Contestações bíblicas às críticas do site católico MONTFORT contra o Livro O Rasto de Sangue

Deparei-me com um famoso site católico, onde conseguem distorcer as Escrituras, de tal forma, que esses "eruditos" conseguem convencer os pobres incautos. Vi uma resposta que deram a uma pessoa, de nome Luiz, que questionou sobre o livro "O Rasto de Sangue". As distorções e baboseiras que eles disseram, eu destaquei em vermelho. Fiz alguns comentários, em azul, entre colchetes. MARANATA (Vem Nosso Senhor Jesus Cristo), antes que eles nos matem também. Humberto

PERGUNTA Nome: Luiz Enviada em: 29/11/2001 Local: Campinas - SP, Religião: Católica Idade: 20 anos Olá à todos da Associação Cultural Montfort!! Esses dias estive visitando alguns sites religiosos e encontrei esse texto - está aqui abaixo - em um site Batista que comentava o livro "Rasto de Sangue". É claro que acho isso muito misterioso, mas gostaria que vocês pudessem me ajudar a respeito desse livro, pois estão difamando a Igreja Católica com mentiras diabólicas. A Paz de Cristo estejam convosco!! Luiz

RESPOSTA Prezado Luiz Gustavo salve Maria, Mãe de Deus. [Comentário: Aqui começa a loucura!!! A criatura se tornou a "mãe" do Criador... Quanta blasfêmia!] Temos visto muitos delírios ultimamente em termos de protestantismo, e talvez por esse motivo não nos espantamos com o comentário que você enviou acerca dos batistas. Descendentes da seita mais radical da

época da reforma - os anabatistas - eles em geral tem um comportamento mais ameno atualmente (são pacifistas), sem os excessos dos testemunhas de jeová e adventistas, mas por vezes surgem uns radicais no meio do grupo. [Comentário: Desde quanto os batistas são protestantes??? Tanto consideraram os anabatistas perigosos que a ICAR assassinou milhares deles] Uma pergunta extremamente embaraçosa para os protestantes é a questão da continuidade histórica da Igreja, prometida pelo próprio Cristo: "estarei convosco todos os dias até a consumação dos séculos". (Mateus, XXVIII,20) Como explicar então que só depois de 1500 anos um monge perturbado conseguiu entender o verdadeiro sentido das Escrituras e salvar a Igreja supostamente corrompida com a liberdade de Constantino? É inexplicável, ou pelo menos o foi para as primeiras seitas, que tinham ainda mantido um pouco de contato com a realidade, e que não podiam simplesmente fabricar do nada uma história de 1500 anos. [Comentário: O problema é que eles pensam em igreja como edifício, instituição religiosa, etc, como se vê nos sites católicos. Lembremo-nos que: "... o Altíssimo não habita em templos feitos por mãos de homens, como diz o profeta..." (At 7:48). "O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens". (At 17:24). "Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?" (1Co 3:16). "Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo". (1Co 3:17). Jesus Cristo habita naqueles que Nele crêem: "Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada". (Jo 14:23) "Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo". (Ap 3:20). (grifos meus)] Com o passar do tempo, as seitas pentecostais e depois as seitas racionalistas e anti-trinitárias, que não tinham mais o mínimo compromisso com a realidade e o bom senso passaram a reescrever a história, evidentemente a seu favor, "encontrando" em toda a humanidade passada membros destas seitas, mantendo a ligação entre Cristo e os novos "pastores", chegando mesmo a remontar sua instituição ao primeiro homem - Adão! [Comentário: Aqui, comparam os batistas com os pentecostais, como se fossem a mesma coisa e como se tivessem