Fórmulas

Magistrais
e Oficinais

ÍNDICE

XAROPE SIMPLES ............................................................................................................ 05
XAROPE DE IPECA (F.B.) ............................................................................................... 05
XAROPE DE CLORAL (F.B.) ........................................................................................... 05
HIDRATO DE CLORAL 16% (Fórmula HC) ................................................................. 06
XAROPE DE PIPERAZINA 10% ..................................................................................... 06
XAROPE DE IODETO DE POTÁSSIO ........................................................................... 07
XAROPE DE CLORETO DE POTÁSSIO 6% ................................................................ 08
DIPIRONA GOTAS 500mg/ml .......................................................................................... 09
METOCLOPRAMIDA GOTAS 4mg/mL ........................................................................ 10
SULFADIAZINA DE PRATA a 1% (creme) ................................................................... 11
CREME HIDRATANTE Emulsão O/A ............................................................................ 12
Formulação alternativa: CREME LANETTE ................................................................. 12
AMINOFILINA (comprimido 100 mg) ............................................................................. 13
FUROSEMIDA (comprimido 40 mg) ............................................................................... 14
HIDROCLOROTIAZIDA (comprimido 50 mg) .............................................................. 15
SOLUÇÃO PARA REVESTIMENTO DE CÁPSULAS POR FORMILAÇÃO PARA
PREPARAR CÁPSULAS GASTRORESISTENTES ...................................................... 16
HALOPERIDOL (comprimido 100 mg) ........................................................................... 17
ÁCIDO FÓLICO (cápsula 1mg) ........................................................................................ 18
ÁCIDO FÓLICO (cápsula 5mg) ........................................................................................ 18
SULFATO DE NEOMICINA (cápsula 500mg)................................................................ 19
SULFASALAZINA (cápsula 500mg) ................................................................................ 19
ANTI-SÉPTICO BUCAL (menta suave) .......................................................................... 20
PASTA D’ÁGUA ................................................................................................................. 21
ÁGUA DE CAL ................................................................................................................... 21
PASTA DE LASSAR ........................................................................................................... 22
ÁGUA OXIGENADA 10 V................................................................................................. 23
ÁGUA OXIGENADA 4 V................................................................................................... 23
ÁGUA OXIGENADA 20 V................................................................................................. 23
ÁGUA OXIGENADA 30 V................................................................................................. 23
ÁGUA OXIGENADA 40 V................................................................................................. 23
SOLUÇÃO PADRÃO PARA ÁLCOOL IODADO ......................................................... 24

SOLUÇÃO DE ÁLCOOL IODADO 0,5% ....................................................................... 24
TINTURA DE IODO 2% ................................................................................................... 25
TINTURA DE IODO 10% ................................................................................................. 25
TINTURA DE IODO 5% ................................................................................................... 25
SOLUÇÃO DE SHILLER OU LUGOL............................................................................ 26
PVP-I DEGERMANTE ...................................................................................................... 27
PVP- I TÓPICO ................................................................................................................... 28
PVP- I TINTURA ................................................................................................................ 29
PASTA PARA ELETROCARDIOGRAFIA .................................................................... 30
GEL PARA ULTRASSONOGRAFIA .............................................................................. 31
GEL PARA FISIOTERAPIA ............................................................................................. 31
GEL DE CARBOPOL 2% ................................................................................................. 32
GEL COM PAPAÍNA 1% .................................................................................................. 32
GEL COM PAPAÍNA 4% .................................................................................................. 32
GEL COM PAPAÍNA 3% .................................................................................................. 32
GEL CMC 4% ..................................................................................................................... 33
GEL COM PAPAÍNA E LIDOCAÍNA ............................................................................. 33
GEL DE CARBOPOL 0,5% - Ultrassonografia .............................................................. 33
FÓRMULA PARA ESTOMATITE .................................................................................. 34
SOLUÇÃO OLEOSA DE PODOFILINA......................................................................... 34
SOLUÇÃO ALCOÓLICA DE PODOFILINA................................................................. 34
SHAMPOO BASE ............................................................................................................... 35
SHAMPOO NEUTRO DE ERVAS ................................................................................... 35
SHAMPOO COM PERÓXIDO DE BENZOÍLA 2,5% .................................................. 35
SHAMPOO COM SULFETO DE SELÊNIO 2,5% ......................................................... 35
SHAMPOO COM ENXOFRE 10% .................................................................................. 35
CONDICIONADOR PARA CABELOS ........................................................................... 36
POMADA PARA ASSADURA (TIPO HIPOGLÓS)....................................................... 37
POMADA SEDATIVA (TIPO GELOL) ........................................................................... 38
POMADA SIMPLES........................................................................................................... 39
VASELINA SALICILADA ................................................................................................ 39
ÁGUA BORICADA 3%...................................................................................................... 40
ÁGUA BICARBONATADA 2% ........................................................................................ 40
SOLUÇÃO DE FENILEFRINA 1% ................................................................................. 41

SOLUÇÃO ÁLCOÓLICA DE FENILEFRINA 1%........................................................ 41
ÁCIDO TRICLOROACÉTICO 30% ............................................................................... 42
ÁCIDO TRICLOROACÉTICO 50% ............................................................................... 42
ÁCIDO TRICLOROACÉTICO 70% ............................................................................... 42
ÁCIDO TRICLOROACÉTICO 90% ............................................................................... 42

............ A temperatura não deve ultrapassar 80°C em momento algum............................................................................................... Indicação terapêutica: • Expectorante.. Água destilada........) Cloral hidratado............... p.................. adicionar a Sacarose............q.............. XAROPE DE IPECA (F...................p............ Xarope simples ................. 85 % 0................... Filtrar em papel pregueado e aguardar o arrefecimento da temperatura para completar 100 ml de xarope simples............ s.......s.................................... Xarope de hortelã-pimenta. Modo de usar: 2 colheres de sopa por dia........ Glicerina . Água destilada ............................................. .. Indicações terapêuticas: Calmante e hipnótico................s............................B...........05 % 100 mL Técnica: 1...... 5 ......................... 3.......... 2) Incorporar esta solução ao xarope............................XAROPE SIMPLES Sacarose ...... .... 5% 5% 100 mL Técnica: 1) Solubilizar o cloral na água..B....................... misturar bem e filtrar.... 2...) Extrato fluído de ipeca ............... Metilparabeno ..........q................... XAROPE DE CLORAL (F...............p..............................15 % 0........................... A critério médico............................... Em seguida............. 7% 10 % 100 mL Técnica: 1) Homogeneizar o extrato fluído com a glicerina e juntar o xarope................ Aqueçer a Água até no máximo 80°C e solubilizar o Metilparabeno e o Propilparabeno.. Levar ao banho-maria e mexer com bastão de vidro até completa solubilização da sacarose... Propilparabeno..................................q..................

... 2) Filtrar em papel pregueado......................................s........... de álcool etílico (P.....................................................1N..4ml) Fazer ensaio em branco a partir de 20 ml de ácido acético R........q.................... 10 % 48 % 10 % 0............... 16 % 0..............q.15 % 0.......05 % 100 mL Técnica: 1) Aquecer 20mL de Água até 80°C e solubilizar a Sacarose....................... 3) Adicionar a glicerina e piperazina citrato... g% de piperazina citrato no xarope = 10 ± 5%.......................A........................ Propilparabeno ............ Acertar o volume.................... ... Doseamento: .......2 % 100 mL XAROPE DE PIPERAZINA 10% Piperazina citrato ....... Metilparabeno ................. Evitar a carbonização......HIDRATO DE CLORAL 16% (Fórmula HC) Hidrato de cloral ................. Cálculo: m = V x F x 1....p.................) e adicioná-los à solução aquosa................ s.......... Acrescentar 10 ml de ácido acético glacial R. 1 gota de cristal violeta (violeta genciana 1%)......................... Sacarose ............................... dissolver.......Q......................... 4) Solubilizar separadamente o Metilparabeno e o Propilparabeno em q................. Titular com ácido perclórico 0....s...................................................0711/g/100 ml Validade: 2 meses..... Água destilada ............ Ponto de viragem: verde (± 9......................q....................... 5) Agitar até completa homogeneização........... p. ....... 6 ............. s...................... Essência de morango ................................... Água destilada ....... Xarope simples ........................Execução: Secar 1 ml da amostra (cápsula de porcelana)... Glicerina ..................Princípio do método: Volumetria de neutralização em meio semi-aquoso... Mandar amostra ao C..............

........................XAROPE DE IODETO DE POTÁSSIO Iodeto de potássio .......... 3% 3% 0..Princípio do método Volumetria de oxi-redução ........................05M x 0. 25 ml Álcool .......Manual CEME ................................. 144)................. 4) Acertar o volume para 100mL com xarope simples...0166 x 10% de iodeto de potássio no xarope = 2 g ± 5% Obs................ Titule com iodato de potássio 0........................................... Benzoato de sódio......... ....... s.. p. # Solução de Bromofórmio Bromofórmio .......... Junte cerca de 20 ml de água destilada....s..q... Xarope simples ....q.... 18 ml de ácido clorídrico R e 3 ml de clorofórmio... 7 ................ Corante vermelho..........pág................... s.. 10 ml do filtrado (item 2....1 .... .............. p.......2.......Execução: Transfira para um erlenmeyer de 250 ml provido de rolha esmerilhada......q...... 5 ml Glicerina ..........................................05M (SV) até o desaparecimento da coloração violácea na camada clorofórmica....................: Validade 2 meses.... 100 ml Doseamento: ........ Essência de morango .......... 3) Adicionar a essência e o corante.............2 % 100 mL Técnica: 1) Solubilizar o iodeto de potássio e o benzoato de sódio em 10 mL de água destilada 2) Adicionar 80mL do xarope simples... Cálculos: g% de iodeto de potássio na amostra = volume de iodato 0........ a solução deve ser agitada vigorosamente.. Durante a titulação........

............ Essência de morango ....................................... Embale em frascos de vidro âmbar com batoque e tampa rosqueada............... Indicações: Profilaxia da hipopotassemia (pós-operatório........q.................. Corante vermelho............15 % 0........ corticoterapia.... Contra ...........................................................q.............05 % 0...... p.................... 6% 85 % 0.......... alcalose grave.................. deplessão potássica por vômitos)...................... Propilparabeno .......... Sacarose .......................................................... Misture esta solução à primeira. Complete com água destilada até 100mL se houver necessidade...... .... Acrescente a sacarose à solução de cloreto de potássio e leve ao banho-maria até completa solubilização da sacarose (a temperatura não pode exceder 80°C).. Filtre em papel pregueado e aguarde o arrefecimento da temperatura....... de acordo com o quadro clínico do paciente.................. Posologia: a critério médico.2 % 100 mL Técnica: Solubilize o cloreto de potássio em 46 mL de água fervente em um béquer de 250mL......... Água destilada ............ Metilparabeno.......... Homogeinize.......................... s............. coloque a essência e o corante........ Validade: 2 meses...........s........... 8 ... Solubilize o Metilparabeno e o Propilparabeno em 1mL de Propilenoglicol (co-solvente)...........................XAROPE DE CLORETO DE POTÁSSIO 6% Cloreto de potássio .........................Indicação: Insuficiência renal...

..........................) para a indicação final...67 g% de dipirona no produto = 0......................... .15 % 0...... Água destilada ...................... juntar 50ml de água destilada e 5ml de ácido acético glacial R......054 + %pureza = 1..... 2) Adicionar 53........I....36 = 1....... passar para erlenmayer....... Agitar............02.......... Propilparabeno ... Isto nem sempre é verdadeiro............... 9 ...............02): 1) Aquecer a água destilada e solubilizar o Bissulfito de sódio.... 50 % 0................054 PMdipirona anidra 333........1 % 100 mL Determinação do Fator de Correção: PMdipiona monohidratada = 351. Aguardar o doseamento e embalar em frasco plástico conta-gotas de 10 mL.........Execução: Passar 10ml de produto para balão volumétrico de 100ml e diluir com água destilada até completar o volume.05 % 0............. s........................ 4) Completar o volume com água destilada num balão volumétrico....75g de dipirona sódica e agitar até completa homogeneização (a solução ficará amarela e transparente)......67 mg de dipirona.. o EDTA............... Doseamento: ....................1N equivale a 16.1N usando a solução de amido (S.. Bissulfito de sódio ....... Cada ml de iodo 0.............. neste caso utilizaria-se também como correção o valor: 1........ Cálculo: mg de dipirona na amostra = ml de iodo gasto X 16.Princípio do método: Iodometria .. Metilparabeno. o Metilparabeno e o Propilparabeno.... EDTA ...................... Titular com iodo 0.DIPIRONA GOTAS 500mg/ml Dipirona sódica............36 A Dipirona apresenta ~98 % de pureza..2 X mg de dipirona na amostra g de dipirona por 100 ml de produto = 50 g ± 5%.......................................1 % 0. 5) Enviar amostra para o CQ.. ...q........................... p........... Técnica (considerando FC = 1. Tomar 5ml.. 3) Aguardar o arrefecimento da temperatura e filtrar se necessário............................ portanto deve-se encaminhar uma amostra da matéria-prima ao CQ para doseamento......

................. 3) Filtrar a solução... Mg de dicloridrato de metoclopramida % = (nº de ml de hidróxido de sódio 0........ Doseamento: ..... p...............q. Adicionar 25mL de hidróxido de sódio 0.........METOCLOPRAMIDA GOTAS 4mg/mL Dicloridrato de metoclopramida monohidratado ..... Propilparabeno ..........s.......05 % 30 % 100 mL Técnica: 1) Solubilizar o dicloridrato de metoclopramida em q. Água destilada ....................075 Dicloridrato de metoclopramida % = 0............15 % 0.........1N adicionados – nº de ml de ácido clorídrico 0.........1N até indicação..... de uma solução aquosa ácida ( HCl pH2.......1N equivale a 19................ 2) Adicionar a glicerina e completar o volume com q... 0..... adicionar 5 gotas de fenolftaleína e titular com ácido clorídrico 0.... e aguardar sua aprovação........4 g ± 5%..................1N consumidos) X 30.......Princípio do método: Volumetria de neutralização .... Glicerina .......1N......53%mg de dicloridrato de metoclopramida anidro.......... de água destilada....... agitar e extrair com 3 porções sucessivas de 15mL de éter etílico..........s.........4 % 0.... 4) Enviar amostra ao C.... Metilparabeno.Execução: Medir rigorosamente 50mL da solução de metoclopramida e transferir quantitativamente para funil de separação........ Transferir quantitativamente a camada aquosa para erlenmeyer................................................. 10 ......... s.... ....5). Cálculo: cada ml de hidróxido de sódio 0...Q..............

............................... Doseamento: 1) Pesar 10 g do creme................. 1..................s.. 3) 10 ml de ác...................... Acrescentar a água......... 0. 5) 10 gotas de sulfato férrico amoniacal..................p.................. Vaselina líquida ..0 % 4.................8 ml de tiocianato.................. 7) Ponto de viragem: vermelho tijolo. *A sulfadiazina solubiliza-se melhor no propilenoglicol primeiramente... Validade: 6 meses............... 4) Verter tudo na fôrma da batedeira e manter agitação suave até o arrefecimento da temperatura (utilizar o redutor de voltagem)................. Gasta ± 2...... 6) Titular com tiocianato de amônio 0...1N. 2) Acrescentar 50 ml de água destilada.... Água destilada .q... 2) Aquecer separadamente as fases aquosa e oleosa à 75°C........ 5) Enviar amostra para o CQ e aguardar a aprovação................ Álcool cetoestearílico .. nítrico 2N..3 % Fase Aquosa Sulfadiazina de prata ..... Propilenoglicol ...................... Manter a mistura em banho-maria sob agitação constante e lenta por 5 minutos................................................3 % 8.......... 3) Verter a fase aquosa sobre a oleosa lentamente agitando com os dois bastões de vidro.............0 % 100 g Técnica: 1) Em um béquer solubilizar a sulfadiazina de prata no propilenoglicol. 4) Aquecer até completa dissolução................................................57 x V x f = g% massa do creme utilizado 11 .............. Cálculos: m= 3...3 % 8........SULFADIAZINA DE PRATA a 1% (creme) Fase Oleosa Lauril sulfato de sódio (sólido) ....

............................2 ml de essência nívea (0........................ Água destilada .........................................20%)..... 20........... Óleo mineral (vaselina líquida) ..................0 % 0...........p.......q.................................................................... Formulação alternativa: CREME LANETTE Fase oleosa Lanette N ......................................................................................................................................... Obs: Para cada 100g de creme. 6.......................... Manter a mistura em banho-maria sob agitação constante e lenta por 5 minutos.............. Água destilada ........................................0 % 0...................................... Metilparabeno ........05 % Fase aquosa Sorbitol a 70% ..... 2) Verter a fase aquosa sobre a oleosa lentamente agitando com os dois bastões de vidro.............................. Monoestearato de glicerila ................................ 1.. Metilparabeno ..p..s..................................................................1 % 100 g Técnica: 1) Aquecer as duas fases separadamente em banho-maria a uma temperatura máxima de 75ºC................................................q.....................................05 % 8........................................0 % 8..... 12 .....0 % 8....... 4) Adicionar a essência após o resfriamento do creme.... Validade: 6 meses.............................................0 % Fase aquosa Trietanolamina .................0 % 0............. 3) Verter tudo na fôrma da batedeira e manter agitação suave até o arrefecimento da temperatura (utilizar o redutor de voltagem)........ 7.......1 % 100 g Técnica: Idem a descrita acima.................. Propilparabeno ............ Óleo de amêndoas .................................................... adicionar 0................................5 % 0... Cetiol V (oleato de decila) ................ Propilparabeno ..........0 % 6.s...CREME HIDRATANTE Emulsão O/A Fase oleosa Ácido esteárico ....................

.. Trabalhar em local com ar condicionado........... rigorosamente medidos........ Acidificar o filtrado e as lavagens reunidas com ácido nítrico...... Triturá-los a pó fino e pesar rigorosamente 0.......1558 Aminofilina .... Resfriar............................ Agitar durante 15 minutos e filtrar por filtro seco desprezando os primeiros ml............... Fosfato dissódico anidro .1N com solução de sulfocianeto de amônio 0...... e determinar o peso médio......... = g de aminofilina na amostra x peso médio do comp..... nítrico.................. Doseamento: ......... Fosfato tricálcico . Cálculos: Cada ml de AgNO3 0................ Por comp. G aminofilina na amostra = (n° ml de AgNO3 0.............1N... Resfriar..3 mg 44.....1N) x 0.. Lavar o filtrado com três volumes de 10 ml de água destilada.1 g ± 5% 13 .... = 0..4 mg 1 mg Técnica: Obs...... Adicionar 50 ml de água destilada e 15 ml de hidróxido de amônio a 10 g% p/v.5 g do pó...................Execução Pesar 10 comp..... Adicionar mais 3 ml de ác. Talco .......82 mg de aminofilina........Princípio do método Volumetria pelo nitrato de prata .... transferir quantitativamente para balão volumétrico de 100 ml e completar o volume com água destilada.................. Adicionar 2 ml de sulfato férrico amoniacal SR e titular o excesso de nitrato de prata 0. Aquecer em banhomaria durante 15 minutos..................1N..... Medir rigorosamente 50 ml do filtrado para um béquer.......... = 0...... Filtrar por cadinho de Gooch a vácuo.. P... Lactose pulverizada .......... Agitar. 100 mg 22... Reunir ao filtrado os líquidos de lavagem....................... Adicionar 8 ml de hidróxido de amônio a 10 g% p/v e 25 ml de nitrato de prata 0......... peso do pó x 2 Peso do comp.........................2 mg 33.....1N equivale a 22...AMINOFILINA (comprimido 100 mg) REMINGTON.............. Aquecer em banho-maria até dissolver a aminofilina.....2 g ± 5% Aminofilina por comp..............................02282 g de aminofilina.

.... Lactose .............................. = 0..................................................... Técnica: Controle de qualidade: .............................................................................FUROSEMIDA (comprimido 40 mg) Furosemida ..................... Talco ...................................................................04 g ± 5% Peso do comp..................... = 0................. Amido .......................................2 g ± 5% 14 40 mg 30 mg 30 mg 2 mg .............Princípio do método Espectrofotometria no ultra-violeta (absorção de 274 nm) Furosemida por comp................

................................................................................................................................. Estearato de magnésio .........HIDROCLOROTIAZIDA (comprimido 50 mg) Diidroclorotiazida .......5 mg 50 mg 1.....................................................5 mg 1...........................05 g ± 5% 15 50 mg 37........................................Princípio do método Espectrofotometria no ultra-violeta (absorção a 271 nm) Diidroclorotiazida por comp.. = 0.. Lactose ....................................... Amido ......................... Talco ....................5 mg ...................... Técnica: Controle de qualidade: ....................................

. Aguardar a secagem à temperatura ambiente.....q.. Completar o volume para 100mL com álcool etílico.. Deixar separadamente em recipiente plástico cada parte da cápsula em contato com a solução de formol preparada acima por 24 horas em repouso.A...... Álcool etílico absoluto (P.SOLUÇÃO PARA REVESTIMENTO DE CÁPSULAS por FORMILAÇÃO PARA PREPARAR CÁPSULAS GASTRORESISTENTES Formol 40% .......s.... 5% 5% 100 mL Técnica: 1... 2........ Coar e espalhar as cápsulas em fôrma de alumínio forrada com perfex.. Separar as duas partes da cápsula (receptáculo e gorro).............. 3..... 3...... OBS.......... 4......: NÃO REUTILIZAR ESTA SOLUÇÃO Modo de preparo: 1........................... Fármacos que necessitam revestimento gastroresistente: Mesalazina Sulfassalazina Pantoprazol Pancreatina Diclofenaco (antiinflamatórios em geral) Naproxeno Ácido nicotínico 16 ...................p.............................. 2.................. Éter etílico ............................ Adicionar o formol e o éter............. Colocar 50mL de álcool etílico num balão volumétrico de 100mL.....) ....

......................................... 2 mg Estearato de magnésio ............... 60 mg Lactose .........HALOPERIDOL (comprimido 100 mg) Haloperidol ............. 1 mg Técnica: Controle de qualidade: Espectrofotometria no ultra-violeta (absorção a 247 nm) 17 ....................................................................................................................................................................................................................... 110 mg Amido ............................... 40 mg Talco .........

... Pesar o ácido fólico e homogeneizar em um gral com a mesma quantidade de excipiente (1 + 1= Mistura 1) ..... Homogeneizar.............. Pesar o ácido fólico e homogeneizar em um gral com a mesma quantidade de excipiente (5 + 5= Mistura 1) ....q........ Adicionar mais 10mg de excipiente à Mistura 1 dando origem à Mistura 2.... 18 .....................................q.. Excipiente ...... Adicionar mais 20mg de excipiente à Mistura 2 dando origem à Mistura 3...... Homogeneizar... 2.. Homogeneizar........ Homogeneizar. Homogeneizar..... 3........s... Adicionar mais 39mg de excipiente à Mistura 5 dando origem à Formulação Final....... 3.. Adicionar mais 2mg de excipiente à Mistura 1 dando origem à Mistura 2............ Excipiente .................p................. Encapsular utilizando Cápsulas nº 4... 2... Adicionar mais 16mg de excipiente à Mistura 4 dando origem à Mistura 5.ÁCIDO FÓLICO (cápsula 1mg) Ácido fólico .. Homogeneizar. 4. 5................. 7..... 5............... 4....... Homogeneizar............s.......................... Adicionar mais 8mg de excipiente à Mistura 3 dando origem à Mistura 4........ Homogeneizar. 1 mg 75 mg Técnica (DILUIÇÃO GEOMÉTRICA): 1... Adicionar mais 43mg de excipiente à Mistura 5 dando origem à Formulação Final........ 5 mg 75 mg Técnica (DILUIÇÃO GEOMÉTRICA): 1... Encapsular utilizando Cápsulas nº 4.........p.... Adicionar mais 4mg de excipiente à Mistura 2 dando origem à Mistura 3........ ÁCIDO FÓLICO (cápsula 5mg) Ácido fólico ................................. 6.......

. Variação do peso por cáps...q....... = 475 mg (....... SULFASALAZINA (cápsula 500mg) UTILIZAR CÁPSULAS GASTRORESISTENTES Sulfasalazina ..........p..... Não há necessidade de se adicionar excipiente... OBS...... = 475 mg (..................q..........s.. Pesar o sulfato de neomicina e proceder o enchimento das cápsulas gasatroresistentes (nº 0 ou nº 00)..................... 500 mg Técnica: 1.........5%) a 525 mg (+ 5%).5%) a 525 mg (+ 5%)......... 500 mg Técnica: 1........ 19 .. Pesar o sulfasalazina e proceder o enchimento das cápsulas gastroresistentes (nº 00). Variação do peso por cáps......: ESTABILIDADE 1 MÊS...s.......p....SULFATO DE NEOMICINA (cápsula 500mg) UTILIZAR CÁPSULAS GASTRORESISTENTES Sulfato de neomicina .. Não há necessidade de se adicionar excipiente...

...A....03 % 10 % 0.. Adicionar o sorbitol................... Adicionar o corante verde e o aroma de menta ao recipiente final............ Adicionar mais 20mL de água ao recipiente final.................................... 5...............q....... Instruções de uso: • Encher meio copinho de café (~15mL) sem diluir com água.... 3........... Sorbitol a 70% ...............................s............... Verter lentamente a fase alcóolica sobre a fase aquosa..... 2... Solubilizar a sacarina em 10mL de água........................................5 % 0................ Homogeneizar......................... Corante verde ..........05 % 0............................2 % 100 mL Técnica: 1..................15 % 0........ 4......... 20 ........... Adicionar o metilparabeno. Solubilizar separadamente o mentol em álcool etílico......... Bochechar durante 1 minuto. utilizar este produto após as escovações e evitar a ingestão de alimentos ou bebidas durante 30 minutos após o uso............. Álcool etílico absoluto (P................. Água destilada .... expelindo o produto em seguida................... Solubilizar o cloreto de cetilpiridíneo em 10mL de água.......... Colocar no recipiente final. passando pela proveta em que foi medida a solução corante..................) ........................................ 0........... Reservar.................... Sacarina ............. Homogeneizar................05 % 5% 0................................. Metilparabeno ...................... Juntar ao recipiente final... Aroma de menta ...... Mentol ..................................................... • Para melhores resultados................................ Adicionar mais 10mL de água ao recipiente final............ANTI-SÉPTICO BUCAL (menta suave) Cloreto de cetilpiridíneo..p.........

......... .............. deixe em contato em vidro fechado agitando o líquido de vez em quando........... Filtre na ocasião de usá-lo...................... Levigar os pós adicionando a glicerina e finalmente a água de cal.............. Homogeneizar bem. Deixe em repouso durante algum tempo e junte mais 100 ml de água destilada...............PASTA D’ÁGUA Óxido de zinco ............................. 25 % 25 % 25 % 25 % 0..............15 % Técnica: 1.... substituindo-o por outros 100 ml de água destilada............................... Decante o líquido límpido por meio de um sifão........ Água de cal ............ 2.. p.................. 100 ml Técnica: Colocar em um recipiente com capacidade suficiente................................................ 21 .................... s........... Talco ......... q............. Metilparabeno .... 4.......... ÁGUA DE CAL Óxido de cálcio ............ Glicerina ......................... 1 g Água destilada ..... Misturar o talco e o óxido de zinco após tamizado em um gral.............................................................................. Adicionar o Metilparabeno 3........... Indicação: Assaduras.......... o óxido de cálcio com 5 ml de água destilada.......... agite repetidas vezes e deixe clarificar o líquido no frasco tampado...............................

........................ 0................. Indicação: assaduras.................................. 22 ........................................... 25 g Metilparabeno ...... 25 g Vaselina sólida ................ Homogeneize bem. 25 g Lanolina anidra ...................... 25 g Amido ........ Embalar em potes de 50 g................................................................................. Validade: 6 meses.......... Misture os pós em um gral e adicione aos poucos a lanolina e a vaselina fundida..............PASTA DE LASSAR Óxido de zinco ..................................................................1 g Técnica: Funda em banho-maria a lanolina e a vaselina..........................

..................... q.... 0............ q........ 12...... 5000 ml Técnica: Dissolva a antipirina no álcool e adicione metade da água.................................... q...................................... s.....7 V ............... 1 ml Água destilada ............ 30 ml Antipirina ..... 2 g Álcool 96º GL ........ 225 ml Antipirina ....................................... p................... 8 g Álcool 96º GL ............. Acrescente o peróxido de hidrogênio e agite bem............................2 g Álcool 96º GL .................5 ml Água destilada . 150 ml Antipirina ........................... 1000 ml ÁGUA OXIGENADA 40 V Peróxido de hidrogênio 116...... p.............................7 V ..................... 1........8 g Álcool 96º GL ..7 V ...................................ÁGUA OXIGENADA 10 V Peróxido de hidrogênio 116. p................. a seguir complete o volume com o restante da água............................................ 1000 ml ÁGUA OXIGENADA 30 V Peróxido de hidrogênio 116............ 5 ml Água destilada ............... q................................................ s............................................5 ml Água destilada ...7 V ......... 50 ml Água destilada ........................ s.......................... Agite...................7 V . p.... Validade: 3 meses............................................ 412 ml Antipirina ................ ÁGUA OXIGENADA 4 V Peróxido de hidrogênio 116..... 1000 ml ÁGUA OXIGENADA 20 V Peróxido de hidrogênio 116.................. .......... p.......50 ml Antipirina ............................ ................... Retire uma amostra para controle de qualidade....................16 g Álcool 96º GL .............. 5000 ml 23 ......... s.... s........ 0........................... 7.... ........................... .............................. q................... 1687......................................................................... ............................................

...... tendo apenas o inconveniente de colorir a pele... 400 ml Álcool 96º GL ..... s.. sobretudo em soluções de iodeto.......5% Solução padrão 10% .... Iodo: Halogênio solúvel na água... q. SOLUÇÃO DE ÁLCOOL IODADO 0.... também antifúngico............. .. 100 g Iodeto de potássio ..: Para a desinfecção de pele é suficiente a solução de iodo a 0............5% em álcool 77º GL................................ solúvel em solventes orgânicos................. 24 ............. que destrói todas as bactérias apenas em 1 minuto............... Retirar amostra para doseamento do iodo.SOLUÇÃO PADRÃO PARA ÁLCOOL IODADO Iodo .......... 100 ml Obs. ......... 5 ml Álcool 77º GL .. Anti-séptico e desinfetante.................... p... 1000 ml Técnica: Dissolva o iodeto de potássio na água.. Utiliza-se sobretudo a tintura de iodo 1%.......... p... Pese o iodo e adicione na solução anterior até completa dissolução..... e completar o volume com álcool 96º GL.......... Adicionar essa solução em balão volumétrico com capacidade para 1000 ml..... q............. s. 200 g Água destilada .....

................ 100 g Iodeto de potássio ............... p. q.................... p.............. .................. ............ s.... TINTURA DE IODO 10% Iodo ................... 40 g Álcool 77º GL ........... s.................................................................. 1000 ml TINTURA DE IODO 5% Iodo ............................ 1000 ml Indicação: Anti-sepsia de ferimentos............. 100 g Álcool 77º GL ...........TINTURA DE IODO 2% Iodo ...................... p. q. Após completa solubilização do iodo.... 1000 ml Técnica: Solubilizar o iodeto de potássio em 500 ml de álcool 77º GL e adicionar nesta solução o iodo.......... 50 g Iodeto de potássio ... 200 g Álcool 77º GL ..... ...... s........... 25 .......... completar o volume para 1000 ml.............................................. 20 g Iodeto de potássio .............. q........

.... 26 ...2 g no máximo.. Embalagem: Conservar em frasco âmbar.. 832....... a 5........... Bibliografia: Farmacopéia Brasileira..8 g. de iodo.. devese fazer o doseamento do iodo. 1000 ml Técnica: Dissolver o iodeto de potássio em 500 ml de água destilada e a seguir solubilizar o iodo nessa solução e completar o volume para 1000ml.... 1ª ed. pág........... 50 g Iodeto de potássio ... Especificação: 100 ml da solução deve conter de 4.................. 100 g Água destilada ........ Validade: 3 meses.... p..............SOLUÇÃO DE SHILLER OU LUGOL Iodo .... s........................ no mínimo.. q... # Sempre que preparar quaisquer soluções ou tinturas contendo iodo.. ..............

.. Acertar o pH para 4... Modo de usar: .000 ml Técnica: Pesar o PVP-I............. 500 ml Lauril éter sulfato de sódio .......... Armazenar o produto acabado no máximo por seis meses........ enxaguar e secar com gaze esterilizada.. usar uma escova não abrasiva e limpador de unhas. acrescentar o álcool e deixar de repouso em 50% do volume de água de um dia para o outro.. Se ultrapassar.. Embalagem: Frasco plástico opaco ou de vidro de cor âmbar. Enxaguar..0 com soda cáustica líquida a 20%.... repetir o procedimento. cutículas e espaços interdigitais......: O ajuste do pH serve para a estabilidade do produto e para não queimar a pele do indivíduo na hora do uso.. enxaguar com o auxílio de uma gaze esterilizada embebida em água destilada ou soro fisiológico... em seguida.. adicionar ácido cítrico a 10%..... 800 ml Água destilada .. 10.. tendo especial cuidado com unhas... Armazenamento: Ao abrigo da luz e calor. 1000 g Álcool 96º GL ...PVP-I DEGERMANTE PVP-I pó .....s.... Aplicar o produto e friccionar durante 3 minutos.. descontaminação do campo operatório e lavagem das mãos pré ... esfregar durante 2 minutos e......... completando o volume final para 10 litros com água destilada...Preparo do campo operatório Após a tricotomia.... Embalar e rotular.Degermação pré ..... Adicionar o lauril e homogeneizar bem. então....5. 27 .. Se conveniente............ tingida com PVP-I tópico ou PVP-I tintura... umedecer o local. A área pode ser....cirúrgica Molhar mãos e antebraços. Deixar secar........ q.5 .............procedimentos invasivos. .. .......... Obs.... Indicações: Degermação das mãos e antebraço da equipe cirúrgica..........p.... Aplicar o produto.... Retirar uma amostra para doseamento do iodo.

exame ou parto... 1000 g Álcool 96º GL . 10..... 28 ....I TÓPICO PVP-I pó .. aplicar o PVP-I tópico com auxílio de chumaço de gaze esterilizado...p....... Completar o volume para 10 litros homogeneizando bem a solução.. Embalar e rotular..................... queimaduras.........000 ml Técnica: Pesar o PVP-I....... Armazenamento: Ao abrigo da luz e calor.......... 500 ml Água destilada ........... traumatismos.... ferimentos superficiais da pele.. Modo de usar: Após limpar previamente o local a ser tratado... Armazenar o produto por no máximo 6 meses.. .PVP. q.... Indicações: Curativos em geral: pós-operatório...... acrescentar o álcool e deixar em repouso em 50% do volume de água de um dia para o outro.... coto umbilical....s...... usar ácido cítrico 10%... assepsia ginecológica pré .. Se passar.... Embalagem: Frasco plástico opaco ou de vidro de cor âmbar.... Retirar amostra para doseamento do iodo.... Acertar o pH para 4.....0 com soda cáustica líquida a 20%...... infecções da pele e mucosas....5-5.

Indicações: Especialmente recomendado para anti-sepsia complementar e demarcação de campo operatório.. Atenção: PVP-I tintura.... Se ultrapassar.. Completar o volume com o restante do álcool. q...... .... Retirar amostra para doseamento do iodo......... Embalar e rotular. 1000 g Álcool 77º GL .... Embalagem: Frasco plástico opaco ou de vidro de cor âmbar. Deixar secar. Modo de usar: Aplicar PVP-I tintura sobre a pele com auxílio de um chumaço de gaze..s.......p....... 10. usar ácido cítrico 10%....000 ml Técnica: Pesar o PVP-I e deixar de repouso em 50% do volume de álcool de um dia para o outro.... Acertar o pH para 4..5-5. sendo veiculado em álcool.. após degermação da pele.... Armazenar o produto acabado no máximo por 6 meses... 29 ....I TINTURA PVP-I pó ...... homogeneizando bem a solução......... não deve ser usado em mucosas ou feridas.PVP......0 com soda cáustica líquida a 20%.... Armazenamento: Ao abrigo da luz e calor... A cor âmbar do iodo demarca a área onde foi aplicado o produto.

2. Misturar 1 e 2. Dissolver 20 g de NaCl em 100 ml de água destilada. Acrescentar 25 ml de glicerina. Homogeneizar. Em um grau. 3. misturar 10 g de goma adragante com 10 g de pedra pome moída. 30 .PASTA PARA ELETROCARDIOGRAFIA 1.

......15 % 0.... Imidazolidinil uréia .............1 % 0.......03 % 0........... Trietanolamina ..................05 % 0. ......................... EDTA ............ EDTA .......... Técnica: Idem a técnica do gel acima...................................5 % 10 % 0.........................................p........1 % 0.......................................................................... Água destilada ................................s. Imidazolidinil uréia ......... Verter esta solução à primeira.. solubilizar o metilparabeno e o propilparabeno no propilenoglicol..........GEL PARA ULTRASSONOGRAFIA Carbopol 940 .............5 % 100 g Técnica: 1) Solubilizar a Imidazolidinil uréia em toda a quantidade de água (pesada)...................................... Água destilada ......... Adicionar o Carbopol.................. 31 0...........7 % 10 % 0..........................................................................................03 % 0....... 2) A parte... Trietanolamina .........................................................p.................. adicionar o EDTA e a trietanolamina (TEA) e aguardar 30 minutos a 1 hora para completa homogeinização da TEA... Propilenoglicol ................................................. 3) Deixar em repouso por 1 dia....................................................... 0.............................................. Metilparabeno . Propilparabeno ........................................................................................ GEL PARA FISIOTERAPIA Carbopol 940 ..................................................... Propilenoglicol ....................... Metilparabeno .q....................................................................... ............................................ Sob agitação lenta (utilizar o redutor de voltagem)................q.s..............................................7 % 100 g .......................................................................05 % 0........................................ Propilparabeno ............. 4) Verter tudo para a fôrma da batedeira................................. bem como da neutralização do pH..15 % 0.....

........................... de gel e em seguida homogeneizar bem............. 5 ml Propilenoglicol ...... 32 ...... 100 g Técnica: Adicionar a papaína em q....... q. ......... Indicação: Cicatrizante......... q................... 3 g Gel 2% .. p................. 1 g Água destilada .... ............... .............. p..... s.............. 300 ml Metilparabeno .................. s...........................................s...................................................... s..... 100 g Técnica: Adicionar a papaína em q...............s............. 100 g Técnica: Adicionar a papaína em q...... 1000 ml Técnica: Idem as técnicas anteriores............................................. ............ 20 g TEA .. GEL COM PAPAÍNA 1% Papaína ... p..................... 4 g Gel 2% ......... q.............. 1 g Gel 2% ..... GEL COM PAPAÍNA 3% Papaína .....GEL DE CARBOPOL 2% Carbopol 940 ........................... de gel e em seguida homogeneizar bem... s..s................ p... de gel e em seguida homogeneizar bem.... q.............................. GEL COM PAPAÍNA 4% Papaína ... Indicação: Cicatrizante.......... Indicação: Cicatrizante.................

..................... .................... p.............1 g Água destilada ................ s............. GEL DE CARBOPOL 0..................................................... 0... adicionando a glicerina que nesse caso tem a mesma função.........5 g Água destilada .. 1000 ml Obs.. p.... p........................... .................... 5 ml Glicerina ....................... 100 g Técnica: Dissolver a lidocaína e a papaína em um pouco de gel e incorporar o restante de gel e homogeneizar bem...... s...................................... 5 g TEA ................................ ............... 234 g Metilparabeno .......... 33 ....GEL CMC 4% CMC ..... serve para ultrassonografia.......... q.......... q.........: Essa fórmula de gel........... s.. 3% Lidocaína ..................... 100 ml GEL COM PAPAÍNA E LIDOCAÍNA Papaína ........... 2% Gel CMC 4% ..................................................................................... q..... Pode-se utilizá-la na falta do propilenoglicol (umectante)...................Ultrassonografia Carbopol 940 ......5% ... 4 g Metilparabeno ................... # Fica com consistência semelhante à da vaselina...... 1 g E D T A .................. 0......................

....... protegendo a área adjacente com vaselina. ......................................................... 20 ml Obs. 4 ml Vaselina líquida ................. 0.................... ............................................. pode ser substituído por: ............. SOLUÇÃO ALCOÓLICA DE PODOFILINA Podofilina .. Indicação: Condiloma acuminado....................................5 g Sacarina . p......... Completar o volume com água destilada................... 1.... ....Vaselina líquida........................Óleo de amêndoas doces............ Solubilizar a sacarina em um pouco de água e acrescentar na solução anterior juntamente com a solução de violeta genciana 2%..: % de podofilina que pode-se utilizar nesse caso é de até 25%..: O álcool como veículo. 0.................. q.. p........................... Modo de usar: Uso em consultório.............. Passar sobre as lesões............. Contra indicado na gestação....................5 g Lidocaína .. Indicação: Condiloma acuminado. 34 ........ Indicação: Estomatite crônica.............................. s..............................Tintura de Benjoim... SOLUÇÃO OLEOSA DE PODOFILINA Podofilina ........ 20 ml Técnica: Dissolver a podofilina no álcool.... 10 à 25% Álcool 77º GL .. Adicionar a vaselina aos poucos e homogeneizar bem......... Obs........ Solubilizar bem........... 5% Álcool 96º GL ..... ........ 25 ml Técnica: Dissolver a lidocaína préviamente triturada na glicerina................................................................................01 g Glicerina ....... q.....FÓRMULA PARA ESTOMATITE Violeta genciana 2% ..... s....... 15 ml Água destilada .

............. p.... adicionar o restante do shampoo base aos poucos................................... p................................5% Peróxido de benzoíla ............... 1 ml Corante verde 5% ............... ..... 3 ml Cloreto de sódio ................5% Sulfeto de selênio .. 1 g Água destilada ..0 ............. 300 g Dietanolamina de ác..................... s.................5% 35 ......................... 1................. 1.............. s............................25% SHAMPOO COM PERÓXIDO DE BENZOÍLA 2........1000 ml Ácido cítrico 10% . q............. 1000 ml Cloreto de sódio ......7..........................................: AGITAR ANTES DE USAR. q......................... s.......................................................... Triturá-lo em gral com um pouco do shampoo base (suficiente para formar uma pasta).............................................. 1......... Em seguida...... 100 g Shampoo base ............5% SHAMPOO COM ENXOFRE 10% Enxofre .... triturandoo com o peróxido....................... 25 g Shampoo base .................................. 25 g Shampoo base .......... p................................... p........................................................SHAMPOO BASE Lauril sulfato de TEA .. q.................... adicionar o cloreto de sódio.......................................................................... ........................................... 1000 ml Essência de ervas .................. SHAMPOO COM SULFETO DE SELÊNIO 2............................... .5% Técnica: Pesar o peróxido de benzoíla...............................................0 SHAMPOO NEUTRO DE ERVAS Shampoo base ..... pH 6................................................ graxo de coco ................ 30 g Metilparabeno .............. s............. OBS... ................ ................. q.............. 1.................. s................ 1000 ml Cloreto de sódio ..................................... q.............. 1000 ml Cloreto de sódio ...

..... 0..................... 4 g Cloreto de cetil trimetil amônio ........2 g Água destilada ..........................s.......................................................................................................................... 0........................................................................... 6 g Óleo mineral .......2 ml Metilparabeno .....p............................................................ 8 g Solução de ácido cítrico 10% ..................... 200 ml 36 .................................q...................CONDICIONADOR PARA CABELOS Álcool cetílico ............................

........q.... Embalar em potes de 50 g.................... 10 g Lanolina anidra ................................................................................... 1...................... 37 ...85 g Ácido bórico ............................ Validade : 3 meses............................... 50g Princípios ativos Vitamina A .......POMADA PARAASSADURA (TIPO HIPOGLÓS) Fase óleo Monoestearato de etilenoglicol ..... 2......................................5 g Álcool cetílico ..........................................................................................5 g Fase água Metilparabeno ..................p.. 3............................................................. Esperar 24 horas para adicionar nesta base para pomada os princípios ativos.............. 0................................................................................................05 g Água destilada ............. 0.................. 1 g Tween 80 ......................................... 0..................................................9 g Óleo de fígado de bacalhau ......................... 1...... 5 g Monoestearato de glicerila ............................ verter a fase aquosa sobre a fase oleosa homogeneizando bem e em seguida colocar em um recipiente e levar para bater na batedeira em agitação constante........................................... 5 g Monoestearato de polietilenoglicol 400 ....................25 g Vitamina D .. 7.................................................................................. 1 g Óxido de zinco ..025 g Vaselina sólida ..............s......................................... 0.................5 g Técnica: Aquecer a fase oleosa separada da fase aquosa a uma temperatura máxima de 75º C.......5 g Propilparabeno .. Após solubilização de cada fase.....................................................................................

.........5 g Salicilato de metila .POMADA SEDATIVA (TIPO GELOL) Cânfora . Adicionar em potes de 100 g e rotular.... Após................q.........5 g Mentol ........................ 2...........................s...................................... em seguida adicionar o gel homogeneizando bem.........p......... 0........ 100 g Técnica: Misturar em um gral o metol e a cânfora.. 0.... 38 ......0 g Gel de carbopol 0.................................................... Validade: 6 meses............ adicionar o salicilato de metila e homogeneizar novamente.......5% ........

... 100 g Técnica: Fundir a lanolina e a vaselina em banho-maria e adicionar em uma batedeira planetária até resfriamento.......... 39 .......................................................................q...s................................................... 97 g Ácido salicílico .............................. 3 g Técnica: Em um gral triture o ácido salicílico e vá incorporando aos poucos a vaselina sólida até completa homogeneização.................. 20 g Lanolina ..POMADA SIMPLES Vaselina sólida ............ Embalar em pote de 80 g........................ VASELINA SALICILADA Vaselina sólida .............................p.. Validade: 6 meses.................................................

..................1 g Água destilada .....................................s........................................q.......ÁGUA BORICADA 3% Ácido bórico ..... 100 ml 40 ..................... 100 ml Técnica: Dissolver o ácido bórico e o Metilparabeno na água quente.................. ÁGUA BICARBONATADA 2% Bicarbonato de sódio ... 2 g Água destilada ... 0..........q. 3 g Metilparabeno ............... Validade: 1 mês.............................................................................p..... Filtrar a solução em papel de filtro e embalar..............................s..............................p.....

................s............ 1 g Água destilada ...... 1 g Álcool 77º GL .......................... SOLUÇÃO ÁLCOÓLICA DE FENILEFRINA 1% Fenilefrina .....................................................................q... 100 ml Embalar em frasco conta-gotas de 10 ml................................p..........................................................................p.....SOLUÇÃO DE FENILEFRINA 1% Fenilefrina ..........................................q...... 100 ml Embalar em frasco conta-gotas de 10 ml............................... 41 ................s..........

.......... 14 g Água destilada ..ÁCIDO TRICLOROACÉTICO 30% Ácido tricloroacético ...........q..... Validade: 6 meses................... ÁCIDO TRICLOROACÉTICO 90% Ácido tricloroacético ....... 18 g Água destilada ....... ÁCIDO TRICLOROACÉTICO 50% Ácido tricloroacético .....................................................s............................................................. 42 ... Validade: 6 meses.............. 20 ml Técnica: Dissolver o ácido na água e embalar...q...................s................q................ Validade: 6 meses.........p.....................p.........p........ ÁCIDO TRICLOROACÉTICO 70% Ácido tricloroacético ..s..............p.......... 20 ml Técnica: Dissolver o ácido na água e embalar......... 10 g Água destilada .............................q. Validade: 6 meses.s.... 20 ml Técnica: Dissolver o ácido na água e embalar........................................................................................ 6 g Água destilada ........ 20 ml Técnica: Dissolver o ácido na água e embalar..........

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful