• • • • • • •

a contrario sensu a fortiori a latere a non domino a posteriori a posteriori a priori a priori a quo ab absurdo ab aeterno ab antiquo ab initio ab intestato ab irato ab origine ab ovo aberratio delicti aberratio ictus abolitio criminis absente reo accessorium sequitur suum principale accessorium sui principalis naturam sequitur accidentalia negotii actio actio ad exhibendum actio de damno infecto actio de in rem verso actio de negotiis gestis actio ex empto actio in personam actio in personam petito in rem actio in rem actio iudicati actio judicati actio libera in causa actio negotiorum gestorum actio non datur nisi constet de infertur,

¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦

• •

¦ ¦

• • • • • • • • •

¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦

¦

• • •

¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦

pela razão contrária com mais razão; com tanto mais razão paralelamente, de lado, ao lado. que não vem do dono segundo os acontecimentos previstos e realizados ao depois segundo os acontecimentos não previstos nem realizados antes; ao antes juiz ou tribunal de instância inferior de onde provém o processo; juiz singular; dia ou termo inicial de um prazo por absurdo desde a eternidade pelo modo antigo desde o começo sem testamento (diz-se da sucessão) sob a ação da ira desde a origem desde o início erro na execução do crime, obtendo o agente resultado diverso do pretendido ato que, dirigido a alguém, atinge indiretamente à terceiro abolição do crime na ausência do réu o acessório segue o principal o acessório sempre acompanha o principal negócios acidentais ação ação de exibição ação de dano temido ação de repetição de indébito ação de tomada e prestação de contas do gestor de negócios ação de reivindicação pelo comprador da entrega da coisa vendida ação pessoal ou sobre pessoa a ação recai sobre a pessoa, e o pedido sobre a coisa ação real ou sobre coisa ação de coisa julgada ação para fazer cumprir a sentença condenatória trânsita em julgado ação livre na causa; ação livre da causa do crime ação do gestor de negócios para haver o reembolso das despesas em virtude da gestão não se promove a ação (penal) se não constar o corpo

• • • • • •

¦

• •

¦ ¦ ¦ ¦ ¦

• • •

• •

¦ ¦

¦

corpore delicti

• •

actio personalis moritur cum persona actio quae tendit ad mobile, mobilis est, actio quae tendit ao immobile, immobilis est actio quanti minoris actio quantiminoris actio verbum etiam persecutio continetur actione non nata non praescribitur actiones traseunt ad heredes et in heredes actionum cumulatus est permissa actionum modus vel lege vel per praetorem introductus privatorum pactionibus non potest actor agit quando vult et non cogitur sed contrarium est in reo actor et reus idem esse non possunt actor forum rei sequitur, sive in rem sive in personam actor probat actionem actor sequitur forum rei actor venire debet instructior quam reus actor voluntarius agitur, reus autem ex necessitate se devendit actore non probante reus absolvitur actore probante, qui convenitur, etsi nihil praestat, obtinebit actori potius credendum est actus legis corruit omissa forma

¦ ¦

de delito ação pessoal desaparece com a morte da pessoa a ação que tem por objeto o móvel, é mobiliária, já a ação que tem por objeto o imóvel, é imobiliária ação estimatória, ação de diminuição de preço ação de abatimento de preço ou indenização por defeitos na coisa vendida a palavra “ação” implica a possibilidade de futura execução enquanto não nasce a ação não pode ela prescrever as ações se transmitem aos herdeiros e contra os herdeiros acumulação de ações é lícita o procedimento introduzido pelo pretor (lei) não pode ser modificado por convenção particular o autor aciona quando desejar e não é obrigado, mas com o réu ocorre justamente o contrário autor e réu não podem ser os mesmos o autor deve acionar o réu em sua residência ou domicílio, tanto na ação real quanto na ação pessoal o autor tem o ônus de provar o autor está obrigado a acionar o réu em seu domicílio o autor deve melhor instruir o pedido do que o réu a contestação o autor aciona segundo a sua vontade; já o réu se defende por absoluta necessidade se o autor não demonstra a verdade do alegado, o réu é absolvido de instância se o autor não prova a verdade do alegado, julga-se improcedente o pedido, mesmo que o réu não o tenha impugnado o juiz deve dar maior credibilidade ao que diz o autor os atos (solenes) ficam sem nenhum efeito, se não se obedece à forma legal o ato judicial tem mais força do que o ato extrajudicial execução é o ato judicial pelo qual se cumpre a sentença condenatória, contra o exeqüente recalcitrante, que se recusa a obedecer os preceitos da sentença o ato limitado produz efeito limitado não se pode considerar perfeito o ato realizado apenas em parte interpreta-se o ato (contrato) não pelo nome, mas pelo

¦ ¦

¦

¦ ¦

¦ ¦

¦

¦ ¦

• • •

¦ ¦ ¦

¦

¦

¦

• •

¦ ¦

actus judicialis potentior est extrajudiciali actus judicials per quem sententiam conmnatoriam contra reum invitum qui sententiam satisfacere recusat, ad effectum reducit actus limitatus limitatum effectum producit actus non dicitur perfectus quando partium est factus, partium non actus non nomine sed ab effectus judicatur

