You are on page 1of 9

Cinemática Escalar

É a parte da Mecânica que estuda o movimento dos corpos sem se preocupar com as causas. Determina a
posição, a velocidade e a aceleração de um corpo em cada instante.

Ponto Material (Partícula)
Um corpo é considerado ponto material ou partícula quando suas dimensões podem ser desprezadas em
relação a um fenômeno estudado. Dessa forma e dependendo da situação um homem, um automóvel e até mesmo a
Terra podem ser considerados pontos materiais.

A Terra é considerada uma partícula quando o seu movimento em torno do Sol é estudado.

Referencial
O corpo que usamos como base para definir as posições de outros corpos é denominado referencial. É em
relação ao referencial que determinamos se um corpo está ou não em movimento.
O sistema cartesiano da figura ao lado representa um referencial onde a posição da mosca é dada pelas
coordenadas (x1,y1). Se as coordenadas da mosca se alterarem com o tempo, a mosca estará em movimento em
relação ao eixo das abscissas e ordenadas.

Posição em uma trajetória
A posição de um móvel em uma rodovia é determinada em relação a um referencial associado ao marco
quilométrico. Existe o marco zero e a posição na rodovia é dada em km em relação a esse marco.

Movimento e Repouso
Dizemos que uma partícula está em movimento em relação a um sistema de referencia (referencial) quando
sua posição se altera no decorrer do tempo neste referencial. Como conseqüência pelo menos uma de suas
coordenadas varia com o tempo. O repouso ocorre quando nenhuma das coordenadas da partícula se altera, em
relação ao sistema de referência, no decorrer do tempo.

Na figura o homem está em repouso em relação ao poste e movimento em relação ao ônibus. Observação: veja que um corpo pode estar em repouso em relação a um referencial e em movimento em relação a outro. além de cair (movimento vertical) o seu movimento horizontal continua inalterado. encontraremos a sua velocidade média vm: 75 vm = = 37. Dividindo a distância (75 km) pelo tempo (2h). distante 75 km. Então para uma pessoa que observa do solo a bomba descreve uma parábola. maior a velocidade. ∆S vm = ∆t onde ∆S = S – SO e ∆t = t – tO S posição final do móvel SO posição inicial tO tempo inicial t tempo final Usando o exemplo anterior. Trajetória Denomina-se trajetória a linha imaginária descrita por um móvel em relação a um referencial adotado. um tempo bastante longo para os nossos padrões.5km / h 2 Em um outro automóvel que gastasse apenas 45 minutos ou 3/4 da hora (uma hora possui 60 minutos e cada 1/4 da hora. considere também que esta viagem seja feita em 2 h. imagine que você tenha saído de Belém (km zero) às 9:45 h e tenha chegado a Mosqueiro (km 75) às 10:30 h. observe: 75 vm = = 100km / h 3 4 Perceba que quanto menor o tempo. Observação: a trajetória depende do referencial adotado. Então: S = 75 Km SO = 0 tO = 9:45 h . mas em relação ao avião a bomba descreve uma reta. Quando uma bomba é abandonada por um avião em movimento horizontal. 15 minutos) sua velocidade seria bem maior. Velocidade Média (Vm) Considere que você precisa fazer uma viagem de Belém a Mosqueiro. A velocidade média é definida como sendo a relação entre o espaço percorrido por um móvel e o tempo gasto para percorre-lo.

substituímos na fórmula: ∆S 75 vm = = = 100km / h ∆t 3 4 Movimento Progressivo Em um movimento progressivo a posição do móvel aumenta no decorrer do tempo. A unidade m/s também a unidade do Sistema Internacional (SI). Movimento Retrogrado ou Regressivo Nesse tipo de movimento a velocidade é negativa (v < 0).t = 10:30 h ∆S = S – SO = 75 – 0 = 75 km ∆t = t – tO = 10:30 – 9:45 = 0:45 h = 45 minutos = 3/4 da hora para calcularmos a velocidade média. pois os espaços decrescem com o passar do tempo. mas medir em m/s é uma maneira muito usada. Unidades É comum medirmos velocidade em km/h. Como conseqüência a velocidade é positiva (v > 0). Quando houver necessidade de transformar km/h em m/s e vice-versa é só usar a convenção abaixo: . é como aparece nos velocímetros dos carros e nas placas nas rodovias.

piloto da equipe Mclaren.6 b) 15 × 3. b) 15 m/s em km/h.32 km/h 02. no Japão.Exercícios Resolvidos 01. qual a velocidade você deve desenvolver? Solução: No instante tO = 9 h e 30 min a sua posição é SO = 10 km e no instante t = 9 h e 50 min sua posição é S = 35 km. Solução: a) como o ponto de partida coincide com o ponto de chegada o deslocamento é nulo. Qual a sua velocidade média? Solução: . 20 min) Assim. responda: a) Quanto vale o deslocamento do automóvel de Gerard Berger no intervalo de tempo correspondente a uma volta completa no circuito? b) Qual a velocidade escalar média desenvolvida pelo carro do piloto inglês em sua melhor volta no circuito? Justifique suas respostas. a medida do intervalo de tempo gasto para dar uma volta completa no circuito. O melhor tempo obtido no circuito de Susuka. Para você percorrer essa distância em 20 min. A variação do espaço é igual a: ∆S = S – SO ∆S = 35 – 10 ∆S = 25 km O intervalo de tempo correspondente vale: ∆t = t – tO ∆t = 9 h e 50 min – 9 h e 30 min ∆t = 20 min = 1/3 h (1 h corresponde a 60 min e 1/3 da hora.59 m/s ou vm ≅ 207. (UFPel-RS) Um dos fatos mais significativos nas corridas de automóveis é a tomada de tempo. Quando você se encontra no marco quilométrico 10 km. Da entrada de Santa Isabel até Mosqueiro a distância é aproximadamente 40 km. b) Dados ∆S = 5874 m e ∆t = 1 min 42 s = 60 s + 42 s = 102 s ∆S 5874 vm = vm = ∆t 102 vm ≅ 57. que percorreu os 5874 m da pista em cerca de 1 min 42 s. da BR 316 e deseja chegar a Santa Isabel no km 35 às 9 h e 50 min da manhã. às 9 h e 30 min da manhã. isto é. pertenceu ao inglês Gerard Berger. Transformar: a) 90 km/h em m/s.6 = 54 15m / s = 54km / h 03. a velocidade escalar média será: ∆S 25 vm = = = 25 × 3 = 75km / h ∆t 1 3 04. Com base nesses dados. Solução: a) 90 = 25 90km / h = 25m / s 3.

5 06. A velocidade média de um automóvel durante a metade de um certo percurso é igual 60 km/h e na metade restante 90 km/h.5h v2 100 Portanto. mas no intervalo de tempo teríamos que acrescentar 10 min que é o tempo parado no restaurante do Japonês: ∆t = 20 + 10 ∆t = 30 min = 0. Solução: Chamando de x a metade do percurso.42km / h ∆t 2. durante o percurso. esta distância é o espaço total percorrido (∆S = 2x). Um microônibus percorre a distância de 70 km. a distância total passa a ser 2x.A variação de espaço nesse caso seria ∆S = 40 km e o intervalo de tempo ∆t = 1/3 da hora. De Castanhal a Salinas.5 h A velocidade média seria então: ∆S 40 vm = = = 80km / h ∆t 0. Na questão anterior. o microônibus desenvolve a velocidade escalar média de 100 km/h. respectivamente: ∆S = ∆S1 + ∆S2 = 70 + 150 = 220 km ∆t = ∆t1 + ∆t2 = 0. a velocidade escalar média do microônibus entre Belém e Salinas vale: ∆S 220 vm = = = 94.83h v1 84 Castanhal-Salinas: ∆S 2 150 ∆t 2 = = = 1.33 h Assim. distantes 150 km. com velocidade média de 84 km/h.5 = 2. Assim. Qual a velocidade média do microônibus entre Belém e Salinas? Solução: Devemos calcular os intervalos de tempo que o microônibus gasta para percorrer cada um dos trechos: Belém-Castanhal: ∆S 70 ∆t1 = = = 0. O intervalo ∆t1 é o intervalo de tempo gasto para percorrer a primeira metade e ∆t2 na segunda metade.83 + 1. você tivesse parado no Japonês durante 10 min para comprar um sorvete? Solução: A variação de espaço continua sendo ∆S = 40 km. Determine a velocidade média do automóvel no percurso total. O tempo total é calculado somando ∆t1 com ∆t2 e: x x ∆t1 = = v1 60 x x ∆t1 = = v2 90 ∆t = ∆t1 + ∆t2 x x 3x + 2 x x ∆t = + = = 60 90 180 36 .33 07. entre Belém e Castanhal. qual teria sido a sua velocidade média se. a variação de espaço e o intervalo de tempo entre Santos e Florianópolis valem. a velocidade média seria: ∆S 40 vm = = = 40 × 3 = 120km / h ∆t 1 3 05.

vista pelo homem do trem. inicialmente preso ao teto do trem. A trajetória do objeto. é (despreze a resistência do ar): a) uma reta b) uma parábola c) um quarto de circunferência d) uma hipérbole e) nenhuma das anteriores 02. vista por um passageiro parado dentro do trem. ∆S 2x vm = = = 72km / h ∆t x 36 Exercícios Propostos 01. (MACKENZIE) Sejam M e N dois pontos de uma reta e p o ponto médio de MN. ao inclinar-se sobre a janela do vagão de um trem que se move com velocidade constante. (CESGRANRIO) Um trem anda sobre trilhos horizontais retilíneos com velocidade constante igual a 80 km/h. A trajetória do relógio. No instante em que o trem passa por uma estação. qual será a trajetória do objeto vista por um observador parado na estação? (A seta imediatamente abaixo representa o sentido do movimento do trem para esse observador) a) b) c) d) e) 05. (CESGRANRIO) Em relação à situação descrita no teste anterior. Um homem percorre MP com velocidade constante de 4. Na questão anterior. cai um objeto. a trajetória vista por uma pessoa no solo é: a) uma reta b) uma parábola c) uma hipérbole d) um quarto de circunferência e) nenhuma das anteriores 03.0 m/s e PN com velocidade constante de 6. deixa cair seu relógio. será: a) b) c) d) e) 04. A velocidade média do homem entre M e N é de: . (CESCEA) Um homem.0 m/s.

2 m/s d) 4. Depois. marcha) e. a uma velocidade constante igual a 80 km/h.0 km/h . a) a velocidade média do carro é de 6 m/s b) a aceleração do carro é sempre nula 2 c) a aceleração média do carro na duração do fenômeno é de 0. encontram sempre os sinais abertos (onda verde). (PUC-CAMPINAS) Um carro move-se com velocidade de 2 m/s durante 10 s (1 . A velocidade média do automóvel no trecho AB foi de: a) 75 km/h b) 50 km/h c) 150 km/h d) 60 km/h e) 90 km/h 12. A velocidade média do ônibus foi: a) pouco menor que 60 km/h b) igual a 60 km/h c) pouco maior que 60 km/h d) igual a 120 km/h e) impossível de ser calculada a 10. os sinais são sincronizados de tal forma que os carros.a) 4.8 m/s b) 5. marcha).0 m/s c) 5. podemos dizer que a velocidade escalar média do móvel é de: a) 55. (CESGRANRIO) Numa avenida longa. Se a trajetória é retilínea desde o ponto A até o ponto C. (MEDICINA DO ABC) A velocidade escalar média de um móvel é melhor definida como sendo: a) a média das velocidades escalares do móvel. em seguida. pára às 11:00 h em um restaurante situado no ponto médio do trecho AB.6 m/s e) nenhuma das anteriores 06. b) A bicicleta se move em marcha à ré c) O movimento tem sentido contrário ao da orientação positiva da trajetória d) É impossível tal situação. com 5 m/s a a durante 10 s (2 . a uma velocidade constante igual a 30. com que velocidade os carros devem trafegar para encontrarem os sinais abertos? a) 30 km/h b) 40 km/h c) 60 km/h d) 80 km/h e) 100 km/h 07. onde o motorista gasta exatamente uma hora para almoçar. Saindo às 10:00 h da A. indo da cidade A até a cidade B. (ENGENHARIA DE UBERLÂNDIA) Um passageiro de ônibus verificou que o mesmo andou 10 km nos 10 primeiros minutos de observação e 8 km nos 10 minutos seguintes. se desloca do ponto B até um ponto C. A seguir. (UNIVERSIDADE SÃO CARLOS) Um móvel se desloca de um ponto A até um ponto B. O sinal negativo indica que: a) a bicicleta tem velocidade decrescente. e as distâncias de A até B e de B até C são iguais. com 11 m/s durante 10 s (3 . relativas ao mesmo percurso 09. depois.0 km/h. ao longo do movimento b) o resultado da divisão do espaço percorrido pelo móvel pelo intervalo de tempo empregado em percorrer esse espaço c) o produto da aceleração pelo tempo d) o quociente da aceleração pelo tempo e) a média aritmética das velocidades inicial e final. não há significado físico para velocidade negativa 08. marcha). (UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ) Uma bicicleta move-se sobre uma estrada curvilínea com velocidade escalar instantânea igual a – 4 m/s. trafegando a uma determinada velocidade. distante 150 km da primeira.45 m/s d) nenhum dos resultados anteriores 11. (MEDICINA DE CATANDUVA) Um automóvel percorre um trecho retilíneo de estrada. Sabendo que a distância entre sinais sucessivos (cruzamentos) é de 200 m e que o intervalo de tempo entre a abertura de um sinal e o seguinte é de 12 s. Despreza-se a duração das mudanças de marcha. prossegue viagem e gasta mais uma hora para chegar à cidade B.

passa a viajar a 60 km/h durante 1. sua velocidade média. depois. (PUC-RS) A velocidade média de um automóvel na primeira metade de um determinado percurso é de 10 km/h e. e o trecho NP com uma velocidade média igual a 60 km/h. (FUVEST-SP) Uma moto de corrida percorre uma pista que tem o formato aproximado de um quadrado com 5 km de lado.3 km/h d) 57. na segunda metade desse mesmo percurso. (MEDICINA DE SANTOS) Um móvel. finalmente. O trecho MN é percorrido com uma velocidade média igual a 20 km/h. em km/h: a) 3 b) 18 c) 24 d) 30 e) 36 19. (ENGENHARIA DE UBERLÂNDIA) Um ponto material move-se em linha reta. O primeiro lado é percorrido a uma velocidade média de 100 km/h.5 h.5 h e. será de: a) 80 km/h b) 65 km/h c) 63. em m. o segundo e o terceiro a 120 km/h e o quarto a 150 km/h.b) 43. passa a 80 km/h durante 0. neste trajeto.8 km/h d) 50. é de: a) 180 b) 4 000 c) 1 800 d) 14 400 e) 2 160 18. (MEDICINA DE ITAJUBÁ) Um trem viaja durante 2 h a 50.3 km/h d) 42 km/h e) nenhuma das respostas anteriores 15. (UFMS) A velocidade escalar média de um atleta que corre 100 m em 10 s é. certamente está em: a) rotação b) oscilação c) movimento retilíneo d) movimento uniforme e) nenhuma das respostas anteriores 17. Pode-se afirmar que o comprimento da pista.5 km/h 16.6 km/h c) 60. (FGV-SP) Numa corrida de Fórmula 1 a volta mais rápida foi feita em 1 min e 20 s a uma velocidade média de 180 km/h. O trecho NP é o dobro do trecho MN. Pode-se afirmar que a velocidade média no trecho MP foi de: a) 36 km/h b) 40 km/h c) 37.7 km/h 13. Qual a velocidade média da moto nesse percurso? a) 110 km/h b) 120 km/h c) 130 km/h d) 140 km/h e) 150 km/h .0 km/h. é de 30 km/h. percorrendo dois trechos consecutivos MN e NP. descrevendo um movimento progressivo.2 km/h e) 71.5 km/h e) 47. Pode-se afirmar que a velocidade média desse automóvel em todo o percurso vale: a) 15 km/h b) 20 km/h c) 25 km/h d) 30 km/h e) 40 km/h 14.

Qual a velocidade média mínima para que esse concorrente não perca ponto? 27. No marco zero do percurso. e que. a pessoa começou a marcar o tempo no instante em que passou em frente de um certo poste o (chamemos de 1 . percorrendo cerca de 1. e constatou que transcorreram 45. em m. A sua velocidade média no percurso descrito é: a) 50 km/h b) 48 km/h c) 60 km/h d) 40 km/h e) nra 24. de: a) 2 b) 4 c) 10 d) 20 e) 40 22. em média. em m. em quantos dias será cumprido o percurso mencionado. A distância entre essas cidades é de aproximadamente 3. o o Assim constatou que. (Fuvest-SP) Um avião vai de São Paulo a Recife em 1 hora e 40 minutos. Desejando saber qual a velocidade escalar média do automóvel e sabendo que os postes da rede elétrica dispostos à margem da estrada distam 60 m um do outro. dando. ao 20 poste. procurando manter a velocidade constante e o ritmo cardíaco em 100 batidas por minuto.6 s até o instante em que passou diante do 20º poste. (UFPA) Certa pessoa viajava em um automóvel cujo velocímetro não funcionava. (ESAL-MG) Numa prova de rali. Se.5 m e se ele gata 5 minutos no trajeto. (UFRN) Ao fazer uma viagem de carro entre duas cidades. com velocidade média de 1. um motorista observa que sua velocidade média foi de 70 km/h. as águas da chuva descerão do rio Tietê até o rio Paraná. a velocidade escalar média do automóvel era. para não perderem pontos. no intervalo de tempo durante o qual ele se deslocou do 1 . (UNIFOR-CE) Um menino sai de sua casa e caminha para a escola. Quantas voltas ela completará em 40 minutos? 25. em km/h. poste). aproximadamente? 26. A distância que ele percorre no intervalo entre duas batidas sucessivas de seu coração é. durante a viagem.5 m/s.20. um concorrente tem seu veículo avariado. (FGV-SP) Um atleta em treinamento percorre uma distância de 4 000 m em 20 minutos. (UFES) Um carro percorre 1 km com velocidade constante de 40 km/h e o quilômetro seguinte com velocidade constante de 60 km/h. quantas horas demorou a viagem entre as duas cidades? a) 3h b) 3 h 30 min c) 4h d) 4 h 30 min e) 5h 21. seu carro consumiu 1. a) Qual a velocidade média do avião? b) Prove que o avião é supersônico.000 km. (Fuvest/FGV-sp) Uma pessoa caminha numa pista de Cooper de 300 m de comprimento. em média. o motorista gastou 35 litros de gasolina.0 litro de gasolina a cada 10 km. Dado: velocidade do som no ar = 340 m/s 28. um passo por segundo. a distância entre a sua casa e a escola. Sendo 4 km/h a velocidade média das águas. de: a) 25 b) 69 c) 90 d) 95 e) 98 . Se o tamanho médio do seu passo é 0. perdendo 10 minutos no reparo. (Fuvest-SP) Após chover na cidade de São Paulo.000 km. é de: a) 15 b) 25 c) 100 d) 150 e) 300 23. os concorrentes são obrigados a cumprir em 30 minutos um percurso de 40 km.