You are on page 1of 2

Bernoulli, família

A partir do final do século XVII, três gerações de


cientistas da mesma família estiveram entre os mais
notáveis de seu tempo. A teoria das probabilidades, os
princípios do cálculo infinitesimal e a integração das
equações diferenciais foram algumas das contribuições dos
Bernoulli à matemática e às ciências que dela se valem.
A família é originária de Antuérpia, na Bélgica, de onde
Jacques Bernoulli emigrou para Basiléia, na Suíça, em
conseqüência de perseguições religiosas. Nove membros da
família sobressaíram no campo da matemática ou da física
e quatro deles receberam os prestigiados prêmios da
Académie des Sciences de Paris. Os maiores foram os
irmãos Jakob (1654-1705) e Johann (1667-1748) e o filho
deste, Daniel (1700-1782).
Jakob Bernoulli estudou teologia para atender à
vontade do pai, mas desde muito cedo mostrou
extraordinária vocação para a matemática. Visitou a França
e a Holanda, onde conviveu com matemáticos das
universidades de Amsterdam e Leiden. Seus primeiros
trabalhos, com hipóteses originais que não chegou a
aprofundar, são de 1682. No mesmo ano, fundou na
Basiléia o Collegium Experimentale Physicomechanicum.
Em 1687 foi designado para a cátedra de matemática da
Universidade de Basiléia.
As principais contribuições de Jakob Bernoulli foram:
(1) a descoberta, em conjunto com seu irmão Johann, de
que a série harmônica é divergente; (2) a solução do
problema do braquistócrono; (3) a demonstração do
teorema do binômio para expoentes inteiros e positivos; e
(4) a introdução dos polinômios e dos números de
Bernoulli, estes de grande importância para a
demonstração de diversos teoremas de álgebra e para o
estabelecimento de fórmulas do cálculo infinitesimal. Uma
de suas obras mais importantes, publicada postumamente,
foi Ars conjectandi.
Johann Bernoulli iniciou os estudos matemáticos com o
irmão Jakob. Depois de formar-se em medicina, dedicou-se
ao estudo do cálculo integral e diferencial. Estudou também
o movimento pendular e estabeleceu suas características.

1
Foi nomeado professor da Universidade de Groningen,
Países Baixos, e sucedeu a Jakob, depois de sua morte, no
lugar que este ocupava na Universidade de Basiléia.
Seguidor, como o irmão, da filosofia científica de Leibniz,
determinou a área e longitude das curvas e formulou
conceitos matemáticos referentes à óptica. Seus trabalhos
foram reunidos nos quatro volumes da Opera Johannis
Bernoullii.
O segundo filho de Johann Bernoulli, Daniel, estudou
lógica, filosofia e medicina nas universidades de
Estrasburgo e Basiléia. Transferiu-se depois para São
Petersburgo, na Rússia, onde foi admitido como professor
da Academia de Ciências para ensinar mecânica, física e
medicina. Tido como fundador da física matemática,
formulou o princípio da conservação de áreas, que
complementa o princípio da conservação de massa, de
Newton. Dedicou-se a diversos campos do conhecimento
científico, como a fisiologia, a astronomia, o magnetismo,
as correntes oceânicas e as marés. Em sua obra mais
importante, Hidrodinâmica, analisa as propriedades dos
fluidos, formula a teoria cinética dos gases e expõe o
teorema de Bernoulli, segundo o qual a pressão de um
fluido diminui quando sua velocidade aumenta.
À geração de Daniel Bernoulli pertenceram os dois
Nikolaus, irmão e primo dele, ambos matemáticos e
professores. Johann Bernoulli II, terceiro filho de Johann,
sucedeu ao pai como professor. Seus filhos Johann III e
Jakob II foram, respectivamente, diretor da Real Academia
de Ciências de Berlim e catedrático de física.