¦ ¦

¦ ¦

¦

para a demanda. pela vontade. diligências requeridas e promovidas com caráter perpétuo. apenas para argumentar para a causa. para o processo (diz-se do mandato conferido pelo juiz ao revel ou ausente) literalmente. palavra por palavra. nec per se animo ad iudicia ad jura renunciata nondatur regressus ad libitum ad libitum ad litem ad litem ad litteram ad mensuram ad mensuram ad nauseam ad necessitatem ad negotia ad nutum ad nutum ad oponendum ad optio natura mimitatur et promonstro est. como posição. quando haja receio de que a prova possa • • • • • • • • • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • ¦ ¦ . para a perpétua memória da coisa. à vontade para a lide. para o foro em geral (diz-se da procuração) renunciado um direito. por segurança ajudar. para a ação.• • • • • • • • • • • • • • ad absurdum ad adjuvandum ad arbitrium ad argumentandum tantum ad causam ad cautelam ad coadjuvandum ad corpus ad diem ad effectum ad evacuandum ad excludendum ad exemplum ad hoc ad hoc ad honorem ad impossibilia nemo tenetur ad instar ad interdicta ad interim ad ipiscimur possessionem corpore et animo. para auxiliar por inteiro (diz-se da venda) dia final de um prazo para efeito para desocupar para excluir. Ao menor sinal. textualmente. ajudar com arbítrio só para argumentar. condição unilateral de revogação ou anulação de ato em oposição. a adoção deve imitar a natureza e será uma aberração se o adotado for mais idoso do que o adotante. à sua vontade. não só a apreensão e intenção de ser dono simplesmente. por medida (diz-se da venda) por medida (diz-se da verdade) sobejamente. por necessidade para negócios à vontade. eliminar por exemplo substituição temporária para o caso específico (diz-se da tutela) para isto por honra ninguém pode ser obrigado a fazer o impossível à semelhança de diz-se da posse que se exerce por interditos possessórios provisoriamente compreende a posse (propriedade) apreensão e intenção de ser dono. nec por corpore. ut major sit filius quam pater ad perpetuam rei memoriam ad perpetuam rei memoriam ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • ¦ ¦ • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ efeito (sentido) por absurdo para auxiliar. a seu critério. impossível recuperá-lo. na causa por cautela.

quam lex scripto praeter mis it affectio maritalis affectio societatis affectio tenendi affinitas affinitatem non parit affirmans probat affirmans probat affirmanti incumbit probatio agens invitus nemo compelitur al alea ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ desaparecer diligências requeridas e promovidas com caráter perpétuo. à semelhança. para a solenidade. segundo o valor (diz-se da tarifa) contra todos. para a aprovação afirmativa dirigida diretamente à coisa cláusula de retrovenda para o título. diz-se da posse que se exerce por usucapião sobre o valor. de modo temporário. a um. ninguém é obrigado a demandar. para seguir. • • • • • • • • • • ¦ ¦ • • ¦ ¦ • • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • ¦ . para um só. como prova. fato ou coisa) risco. pelo valor. utiliza-se na expressão se por al (se por outro motivo. que se exige uma solenidade legal. ânimo de serem marido e mulher desejo de fazer parte da sociedade. para apreciação posterior. ânimo de constituição de sociedade ânimo de ter. dia ou termo final da contagem de um prazo tribunal (2ª instância). para o processo juiz ou tribunal de instância superior para onde se encaminha o processo. abreviatura de aliud. por algum tempo para garantia deles e segurança de terceiros. de possuir a afinidade não cria nova afinidade. para a prova para prova apenas. quem afirma deve provar àquele que afirma é que incumbe a prova. segundo a vontade a demanda (lide) está ainda com o juiz o bom senso permite defender-se contra o perigo.• ad perpetuam rei memoriam ¦ • • • • • • ad probandum tantum ad probationem ad probationem ad probationem tantum ad processum ad quem ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • • • ad quem (Juízo) ad referendum ad referendum ad rem ad retro ad rubricam ad similia ad solemnitatem ad tempus ad tutelam e jus et securitatem proximorum (Marco Aurélio) ad unum ad usucapionem ad valorem ad valorem ad versus omnes ad voluntatem adhuc sub judice lis es adversus periculum naturalis ratio permite se defendere (Justiniano) aequitas aequitas nihil aliud est quam jus. àquele que afirma é que incumbe a prova. eqüidade a eqüidade nada mais é do que a aplicação do direito que a própria norma escrita deixou de prescrever. quando haja receio de que a prova possa desaparecer apenas para provar.

de outro lugar. outro. risco judiciário. algo novo aliás. uma coisa é dar.• • • • • • • • alea jacta est alea judiciorum aliena gratia alieni juris alieno nomine alieno tempore alii. querem dizer a mesma coisa. ao contrário. intenção. outro eu o ato doloso de alguém não dá ação contra outrem que dele não participou a mora de um devedor não prejudica o co-devedor não prejudicar terceiro em caso de ambigüidade interpreta-se contra quem redigiu a estipulação revogável é a vontade do testador até que ele atinja o fim de sua vida ninguém pode adquirir por prescrição o que já lhe pertence deve e quanto se deve analogia. outra. em nome alheio intempestivamente diferentemente. o direito de receber alimentos se extingue com a morte do alimentando. de outra parte. diferentemente. ao contrário. diverso uma coisa é calar. comparação entre dois princípios. outra. mentir (esconder). aliter alimenta cum vita finiri alimenta solum debentur protem por e quo alimentandu vivit aliquid novi aliter aliud aliud est calare. vontade intenção de abusar intenção de ajudar intenção de imitar intenção de apropriar-se intenção de caluniar intenção de confessar intenção de contratar intenção de corrigir • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • allegans casum fortuitum illum probare tenetur allegare nihil et allegatum non probare paria sunt alter ego alterius circumventio alii non praebet actionem (Ulpianus) alterius mora alteri non nocet alterum non laedere ambiguitas contra stipulatorem est ambulatoria est voluntas testatoris usque ad supremum vitae amplius quam semel res mea esse non potest an et quantum debeatur analogia juris analogia legis anima mulieris in corpore virile inclusa animus animus abutendi animus adiuvandi animus aemulandi animus apropriandi animus calumniandi animus confitendi animus contrahendi animus corrigendi • • ¦ ¦ • • • ¦ ¦ ¦ • ¦ • ¦ • • ¦ ¦ • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • • • • . só se devem alimentos pelo tempo que vive o alimentando. a simulação. diz-se do mandato outorgado no interesse de terceiro incapaz (Juridicamente). aliud ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • ¦ a sorte está lançada. nada alegar e alegar e não provar. comparação entre dois dispositivos de lei alma de mulher em corpo de homem ânimo.aliud promittere aliud est similatum aliunde falsum. uma coisa é a falsidade. aliud tacere aliud est dare. ou sistemas jurídicos analogia. outra prometer. em direito. quem alega caso fortuito deve prová-lo.

¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ intenção de enganar intenção de defender intenção de abandonar intenção de difamar intenção de dispor intenção de prejudicar com intenção de ser dono intenção de domínio ou posse intenção de doar intenção de falsificar intenção de fraudar intenção de furtar intenção de infringir intenção de injuriar intenção de exercitar crueldade ou sevícia intenção de brincar intenção de ferir intenção de lucrar intenção de fixar residência definitiva intenção de narrar intenção de matar intenção de prejudicar intenção de novar intenção de matar intenção de ofender intenção de possuir intenção de prevaricar intenção de receber intenção de reincidir intenção de renunciar intenção de reter a posse intenção de ter para si intenção de simular intenção de pagar intenção de conservar ou manter intenção de violar antes do ato antes do delito. pregressa para condenar-se à morte um réu que confessou. necessário ainda constatar a existência do corpo de delito em palavras abertas. antes de praticar o crime antes do ato. declaradamente a apelação é provocação de um juízo superior não se admite a apelação em termos gerais em caso de dúvida deve-se admitir a apelação não se pode aprovar o que antes se impugnou • • • .• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • animus decipiendi animus defendendi animus delinquendi animus difamandi animus disponendi animus dolandi animus domini animus dominii animus donandi animus falsandi animus fraudandi animus furandi animus infringendi animus iniuriandi animus insaeviendi animus jocandi animus laedendi animus lucrandi animus manendi animus narrandi animus necandi animus nocendi animus novandi animus occidendi animus offendendi animus possidendi animus prevaricandi animus recipiendi animus remanendi animus renunciandi animus retinendi animus sibi habendi animus simulandi animus solvendi animus tenendi animus violandi ante acta ante delictum anteacta antequam reus propria confessione possit condemnari ad mortem. oportet ut constet de corpore delicti apertis verbis appelatio est provocatio ad maiorem judicem appelatio generalis respectu causae non valet appellatio admittenda videtur in dubio approbare quis non potest. anterior. abertamente.

• • • • • quod semel impugnavit approbatione totius. num julgamento a confissão extrajudicial deve ser aceita com reservas pelo juiz a confissão torna a coisa evidente • • • • • • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ • • ¦ ¦ ¦ ¦ • • • ¦ • ¦ . contrária aos seus interesses. parte de abertura de um documento ou dispositivo de lei causa da dívida por causa da morte causa de pedir causa torpe aquém do pedido proveito. non mortis tempore confessio dividi non debet confessio est instaar renuntiatio confessio est probatio omnibus melhor confessio est qualiscumque contra se pronuntiatio in judicio confessio extrajudicialis dubiam judici causam facit confessio facit rem manifestam ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ aprovado a todo. vantagem de comum acordo opinião comum com o devido consentimento com a licença concurso de delinqüentes condição de direito. presumem-se aprovadas as partes junto de extrato de obra de junto aos autos (diz-se da procuração). condição indispensável condição sem a qual. interesse. condição indispensável deve considerar a condição (moral e mental) da testemunha na ocasião do depoimento e não ao tempo de sua morte a confissão é indivisível a confissão é como uma espécie de renúncia a confissão é a melhor de todas as provas confissão é qualquer pronunciamento que uma das partes faz. condição jurídica. quaelibet ejus pars approbata censetur apud apud apud acta arbitrio judicis relinquintur quod in jure definitum non est assipiens auctiori incumbit provatio auctoritas benigna interpretatio bis in idem boni mores brevi manu calumnia littium capitá capitis deminutio caput causa debendi causa mortis causa petendi causa turpis citra petita commodum communi consensu communis opinio concessa venia concessa venia concursus delinquentium conditio juris conditio legis conditio sine qua conditio sine qua non conditionem testium tunc inspecere debemus cum signatare. condição indispensável à validade de um ato jurídico condição legal condição sem a qual. nos autos deixa-se ao arbítrio do juiz aquilo que não é prescrito em lei credor de boa-fé de prestação que não lhe é devida ao autor da alegação incumbe o ônus da prova autorização interpretação segundo a eqüidade incidência bons costumes de pronto chicana ou alicantina cabeças diminuição da capacidade cabeça.

no fundo. testimonium non fertur • ¦ • • • ¦ ¦ ¦ ¦ • • ¦ . pois. non scriptum testimonium non valet contra scriptum testimonium. ubi est falsus. em desacordo com a lei contra a lei contra quem não pode agir não corre a prescrição contra o testemunho escrito de nada vale o testemunho verbal a uma prova escrita não se opõe prova não escrita • • • • conjecturis non est opus in claris et praesumptic cedit veritati conscientia fraudis conscientia sceleris consensu solo contrahitur obligationem consentire etiamsi videtur qui non testificatur dissentire consentire vel non contradicere paria sunt consequens. ora ele é preto o costume é um excelente intérprete de leis o costume tem força igual à lei o costume pode tanto quanto pode a prescrição o costume é uma espécie de lei uma ação absorve sempre a outra cúmplice são nulas as convenções particulares que contrariam as normas de direito civil são nulas as convenções particulares que contrariam as normas de direito civil contra o direito. antecedens subsistere non potest consilium fraudis constituti consueto paret vim habet cum lege consuetudo consuetudo est altera natura consuetudo est difficilime probationis qui modo est alba modo est nigra consuetudo est optima legum interpres consuetudo paret vim habet cum lege consuetudo potest quidquid potest praescriptio consuetudo species legis est consumitur alteram consuus altera actio per ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • ¦ • • ¦ ¦ • ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • contra juris civilis pacta conventa rata non habent contra juris civilis ratio pacta conventa rata non habent contra jus . non scriptum. ora ele é branco. intenção de fraudar diz-se da cláusula que contém um a obrigação de transferir a coisa o costume tem a força igual à lei costume o costume tem força igual à lei é dificílimo provar o costume.contra legem contra legem contra non valentem agere non currit praescriptio contra scriptum testimonium. o antecedente não pode subsistir plano de fraude. exato conjecturas são deduzidas do que o mais das vezes acontece nas coisas claras não é preciso conjecturas e a presunção dá lugar à verdade consciência da fraude condescendência criminosa só pelo consentimento se contraem obrigações é o mesmo que consentir o fato de não dissentir consentir ou não contradizer. são a mesma coisa sendo falso o conseqüente.• • • • • • confessio facta in judicio non potest retractari confessus in jure pro condemnato habetur confessus pro judicato habetur confiteor congruo tempore conjecturae ab eo quod plurimum fit deductae ut ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ a confissão feita em juízo é irretratável confessar em juízo é o mesmo que se condenar tem-se por condenado aquele que confessou confissão em tempo certo. contra a lei.

palavras concorrendo cláusulas incompatíveis. incoerência contradição nos termos contradição de termos. é lei entre as partes que dela participam o contrato não deve ter efeito além da intenção das partes contrato que trata de prestações futuras e condicionadas deve ser interpretado segundo as circunstâncias em que se encontram na atualidade contradição na afirmação contradição. como a compra e venda. si concurrant. Pandectas. pode dispor aquele que pode promulgar a lei também podem revogá-la exime-se de culpa aquele que sabe que um ato é criminoso.pa in commintendo cui prodest scelus is fecit? cuique facere licet nisi qui jure prohibetur cuique suum tribuere cujus est concedere ejus est revocare cujus est dare. condução. praevalet ultimum contraria simul esse non possunt contrarius consensus contumacia in faciendo eo quod ex voluntate legis vel judicis est abstinendum conventio conventione jus mutari non potest coram lege corpus criminis corpus delicti corpus iuris canonici corpus iuris civilis publicum ¦ • ¦ • ¦ • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • ¦ • • ¦ ¦ • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • crimen adulteri praejudicat infanti non ¦ • • • cu. ejus disponere cujus est instituere legem. locação. ¦ contrato significa obrigação de uma outra parte. prohibere non potest sed ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • ¦ • culpa est non praevidere quo facile potest evenire ¦ . mas não pode proibir culpa é não prever aquilo que é fácil se admitir que ¦ ¦ • contractus est pactio duorum pluriumve in idem placitum consensus contractus ex conventione partium legem accipiunt contractus non debet operari ultra intentionem agentium contractus qui habent tractu sucessivum et depenpendum de futuro rebus sic stantibus intelligentur contradictio in adiecto contradictio in adjecto contradictio in terminis contradictio in terminis contraria plura incompatibilia. ejus est abrogare culpa caret qui scit.• • • contractum citroque societatis contractus autem ultra obligationem. sociedade contrato contrato é acordo entre duas ou mais pessoas com relação a um interesse mútuo o contrato. prevalece a última as coisas contrárias não podem não podem coexistir (são incompatíveis) consenso contrário (aplica-se ao contrato) contumácia é deixar de fazer aquilo que a lei ou o juiz manda contrato os contratos não podem desrespeitar normas públicas em face da lei corpo de delito corpo de delito Código de Direito Canônico trabalhos legislativos elaborados durante o reinado do Imperador romano Justiniano (Institutas. por convenção. Código e Novelas) o crime de adultério não afeta os direitos do recémnascido culpa por agir imprudentemente a quem traz proveito a este deve ser atribuído o crime a cada um é permitido fazer aquilo que a lei não proíbe dar o seu a seu dono aquele que pode nomear pode também destituir aquele que pode dar.

falecido falecido. relatório sobre as atividades de uma pessoa até o momento guardião da lei. nec poena esse debet cum errantis nulla voluntas sit cum grano salis cum nullus sit consensus errantis cur debeatur an quid debeatur cura pauperibus clausa est curator et ad certam causam dari potest curatorem ad litem semper dari hominem litteratum curriculum vitae curriculum vitae custos legis da mihi factum. dar-te-ei o direito a se aplicar dano emergente o dano emergente é lucro cessante dano temido (diz-se da caução) o dano causado pela injúria o dano que alguém sofre por sua culpa exclusiva deve ser imputado a si próprio. De cuja sucessão se trata de fato o juiz não decide intenções. fiscal da lei dá-me o fato.• • • • • culpa in eligendo culpa in omittendo culpa in vigilando culpa lata dolo aequiparatur culpa ubi non est. meticulosamente quem foi induzido em erro não tem consenso por que se deve. Figurado: com perspicácia. que é que se deve o tribunal está fechado para os pobres pode-se nomear curador para uma determinada causa o munus de curador à lide deve ser sempre atribuído a pessoa alfabetizada (letrada) carreira de vida biografia dossier. não aos outros dar e remir (perdoar) é como se fosse uma só coisa ninguém pode dar o que não tem com a máxima licença com a devida permissão com o devido consentimento com a licença dação em pagamento dação em pagamento por ouvir dizer morto. também não cabe punição quem foi induzido em erro não tem vontade Literal: com um grão de sal. dabo tibi jus damnum emergens damnum emergens est lucrum cessans damnum infecto damnum injuria datum damnum quod quis sua culpa sentit sibi debet non aliis imputare dare et remittere paria sunit dare nemo potest quod non habet data maxima venia data permissa data venia data venia datio in solutum datio in solutum de auditu de cuius de cujus de facto de internis non judicat praetor de iure de iure condendo/constituiendo de iure condito de iure constituto de jure condendo de lege condenda ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ aconteça culpa em mal escolher seus prepostos culpa por deixar de atender preceitos de segurança culpa em não vigiar ou acompanhar a ação do preposto a culpa extrema se equipara ao dolo onde não existe culpa. direito futuro da lei vigente • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • ¦ ¦ • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • • • • • • • • • • • • . com sagacidade. coisas internas de direito do direito a ser constituído do direito vigente do direito constituído do direito a se elaborar.

logo fraudador defensor público falta prejuízo sentença definitiva é a que decide a lide principal e põe fim à controvérsia. uma coisa por outra o devedor de coisa certa se libera por sua morte o devedor de meu devedor não é meu devedor liberado o devedor presume-se que também o fiador está exonerado o devedor não incorre em mora quando o credor não envia pessoa para receber. pela condenação ou improcedência do pedido diz-se da comissão na qual o comissário assume a obrigação do pagamento pelo cedente crime continuado o delito. invito creditore solvere non protest debitor certae. no caso de dúvida. sem o consentimento do credor. proprietário diz-se daquele que tem comando sobre os atos judiciais senhor do negócio jurídico • • • ¦ • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • ¦ • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • • • • • • • • • • • • . senhor. não se presume delito privilegiado delírio de alcoólatra desuso último dia na contagem de um prazo certo primeiro dia na contagem de um prazo certo dia certo quando dia certo e incerto quando dia incerto quando o termo interpela pelo homem dou se deres dou se fizeres dolo bom dolo mau dolo presumido dono. per consequentia fidejussor quoque dimittitur debitor non constituitur in mora quando creditor in loco ubi facienda est solutio non destinavit persoanm ad recipiendum debitum coniugale decisum de-coctor ergo fraudator defensor ex officio deficit definitiva sententia quae veluti litem principalem decisit et controversiae finem impunit per condemnationem del credere delictum continuatum delictum non praesumitur in dubio delictum privilegiatum delirium tremens desuetudo dies a quem dies a quo dies certus na et quando dies certus na incertus quando dies incertus quando dies interpelat pro homine do ut des do ut facias dolus bonus dolus malus dolus res ipsa dominus dominus litis dominus negotii ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • ¦ ¦ ¦ da lei a ser criada da lei a se criar. a se elaborar da lei criada do mérito no mérito para o mandato (diz-se da caução) de vista o devedor não pode quitar.• • • • • • • • de lege ferenda de lege ferenda de lege lata de meritis de meritis de rato de visu debitor aliud pro alio. no lugar onde deve ser feito o pagamento débito conjugal decisório falido. interitu ejus liberatur debitor debitoris mei debitor meus non est debitor liberato.

• • • • • dura lex sed lex eadem causa eadem personae eadem rem electa una via non regressus al alterum elegantia iuris erga omnes error facti error in eligendo error in iudicando error in objecto error in persona error in procedendo error in vigilando essentialia negotii est modus in rebus et alii et caetera eventus damni ex abrupto ex abundantia ex adversus ex aequo ex aequo bono ex ante ex autoritate propria ex bona fide ex cathedra ex causa ex confesso ex consensu ex delicto ex empto ex facto oritur jus ex integro ex iure ex lege ex locato ex more ex necessitate ex nihilo ex nunc ex officio ex positis ex post facto ex professo ex proprio iure datur ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ a lei é dura mas é lei mesma causa mesmas pessoas mesma coisa eleita uma via judicial não se pode substituí-la por outra elegância na expressão do direito ou da lei contra todos erro de fato erro na escolha erro no julgamento erro sobre o objeto erro sobre a pessoa erro no procedimento erro na vigilância negócios essenciais há um limite em todas as coisas e outros e as demais coisas evento do dano de súbito com abundância do lado contrário igualdade de mérito ou de título segundo a eqüidade e o bem de antemão por sua própria autoridade de boa-fé do alto da cadeira. exprimir-se como catedrático diz-se das custas na justiça gratuita em resultado de confissão com o consentimento diz-se do dano causado por ilícito penal com repercussão na área cível que é decorrente de compra o direito é gerado dos fatos na íntegra conforme o direito de acordo com a lei (diz-se das custas) em razão do mandato de acordo com o costume em razão de necessidade de nada que não retroage de ofício de exposto depois do fato de forma magistral por direito próprio • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ .

de origem divina confissão fictícia posse fictícia ficção jurídica fiador ação de demarcação ou regulação de prédios fraude à lei fumaça do bom direito furto impróprio furto próprio apenas pelo favor de argumentar remédio jurídico para assegurar liberdade de ir e vir (locomoção) sem constrangimento pessoal concede-se para obter informações atinentes à pessoa junto aos bancos de dados e para a retificação dos mesmos herança não permitida aqui e agora • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • expressis verbis extra commercium extra matrimonium extra muros extra petita extrema ratio facies facio ut des facio ut facias facta praeterita facti species factia concludentia factum principis facultas agendi facultas bellandi fallitui ergo fraudator faz ficta confessio ficta possessio fictio iuris fideiussio indemnitatis finium regundorum fraus legis fumus boni iuris furtum improprium furtum proprium gratia argumentandi habeas corpus habeas data ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • ¦ • • hercto non sito hic et nunc ¦ ¦ . pela raiz não só o direito nasce do fato que retroage de um lado. de cada lado por efeito de exceção exceção de contrato não cumprido exceção de domínio exceção substancial exceção da verdade por exemplo execute-se. autorização dada pelo STF para que atos processuais requisitados por autoridades estrangeiras sejam cumpridos no país de maneira expressa fora do comércio fora do matrimônio fora dos limites fora do pedido extrema razão forma exterior faço se deres faço se fizeres fatos passados espécies ou modelo de um fato fatos concludentes fato do príncipe faculdade de agir faculdade de declarar guerra falido.• • • • • • • ex radice ex rerum natura ex tunc ex uno latere ex vi exceptio exceptio non adimpleti contractus exceptio proprietatis exceptio stricti iuris exceptio veritatis exempli gratia exequatur ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ desde a raiz. logo fraudador direito natural. cumpra-se.

via cessão judicial por inteiro diz-se do acidente ocorrido no trajeto de ida e volta do .• • • homo medius honeste vivere honoris causa ibidem ictu oculi id est idem idem per idem imperium impotentia coendi impotentia concipiendi impotentia generandi imprimatur improbus improbus administrator improbus litigator in in absentia in abstracto in actu in albis in articulo mortis in capita in casu in commitendo in concreto in continenti in custodiendo in dubio contra fiscum in dubio pro libertate in dubio pro misero in dubio pro reo in eligendo in exemplis in extenso in extremis in faciendo in fieri in fine in fraudem legis in futurum in genere in initio litis in iniure cessio in integrum in itinere ¦ ¦ ¦ • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • ¦ ¦ homem comum viver honestamente para honra. título honorífico universitário conferido a título de homenagem no mesmo lugar num golpe de vista isto é o mesmo ou a mesma coisa o mesmo pelo mesmo império impotência de copular impotência de conceber impotência de fecundar imprima-se desonesto administrador desonesto litigante desonesto em na ausência em abstrato (diz-se da culpa levíssima) no ato em branco momento próximo à morte por cabeça no caso em cometer (diz-se da culpa) em concreto (diz-se da culpa objetiva) imediatamente em guardar (diz-se da culpa) em dúvida contra o Fisco em dúvida pela liberdade em dúvida a favor do miserável em dúvida a favor do réu em escolher (diz-se da culpa) por exemplo na íntegra nos últimos momentos da vida diz-se da culpa decorrente da ação prestes a nascer o fim em fraude à lei no futuro em gênero no início da lide uma das maneiras de transmissão do domínio.

liminarmente no começo da lide na lide no próprio local em memória ao natural. recusa informação do delito finalidade da lei feita entre outros entre obrigados entre litigantes entre as partes entre vivos (diz-se da doação ou da sucessão) poder de veto decisão provisória decisão interlocutória no âmbito interno por interposta pessoa a interpretação cessa quando a lei é clara dentro dos limites obrigação de herdeiro dentro e nos limites da herança em consideração a pessoa literalmente. textualmente. pelas mesmas palavras literalmente. palavra por palavra. . textualmente.• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • in limine in limine litis in litem in loco in memoriam in natura in nomine in omittendo in opportuno tempore in perpetuum in re ou in rem in rem propriam in rem verso in rerum natura in situ in solidum in solutum in specie in terminis in thesi in totum in verbis in vigilando inaudita altera pars ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • indulgentia principis infiatio informatio delicti intentio legis inter alios inter invitos inter nolentes inter partes inter vivos intercessio interdictum interlocutio interna corporis interposita persona interpretatio cessat in claris intra muros intra vires hereditatis intuitu personae ipsis litteris ipsis litteris ou verbis ipsis verbis ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ empregado ao local de trabalho no começo. palavra por palavra. na totalidade literalmente. em vigiar (diz-se da culpa) diz-se das medidas liminares que podem ser concedidas pelo juiz sem audiência prévia da parte demandada indulgência do príncipe (estado) denegação. textualmente. palavra por palavra. de acordo com a natureza em nome em omitir (diz-se da culpa) em tempo oportuno para sempre que se refere a coisa ou direito real no interesse próprio em benefício de outrem coisas da natureza no local por inteiro (diz-se da obrigação) em pagamento (diz-se da cessão) em espécie no término em tese no todo.

que não admite prova em contrário) normas jurídicas presunção relativa direito faculdade do herdeiro de renunciar à herança direito de abusar direito sobre a coisa direito de agir direito de aplicação direito do Estado de repatriar seus cidadãos direito benigno direito civil direito falso direito comum direito a ser constituído direito já constituído direito natural direito de dispor o direito nasce do fato direito de gozar direito geral direito de gentes direito de gestão direito de força direito honorário direito de império direito ao corpo (relativo à sociedade conjugal) direito real direito real sobre coisa alheia direito de permanecer direito natural direito não escrito.• • • • • • • • • • • • ipso facto ipso iure ita est iter criminis iudex esto iudicatum solvi iura iura in re aliena iura novit cura iure et facto iure proprio iuris et de iure iuris praecepta iuris tantum ius ius abstinendi ius abutendi ius ad rem ius agendi ius ambulandi ius avoncandi ius benignum ius civile ius commenticium ius commune ius condentum ius conditum ius connatus ius disponendi ius ex facto oritur ius fruendi ius generale ius gentium ius gestionis ius gladii ius honorarium ius imperii ius in corpus ius in re ius in re aliena ius manendi ius naturale ius non scriptum ius novum ius persequendi ius possessionis ius possidendi ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ pelo mesmo fato pelo mesmo direito isto é itinerário do crime sê juiz pague-se o que está julgado direitos direitos sobre coisa alheia os juízes conhecem o direito por direito e de fato razão do próprio direito de direito e por direito (diz-se da presunção absoluta. costume direito novo direito de perseguir direito de posse direito de possuir .

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • ius postulandi ius privatum ius protectionis ius publicum ius puniendi ius quaesitum ius resistentiae ius retentionis ius sanguinis ius scriptum ius singulare ius soli ius sufragi ius utendi ius variandi ius vicinitatis jus condendum lana caprina lapsus calami lapsus linguae lato sensu legem habemus legitimario ad causam lex lex domicili lex fori lex fundamentalis lex loci lex loci celebrationis lex loci contractus lex loci delicti lex loci rei sitae lex loci solutionis lex mitior lex patriae lex posterior derogat priori lex privata litis contestatio locatio rei loco citato locus regit actum longa manus magna culpa dolus est mandatum manu militari manus iniectio mens legis ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • ¦ ¦ direito de postular direito privado direito do Estado de proteger seus cidadãos direito público direito de punir direito adquirido direito de resistir direito de retenção direito do sangue direito escrito direito singular direito do solo direito de sufrágio direito de usar direito de mudar direito de vizinhança do direito a se elaborar. direito futuro expressão indicativa de assunto irrelevante lapso no escrever lapso no falar sentido irrestrito temos lei legitimação para o processo lei lei do domicílio lei do foro lei fundamental lei do lugar lei do lugar da celebração lei do lugar do contrato lei do lugar do delito lei da situação da coisa lei do lugar da solução (do negócio jurídico) lei mais benigna lei da pátria a lei posterior derroga a anterior lei privada contestação da lide locação de coisa no lugar citado a lei do lugar é que rege os atos mão longa a culpa extrema é o mesmo que dolo mandato mão militar. execução de ato ou obrigação pela força pública ação executiva espírito da lei .

• • • • • • • • • • • • • • • • • mens legislationis meo iudicio meritum causae meta optata mirable dictu modus modus adquirendi modus faciendi modus in rebus modus operandi modus probandi modus procedendi modus vivendi mora accipiendi mora debitoris mora ex persona mora ex re mora solvendi more uxorio mores mortis causa motu próprio mutatis mutandis narra mihi factum. da decisão unâmine a ninguém ofender não há juiz sem lei nada obsta denominação legal proibida a edificação não incidência duas vezes sobre a mesma coisa não dono não esclarecido não mais além norma de agir nota bem notícia do crime renovação da lei nula a execução sem título que a autorize não há pena sem lei não há crime sem lei número restrito obrigação de dar • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • . na votação.) notitia criminis novatio legis nulla executio sine titulo nulla poena sine lege nullum crimen sine lege numerus clausus obligatio dandi ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ vontade do legislador a meu juízo mérito da causa fim desejado admirável de dizer modelo. modo modo de adquirir modo de fazer medida das coisas e idéias modo de trabalhar modo de provar modo de proceder modo de viver mora do credor mora do devedor mora fixada por interpelação judicial mora por inadimplemento da obrigação na data do vencimento mora do devedor concubinato costumes. usos por causa da morte (diz-se da doação ou da sucessão) por iniciativa própria mude-se o que deve ser mudado dá-me o fato. narro tibi jus natura non facit saltus naturalia negotii negotiorum gestio negotium iuris nemine discrepante neminem laedere nemo iudex sine lege nihil obstat nomen iuris non aedificandi non bis in idem non dominus non liquet non plus ultra norma agendi nota bene (N.B. dar-te-ei o direito a se aplicar a natureza não dá saltos negócios naturais gestão de negócios negócio jurídico diz-se.

após depois do delito. depois de praticar o crime depois do fato depois da morte depois do escrito fora do prazo posterior poder (do magistrado) preceitos de direito prescrição (da lei) além do contrato .• • • • • • • • • • • • • • • obligatio faciendi occasio legis onus probandi ope contractus ope iuris ope legis ope sententia opinio iuris doctorum opportuno tempore pacta sunt servanda pactum de contrahendo pactum de non alienando pactum de non cedendo pactum de non petendo pactum de quota litis pactum praelationis pactum sceleris pari passu passim pater familias patria potestas pendens causa pendente lite per capita per faz et nefas periculum sortis permissa venia permissa venia persecutio criminis persona persona allieni iuris persona grata persona non grata pleno iure plus posse pro emptore post post delictum post factum post mortem post scriptum post tempus posterius potestas praecepta iuris praescriptio praeter contractum ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ obrigação de fazer ocasião da lei ônus da prova por força do contrato por força do direito por força da lei por força da sentença opinião jurídica dos doutores em tempo oportuno cumpram-se os contratos tratado preliminar pacto de não alienação da coisa pacto de proibição da cessão de crédito ou direito pacto de não executar judicialmente o crédito pacto que não fixa os honorários de advogado no ganho obtido no processo pacto de preferência pacto criminoso no mesmo passo com freqüência pai de família pátrio poder causa pendente durante a pendência da lide por cabeça pelo justo e pelo injusto perigo da sorte com o devido consentimento com a licença persecução do crime pessoa pessoa juridicamente capaz pessoa bem-vinda pessoa não grata pleno direito excesso aquela que se origina da tradição da coisa depois.

• • • • • • • • • • • • • • • • • • praeter legem pretium dolores prima facie primus inter pares prius privilegium pro deserto pro diviso pro forma pro indiviso pro labore pro misero pro rata pro solutio pro solvendo pro tempore pro veritate propter nuptias propter rem punctum saliens quaestio facti quaestio iuris quanti minoris quantum quantum debeatur quantum satis querela proprietatis qui pro quo quid quid inde? quid iuris quod proprium est ipsius. com validade após a morte do doador diz-se da obrigação acessória real ponto principal questão de fato questão de direito diminuição do preço quantia quantia devida quanto busca pendência em razão da propriedade confusão que e daí? qual o direito? ninguém pode adquirir por prescrição o que já lhe pertence cota-parte por toda parte razão de agir razão de ser razão jurídica razão legal em razão da autoridade em razão do contrato em razão do lugar em razão da matéria em razão da pessoa em razão do tempo (prazo) em razão do valor condição de réu . amplius ejus fieri non potest quota litis quovis ratio agendi ratio essendi ratio iuris ratio legis ratione auctoritas ratione contractus ratione loci ratione materiae ratione personae ratione temporis ratione valori reatus ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • • • • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ • • • • • • • • • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ além da lei preço da dor à primeira vista o primeiro entre os iguais inicialmente privilégio abandonado divisível (diz-se dos bens) por formalidade indivisível (diz-se dos bens) pelo trabalho a favor do miserável em proporção (diz-se das custas) para o pagamento para pagar (diz-se da cessão) temporariamente pela verdade doação condicional feita no pacto antenupcial.

coisa sem valor coisas e não palavras coisa de ninguém a coisa parece por conta do dono coisa pedida coisa privada dote restituição por inteiro que já foi mencionado com a máxima licença sanção jurídica segundo o direito segundo a lei segundo as palavras segundo a vontade sede vaga sentido amplo decisão judicial final se deseja assim pura e simplesmente sem data sem direito sem a qual não associação de criminosos solvido . res vilis res non verba res nullius res perit domino res petita res privatae res uxoriae restitutio in integrum retro rogata venia sanctio iuris secundum ius secundum legem secundum verba secundum voluntatem sede vacante sensu lato sententia iudicis si volet sic sic et simpliciter sine die sine iure sine qua non societas sceleris soluto ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ mesmo estado de coisas mais corretamente diz-se da cláusula contratual que prevê retrovenda diligência para restabelecer a eqüidade (contrato) referendo (plebiscito) reforma para melhor (sentença) bens remédio de direito coisa coisa alheia coisa de uso ambíguo coisa comum coisa comum de todos coisa fora do comércio coisa furtada coisa hábil coisa de direito humano coisa em comércio coisa feita entre outros diz-se do dolo presumido coisa julgada coisa litigiosa coisa móvel.• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • rebus sic stantibus rectius redimendi reductio ad aequitatem referendum reformatio in melius rem remedium iuris res res aliena res anciptis usus res communis res communis ominium res extra commercium res furtiva res habilis res humanis iuris res in commercium res inter alios acta res ipsa res iudicata res litigiosae res mobilis.

summa iniura suo iure suo tempore superficies solo cedit supra sursis suum cuique tribuere tabula rasa tantundem tempus lugendi tempus regit actum tertium genus tertius testis unus testis nullus thema probandum tollitur quaestio tradens turpis causa ubi societas.• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • solve et repete speculum iuris spes iuris sponte propria sponte sua statu quo status status civitatis status familiae status libertatis stricto iure stricto sensu sub censura sub conditione sub examine sub judice sub judice sub modo sub spes rati sub voce sui generis sui juris summum ius. ibi ius ultima ratio ultimatum ultra ultra partes ultra petita ultra vires hereditatis ultra vires societatis ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ paga e retorna espelho do direito expectativa de direito por vontade própria por sua própria vontade estado em que se encontra estado estado de cidadania estado de família estado de liberdade direito estrito entendimento estrito sob censura ou crítica sob condição sob exame a demanda (lide) está ainda com o juiz sob julgamento subordinado a encargo dependente de ratificação (tratado) sob a palavra especial capaz (Juridicamente). o excessivo apego à lei gera injustiça por direito próprio no tempo próprio as benfeitorias acompanham o solo já mencionado acima suspensão condicional da pena dar a cada um o que é seu tábua rasa (falta de experiência) outro tanto tempo de luto o tempo rege o ato nova classificação terceiro uma só testemunha é o mesmo que nenhuma tema a se provar fim de questão aquele que transfere uma coisa a outrem causa torpe onde há sociedade estável há direito última razão ultimato além além das partes além do pedido além do conteúdo da herança além do conteúdo da sociedade .

g. paria sunt unum tantummodo terminum vitae humanae imponimus.• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • una voce urbi et orbi usque usus fori ut infra ut quid? ut retro ut singuli ut supra ut upta uti possidetis uti universi vacatio legis vae victis vanum argumentandum venia permissa verba iuris verba legis verba volant verbi gratia verbi gratia (v. vel dubitere. de ter filhos imputação de uma norma de direito imputação de um fato • ¦ ¦ • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ .) verbo ad verbum verbo ad verbum veredictum versus vexata quaestio vinculum iuris virgo intacta vis absoluta vis atractiva vis compulsiva vis corporalis vis maior vocatio in ius voces inanes volenti non fit iniuria voluntas ad necem vox populi vox dei optimam esse legem quae minimus relinquit arbitrito judicis nescire. textualmente. a idade de cem anos impossibilidade de copular impossibilidade de gerar. unanimidade à cidade e ao mundo até praxe forense como abaixo por que razão? como mencionado de forma singular como citado acima por exemplo posse na forma em que a coisa se encontra de forma singular vacância da lei ai dos vencidos argumento vazio permissão concedida palavras do direito palavras da lei as palavras voam por exemplo por exemplo literalmente. centu aetas annorun impotentia coeundi impotentia generandi imputatio juris imputatio facti ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ uma voz. vel non posse. ou duvidar é a mesma coisa impomos um só limite à vida humana. palavra por palavra veredicto contra questão em debate vínculo jurídico mulher virgem violência absoluta força atrativa coação moral violência física força maior chamamento a juízo palavras sem sentido a quem consente não se comete injúria intenção de matar a voz do povo é a voz de Deus ideal é a lei que exige o mínimo de arbítrio judicial ignorar. palavra por palavra. ser incapaz.

• • • • • • alieni juris incidenter tantum inclusio unius. exclusio alterius ei incumbit probatio qui dicit non liquet frusta probatur quod probatum non relevant ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ incapaz (juridicamente) incidentalmente apenas. dúvida inoperante é a prova que não se realizou • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • . em processo acidental incluído um exclui-se o outro incumbe provar àquele que afirma indefinição.

• • • • • • • • ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ ¦ .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful