You are on page 1of 3

Sinais do tempo

Felizes como dantes por João Moura

Irão: Em 1979 a revolução encabeçada pelo sem a sua mensagem: "Onde está o nosso voto?"
Ayatollah Khomeini derrubou a monarquia autocrá- e "Morte ao ditador!" eram as frases de ordem,
tica pró-ocidental liderada pelo Xá Reza Pahlevi e enquanto aos seus blogs chegavam relatos, fotos
instaurou a República Islâmica do Irão. Trinta anos e videos de gente que resistia e rezava pacifi-
depois, a segunda revolução iraniana começou no camente nas ruas enquanto a polícia carregava.
momento em que os eleitores saíram à rua para De entre mortos, feridos, desaparecidos e presos
se manifestarem contra uma alegada fraude na em parte incerta, nasceram, como há 30 anos, os
contagem dos votos que reconduziria Mahmoud novos heróis e os novos mártires da revolução. O
Ahmadinejad à presidência, em detrimento do julgamento das centenas de activistas detidos está
candidato moderado Mir Hossein Mousavi. Mais a chegar ao fim. As confissões dos acusados, se-
tarde seriam apoiados por figuras respeitadas no gundo Mousavi, lembram torturas doutros tempos
Irão, como os ex-presidentes Mohamad Khatami e "e soam como um gemido que traduz tudo aquilo
Akbar Hashemi Rafsanjani, este último presiden- por que passaram durante os últimos 50 dias" de
te da Assembleia de Peritos, com poderes para interrogatório.
nomear e demitir o Lider Supremo Ali Khamenei A única certeza que temos é a de que a liberdade
que sucedeu a Khomeini. A tudo isto o regime ainda não chegou ao Irão, mas nunca mais nada
reagiu da forma clássica, expulsando os jornalistas será como dantes. O país atravessa uma grave
estrangeiros para que estes não testemunhassem crise económica, agravada pelo progressivo iso-
a brutal repressão policial que se seguiria. Mas o lamento imposto pela comunidade internacional,
que se passou em seguida ficará escrito a letras como sanção pela insistência colocada no desen-
de ouro, tanto na história do Irão, como na da co- volvimento de um programa nuclear com recurso a
municação social. O povo saiu à rua e cada indi- tecnologia norte-coreana e russa, temperado com
víduo, com um telemóvel "artilhado" com câmara discursos radicais – em que Ahmadinejad ameaça
e microfone, transformou-se, simultâneamente, destruir Israel e claro, "o grande Satã" norte-ame-
como que por encanto, num activista revolucioná- ricano e o "pequeno Satã" britânico – que já não
rio e num correspondente de guerra. E foi pelos entusiasmam o povo como nos tempos da guerra
olhos deles que vimos como a resistência pacífica Irão-Iraque.
foi esmagada a tiro, à bastonada e assistimos ao O verde que é a cor da candidatura de Mousavi,
nascimento de novos mártires, como a jovem e rapidamente tingiu tudo à sua volta dando uma
bela estudante Neda Soltan, morta por um atirador cor à esperança de libertação do povo iraniano. O
furtivo que alegadamente a confundiu com a irmã problema é que as alternativas consistem em es-
de um terrorista. colher alguém de entre um universo de Ayatollahs
Na tentativa de abafar a implosão do sistema, o e não está para já em causa nenhuma mudança
regime dos Ayatollahs procurou desactivar todas num sistema político teológico medieval que não
as redes de telecomunicações do país, enquanto satisfaz as expectativas de uma população maio-
ordenava à polícia de choque que carregasse sem ritariamente jovem e moderna. Escolher entre o
piedade sobre os manifestantes para os desmobi- menos mau dos Ayatollahs, poderá ser uma ténue
lizar, enquanto emitia comunicados em que acu- alteração de tonalidade, mas nunca uma mudança
sava os EUA de fabricarem a conspiração. Como na cor do regime.
dantes. Mas o povo já não ouvia Ahmadinejad, O resto do mundo parece também em grande
como dantes. Era tarde demais. Recorrendo à mudança, havendo contudo alguns indícios de que
internet e usando as redes sociais, como o Twitter quase tudo possa ficar na mesma. Senão vejamos.
e o Facebook, os jovens iranianos conectaram- Na Coreia do Norte, onde o povo não tem acesso
se a servidores que estavam fora do controlo da à comida quanto mais à internet, duas jornalistas
polícia iraniana. Em poucas horas, à medida que a americanas – Laura Ling e Euna Lee – detidas
mensagem ia passando de "boca-em-boca", todos desde Março e condenadas a 12 anos de reclusão
cá fora "passámos a ser iranianos nascidos e em campos de trabalho por entrada ilegal no país,
criados em Teerão" para confundir a polícia politica foram libertadas por especial perdão concedido por
iraniana e permitir que os manifestantes passas- Kim Jong-il na sequência da viagem "privada" ➤

Neda Soltan: A face mediatizada dos mártires da 2ª Revolução Iraniana.

58 ELES & ELAS 59


Felizes como dantes

1 3

1. Autocarro incen- 2 3 5 4. Manifestação em Nova Iorque contra


diado em resposta a fraude eleitoral no Irão
à violência policial 5. Apoiantes de Moussavi apelam à
sobre os manifes- resistência pacífica.
tantes 6. Mulheres iranianas manifestam-se
2. O Líder Supremo, contra a ditadura em Teerão
Ali Khamenei: O
Supremo Fascista,
segundo a oposição
3. A Revolução Verde
exige a demissão
de Ahmadinejad,
liberdade e respei-
to pelos Direitos
Humanos.

➤ do antigo Presidente norte-americano Bill Clinton democrática que desde então tem repartido a sua ➤ mortos e centenas de detidos, isto segundo fon- desde o fim dos anos 70, o Afeganistão sempre foi
aquele país. Uma vitória diplomática do Querido existência entre a prisão e a prisão domiciliária, tes oficiais. A China é a dona da dívida externa dos um atoleiro de invasores. Já lá morreram mais sol-
Líder que vem aliviar a tensão criada pelos recen- estando actualmente a ser julgada por violação da EUA, o que faz destes dois países uma espécie dados do que no Iraque. Mais um caso em que por
tes lançamentos de mísseis e pelas manobras de prisão domiciliária, devido à visita inesperada de de gémeos siameses, unidos para o bem e para o mais que se mude, tudo ficará sempre na mesma.
diversão navais, vigiadas de perto pela comuni- um tonto americano que chegou a nado a sua casa mal, enquanto o dólar, pressionado pelo défice cró- Nas Honduras, o Presidente Manuel Zelaya foi
dade internacional com o objectivo de impedir o e que, na tentativa de a apoiar, a comprometeu. nico, ameaça ser a próxima bolha a rebentar, para sequestrado a meio da noite e deportado para a
transporte de armamento nuclear norte-coreano A China, onde a etnia Hun é maioritária, esmagou que então nunca mais nada seja como dantes. Costa Rica, em pijama, depois de tentar aplicar a
para Myanmar. os protestos da minoria étnica muçulmana Uigur No Afeganistão, as nomeações feitas – no âmbito golpada bolivariana favorita de Hugo Chavez, con-
A antiga Birmânia, onde o povo também não tem em Xinjiang, acusando a empresária Rebiya Ka- da parceria estratégica com os EUA – entre as eli- tra a decisão dos tribunais: alterar a constituição
acesso à internet, é uma ditadura militar que nunca deer, líder do povo Uigur, exilada nos EUA, depois tes locais, passa pelos senhores da guerra, que se do país de forma a poder ser re-eleito. Depois de
reconheceu a vitória eleitoral da Prémio Nobel da de cumprir seis anos de prisão, por alegadamente confundem com os barões da heroína, negócio em alguns dias de hesitações, o inacreditável aconte-
Paz em 1991, Aung San Suu Kyi, líder da oposição incitar a desordem. O resultado foram duzentos ➤ que o Afeganistão é lider mundial. Em guerra civil ceu: Obama e Chavez encontraram-se do mesmo ➤

60 ELES & ELAS 61


Felizes como dantes

➤ lado da barricada. Por engano ou por diferentes Alegre parece não encontrar no actual PS espaço
razões, ambos entendem que o golpe é ilegal. para a defesa dos valores éticos que estiveram na
Chavez porque é apoiante e mentor de Zelaya. sua génese. E enquanto por cá se discutem casos
Obama porque não podia reconhecer legitimidade de polícia, nos EUA julgam-se e condenam-se
ao governo de facto, liderado pelo ex-presidente com relativa rapidez crimes económicos, como o
do Congresso Roberto Micheletti, que chegou ao esquema Ponzi que rendeu a Bernard Maddoff 150
poder pela força das armas. Como dantes. É um anos de cadeia. Se fosse em Portugal, apanhava
daqueles casos em que venha o diabo e escolha. 10 anos, porque o cúmulo jurídico é 20 anos e "ele
Já vários presidentes se ofereceram para "levar não matou ninguém". Ao fim de 5 anos estava cá
Zelaya a casa" no intuito de repôr a legitimidade fora, por bom comportamento.
democrática, mas até agora nenhuma das tenta- Os resultados dos exames de matemática e de
tivas teve êxito. Fontes anónimas afirmam que o português foram maus. Apesar do facilitismo que
retorno de Zelaya só será possível quando o grupo tem marcado as sucessivas políticas de educação.
de presidentes que já se ofereceu para o levar Um jornal resolveu pedir a uma turma actual que
a casa, incluir Pinto da Costa que não deixará fizesse o exame de matemática de 1983. Apenas
certamente escapar a oportunidade de contratar o dois alunos teriam positiva. Dantes sabia-se mais.
ex-benfiquista hondurenho, David Suazo. Como manda a tradição, no Verão enquanto o
Ali perto, na Venezuela, enquanto Chavez ame- campeonato não começa, os clubes contratam
açava invadir as Honduras, havia 34 órgãos de novos jogadores. E como o futebol é o espelho da
comunicação social que acreditavam ter liberdade sociedade, os partidos fazem o mesmo, para gáu-
de expressão. A prova de que estavam enganados é dio dos media que transformam em facto político
que Hugo Chavez os mandou encerrar a todos. Para o diz-que-disse que fulano e sicrana do partido X
que tudo pudesse ficar ainda melhor do que antes. foram convidados para integrar as listas do partido
Enquanto isso, na Colômbia, o Presidente Alvaro Y. É o defeso jogado ao ataque. A silly season à
Uribe revelou as provas do apoio militar de Chavez portuguesa é para levar a sério, até porque o Ve-
às Forças Armadas Revolucionárias da Colôm- rão já não é como dantes e até as estatísticas dos
bia, revelando os números de série de um lote de incêndios florestais sofrem operaçãos de cosméti-
armas vendidas pela Suécia à Venezuela, encon- ca a cargo de desconhecidos que os transformam
trados no computador portátil de Reyes, o então em úteis queimadas.
líder das FARC, abatido num raide do exército Nós, portugueses, conseguimos sempre encontrar
colombiano em território do vizinho Equador, facto alguém que ainda está pior do que nós.
que esteve na origem do corte de relações diplo- A Itália por exemplo: como se já não bastasse sur-
máticas entre estes países. gir à cabeça das democracias em que houve dimi-
Na Geórgia está tudo como no Verão passado. As nuição da liberdade de imprensa – a par de Israel
províncias separatistas da Abkhásia e da Ossétia que esteve em guerra no Líbano – têm fotonovelas
do Sul – cuja independência só é reconhecida pela diárias de orgias em casa do Primeiro-Ministro
Rússia e pela Nicarágua – continuam a ser o alvo Silvio Berlusconi, onde nem faltam prostitutas de
das manobras militares. Os EUA, apoiam uma Ge- luxo sem preservativo em cima da cama oferecida
órgia unificada e até atlântica, sabendo como isso por Vladimir Putin.
irrita a Rússia, daqui até à Lua. Para não falar da Islândia: quando era o país
Em Portugal, melhor do que umas eleições, só com o maior índice de desenvolvimento humano
duas eleições. De preferência em datas separadas, do mundo – pago pela dita "economia de casino"
como se a campanha fosse para discutir ideias ou – nem queria ouvir falar na adesão à União Eu-
programas de governo, e não – como nas anterio- ropeia. Agora que está na bancarrota, até para a
res – as ligações do PSD ao caso BPN e as do PS URSS já marchava.
ao caso Freeport. Para não falar dos candidatos Haverá ainda, apesar de tudo, lugar à esperança?
condenados por corrupção ou da recusa do Gover- Sem dúvida. A fazer fé na palavra de Jesus, o
no ao pacote de propostas anti-corrupção apre- Benfica voltará a ser o campeão. Daqui até à Lua.
sentadas por João Cravinho que tal como Manuel Como dantes. n

62