You are on page 1of 8

A IGREJA DE

JESUS CRISTO
DOS SANTOS
DOS ÚLTIMOS DIAS

Programa Natalino escrito por Elder Lewis, adaptado por Sister Linhares e
readaptado pela Irmã Eva Rezende.

VINDE A CRISTO

INÍCIO: Líderes do Berçário e crianças das classes do Berçário e Raios de Sol em volta
de uma árvore de Natal (ao lado esquerdo do palco – direito da platéia) – Ao fundo
(tocado) a canção “Burrinho de Belém”.

Líder 1- Abaixa o som e diz: E então crianças! O que vocês acham de tirar uma
sonequinha, agora?
Criança 1: Primeiro vocês nos contam uma historinha?
Líder 2: É claro crianças! Cheguem mais perto. Vocês conhecem esta pessoa? (Mostra
foto)
Crianças – Todas: Sim! Sim! É Jesus Cristo!
Líder 3: Pois então, nós vamos contar para vocês a história do nascimento do menino
Jesus...

(Fecham-se as cortinas – as crianças e as líderes saem / abrem-se novamente as cortinas)

...................................................................................................................................................

CORAL – (Canto direito do palco – esquerdo da platéia- Todos com gorros de Natal)
PAINEL – (No centro do palco – figura de Jesus bebê na manjedoura, junto à um
estábulo com animais, também a figura da Estrela)

HINO: Natividade – MC 32

Esta é a época mais linda que há. Vamos cantar que o Natal perto está. Conta-me à história
de quando nasceu, O Bebezinho o filho de Deus. (Crianças apontam a figura do bebê
Jesus)
(Apontam a figura da Estrela) Esta é a estrela que apareceu naquela noite em que Cristo
nasceu. (Apontam o Anjo que entra no palco) Este é o anjo que nova nos traz: (Anjo canta)
“Nasce Jesus! Glória a Deus! Haja Paz”!
(Apontam para a figura do estábulo com os animais e depois da manjedoura) Este é o
estábulo com os animais, que acolheram Jesus e seus pais. E a manjedoura de berço serviu,
ao Rei menino que nela dormiu.
(Apontam para os pastores que entram no palco) Eis os pastores humildes, fiéis, a adorar
quem nasceu Rei dos Reis. (Apontam para os magos que entram no palco) Vejam os
magos, de longe a chegar, vem ouro, incenso e mirra ofertar.
(Apontam para Maria que entra no palco) Esta é Maria, tão bela e gentil. (Apontam para
José que entra no palco) Este é José, tão bondoso e viril. (Uma criança vai até o centro do
palco com um quadro de Jesus Cristo já adulto e crianças do coro apontam para ela) Este
é o menino nascido em Belém, o Salvador o divino neném.

(Enquanto as crianças do coro começam a proclamar seu jogral, os personagens saem


lentamente do palco)

Criança 1: O povo que andava em trevas viu uma grande luz e, sobre os que habitavam na
região da sobra da morte, resplandeceu a luz.

Criança 2: Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre
os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da
Eternidade, Príncipe da Paz.

HINO: Mundo Feliz Nasceu Jesus – Hinos nº 121 – 1ª Estrofe

Mundo feliz nasceu Jesus. Nasceu trazendo a luz! Trazendo a salvação, trazendo a
redenção. Louvemos ao Senhor, louvemos ao Senhor, louvemos, louvemos ao Senhor!

Criança 3: E no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia,
chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um varão cujo nome era José, da casa de
Davi, e o nome da virgem era Maria. E entrando o anjo disse:

(Encenam o Anjo Gabriel e Maria no canto esquerdo do palco)

Anjo: “Salve agraciada; o Senhor é contigo, bendita és tu entre as mulheres. Não temas,
porque achaste graça diante de Deus; e eis que em teu ventre conceberás e darás a luz um
filho, e por-lhe-ás o nome de Jesus”.

HINO: Ele Mandou Seu Filho – MC 20

De que maneira nosso Pai, ao mundo ensina amor?


Mandou Seu Filho, um bebê, o nosso Salvador.
E que caminho nosso Pai nos deu para seguir?
Mandou Seu Filho ao mundo nos guiar, nos conduzir.
E como ensinaria Deus o sacrifício e dor?
Mandou Seu Filho aqui morrer e em glória reviver!
O que nos pede então o Pai nas Santas escrituras?
Viver tal como o Filho Seu, com fé e vida pura. Devemos, pois, seguir Jesus.

Criança 4: E aconteceu naqueles dias que saiu um decreto da parte de César Augusto para
que todo mundo se alistasse. E todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade. E subiu
também José da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, na cidade de Davi, chamada
Belém, a fim de alistar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida.
HINO: Pequena Vila de Belém – Hinos 129 – 1ª Estrofe

Pequena vila de Belém repousa em teu dormir, enquanto os astros lá do céu estão a refulgir.
Porém nas tuas trevas resplende eterna luz, incomparável divinal, nasceu o rei Jesus.

Criança 5: O relato de Lucas registra: “E aconteceu que, estando ali, se cumpriram os dias
em que Maria havia a dar à luz. E deu à luz a seu filho primogênito e envolveu-o em panos
e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.”

HINO: Jesus Num Presépio – MC 26 – 1ª Estrofe (exceto refrão)

Jesus num presépio sem berço nasceu, deitaram na palha o corpinho seu. Estrelas brilhando
banhavam de luz, o lindo infante menino Jesus.

Criança 6: Numa visão maravilhosa o profeta Néfi do Livro de Mórmon viu o recém
nascido Messias:

(Encenam Néfi, o Anjo Gabriel e Maria)

Néfi: E aconteceu que olhei e vi a grande cidade de Jerusalém e também outras cidades. E
vi a cidade de Nazaré; e na cidade de Nazaré vi uma virgem que era extremamente formosa
e branca. E aconteceu que vi os céus se abrirem; e um anjo desceu, pondo-se na minha
frente e disse:

Anjo: Néfi, que vês tu?

Néfi: Uma virgem mais bela e formosa que todas as outras virgens.

Anjo: Conheces tu a condescendência de Deus?

Néfi: Sei que Ele ama seus filhos; não conheço, no entanto, o significado de todas as
coisas.

Anjo: Eis que a virgem que vês é a mãe do Filho de Deus, segundo a carne.

Néfi: E aconteceu que a vi ser arrebatada no Espírito. E depois de haver sido ela arrebatada
no Espírito por um certo espaço de tempo, o anjo falou-me:

Anjo: Olha!

Néfi: E olhei e tornei a ver a virgem carregando uma criança nos braços.

Anjo: Eis o Cordeiro de Deus, sim, o Filho do Pai Eterno!

Criança 6: Deus Misericordioso! Ela foi preservada, teu filho nasceu. Quão bela está
Maria, já não parece abatida.
Maria: Terminaram os longos e preciosos meses em que levei dentro de mim o Filho de
Deus. Ele nasceu lindo e perfeito. Estou contente que o estábulo onde fui acomodada estava
limpo e seco para receber o Rei dos Reis.

HINO: Num Estábulo Humilde – MC 25 – 1ª Estrofe

Num estábulo humilde, entre os mansos animais, terna mãe o filho deita sobre a palha e
nada mais. É Maria a terna mãe e Jesus é o bebê.

Criança 7: Ora, haviam naquela mesma comarca, pastores que estavam no campo, e
guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho. Eis que o anjo do Senhor veio sobre
eles e a glória do Senhor os cercou de resplendor. E tiveram grande amor. Então o anjo lhes
disse:

(Encenam o Anjo e os Pastores)

Anjo: Não temais, porque eis aqui que vos trago novas de grande alegria que será para todo
o povo: Pois na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor! E isto
vos será por sinal: Achareis o menino envolto em panos e deitado numa manjedoura.

(Crianças do Coro fazem um círculo em volta dos pastores)

Criança 8: E no mesmo instante apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos
celestiais, louvando a Deus e dizendo:

Crianças – Todas: Glória a Deus nas alturas, paz na Terra, boa vontade para com os
homens!

HINO: Lá na Judéia Onde Cristo Nasceu – Hinos nº 123 – 1ª Estrofe

Lá na Judéia onde Cristo nasceu, os pastorzinhos ouviram do céu: Glória a Deus, glória a
Deus, glória a Deus nas alturas. E na terra sempre paz, e na terra sempre paz!

(Crianças do Coro voltam aos seus lugares)

Criança 9: E aconteceu que, ausentando-se deles, os anjos celestiais, disseram os pastores


uns aos outros:

Pastor 1: Vamos, pois até Belém?

Pastor 2: Vamos e vejamos isso que aconteceu!

Pastor 3: Vejamos o que o Senhor nos fez saber!

Criança 9 continua: E foram apressadamente, e acharam Maria, José e o menino deitado


em uma manjedoura. E vendo-O divulgaram a palavra de que acerca do menino fora dita; e
todos os que ouviram maravilharam do que os pastores lhes diziam. Mas Maria aguardava
todas essas coisas, conferindo-as em seu coração.

HINO: Na Bela Noite Se Ouviu – Hinos 128 – 1ª Estrofe

Na bela noite se ouviu dos anjos a canção, ao mundo proclamando boas novas em união.
Envolve a terra doce paz do Reino Celestial! Nas trevas de Belém brilhou o singular sinal.

Criança 10: Talvez estivéssemos naquele coro de anjos. Talvez tenhamos observado e
assistido aos incomparáveis acontecimentos. No entanto, agora o véu está baixado;
nenhuma lembrança vívida permanece. Ainda assim, a promessa acesa pelo espírito, arde
em nós. Esforçamo-nos para cantar e expressar gratidão.

Criança 11: Esta saudação de paz na terra, boa vontade para com os homens, se tem
repetido inumeráveis vezes pelo repique de sinos. Como Maria, muitos de nós já
ponderamos estas boas novas em nosso coração, esta alegria serena. O infante santo, os
pastores, as hostes angelicais e às cenas do relato das escrituras da Natividade é sentido por
muitos.

Criança 12: Os pastores de Belém não foram os únicos que presenciaram milagres
naquela noite. Desta noite feliz, também profetizou o profeta lamanita, Samuel, ao povo
nefita:

Samuel: “Eis que o Filho de Deus virá para redimir todos os que crerem em seu nome. E
eis que isso vos darei por sinal, na ocasião de sua vinda: Eis que haverá grandes luzes no
céu, de modo que na noite anterior a sua vinda não haverá escuridão, tanto que aos homens
parecerá ser dia. E isso vos será por sinal; pois vereis o nascer e também o pôr do sol;
portanto saber-se á com certeza que terão passado dois dias e uma noite, muito embora não
haja escuridão durante a noite. E essa noite precederá o seu nascimento. Eis que uma nova
estrela aparecerá, uma que nunca vistes antes; e isto também vós será por sinal”.

Criança 13: Ora aconteceu que os incrédulos fixaram um dia para aplicar a pena de morte
a todos que acreditavam naquelas tradições, caso não aparecesse o sinal que havia sido
anunciado por Samuel, o profeta.

Criança 14: E aconteceu que quando Néfi, filho de Néfi, viu esta maldade de seu povo,
afligiu-se-lhe extremanente o coração. E aconteceu que saiu, prostou-se e clamou
fervorosamente ao seu Deus em favor do povo.

Criança 15: Néfi clamou em favor daqueles que estavam prestes a ser destruídos em
virtude de sua fé na tradição de seus pais. E aconteceu que clamou fervorosamente ao
Senhor todo aquele dia; e eis que lhe chegou a voz do Senhor, dizendo:

Voz: Levanta a cabeça e tem bom ânimo; pois eis que é chegada a hora e esta noite será
dado o sinal; e amanhã virei ao mundo para mostrar que cumprirei tudo aquilo que fiz com
que fosse dito pela boca de meus santos profetas. Eis que venho aos meus para cumprir
todas as coisas que dei a conhecer aos filhos dos homens, desde a fundação do mundo; e
para fazer a vontade tanto do Pai como do Filho – do Pai, por minha causa; e do Filho, por
causa da minha carne. E eis que é chegada a hora e esta noite será dado o sinal.

Criança 16: E aconteceu que as palavras que Néfi ouviu se cumpriram segundo fora dito;
pois eis que, ao pôr-sol, não houve escuridão; e o povo começou a admirar-se, porque não
houve escuridão quando chegou a noite.

Criança 17: A promessa foi cumprida. Ela significa tanto para nós! E ainda mais, pois há
promessas a serem cumpridas. Mas como já aconteceu antes, o mundo não perceberá,
estando em trevas, com os olhos sobre os seus “césaras” e suas “romãs”. No entanto, como
antes, os puros ouvir-lhe-ão a voz e saberão.

Criança 18: E observarão, com os olhos voltados para o céu e os corações cheios de
esperança.

Criança 19: O prometido virá novamente para purificar, abençoar e reclamar aquilo que é
Seu. E nós, que nos esquecemos o que vimos quando Ele veio pela primeira vez, veremos
novamente. E outra vez, cantaremos e louvaremos ao Senhor. Alguns arrebatados para
encontra-lo no céu. Outros resplandecentes, descendo como a cauda de um cometa das
elevadas esferas. Todos em alegria.

Criança 20: Agora, nesta ocasião tão especial, juntemos nossas vozes às dos anjos do céu
cantando glória a Deus nas alturas como fizeram naquela noite divina tantos séculos atrás,
pois o tempo não pode deslustrar a glória do nascimento do nosso Salvador. Pedimos neste
momento que toda a congregação cante conosco o hino nº 124 “Anjos Descem a Cantar”.

(Todas as crianças e personagens entram no palco)

HINO: Anjos Descem A Cantar – Hinos 124

Anjos descem a cantar: Paz na terra e glória a Deus! Nas montanhas a ecoar, escutai os
cantos seus: “Glória, glória a Deus nas alturas! Glória, glória nas alturas”!
Os pastores lá se vão, ver O Infante Celestial, repetindo o refrão de louvor angelical:
“Glória, glória a Deus nas alturas! Glória, glória nas alturas”!
A Belém vinde adorar, Cristo, Salvador e Rei. Adorai-O ao cantar, o refrão da excelsa grei:
“Glória, glória a Deus nas alturas! Glória, glória nas alturas”!

(Fecham-se ás cortinas e ouve-se um fundo musical: “No meu coração”)

...................................................................................................................................................

(Abrem-se as cortinas com as líderes do berçário/raio de sol no canto esquerdo do palco e


Maria encenando junto à figura do menino Jesus na manjedoura)

Líder 1: Então crianças, vocês gostaram da história do menino Jesus?

Crianças – Todas: Sim!!!


Líder 2: Agora meus amores, está na hora de vocês deitarem-se para dormir!

Líder 3: Nós vamos cantar para vocês uma canção especial. A canção que Maria cantava
ao menino Jesus:

Maria: Dorme, dorme neném, meu querido bem, feche os olhos devagar. Dorme, dorme,
neném, meu querido bem, seja doce o teu sonhar. Linda estrela brilha lá no céu, alumiando
o rostinho seu. Dorme, dorme neném, meu querido bem, seja doce o teu sonhar.
Tua mãe com amor e com dedicação, o teu sono velará e José com fervor e fé no coração, o
infante guardará. Paz na terra, anjos descem a cantar, enquanto dorme o meu neném.
Dorme, dorme neném, meu querido bem, seja doce o teu sonhar.

(Quando Maria terminar de cantar, as crianças estarão “dormindo”)

Final: Canção – “Foi Assim que aconteceu”.

(Entra no palco uma menina que começa a canção. No refrão entram todas as crianças, os
personagens e levantam-se as crianças do Berçário e Raio-de-Sol para cantar. Na segunda
estrofe entra um menino cantando.)

“Foi Assim que Aconteceu”

Menina: Vou contar uma história que um dia aprendi. Quando eu era pequenina, minha
mãe contou assim: Que há muito tempo atrás, numa linda noite fria, o bebê Jesus nasceu, o
menino de Maria.

REFRÃO: E foi assim que aconteceu, o Natal foi feito assim. É o aniversário de Jesus pra
mim.
Hosanas nas alturas, paz e glória sem igual. Ao vir a este mundo Jesus trouxe o Natal.

Menino: Um menino foi deitado numa cama de capim, com pastores ao seu lado. O Natal
foi feito assim. Três magos o visitaram co presentes de valor. E aos pés se ajoelharam com
carinho e louvor.

REFRÃO: E foi assim que aconteceu, o Natal foi feito assim. É o aniversário de Jesus pra
mim.
Hosanas nas alturas, paz e glória sem igual. Ao vir a este mundo Jesus trouxe o Natal.

Menina: Minha mãe disse que um dia, muita dor Ele sofreu. Pra salvar a todo mundo,
numa cruz Jesus morreu.
Menino: Mas eu sei que Ele vive e vai voltar para nos ver. E o Natal vai ser eterno para
mim e pra vocês.
REFRÃO: E foi assim que aconteceu, o Natal foi feito assim. É o aniversário de Jesus pra
mim.
Hosanas nas alturas, paz e glória sem igual. Ao vir a este mundo Jesus trouxe o Natal.

Hosanas nas alturas, paz e glória sem igual. Ao vir a este mundo Jesus trouxe o Natal.
Feliz Natal!!!

FIM!