You are on page 1of 47

Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento

_______________________________________________________________

Aplicações Móveis Orientadas à Saúde


Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento

Trabalho Prático de Informática Móvel

Castelo Branco, Portugal


2011
Docentes:
Prof. Paulo Neves
Prof. David Luna

Discentes:
João Paulo Pires
Tiago Caetano

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 1 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Índice

Resumo........................................................................................................................................ 4

Palavras Chave........................................................................................................................... 4

Introdução................................................................................................................................... 5

1 ) O que são aplicações móveis orientadas à saúde?....................................................... ….. 6

2 ) Algumas vantagens do uso de dispositivos móveis e de aplicações móveis...................... 8

3 ) Uma nova abordagem de interacção com a user interface de dispositivos


informáticos................................................................................................................................ 10

4 ) Métricas de interesse referentes a propriedades de dispositivos móveis........................ 11

5 ) A posição actual e previsão futura do nicho das aplicações para a saúde....................... 17

6 ) Formas típicas de comercialização das aplicações móveis................................................ 19

7 ) Linguagens de desenvolvimento existentes nestes dispositivos......................................... 21

8 ) Uma forma de categorização das aplicações móveis para a saúde................................... 22

9 ) Aplicações feitas nativamente para o utilizador................................................................. 24

10 ) Aplicações feitas para o browsing do utilizador............................................................. 33

10.1 ) Problemas de vistas nos diversas variantes de acesso web.......................................... 41

11 ) Aplicações híbridas para o programador......................................................................... 43

12 ) Conclusão............................................................................................................................ 45

13 ) Bibliografia.......................................................................................................................... 46

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 2 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Índice das figuras / diagramas

Figura 1) Aspecto de um smartphone genérico....................................................................... 8

Figura 2) Diferentes modelos de ecrãs..................................................................................... 41

Diagrama 1) Como é constituído a plataforma....................................................................... 6

Diagrama 2) Gestos da mão actualmente típicos ao interagir na interface ecrã.................. 10

Diagrama 3) Evolução da taxa de uso dos sistemas operativo.............................................. 11

Diagrama 4) Marketshare dos sistemas operativos do tipo smartphone …........................ 12

Diagrama 5) desejo de compra dos dispositivos físicos do tipo smartphone........................ 12

Diagrama 6) Marketshare dos sistemas operativos baseado na localização........................ 14

Diagrama 7) comparativo dos custo reais de posse de smartphone...................................... 15

Diagrama 8) Índice SAR – 1...................................................................................................... 16

Diagrama 9) Índice SAR – 2...................................................................................................... 17

Diagrama 10) Marketshare da apps de saúde móvel …......................................................... 18

Diagrama 11) Previsões de crescimento de apps de saude movel ….................................... 19

Diagrama 12) Conceito de Software as a Service ….............................................................. 20

Diagrama 13) Comparativo das receitas das AppStores ….................................................... 21

Diagrama 14) Comparativo das receitas das empresas publicidade …................................ 22

Diagrama 15) Categorias adoptadas para as aplicações moveis de saúde............................ 23

Diagrama 16) Dispositivos Input............................................................................................... 25

Diagrama 17) Mobile Health 2.0............................................................................................... 40

Diagrama 18) Frameworks de vistas de acesso web................................................................ 42

Diagrama 19) Frameworks de aplicações híbridas................................................................. 44

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 3 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Resumo

A utilização de aplicações móveis orientada para saúde apresenta actualmente múltiplas


formas de desenvolvimento e múltiplos nichos a registar novos avanços a medida que os
programadores se aventuram a desenvolver por caminhos ainda por criar e descobrir. O novo modo
de interacção com este tipo de dispositivos informáticos veio para ficar e revolucionar os antigos
processos de monitorização, aprendizagem e comunicação. Este tipo de aplicação lógica constitui
uma ferramenta que permite não só aos pacientes, obter informações sobre o seu estado clínico e
todas as decisões com ele relacionados, como também ajuda aos profissionais de saúde tomarem
decisões em menor esforço temporal, com maior facilidade de interacção, mais informação,
mobilidade, rapidez e continuidade resultante numa consequente comodidade ao aceder a
informação vital referente ao domínio do seu trabalho.

Palavras Chave

Aplicações móveis saúde; mHealth, mobile applicattions health; mobile medicine;

mobile health 2.0; eHealth; android health app; iphone health app; ipad health app;

blackberry health app; mobile application development; mobile web application development;

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 4 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Introdução

O presente estudo tem como objectivo obter uma visão geral do âmbito de desenvolvimento
das aplicações móveis existentes actualmente para a área da saúde. Este nicho de mercado lógico
atingiu actualmente um nível significativo onde podem ser amplamente utilizados de modo obter
benefícios económicos e sociais. De modo a lucrar com o potencial das tecnologias móveis
emergentes, os processos de negócio tem de ser analisados, de modo a desenvolver aplicações
móveis capazes de apoiar actividades de uma forma adequada, rápida e flexível, para isso é
necessário ter capacidade de processar e aceder a informação em qualquer lugar e em qualquer
instante.

Embora os computadores e as tecnologias de comunicação, conjuntamente com dispositivos


móveis, (os antigos pagers por exemplo) terem sido utilizados neste domínio em outros tempos,
com a evolução tecnológica os processos de trabalho poderão ser apoiados e reformulados por
soluções móveis. Por outro lado muitos profissionais de saúde apesar de já possuírem dispositivos
móveis tipicamente para comunicar telefonicamente ou aceder a world wide web desconhecem as
suas potencialidades e aplicabilidade na área em que operam.

Para compreender o presente estudo é necessário compreender também a realidade e os


problemas existentes actualmente na área da saúde onde realmente as aplicações e os sistemas
móveis podem ser uma vantagem competitiva, mas o objectivo primordial é referenciar exemplos
de aplicações móveis na óptica do utilizador e programador inserindo os em categorias que a
partida fazem mais sentido, delimitando com alguma definição o que de bom existe actualmente
neste mercado, não pondo de parte uma possível sugestão e organização para tirar o melhor partido
do que ainda possa surgir nesta área em constante desenvolvimento.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 5 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

1 ) O que são aplicações móveis orientadas à saúde?

Diagrama 1) – Esquema que indica como é constituído a plataforma que permite correr
genericamente falando uma aplicação móvel.

Uma aplicação móvel para a saúde, constitui como o diagrama acima sugere, uma
ferramenta a ser formalmente útil por pessoal especializado nas diversas áreas constituintes do
ramo de saúde. Assim Enfermeiros, Doutores, Investigadores, Pacientes e até pessoal secretariado
relacionado com a administração de empresas de saúde podem ser mais felizes no desempenho das
suas responsabilidades profissionais ao usarem aplicações móveis para saúde. O dispositivo móvel
físico (assinalado no diagrama acima) que servirá de suporte a esse domínio, pode ser divido nas
seguintes camadas:

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 6 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Dispositivos Periféricos I/O : Responsáveis pela captação de informação que de outra forma seria
muito penosa ou impossível de ser entregar a aplicação lógica. Neste domínio pode se dar exemplos
de sensores de entrada de informação para do dispositivo móvel físico, como por exemplo
batimento cardíaco. No entanto também podem ser sensores de saída, embora este tipo talvez seja
menos usual.

Handsets: O dispositivo físico em si, sem qualquer aditivo periférico como por exemplo
auscultadores cardíacos ou outro tipo de extra.

Plataforma de Software: Somatório das diversos componentes necessários que servem de apoio a
execução da aplicação de saúde em questão. Tipicamente neste foro incluem-se os sistemas
operativos dos dispositivos em questão. Fabricantes de handsets distintos tipicamente podem servir
-se de sistemas operativos distintos.

Operador de Telecomunicação/Ponto de acesso: Constitui o elemento que permite a comunicação


sem fios ou através da acessibilidade local de protocolos da operadora de rede subscrita ou através
de acessibilidade local a pontos de acesso por rede sem fios que funcionam tipicamente a alcance
inferiores e velocidades superiores aos da operadora de rede residindo também em protocolos de
comunicação distintos embora no fundo permitem o acesso de informação a redes do mesmo modo.

Conteúdos / Aplicações: O propósito da existência das camadas anteriormente explicadas.


Tipicamente constitui a elemento lógico constituinte com as funcionalidades que os utilizadores
precisam para desempenhar as tarefas de uma forma informatizada e com a devida mobilidade
presenciada.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 7 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

2 ) Algumas vantagens do uso de dispositivos móveis e


de aplicações móveis

Possíveis vantagens do uso de dispositivos móveis:

• Omnipresente

• Pode evitar escrever texto (p.e. uso de checklists em


formulários).
Se a lógica de negócio e de sistema tiver bem organizada
deve aumentar a rapidez no desempenho de tarefas
apenas juntando um acréscimo de uma boa dose de
Figura 1) Esquemático usabilidade.
representativo de um
smartphone genérico.
• O conceito de mobilidade na prática é somente possível
quando o presente dispositivo para funcionar não
depende de alimentação eléctrica cablada (usa
tipicamente baterias recarregareis para poder alimentar o
seu funcionamento) e pode eventualmente necessitar de
aceder a redes de informação tendo a capacidade de tirar
proveito da disponibilidade de sinal de redes sem fios.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 8 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Possíveis vantagens de aplicações móveis para a saúde:

Reduzir o custo dos prémios de seguros de saúde;


Pode permitir cuidar e monitorizar em casa;.
Menos encargos nas as instalações;
Reduzir o número de visitas ao consultório necessário para alguns pacientes;
Reduzir a carga de trabalho;
Oferecer uma medida de segurança para os doentes e/ou as pessoas que são responsáveis
pelos doentes (ex: família);
Dar aos pacientes a paz de espírito;
Reduzir chamadas desnecessárias / visitas;
Dar aos pacientes a liberdade para mais escolhas;
Habilitar pacientes para gerir seu próprio cuidado;
Melhorar a saúde geral e a qualidade de vida dos pacientes;
Pode tornar mais acessível os cuidados médicos a necessitar;.
Melhorar a confiança pessoal dos pacientes com o seu médico(s).

[1]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 9 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

3 ) Uma nova abordagem de interacção com a user


interface de dispositivos informáticos
Neste tipo de dispositivos reina uma inovação face aos anteriores padrões de
desenvolvimento no tema de interacção homem-máquina. Nesta área a pessoa que mais se destaca é
Jakob Nielsen, considerado o “rei” da usabilidade no que toca as diversos tipos de interfaces
pessoa-máquina. No seu site ( useit.com ) encontra-se muita informação sobre as boas práticas no
ramo da usabilidade em dispositivos móveis.
As questões de acessibilidade reduzida com módulos de apoio para este tipo de aplicações
como por exemplo opção de comandos por voz ou interfaces com características das letras dispostas
com fontes em tamanho grandes, com tipo de letras específicos para melhor legibilidade
e de grandes contrastes de cores podem também fazer parte desta temática.

User Interface Design Guidelines

Hover Selector , neste tipo de dispositivo não


funciona esta propriedade de interacção do
utilizador tão popular no meio das aplicações
desktop ou web desktop.

Keywords interessantes para este tipo de


desenvolvimento da temática interacção homem
– máquina vertente dispositivo móvel
smartphone ou tablet pc constituem as
seguintes:
Diagrama 2) – Esquemático representativo dos
gestos da mão actualmente típicos de um
utilizador ao interagir directamente sobre a ‘Finger Friendly Design’;
interface do ecrã do dispositivo.
‘Touch Driven Development’;

[2]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 10 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

4 ) Métricas de interesse referentes a propriedades de


dispositivos móveis
Apresenta-se de seguida métricas que formam uma consciencialização abrangente das
propriedades relevante para a escolha do dispositivo móvel adequado tanto para utilização dos
devidos agentes interessados como do ponto de vista da escolha de critérios de desenvolvimento
por parte do programador para tirar partido de uma maior tendências das plataformas que
continuamente evoluem em busca do primeiro lugar de aceitação de mercado. Constitui um estudo
de mercado genérico de algumas propriedades deste segmento.

Diagrama 3) Evolução da taxa de uso dos sistemas operativos no período de dois anos em
smartphones com maior adesão no mercado dos Estados Unidos.

[3]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 11 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Diagrama 4) Representa o marketshare percentual dos sistemas operativos do tipo


smartphone baseado no timming referido, desta vez tendo em conta todos os outros dispositivos que
não correspondem a família de smartphones no universo de computação de dispositivos móveis
menos sofisticados.

Diagrama 5) Representa a evolução percentual do desejo de compra dos dispositivos físicos


do tipo smartphone (á direita) referidos e também sobre os sistemas operativos que pretendem usar
.[3] [4] [5]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 12 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Conclui-se com a analise dos diagramas 3) 4) e 5) que os sistemas mais procurados e


desejados por parte do consumidores norte americanos. 1 Constituem os seguintes:

Sistema Operativo Android Sistema Operativo Blackberry Sistema Operativo Apple IOS

1 Tipicamente constituem o motor de influencia os hábitos de consumo do resto do mundo.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 13 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Diagrama 6) Representa a evolução percentual do marketshare existente no mundo sobre os


sistemas operativos delimitando os seus valores visivelmente distintos geograficamente por
continente.
[6]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 14 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Na escolha do sistema ideal tanto na livre opção


de escolha do programador ou do cliente deve-se
ter em conta com a figura ao lado sugere
diversas variáveis, de forma a reflectir a
dualidade do melhor preço final da aquisição do
equipamento olhando para o acrescimo que terá
ao usar o melhor das seguintes característica que
se destacam:

• especificidades da memória interna de


armazenamento persistente;

• especificidades do processador existente;

• especificidades da memória não


persistente, especificidades e duração de
bateria;

• especificidades e existência de câmeras


de vídeo;

• especificidades e existência de acesso a


rede sem fios do tipo norma wi-fi;

• especificidade e existência de comandos


de voz;

• especificidade de contratos com


operadores de telemóveis;
Diagrama 7) Esquemático representativo de um
comparativo dos custo reais de posse de • especificidade e tamanho do ecrã;
smartphone (sem contar com o consumo de
energia gasta a recarregar as baterias). [7]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 15 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Diagrama 8) Falando de saúde, ao utilizar um smartphone deverá ter-se também em conta o


índice de radiação. Tipicamente expresso em unidades SAR (Specific Absorption Rate) Na Europa
o seu valor máximo permitido é 2. Quanto maior o valor encontrado nesta métrica mais prejudicial
é para a saúde do utilizador do dispositivo. Factor notório em aplicações que dependam do uso de
redes wireless de qualquer tipo. [8] [9]

Diagrama 9) Representa o somatório de dados relativos aos actuais valores percentual do


SAR, filtrado por marca do dispositivo móvel assim a verde constituem as marcas mais “saudáveis”
de se usar.
[9]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 16 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

5 ) A posição actual e previsão futura do nicho das


aplicações para a saúde

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 17 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Diagrama 10) Representa um estudo de mercado referente a posição da temática de saúde


em relação a outras categorias de aplicações móveis. A posição pouco animadora (penúltima da
lista) face a data de publicação dos resultados do estudo, revela que actualmente existem grandes
margens de diferenças de interesses por parte do universo genérico de utilizadores. [11]

[11]
Diagrama 11) . Um possível wishful thinking ou simplesmente perspectivas concretas do
futuro. Previsão de um crescimento de utilização de 30% de todos os utilizadores de smartphones,
ou seja um crescimento de 100% no espaço de 5 anos. Dando uma aproximação de 20% ao ano
durante os próximos 5 anos tendo em conta os valores actuais do diagrama 7), de 14%.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 18 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

6 ) Formas típicas de comercialização de aplicações


móveis

• Download a pagar (compra perpétua)


• Pagar por cada transacção efectuada (tipicamente com um servidor)
• Uso de patrocínios (tipicamente pagamento por terceiros)
• Pagar por solução completa (composição de hardware de suporte juntamente com o
software necessário, também uma compra perpétua)
• Pagamento por um serviço, aluguer do mesmo durante um contrato temporal especificado.

Diagrama 12) Representa um esquemático no qual não indica os diversos tipo de possíveis
de comercialização das aplicações mas também as diferenças típicas na cadeia de valor de
desenvolvimento e manutenção das mesmas.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 19 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Diagrama 13) Representa um estudo de mercado referente a posição de cada App Store
distinta para cada fabricante de sistema operativo. Quem lidera claramente as vendas é a empresa
Apple como se pode ver evidenciado no gráfico de barras.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 20 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Diagrama 14) Representa um estudo de mercado referente a posição de cada empresa de


soluções de publicidade no mercado da world wide web variante dispositivos móveis . Quem lidera
claramente as vendas é a empresa Google com a aquisição da empresa AdMob. [13]

7 ) Linguagens de desenvolvimento existentes nestes


dispositivos
Linguagens de programação nas linhas de desenvolvimento em aplicações nativas:

• Objective-C (iPhone, iPad, iPod Touch)

• Java não tão portável com API especificas consoante o dispositivo


(Android, Blackberry, Symbian)

Linguagens de programação nas linhas de desenvolvimento em aplicações interpretadas:

• HTML5 / Javascript (Todos os dispositivos acima especificados)

• PHP no lado servidor (não interfere com a especificidade do cliente)

• Projecto PHP no cliente (Android) http://www.phpforandroid.net/

[2]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 21 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

8 ) Uma forma de categorização das aplicações móveis


para a saúde

Diagrama 15) Representa a categorização adoptada no domínio das aplicações


moveis para a saúde. [22]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 22 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

A forma adoptada para categorizar este tipo de aplicações móveis foi baseado no trabalho
conjunto das fundações Vodafone Foundation e United Nations Foundation, por ser uma forma
abstracta e suficientemente distinta no qual não se obteve offsets na procura e inserção de exemplos
para cada categoria representada.

Assim especifica-se:

Educação e Sensibilização: Categoria referente sobre a propagação em massa de


informação da origem ao destinatários interessados. Não é um treino nem um serviço de apoio mas
um meio de alerta e prevenção, portanto a partida mais vocacionado para pacientes como principais
utilizadores por se tratar mais de informação de carácter geral, embora não pondo de parte os outros
utilizadores profissionais da saúde, no qual deverá também servir como interesse.

Suporte ao treinamento e comunicação de staff na área de saúde: Categoria referente


sobre a especificidade de procedimentos perante os utilizadores profissionais da saúde.
Comunicação e troca de experiências deverá ser um bom meio para melhorar muitos processos.

Monitorização Remota: Categoria referente sobre a possibilidade de um paciente ser


monitorizado por um profissional da saúde remotamente e/ou por um servidor de captura de dados
remotos.

Rastreamento Epidémico e de Doenças: Categoria referente a possibilidade de um


sistema permitir o mapeamento de dados geograficamente por forma a concluir o impacto de
contágio que cada doença teve a nível geográfico. Permitindo assim um alerta para as populações e
ajudar a prevenir e combater com mais clareza focos populacionais em determina perímetro com
maior probabilidade de estarem afectados.

Colecção de dados remota: Categoria referente a possibilidade de diversos dados de


diversas natureza de domínio de saúde possam contribuir unitariamente para um estudo estatístico
abrangente com inferências rigorosas sobre o impacto de determinadas agentes na sociedade para
o bem estar, longevidade e qualidade de vida da população no seu geral.

Suporte ao tratamento e diagnostico: Categoria referente sobre a possibilidade de um


paciente ser monitorizado por um profissional da saúde remotamente e/ou por um software no qual
reage a determinados valores indicando o que o paciente deve fazer quando acontece determinada
situação pré- estipulada e passível de acontecer.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 23 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

9 ) Aplicações feitas nativamente para o utilizador

Vantagens

Funcionamento online e/ou offline

Ligação directa e integrada a determinados I/O específicos


possível através do uso de API especifica.

Características:

Baseado em eventos

Stateful

Desvantagens:

Hipótese de visibilidade apenas centrada numa App Store ou


operadora de dispositivos móveis ao qual o desenvolvimento
está agregado por pedido de contrato.

Multiplataforma difícil de alcançar uma vez que nativamente


todos os dispositivos tem API de desenvolvimento muito
especificas e por vezes com funcionalidades distintas (curva de
aprendizagem de desenvolvimento muito grande). [2]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 24 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Diagrama 16) Representa os Dispositivos Input que poderão ser cruciais a determinados
tipos de aplicação que use componentes nativos para a comunicação dispositivo periférico –
dispositivo smartphone, podem vir classificados segundo as categorias acima presentes.[14]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 25 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Nome:
Everyday Health
Plataforma:
Apple IOS
Categoria:
Educação e sensibilização
Descrição:
Everyday Health é uma aplicação móvel que tem como objectivo
referenciar e descrever diversas doenças como alergias, distúrbios
alimentares, HIV, cancro do pulmão, problemas de tiróide, infecções e
outras. Podemos também encontrar diariamente centenas de dicas de
saúde, a partir de respostas de especialistas como médicos e
farmacêuticos. Adicionalmente também podemos consultar lista de
remédios mais comuns como dor de garganta, feridas, na qual temos
uma descrição textual do problema em causa.
Esta aplicação móvel é uma aplicação para o iPhone em que os
utilizadores podem assim obter um guia de referência de saúde com
cerca de 500 páginas de uma forma fácil e funcional.

[15]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 26 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Nome:
Airstrip
Plataforma:
iPhone, Blackberry, Android, Windows Mobile
Categoria:
Colecção de dados remota

Descrição:
Airstrip Technologies é uma empresa que criou uma plataforma de
desenvolvimento de software, designada como AppPoint que permite o
envio de informações de um paciente crítico directamente de sistemas
de monitorização dos hospitais, bedside devices e registos de saúde
electrónicos para dispositivos móveis de um médico. Estas aplicações
estão disponíveis para plataformas de software como iPhone,
Blackberry, Android, Windows Mobile.

Com esta aplicação é possível ao médico interpretar o estado actual do


seu paciente de forma remota, visto que ele consegue visualizar dados
como batimento cardíaco em tempo real em formato de gráfico de
onda, a pressão sanguínea e outras informações relevantes para
controlo do estado do seu paciente.

[16]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 27 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Nome:
MyFitnessPal’s

Plataforma:
iPhone
Categoria:
Suporte ao tratamento e diagnostico

Descrição:
É uma aplicação que tem como objectivo ajudar uma pessoa a perder
peso, que apresenta funcionalidades como contador de calorias, definir
metas para atingir determinado peso, informações nutricionais dos
alimentos, gráficos que demonstra a sua evolução, convidar amigos
para colaborar nos seus planeamentos. Para além da grande base dados
de informação sobre os alimentos, inclui um recurso ao scanner de
código de barras dos alimentos para obter mais informações precisas
dos alimentos que são utilizados nas refeições. Pode-se também
procurar informações de menus em quase toda a cadeia de restaurantes
nacionais, bem como os seus produtos, permite ao utilizador guardar
essas mesmas buscas para reutilizações futuras. A interface de
contador de calorias apresenta um calendário de dieta, exercícios
diários, um diário alimentar em que todos os seus dados podem ser
sincronizados com sua conta Fatsecret.com. [17]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 28 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Nome:
Outbreaks Near Me

Plataforma:
android e iPhone.
Categoria:
Rastreamento epidémico e de doenças
Descrição:

Esta aplicação móvel permite obter todas as informações do último


surto de doenças em tempo real como a sua localização geográfica em
mapas interactivos. Tem a capacidade de alertar o utilizador de forma
automática relativamente a uma determinada zona pré-definida e
apresenta outras funcionalidades adicionais como noticias sobre a
gripe H1N1 (“Gripe Suina”) e outras descrições textuais da respectiva
doença. É uma aplicação gratuita.
[19]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 29 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Nome:
BodyMedia FIT Mobile

Plataforma:
iPhone e android
Categoria:
Monitorização remota
Descrição:

Consititui uma aplicação móvel para plataformas de software da


iPhone e Android que permite informações sobre as calorias e padrões
de sono. É um sistema de gestão e de controlo do peso de um
individuo. Tem funcionalidades como rastreamento de forma
automática das calorias gastas nas actividades diárias de uma pessoa,
associado também a monitorização e controlo da qualidade do sono,
que é considerado um factor importante na perca de peso, todas estas
informações podem ser facilmente geridas on-line. Este utiliza quatro
sensores sofisticados para capturar e realizar as leituras necessárias
para obter uma maior eficácia na perca de peso.

Para utilizar esta aplicação basta ligar o aparelho na porta USB do


computador e realizar upload automático das informações, permitindo
assim um relatório de acordo com as metas que se pretende atingir.
Esta permite obter o tempo gasto em actividade física, análise
nutricional e eficiência do sono, incluindo recordes pessoais. Como
recurso adicional pode ser utilizado a tecnologia Bluetooth para obter
quase em tempo real as estatísticas através do smartphone.

A imagem seguinte demonstra um exemplo prático como aplicação


móvel funciona, em que se pode visualizar o painel de actividade

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 30 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

pessoal baseada na última sincronização da sua braçadeira. O painel


demosntra os dados das calorias gastas e consumidas, actividade física
e medidas de sono.

Os números vermelhos na coluna direita indicam que os objectivos


não foram atingidos, caso as calorias consumidas for menor que as
calorias gastas, temos indicação de uma seta a vermelho surplus
arrow, caso contrário temos indicação de um seta azul que indica o
défice. [20]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 31 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Nome:
Human Body Encyclopedia

Plataforma:
iPhone
Categoria:
Suporte ao treinamento e comunicação de staff na área de saúde

Descrição:

O corpo humano em 3D é uma aplicação móvel que permite visualizar


diferentes sistemas de órgãos a partir de uma perspectiva em 3D.
Permite oferecer uma enciclopédia com algumas informações básicas
sobre os sistemas orgânicos.

Esta aplicação permite três opcções , enciclopédia, 3D e raios-x. Em


modo enciclopédia dá opção ao utilizador para seleccionar o órgão
indicando a informação básica sobre o sistema seleccionado, e com as
respectivas imagens. Em modo 3D refere a fisiologia básica de como
por exemplo um coração trabalha, com funcionalidades de rotação, de
zoom in e out.

[18]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 32 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

10 ) Aplicações feitas para o browsing do utilizador

Vantagens

“Write only once, run anywhere online”

Hipótese de grande visibilidade para novos


clientes/utilizadores. (Search Engine Optimization)

Hipótese da comercialização por patrocínios,


subscrição ou transacção.

Características:

Baseado em páginas

‘Stateless’

Desvantagens:

Ligação directa e integrada a determinados I/O específicos não


é ainda possível actualmente por questões de segurança e de
compatibilidade nos diversos tipos de hardware.

Precisa sempre de um browser e acesso a rede wireless

O uso de contractos com App Stores aqui não fazem sentido.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 33 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Nome:
Human Care Systems

Plataforma: web browser

Categoria:
Educação e sensibilização

Descrição: Human Care Systems é uma empresa que apresenta


soluções para gerir doenças complexas, condições e terapias através do
telefone, web, dispositivos móveis e materiais impressos de modo a
envolver pacientes e familiares. Uma das soluções apresentadas desta
empresa é plataforma myInsulin que tem como objectivo ajudar as
pessoas com diabetes, que ajuda a controlar os seus diabetes, encontrar
soluções positivas, adaptar as pessoas com novo estilo de vida.

[21]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 34 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Nome:
Cite Health

Plataforma: web browser

Categoria:
Colecção de dados remota

Descrição:
Cite Health é um web site de saúde de classificações para os
consumidores de modo avaliar a qualidade das prestações de cuidados
de saúde, permitindo tomar decisões sobre os cuidados médicos que
poderão vir a receber. Todos estes relatórios são gratuitos, a maior
parte das fontes de informação vem do governo, comerciais, contactos
e das próprias experiencias dos utilizadores.

[21]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 35 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Nome:
SugarStats

Plataforma: web browser

Categoria:
Suporte ao tratamento e diagnostico

Descrição:
SugarStats é um sistema de gestão de diabetes construído para
diabéticos em que fornece uma interface simples orientada para web.
Possibilita o rastreamento e monitorização dos níveis de glicose de
modo a melhorar a qualidade de vida dos doentes. O doente poderá
visualizar o seu progresso através de gráficos, conhecer outros
diabéticos e poderá aceder a partir de casa, e dispositivo móveis. Este
sistema não é gratuito o que normalmente implica custo mensal.

[21]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 36 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Nome:
LifeMojo

Plataforma: web browser

Categoria:
Monotorização remota

Descrição:
LifeMojo é um dos mais confiável fonte de informações sobre a
qualidade de boa saúde e bem-estar, apresenta todas as informações
necessárias, dicas, ferramentas de apoio para manter-se as pessoas
informadas e motivadas.

[21]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 37 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Nome:
Geomedicine

Plataforma: web browser

Categoria:
Rastreamento epidémico e de doenças

Descrição:
Geomedicine tem como objectivo analisar o impacto ambiental na
saúde de uma determinada área, esta aplicação esta disponível on-line
com objectivo de melhorara qualidade de vida.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 38 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Nome:
Medhelp

Plataforma: web browser

Categoria:
Suporte ao treinamento e comunicação de staff na área de saúde

Descrição:
medHelp surgiu a partir de uma necessidade comum para melhorar a
informação médica de apoio, é considerada umas das comunidade
pioneiras de saúde on-line. Esta tem como objectivo conectar as
pessoas com melhores especialistas do mundo de modo obter respostas
as questões médicas. Para além de ajudar os pacientes ou utilizadores
deste site tem um infra-estrutura robusta de modo gerir a saúde dos
pacientes. Actualmente possui cerca de 1500 sintomas e tratamentos.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 39 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Diagrama 17) Representa abaixo um esquemático do conceito de web 2.0 com exemplos de
aplicações para a saúde.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 40 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

10 .1) Problemas de vistas nos diversas variantes de


acesso web

Figura 2) Esquemático representativo dos diferentes tamanhos nos dispositivos móveis,


tipicamente contém resoluções de ecrãs diferentes.

A pergunta que se coloca é como mostrar a informação correctamente para cada dispositivo
sem matar a usabilidade e ergonomia da aplicação para um diferente dispositivo e/ou resolução de
ecrã? Usar frameworks de vistas web, ou seja, frameworks especificas para lidar com estas
situações desenvolvidas nas lingagens javascript, css e html.(lado do cliente) como também tratar o
mesmo problema do lado do servidor em linguagem de programação do servidor.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 41 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Diagrama 18) Representa alguns exemplos de frameworks que combatem o problema da


portabilidade das vistas da interface do programa dadas por diferentes browsers com diferentes
resoluções.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 42 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

11 ) Aplicações híbridas para o programador

Vantagens

Hipótese de grande visibilidade para novos


clientes/utilizadores na web. (Search Engine
Optimization)

Hipótese de grande visibilidade no seio de todas as


App Stores com maior volume de vendas, juntamente
com patrocínios.

O sonho de qualquer programador uma vez que


grande parte do trabalho fica mais rapidamente feito
para suportar Multiplataforma ao usar em comum a
mesma linguagem. Tempo é dinheiro.
Funcionamento online e/ou offline

Ligação directa e integrada a determinados I/O


específicos possível através do uso de API distintas
através de uma biblioteca única para cada tipo de
dispositivo distinto.

Características:

Baseado em páginas e/ou eventos

‘Stateless’ ou 'Stateful'

Desvantagens:

Não permite tirar proveita do conceito SaaS uma vez


que a aplicação precisa de ser descarregada.

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 43 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

Diagrama 19) Quadro representativo de alguns exemplos das mais relevantes frameworks
que funcionam como aplicação híbridas para dispositivos móveis. [23]

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 44 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

12 ) Conclusão
Não existem nestes tipos de desenvolvimento de aplicações, soluções especificas que
absorvem o melhor dos mundos abordados2 em tudo o que uma aplicação pode desejar na soma das
vantagens do ambiente de desenvolvimento e posterior comercialização. Cada caso constitui um
caso em particular, e portanto dependendo da categorização, requisitos e objectivos da aplicação,
deve-se usar o paradigma que melhor se ajusta ao projecto em questão, segundo algumas das
inúmeras métricas que se tentou aqui mapear. Para aplicações que não façam uso de
dispositivos específicos I/O, e que apenas se deseja que tenham um comportamento semelhante a
um web site, com algumas funcionalidades presentes na vertente web 2.0 então deverá se optar com
um desenvolvimento do tipo web mobile especificado aqui por traços gerais.
Caso contrário caso se faça uso de dispositivos periféricos, se possível, é melhor recorrer a
aplicações híbridas criando uma biblioteca num ficheiro código fonte a parte que funcione de elo
de ligação entre aquilo que é comum e aquilo que é isoladamente proprietário da API do dispositivo
em questão. Poupa-se tempo na aprendizagem da API do sistema operativo e no consequente
desenvolvimento da aplicação como um todo que serve de suporte, e ainda se pode ganhar mais
clientes pela aplicação estar abrangente a distintos dispositivos móveis com características de
sistema operativo completamente diferentes.
Se mesmo assim não houver possibilidade de ajustar ou adaptar pelas mais variadas razões a
estes paradigmas, a escolha de desenvolvimento 100% nativo à plataforma de sistema operativo
constitui a única solução restante que melhor se possa adaptar aos objectivos e requisitos do
projecto.
O universo das aplicações orientadas à saúde é muito vasto, o nicho “mobile” constitui
apenas um subconjunto desse universo. Devido a diversos factores como o risco de falha rede
wireless em aplicações que necessitem de propriedades de intolerância a falhas de comunicação
ou de alimentação eléctrica (apenas uma bateria no caso mobile, sem alimentação de segurança)
torna esse tipo de aplicações “sérias e com muita responsabilidade” uma fasquia acima do actual
nicho “mobile”.
Por outro lado, embora os componentes dos dispositivos tablet pcs e smartphones terem
aumentado exponencialmente os seus recursos com o passar dos últimos anos, os dispositivos
informáticos como os servidores ou desktop também não tiveram parados. Criando um outro
entrave a determinado tipo de aplicação mais exigente no que toca a forte necessidade de grandes
recursos físicos disponíveis.

2 (nativa, web 2.0 ou uma espécie de híbrido entre ambos embora neste caso executado como uma
aplicação executável nativa distintas para diferentes tipo de dispositivos do cliente mas na maior
parte dos casos igual na forma de desenvolvimento para o programador)

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 45 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

13 ) Bibliografia

[1] Taking America's Pulse on Mobile Healthcare, Consultado a 1 Março de 2011,


htttp://www.americantelemed.org/.../Harris%20Interactive%20-%20CTIA%20Mobile%20Health
%20Presentation.pdf

[2] PHP in a Mobile Ecosystem, Consultado a 1 Março de 2011.


http://www.slideshare.net/ijansch/php-in-a-mobile-ecosystem-zendcon-2010

[3] U.S Smartphone Penetration Deepens, Android Outsells iPhones: Nielsen, Consultado a 1 Março de
2011.
http://www.surfmobee.com/?p=1319

[4] Nielsen: iOS edges out BlackBerry as top platform in U.S., iOS and Android most desirable,
Consultado a 1 Março de 2011.
http://www.phonedog.com/2010/12/01/nielsen-ios-edges-out-blackberry-as-top-platform-in-u-s-ios-and-
android-most-desirable/

[5] What is Loyalty? Repurchase Behavior, Consultado a 1 Março de 2011.


http://androinica.com/2011/01/19/loyalty-statistics-contradict-themselves/fig-3-repurchase-behavior/

[6] December 2009 Mobile Metrics Report, Consultado a 1 Março de 2011.


http://metrics.admob.com/2010/01/december-2009-mobile-metrics-report/

[7] The New Generation of Smartphones, Consultado a 2 Março de 2011.


http://www.intomobile.com/2010/01/06/billshrink-compares-the-new-generation-of-smartphones/

[8] How much does your smartphone frazzle your brain?, Consultado a 1 Março de 2011,
http://www.wirefresh.com/how-much-does-your-phone-frazzle-your-brain/

[9] Will New Radiation Labels Affect Mobile Phone Sales?, Consultado a 2 Março de 2011,
http://www.xconomy.com/san-francisco/2010/07/08/will-new-radiation-labels-affect-mobile-phone-sales/

[10]Games are the Most Popular Mobile Phone Apps , Consultado a 2 Março de 2011,
http://blog.cybertegic.com/2010/09/games-are-most-popular-mobile-phone.html

[11] 500 Million People Will Be Using Mobile Health Applications In 2015 , Consultado a 1 Março de 2011,
http://www.prlog.org/11084288-500-million-people-will-be-using-mobile-health-applications-in-2015.html

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 46 / 47 -


Aplicações Móveis Orientadas à Saúde – Uma Breve Abordagem Prática de Desenvolvimento
_______________________________________________________________

[12] Mobile apps will outsell CDs by 2012, Consultado a 1 Março de 2011,
http://www.guardian.co.uk/media/pda/2010/mar/17/mobile-apps

[13] FTC Delays Action on Google/AdMob — Maybe It’ll Learn Something About Mobile Ads
http://www.bnet.com/blog/new-media/ftc-delays-action-on-googleadmob-8212-maybe-it-8217ll-learn-
something-about-mobile-ads/5313

[14] Recently in mHealth Category mHealth for Everyone, Consultado a 1 Março de 2011,
http://www.technicaljones.com/mhealth/

[15] 10 Great Health-Related Apps for the iPhone and iPad, Consultado a 1 Março de 2011,
http://www.makeuseof.com/tag/10-great-healthrelated-apps-iphone-ipad/

[16] 3 Mobile Healthcare Apps that Leverage the Cloud, Consultado a 1 Março de 2011,
http://www.readwriteweb.com/cloud/2010/11/3-mobile-healthcare-apps-that.php

[17] MyFitnessPal.com Brings Free Calorie Counter & Fitness Tracker to Android Market
http://www.businesswire.com/news/home/20100810005671/en/MyFitnessPal.com-Brings-Free-Calorie-
Counter-Fitness-Tracker

[18] 25 iPad Apps Revolutionizing Healthcare, Consultado a 1 Março de 2011,


http://masterofpublichealth.org/2010/25-ipad-apps-revolutionizing-healthcare/

[19] 'Outbreaks Near Me' Locates H1N1 (Swine Flu), Infectious Diseases
http://www.medicalnewstoday.com/articles/162714.php

[20] On-the-Go and in the Know, Consultado a 1 Março de 2011,


http://www.bodymedia.com/Shop/Learn-More/BodyMedia-FIT-Mobile

[21] Health 2.0 Companies, Consultado a 1 Março de 2011,


http://health20.org/wiki/Health_2.0_Companies

[22] mHealth for Development, Consultado a 1 Março de 2011,


http://www.mobileactive.org/.../mhealth-development-opportunity-mobile-technology-healthcare-
developing-world

[23] Comparison: App Inventor, DroidDraw, Rhomobile, PhoneGap, Appcelerator, WebView, and AML,
Consultado a 1 Março de 2011,
http://www.amlcode.com/2010/07/16/comparison-appinventor-rhomobile-phonegap-appcelerator-webview-
and-aml/

João Paulo Pires / Tiago Caetano - Página 47 / 47 -