Instituto Federal de Santa Catarina Departamento de eletrônica Curso Técnico de Eletrônica

Ferramentas para Instalações Elétricas P di i Elét i Prediais

SUMÁRIO
1. Introdução
• Características, Disposição e Conservação p ç ç

2. Características Técnicas das Ferramentas
• • • • • Alicates, Chaves de Fenda, Testadores de Energia Ferramentas e Equipamentos de Corte e Perfuração Ferramentas e Equipamentos Térmicos q p Limas, Tarraxas, Morsas, Curvadores, Esmeris Trenas, Escadas, Fitas de Enfiação

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

2

Introdução ç
Características
As ferramentas desempenham um papel fundamental nas execuções das instalações elétricas. Portanto, suas características técnicas associadas ao emprego correto colaboram para o sucesso de uma instalação. A disposição e armazenagem adequadas, manuseio correto e boa conservação do ferramental, característica observada em um bom técnico organizado e responsável garante qualidade e técnico, responsável, rapidez na execução dos serviços de instalação. Além da qualidade da ferramenta, ela deve ser adequadamente dimensionada à sua utilização.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

3

Introdução ç
Disposição das Ferramentas
A disposição das ferramentas deve facilitar o acesso e utilização das mesmas. Caixas, maletas, armários e painéis facilitam a armazenagem e disposição das ferramentas, permitindo o transporte e/ou uso imediato.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

4

Introdução ç
Conservação
Para conservar um ferramental em boas condições é necessário observar alguns cuidados elementares durante o manuseio e após o mesmo:
Uso correto segundo seu dimensionamento; Proteção da poeira e umidade (corrosão); Evitar quedas, vibrações e altas temperaturas; Limpar, lubrificar e proteger as ferramentas após o uso.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

5

Características Técnicas
Alicates
1. Bico Redondo ou Bico Cônico
Utilizados em fi Utili d fios rígidos para produzir í id d i olhais com rapidez e bom acabamento.

2. Bico Meia-Cana (tipo Telefone)
Para segurar e guiar peças em soldas e aparafusamentos; para dobrar, torcer ou endireitar terminais e condutores.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

6

Características Técnicas
Alicates
3. Corte Diagonal ou Corte Lateral
Utilizados para o corte d fi Utili d t de fios d metal b d peças plásticas, de t l brando, lá ti nylon ou metal de pequenas dimensões. Pode ser usado para desencapar fios mas requer prática (não é o fios, indicado!)

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

7

Características Técnicas
Alicates
4. Desencapador de Fios
Propicia ti P i i retirar as capas i l t d fi e cabos sem d ifi isolantes de fios b danificar os condutores.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

8

Características Técnicas
Alicates
5. De Compressão
Empregada na compressão d t E d ã de terminais ( é i l d i i (pré-isolados ou não), ã ) emendas (luvas), conectores etc. Pode ainda cortar condutores e parafusos.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

9

Características Técnicas
Alicates
6. Universal
Usado U d para pegar e segurar peças, cortar condutores e para t d t segurar porcas durante aparfusamento. É o tipo mais comum.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

10

Características Técnicas
Chave de Fenda
Constituída por uma haste de aço ou liga metálica resistente (cromo–vanadiun), normalmente com cabo em material isolante (plástico ( lá ti ou acrílico). íli ) Suas medidas comerciais referem-se à ponta de ajuste ao parafuso (ou fenda) e ao comprimento da haste haste. A chave deve ajustar-se perfeitamente à fenda do parafuso e estar em linha com o eixo do parafuso. Assim, se evita danos ao parafuso ou às peças que estão sendo fixadas ou separadas.

OBS: chaves de fenda não devem ser usadas para abrir latas, como alavancas ou como talhadeiras!

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

11

Características Técnicas
Chave de Fenda
a) Fenda (Forma de Cunha) b) Fenda Phillips ) p c) Posidriv d) Torx e) Allen f) Robertson

g) Tri-Wing h) T Torq-Set S t i) Spanner

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

12

Características Técnicas
Chave Teste de Energia
É uma chave de fenda onde dispõe-se uma lâmpada (neon) no interior do cabo, que é transparente, tendo a haste como contato de prova e o t topo d cabo com um contato d referencia, normalmente do b t t de f i l t potencial do dedo do operador. Pode conter circuito digital.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

13

Características Técnicas
Ferramentas de Corte e Perfuração
1. Arco de Serra
Para cortar peças, t b P t tubos, h t hastes, chapas etc., d metal, madeira, h t de t l d i plástico. Constituída por um arco estrutural em aço e uma lâmina de corte, fabricada em aço rápido, onde um dos lados é serrilhado, com dentes e travas.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

14

Características Técnicas
Ferramentas de Corte e Perfuração
2. Máquina de Corte de Alvenaria (Maquita)
Especial para cortar paredes, pisos e cerâmicas. E i l t d i â i

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

15

Características Técnicas
Ferramentas de Corte e Perfuração
3. Máquina de Corte de Parede
Especial produzir canaletas ( té 35 mm d l E i l d i l t (até de largura e 50 mm d de profundidade) verticais, horizontais e inclinadas em paredes, pedras calcárias, tijolos cerâmicos perfurados ou vazados. Possibilita cortes de até 4 metros lineares por minuto.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

16

Características Técnicas
Ferramentas de Corte e Perfuração
4. Canivete e Estilete
De D grande i d importância nas i t l õ tâ i instalações elétricas, para auxiliar a lét i ili descascar fios e cabos, remover fitas isolante, raspagem de terminais, remover crostas e oxidações etc.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

17

Características Técnicas
Ferramentas de Corte e Perfuração
5. Furadeira / Parafusadeira Elétrica
São Sã máquinas-ferramentas elétricas utilizadas para apertar ou á i f t lét i tili d t afrouxar parafusos e fazer foros cilíndricos com a utilização de brocas de aço.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

18

Características Técnicas
Ferramentas de Corte e Perfuração
5. Furadeira / Parafusadeira Elétrica

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

19

Características Técnicas
Ferramentas de Corte e Perfuração
6. Brocas e Serras Especiais
Para a execução d f P ã de furos circulares/cilíndricos em peças maciças i l / ilí d i i de metal, madeira e alvenaria. São classificadas em função do material a ser perfurado e em relação ao tipo de fixação no mandril.

Aço Rápido

Vídea

Copo p/ Concreto

p/ Madeira

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

20

Características Técnicas
Ferramentas de Corte e Perfuração
6. Brocas e Serras Especiais
Material a ser perfurado Ferro Fundido Aço Doce Aço Forjado Aço a Manganês (duros) Bronze e Latão Baquelite, Fibras, Madeira Cobre e Alumínio Ângulo (graus) Gume 118 118 125 150 118 60 100 Alma 15 12 12 10 12 12 12

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

21

Características Técnicas
Ferramentas de Corte e Perfuração
7. Talhadeiras e Ponteiro
São hastes de Sã h t d metal com ponta em cunha para cortar e perfurar t l t h t f metal, alvenaria e concreto através de impacto através de percussão de martelo ou marreta.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

22

Características Técnicas
Ferramentas e Equipamentos Térmicos
1. Maçarico a Gás
Usado U d para curvar eletrodutos d PVC cortes e soldas em l t d t de PVC, t ld condutores e terminais. Pode produzir desde chamas potentes até chamas finas para trabalhos de precisão (dependendo do queimador).

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

23

Características Técnicas
Ferramentas e Equipamentos Térmicos
1. Maçarico a Gás

Queimadores e Acessórios

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

24

Características Técnicas
Ferramentas e Equipamentos Térmicos
2. Soprador Térmico
Produz t P d temperaturas entre 300 ºC e 500 ºC podendo ser t t ºC, d d empregado em remoção e secagem de tintas e massas, isolamento com mangas termocontráteis, solda com estanho e moldagem de PVC.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

25

Características Técnicas
Ferramentas e Equipamentos Térmicos
3. Ferro de Solda
Usados U d em soldas com estanho, especialmente para fi elétricos. ld t h i l t fins lét i Variam de 15 a 400 W de potência, sendo que para instalações elétricas são mais usados os de potência superior a 100 W.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

26

Características Técnicas
Limas, Tarraxas, Morsas etc.
1. Limas
Ferramentas d aço carbono empregadas para retirar rebarbas, d F t de b d ti b b dar acabamento em corte em tubos e placas metálicas etc.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

27

Características Técnicas
Limas, Tarraxas, Morsas etc.
2. Tarraxas
Ferramenta empregada na confecção de roscas em eletrodutos F t d f ã d l t d t metálicos ou de PVC.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

28

Características Técnicas
Limas, Tarraxas, Morsas etc.
3. Morsas (Torno de Bancada)
Usadas U d para segurar, prender e fi d fixar peças, f ilit d a execução facilitando ã de serviços como soldas, furos, dobras, cortes etc.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

29

Características Técnicas
Limas, Tarraxas, Morsas etc.
4. Curvadores
Para fazer curvas em tubos metálicos, podendo t acionamento P f t b táli d d ter i t manual, hidráulico ou elétrico.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

30

Características Técnicas
Limas, Tarraxas, Morsas etc.
5. Esmeril
Usado U d para afiar ferramentas de corte, reduzir di fi f t d t d i dimensões d õ de peças, dar acabamento em cortes etc.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

31

Características Técnicas
Trenas, Escadas, Fitas de Enfiação
1. Metro Articulado e Trena
Fundamentais para as medidas em i t l õ elétricas. A t F d t i did instalações lét i trena é mais versátil e prática do que o metro, inclusive dispondo de medidas eletrônicas (laser, ultrasom).

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

32

Características Técnicas
Trenas, Escadas, Fitas de Enfiação
2. Escada
Podem ser d abrir ou d extensão, usadas para acessar pontos P d de b i de t ã d t elevados de uma instalação ou edificação.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

33

Características Técnicas
Trenas, Escadas, Fitas de Enfiação
3. Fitas de Enfiação
Para guiar a passagem d fi e cabos através d eletrodutos. P i de fios b t é dos l t d t Podem ser metálicas ou de nylon, variando de 10 a 20 metros de comprimento.

IFIF-SC - Departamento de Eletrônica - Prof. Paulo Ricardo Telles Rangel

34