Trovoadas no horizonte para Cloud Computing Com a economia dos EUA ainda recuperando do abalo do que hoje é conhecida

como a "Grande Recessão", grandes e pequenas empresas estão avaliando a computação em nuvem como forma de reduzir custos de TI. O Instituto Nacional de Padrões e Tecnologias (NIST) e o Cloud Security Alliance definiu a computação em nuvem como um modelo para acesso, a pedido, a um conjunto partilhado de recursos computacionais através da internet ou seja, aplicações de software, servidores de dados, redes e outros serviços. Os entusiastas da nuvem prevêem que esta será vendida a pedido como um puro serviço de TI, do mesmo modo como as empresas e os consumidores pagam pelo gás, electricidade e outras utilidades. A Silver Lining Grupos da indústria como ISACA (nformation Systems Audit and Control Association) reconhecem grande potencial na nuvem de computação. Por exemplo, há uma potencial economia de custos e economias de escala que são possíveis num ambiente de computação partilhada. A nuvem também permite às empresas escalabilidade, sem ser necessário qualquer software ou sem que isso implique grandes investimentos em hardware. Assim, os usuários da nuvem são capazes de implantar novos serviços mais rapidamente do que poderiam num modelo de TI tradicional. A computação em nuvem também pode acomodar mudanças nos requisitos de negócio num formato flexível e escalável. Através da deslocação de serviços de TI para a nuvem, por outro lado, as empresas passam a poder concentrarse nos seus negócios principais, melhorar processos, inovar e aumentar a produtividade. Em suma, a promessa da computação em nuvem é atraente - convertê-la para uma rede privada a pedido de serviços de TI, “pay-as-you-go”, utilitária e que

admitiu que o movimento do sector de computação para uma procura de serviços de TI na Internet é "um pesadelo de segurança".gera uma economia substancial para os usuários. A Google notificou alguns usuários de que foram inadvertidamente compartilhados materiais privados de documentos e folhas de cálculo com contactos a quem nunca foi dada permissão de acesso aos mesmos. Tempestade nas nuvens Embora os benefícios da nuvem sejam claras. Alguns destes riscos são os seguintes: 1. presidente e CEO da Cisco Systems. bem como a confidencialidade de informações comerciais e governamentais". apresentou uma queixa no Federal Trade Comission para investigar as medidas de segurança e privacidade do Gmail. um cão de guarda da indústria. Um relatório 2009 World Privacy Forum conclui que a computação em nuvem "tem implicações significativas para a privacidade das informações pessoais. The Electronic Privacy Information Center. E a Microsoft aderiu ao movimento e pediu aos legisladores dos EUA que aprovem uma lei para o progresso da nuvem computacional. . Google Docs e outros serviços "cloud computing" do Google. O pedido de falência por um fornecedor de nuvem pode ter um grande impacto sobre os usuários. O próprio John Chambers. as brechas de segurança recentes relatadas pela Google mostram apenas alguns dos riscos. e o acordo do prestador de serviço não pode ser considerado "propriedade intelectual" ao abrigo da alínea n do artº 365º do Código de Falências. Em resposta aos riscos da nuvem de computação.

informações privilegiadas. mesmo que os controles internos em aplicações críticas ou dados sejam delegados num provedor de nuvem. registos médicos. 3.As empresas podem ser legalmente impedidas de colocar certas informações na nuvem (por exemplo.A nuvem torna mais difícil desenvolver e aplicar políticas de segurança de informação em toda a empresa para redução dos riscos. É interessante notar que o caso Estados Unidos contra Miller sustentou que o registo pessoal de um indivíduo na posse de um terceiro não tem a protecção . segredos comerciais) pode ser comprometido porque pode ser misturado com dados de terceiros. 8. A divulgação obrigatória por parte das autoridades governamentais e reguladoras ou entidades privadas em processos de pesquisa pode frustrar protecções legais existentes. Os prestadores da nuvem podem impor políticas de privacidade ou termos de serviço não razoáveis. 5. Ataques cibernéticos dirigidos a provedores de cloud computing podem afectar uma grande população de utilizadores não relacionados. O estatuto jurídico da informação pessoal e empresarial (por exemplo. 4. A gestão das empresas ficaria legalmente responsável pelo cumprimento dos requisitos da Lei Sarbanes-Oxley (lei que se refere aos controles e auditorias de gestão de sociedades anónimas nos EUA) nos termos do artigo 404. 7. registos financeiros).2.A localização física dos servidores dos provedores de nuvem de todo o mundo podem implicar um fluxo de informação transfronteiras e as informações serem sujeitas às leis de várias jurisdições. e 9. 6. incluindo dos concorrentes.

o certo é que vai continuar a expandir-se rapidamente. Enquanto não está claro hoje se a computação em nuvem se vai tornar um utilitário omnipresente que torna as redes privadas tecnologicamente obsoletas.iplawalert. A nuvem apresenta algumas vantagens convincentes sobre as redes privadas. CTOs prudentes e executivos. A calma após a tempestade Não é nenhuma surpresa que a computação em nuvem é uma oferta de serviços atraentes potencial para as empresas que querem aumentar os recursos de TI.da privacidade constitucional tal como se aplica se o mesmo registo fosse detido pelo indivíduo. controlando custos. No entanto. Luis Diaz J. em http://www. podemos esperar nos próximos anos a continuidade de medidas regulamentares e de contencioso. considerando a migração para cloud computing devem procurar a orientação de um advogado competente para assegurar que qualquer redução de custos prometidos sejam de facto superada pelos riscos potenciais jurídico e empresarial. em função das incertezas legais acima. Até que essas tempestades passem. 08 de março de 2010 . o que provavelmente resultará na modificação das leis existentes e à promulgação de novas leis para lidar com alguns dos aspectos originais deste modelo de negócio.com/2010/03/articles/ecommerce/thunderstorms-on-thehorizon-for-cloud-computing/.