Oligoterapia, Matéria Médica dos oligoelementos compostos – Dr.

João Novaes – Portugal OLIGOELEMENTOS COMPOSTOS

Ferro-Cobre-Cobalto (Fe-Cu-Co)

A associação destes três oligoelementos sob a forma catalítica é indicada no tratamento das anemias hipocrómicas e ferropénicas. Deve ser associada ao Manganés e também ao Cobre-Ouro-Prata. Acção: Anti-anémica. Indicações Terapêuticas: Anemias hipocrómicas e ferropénicas; Fadigas sazonais; Posologia: Consoante o laboratório ou farmácia de manipulação.

Oligoterapia, Matéria Médica dos oligoelementos compostos – Dr. João Novaes – Portugal

Manganês-Cobalto (Mn-Co)

Influencia a diátese distónica, dita também neuro-artrítica, na medida em que não tenham evoluído no sentido da arteriosclerose, da insuficiência renal ou do cancro (Câncer). O manganês é o remédio catalítico do artritismo, o cobalto é o remédio catalítico das disfunções neuro-vegetativas, associados, os dois, proporcionam o remédio catalítico desta vasta e complexa diátese que é a neuro-artrítica. É o regulador por excelência das perturbações circulatórias periféricas e coronárias. Além disso, acontece que estes estados circulatórios e neuro-vegetativos podem estar próximos de estados pré-cancerosos, partindo desta noção geral de terreno aconselhamos a prescrição sistemática do Manganês-Cobalto associado ou não ao Cobre-Ouro-Prata, nas neoplasias em princípio ou em terrenos paraneoplásicos. Acção terapêutica: Reguladora das perturbações circulatórias. Reguladora do sistema neurovegetativo. Compensadora da diátese distónica. Indicações terapêuticas: Varizes – Cãibras – Síndrome de Raynaud. Disestesias – Artrites – Coronarites. Hipertensão crónica – Tendência a arteriosclerose. Cefaleias de origem circulatória. Úlceras duodenais e gástricas – Litiase. Disquinésias biliares – Colites espasmódicas. Rectocolites – Gazes – inchaço – Uremia. Litiase renal, úrica e oxálica – Litiase vesical. Ansiedade – Perda de memória – Insónias. Alterações de carácter – perturbações do humor. Certos eczemas crónicos. Passagem da asma ao simples edema. Artrose e as suas consequências incluindo manifestações nevríticas. Gota – Doença de Paget – Astenia matinal. Perturbações digestivas, pré e pós prandiais. Perturbações pré e para-menopausicas. Contra-indicações: Tuberculose e afecções pulmonares. Posologia: Consoante o laboratório ou farmácia de manipulação.

Oligoterapia, Matéria Médica dos oligoelementos compostos – Dr. João Novaes – Portugal

Manganés-Cobre (Mn-Cu)

A conjugação da acção do Manganês que trata o artritismo e do Cobre que estimula a auto-defesa contra estados infecciosos e inflamatórios proporciona um remédio de extrema importância e eficácia para cobrir uma patologia bem determinada que é a diátese hiposténica, chamada também artro-infecciosa ou arrtro-tuberculosa, que se caracteriza pelo enfraquecimento dos tecidos, ósseo e cartilaginoso. Acção: Sensibilidade particular das vias respiratórias às afecções microbianas que engloba desde rinofaringites frequentes até à tuberculose nas suas formas pouco evolutivas. Sinusites, anginas repetitivas, bronquites crónicas e dilatações brônquicas (Bronquiectasias). Asmas ligadas a manifestações bronquíticas ou fenómenos infecciosos das vias aéreas superiores. Pessimismo, dificuldade em fixar a atenção. Fadiga sem causa evidente que aparece em todas as idades, mesmo em crianças. Estados infecciosos crónicos ou recidivantes. Acção: Profiláctica das gripes. Preventiva da tuberculose. Modificadora de terreno, particularmente benéfica em todos os aspectos nas crianças frágeis. Indicações terapêuticas: Anemias – Descalcificação – asma. Reumatismo e manifestações artríticas recidivantes. Urticária – Eczema – Puberdade – Sinusites. Rino-faringites e otites de repetição – catarro. Coqueluche – Enterocolites esquerdas. Alternância de diarreia e obstipação. Cistites – Fadiga física e crónica. Fadiga intelectual, dificuldade de concentração da atenção, pessimismo crónico. Todos os sintomas patológicos que precedem ou acompanham manifestações sintomáticas deste terreno anérgico bem definido. Posologia: Consoante o laboratório ou farmácia de manipulação.

Oligoterapia, Matéria Médica dos oligoelementos compostos – Dr. João Novaes – Portugal

Níquel-Cobalto (Ni-Co)

A associação Níquel-Cobalto combate os desequilíbrios da secreção exócrina do pâncreas. Esta associação será incluída no tratamento das perturbações digestivas causadas por esteatorreia, dificuldade digestiva das gorduras, e de maneira geral em todos os casos em que as funções pancreáticas estejam perturbadas. Actua na diabetes permitindo diminuir as doses de insulina. Acção: Combate a aerofagia. Reguladora do metabolismo pancreático. Indicações terapêuticas: Diabetes – obesidade – fezes gordas. Colibacilose (aguda alternando com Manganês-Cobre se houver hipostenia, ou Cobre-Ouro-Prata se houver anergia). Digestões lentas – Certas obstipações – certas fermentações. Posologia: Consoante o laboratório ou farmácia de manipulação. Zinco-Cobre (Zn-Cu) O Zinco-Cobre corrige as dificuldades de adaptação das glândulas aos estímulos de origem Hipófiso-genital. Possui um poder regulador endócrino de grande valor. Acção terapêutica: Reguladora do sistema endócrino. Indicações terapêuticas: Disfunções endócrinas (sobretudo hipófisárias e hipo-suprarenais). Dismenorreias. Enurese nocturna. Menopausa – esterilidade. Atrasos no desenvolvimento por causa das glândulas endócrinas. Disfunções ováricas – perturbações menstruais. Acne juvenil. Contra-indicações: Tuberculose.

Oligoterapia, Matéria Médica dos oligoelementos compostos – Dr. João Novaes – Portugal Neoplasias. Posologia: Consoante o laboratório ou farmácia de manipulação. Cobre-Ouro-Prata (Cu-Au-Ag)

É composto por elementos cujas características são comparáveis por afinidade química, bem como pelas suas propriedades espaciais. Pode ser usado a titulo curativo, mas também a titulo preventivo nas epidemias (gripais em particular). Como policatalizador, potencializa de maneira notável a acção dos antibióticos, o que permite reduzir as doses. É considerado um verdadeiro antibiótico coloidal (um colóide é constituído por partículas carregadas electricamente em suspensão num líquido), cuja potente acção reforça também consideravelmente a autodefesa do organismo. Deve associar-se Manganês-Cobre. Acção terapêutica: Anti-infecciosa. Anti-viral. Cortico-estimulante. Modificadora do terreno. Indicações terapêuticas: Fadiga geral. Psicastenia com estados depressivos e ideia da morte. Diminuição das faculdades intelectuais. Perda de entusiasmo, tendência à abulia. Diminuição da libido. Reumatismo articular agudo (RAA). Poliartrite crónica evolutiva (PCE). Cistites. Furunculose e abcessos. Estafilococos. Estreptococos. Acne. Psoríase. Febre inexplicada. Osteomielitis. Leucopenias (baixa de leucócitos). Tuberculoses evolutivas. Astenias físicas e psíquicas. Síndromes depressivos essenciais, ou seqüência de doença. “Surmenage” com melancolia. Obsessões mórbidas; Idéias de suicídio. Perturbações cardiovasculares; Acroqueratoma ou acropulpite Úlceras varicosas, varizes, hemorróidas. Posologia: Consoante o laboratório ou farmácia de manipulação.

Oligoterapia, Matéria Médica dos oligoelementos compostos – Dr. João Novaes – Portugal

Zinco-Niquel-Cobalto (Zn-Ni-Co)

O Zinco desempenha um papel importante a propósito da insulina, estimula os ilhéus de Langherans que elaboram a hormona indispensável ao metabolismo dos glúcidos. O Níquel actua também no metabolismo glucídico. Por este facto a associação Zinco-Niquel-Cobalto é indicada nos casos em que a glicemia deva ser equilibrada por uma acção sobre a secreção da insulina. Esta intervenção na função hormonal dos ilhéus de Langherans do pâncreas não parece ser directa. A associação agiria no eixo hipotálamo-hipofisário que regula a actividade endócrina. A disfunção do hipotálamo causa perturbações endócrinas e, entre outras, a desregulação do controlo pela hipófise da função insulínica do pâncreas. Esta desregulação expõe aos diabetes. A hipoglicémia a certas horas do dia, nomeadamente antes e depois das refeições é devido a uma baixa taxa de açúcar no sangue que provoca fadiga, cuja acuidade é proporcional à diminuição desta taxa. Para a hipoglicémia matinal, antes de pensar em perturbações da função hipotálamo-hipofisário há que verificar e assegurar que o pequeno almoço é suficiente, o que na maioria dos casos não acontece. Quando há astenia pós-prandial acompanhada de bocejos e sonolência, esta pode ser ao contrário provocada por reacções excessivas, incompatíveis e mal equilibradas, dispepsia ou desequilíbrio hepato-biliar. Eliminadas estas causas, poderemos então logicamente imputar esta astenia à regulação da glicemia. Neste caso a Orientação de Zinco-Níquel-Cobalto pode regularizar a relação hipotálamo-hipófise-pancreática, o que permite baixar ou aumentar a glicemia consoante a necessidade, sob reserva que os ilhéus de Langherans não tenham sido atingidos por lesão irreversível. Pode também influenciar o tratamento da psoríase em alternância com ZincoCobre e Enxofre. Acção: Reguladora da função hipofiso-pancreática. Reguladora do sistema endócrino. Diurética. Preventiva e curativa nas famílias com pré-disposição diabética. Indicações terapêuticas: Disfunções hipofiso-pancreática. Estados diabéticos e pré-diabéticos. Insuficiências hormonais das glândulas endócrinas. Perturbações de assimilação. Astenias cíclicas. Obesidade. Digestões lentas e difíceis.

Oligoterapia, Matéria Médica dos oligoelementos compostos – Dr. João Novaes – Portugal Desregulação glicémica. Posologia: Consoante o laboratório ou farmácia de manipulação.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful