ETA - Estação de Tratamento de Água - INTRODUÇÃO ETA- Estação de Tratamento de Água, podendo ser um ETA industrial ou uma ETA

de água potável, são tratamentos diferentes mas vejamos abaixo o ETA industrial, um tratamento para redução de custo dentro de uma empresa. - OBJETIVO O Objetivo de se ter uma ETA em uma empresa é a redução de custo, sendo que é captada a água do rio Paraíba, passada por um processo de coagulação, floculação, decantação, filtração, desinfectação e ao fim reservatório para a distribuição para a produção. - INFORMAÇÕES Estação de Tratamento de Água Industrial (ETA) MÉDIA DE CONSUMO DE ÁGUA NA INDÚSTRIA DE CELULOSE Ano m³/adt 1959 240 1979 96 1999 60 RAZÕES PARA REDUÇÃO DO CONSUMO
• • • • • • • •

conservação de calor redução de efluentes conservação de um bem finito redução do custo de captação de água redução do custo de implantação da ETA redução do custo de operação da ETA redução do custo de implantação da ETE redução do custo de operação da ETE

UTILIZAÇÃO DA ÁGUA NO PROCESSO
• • • • •

água na polpa chuveiros de lavagem da polpa chuveiros de lavagem de telas diluição de químicos diluição de polpa

O importante é sabermos que a temperatura elevada aumenta a taxa das reações químicas e diminui a solubilidade dos gases . Medido pelo processo de nefelometria. deve ser fresca. Fe e Mn. gases dissolvidos e despejos. TEMPERATURA – Para uso doméstico. através de uma fotocélula que mede a quantidade de luz que emerge perpendicularmente de um feixe que atravessa a amostra SABOR E ODOR – Originado de matéria orgânica em decomposição. Características que não devem existir. dependendo do processo deve ser fresca ou não necessariamente. TURBIDEZ – Característica devido a existência de substâncias em suspensão (estado coloidal). algas. Para o uso industrial.• • vapor e condensado refrigeração em geral MAIORES CONSUMIDORES DE ÁGUA (fábrica convencional de 38 m³/tsa) • • • • • • Branqueamento 15 m³/tsa Secadora de celulose 8 m³/tsa Cozimento e Pré Branqueamento 5 m³/tsa Descascador 4 m³/tsa Outros 6 m³/tsa Máquina de Papel 35 m³/t ETAPAS PARA REDUÇÃO DO CONSUMO DE ÁGUA 1 – Avaliação da quantidade e qualidade da água por setor (mapa hídrico) 2 – Identificação das áreas onde ocorre o maior consumo de água 3 – Otimização dos processos onde ocorre maior consumo de água 4 – Verificação da possibilidade de reutilização da água 5 – Segregação da água (águas que podem ser tratadas ou não) 6 – Identificação da melhor tecnologia para tratamento do efluente gerado QUALIDADE DA ÁGUA COR – Característica da água devido a existência de substâncias dissolvidas (geralmente orgânicas). Cor real é medida após filtração pois os sólidos suspensos influenciam a análise. ou seja. Sua determinação é feita visualmente através da comparação com concentrações conhecidas de cloroplatinado de potássio.

carboidratos.pH – Representa a concentração de íons hidrogênio. Métodos indiretos de medição: DBO5 e DQO NOÇÕES BÁSICAS DE TRATAMENTO FISICO-QUÍMICO DA ÁGUA CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Escolha do manancial . Pode ser biodegradável ou não biodegradável. DUREZA – Concentração de cátions multimetálicos. Causam cor na água e pode causar problemas de qualidade na polpa.aeração . etc). É um fator importante no tratamento biológico de efluentes. É dada em mg/l de CaCO3. Importante em diversas etapas de tratamento de água. ALCALINIDADE – Quantidade de ânions na água que reagirão para neutralizar os íons H+ (capacidade tampão). Reduz a formação de espuma. corrosividade e incrustações além de afetar a vida aquática. gorduras.2. mais freqüentemente Ca e Mg.2 ppm MATÉRIA ORGÂNICA – Principal problema de poluição das águas (proteínas.desinfecção simples e correção de pH . CLORETOS – É originado na dissolução de sais. Favorecem a corrosão OXIGÊNIO DISSOLVIDO – Essencial para os organismos aeróbicos (aquáticos) Principal parâmetro para caracterização dos efeitos da poluição. Em geral é causada pela presença de CO2 livre (pH entre 4. FERRO E MANGANÊS – Origina da dissolução de compostos do solo ou de despejos industriais. É importante pois causam incrustação (águas com altas temperaturas). Tem relação direta com características de agressividade. Pode ser classificada como carbonato (temporária) ou não carbonato. Indica as condições de acidez. É importante no controle de corrosividade da água ACIDEZ – Capacidade da água em resistir as mudanças de pH causadas pela ação de bases.5 e 8.qualidade e quantidade Escolha do tipo de tratamento . neutralidade ou alcalinidade da água. É dado em mg/l de CaCO3. Ponto de saturação ao nível do mar e 20ºC – 9. da utilização de águas salinas eu em despejos industriais.

A função principal de uma ETA é a remoção de turbidez.0 – 8. elas tendem a se unir. Sem o coagulante. O custo do tratamento da água cresce com o aumento das exigências de qualidade.5 – 11.filtração direta . Em geral.0 Águas com pH elevado Sulfato Férrico 5. Após a desestabilização.membranas (osmose inversa) Qual a utilização? . A turbidez aumenta muito em períodos de chuvas. que podem ser removidos por meio de flotação. sedimentação ou filtração. A função principal de uma ETA . PRINCIPAIS COAGULANTES COAGULANTE FAIXA DE pH VANTAGENS E USOS Sulfato de Alumínio 5. as partículas se repelem.ETA COAGULAÇÃO/FLOCULAÇÃO OBJETIVO – Transformar impurezas em suspensão fina (coloidal) em partículas maiores (flocos). fácil transporte e manuseio Sulfato Ferroso 8. A coagulação podem ser feita em misturadores rápidos ou em calhas Parshall FLOCULAÇÃO – A floculação é um processo de aglutinamento das partículas que foram previamente coaguladas. ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA . Deve ser efetuada em unidades de mistura lenta para que os flocos formados não sejam destruídos..0 Custo baixo.0 Águas coloridas ou ácidas . COAGULAÇÃO – É a desestabilização das cargas elétricas das partículas de modo que estas tendam a se unirem.Dependendo da utilização. os floculadores possuem misturadores mecânicos pás ou os movimentos podem acontecer pela ação hidráulica.0 – 11. tenho que ter padrões de qualidade elevados.

chicanas (fluxo vertical. pH e temperatura da água equipamento e operação TIPOS DE FLOCULADORES mecânicos .0 – 11.h) Relação comprimento/largura DECANTADOR PULSATOR . o uso do polímero é essencial para o bom funcionamento da ETA FATORES QUE AFETAM A FLOCULAÇÃO • • • • natureza e tamanho das partículas tipo e concentração de coagulante alcalinidade.paletas hidráulicos . fluxo horizontal .turbina .Cloreto Férrico 5. Porém são caros e devem ser evitados.0 Bons flocos em amplo intervalo de pH AUXILIARES DE FLOCULAÇÃO POLÍMEROS OU POLIELETRÓLITOS – São polímeros de grandes cadeias moleculares que podem ser necessário para boa performance da ETA. Em algumas tecnologias.Pulsator DECANTAÇÃO Processo de separação por gravidade dos flocos formados na unidade de floculação prévia DIMENSIONAMENTO DOS DECANTADORES • • Taxa de escoamento superficial (m³/m².

Para isso.Camada simples . pH DE FLOCULAÇÃO Para cada tipo de coagulante empregado e para cada tipo de água a ser tratada. ter alto poder oxidante e ser um excelente bactericida. DETERMINAÇÃO DAS DOSAGENS IDEAIS A determinação das dosagens ótimas para tratamento da água podem ser determinadas através de teste em laboratório denominado JAR TEST . hidróxido de sódio ou hidróxido de cálcio. as válvulas precisam ser automáticas. DESINFECÇÃO São necessário para minimizar a formação de algas no sistema e para eliminar bactérias nocivas.Camada dupla Em geral. existe um pH ideal de floculação. Normalmente corrige-se o pH adicionando nas unidade de mistura do coagulante. TIPOS DE FILTROS .FILTRAÇÃO Processo que utiliza um meio filtrante (areia) para reter partículas menores e leves que não sedimentaram na unidade de decantação.Fluxo descendente • • baixa taxa de filtração (filtros lentos) alta taxa de filtração (filtros rápidos) . os filtros utilizam areia com granulometria variada e uma camada de pedregulho. PRINCIPAIS DESINFECTANTES • • • Cloro Hipoclorito de sódio Dióxido de Cloro O cloro é o mais utilizado por ser o mais barato. A retrolavagem pode ser feita manualmente ou através de uma lógica programada.

ILUSTRAÇÂO DE UM ETA A foto a seguir mostra o ETA da empresa de celulose VCP de Jacareí ILUSTRAÇÃO DE UM ETA DE AGUA POTAVEL (Sabesp) .

Tanques de decantação (foto: João Aramis dos S. onde permanecerá por três horas. odor e sabor . Coagulação e Decantação: a água é conduzida aos misturadores (tanto rápidos quanto os lentos).melhorando a qualidade química e sanitária da água. resultantes da reação entre sulfato de alumínio e a cal. responsáveis pela sua cor. assim como bactérias e devem possuir dispositivos capazes de promover a lavagem da areia. a água é conduzida aos tanques de decantação. a água receberá os seguintes tratamentos: 1. etc) e auxiliares de coagulação (hidróxido de cálcio =cal . A filtração permite que a água se torne límpida. a água passa por um sistema de filtros. Depois dos misturadores. Com este repouso prolongado. 2. levando consigo grande parte das impurezas. etc) que irão ajudar na remoção das impurezas. O tipo de filtro mais usado consiste em camadas de areia de diferentes diâmetros. Adição de coagulantes: são misturadas à água substâncias químicas (sulfato de alumínio . sulfato ferroso. os flocos vão se depositando no fundo destes tanques. Filtração: Ao sair do tanque de decantação. Porém. . utilizado para remover as impurezas que não ficaram retidas no fundo dos decantadores. Esta consiste na formação de flocos coloidais de hidróxido de alumínio. Os filtros servem para reter as impurezas restantes.Estação de tratamento de água (fonte: Sabesp) A seguir. quando ela fica muito suja. Gírio) 3. com sabor e odor mais agradáveis. carbonato de sódio= barrilha. removendo assim muitas substâncias e seres patogênicos maiores. que ajudam na floculação.

tem se revelado notável no fortalecimento da dentina. geralmente com uma concentração de 2 a 3 g/cm3. para se obter um residual médio de 1 g/m3 na rede de distribuição. aplicados na concentração de 0. A função principal de uma ETA na indústria é a remoção de turbidez. . 5. aplicado na forma de gás cloro ou em solução de hipoclorito. Portanto tendo um ETA fica mais viável pela redução de custo. em flúorapatita. pois transforma a hidroxiapatita que ela contém.7g/m3. Desinfecção:O método mais utilizado é a adição de cloro . Fluoretação:O flúor e seus sais. Os produtos mais utilizados para a fluoretação são o fluorsilicato de sódio ou ácido fluorsilícico.CONCLUSÃO O Objetivo principal de um ETA dentro de uma industria é a redução de custo. aproximadamente. pois parte dos micróbios é capaz de ultrapassar as camadas de areia dos filtros. pois não a necessidade de se pegar uma água já tratada pois tendo um ETA na industria o custo é menor devido que se pega a água do rio. . muito mais resistente a ação de microorganismos. 4.não é suficiente para garantir a potabilidade da água. A turbidez aumenta muito em períodos de chuvas.