You are on page 1of 1

Jornal da Bairrada

15

educação&ciência
4 | fevereiro | 2021

PROGRAMA ERASMUS +

A Grupo participante na Estónia A Participantes no Agrupamento de Escolas de Anadia

Pandemia trava projetos de mobilidade de


alunos e professores orçados em 300 mil euros
O Agrupamento de Es- dio, se cumprirem o que questões de segurança não tendo essa possibilida- do 12.º ano do ensino pro- 2022 será o ano
colas de Anadia (AEA) está na candidatura, re- não fará qualquer mobili- de de realizarem nenhum fissional, criou-se uma da retoma
tem quatro projetos cebem mais 40%. Os res- dade enquanto haja risco deles”, já que “deixamos grande expectativa rela- Assim, no próximo ano
aprovados no âmbito do tantes 20% em qualquer para os participantes. de viver alguns dos mo- tivamente a estágios no letivo acreditando que
Programa ERASMUS+ dos projetos só é recebido mentos importantes que estrangeiro, assim como a Europa possa voltar à
que a pandemia veio tra- após relatório final, des- Alunos do 12.º ano não voltarão”. Contudo, atividades de intercâmbio normalidade, a intenção
var. Desde março de 2020, de que tenham sido cum- mais prejudicados uma vez que a verba está com outros países. Mais, é realizar todas as ativida-
não foi mais possível rea- pridas todas as atividades E sendo estes progra- disponível para ser utiliza- a pedido dos alunos do des que estavam previstas
lizar as mobilidades pre- descritas e aprovadas em mas uma forma de apren- da na totalidade, o proces- 12.º ano iria ser programa- e aprovadas. “Porque acre-
vistas no âmbito dos pro- sede de candidatura, ex- dizagem e enriqueci- so poderá ser adiado para da uma visita de estudo a ditamos na aprendizagem
jetos aprovados, com valor plia ainda o docente. mento, Alberto Cardoso uma grande parte dos alu- Auschwitz, Polónia. Nada a realizar no espaço eu-
superior a 300 mil euros Certo é que pandemia admite que os mais preju- nos mais novos. aconteceu para estes alu- ropeu, que nos dá maior
(formação de professores veio trocar as voltas a to- dicados serão mesmo os Alberto Cardoso lamen- nos e já não terão opor- abertura e torna o pro-
no estrangeiro; Job sha- dos e os projetos e planos alunos. “Os alunos do 12.º ta ainda que curiosamen- tunidade neste ano letivo cesso de integração mais
dowing para professores; elaborados ficaram com- ano que para além dos es- te no ano em que sentiu de vivenciar em grupo o aproximante, assim que
estágios para alunos no prometidos. Assim, a Se- tágios estavam também mais vontade de partici- espaço europeu”, lamen- possível iremos submeter
estrangeiro e intercâmbio cundária de Anadia por inscritos em intercâmbios, pação por parte de alunos ta, fazendo votos de que a mais um projeto que inti-
de alunos, acompanhados e professores em mobili- partir de setembro o mun- tulamos BoS-Boulevard
por professores). Projeto BoS-Boulevard of Sustainability, no dades de âmbito europeu do volte a uma quase nor- of Sustainability (288 mil
valor de 288 mil euros), é inteiramente vira- é precisamente o ano em malidade e que nos possi- euros), de acordo com as
Execução dopara as questões ambientais e irá envolver que tudo se desmorona. bilite voltar ao espaço eu- prioridades europeias no
dos projetos “Como eu tinha contac- ropeu em segurança. que se refere ao ambiente.
sempre cumprida nove países parceiros. to com todas as turmas Este projeto irá ter como
Ao JB , o docente parceiros 9 países: Portu-
Alberto Cardoso, coorde- gal, Estónia, Alemanha,
nador do Programa Eras- ERASMUS + Itália, França, Irlanda, Tur-
mus+ do Agrupamento de quia, Bulgária e Polónia.
Escolas de Anadia explica Erasmus+ é mobilidade, é convívio mos de apoio à sua transição para o desenvolver projetos e organizar in- A situação não atinge
que “até hoje, a nossa exe- com pessoas de outros países, é par- mercado de trabalho, mas também no tercâmbios de turmas. da mesma forma os pro-
cução foi sempre a 100%, tilha de experiências/práticas com que refere à criação de um sentimento Outro dos objetivos do novo pro- fessores que são efetivos
tendo cumprido na tota- alunos e professores de outras esco- de cidadania europeia. grama é o de torna-lo mais acessível, na escola. “O o prejuízo
lidade tudo o que foi apre- las, com outras realidade e formas de Há uma firme intenção de tornar através da abertura do programa a não é muito grande, uma
sentado em candidatura”, fazer. o novo quadro Erasmus+ 2021-2027 organizações de menor dimensão e vez que a formação pode
não deixando de destacar Uma mente que se abre a novos de- mais inclusivo, possibilitando uma a organizações locais, a fim de os par- ser adiada até haver con-
também que todos os pro- safios nunca mais volta a ser a mesma. melhor cobertura das pessoas desfa- ticipantes poderem criar pequenas dições de segurança”, diz,
jetos de um ou dois anos Desconhecimento leva a intolerância! vorecidas através de novos formatos, parcerias, criando projetos mais cur- reconhecendo os transtor-
recebem antecipadamen- Não conseguimos aproximar a Eu- como intercâmbios virtuais e perío- tos que envolvam montantes inferio- nos causados por “viagens
te 80% da verba, como for- ropa se não houver um processo de dos de aprendizagem no estrangeiro res e requisitos administrativos mais já contratualizadas, esta-
ma de possibilitarem as aprendizagem de culturas diferentes mais curtos. simples. dia e pagamento do curso
atividades de mobilidade e a melhor forma de aprender é vendo. Pretende-se criar mais oportuni- Pretende-se ainda a redução dos en- para países como a Finlân-
de imediato. Já em proje- O Erasmus+, sendo um programa dades para os estudantes do ensino cargos administrativos para todos os dia, Noruega, Irlanda e Is-
tos de três anos habitual- emblemático da UE no domínio da escolar aprenderem no estrangeiro e beneficiários, por exemplo com a sim- lândia. Penso que iremos
mente as instituições rece- educação, formação, juventude e des- encontrarem estudantes de diferentes plificação dos formulários de candida- recuperar a maior parte
bem no primeiro ano 40% porto, tem sido altamente benéfico países através da eTwinning, a maior tura em linha, tornando-o mais abran- da verba para utilizarmos
e após relatório intermé- para os participantes, não só em ter- rede de professores do mundo para gente e virado para o futuro. posteriormente”, avança.

You might also like