a mesma doutrina] Evidentemente, estes membros, que eram a "igreja" que atravessou os séculos, foram sempre perseguidos e martirizados, tendo que passar todo esse tempo incógnitas - 1500 anos, alguns até 1900 anos - e por isso não puderam ser registrados pela história oficial. [Comentário: Bom, a ICAR bem que tentou dizimar todos os verdadeiros cristãos, mas não conseguiu. É só lermos a história da Inquisição, a qual eles chamam de "Santa Inquisição" e veremos o ódio de Roma contra os servos de Jesus Cristo. Para conhecerem os horrores dessa "guerra santa", leiam o estudo "Inquisição nunca mais", disponível em: http://www.jesussite.com.br/acervo.asp?id=146] Veja o caso da citação do cardeal Hosius, feita pelo protestante: "O cardeal Hosius, católico, 1524, presidente do Concílio de Trento, escreveu: "Não fosse o fato de terem os batistas sido penosamente atormentados e apunhalados durante os mil e duzentos anos, eles seriam mais numerosos mesmo do que todos os que vieram da Reforma!" (Hosius, Letters, Apud Opera, paginas 112,113)." Ora, o cardeal Hosius não foi quem presidiu Trento, mas foi assistente do cardeal del Monte. [Comentário: É sinal que ele sabe o que diz, pois conheceu de perto os fatos...] A data também parece imprecisa, pois o Concílio foi de 1545 a 1563. E a citação é ainda mais suspeita, pois os batistas nem haviam surgido ainda, e um cardeal diz que eles

foram perseguidos por 1200 anos? Se nem o dr.(?) Carroll conseguiu identificar alguns destes "perseguidos", que devem ter sido numerosos, dado o dilatado tempo da perseguição, como atribuir a um cardeal tal frase? O livro, que você cita, repete a mesma história. Nesse caso, os batistas seriam este povo oculto, que foi perseguido desde Tertuliano até a reforma pelos católicos, e depois da reforma pelos calvinistas e zwinglianos, mas que nunca esmoreceu, permanecendo com as chamadas notas da igreja do novo testamento, segundo o desconhecido dr.(?) Carroll. É evidentemente mais uma reedição caricaturada da história. [Comentário: os batistas vêm dos anabatistas, que perderam o prefixo "ana"] *** Mas como o dr.(?) Carroll enumera notas bíblicas sobre como deve ser a Igreja de Cristo, comparemos cada uma à Igreja Católica e à seita batista, e vejamos qual delas pode ser considerada verdadeira: Colocaremos primeiro as notas "carrollianas" e, em seguida, um breve comentário sobre sua pertinência e aplicação. [Comentário: Quem prega o "falso evangelho" e é um "falso Cristianismo" é Roma; portanto, ela é que é uma seita] Nota 1 - Seu cabeça e fundador: - Cristo. Ele é o legislador; a Igreja só executa essas leis. (Mat. 16:18, Col. 1:18). Cristo de fato nos deixou a lei, porém a Igreja pode legislar para disciplinar a religião, como fizeram os Apóstolos no Concílio de Jerusalém. Guardada esta ressalva, a nota é verdadeira, pois a Igreja cumpre tudo o que Cristo ordenou. [Comentário: Se é para "disciplinar a religião", por que a ICAR cria novas doutrinas, rituais, sacramentos, etc, em vez de simplesmente regras de disciplina, se fosse o caso?] Vejamos como se aplica na Igreja e na seita batista: Igreja Católica: sim; Cristo fundou sua Igreja sobre Pedro, sendo porém a cabeça do corpo místico. A Igreja guarda e ensina por dois mil anos o que Cristo ensinou, sem alterações; [Comentário: Pedro o cabeça? Ora, Cristo é a cabeça do Corpo, conforme lemos em: (Ef 1:22; Ef 4:15; Ef 5:23; Cl 1:18) "E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência". (Cl 1:18) Cristo é a Rocha, a pedra sobre a qual foi fundada a igreja e não Pedro. "Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina". (At 4:11)] seita batista: não; foi inventada no século XVI, e depois reformada inúmeras vezes. Parece que há hoje mais de 20 seitas com essa denominação; mudou a bíblia, retirando vários livros inspirados. [Comentário: Querem negar que os batistas sempre existiram, apesar de não terem conseguido exterminálos com a satânica Inquisição. Quem mudou a Bíblia, acrescentando livros apócrifos foi Roma, para tentar justificar alguns de seus sacramentos e doutrinas]. Nota 2 - Sua única regra de fé e prática: - a Bíblia - (II Tim. 3:15-17). Não é verdade, pois a Bíblia não contém tudo o que Cristo ensinou: "Permanecei, pois, constantes, irmãos, e conservai as tradições que aprendestes, ou por nossas palavras, ou por nossa carta" (II Tess.II, 14). Portanto, Bíblia e Tradição definem a fé. É a Bíblia que afirma isso... [Comentário: No contexto desta passagem bíblica, o Cânon das Escrituras ainda não havia sido fechado. Portanto, os apóstolos e Paulo ainda ensinavam, inspirados pelo Espírito Santo e suas tradições ainda deviam ser seguidas]. Igreja Católica: está baseada na Bíblia e na Tradição, porque uma não pode existir sem a outra; a Tradição é que forjou o canon da Bíblia, a Tradição é que formou a Bíblia através dos ensinamentos de Cristo

TRANSMITIDOS ORALMENTE aos Apóstolos, que então escreveram (alguns, e mesmo assim, não escreveram tudo.). Portanto a Igreja se baseia integralmente nos ensinamentos da Bíblia, e também na Tradição, que a complementa. [Comentário: Quanto às tradições, a Bíblia diz: "Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo". (Cl 2:8). Veja ainda: Mt 15:6 e Mc 7:9. A Bíblia foi encerrada com o Livro do Apocalipse. Ela é completa e suficiente (Jd 3; 2 Tm 3:16-17; 2 Pe 1:3). Quaisquer acréscimos ou subtrações são heréticos (Dt 4:2; Pv 30:6; Ap 22:18-19)]. seita batista: ao negar a Tradição, não pode aceitar integralmente os ensinamentos da Bíblia, como por exemplo, as boas obras, as imagens com finalidade de veneração e adorno, o Primado de Pedro, o culto aos santos e Maria, o purgatório, e muitos outros, que estão na Bíblia. Rejeita também gratuitamente livros inspirados, e vai dar conta a Deus desta retirada, no dia do juízo. [Comentário: Uau! O que seria de Roma sem as invencionices papais, hem? Já que a Bíblia não dá subsídios para as heréticas doutrinas da ICAR, só mesmo inventando que os "papas" são infalíveis (sic) e tudo o que eles dizem "ex catedra" é "inspirado" por Deus (sic). É só dar uma olhadinha na Bíblia e verão as heresias de Roma. Sugiro a leitura do livro: "Por Amor aos Católicos Romanos" e verão todas essas heresias acima à luz da Palavra: http://www.chick.com/reading/books/0221/0221cont.asp]. Nota 3 - Seu nome: - "Igreja" ou "Igrejas". (Mat. 16:18; Apoc. 22:16). Cristo não deu um nome à Sua Igreja, mas disse simplesmente que era Sua. Pelo critério do Dr. Carroll, nenhuma igreja seria verdadeira, pois até hoje não surgiu nenhum louco suficiente para inventar uma religião chamada simplesmente "Igreja". Além do mais, o termo "Igrejas" não quer dizer diversidade de doutrina, mas era sempre usado para designar os núcleos fundados pelos Apóstolos nas diversas cidades visitadas por eles em missão evangélica. A Igreja é única, e é a esposa de Cristo. Igreja Católica: Católica é universal, e Cristo mandou batizar e ensinar a toda gente. Assim, a Católica é Igreja por excelência, por não fazer acepção de pessoas, e tratar cada homem com caridade e não como filho de Deus, porque só os batizados se fazem filhos de Deus; a Católica também é o corpo místico de Cristo, que é a cabeça donde se originam todas as graças; [Comentário: o ladrão na cruz, ao lado de Cristo, não foi batizado e foi salvo. Batismo não salva. A salvação é pela fé, conforme Efésios 2:8-9 (versículos que a igreja católica não gosta, pois lança por terra sua heresia da salvação por obras ou pelo batismo). "... seja Deus verdadeiro e todo homem mentiroso" (Rm 3:4)]. seita batista: não; considera que só os predestinados irão para o paraíso, e portanto excluem os demais. Não tem a vida de Cristo, e portanto estão mortos para a graça. [Comentário: para a ICAR só quem é seguidor da mesma é que será salvo. Ledo engano!]. Nota 4 - Seu governo: - Democrático - todos os membros iguais (Mat. 2:24-28 (??), Mat. 23:5-12). O primeiro trecho citado não existe na Bíblia! O capítulo 2 de S. Mateus vai até o versículo 23... O segundo trecho diz respeito aos fariseus que se colocavam acima dos outros, dizendo uma coisa mas praticando outra. De forma alguma diz que não devem haver superiores na Igreja, pois Cristo manda obedecerem o que os fariseus mandavam, mas rejeitar o que praticavam de errado. (Mateus, XXIII, 3). Portanto, alguns devem mandar, e outros obedecer. Quanto ao ser servo, "o maior dentre vós será vosso servo" (Mateus, XXIII, 11), é explicado pelo próprio mestre, que diz que é mestre e que serve, lavando os pés dos Apóstolos. (S. João, XIII, 13-14). Cristo é igual aos demais, dizendo-se mestre? Para o dr.(?) Carroll, sim... [Comentário: como distorcem as coisas, para tentar forçar que estejam com a razão... Quanta falta de argumentos!] Igreja Católica: graças a Deus não temos esta falsa nota: a Igreja é monárquica, pois Cristo constituiu um fundamento - Pedro - um colégio abaixo dele - os demais Apóstolos - e ensinou ao povo - fiéis; e até hoje a Igreja Católica está assim dividida: o Papa, os Bispos e padres, que constituem a parte docente, e os leigos, que são a parte discente. Todos fazem parte do Corpo Místico do qual Cristo é a cabeça, como diz S. Paulo.

(Ep. aos Efésios, I, 22-23). A Igreja, como o céu, é monárquica, e não democrática. [Comentário: Pedro NUNCA esteve em Roma; foi casado; não era perfeito, pois foi repreendido por Paulo (Gl 2:11); não foi chefe ou superior aos apóstolos ou discípulos; não tem as "chaves do céu", como a ICAR inventou, etc. Isto tudo é para justificarem a submissão ao "papa".] seita batista: é democrática, e por isso mesmo, não é a Igreja de Cristo. É a casa do insensato construída sobre areia. (S. Mateus, VII, 26-27). [Comentário: o contexto desta passagem bíblica mostra que quem não cumpre as palavras do Senhor é que é insensato. Qual "igreja" não cumpre a Bíblia, colocando-a em posição inferior às tradições humanas, hem?] Nota 5 - Seus membros: - Somente pessoas salvas - (Efés. 2:21, 1 Ped. 2:5). Se apenas os santos fizessem parte da Igreja - como não se vê quem é santo - a Igreja seria invisível e não poderia ser conhecida. Eis uma nota completamente falsa. Não há salvos, senão no céu. Assim como não há os FATALMENTE "perdidos", que é a doutrina absurda de Calvino, do qual os batistas pegaram a maior parte de seus princípios. Esta é uma nota anticristã. [Comentário: a salvação é pela fé em Jesus Cristo. Os iludidos católicos é que esperam passar uma temporada de verão no fictício "purgatório", para, só então, "irem para o céu". Quanta mentira! A Bíblia garante a vida eterna aos que nascem de novo (João 3:3). Em Lucas 23:43, vemos que Jesus garantiu que o ladrão que estava ao seu lado na cruz, estava SALVO!]. Igreja Católica: são membros aqueles que foram batizados e professam a doutrina católica em comunhão com o Papa; ninguém está salvo enquanto não morrer na graça de Deus; [Comentário: Puxa, então o sacrifício de Cristo foi em vão? (João 3:16)] seita batista: não é verdadeira Igreja pois dizer que estamos salvos sem obras é abrir as portas ao pecado, como proclamava Lutero. O mesmo ao dizer que estamos perdidos, independente de fazer a vontade de Deus, como dizia Calvino, que leva ao pecado e ao desespero. [Comentário: Não é a igreja batista que diz isso não. É a Palavra de Deus que diz que somos salvos pela fé e não por obras. Efésios 2:8-9. E a liberdade de sermos salvos não é motivo para pecarmos. (Gl 2:4; Gl 5:13; 1Pe 2:16). O pecado nos faz perder galardões e não a salvação. (1Co 3:13-15)] Nota 6 - Suas ordenanças: - Batismo dos crentes e depois disto a Ceia do Senhor. (Mat. 28:19-20). Ordenanças? O que quer ele dizer com isso. E na citação acima apenas há referência ao batismo. E a fé? E ele se esqueceu também das demais passagens, que falam da penitência, da eucaristia, do matrimônio, da ordem, do crisma e da extrema-unção. São sete os sacramentos da Igreja, e estes, só a Católica têm. [Comentário: Fé não é ordenança, é dom! Os "sacramentos" heréticos de Roma são invencionices papais. Nenhuma dessas 7 invencionices existe na Bíblia. Realmente, aqui ele falou a verdade, pois só a religião Católica os tem...] Igreja Católica: sim; única e verdadeira Igreja a cumprir o que Cristo ordenou. [Comentário: É uma falsa religião, um falso Cristianismo e NÃO CUMPRE NADA que Ele mandou! “À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles” (Is 8:20)] seita batista: não, pois são sete e não dois os sacramentos (ordenanças (sic!)). [Comentário: Mostra-nos nas Escrituras que tais invencionices existem] Nota 7 - Seus oficiais: - Pastores e diáconos. - (I Tim. 3:1-16). Oficiais? Cristo constituiu verdadeiros pastores e um pastor acima deles para apascentar "ovelhas e cordeiros", e para "confirmar os irmãos, uma vez confirmado pelo próprio Cristo". Só a Igreja Católica tem a estrutura criada por Cristo para a salvação das almas. [Comentário: O engraçado é que Pedro foi casado, negou Cristo 3 vezes (ou seja, não foi tão perfeito assim) e, ainda por cima, foi repreendido na cara pelo apóstolo Paulo, conforme se vê em: Gl 2:11. Somos TODOS IGUAIS na fé, pois tomos pecamos (Mt 23:11; Rm 3:23; Gl 3:28)]

Igreja Católica: sim; Papa (Pedro), Bispos (Apóstolos) e padres (discipulos); [Comentário: os títulos "padre", "papa", etc., significam "PAI", mas a Bíblia diz que: "E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus" (Mt 23:9). Portanto, tais títulos são blasfemos. Pedro nunca foi "papa", pois isto não existe. E, ainda, ele foi casado (Mc 1:30); foi repreendido por Paulo, pois era um pobre pecador, salvo, como Paulo (Gl 2:11); nunca esteve em Roma; não era o maior entre os apóstolos (Mt 18:1), etc.] seita batista: não. pseudo-pastores que não têm autoridade pois não a receberam de Cristo. [Comentário: quanta sandice! De onde inventam essas coisas?] Nota 8 - Seu trabalho: - Pregar a salvação às pessoas, batizando-as (com um batismo que concorde com todas as exigências da Palavra de Deus), "ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado" . (Mat. 28:16-20). Eis uma nota verdadeira, pois é o que a Igreja tem feito sempre, ao ensinar e batizar conforme o depósito da fé confiado por Cristo aos Apóstolos; Igreja Católica: sim; por 2000 anos. [Comentário: este falso Cristianismo, o de Roma, surgiu com o Imperador Constantino, que uniu a igreja ao Estado. Aí Roma começou a perseguição aos verdadeiros cristãos e o faz até hoje] seita batista: não. Ensina que já estamos salvos e que portanto o pecado é livre, pois o sacrifício de Cristo já teria pago tudo. [Comentário: A liberdade de sermos salvos não é motivo para pecarmos (Gl 2:4; Gl 5:13; 1Pe 2:16). O pecado nos faz perder galardões e não a salvação. (1Co 3:13-15)] Nota 9 - Seu plano financeiro: - Assim (dízimos e ofertas) ordenou também o Senhor aos que anunciam o Evangelho, que vivam do Evangelho" (I Cor. 9:14). Eis um ponto importante para os puritanos, mas não para a Igreja, que vive do Cristo. A Igreja segue S. Paulo, que pouco adiante, no mesmo capítulo da epístola, diz:" Pois para mim anunciar o Evangelho não é motivo de orgulho, é uma necessidade que se me impõe: ai de mim se não anunciar o Evangelho! Se o fizesse por minha própria iniciativa, eu teria direito a um salário; se, porém, sou obrigado a isso, é um encargo que me é confiado. Qual é então o meu salário? É oferecer gratuitamente o Evangelho que anuncio, sem usar dos direitos que este Evangelho me confere." (I Cor. IX, 16-18) Igreja Católica: não se preocupa com as riquezas terrenas; [Comentário: Esta, com certeza, é uma das piores mentiras da ICAR. Se é que existe mentira pior que outra. Esta religião é tão rica, que é um Estado, o do Vaticano. É acionista nas maiores empresas mundiais. É só fazer uma pesquisa na Internet para constatar isto. Todas as cerimônicas católicas são pagas, muito bem pagas. Nada é de graça para esses famintos por riqueza. E os saques que fizeram durante a Inquisição, roubando as riquezas das vítimas? Isto é fato histórico!]. seita batista: como para Calvino o sinal de predestinação positiva é ter sucesso e riqueza materiais, daí a preocupação protestante com as finanças. [Comentário: Será que ele acha que Calvino foi batista? Existe sim, a falsa "Teologia da Properidade", a qual repugnamos, mas não é uma doutrina Batista e, sim, pentecostal!] O dinheiro, por si só, não leva ao céu, mas podem até atrapalhar a salvação, pois Cristo disse que seria mais fácil um camelo passar pelo buraco da agulha que o rico ir para o céu. Nota 10 - Suas armas de combate: - Espirituais e não carnais. (1I Cor. 10-4, Efés. 6:10-20) . Se preciso, o poder temporal deve intervir para defesa da verdade, pois "quem não tem uma espada que venda seu manto e compre uma" (S. Lucas, XXII, 36).

[Comentário: Que loucura! É assim então que eles justificam a Inquisição, as Cruzadas, o apoio de Pio XII a Hitler, etc? Um texto que se refere ao direito de legítima defesa, eles conseguem transformá-lo em justificativa para o "legítimo ataque"! Agora entendi... realmente "texto fora de contexto é pretexto para heresias". É com base nesta distorção das Escrituras que a ICAR sempre perseguiu e matou seus opositores, milhares de verdadeiros cristãos, e continuarão a fazê-lo, conforme lemos no Livro do Apocalipse.] São Paulo diz que é preciso fechar a boca de certos hereges, e manda obedecer o príncipe: "porque o príncipe é ministro de Deus para teu bem. Mas se fizeres o mal, teme, porque não é à toa que ele traz a espada." (Romanos, XIII, 4-5). [Comentário: Outra loucura! A Bíblia fala em potestades, não em príncipes. E essas potestades são os governantes seculares e não os líderes de qualquer que seja a igreja, oras! De onde tiraram isso???] A sociedade enquanto tal também é criatura de Deus, e precisa prestar culto a seu Criador. Portanto o Estado também deve servir a Deus. [Comentário: Ah, é por isso que eles gostam tanto do casamento da igreja com o Estado, como desde o início desta seita católica, com o imperador Constantino. Ninguém se converte à força, oras. Entendi agora! Por isso, também, que essa seita é um país, um Estado independente (o Vaticano). Entendi de novo. Por isso, ainda, que eles querem governar o mundo, através de tanta riqueza e PODER secular...] Os anabatistas, diga-se de passagem, usavam armas bem materiais para promover um igualitarismo mais radical possível. [Comentário: Mesmo tentando se defender das perseguições de Roma, não conseguiram êxito contra os terríveis exércitos do papa...] Igreja Católica: A Igreja Católica ensina seus filhos que a vida é um combate e que é preciso praticar obras boas para merecer o céu; ensina o uso das armas espirituais - a oração, a penitência, mas também ensina que, caso seja necessário para a legítima defesa de si e da fé, deve-se tomar em armas, e morrer por Cristo, se preciso. [Comentário: Realmente "seus filhos" são levados a várias práticas pagãs, em vez de adotarem a simplicidade do evangelho. A eles, a ICAR promete um fictício "purgatório", com sofrimento idêntico aos do inferno, para, depois de uma temporada lá e após muitas missas "pagas" pelos parentes, eles terão a suposta chance de escapar das chamas... Brincadeira! Esta religião contraria totalmente as Escrituras (Ef 2:8-9)] seita batista: não; os protestantes já se acham salvos, e portanto não é preciso combater... Além do mais são pacifistas, quando renasceram das cinzas anabatistas, que eram o que havia de mais radical e belicoso na época da reforma. [Comentário: a Bíblia garante a salvação (Jo 3:16; 6:37, etc). Os anabatistas foram massacrados pela ICAR. Se eles fossem tão belicosos assim, teriam sobrevivido ao massacre. Mas, a ICAR, a Babilônia, a Meretriz de Ap 17, responderá por todo o sangue derramado (Ap 17:6; 18:24)] Nota 11 - Sua independência - Separação entre a Igreja e o Estado. (Mat. 22:21). O dr.(?) Carroll repete o surrado argumento baseado na passagem do tributo a César, como a "prova" de que a Igreja deve estar separada do Estado. Não é preciso muito esforço para desqualificar este argumento tão absurdo, ainda mais vindo de um doutor... Aliás, doutor em que? [Comentário: a ICAR sempre foi unida ao Estado, desde sua fundação pelo Imperador Constantino. Jesus Cristo, ao contrário, sempre condenou esta abominável união (Mt 22:21; 2Tm 2:4)] A sociedade civil deve ter suas leis subordinadas à lei de Deus, e assim é evidente que o Estado deve estar unido e submisso à Igreja, assim como explica o Papa Bonifácio VIII, na Bula Unam Sanctam: "As palavras do Evangelho nos ensinam: esta potência comporta duas espadas, todas as duas estão em poder da Igreja: a espada espiritual e a espada temporal. Mas esta última deve ser usada para a Igreja enquanto que a

primeira deve ser usada pela Igreja. O espiritual deve ser manuseado pela mão do padre; o temporal, pela mão dos reis e cavaleiros, com o consenso e segundo a vontade do padre. Uma espada deve estar subordinada à outra espada; a autoridade temporal deve ser submissa à autoridade espiritual". [Comentário: Lucas 22:36 é um texto que se refere ao direito de 'legítima defesa', mas a ICAR consegue transformá-lo em justificativa para o "legítimo ataque"! Quanto homicídio eles praticaram, pela 'espada', em nome de "deus". Com "d" minúsculo, evidentemente! Quantos verdadeiros cristãos eles ainda vão assassinar? Misericórdia. Só batistas, a "Santa" Inquisição matou mais de 50.000.000. No holocausto, com a ajuda da ICAR, na pessoa de Pio XII, morreram mais de 6 milhões de judeus, dentre outros...]. Igreja Católica: não; o Estado deve defender os interesses da Igreja, pois todo o poder vem de Deus, e não do povo. [Comentário: Enquanto isto, Jesus Cristo mostra que igreja e Estado devem ser separados um do outro: "... Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus" (Mt 22:21). Vide, ainda, Mateus 6:24, onde mostra que não devemos servir a dois senhores] seita batista: evidentemente é democrática, e mais, em sua origem era completamente comunista. [Comentário: de onde tiram essas "pérolas"?] *** Vemos então como as seitas procuram distorcer os ensinamentos divinos, e mesmo a história, a seu favor. Porém, a Igreja de Cristo sempre triunfa sobre eles, sob quaisquer aspectos que analisemos. [Principalmente, essa "igreja" que mata quem ousar passar em sua frente...] Até pelos critérios do misterioso dr.(?) Carroll, que buscou inocentemente identificar "a Igreja verdadeira", sem privilegiar ninguém... Devemos pois crer mais firme e agradecidamente nas palavras de Cristo, quando disse que estaria com a Igreja até a consumação dos séculos, e que as portas do inferno não prevaleceriam contra ela. [Com certeza, Ele não está com a seita católica romana!] In corde Iesu et Mariae, [Comentário: eles estão sempre honrando a criatura, em vez do Criador, que é bendito eternamente!] Marcos Liborio. http://www.montfort.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=apologetica&artigo=20041008154748&lang= bra Para os católicos que vierem a ler estes comentários, sugiro que leiam a Bíblia (a infalível Palavra de Deus) e, se desejarem conhecer mais sobre a religião "católica", aqui vão algumas sugestões: http://andreiuji.sites.uol.com.br/estudo/pergunta-20.html (Por que Maria chora?) http://www.chick.com/reading/books/0221/0221cont.asp (Por amor aos católicos romanos) http://www.espada.eti.br/catolica.htm (Vários artigos sobre o Catolicismo) http://www.solascriptura-tt.org/Seitas/Romanismo/index.htm (Vários artigos sobre o Catolicismo) http://www.monergismo.com/?secao=catolicismo (Vários artigos sobre o Catolicismo) http://www.cacp.org.br/catolicismo/ (Vários artigos sobre o Catolicismo) http://www.jesussite.com.br/acervo.asp?id=146 (Inquisição nunca mais) http://www.espada.eti.br/n1676.asp (A verdadeira face da Inquisição – parte 1) http://www.espada.eti.br/n1676b.asp (A verdadeira face da Inquisição – parte 2) http://www.scribd.com/doc/2924986/100-Repostas-Biblicas-para-o-Catolicismo?from_related_doc=1 (Respostas bíblicas para o Catolicismo Romano) http://www.scribd.com/doc/2925004/A-Biblia-Catolica-e-a-fe-do-devoto?from_related_doc=1 (A católica e a fé do devoto)

Bíblia

http://br.groups.yahoo.com/group/solascripturatt/message/2813 (Análise bíblica da oração católica Ave Maria) http://br.groups.yahoo.com/group/solascripturatt/message/2841 (Análise bíblica da oração católica Salve Rainha) http://www.monergismo.com/textos/catolicismo/maria_mae.htm (Mãe de Deus???) http://www.jesussite.com.br/acervo.asp?id=1051 (Maria nossa irmã) http://www.espada.eti.br/ce1008.asp (Adoração a Maria e às Deusas pagãs) http://planetacaos.blogspot.com/2007/07/os-bahais-esto-adorando-o-deus-renf-f.html http://www.cacp.org.br/cat-verdade-maria.htm (A verdade sobre Maria) http://www.chick.com/reading/tracts/0816/0816_01.asp (o Biscoito da morte) http://www.cacp.org.br/catolicismo/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=135&menu=2&submenu=3 (Maria, mãe de Deus?) http://www.cacp.org.br/catolicismo/indexmenu.aspx?menu=2&submenu=3 (Estudos sobre Maria) http://www.palavraprudente.com.br/estudos/variosautores/micelanea/cap15.html (Lista de heresias e tradições humanas adotadas e perpetuadas pela igreja católica romana, ao longe de 1.600 anos).