You are on page 1of 26

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO CEARÁ


GERÊNCIA DA ÁREA DE INDÚSTRIA
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MECATRÔNICA INDUSTRIAL

MANUAL DO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE
CURSO (TCC)

Prof. Rogério da Silva Oliveira, M.Sc


Prof. Cícero Roberto de Oliveira Moura, M.Sc

Fortaleza
2007
CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

Sumário

1 PROCEDIMENTOS .......................................................................................3
2 MONOGRAFIA ..............................................................................................4
2.1 CONCEITO.............................................................................................4
2.2 FINALIDADE...........................................................................................4
2.3 TIPOS DE TRABALHOS ACADÊMICOS ................................................4
2.4 CARACTERÍSTICAS ..............................................................................5
2.5 CUIDADOS.............................................................................................5
2.6 ESTRUTURA DA MONOGRAFIA ...........................................................5
2.7 DETALHANDO .......................................................................................6
2.7.1 CAPA ..................................................................................................6
2.7.2 FOLHA DE ROSTO.............................................................................6
2.7.3 ERRATA..............................................................................................6
2.7.4 TERMO DE APROVAÇÃO..................................................................7
2.7.5 DEDICATÓRIA....................................................................................7
2.7.6 AGRADECIMENTOS ..........................................................................7
2.7.7 EPÍGRAFE ..........................................................................................7
2.7.8 RESUMO ............................................................................................7
2.7.9 LISTAS................................................................................................7
2.7.10 SUMÁRIO ...........................................................................................8
2.7.11 TEXTO PRINCIPAL ............................................................................8
2.7.12 REFERÊNCIAS...................................................................................9
2.7.13 ANEXOS ...........................................................................................12
2.7.14 GLOSSÁRIO .....................................................................................12
2.8 FORMATAÇÃO BÁSICA.......................................................................12
2.8.1 IMPRESSÃO.....................................................................................12
2.8.2 ENCADERNAÇÃO ............................................................................13
3 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO NO T.C.C .................................................14
4 FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO........................................................15
5 EXEMPLO - CAPA ......................................................................................16
6 EXEMPLO - FOLHA DE ROSTO ................................................................17
7 EXEMPLO - TERMO DE APROVAÇÃO .....................................................18
8 EXEMPLO - DEDICATÓRIA .......................................................................19
9 EXEMPLO - AGRADECIMENTOS..............................................................20
10 EXEMPLO - EPÍGRAFE ..............................................................................21
11 EXEMPLO - RESUMO ................................................................................22
12 EXEMPLO - ABSTRACT ............................................................................23
13 EXEMPLO - LISTA DE FIGURAS...............................................................24
14 EXEMPLO - SUMÁRIO ...............................................................................25
15 BIBLIOGRAFIA ...........................................................................................26

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 2 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

1 PROCEDIMENTOS

1) Matricular-se na disciplina TCC - Trabalho de Conclusão de Curso caso a


expectativa de conclusão do trabalho seja do semestre corrente, caso não,
matricular-se no semestre em que está planejada a conclusão do trabalho.
2) Escolher o professor orientador do trabalho, fazer um pré-projeto do seu trabalho e
apresentar ao orientador.
3) Após o aval do professor orientador em relação ao trabalho, efetuar a inscrição, na
inscrição o orientador entrega o Formulário de inscrição do TCC preenchido e
assinado na coordenação de Mecatrônica para obtenção do registro.
4) Executar o trabalho.
5) Escrever a monografia e providenciar a revisão do trabalho (gramática, ortografia,
etc.).
6) Preparar a apresentação, a apresentação só poderá ser feita com um prazo mínimo
de 60 dias corridos após a inscrição na coordenação.
7) A banca é sugerida em comum acordo entre o orientador e o aluno. A indicação dos
nomes é feita pela Coordenação de Mecatrônica que fará a suposição de que os
professores indicados para as bancas foram previamente consultados pelo
orientador. Assim, pede-se que os interessados não esqueçam de fazer a consulta
prévia, a fim de evitar a sobrecarga de alguns professores ou de contar com
pessoas que eventualmente estejam ausentes no período.
8) Entregar à equipe do orientador 3 cópias impressas do trabalho, para a distribuição
entre os componentes da banca e uma cópia em formado eletrônico em formato
Rich Text (*.rtf) ou no formato do MS Word (*.doc). Estes arquivos podem ser
editados no Microsoft Word ou no Open Office.
9) Preparar a apresentação em banca. A apresentação deverá ter duração entre 15 e
25 minutos.
10) Entregar os arquivos da apresentação defesa e o próprio arquivo da monografia
para a coordenação de Mecatrônica, num disquete com Nome, trabalho e orientador.
11) Agendar a sala de apresentação e se for necessário o uso de equipamentos
multimídia, reservar a sala de áudio visual.
12) Deve ser afixado com no mínimo três dias de antecedência cartaz padronizado nos
locais apropriado no CEFET-CE.

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 3 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

2 MONOGRAFIA
O presente manual destina-se à orientação dos trabalhos monográficos
elaborados pelos acadêmicos do CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM
MECATRÔNICA INDUSTRIAL, tendo ainda como escopo a padronização da sua
apresentação física e formatação básica.
O manual tem por meta servir como fonte rápida e prática de consulta aos
alunos; assim, somente os tópicos mais comuns serão tratados, buscando-se a
concisão e a simplicidade na exposição.
Este manual trata das formalidades que devem seguidas pelos acadêmicos na
elaboração de suas monografias, quanto ao conteúdo. São transcritos conceitos e
regras apresentadas em normas ABNT sobre trabalho acadêmico, bem como outras
orientações necessárias ao desenvolvimento da monografia.

2.1 CONCEITO
Monografia é a exposição escrita de um tema específico, resultado de
investigação científica ou produção intelectual.

2.2 FINALIDADE
Apresentar contribuição relevante ou original e pessoal em relação ao
conhecimento, segundo normas metodológicas próprias.

2.3 TIPOS DE TRABALHOS ACADÊMICOS


¾ Trabalhos de Graduação ou Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - é a
monografia propriamente dita, versando sobre um tema relacionado com o curso
ou uma disciplina. Implica em conteúdo e técnica, tendo por objetivo a conclusão
de um determinado curso ou pós-graduação (latu sensu - especialização).
¾ Dissertação - documento que representa o resultado de um trabalho experimental
ou exposição de um estudo científico retrospectivo, de tema único e bem
delimitado em sua extensão, com o objetivo de reunir, analisar e interpretar
informações. Deve evidenciar o conhecimento de literatura existente sobre o
assunto e a capacidade de sistematização do candidato. É feito sob a
coordenação de um orientador (doutor). É a pesquisa desenvolvida em nível de
pós-graduação (strictu-sensu), exigida como requisito para a obtenção do grau
acadêmico de mestre. Para tal, a monografia deve revelar domínio de
conhecimentos específicos na área de concentração e capacidade de síntese. A
dissertação de mestrado é defendida publicamente.
¾ Tese - documento que representa o resultado de um trabalho experimental ou
exposição de um estudo científico de tema único e bem delimitado. Deve ser
elaborado com base em investigação original, constituindo-se em real contribuição
para a especialidade. É a pesquisa desenvolvida também em nível de pós-
graduação (strictu-sensu). Sua característica principal é a originalidade. Também é
um trabalho monográfico defendido publicamente que deverá trazer uma
contribuição efetiva para o conhecimento. Requisito exigido para obtenção do grau
acadêmico de doutor.
¾ Projeto de Pesquisa – é um relatório escrito e apresentado ao professor
orientador, no qual o acadêmico especifica o problema que pretender pesquisar,
situando-o espacial e temporalmente, expõe qual é o seu marco teórico de

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 4 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

referência (impressões iniciais sobre o problema) e indica os meios e os métodos a


serem empregados.
¾ Artigo - é um texto com autoria declarada, que apresenta e discute idéias,
métodos, técnicas e resultados nas diversas áreas do conhecimento. O artigo pode
ser original, quando apresenta temas ou abordagens próprias, e de revisão,
quando resume, analisa e discute informações já publicadas.
¾ Paper - pequeno artigo científico, texto elaborado sobre determinado tema ou
resultado de um projeto de pesquisa para comunicações em congressos e
reuniões científicas, sujeitos a sua aceitação por julgamento.

2.4 CARACTERÍSTICAS
De um modo geral podemos afirmar que uma monografia:
a) é um trabalho escrito, sistemático e completo, estudo pormenorizado e;
b) exaustivo, abordando vários aspectos e ângulos do caso;
c) trata de um tema específico ou particular de uma ciência ou de parte dela;
d) dá tratamento extenso em profundidade, mas não em alcance (pois é sempre
delimitado);
e) possui metodologia científica.
f) traz uma contribuição importante, original e pessoal para a ciência.

2.5 CUIDADOS
Uma monografia não é:
− Repetição pura e simples do que já foi dito por outros, sem apresentar nada
de novo, seja em relação ao enfoque, seja em relação ao desenvolvimento ou
às conclusões.
− Resposta a uma espécie de questionário não é simplesmente executar um
trabalho semelhante ao que se fez em um exame ou deveres escolares.
− Manifestação de meras opiniões pessoais sem fundamentá-las com dados
comprobatórios logicamente correlacionados e embasados em raciocínio.
Uma monografia é um trabalho que observa e acumula informações;
− organiza essas informações e observações;
− procura as relações e regularidades que podem haver entre elas;
− indaga sobre os seus porquês.
− utiliza de forma inteligente as leituras e experiências para comprovação.
− comunica aos demais seus resultados.

2.6 ESTRUTURA DA MONOGRAFIA


A. Capa
B. Folha de rosto
C. Errata (opcional)
D. Termo de aprovação
E. Dedicatória (opcional)
F. Agradecimentos (opcional)
G. Epígrafe (opcional)
H. Resumo
I. Listas (opcional)
J. Sumário
K. Texto Principal
L. Referências
Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 5 de 26
CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

M. Anexo (s) (opcional)


N. Glossário (opcional)

Opcional – A palavra opcional significa em seu uso corrente, a liberdade de


praticar ou não praticar determinada ação. Por isso, cabe advertir que na apresentação
da monografia, embora seja opcional, quanto mais elementos nela estiverem contidos,
mais completo será o trabalho.

2.7 DETALHANDO
2.7.1 CAPA
A capa serve de proteção às páginas do volume que compõe a monografia; deve
ser do mesmo tamanho das páginas (A4), preferencialmente de plástico transparente
branco, para melhor proteger o documento, bem como para permitir ao leitor a
visualização da folha de rosto, a qual indica o título da obra e seu autor.
Uma capa também deve ser posta após a última página do trabalho, com o
mesmo escopo de proteção e manuseio; esta, todavia, deve ser de cor escura, de
preferência preta, e opaca.
Informações indispensáveis à sua identificação, na seguinte ordem (ver pág. 16):
a) Instituição
b) Título do trabalho (subtítulo, se houver)
c) Nome do autor
d) Número do volume (se houver mais de um)
e) Local (cidade) da instituição onde deve ser apresentado
f) Ano de depósito da entrega

2.7.2 FOLHA DE ROSTO


A folha de rosto é elemento obrigatório, que contém os elementos essenciais à
identificação do trabalho. Deve conter: (ver pág. 17)
a) Nome do autor (responsável intelectual do trabalho) - a 3 cm da margem
superior:
b) Título do trabalho (subtítulo, se houver) no fim do primeiro terço da página
(a 11 cm do topo), centralizado;
c) Natureza (tese, dissertação e outros) e objetivo (aprovação em disciplina,
grau pretendido e outros); nome da instituição a que é submetido; área de
concentração e o nome do orientador (se houver, do co-orientador) - logo
abaixo (a 15 cm do topo), um parágrafo cuja margem esquerda se inicia no
alinhamento vertical do centro do parágrafo do título da monografia;
d) Local (cidade) da instituição onde deve ser apresentado - na parte mais
baixa da folha, em parágrafos centralizados e sobrepostos.
e) Ano de depósito da entrega – logo abaixo do local.
No verso da folha de rosto deve conter a ficha catalográfica, conforme o Código
de Catalogação Anglo-Americano – CCAA2 (opcional para nosso caso).

2.7.3 ERRATA
Elemento opcional, que consiste em uma lista das folhas e linhas em que
ocorrem erros, seguida das devidas correções. Apresenta-se quase sempre em papel
avulso ou encartado, acrescido ao trabalho depois de impresso. A errata, se houver,
Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 6 de 26
CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

deve ser inserida logo após a folha de rosto. O texto da errata deve estar disposto da
seguinte maneira:
Exemplo: ERRATA
Folha Linha Onde se lê Leia-se
32 3 publiacao publicação

2.7.4 TERMO DE APROVAÇÃO


Contém dados do trabalho, do aluno, da instituição, data de aprovação, e os
nomes (com titulação e assinatura) da banca examinadora. (ver pág. 18)

2.7.5 DEDICATÓRIA
A dedicatória é um pequeno texto onde o autor presta homenagem ou dedica
seu trabalho a pessoas do seu estreito relacionamento. (ver pág. 19)

2.7.6 AGRADECIMENTOS
Elemento dirigido àqueles que contribuíram de maneira relevante à elaboração
do trabalho. (ver pág. 20)

2.7.7 EPÍGRAFE
Epígrafe é um elemento onde o autor apresenta uma citação, seguida de
indicação de autoria, relacionada com a matéria tratada no corpo do trabalho. (ver pág.
21)
Podem também constar epígrafes nas folhas de abertura das seções primárias.

2.7.8 RESUMO
a) Resumo na língua vernácula
Elemento que consiste na apresentação concisa dos pontos relevantes do
trabalho. (ver pág. 22)
Texto corrido, com um máximo de 250 palavras (500, no caso da dissertação),
mostrando: objetivo, método, resultados.
b) Resumo na língua estrangeira
Elemento obrigatório, que consiste em uma versão do resumo em idioma de
divulgação internacional (em inglês Abstract, em castelhano Resumen, em francês
Résumé, por exemplo). (ver pág. 23)
Não é um texto diferente do resumo, é apenas a sua tradução em outra língua.

2.7.9 LISTAS
LISTA DE ILUSTRAÇÕES: deve ser elaborado de acordo com a ordem apresentada
no texto, com cada item acompanhado do respectivo número da página. Recomenda-
se a elaboração de lista própria para cada tipo de ilustração (quadros, lâminas, plantas,
fotografias, gráficos, organogramas, fluxogramas, esquemas, desenhos e outros). (ver
pág. 25)
LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS: relação alfabética das abreviaturas e siglas
utilizadas no texto, seguidas das palavras ou expressões correspondentes grafadas por
extenso. Recomenda-se a elaboração de lista própria para cada tipo.

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 7 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

LISTA DE SÍMBOLOS (opcionais): deve ser elaborado de acordo com a ordem


apresentada no texto, com o devido significado.

2.7.10 SUMÁRIO
Consiste na enumeração das principais divisões, seções e outras partes do
trabalho, na mesma ordem e grafia em que a matéria nele se sucede, acompanhado do
respectivo número da página. (ver pág. 24)
Não incluir no sumário o que vem antes dele (abstract, por exemplo). E não
esquecer de listar os elementos pós-textuais (apêndices e anexos, em especial).

2.7.11 TEXTO PRINCIPAL


O texto principal (Elemento Textual) é a monografia em si. No mínimo, divide-se
em três partes, que podem ganhar capítulos destacados: introdução, desenvolvimento
e conclusão.

2.7.11.1 Introdução
Na introdução, o autor expõe o problema que motivou a pesquisa, situando-o
espacial e temporalmente, indicando o objetivo e o método nesta empregado. É a parte
do trabalho onde o assunto é apresentado como um todo, sem detalhes. Trata-se do
elemento explicativo do autor para o leitor.
O conteúdo da introdução pode conter:
. Apresentação do tema
. Objetivos do trabalho (gerais e específicos)
. Justificativa
. Limitações
. Metodologia adotada na pesquisa
. Estrutura geral do trabalho

2.7.11.2 Desenvolvimento
O desenvolvimento do trabalho é a parte principal dele, onde o autor faz uma
retrospectiva da situação problemática, como ela vem sendo tratada pela comunidade
científica, elabora sua crítica e apresenta suas teses, explicando, detalhadamente,
suas conclusões.
Citar todas as bases e todos os dados utilizados.
. Revisão bibliográfica
. Marco teórico
. Metodologia detalhada (instrumentos)
. Dados coletados

2.7.11.3 Conclusão
A conclusão é a síntese interpretativa dos argumentos ou dos elementos
contidos no desenvolvimento. Por isso não admite nenhuma idéia, nenhum fato ou
argumento novo.
Deve conter:
. Síntese das discussões (resultados)
. Limitações
. Proposta de novos trabalhos

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 8 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

No corpo do texto principal podem ser inseridos elementos gráficos, fotos,


tabelas etc., desde que essenciais para a sua compreensão, caso contrário, estes são
inseridos como anexos.

2.7.12 REFERÊNCIAS
Conjunto padronizado de elementos descritivos retirados de um documento, que
permite sua identificação individual, conforme a NBR-6023.
Todas as obras citadas no texto devem obrigatoriamente figurar nas referências
bibliográficas para permitir identificação inequívoca da obra.
Elas permitem que o leitor rastreie a veracidade das afirmativas feitas (quesito
“verificável”, do saber científico).

CITAÇÃO: Menção, no texto, de uma informação extraída de outra fonte, conforme a


NBR 10520.
Citação Direta: usa a idéia e a forma do autor citado.
Citações diretas com até 3 linhas, aparecem no texto entre aspas; as citações maiores
aparecem destacadas (recuo de 4 cm da margem esquerda, letra menor, sem aspas).
Podem ser alteradas, mediante uso de [...]
Citação Indireta: usa só a idéia do autor
Citação de Citação: devem ser indicados os autores da idéia, e consultados.
É obrigatório o uso da expressão apud entre estes autores!
Sistemas de chamada: . Numérico
. Autor x Ano
Sistema Autor x Ano:
Indicar o sobrenome do autor do texto citado e o ano desta publicação (permitindo
localizar a obra nas referências!).
No caso de citações diretas, é obrigatório citar também a página em que se localiza o
texto transcrito. (Nos demais casos, é elegante citar a página)
Quando o crédito é dado no texto, o sobrenome é grafado normalmente (letras
maiúsculas e minúsculas).
Quando o crédito é dado fora do texto (entre parênteses), todo o sobrenome aparece
em letras maiúsculas!
Exemplos:
Leal (2002, p.40) diz que “a educação [...] permite a aquisição de habilidades
importantes”.
ou
“a educação [...] permite a aquisição de habilidades importantes” (LEAL, 2002, p.40).
REFERÊNCIAS
A NBR-6023 exige a colocação de três dados nas referências:
a) A autoria do trabalho;
b) O título do trabalho;
c) Os dados básicos da publicação.

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 9 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

Outros dados podem ser colocados, mas não são obrigatórios. Exemplos:
Título original da obra
Tradutor da obra
Formato da publicação, etc
A Autoria:
Usa-se o último sobrenome (paterno) do autor, em caixa alta.
Os prenomes e demais sobrenomes podem ser citados de várias formas
(recomendo colocar por extenso, para evitar dubiedade).
Ex: RODRIGUES, Celso Luiz Pereira
RODRIGUES, Celso Luiz P.
RODRIGUES, Celso L. P.
RODRIGUES, Celso
RODRIGUES, C.
RODRIGUES
Observações:
a) Os indicativos de parentesco (Filho, Júnior, Sobrinho, Segundo, etc) não são
sobrenomes! Existindo, eles seguem o último sobrenome.
Ex: SEVERIANO FILHO, Cosmo.
GUALBERTO FILHO, Antônio.
b) As partículas (de, da) em geral não fazem parte do sobrenome, salvo em casos
especiais (Von, Del, Mc).
Ex: SILVA, Jerônimo Lima da
DEL CARLO, Ualfrido
McCORMICK, Ernest
c) Caso existam diversos autores, eles devem ser separados por ; (ponto e vírgula).
Ex: FROTA, Anésia; SCHIFFER, Sueli.
d) Quando existirem mais de três autores pode-se citar apenas o primeiro, seguindo-
se a expressão et al.
Ex.: GUÉRIN, F. et al.
Ou: GUÉRIN, F.; LAVILLE, A; DANIELLOU, F.; DURAFFOURG, J.; KERGUELEN, A
e) Quando um autor tem um papel diferenciado dos demais, isto deve ser destacado.
Ex.: CONTADOR, José Celso (org.)
f) Caso o autor seja uma instituição, todo o nome vem em caixa alta.
Ex.: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ.
g) Caso não exista uma autoria definida, a referência se inicia pelo título do trabalho.
Neste caso, apenas a primeira palavra é grafada com letras maiúsculas.
Ex.: O DESCOBRIMENTO do Brasil.
h) A denominação do trabalho deve focar o nome comercial da obra, e ser destacada
de forma constante (sublinhado, negrito, etc).
Ex: RODRIGUES, Celso Luiz Pereira. Métodos de dimensionamento de estações de
trabalho e seus reflexos nas condições de segurança.
i) Se houver, deve-se indicar o sub-título (separado do título por dois pontos, e sem
destaque).
j) Se for consultada apenas uma parte do trabalho, isto deve ser indicado! Para isto,
usa-se a expressão In, destacando-se a obra completa.
k) Se não for a primeira edição, isto deve ser indicado! Usar apenas o número da
edição e as letras ed (3.ed., por exemplo).
Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 10 de 26
CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

l) Os dados obrigatórios acerca da publicação são: local da editora: nome da editora,


ano. No campo “local”, indicar apenas o nome da cidade em que se localiza a
entidade responsável pela publicação do trabalho. Só mencionar o estado se
existirem cidades homônimas!
m) Indicar apenas o nome da editora, e não a sua razão social!
Ex: Edgard Blücher, e não Editora Edgar Blücher Ltda.
n) Indicar o ano correspondente à edição utilizada. Em caso de dúvida, colocar o que
se supõe ser coreto, com interrogação.
Ex: São Carlos: UFSCar, 1986?.
o) Em caso de desconhecimento, registrar o fato entre colchetes:
[s.l.] = sem local conhecido
[s.e.] = sem editora conhecida
[s.d.] = sem data conhecida.
p) As referências devem ser:
alinhadas à esquerda (e não justificadas)
digitadas em espaço simples (e não duplo)
separadas uma do outra por espaço duplo
Exemplos:
Livro GOMES, L. G. F. F. Novela e sociedade no Brasil. Niterói: Ed. UFF, 1998.
137 p., 21 cm. (Coleção Antropologia e Ciência Política, 15). Bibliografia: p.
131-132.
PERFIL da administração pública paulista. 6. ed. São Paulo: FUNDAP, 1994.
317 p., 28 cm. Inclui índice.
Tese BARCELOS, M. F. P. Ensaio tecnológico, bioquímico e sensorial de soja e
guandu enlatados no estádio verde e maturação de colheita. 1998. 160 f.
Tese (Doutorado em Nutrição) - Faculdade de Engenharia de Alimentos,
Universidade Estadual de Campinas, Campinas.
Trabalho de Congresso SILVA, R. N.; OLIVEIRA, R. Os limites pedagógicos do
paradigma da qualidade total na educação. In:
CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFPe, 4.,
1996, Recife. Anais eletrônicos... Recife: UFPe, 1996.
Disponível em:
<http://www.propesq.ufpe.br/anais/anais/educ/ce04.htm>.
Acesso em: 21 jan. 1997.
Dicionário HOUAISS, A. (Ed.). Novo dicionário Folha Webster’s: inglês/português,
português/inglês. Co-editor Ismael Cardim. São Paulo: Folha da Manhã,
Coleção de Revista REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA. Rio de Janeiro: IBGE,
1939. Trimestral. Absorveu Boletim Geográfico do IBGE. Índice
acumulado, 1939-1983. ISSN 0034-723X.
BOLETIM GEOGRÁFICO. Rio de Janeiro: IBGE, 1943-1978.
Trimestral.
Fascículo de Revista DINHEIRO: revista semanal de negócios. São Paulo: Ed. Três,
n. 148, 28 jun. 2000. 98 p.
Artigo de Revista GURGEL, C. Reforma do Estado e segurança pública. Política e
Administração, Rio de Janeiro, v. 3, n. 2, p. 15-21, set. 1997.

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 11 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

Artigo na Internet RIBEIRO, P. S. G. Adoção à brasileira: uma análise sócio-jurídica.


Datavenia, São Paulo, ano 3, n. 18, ago.1998. Disponível em:
<http://www.datavenia.inf.br/frameartig.html>. Acesso em: 10 set.
1998.
WINDOWS 98: o melhor caminho para atualização. PC World, São
Paulo, n. 75, set. 1998. Disponível em:
<http://www.idg.com.br/abre.htm>. Acesso em: 10 set. 1998.
Anais de Congresso SIMPÓSIO BRASILEIRO DE REDES DE COMPUTADORES,
13., 1995, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: UFMG,
1995. 655 p.
Base de Dados UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Biblioteca de Ciência e
Tecnologia. Mapas. Curitiba, 1997. Base de Dados em MicroIsis,
versão 3.7.

2.7.13 ANEXOS
Consiste em um texto ou documento não elaborado pelo autor, que serve de
fundamentação, comprovação e ilustração. Os anexos são identificados por letras
maiúsculas consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos. Exemplo:
ANEXO A - Representação gráfica de contagem de células inflamatórias
presentes nas caudas em regeneração - Grupo de controle I (Temperatura ...)
ANEXO B - Representação gráfica de contagem de células inflamatórias
presentes nas caudas em regeneração - Grupo de controle II (Temperatura ... )

2.7.14 GLOSSÁRIO
Elemento que consiste em uma lista em ordem alfabética de palavras ou
expressões técnicas de uso restrito ou de sentido obscuro, utilizadas no texto,
acompanhadas das respectivas definições.

2.8 FORMATAÇÃO BÁSICA


2.8.1 IMPRESSÃO
Os textos devem ser apresentados em papel branco, formato A4 (21,0 cm x 29,7
cm), digitados no anverso (frente) da folha, exceto a folha de rosto.
Deve-se, para digitação, utilizar a fonte (Arial do MS Word) tamanho 12 para o
texto e tamanho 10 para citações longas e notas de rodapé.
A impressão do texto principal deve ser feita em tinta preta. Outras cores,
principalmente as mais vivas, devem ser de uso restrito às eventuais ilustrações, fotos
e tabelas.
As folhas devem apresentar margem esquerda de 3,0 cm; direita, superior de e
inferior de 2,5 cm.
Todo texto deve ser digitado ou datilografado, com 1,5 de entrelinhas.
As citações longas, as notas, as referências e os resumos em vernáculo e em
língua estrangeira devem ser digitados ou datilografados em espaço simples.
Os títulos das seções devem ser separados do texto que os precede ou que os
sucede por uma entrelinha dupla (um espaço duplo ou dois espaços simples).

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 12 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

O indicativo numérico de uma seção precede seu título, alinhado à esquerda,


separado por um espaço de caractere. Nos títulos, sem indicativo numérico, como lista
de ilustrações, sumário, resumo, referências e outros devem ser centralizados,
conforme a NBR 6024.
Todas as folhas do trabalho, a partir da folha de rosto, devem ser contadas
seqüencialmente, mas não numeradas. A numeração é colocada, a partir da primeira
folha da parte textual, em algarismos arábicos, no canto superior direito da folha, a 2,5
cm da borda superior, ficando o último algarismo a 2,5 cm da borda direita da folha. No
caso de o trabalho ser constituído de mais de um volume, deve ser mantida uma única
seqüência de numeração das folhas, do primeiro ao último volume. Havendo apêndice
e anexo, as suas folhas devem ser numeradas de maneira contínua e sua paginação
deve dar seguimento à do texto principal.
Para evidenciar a sistematização do conteúdo do trabalho, deve-se adotar a
numeração progressiva para as seções do texto. Os títulos das seções primárias, por
serem as principais divisões de um texto, devem iniciar em folha distinta Destacam-se
gradativamente os títulos das seções, utilizando-se os recursos de negrito, itálico ou
grifo e redondo, caixa alta ou versal, e outro, conforme a NBR 6024.

2.8.2 ENCADERNAÇÃO
A encadernação serve para facilitar o manuseio e a conservação das laudas da
monografia e deve ser feita, preferencialmente, com mola espiral e com o emprego de
capas plásticas, sendo a primeira branca e transparente, e a última, preta e opaca.
Depois de aprovada a monografia, o aluno deverá depositar um volume da versão
definitiva em capa dura e em disquete.

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 13 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

3 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO NO T.C.C


MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO CEARÁ
GERÊNCIA DA ÁREA DE INDÚSTRIA
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MECATRÔNICA INDUSTRIAL

NOME DO ALUNO

MATRÍCULA
. . 4 . 0 -
ENDEREÇO RESIDENCIAL

TELEFONE RESIDENCIAL CELULAR


- -
E-MAIL

ORIENTADOR

TÍTULO DO TRABALHO

ÁREA / APLICAÇÃO

JUSTIFICATIVAS (usar o verso caso o espaço abaixo seja insuficiente)

INÍCIO PREVISÃO PARA TÉRMINO


/ / 2 0 0 / / 2 0 0
Data e assinatura do orientador
/ / 200

Data e assinatura do recebedor pela coordenação


/ / 200

Data e assinatura do coordenador do curso


/ / 200

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 14 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

4 FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO CEARÁ
DIRETORIA DE ENSINO
COORDENADORIA DE CONTROLE ACADÊMICO
GERÊNCIA DA ÁREA DE INDÚSTRIA/COORDENAÇÃO DE MECATRÔNICA

Fortaleza, _____de ____________________ de ______

Ao Coordenador do curso de Mecatrônica do CEFET-CE

Senhor coordenador,

Venho solicitar a apresentação do Trabalho de conclusão de


curso de Mecatrônica Industrial, matrícula ____.__.___.______-__,
intitulado _____________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
______ na área de _____________________________________________.

Como sugestão, recomendo os seguintes nomes para que destes


a coordenação escolha uma banca Examinadora.

Nome Instituição E-mail

____________________________________________________________

____________________________________________________________

____________________________________________________________

Sugiro que a defesa seja efetuada no dia ____ de ___________


de _____, às ____: ___.

Considero concluído o trabalho de orientação.

Atenciosamente,

____________________________

Aluno Para uso da coordenação


coorednação

____________________________

Orientador

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 15 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

Capa da encadernação capa dura ou a primeira


5 Exemplo - Capa folha da encadernação plástica. primeira

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO CEARÁ


CURSO SUPERIOR EM TECNOLOGIA MECATRÔNICA INDUSTRIAL

Nome da instituição de ensino


(Fonte: Arial, Negrito - 15 e 13 -
maiúsculas - centradas)
Título do Trabalho
(Fonte: Arial, Negrito - 16 -
maiúsculas - centradas)

METODOLOGIA PARA AVALIAÇÃO DO SISTEMA


INTEGRADO DE GESTÃO

JOAQUIM JOSÉ DA SILVA

Cidade e Ano de
conclusão dos trabalhos. Nome Completo do autor do
(Fonte: Arial, Negrito - 16 trabalho
- maiúsculas - centradas) (Fonte: Arial, Negrito - 14 -
maiúsculas - centradas)

FORTALEZA
2007
Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 16 de 26
CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

Primeira folha da encadernação


6 Exemplo - Folha de Rosto capa dura ou a segunda folha da
encadernação plástica.

JOAQUIM JOSÉ DA SILVA

Nome do autor do trabalho


(Fonte: Arial, Negrito - 16 -
maiúsculas - centradas) Título do Trabalho
(Fonte: Arial, Negrito - 16 -
maiúsculas - centradas)

METODOLOGIA PARA AVALIAÇÃO DO SISTEMA


INTEGRADO DE GESTÃO AMBIENTAL, DA QUALIDADE E DE
SEGURANÇA

Trabalho de final de curso apresentado


e julgado adequado para aprovação na
sua forma final pelos professores do
Nota indicando a Curso de Graduação em Tecnologia
natureza acadêmica do Mecatrônica do Centro Federal de
trabalho, unidade de Educação Tecnológica do Ceará.
ensino (instituição) e
nome do orientador .
(Fonte: Arial, Negrito - 12 ORIENTADOR: Prof. Francisco José
- maiúsculas), recuado

Cidade e Data de
conclusão dos trabalhos.
(Fonte: Arial, Negrito - 16 -
FORTALEZA
maiúsculas - centradas)
2007

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 17 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

7 Exemplo - Termo de Aprovação

TERMO DE APROVAÇÃO

Aluno:

Devem ser impressas duas vias,


Curso: uma a ser anexada ao trabalho
final e outra a ser encaminhada
para coordenação de curso.
Matrícula:

Título:

Data da Apresentação:

Banca Examinadora

Conceito: ______________________

Fortaleza, ____ de ______________ de ______

____________________________________________

____________________________________________

____________________________________________

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 18 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

8 Exemplo - Dedicatória

DEDICATÓRIA

Ao amor na sua forma


mais sublime.

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 19 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

9 Exemplo - Agradecimentos

AGRADECIMENTOS

Agradeço ao Departamento de Engenharia de Produção e Sistema da


Universidade Federal de Santa Catarina pela oportunidade de realizar este estudo.
Ao Centro Federal de Educação Tecnológica do Ceará por minha liberação, em
tempo integral, para realizarmos este Doutorado.
Ao professor Dr. Francisco da Silva por sua orientação, tantas vezes oportuna
e precisa.
Ao professor Carlos Manoel por sua amizade e incentivo ao longo desta
trajetória.
À professora Maria José pelo seu apoio, colaboração, presença e
responsabilidade nas dificuldades desta árdua jornada - a composição do trabalho de
tese.
...
...
...
...
...

Aos amigos professores do curso de Mecatrônica pelo apoio e incentivo.


Aos meus familiares Marcos, João e Francisco, pelo apoio e incentivo nas
horas difíceis desta jornada.
À meu pai, que em vida tanto valorizou a educação, como o grande meio para
o crescimento de um ser humano.

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 20 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

10 Exemplo - Epígrafe

"Não há ciência isolada e integral; nenhuma pode ser manejada com


mestria pelo que ignora todas as outras. Quando falham os elementos filológicos
e os jurídicos, é força recorrer aos filosóficos e aos históricos, às ciências morais
e políticas."
Carlos Maximiliano

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 21 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

11 Exemplo - Resumo

RESUMO

O presente trabalho trata da implantação do Sistema de Gestão ambiental (SGA)


em médias e grandes empresas do Estado do Ceará. Tem-se como objetivo
propor um modelo para implantação do SGA a partir dos requisitos da Norma
NBR ISO 14001, utilizando-se como base os fatores comuns entre o
delineamento e a sistematização da fundamentação teórica e os resultados da
pesquisa nas empresas, em relação ao tema. O percurso metodológico adotado
encontra-se dividido em duas partes: revisão bibliográfica, enfocando a NBR ISO
14001, e o estudo de caso envolvendo cinco empresas, através de questionário
estruturado, entrevista e coleta de dados relativos ao processo de implantação do
SGA. Os resultados apontam para um modelo sistematizado e delineado a partir
do conhecimento da realidade das empresas, aliado à teoria pertinente.

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 22 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

12 Exemplo - Abstract

ABSTRACT

This academic work deals with the implantation of the Environmental Management
System (SEM) in big and middle size enterprises in the state of Ceará (Brazil).The
aim here is to propose a model for the implantation of the (SEM), based on NBR
ISSO 14001, and on the common factors between the delineation and the
systematization of the theoretical foundation and the results of the research on the
enterprises, related to the theme. The adopted methodological approach is divided
into two parts: the bibliographical review, focusing the NBR ISO 14001, and the
case study in five enterprises, with the use of a structured questionnaire, interview
and data collection, related to the process of implantation of the SEM. The results
lead to a model, systematized and delineated from the knowledge of the reality of
the enterprises, together with the pertinent literature.

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 23 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

13 Exemplo – Lista de Figuras

LISTA DE FIGURAS

Figura 1: Modelo descritivo do trabalho. ................................................................... 16


Figura 2: Gráfico dos seis passos. ............................................................................ 20
Figura 3: Subcomitês e Grupos de Trabalho do TC 207 da ISO .............................. 25
Figura 4: Modelo de sistema de gestão ambiental. .................................................. 26
Figura 5: Grupos de Trabalho da Norma NBR ISO para Auditoria Ambiental........... 33
Figura 6: Barreiras na implantação do SGA............................................................... 36
Figura 7: Modelo de Gestão Ambiental ..................................................................... 39
Figura 8: Proposta de implantação do SGA............................................................... 40
Figura 9: Esquema de implantação do SGA ............................................................. 41
Figura 10 : Visão do modelo de gestão...................................................................... 42
Figura 11: Modelo de excelência ambiental .............................................................. 43
Figura 12: Modelo Dinâmico de Estratégia Ambiental............................................... 44
Figura 13: Modelo PSR – Pressão, Estado e Resposta............................................ 45
Figura 14: Modelo de implantação e aprendizagem de SGA ................................... 46
Figura 15: Processo de implantação: distribuição acumulada .................................. 46
Figura 16: Classificação e atividades realizadas....................................................... 50
Figura 17: Escala de valores. .................................................................................... 52
Figura 18: Fases do Método...................................................................................... 54

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 24 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

14 Exemplo - Sumário

SUMÁRIO

CAPÍTULO 1 - INTRODUÇÃO................................................................................. 12
1.1 Considerações gerais ....................................................................................... 12
1.2 Objetivos............................................................................................................ 13
1.2.1 Objetivo geral ................................................................................................... 13
1.2.2 Objetivos específicos ....................................................................................... 13
1.3 Justificativa........................................................................................................ 14
1.4 Limites do trabalho ........................................................................................... 14
1.5 Metodologia e Estrutura do trabalho................................................................ 15

CAPÍTULO 2 - REVISÃO BIBLIOGRÁFICA ............................................................ 17


2.1 Considerações gerais ....................................................................................... 17
2.2 Breve histórico do desenvolvimento sustentável .......................................... 19
2.3 Educação ambiental nas empresas................................................................. 20
2.4 Legislação ambiental ........................................................................................ 22
2.5 A NBR ISO 14000............................................................................................... 23
2.5.1 Requisitos de um Sistema de Gestão Ambiental ............................................. 27
2.6 Auditoria Ambiental (AA).................................................................................. 32
2.7 A Importância da Cultura Organizacional........................................................ 34
2.8 Participação e atuação de organizações na implantação do SGA ............... 34
2.9 Barreiras na implantação do SGA ................................................................... 36
2.10 Fatores de sucesso na Implantação do SGA................................................ 37
2.11 Modelos de gestão ambiental ........................................................................ 38
2.12 Análise final ..................................................................................................... 47

CAPITULO 3 - METODOLOGIA DE TRABALHO.................................................... 48


3.1 Percurso metodológico .................................................................................... 48
3.2 Caracterização Metodológica da pesquisa ..................................................... 49
3.3 Descrição detalhada do estudo ....................................................................... 50
3.4 Instrumento de coleta de dados ...................................................................... 51
3.5 Descrição detalhada do método de trabalho .................................................. 54

CAPÍTULO 4 - APRESENTAÇÃO E ANÁLISE DOS RESULTADOS...................... 58


4.1 Fase 1: Fase de preparação.............................................................................. 58
4.2 Fase 2: Conhecer as organizações.................................................................. 58
4.3 Fase 3 e 4: Mapeamento, análise e avaliação do SGA................................... 76
4.4 Fase 5: Orientação aos resultados ................................................................. 92

CAPÍTULO 5 - CONCLUSÕES E SUGESTÕES ...................................................... 95


5.1 Conclusões ........................................................................................................ 96
5.1.1 Conclusões com relação à metodologia de trabalho......................................... 96
5.1.2 Conclusões quanto aos objetivos...................................................................... 97
5.2 Sugestões .......................................................................................................... 98
REFERÊNCIAS......................................................................................................... 99
BIBLIOGRAFIA ....................................................................................................... 102
APÊNDICE............................................................................................................... 108

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 25 de 26


CEFET-CE Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

15 Bibliografia
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14724: Informação e
documentação – Trabalhos Acadêmicos – Apresentação. Rio de Janeiro, 2001.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: Apresentação de


citações em documentos. Rio de Janeiro, 2001.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: Informação e


documentação – Referências – Elaboração. Rio de Janeiro, 2000.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6028: Resumos. Rio de


Janeiro, 1990.

LAKATOS, Eva Maria. Metodologia do trabalho científico. 6.ed. São Paulo: Atlas,
2001.

LIMA, Manolita Correia. Monografia: a engenharia da produção acadêmica. São Paulo:


Saraiva, 2004.

MÁTTAR NETO, João Augusto. Metodologia científica na era da informática. São


Paulo: Saraiva, 2002.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 22. ed. São Paulo:
Cortez, 2002.

SILVA, Edna Lúcia da; MENEZES, Estera Muszkat. Metodologia da pesquisa e


elaboração de dissertação. 3.ed. Florianópolis: Laboratório de Ensino a Distância da
UFSC, 2001. 121p.

VIANA, Ilca Oliveira de Almeida. Metodologia do trabalho científico: um enfoque


didático da produção científica. São Paulo: E.P.U., 2001.

Curso Superior em Tecnologia Mecatrônica Industrial Página 26 de 26