You are on page 1of 4

Processo de Avaliação dos Projectos de Dissertação (Pré-dissertações)

MSI/MEGSI/MServInf – 2010/2011

2011/II/25

Resultados de Aprendizagem da Dissertação

Os resultados de aprendizagem a atingir pela realização da unidade curricular Dissertação são os


seguintes:
• Demonstrar familiaridade com o tema escolhido
• Demonstrar uma compreensão profunda de conceitos, práticas e artefactos relevantes
desenvolvida a partir da revisão de literatura efectuada
• Formular um plano de trabalho adequado para o estudo/investigação de um tema
• Aplicar métodos e técnicas de investigação de forma rigorosa
• Demonstrar capacidade analítica e crítica sobre as teorias relevantes e a informação
recolhida e analisada em contextos de investigação
• Obter resultados de investigação coerentes e relevantes
• Comunicar e articular argumentos científicos e técnicos de forma oral e escrita
• Demonstrar capacidade para realizar um projecto com uma duração significativa bem
como capacidade para gerir o tempo e atingir objectivos.

Estrutura Referencial para o Projecto de Dissertação

O Guia de Dissertação (versão 2010.1) sugere a seguinte estrutura para o projecto de dissertação:

Página de Rosto
Indicação da designação do Curso de Mestrado, título do projecto (poderá não ser
final), identificação do aluno, identificação do orientador e data.

Índices

Enquadramento do Trabalho Proposto


Nesta parte do projecto deve ser explicado porque se considera que o trabalho
planeado é relevante. A relevância do trabalho pode ser expressa sob a forma de um
problema que precisa ser resolvido, uma questão de investigação, uma área de
desconhecimento que precisa ser preenchida.
O aluno deverá ainda demonstrar conhecimento da literatura académica relevante e
mostrar claramente como o seu projecto de dissertação se enquadra na investigação já
realizada em torno do tema de estudo. Esta revisão de literatura pode ainda não ser a
que será apresentada no relatório de dissertação, mas apenas aquela que é necessária
para evidenciar a relevância do tema e do rigor colocado no método de trabalho
definido.

Objectivos da Dissertação e Resultados Esperados


A partir do enquadramento apresentado deve ser identificado o conjunto de
objectivos que orientam o trabalho proposto e que clarificam o que se pretende
atingir.
Os objectivos indicados devem ser claros e focados em resultados tangíveis. Os
objectivos devem poder ser atingidos no tempo disponível para realizar o trabalho de
dissertação. Não havendo um número correcto de objectivos a apresentar, o aluno
pode adoptar como boa prática a definição entre quatro e seis objectivos claros e
precisos.

1
Abordagem Metodológica
Nesta parte da proposta é descrito o que será feito para atingir os objectivos definidos
e justificar todas as decisões tomadas.
O aluno deve demonstrar que pensou cuidadosamente no método que irá utilizar e
nos cuidados éticos que deverá considerar ao fazer a sua aplicação; deverá ainda
identificar os principais riscos que poderá ter que enfrentar bem como pensa poder
minimizá-los.
A par do método, o aluno deverá apontar as técnicas que pretende aplicar para
recolher e analisar os dados.

Plano de Actividades
O aluno deverá apresentar e descrever o conjunto de tarefas que irá realizar, definir o
tempo de duração de cada uma delas, o seu encadeamento e os resultados a obter em
cada uma dessas tarefas.

Referências

Bibliografia (Outros documentos consultados até ao momento da entrega do projecto de


dissertação)

Critérios de Avaliação dos Projectos de Dissertação

• Fundo (70%)
o Enquadramento do trabalho (relevância do trabalho proposto; explicitação de
problema a resolver, de questão de investigação a responder ou de lacuna em área de
conhecimento a mitigar ou preencher) – 15%
o Objectivos e resultados esperados (identificação, clareza e viabilidade dos objectivos
enunciados/resultados esperados do trabalho) – 15%
o Revisão da literatura (conhecimento da literatura relevante ao tema do trabalho;
compreensão de conceitos, práticas e artefactos pertinentes ao tema; articulação
crítica e eventualmente estendida do conhecimento acumulado na literatura) – 30%
o Abordagem metodológica (identificação, adequação e justificação para o método e
técnicas de investigação seleccionados; eventuais considerações éticas; identificação
de riscos potenciais e adequação das formas de mitigação desses riscos) – 20%
o Plano de actividades (explanação, adequação, encadeamento e exequibilidade das
tarefas a realizar) – 20%
• Forma (30%)
o Qualidade da escrita – 50%
o Estrutura e organização do documento – 30%
o Qualidade da formatação – 20%

Escala de Classificação dos Critérios de Avaliação dos Projectos de Dissertação

• 5 – Muito Bom (aceitável as is; não requer revisões; caso requeira tratam-se de revisões
de pormenor ou de estética)
• 4 – Bom (aceitável; requer pequenas revisões)
• 3 – Suficiente (aceitável; requer revisões substanciais)
• 2 – Insuficiente (não aceitável; requer grandes revisões)
• 1 – Mau (não aceitável; requer revisões profundas)

2
Procedimento de Avaliação dos Projectos de Dissertação

Até à data limite estabelecida para a submissão dos projectos de dissertação, os alunos devem submeter
em versão electrónica (PDF) os seus projectos de dissertação, mediante acesso ao link
http://www3.dsi.uminho.pt/pimenta/supmsdsis/ para os alunos dos cursos MSI e MEGSI e ao link
http://www3.dsi.uminho.pt/spminv/ para os alunos do curso MServInf.

Os projectos de dissertação submetidos serão confiados aos líderes das comunidades de investigação a
que os orientadores dos trabalhos de dissertação pertencerem ou a um membro da Comissão Directiva
do Curso de Mestrado respectivo, caso o orientador não pertença a qualquer das comunidades de
investigação (o membro da Comissão Directiva a confiar o projecto de dissertação não poderá ser
orientador do trabalho de dissertação em causa).

Os professores a quem os projectos de dissertação foram confiados alocarão os projectos de dissertação


a elementos doutorados da sua comunidade de investigação (na qual aqueles também se incluem) ou a
elementos doutorados pertencentes a outras comunidades, após aceitação por parte dos líderes dessas
comunidades. Caso o professor que se encontre a alocar o projecto de dissertação não for líder de
nenhuma comunidade deverá articular a alocação do projecto com o líder da comunidade em que
melhor se enquadre a temática do projecto. Os líderes das comunidades procederão à gestão do esforço
de avaliação no âmbito da comunidade que coordenam. Os projectos de dissertação deverão ser
alocados a avaliadores familiarizados com a área temática do trabalho e com a abordagem
metodológica seleccionada. Cada projecto de dissertação deverá ser alocado a um e um só avaliador.

Os avaliadores dos projectos de dissertação deverão apreciar os trabalhos que lhes foram alocados de
acordo com os critérios de avaliação estabelecidos. Para cada critério de avaliação, o avaliador deve
atribuir um valor da escala de avaliação definida, justificando o valor atribuído e, caso ache oportuno,
apontando os tipos de revisões requeridas para a melhoria do trabalho futuro segundo o critério em
causa.

A identidade dos alunos, avaliadores e restantes intervenientes no processo de avaliação dos projectos
de dissertação serão do conhecimento de todos os envolvidos ao longo do processo de avaliação.

As classificações atribuídas aos projectos de dissertação serão do conhecimento de todos os envolvidos


no processo de avaliação dos projectos de dissertação.

Procurar-se-á fazer uso da plataforma informática de suporte aos trabalhos de dissertação de Mestrado
do DSI para agilizar o processo de avaliação dos projectos de dissertação.

Recorda-se que a classificação atribuída aos projectos de dissertação representa 20% da classificação
final a atribuir na unidade curricular Dissertação e que projectos de dissertação com classificação
inferior a 9,5 valores implicam a reprovação do aluno à unidade curricular Dissertação. Os alunos cujos
projectos de dissertação sejam apreciados negativamente só poderão voltar a submeter o seu projecto
de dissertação em ano lectivo subsequente, observando o estipulado no despacho da Comissão
Directiva do respectivo Curso de Mestrado a emitir para esse ano lectivo.

O calendário do processo de avaliação dos projectos de dissertação entregues dentro do prazo


estipulado por despacho da Comissão Directiva do Curso de Mestrado respectivo para o corrente ano
lectivo encontra-se na Tabela 1.

Tabela 1 – Calendário do Processo de Avaliação dos Projectos de Dissertação em 2010/2011

Evento (agentes) Data Limite


Submissão dos projectos de dissertação (alunos) 28 de Fevereiro de 2011
Alocação dos projectos aos avaliadores (líderes de comunidades ou 7 de Março de 2011
membros da comissão directiva do curso)
Lacre das classificações de avaliação (avaliadores) 28 de Março de 2011

3
Não Submissão dos Projectos de Dissertação no Prazo Estipulado

Os alunos que não submeterem o projecto de dissertação dentro do prazo estipulado (cf. Tabela 1) terão
a possibilidade de fazer essa submissão numa data posterior. No entanto, tratando-se de submissões
fora do prazo estipulado, sofrerão sempre uma penalização que poderá assumir dois casos:

• Caso 1: Se a submissão for concretizada até à data limite de 31 de Março de 2011, a


penalização consistirá numa redução da classificação que lhe vier a ser atribuída pelo
avaliador num montante de 2 (dois) valores, podendo o processo de dissertação continuar caso
a classificação obtida no projecto de dissertação após aplicação da penalização for superior ou
igual a 9,5 valores. O calendário a observar neste caso será o constante da Tabela 2.

Tabela 2 – Calendário do Processo de Avaliação dos Projectos de Dissertação Entregues para


além do Prazo Estipulado para o Ano Lectivo de 2010/2011 (Caso 1)

Evento (agentes) Data Limite


Submissão dos projectos de dissertação (alunos) 31 de Março de 2011
Alocação dos projectos aos avaliadores (líderes de comunidades ou 8 de Abril de 2011
membros da comissão directiva do curso)
Lacre das classificações de avaliação (avaliadores) 29 de Abril de 2011

• Caso 2: Após 31 de Março de 2011estabelece-se um novo calendário para a submissão de


projectos de dissertação (cf. Tabela 3, abaixo), no entanto, para os projectos de dissertação
submetidos ao abrigo deste calendário, as respectivas provas públicas só poderão realizar-se a
partir de Janeiro de 2012, o que implicará a reinscrição no Curso de Mestrado respectivo para
o ano lectivo de 2011/2012 por, pelo menos, um semestre.

Tabela 3 – Calendário do Processo de Avaliação dos Projectos de Dissertação Entregues para


além do Prazo Estipulado para o Ano Lectivo de 2010/2011 (Caso 2)

Evento (agentes) Data Limite


Submissão dos projectos de dissertação (alunos) 30 de Junho de 2011
Alocação dos projectos aos avaliadores (líderes de comunidades ou 8 de Julho de 2011
membros da comissão directiva do curso)
Lacre das classificações de avaliação (avaliadores) 25 de Julho de 2011

Nota-se que os alunos que submeterem o seu projecto ao abrigo do Caso 1 não poderão submeter o seu
projecto de dissertação ao abrigo do Caso 2.

O procedimento de avaliação dos projectos de dissertação entregues com atraso seguirá os mesmos
moldes que o procedimento de avaliação dos projectos de dissertação submetidos no prazo estipulado
por despacho da Comissão Directiva do respectivo Curso de Mestrado.

Os alunos que não tenham submetido o seu projecto de dissertação até à data limite indicada na Tabela
3 só poderão submeter o seu projecto de dissertação em ano lectivo subsequente, observando o
estipulado no despacho da Comissão Directiva do respectivo Curso de Mestrado a emitir para esse ano
lectivo. Para estes casos, a classificação a atribuir no projecto de classificação para o corrente ano
lectivo será de zero valores.