almoços a baixo custo ou gratuitamente a crianças
pobres. [ref] 26 milhões de crianças representam cerca de metade
de todas as crianças nos Estados Unidos.
Uma coisa que você rapidamente percebe, se você pensar sobre
isso, é que o número de pessoas que vive em extrema pobreza no
planeta é impressionante. Um "quinto das pessoas do mundo" é
mais do que um bilhão de pessoas. Você também percebe que $1
(1 dólar dos EUA) por dia significa que essas pessoas estão
vivendo em condições miseráveis e sem esperança. Pense em
toda a comida que você pode comprar por US $1. Agora considere
37

o fato de que esse $1 é gasto em um pouco de comida, por isso
não há dinheiro sobrando para habitação, água potável,
instalações sanitárias, roupas, calçados, saúde, educação, infraestrutura, etc, etc. A doença corre solta. A fome é comum. Este
nível de pobreza é quase inimaginável para a maioria das pessoas
nos Estados Unidos, entretanto mais de um bilhão de pessoas vive
desta forma hoje.
Agora considere o fato de que, se você levantar a renda para US
$3 por dia - quantidade ainda extremamente baixa - metade das
pessoas no planeta está vivendo na pobreza. Mais de três bilhões
de pessoas. 10 milhões de crianças morrem a cada ano como
resultado da pobreza extrema.
Onde está Jesus no Mundo?
Aqui está o que Jesus tem a dizer sobre a pobreza na Bíblia. Se
você olhar em Mateus capítulo 6, você vai encontrar esta citação
surpreendente:
Mateus 6:25-32
Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo
que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao
vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o
mantimento, e o corpo mais do que o vestuário? 26 - Olhai para as
aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em
celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito
mais valor do que elas? 27 - E qual de vós poderá, com todos os
seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura? 28 - E,
quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios
do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam; 29 - E eu
vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu
como qualquer deles. 30 - Pois, se Deus assim veste a erva do
campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, não vos

38

vestirá muito mais a vós, homens de pouca fé? 31 - Não andeis,
pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou
com que nos vestiremos? 32 - (Porque todas estas coisas os
gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que
necessitais de todas estas coisas;

Se "o vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas", o que
está errado no mundo? Quando Jesus diz: "Não andeis ansiosos",
o que ele quer dizer? Se você está vivendo com US $1 por dia,
você vai estar muito preocupado com tudo, incluindo alimentos,
água potável, roupas, assistência médica básica, saneamento e
educação. Mais de um bilhão de pessoas vive assim hoje.
Quantas pessoas é um bilhão? Se pegar todos os 300 milhões de
pessoas, mais ou menos, dos Estados Unidos, que já é um monte
de gente, é quase quatro vezes isso. É assim que muitas pessoas
estão vivendo em extrema pobreza e miséria inimaginável ao
redor do mundo. Se Jesus ama todas as crianças do mundo, ele
tem uma maneira bizarra de mostrar seu amor.
O que qualquer pessoa normal percebe, ao olhar para os fatos que
são claramente visíveis em nosso mundo, é que o que Jesus disse
na Bíblia é completamente falso. Declarações de Jesus sobre a
pobreza em Mateus 6:25-32 são claramente falsas. Deus não está
olhando para essas pessoas. Deus não esta alimentando essas
pessoas, nem lhes dando roupas como aos lírios.

Jesus odeia muito as crianças do mundo e ele demonstra o
seu ódio, aprisionando-as na pobreza abjeta.

Jesus é totalmente mentiroso

39

Este não é o primeiro exemplo que temos visto na Bíblia em que
Jesus esta completamente errado. Já vimos que Jesus é
claramente mentiroso quando fala sobre o poder da oração.
Jesus diz em Mateus 21:21:
Mateus 21:21-22
Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Em verdade vos digo que,
se tiverdes fé e não duvidardes, não só fareis o que foi feito à
figueira, mas até se a este monte disserdes: Ergue-te, e precipitate no mar, assim será feito; 22 - E, tudo o que pedirdes na oração,
crendo, o recebereis.

Isso é obviamente falso. Mostramos dezenas de exemplos que
comprovam que esta afirmação é incorreta.
Esta afirmação em João 14, também é falsa:
João 14:12-13
Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim
também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas,
porque eu vou para meu Pai. 13 - E tudo quanto pedirdes em meu
nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.

Se isso fosse verdade, teríamos erradicado completamente todas
as doenças e eliminado todos os séculos de pobreza do passado.
Esta declaração em Marcos 16, também é comprovadamente
falsa:
Marcos 16:15-18
E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda
criatura. 16 - Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não
crer será condenado. 17 - E estes sinais seguirão aos que crerem:

40

Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; 18
- Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera,
não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e
os curarão.

Se isso fosse verdade, não teríamos necessidade de médicos,
hospitais ou empresas farmacêuticas. Você não precisaria de
plano de saúde. Os dois bilhões de cristãos na Terra hoje, poderia
cuidar de todas as nossas necessidades médicas do planeta de
graça, simplesmente colocando suas mãos sobre nós.
Esta passagem de Mateus 15:21-28 é muito bizarra:
Mateus 15:21-28
E, partindo Jesus dali, foi para as partes de Tiro e de Sidom. 22 E eis que uma mulher Cananeia, que saíra daquelas cercanias,
clamou, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim,
que minha filha está miseravelmente endemoninhada. 23 Mas ele
não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, chegando ao pé
dele, rogaram-lhe, dizendo: Despede-a, que vem gritando atrás de
nós. 24 - E ele, respondendo, disse: Eu não fui enviado senão às
ovelhas perdidas da casa de Israel. 25 - Então chegou ela, e
adorou-o, dizendo: Senhor, socorre-me! 26 - Ele, porém,
respondendo, disse: Não é bom pegar no pão dos filhos e deitá-lo
aos cachorrinhos. 27 - E ela disse: Sim, Senhor, mas também os
cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus
senhores. 28 - Então respondeu Jesus, e disse-lhe: O mulher,
grande é a tua fé! Seja isso feito para contigo como tu desejas. E
desde aquela hora a sua filha ficou sã.

A única coisa que você nota aqui é o racismo extremo. Jesus iguala
a mulher a um cão, porque ela não é israelita. Deus faria isso?
Imagine um líder mundial, hoje, igualando alguém a um cão,
porque não é da nacionalidade ou da religião correta. A reação
negativa seria esmagadora. O que você percebe é que se você
41

percorrer toda a Bíblia e ler tudo o que Jesus diz, ele está
completamente errado em um grande número de coisas. A
pergunta que você deve se fazer é a seguinte:

Se Jesus é Deus, por que ele não é perfeito?

Eis aqui a coisa que eu gostaria de ajudá-lo a entender: A razão
pela qual Jesus está errado em tantos lugares é fácil de entender.
Jesus não era Deus. Jesus era um ser humano normal, se
realmente existiu.

42

6 - A vinda de Jesus foi profetizada?

Aos olhos dos cristãos, uma das coisas que irrefutavelmente prova
que Jesus é Deus é o fato de que Jesus cumpriu muitas profecias
do Antigo Testamento. Por exemplo, se você olhar para o site
Campus Crusade for Christ, encontrará este parágrafo:

Mais de 300 profecias como esta foram feitas no Velho
Testamento e cumpridas através da vida, morte e
ressurreição de Jesus. As chances de que uma pessoa
cumpra apenas 8 destas profecias é de 1 em
100.000.000.000.000.000. Para uma pessoa cumprir 48
dessas profecias, o número se torna impressionante - 1
chance em 10 elevado à potência 157 (1 com 157 zeros
depois dele). Acrescente a isso as 250 outras profecias e
43

torna-se impossível para qualquer outra pessoa, senão a
Jesus, se encaixar nessa sequência particular de tempo e
eventos. [ref]
300 é certamente um grande número de profecias e os cristãos
colocam muita fé nelas. No entanto, as "profecias" cumpridas por
Jesus são esquisitas. Elas não passam de uma coleção bastante
estranha de referências indiretas espalhadas por todo o Antigo
Testamento. As pessoas têm se agarrado a elas como se
tivesssem algo a ver com Jesus, embora não seja claro por que
elas fazem isso. Deixe-me mostrar-lhe várias delas para que você
possa ver o que eu quero dizer.
Exemplo 1
Aqui está um capítulo inteiro do livro de Isaías, assim você vê todo
o contexto:
Isaías capítulo 7:
1 - Sucedeu, pois, nos dias de Acaz, filho de Jotão, filho de Uzias,
rei de Judá, que Rezim, rei da Síria, e Peca, filho de Remalias, rei
de Israel, subiram a Jerusalém, para pelejarem contra ela, mas
nada puderam contra ela. 2 - E deram aviso à casa de Davi,
dizendo: A Síria fez aliança com Efraim. Então se moveu o seu
coração, e o coração do seu povo, como se movem as árvores do
bosque com o vento. 3 - Então disse o SENHOR a Isaías: Agora, tu
e teu filho Sear-Jasube, saí ao encontro de Acaz, ao fim do canal
do tanque superior, no caminho do campo do lavandeiro. 4 - E dizelhe: Acautela-te, e aquieta-te; não temas, nem se desanime o teu
coração por causa destes dois pedaços de tições fumegantes; por
causa do ardor da ira de Rezim, e da Síria, e do filho de Remalias.
5 - Porquanto a Síria teve contra ti maligno conselho, com Efraim,
e com o filho de Remalias, dizendo: 6 - Vamos subir contra Judá,

44

e molestemo-lo e repartamo-lo entre nós, e façamos reinar no
meio dele o filho de Tabeal. 7 - Assim diz o Senhor DEUS: Isto não
subsistirá, nem tampouco acontecerá. 8 - Porém a cabeça da Síria
será Damasco, e a cabeça de Damasco Rezim; e dentro de
sessenta e cinco anos Efraim será destruído, e deixará de ser povo.
9 - Entretanto a cabeça de Efraim será Samaria, e a cabeça de
Samaria o filho de Remalias; se não o crerdes, certamente não
haveis de permanecer. 10 - E continuou o SENHOR a falar com
Acaz, dizendo: 11 - Pede para ti ao SENHOR teu Deus um sinal;
pede-o, ou em baixo nas profundezas, ou em cima nas alturas. 12
- Acaz, porém, disse: Não pedirei, nem tentarei ao SENHOR. 13 Então ele disse: Ouvi agora, ó casa de Davi: Pouco vos é
afadigardes os homens, senão que também afadigareis ao meu
Deus? 14 - Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a
virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome
Emanuel. 15 - Manteiga e mel comerá, quando ele souber rejeitar
o mal e escolher o bem. 16 - Na verdade, antes que este menino
saiba rejeitar o mal e escolher o bem, a terra, de que te enfadas,
será desamparada dos seus dois reis. 17 - Porém o SENHOR fará
vir sobre ti, e sobre o teu povo, e sobre a casa de teu pai, pelo rei
da Assíria, dias tais, quais nunca vieram, desde o dia em que
Efraim se separou de Judá. 18 - Porque há de acontecer que
naquele dia assobiará o SENHOR às moscas, que há no extremo
dos rios do Egito, e às abelhas que estão na terra da Assíria; 19 E todas elas virão, e pousarão nos vales desertos e nas fendas das
rochas, e em todos os espinheiros e em todos os arbustos. 20 Naquele mesmo dia rapará o Senhor com uma navalha alugada,
que está além do rio, isto é, com o rei da Assíria, a cabeça e os
cabelos dos pés; e até a barba totalmente tirará. 21 - E sucederá
naquele dia que um homem criará uma novilha e duas ovelhas. 22
- E acontecerá que por causa da abundância do leite que elas hão
de dar, comerá *manteiga; e manteiga e mel comerá todo aquele
que restar no meio da terra. 23 - Sucederá também naquele dia
que todo o lugar, em que houver mil vides, do valor de mil siclos
de prata, será para as sarças e para os espinheiros. 24 - Com arco
e flecha se entrará ali, porque toda a terra será sarças e

45

espinheiros. 25 - E quanto a todos os montes, que costumavam
cavar com enxadas, para ali não irás por causa do temor das sarças
e dos espinheiros; porém servirão para se mandarem para lá os
bois e para serem pisados pelas ovelhas.
*Coalhada em outras Bíblias.

Isso é um monte de coisas. Então você olha para isso... Você lê
de perto... Você lê novamente... Isso é muito estúpido... e grande
parte é completamente sem sentido, em “Por que a Bíblia é tão
irrelevante?”). Os cristãos dizem que contém uma profecia
importante da vida de Jesus. Você pode vê-la? É no versículo 14.
A frase é:

14 - Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que
a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu
nome Emanuel.

De acordo com os cristãos, esta frase profetiza que Jesus vai
nascer de uma mãe virgem. Esta é uma das 300 profecias do
Antigo Testamento que provam que Jesus é o filho de Deus. Você
tem o contexto de todo o capítulo - você vê alguma coisa aqui que
indica que estamos falando de Jesus? Depois, há todas as outras
"profecias" neste mesmo capítulo - as moscas e as abelhas, a
coalhada e mel, a navalha do outro lado do rio, as vacas e as
cabras, os espinhos e abrolhos, etc. Qual é a relação entre
coalhada, mel e Jesus?
Basta ler os capítulos 7 a 9 para perceber que a “profecia”
trata de Ezequias, o filho do rei Acaz. No capitulo 7 o
profeta promete um sinal ao rei Acaz. No capitulo 8 o profeta
informa que o sinal (uma criança) já havia nascido (NO
TEMPO DO REI ACAZ E NÃO NO SÉCULO 1). E no capitulo 9
o profeta indica como essa criança seria (suas qualidades e
46

porque ele as teria). Portanto está mais do que claro que os
capítulos 7, 8 e 9 falam de um sinal e a realização dele. A
mentira cristã de querer dizer que tudo é uma profecia
realizada em Jesus é a maior farsa já montada e o pior é que
ninguém se dá conta disso!
Exemplo 2
Aqui está outro exemplo. No livro de Oseias, capítulo 11, há uma
importante “profecia” sobre Jesus. Este é o capítulo inteiro para
que você veja todo o contexto:
Quando Israel era menino, eu o amei; e do Egito chamei a meu
filho. 2 - Mas, como os chamavam, assim se iam da sua face;
sacrificavam a baalins, e queimavam incenso às imagens de
escultura. 3 - Todavia, eu ensinei a andar a Efraim; tomando-os
pelos seus braços, mas não entenderam que eu os curava. 4 Atraí-os com cordas humanas, com laços de amor, e fui para eles
como os que tiram o jugo de sobre as suas queixadas, e lhes dei
mantimento. 5 - Não voltará para a terra do Egito, mas a Assíria
será seu rei; porque recusam converter-se. 6 - E cairá a espada
sobre as suas cidades, e consumirá os seus ramos, e os devorará,
por causa dos seus próprios conselhos. 7 - Porque o meu povo é
inclinado a desviar-se de mim; ainda que chamam ao Altíssimo,
nenhum deles o exalta. 8 - Como te deixaria, ó Efraim? Como te
entregaria, ó Israel? Como te faria como Admá? Te poria como
Zeboim? Está comovido em mim o meu coração, as minhas
compaixões à uma se acendem. 9 - Não executarei o furor da
minha ira; não voltarei para destruir a Efraim, porque eu sou Deus
e não homem, o Santo no meio de ti; eu não entrarei na cidade.
10 - Andarão após o SENHOR; ele rugirá como leão; rugindo, pois,
ele, os filhos do ocidente tremerão. 12 - Tremendo virão como um
passarinho, os do Egito, e como uma pomba, os da terra da Assíria,
e os farei habitar em suas casas, diz o SENHOR. 13 - Efraim me

47

cercou com mentira, e a casa de Israel com engano; mas Judá
ainda domina com Deus, e com os santos está fiel.

Então você olha para isso... Você lê... Você lê-lo novamente...
Mais uma vez você percebe que o material é completamente sem
sentido. Dizem que nisso há uma profecia importante sobre a vida
de Jesus. É no versículo 1. Esta é supostamente a profecia de que
Jesus foi chamado do Egito, depois que Deus lhe enviou lá
(Segundo Lucas: A sagrada família viaja a Jerusalém para fazer
os rituais exigidos pela lei judaica e não para o Egito.) para
escapar do assassinato de milhares de bebês.
Você tem o contexto de todo o capítulo - você vê alguma coisa
que indica que estamos falando de Jesus, além do par aleatório
de palavras "meu filho"? Mesmo o versículo 2 é absurdo. E há
todos as outras "profecias" neste mesmo capítulo - os Baalins, o
incenso, Efraim, os laços de amor, o retorno para a terra do Egito,
o reino da Assíria, a espada, o jugo, Admá, Zeboim, o leão, os
pássaros, as pombas da Assíria e assim por diante. Qual é a
relação entre todo esse material aleatório e Jesus?
1.
2.
3.
4.
5.
6.

Quem era o "filho" citado?
Israel, não Jesus.
Quando Yavé teria chamado o filho?
Nos dias em que Moisés os teria tirado do Egito.
E, qual foi a promessa contida no texto aí citado?
Buscar os israelitas que estava em servidão na Assíria e no
Egito e os fazer "habitar em suas casas", reunidos com o
povo de Judá, que estava ao lado do deus Yavé.

Observem que nem isso se cumpriu.
1. Judá, que estava ao lado de Yavé, foi dominada pelo Egito.
2. Sendo o seu fiel rei Josias morto pelo faraó Neco.

48

3. E após a submissão ao Egito, todos caíram sob Babilônia (2
Reis 22, 23 e 24).
4. Constata-se que o texto nada tinha a ver com um messias
nos dias dos romanos;
5. Mas os cristãos distorceram o sentido do texto para fazer
crer que Jesus fosse esse messias.

Exemplo 3
Em Zacarias capítulo 9, há uma profecia que Jesus vai andar em
Jerusalém montado num jumento. Aqui está o contexto e o
versículo:
Zacarias 9:1-13
O peso da palavra do SENHOR contra a terra de Hadraque, e
Damasco, o seu repouso; porque o olhar do homem, e de todas as
tribos de Israel, se volta para o SENHOR. 2 - E também Hamate
que confina com ela, e Tiro e Sidom, ainda que sejam mais sábias.
3 - E Tiro edificou para si fortalezas, e amontoou prata como o pó,
e ouro fino como a lama das ruas. 4 - Eis que o Senhor a despojará
e ferirá no mar a sua força, e ela será consumida pelo fogo. 5 Ascalom o verá e temerá; também Gaza, e terá grande dor;
igualmente Ecrom; porque a sua esperança será confundida; e o
rei de Gaza perecerá, e Ascalom não será habitada. 6 - E um
bastardo habitará em Asdode, e exterminarei a soberba dos
filisteus. 7 - E da sua boca tirarei o seu sangue, e dentre os seus
dentes as suas abominações; e ele também ficará como um
remanescente para o nosso Deus; e será como governador em
Judá, e Ecrom como um jebuseu. 8 - E acampar-me-ei ao redor da
minha casa, contra o exército, para que ninguém passe, nem volte;
para que não passe mais sobre eles o opressor; porque agora vi
com os meus olhos. 9 - Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó
filha de Jerusalém; eis que o teu rei virá a ti, justo e salvo, pobre,

49

e montado sobre um jumento, e sobre um jumentinho, filho de
jumenta. 10 - E de Efraim destruirei os carros, e de Jerusalém os
cavalos; e o arco de guerra será destruído, e ele anunciará paz aos
gentios; e o seu domínio se estenderá de mar a mar, e desde o rio
até às extremidades da terra. 11 - Ainda quanto a ti, por causa do
sangue da tua aliança, libertei os teus presos da cova em que não
havia água. 12 - Voltai à fortaleza, ó presos de esperança; também
hoje vos anuncio que vos restaurarei em dobro. 13 - Porque curvei
Judá para mim, enchi com Efraim o arco; suscitarei a teus filhos, ó
Sião, contra os teus filhos, ó Grécia! E pôr-te-ei, ó Sião, como a
espada de um poderoso.

Mais uma vez você pode notar que este material da Bíblia é
totalmente irrelevante e sem sentido. A “profecia” é o versículo 9.
Você vê alguma coisa lá que diz que estamos falando de Jesus?
Versículo 8 também é interessante à luz de Hitler.
Exemplo 4
Em Miqueias capítulo 5, versículo 2 há uma "profecia" de que
Jesus nasceria em Belém:
Miqueias 5:1-6
Agora ajunta-te em tropas, ó filha de tropas; pôr-se-á cerco contra
nós; ferirão com a vara na face ao juiz de Israel. 2 - E tu, Belém
Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá
o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos
antigos, desde os dias da eternidade. 3 - Portanto os entregará até
ao tempo em que a que está de parto tiver dado à luz; então o
restante de seus irmãos voltará aos filhos de Israel. 4 - E ele
permanecerá, e apascentará ao povo na força do SENHOR, na
excelência do nome do SENHOR seu Deus; e eles permanecerão,
porque agora será engrandecido até aos fins da terra. 5 - E este
será a nossa paz; quando a Assíria vier à nossa terra, e quando

50

pisar em nossos palácios, levantaremos contra ela sete pastores e
oito príncipes dentre os homens. 6 - Esses consumirão a terra da
Assíria à espada, e a terra de Ninrode nas suas entradas. Assim
nos livrará da Assíria, quando vier à nossa terra, e quando calcar
os nossos termos.

Olhe para todas as outras coisas em torno desta "profecia". Há o
cerco, a vara na face, o rebanho, os assírios, os sete pastores, os
oito príncipes, os Nimrods, a espada, e assim por diante. Mais uma
vez, todo esse material é irrelevante e sem sentido.

Disse o profeta:
“Quando a Assíria entrar em nossa terra, e quando pisar em nossos
palácios”.
Segundo o profeta, quando a Assíria tentasse dominar Judá,
surgiria o Messias e a esmagaria e libertaria Israel, estabelecendo
o reino unificado de Israel sobre todas as nações, "até os fins da
Terra”.

Como a própria Bíblia relata, no tempo em que deveria
surgir o messias e estabelecer o reino universal e eterno,
Judá passou da opressão assíria para o jugo egípcio e depois
veio Babilônia, que se tornou a grande potência da época,
o domínio da Assíria se acabou e o povo de Israel não foi
libertado por ninguém de Judá, mas se tornou cativo de
Babilônia juntamente com Judá; coisa bem diferente do que
dizia a profecia.
Depois da Babilônia, vieram os impérios Medo-Pérsia,
Grécia e finalmente Roma, e, como a Assíria já nem existia
mais, deveriam perceber que não haveria o tal messias.
Mas, diante de tantas maravilhas contidas no livro que os
escribas disseram ter “achado” no templo, o povo continuou

51

a esperar que um dia esse messias viesse. Yavé não iria
mentir...mas mentiu!
Nos dias romanos, sete séculos após a época em que deveria vir o
tal libertador, muitos surgiram dizendo-se o "messias", todos
foram mortos executados pelos romanos, entre eles Jesus de
Nazaré (segundo a Bíblia), que a maior parte do mundo atual
acredita ser o messias.

Há outra coisa que você pode notar nesta passagem. Olhe para
esta frase: "ferirão com a vara na face ao juiz de Israel." Vamos
dizer que, em algum momento nos Evangelhos, Pôncio Pilatos
tivesse batido em Jesus com uma vara na face. Se isso tivesse
acontecido, então Miqueias 5:1 seria uma profecia sobre a vinda
de Jesus. Uma vez que Jesus nunca é atingido no rosto com uma
vara no Novo Testamento, essa "profecia" nunca é mencionada.
Depois de entender isso, você entenderá completamente as "300
profecias de Jesus."
Esta fenômeno da "vara na face" é de onde veem as "profecias"
de Jesus. O Antigo Testamento contém milhares e milhares de
palavras, a maioria delas um total absurdo. Você pode facilmente
achar algumas que possam coincidir com os relatos de Jesus do
Novo Testamento, de alguma forma obscura. No entanto, existem
milhares de outras, como a vara no rosto, a coalhada e o mel, a
navalha do outro lado do rio, os Nimrods e todo o resto, que não
têm nenhuma relação. Se você olhar só para as que coicidem
aleatoriamente e ignorar completamente os milhares e milhares
que não, você pode afirmar que o Antigo Testamento "profetiza"
a vinda de Jesus. Qualquer pessoa normal, por outro lado, vê tudo
como coisas sem nexo. Qualquer correspondência é uma completa
coincidência.
52

Em todas as citações que você já viu em torno destas profecias,
você ficou maravilhado com a palavra do Senhor? Ou tudo pareceu
completamente sem sentido para você?

Por que, se a Bíblia e essas "profecias" são a palavra do
Senhor, o livro está cheio até a borda com tanto absurdo,
coisas inúteis, ridículas e sem sentido?

Aqui está uma última coisa a considerar.
1. Ninguém se preocuparia com essas "profecias" do Velho
Testamento, se Jesus tivesse realmente provado que ele é
Deus.
2. Como Jesus nunca provou que ele é Deus, nem mesmo que
tenha existido, os cristãos precisam garimpar e inventar as
"profecias", porque isso é tudo o que eles têm.
Qualquer pessoa normal pode
completamente sem sentido.

ver

que

as

profecias

são

Conclusão
Se você é um cristão, você já ouviu a seguinte declaração muitas
vezes: "A vinda de Jesus foi profetizada centenas de vezes no
Velho Testamento, séculos antes do nascimento de Jesus. A única
maneira que isso poderia ter acontecido é se Deus escreveu a
Bíblia e se Jesus foi enviado por Deus! As chances de um homem
cumprir todas estas profecias, juntas, são infinitamente pequenas
- Jesus DEVE ser Deus"! Você já ouviu isso muitas tantas vezes
que você simplesmente aceita por fé.

Mas você já tirou um tempo para ler a Bíblia e verificar
essas "profecias"?
53


Alguma vez você já olhou para o contexto em torno delas,
como nós fizemos aqui?
Você já reparou que as "profecias" estão espalhadas por
toda parte em todo o Antigo Testamento, sem uma única
coisa para amarrá-las juntas e NADA INDICA que elas
apontem para Jesus?
Você já reparou que existem milhares de outras profecias como a vara no rosto, as abelhas e a coalhada, os sete
pastores, os oito príncipes, os Nimrods, as pombas da
Assíria, a navalha do outro lado do rio, etc., etc, etc - que
nunca “aconteceram” nem tem relação com Jesus?

Se você ler todos os exemplos neste capítulo, especialmente se
você ler o material na Bíblia em torno das "profecias", eu acredito
que você vai entender duas coisas:
1. Primeiro, as "profecias" que "provam" que Jesus é Deus são
irrelevantes e sem sentido. Qualquer observador imparcial
pode ver isso. A vinda de Jesus nunca foi "profetizada" na
Bíblia. Essas profecias são tão aleatórias e arbitrárias como
o seu horóscopo no jornal - tão vagas e difusas entre tanto
material inútil, que são completamente sem sentido.
2. Grande parte da Bíblia é irrelevante e inútil para nós hoje.
Sendo Deus onisciente e atemporal, é difícil entender por
que é assim, a menos que assumamos que Deus não teve
nada a ver com a Bíblia.

54

7 - Por que Jesus precisa do seu dinheiro?

55

Imagine ouvir esta propaganda no rádio um dia:

"Olá meu nome é Jesus, e eu sou Deus. E eu sou o criador
todo-poderoso do universo. Eu criei tudo o que você vê,
antes de você - as galáxias e as estrelas no céu, os oceanos,
as montanhas e as planícies da terra, o sol, a lua e os céus;
juntamente com todos os seres vivos no planeta. Eu criei
você pessoalmente e eu dei-lhe a sua alma única. Eu criei
tudo!”
Eu criei tudo de valor na terra. Eu enterrei milhares de
toneladas de ouro em minas ao redor do planeta. Coloquei
bilhões de galões de petróleo sob as areias do Oriente
Médio. Eu criei os milhões de diamantes sendo minerados
na África do Sul.
E eu vou responder às suas orações. Reze para mim sobre
qualquer coisa e eu vou ouvir e responder suas orações. Eu
digo isso em dezenas de lugares na Bíblia, mas eu gosto do
jeito que eu digo em Marcos 11:24: "Por isso vos digo, tudo
o que pedirdes na oração, crede que recebestes, e será o
seu”. Tudo o que você precisa - dinheiro, amor, felicidade,
etc, - Eu estou aqui para providenciar para você.
Agora, há apenas uma coisa que eu preciso em troca. Eu
preciso do seu dinheiro. Eu preciso muito do seu dinheiro.
A Bíblia especifica que você deve me dar 10 por cento de
sua renda bruta, mas pense nisso como um ponto de
partida. Sinta-se livre para dar mais! Quando eles
passarem a cesta de ofertas na igreja, não deixe de dar
generosamente!
Porque mesmo que eu tenha criado o universo e tudo
nele, mesmo sabendo que eu darei tudo o que você
pedir em oração, não posso dar um centavo para
qualquer igreja, nunca.
56

Então, por favor, dê generosamente no seu local de
adoração hoje! Agradeço seu apoio!"

Isto é o que cada igreja diz todas as manhãs de domingo, quando
eles passam a cesta. Jesus é o criador todo-poderoso do universo
e de tudo nele, ele vai responder a todas suas orações, mas ele
não tem dinheiro.
Por que os ministros, padres, pastores e donos de igrejas não se
reúnem todo domingo de manhã para orar e pedir a Jesus para
depositar $1.000.000 em barras de ouro na cesta de ofertas? Por
que Jesus não responde às orações deles? Por que eles têm que
pedir o dinheiro de meros mortais, quando há um Deus imortal e
todo-poderoso que promete que vai fornecer qualquer coisa que
pedir?
A razão pela qual Jesus precisa muito do seu dinheiro a cada
manhã de domingo, deve ser óbvia para você neste momento.

57

8 - Revisando as evidências sobre Jesus

58

Se estivéssemos a falar com um cristão sobre Jesus, a conversa
poderia ser algo como isto:






Chris: Você está completamente errada sobre Jesus. Jesus
é o Senhor! Jesus ressuscitou e Jesus está sentado à direita
de Deus Pai Todo-Poderoso!
Norma: Por que você acredita nisso?
Chris: Eu sei disso em meu coração. Eu converso com Jesus
todos os dias. Eu tenho um relacionamento vivo e amoroso
com nosso Senhor Jesus Cristo!
Norma: Como você sabe que Jesus ressuscitou?
Chris: Está escrito na Bíblia. Mateus, Marcos, Lucas e João
eram pessoas reais. Assim foi Paulo. Eles não têm nenhum
motivo para mentir. Eles viram Jesus ressuscitado.
Norma: Eu entendo o que você está dizendo. A coisa que
eu gostaria de ajudá-lo a entender é que a Bíblia está cheia
de problemas. Não há razão para acreditar na Bíblia quando
fala sobre a ressurreição.
Chris: A Bíblia não está cheia de problemas!
Norma: A Bíblia pensa que a escravidão é ótima, que as
mulheres devem ser odiadas, que as pessoas devem
sacrificar animais e que Deus adora matar crianças.
Podemos abrir a Bíblia em quase qualquer página e
encontrar um disparate. Nós sabemos que a história de Noé
nada mais é que uma lenda. E assim por diante. Há
problemas com a Bíblia em todos os lugares que olharmos.
Devido a todos estes problemas, não há razão para confiar
em qualquer coisa que a Bíblia diz.
Chris: Jesus ressuscitou! Jesus é o Senhor!
Norma: Vamos orar a Jesus e pedir que ele nos apareça
agora para resolver isso.
Chris: Ele não pode fazer isso! Jesus não pode aparecer
para nós!
59










Norma: Por que não?
Chris: Ele não pode!
Norma: Mas por quê?
Chris: Ele é muito ocupado fazendo tudo o que Deus precisa
dele para fazer! Além disso, se ele simplesmente
aparecesse aqui do nada, tiraria o nosso livre-arbítrio. Nós
dois sabemos que ele existe. Ele não pode fazer isso!
Norma: Então, como Jesus foi capaz de aparecer a Paulo?
Como Jesus foi capaz de aparecer para os 500 irmãos? Por
que não teve problemas para eles saberem que Jesus
existe?
Chris: Isso foi diferente.
Norma: Por quê?
Chris: Jesus só tinha sido morto há dois dias.
Norma: Por que isso interessa a um ser atemporal e
onipotente?
Chris: Você está muito errado quanto a isso!
Norma: OK, então vamos orar para Jesus sobre qualquer
coisa. Vamos pedir a Jesus para fazer alguma coisa por nós
agora. O que vimos é que Jesus não responde a nenhuma
oração. Por que não pedimos para ele mover uma
montanha para nós?
Chris: Você está enganado.
Norma: Por que não podemos orar para ele agora? Em
Marcos 11:24 A mensagem de Jesus é cristalina: "Por isso
vos digo, tudo o que pedirdes na oração, crede que
recebestes, e será assim convosco". Ele diz: "Pedi, e
recebereis". Em Lucas 1:37: "Para Deus nada é impossível".
Nada é impossível através da oração. Por que ele não pode
responder a nós, se rezarmos para ele agora?
Chris: Você está completamente errado. Não é assim que a
oração funciona!
60






Norma: Aqui está outra maneira de olhar para isso. Por que
não fazemos uma votação? Pegamos todos os sete bilhões
de pessoas no planeta e pedimos para votarem sobre se
Jesus é Deus ou não. Apenas dois bilhões de pessoas no
planeta são cristãos, então os outros cinco bilhões votarão
contra Jesus. Para cada cristão no mundo, há mais de dois
não-cristãos que acham que você está iludido.
Chris: Eles estão todos errados! Se eles conhecessem o
Senhor Jesus como eu!
Norma: Você está me dizendo que um bilhão de
muçulmanos estão errados? Eles acreditam que Jesus era
um homem e não Deus. Está escrito no Corão [Alcorão 5:75
- O Messias, filho de Maria, não é mais do que um
mensageiro, do nível dos mensageiro que o
precederam...].
Chris: Os muçulmanos estão iludidos!
Norma: Isso são brigas de palavras.
Chris: Eles estão iludidos! Todo mundo sabe disso! Jesus é
o Senhor!
Norma: Então há um bilhão de muçulmanos que pensa que
todos os cristãos estão iludidos. E há dois bilhões de
cristãos que acham que todos os muçulmanos estão
iludidos. Se você pensar, pelo menos por um momento, a
possibilidade é de que todos os três bilhões de vocês
estejam iludidos?
Chris: Eu não sou iludido! Jesus Cristo é o nosso Senhor
ressuscitado! Eu falo com ele todos os dias e ele fala
comigo! E ele responde minhas orações!
Norma: OK, pode me dar qualquer coisa, qualquer prova
que me mostre que Jesus existe.
Chris: A Bíblia fala tudo sobre Jesus!

61



Norma: Então você acha que devemos restabelecer o
comércio de escravos? Você acha que os cristãos devem
odiar as mulheres?
Chris: NÃO!
Norma: Dê-me qualquer coisa.
Chris: Eu não posso. Jesus deve permanecer oculto! Se ele
não estivesse oculto, se todos nós soubéssemos que ele
existe, destruiria a fé.
Norma: Se Jesus deve permanecer escondido, então como
você sabe que ele existe?

A conversa pode continuar indefinidamente desse jeito.
Para quem está fora da fé cristã e olha para Jesus racionalmente,
é óbvio que Jesus era um mito completo e nunca existiu ou era
um ser humano normal que se transformou em um mito após o
fato. No entanto, apesar de todos os problemas, contradições e
falta de provas, um cristão se apega a Jesus.
Nesta seção do livro, vimos Jesus a partir de uma série de ângulos
diferentes. O que nós descobrimos é que Jesus era um ser humano
como você e eu. Nós simplesmente fizemos as perguntas que
qualquer pessoa normal gostaria de fazer a alguém que afirma ser
Deus. Por exemplo:

Se Jesus é Deus, por que ele nunca provou isso de uma
maneira convincente? Por que nenhum de seus milagres é
visível hoje? Das perguntas feitas nesta seção do livro, esta
é a mais importante. É importante, por esta simples razão:
Se um homem chega até você - hoje - e afirma ser Deus,
você gostaria de ver uma prova. A prova deveria ser óbvia
para todos e cientificamente irrefutável. Jesus não é
diferente.
62

Se Jesus é Deus e Jesus ressuscitou, então por que ele não
apareceu para você em carne e osso para provar que é
ressuscitado? Para que os Apóstolos acreditassem na
ressurreição, Jesus apareceu para eles. Para que Paulo a
acreditar na ressurreição, Jesus apareceu para ele. Por que
Jesus, que é todo-amoroso e atemporal, pensa em você
como alguém menos importante do que Paulo? A razão é
porque Jesus não apareceu para ninguém.
Por que precisamos comer Jesus? Nós temos Jesus - o
criador todo-amoroso do universo - exigindo para
cerimonialmente canibalizarmos seu corpo e satanicamente
bebermos o seu sangue, se quisermos ter "Vida eterna". A
fonte deste ritual bizarro não é Jesus. O ritual vem de
religiões pagãs primitivas que eram comuns na época.
Por que tantas crianças vivem na pobreza e por que Jesus
mente tantas vezes no Novo Testamento? Por que um Deus
perfeito escreve coisas na Bíblia que são totalmente
incorretas?
Por que Jesus precisa do seu dinheiro todas as manhãs de
domingo?

E assim por diante. Podemos olhar para Jesus a partir de vários
outros ângulos e chegar sempre à mesma conclusão.
O grande problema com Jesus
O maior problema com Jesus é a sua incrível miopia. Podemos ver
que isso agora, olhando para ele 2.000 anos depois. Por que Jesus
não usa sua onipotência para fazer algo realmente magnífico e
belo sobre a terra, em vez de desperdiçar o seu "poder", como ele
faz na Bíblia?

63

Pelo menos, Jesus poderia ter escrito passagens na Bíblia
terminando com o racismo, o machismo e a escravidão para
sempre. Como exemplo mais simples, poderia ser todo o
sofrimento que a escravidão causou. Milhões e milhões de pessoas
sofreram com a escravidão e com a sua brutalidade assustadora,
porque Jesus e sua Bíblia endossam e concordam plenamente com
a escravidão. Se Jesus tivesse simplesmente feito uma declaração
clara e simples - "A escravidão é proibida, libertem todos os
escravos" - ele poderia ter evitado grande parte do sofrimento.
No entanto, ele não fez nada do tipo. Da mesma forma, Jesus
poderia ter escolhido seis mulheres como seus apóstolos e feito
vários discursos sobre o tema da igualdade das mulheres e teria
causado um impacto enorme no machismo, desrespeito e
discriminação à mulher. Ainda hoje vemos os efeitos dessa falta
de visão de Jesus nessa área.
Em um nível mais amplo, se Jesus fosse Deus, ele poderia ter
realizado tantos milagres reais. Ele poderia ter, por exemplo,
eliminado a varíola e uma série de outras doenças que a ciência
está ocupada em eliminar hoje. Jesus poderia ter dado ao povo
de Israel o conhecimento de que eles precisavam para começar
uma sociedade tecnológica e elevarem-se acima das condições de
vida primitivas da época. Jesus poderia ter ensinado aos israelitas
sobre metalurgia, química, biologia, física, produção, matemática,
medicina, engenharia, etc, etc, etc. Ele também poderia ter
ensinado a utilizar estas tecnologias de forma responsável para
resolver os problemas de poluição e destruição do meio ambiente,
que nos acompanham hoje. Ele poderia ter feito declarações
claras para deter a proliferação nuclear. Ele poderia ter ensinado
a humanidade a compartilhar a riqueza de modo que o imenso
problema da pobreza global que vemos hoje, tivesse sido
resolvido há muito tempo. Ele poderia ter estabelecido um modelo
de governança que teria terminado com as monarquias, regimes
64

ditatoriais e senhores da guerra para sempre. Ele poderia ter
deixado a sua mensagem de forma clara e a prova de sua
religiosidade de maneira tão óbvia, que todos os bilhões de
pessoas no planeta teriam se alinhado com ele, em vez de se
fragmentarem em dezenas de milhares de facções bizarras e
muitas vezes em guerra umas contra as outras. Jesus, se ele
realmente fosse Deus, poderia ter feito muito. Ele poderia ter
evitado enormes quantidades de sofrimento humano com suas
palavras e ações. Em vez disso, ele não fez absolutamente nada
disso. Para qualquer pessoa racional, estes problemas tornam
dolorosamente óbvio que Jesus era um ser humano normal ou
nem existiu.
Jesus, o torturador eterno
Basta ter um momento para pensar sobre a seguinte declaração:
"Olá, meu nome é Jesus. Eu te amo profundamente. Te amei
desde que você foi concebido no ventre de sua mãe e eu vou te
amar por toda a eternidade. Eu morri na cruz por você, porque eu
te amo muito. Anseio ter um relacionamento amoroso e pessoal
com você. Vou responder a todas suas orações através do meu
amor. Mas, se você não ficar de joelhos e me adorar; e se você
não comer o meu corpo e beber o meu sangue, então eu vou TE
INCINERAR COM DORES E TORTURAS INIMAGINÁVEIS NO FOGO
DO INFERNO POR TODA A ETERNIDADE! HA HA HA HA HA HA HA
HA HA HA! "

65

SIM, ESTA É A MENSAGEM CENTRAL DO CRISTIANISMO.
Pense sobre essa mensagem. Nós temos um ser que, de acordo
com o modelo padrão de Deus, encarna o amor. No entanto, se
você não ficar de joelhos e adorá-lo, você será fisicamente
torturado por toda a eternidade. Que tipo de amor é esse?
66

Agindo como Jesus
Imagine um ser humano agindo desta forma. Imagine que um ser
humano, por algum motivo "caia de amores por você". Esta
pessoa instala câmeras escondidas e começa a rastrear você em
todo lugar a cada minuto de cada dia. Essa pessoa deixa um livro
em sua porta, onde confessa o quanto ela te ama. Mas esta pessoa
lhe dá um prazo e diz: "Se você não começar a me amar, vou
capturá-lo e torturá-lo fisicamente das formas mais terríveis".
Como você descreveria uma pessoa assim? Poderíamos chamar
de lunático e gostaríamos de colocar uma pessoa como essa na
prisão por toda a vida. Bem, eis o retrato do seu Jesus bíblico.
Pedindo a Jesus para aparecer
Aqui está outra maneira de provar a si mesmo. Basta ficar de
joelhos e rezar para Jesus. Peça-lhe para aparecer para você, em
carne e osso, assim como fez com Paulo. Peça a Jesus para
demonstrar a você, pessoalmente, que ele é ressuscitado. Quando
ele aparecer, pegue a sua câmera e registre o evento para a
posteridade.

É claro que Jesus não irá aparecer.

O que Jesus diz em João 14 é muito claro:
João 14:12-13
Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim
também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas,
porque eu vou para meu Pai. 13 - E tudo quanto pedirdes em meu
nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.

Você pediu algo em seu nome. Você mesmo pediu-lhe para fazer
algo que ele é claramente capaz de fazer. A Bíblia diz que Jesus
67

apareceu a centenas de pessoas, por isso não deve ser problema
para ele aparecer para você. No entanto, sabemos com certeza,
que Jesus não vai aparecer... Nunca.
Agora eu gostaria de lhe pedir para examinar isso em um nível
mais profundo. Olhe para o que está acontecendo dentro de sua
mente agora. Você leu a Bíblia e viu a clara afirmação de Jesus:
"Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei". Ele não
diz, "eu poderia fazer isso". Você tem orado para que Jesus
apareça e Jesus tem ignorado você.
Mesmo Jesus não aparecendo, apesar do próprio Jesus lhe dizer
muito claramente na Bíblia, que vai aparecer, observe como você
lida com este revés. Você tira uma conclusão óbvia a partir da
evidência? Se você é um cristão, provavelmente não. Em vez
disso, em sua mente, você estará inventando mil justificativas
para explicar por que Jesus não aparece:











Não é a sua vontade.
Ele não tem tempo.
Ele pode aparecer, mas aparecerá após a morte.
Eu não rezei direito.
Eu não sou digno.
Eu não tenho fé suficiente.
Eu não posso testar o Senhor.
Jesus só apareceu aos apóstolos.
Jesus está sentado à direita de Deus e não aparece mais
na terra
Jesus está em tudo à minha volta mas eu não posso vê-lo.
Não faz parte do plano de Jesus para mim.
Jesus não aparecerá em carne e osso, mas em vez disso,
aparece em partículas de poeira no ar. Mas aqui não está
bastante empoeirado.
68



Jesus vai aparecer nos meus sonhos.
Jesus está aqui - Eu posso senti-lo em meu coração.
E assim por diante...

Você é um especialista em criar racionalizações idiotas como
estas. Você tem que ser, porque Jesus constantemente renega
você. A razão para você ser especialista é porque você tem
inventado racionalizações idiotas para Jesus, por toda a sua vida.
Jesus tem decepcionado você tantas vezes, que você sempre
espera e já sabe que vai se decepcionar. É por isso que a criação
desta lista de racionalizações é tão fácil e tão natural para você.
Mas aqui está a coisa mais interessante. Vamos dizer que há
alguma razão legítima para Jesus não aparecer para você. Por
exemplo, acontece que você passou a orar vestindo uma calça
jeans azul, mas Jesus não gosta da cor azul. O fato é que Jesus
ressuscitado nunca apareceu para ninguém. Zero pessoas são
dignas. Ou veriamos os clips de vídeo à venda em todas as
livrarias cristãs.
É fácil imaginar como um cristão iria responder a esta experiência:




Chris: É claro que Jesus não iria aparecer para você, isso
tiraria o seu livre arbítrio. E se você gravasse um vídeo,
tiraria o livre arbítrio de todos os outros.
Norma: Então Jesus NÃO pode aparecer para ninguém,
certo?
Chris: Sim, isso é correto. É por isso que Jesus ressuscitado
não aparece hoje.
Norma: Então como é que Jesus prova que ele ressuscitou?
Chris: Por que aparece para as pessoas, é claro. De que
outra forma poderíamos saber que Jesus havia
ressuscitado?
69

É um círculo do absurdo. A única maneira de Jesus provar que ele
ressuscitou seria para aparecer para as pessoas. E apareceu para
centenas! 500 irmãos! Mas aparecer para você é impossível. A
razão pela qual Jesus não parece para você, não tem nada a ver
com o seu livre arbítrio. Tem a ver com o fato de que Jesus NUNCA
apareceu para ninguém.
A evidência de Jesus
Outra maneira de provar a si mesmo que Jesus não existe é fazer
a si mesmo esta pergunta simples:

Existe – hoje - alguma evidência de que Jesus existe?

Quando você pensa sobre esta questão simples, você vai perceber
que não existe. Tudo o mais que você acredita, deixou para trás
algum tipo de evidência que prova sua existência. Mas com Jesus
não há nada. Não há nenhuma evidência física de sua existência.
Não há nenhuma evidência miraculosa - é muito estranho, nem
mesmo um único dos milagres de Jesus deixou qualquer evidência
física para nós vermos hoje. Não há evidência de oração. Não
importa o quanto oramos a Jesus, nunca acontece nada.
Simplesmente NÃO EXISTE nenhuma evidência para provar que
Jesus existe.
Um cristão devoto recorda que existe a Bíblia - a palavra perfeita
de Deus. Sim, existe a Bíblia. A Bíblia fala tudo sobre Jesus. Ela
prevê a vinda de Jesus e depois relata sobre tempo de Jesus na
terra.
Mas esta mesma Bíblia também nos diz que a escravidão é ótima,
que as mulheres devem ser odiadas, o sacrifício animal e humano
são necessários e que massacrar bebês e crianças pequenas é um
dos passatempos preferidos de Deus. Nós não acreditamos na
70

Bíblia quando ela fala sobre a escravidão, a misoginia, etc. Por
que acreditamos na Bíblia quando fala sobre Jesus?
Entendendo a evidência
Há duas opções com Jesus. Ou Jesus é Deus ou Jesus era um ser
humano normal. Quando você olha para todas as provas, qual
destas duas opções parece mais provável para você?
Se você é um cristão e se você acreditou durante toda a sua vida
que Jesus ressuscitou e que Jesus é Deus, tudo o que eu gostaria
de lhe pedir para fazer é tomar alguns momentos para olhar para
todas estas evidências.

Uma explicação completa e simples de
todas as bobagens bíblicas você pode ler
aqui .............................................>>>

71

2 - Mais bobagens do Cristianismo >>>

COLEÇÃO FÁBULAS BÍBLICAS
MAIS DE 70 VOLUMES. É GRÁTIS E SEMPRE SERÁ.
Desmascarando de maneira simples, com a Bíblia e com o raciocínio
lógico mais básico possível, todas as mentiras do cristianismo, usadas
para enganar e explorar pessoas bobas e ingênuas com histórias falsas,
plágios descarados, fábulas infantis, contos engraçados e costumes
primitivos de povos primitivos e ignorantes da idade do bronze.





LER ONLINE OU BAIXAR
http://es.scribd.com/jairo_luis_1
DOWNLOAD 4SHARED VOLUMES INDIVIDUAIS OU TODOS
http://www.4shared.com/folder/3zU2dz2o/COLEO_FBULAS_BBL
ICAS.html
DOWNLOAD DIRETO TODOS OS VOLUMES DISPONÍVEIS EM
ARQUIVO ÚNICO DE APROX. 300 MB.
https://www.sugarsync.com/pf/D0297736_98010216_94119

COLEÇÃO FÁBULAS MÓRMONS - MAIS DE 2500 PÁGINAS





LER ONLINE OU BAIXAR
http://es.scribd.com/jairo_luis_1
DOWNLOAD 4SHARED VOLUMES INDIVIDUAIS OU A PASTA
TODA
http://www.4shared.com/folder/NeRGFeff/COLEO_FBULAS_MR
MONS.html
DOWNLOAD DIRETO TODOS OS VOLUMES DISPONÍVEIS >
112MB
https://www.sugarsync.com/pf/D0297736_83480671_12202

72

Mais conteúdo recomendado

73

Livros recomendados

570 páginas
Mentiras Fundamentais da
Igreja Católica é uma
análise profunda da Bíblia,
que permite conhecer o
que se deixou escrito, em
que circunstâncias, quem o
escreveu, quando e, acima
de tudo, como tem sido
pervertido ao longo dos
séculos. Este livro de Pepe
Rodriguez serve para que
crentes e não crentes
encontrem as respostas
que sempre buscaram e
posaam
ter
a
última
palavra.
É
uma
das
melhores
coleções
de
dados sobre a formação
mitológica do cristianismo
no Ocidente. Um a um,
magistralmente, o autor
revela
aspectos
mais
questionáveis
da

judaico-cristã.

317 páginas

198 páginas

Com grande rigor histórico
e
acadêmico
Fernando
Vallejo desmascara uma fé
dogmática que durante
1700 anos tem derramado
o sangue de homens e
animais
invocando
a
enteléquia de Deus ou a
estranha mistura de mitos
orientais que chamamos de
Cristo, cuja existência real
ninguém
conseguiu
demonstrar. Uma obra que
desmistifica e quebra os
pilares de uma instituição
tão arraigada em nosso
mundo atual.
Entrevista
AQUI.

com

o

autor

Originally published as a
pamphlet in 1853, and
expanded to book length in
1858, The Two Babylons
seeks to demonstrate a
connection between the
ancient
Babylonian
mystery
religions
and
practices of the Roman
Catholic
Church.
Often
controversial, yet always
engaging,
The
Two
Babylons comes from an
era when disciplines such
as
archeology
and
anthropology were in their
infancy, and represents an
early attempt to synthesize
many of the findings of
these areas and Biblical
truth.

74

600 páginas

600 páginas

“Dois informadíssimos volumes de Karlheinz Deschner
sobre a política dos Papas no século XX, uma obra
surpreendentemente silenciada peols mesmos meios de
comunicação que tanta atenção dedicaram ao livro de
João Paulo II sobre como cruzar o umbral da esperança a
força de fé e obediência. Eu sei que não está na moda
julgar a religião por seus efeitos históricos recentes,
exceto no caso do fundamentalismo islâmico, mas alguns
exercícios de memória a este respeito são essenciais para
a
compreensão
do
surgimento
de
algumas
monstruosidades políticas ocorridas no século XX e outras
tão atuais como as que ocorrem na ex-Jugoslávia ou no
País Basco”.
Fernando Savater. El País, 17 de junho de 1995.
“Este segundo volume, como o primeiro, nos oferece uma
ampla e sólida informação sobre esse período da história
da Igreja na sua transição de uma marcada atitude de
condescendência com regimes totalitários conservadores
até uma postura de necessária acomodação aos sistemas
democráticos dos vencedores ocidentais na Segunda
Guerra Mundial”.

312 páginas
"Su visión de la historia de
la Iglesia no sólo no es
reverencial, sino que, por
usar
una
expresión
familiar, ‘no deja títere con
cabeza’. Su sarcasmo y su
mordaz
ironía
serían
gratuitos si no fuese porque
van de la mano del dato
elocuente y del argumento
racional. La chispa de su
estilo se nutre, por lo
demás,
de
la
mejor
tradición volteriana."
Fernando Savater. El País,
20 de mayo de 1990

Gonzalo Puente Ojea. El Mundo, 22 de outubro de 1995.
Ler online volume 1 e volume 2 (espanhol). Para comprar
(Amazon) clique nas imagens.

75

136 páginas

480 páginas

304 páginas

De una manera didáctica,
el profesor Karl Deschner
nos ofrece una visión crítica
de la doctrina de la Iglesia
católica y de sus trasfondos
históricos. Desde la misma
existencia de Jesús, hasta
la polémica transmisión de
los
Evangelios,
la
instauración y significación
de los sacramentos o la
supuesta infalibilidad del
Papa.
Todos estos asuntos son
estudiados, puestos en
duda y expuestas las
conclusiones en una obra
de rigor que, traducida a
numerosos idiomas, ha
venido a cuestionar los
orígenes,
métodos
y
razones de una de las
instituciones
más
poderosas del mundo: la
Iglesia católica.

“Se bem que o cristianismo
esteja hoje à beira da
bancarrota
espiritual,
segue impregnando ainda
decisivamente nossa moral
sexual, e as limitações
formais de nossa vida
erótica continuam sendo
basicamente as mesmas
que nos séculos XV ou V, na
época de Lutero ou de
Santo Agostinho. E isso nos
afeta a todos no mundo
ocidental, inclusive aos não
cristãos ou aos anticristãos.
Pois o que alguns pastores
nômadas
de
cabras
pensaram há dois mil e
quinhentos anos, continua
determinando os códigos
oficiais desde a Europa até
a América; subsiste uma
conexão tangível entre as
ideas sobre a sexualidade
dos
profetas
veterotestamentarios ou de
Paulo e os processos penais
por conduta desonesta em
Roma, Paris ou Nova York.”
Karlheinz Deschner.

"En temas candentes como
los del control demográfico,
el uso de anticonceptivos,
la ordenación sacerdotal de
las mujeres y el celibato de
los sacerdotes, la iglesia
sigue anclada en el pasado
y bloqueada en su rigidez
dogmática. ¿Por qué esa
obstinación que atenta
contra la dignidad y la
libertad de millones de
personas? El Anticatecismo
ayuda eficazmente a hallar
respuesta a esa pregunta.
Confluyen en esta obra dos
personalidades de vocación
ilustradora y del máximo
relieve en lo que, desde
Voltaire, casi constituye un
Género literario propio: la
crítica de la iglesia y de
todo
dogmatismo
obsesivamente
<salvífico>.

76

1 – (365 pg) Los
orígenes, desde el
paleocristianismo hasta
el final de la era
constantiniana

2 - (294 pg) La época
patrística y la
consolidación del
primado de Roma

3 - (297 pg) De la
querella de Oriente hasta
el final del periodo
justiniano

4 - (263 pg) La Iglesia
antigua: Falsificaciones y
engaños

5 - (250 pg) La Iglesia
antigua: Lucha contra
los paganos y
ocupaciones del poder

6 - (263 pg) Alta Edad
Media: El siglo de los
merovingios

77

7 - (201 pg) Alta Edad
Media: El auge de la
dinastía carolingia

8 - (282 pg) Siglo IX:
Desde Luis el Piadoso
hasta las primeras
luchas contra los
sarracenos

9 - (282 pg) Siglo X:
Desde las invasiones
normandas hasta la
muerte de Otón III

Sua obra mais ambiciosa, a “Historia
Criminal do Cristianismo”, projetada em
princípio a dez volumes, dos quais se
publicaram nove até o presente e não se
descarta que se amplie o projeto. Tratase da mais rigorosa e implacável
exposição jamais escrita contra as formas
empregadas pelos cristãos, ao largo dos
séculos, para a conquista e conservação
do poder.
Em 1971 Deschner foi convocado por
uma corte em Nuremberg acusado de
difamar a Igreja. Ganhou o processo com uma sólida argumentação, mas
aquela instituição reagiu rodeando suas obras com um muro de silêncio
que não se rompeu definitivamente até os anos oitenta, quando as obras
de Deschner começaram a ser publicadas fora da Alemanha (Polônia,
Suíça, Itália e Espanha, principalmente).

78

414 páginas
LA BIBLIA DESENTERRADA
Israel Finkelstein es un arqueólogo y
académico
israelita,
director
del
instituto
de
arqueología
de
la
Universidad de Tel Aviv y coresponsable de las excavaciones en
Mejido (25 estratos arqueológicos, 7000
años de historia) al norte de Israel. Se
le
debe
igualmente
importantes
contribuciones a los recientes datos
arqueológicos
sobre
los
primeros
israelitas en tierra de Palestina
(excavaciones de 1990) utilizando un
método que utiliza la estadística (
exploración de toda la superficie a gran
escala de la cual se extraen todas las
signos de vida, luego se data y se
cartografía por fecha) que permitió el
descubrimiento de la sedentarización de
los primeros israelitas sobre las altas
tierras
de
Cisjordania.
Es un libro que es necesario conocer.

639 páginas
EL PAPA DE HITLER: LA VERDADERA
HISTORIA DE PIO XII
¿Fue Pío XII indiferente al sufrimiento
del pueblo judío? ¿Tuvo alguna
responsabilidad en el ascenso del
nazismo? ¿Cómo explicar que firmara
un
Concordato
con
Hitler?
Preguntas como éstas comenzaron a
formularse al finalizar la Segunda
Guerra Mundial, tiñendo con la
sospecha al Sumo Pontífice. A fin de
responder a estos interrogantes, y con
el deseo de limpiar la imagen de
Eugenio Pacelli, el historiador católico
John Cornwell decidió investigar a
fondo su figura.
El profesor Cornwell plantea unas
acusaciones acerca del papel de la
Iglesia en los acontecimientos más
terribles del siglo, incluso de la historia
humana, extremadamente difíciles de
refutar.

79

513 páginas

326 páginas

480 páginas

En esta obra se describe
a algunos de los hombres
que ocuparon el cargo de
papa. Entre los papas
hubo un gran número de
hombres
casados,
algunos de los cuales
renunciaron
a
sus
esposas e hijos a cambio
del cargo papal. Muchos
eran hijos de sacerdotes,
obispos y papas. Algunos
eran bastardos, uno era
viudo, otro un ex esclavo,
varios eran asesinos,
otros incrédulos, algunos
eran ermitaños, algunos
herejes,
sadistas
y
sodomitas; muchos se
convirtieron en papas
comprando el papado
(simonía), y continuaron
durante
sus
días
vendiendo
objetos
sagrados para forrarse
con el dinero, al menos
uno era adorador de
Satanás, algunos fueron
padres
de
hijos
ilegítimos, algunos eran
fornicarios y adúlteros en
gran escala...

Santos
e
pecadores:
história dos papas é um
livro que em nenhum
momento
soa
pretensioso. O subtítulo é
explicado pelo autor no
prefácio, que afirma não
ter tido a intenção de
soar absoluto. Não é a
história dos papas, mas
sim,
uma
de
suas
histórias. Vale dizer que o
livro originou-se de uma
série para a televisão,
mas
em
nenhum
momento soa incompleto
ou
deixa
lacunas.

Jesús de Nazaret, su
posible descendencia y el
papel de sus discípulos
están
de
plena
actualidad. Llega así la
publicación de El puzzle
de Jesús, que aporta un
punto de vista diferente y
polémico sobre su figura.
Earl Doherty, el autor, es
un estudioso que se ha
dedicado
durante
décadas a investigar los
testimonios acerca de la
vida
de
Jesús,
profundizando hasta las
últimas consecuencias...
que a mucha gente le
gustaría no tener que
leer. Kevin Quinter es un
escritor
de
ficción
histórica al que proponen
escribir
un
bestseller
sobre la vida de Jesús de
Nazaret.

80

576 páginas

380 páginas

38 páginas

First published in 1976,
Paul
Johnson's
exceptional
study
of
Christianity has been
loved and widely hailed
for its intensive research,
writing, and magnitude.
In a highly readable
companion to books on
faith and history, the
scholar
and
author
Johnson has illuminated
the Christian world and
its fascinating history in a
way that no other has.

La Biblia con fuentes
reveladas (2003) es un
libro del erudito bíblico
Richard Elliott Friedman
que se ocupa del proceso
por el cual los cinco libros
de la Torá (Pentateuco)
llegaron a ser escritos.
Friedman sigue las cuatro
fuentes del modelo de la
hipótesis
documentaria
pero
se
diferencia
significativamente
del
modelo S de Julius
Wellhausen
en varios
aspectos.

An Atheist Classic! This
masterpiece, by the
brilliant atheist Marshall
Gauvin is full of direct
'counter-dictions',
historical evidence and
testimony that, not only
casts doubt, but shatters
the myth that there was,
indeed, a 'Jesus Christ',
as Christians assert.

81

391 páginas
PEDERASTIA EM LA IGLESIA CATÓLICA
En este libro, los abusos sexuales a
menores, cometidos por el clero o por
cualquier otro, son tratados como
"delitos", no como "pecados", ya que en
todos los ordenamientos jurídicos
democráticos del mundo se tipifican
como un delito penal las conductas
sexuales con menores a las que nos
vamos a referir. Y comete también un
delito todo aquel que, de forma
consciente y activa, encubre u ordena
encubrir
esos
comportamientos
deplorables.
Usar como objeto sexual a un menor, ya
sea mediante la violencia, el engaño, la
astucia o la seducción, supone, ante
todo y por encima de cualquier otra
opinión, un delito. Y si bien es cierto
que, además, el hecho puede verse
como un "pecado" -según el término
católico-, jamás puede ser lícito, ni
honesto, ni admisible abordarlo sólo
como un "pecado" al tiempo que se
ignora conscientemente su naturaleza
básica de delito, tal como hace la Iglesia
católica, tanto desde el ordenamiento
jurídico interno que le es propio, como
desde la praxis cotidiana de sus
prelados.

Robert Ambelain, aunque defensor de
la historicidad de un Jesús de carne y
hueso, amplia en estas líneas la
descripción que hace en anteriores
entregas de esta trilogía ( Jesús o El
Secreto Mortal de los Templarios y Los
Secretos del Gólgota) de un Jesús para
nada acorde con la descripción oficial
de la iglesia sino a uno rebelde: un
zelote con aspiraciones a monarca que
fue mitificado e inventado, tal y como
se conoce actualmente, por Paulo,
quién, según Ambelain, desconocía las
leyes judaicas y dicha religión, y quien
además usó todos los arquetipos de las
religiones que sí conocía y en las que
alguna vez creyó (las griegas, romanas
y
persas)
arropándose
en
los
conocimientos sobre judaísmo de
personas como Filón para crear a ese
personaje. Este extrajo de cada religión
aquello que atraería a las masas para
así poder centralizar su nueva religión
en sí mismo como cabeza visible de una
jerarquía eclesiástica totalmente nueva
que no hacía frente directo al imperio
pero si a quienes oprimían al pueblo
valiéndose de la posición que les había
concedido dicho imperio (el consejo
judío).

82

Referências
http://whywontgodhealamputees.com
http://godisimaginary.com/
Bíblia Sagrada

83

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful