Oficina : Transformando o lixo em arte

Nós humanos somos criadores de situações, ações e muitas outras coisas no mundo. Além de nossas relações sociais e ou ainda com o meio ambiente. Relações com animais, minerais e vegetais. Mas pouco nos damos conta destas relações e sua importância para a manutenção de nossas próprias vidas. Estas relações ocorrem desde tempos imemoriais na historia da espécie humana. E como criadores que somos estamos ligados a esta ordem memorial, ancestral e natural mesmo que não queiramos. Esta relação de criação nos faz complexos, pois temos em nós inscritos desde as épocas mais remotas da existência humana esta relação. E as obras de arte criadas são parte de nossa singularidade e unicidade, enquanto espécie. Elas são a nossa expressão e impressão do mundo que nos cerca. Nelas nos fazemos presente e representamos o que vemos ou desejamos. As obras de arte, nos apontam a profunda relação que temos com o meio ambiente e a necessidade que temos dele. E que não podemos deixá-lo sucumbir. Os artistas, que são os criadores, nos possibilitam que a ligação entre nós e o meio não se desfaça.

06 de maio de 2008

A importância do meio ambiente para a Arte
Fazem-nos ver como é o mundo e nos permitem enxergar beleza em tudo. E também tudo que a terra tem e a disposição para ser admirado. É a partir dos artistas, mas não só deles, que construímos a nossa cultura. “A cultura que é o conjunto das praticas coletivas universais”. (Levi-Strauss,2004) E sem cultura não há humanidade nem mesmo natureza ou meio ambiente, pois somos nós quem controlamos a vida na terra. Este controle ocorre há milhares de anos as pinturas rupestres servem para nos mostrar isso em suas cenas do cotidiano humano.

A Arte e o Meio Ambiente
Os artistas estão sempre pesquisando novos materiais, novas formas de arte, pensando nas questões presentes na sociedade e na vida em geral. aproveita a caída natural das árvores e produz suas esculturas. A natureza aparece na arte de várias formas: com os pintores de paisagem, por muitos séculos, ou em trabalhos de escultura. Atualmente, muitos designers estão preocupados em criar coisas que, além de serem bonitas e confortáveis, tragam para o consumidor a consciência de questões muito importantes e atuais, como solidariedade para com as comunidades menos favorecidas e preservação do meio ambiente, entre outras. Por isso fazem questão de mostrar para seus consumidores de onde vem a matéria-prima de seus produtos, procuram valorizar os recursos humanos e a cultura brasileira, trabalhar com matéria-prima reciclada etc.
Hoje sabemos que a

Oficina: Transformando o lixo em arte
Prof ª Ana Paula Carvalho Profº Luciano Tadeu

Não podiam faltar nesse momento, artistas que lidam com o meio ambiente. Hoje encontramos artistas que se preocupam com o meio ambiente, como Franz Kracjberg, que

copos. relativamente novo se comparado a outros como o vidro e o papel. teve origem na China: misturando cascas de árvores e trapos de tecidos. ao fazerem fogueiras na praia. Na Antiguidade. compotas. Este material. Conta-se que ele foi descoberto por acaso. e a Revolução Industrial impulsionou ainda mais essas mudanças. Hoje o vidro está muito presente em nossa civilização e pode ser moldado de qualquer maneira: nos pára-brisas e janelas dos automóveis. tal como o conhecemos hoje. quando. que são feitos com fibra vegetal. Oficina: Transformando o lixo em arte Prof ª Ana Paula Carvalho Profº Luciano Tadeu Tempo de decomposição: 1 milhão de anos Matéria Orgânica A matéria orgânica é definida biologicamente como matéria de origem animal ou vegetal e geologicamente como compostos de origem orgânica. fibra ótica e etc. foi possível conservar os mais importantes registros da história da humanidade até então. em formas artesanais de papel. o povo egípcio desenvolveu uma forma de utilizar o junco (papiro). os navegadores perceberam que a areia e o calcário (conchas) se combinaram através da ação da alta temperatura. Depois de molhados. depositada em peneiras para escorrer a água. e registrou um desenvolvimento acelerado a partir de 1920. recipientes. ensopando-o com água e sovando até obter uma forma de pergaminho.000 a. Há registros de sua utilização desde 7. Mas o papel. como o papelmoeda. acelerando o processo e possibilitando maior diversidade para seu uso. garrafões. janelas. Com a invenção da "imprensa". por sírios. Somente a tecnologia é que mudou. Graças ao trabalho de copiar manuscritos. Plástico O primeiro plástico sintético foi desenvolvido no início do século XX. também são considerados matéria orgânica.Materiais Recicláveis Papel Os registros pré-históricos de desenhos e sinais nas pedras e cavernas foram o início de uma história contínua que retrata a cultura e os hábitos de cada sociedade. tela de televisores e monitores. Esta pasta.C. Tempo de Decomposição: mais de 100 anos Vidro O vidro é feito de uma mistura de matérias-primas naturais. com espessura semelhante a um tecido. o tratamento é diferenciado. lentes. frascos. a disseminação da informação passou a ser muito mais veloz e acessível a todos. porém. fenícios e babilônios. Os demais países europeus só a conheceram por volta dos séculos XIII e XIV. Ainda hoje os trapos de algodão e linho são utilizados por alguns países na fabricação de papéis resistentes. encontrados sob a superfície do solo. Os papéis. eram batidos até formarem uma pasta. garrafas. hoje o papel talvez seja o produto mais utilizado e corriqueiro. quando a conquistaram (isto se iniciou lá por 1300). Os árabes assimilaram a técnica e a espalharam na Península Ibérica. passou a estar presente em grande parte dos nossos utensílios. depois de seca tornava-se uma folha de papel. na Idade Média. . As matérias-primas do vidro sempre foram as mesmas há milhares de anos. permitindo a impressão por linotipos em papel. lâmpadas.

cartolina. usadas em carroças e carruagens. Tempo de decomposição: 600 anos Material PAPÉIS O que pode ser reciclado jornais. no oriente médio. fios. canos. vasilhas. tubos de televisão e monitores. na virada do século. misturas de papel. guardanapos. cartazes. panelas. através dos quais o látex é captado. revistas. A borracha além de ser mais resistente e durável. sendo chamados de minérios. baterias. papéis plastificados. árvore de origem amazônica. chapas metálicas. papel térmico. pregos. papéis aluminizados. criou-se na Alemanha a tecnologia para fabricála artificialmente a partir do petróleo. isopor. sacos plásticos em geral. Tempo de decomposição: mais de 100 anos Outros: Borracha e o Pneu A borracha natural é um polímero obtido da seiva da seringueira. latas de aço. folhetos. papelão. o que tornou o transporte mais confortável e funcional. nos automóveis. clips de metal. espelhos. Tornaram-se então substitutos das rodas de madeira e ferro. Quando aquecido é maleável. instrumentos cirúrgicos (como tubos. alumínio. Os pneus foram inventados em 1845. fotocópias. quando deixou cair borracha e enxofre no fogão. grampos. recipientes em geral. papéis sanitários. tubos e canos de PVC. brinquedos. embalagens de água e refrigerante. nas embalagens de alimentos. a maior parte da borracha produzida industrialmente é usada na fabricação de pneus. principalmente pela rápida adaptação que sofreu quando. ela não é tão resistente ao calor e racha com a mudança de temperatura muito rápida. esponja de aço. papéis sujos. tampas de garrafa. fita crepe. este material é aquecido e posteriormente processado com outras substâncias químicas. Apesar de a borracha sintética ser muito parecida com a borracha natural. VIDROS latas de óleo. foi plantada com sucesso nas florestas tropicais asiáticas. copos descartáveis. fotografias. Para sua extração são feitos pequenos cortes superficiais no caule da árvore. Por isso.Materiais Recicláveis Metal O primeiro metal descoberto foi o cobre. garrafas. armários. seringas e outros produtos farmacêuticos. vidros planos. No Brasil. Ele é sólido. papéis metalizados. cerâmica. cacos. envelopes. de produtos de limpeza. papéis betumados. depois que o norteamericano Charles Goodyear descobriu casualmente o processo de vulcanização da borracha. embalagens de congelados. PLÁSTICOS . Além disso ela pode ser empregada em calçados. transformando-se em borracha. ainda na pré-história. que servem para fortalecer ainda mais a estrutura. caixas. embalagens de plástico mole. além de luvas cirúrgicas e preservativos). porcelana. pilhas. podendo ser moldado em várias formas. Com o passar do tempo. cadernos. frascos de shampoo e detergentes. Hoje em dia ele é encontrado em nossa casa (ex: panelas. embalagens metálicas. Com o uso do metal também foi possível fabricar a roda. tomadas. lâmpadas. embalagens. Os metais podem ser encontrados misturados no solo e nas rochas. talheres). tocos de cigarros. Depois de sua coagulação e secagem. tampas. os artefatos são sempre constituídos de uma parcela da borracha natural. copos. possuindo um brilho especial chamado de metálico. plásticos e metais. embalagens de margarina. desde fios até chapas e barras. absorve melhor o impacto das rodas com o solo. formulários de computador. caixas de leite. A maior parte dos pneus hoje é feita de 10% de borracha natural (látex). etc. restos de usinagens. correspondendo a 70% da produção. arames. mas que ganhou o mundo. METAIS cabo de panela. 30% de petróleo (borracha sintética) e 60% de aço e tecidos (tipo lona). Com a descoberta deste material e posteriormente de outros metais foi possível desenvolver ferramentas mais eficientes que as de pedra. papéis parafinados. não deixa passar luz (é opaco) e conduz bem a eletricidade e o calor. papel sulfite. O que não pode ser reciclado etiqueta adesiva. embalagem de biscoito. papel carbono.

Dicas • • para impermeabilizar as pérolas. Experimente papéis com coloridos diferentes e faça proveito dos vários padrões que podem surgir. etc. • • • Use verniz incolor ou cola branca diluída em água Material necessário: Cadeiras de Garrafa Pet Garrafas plásticas de dois litros (200 a 250 para a poltrona e 40 a 50 para o pufe) Tesoura Fita adesiva larga (ou barbante nº 6/8) . Faça colares de várias voltas. Numa folha de revista ou papel de presente. Depois de prontas. você precisa de 15 triângulos. papéis de presente. 4. Retire a agulha e pronto: está formada a pérola. Cole a ponta do triângulo com cola branca. Enrole cada triângulo utilizando a agulha como apoio. 3.Reciclando Bijouterias em papel O que você precisa: • • • • • • • papéis coloridos usados: revistas. 5. Para fazer um colar curto. desenhe com o lápis triângulos de 3 cm de base e pelo menos 6 cm de altura. Faça conjuntos de colares e pulseiras. Corte os triângulos de papel. 2. Intercale contas e miçangas entre as pérolas. junte as pérolas com uma linha ou fio de nylon. régua lápis tesoura cola branca linha ou fio de nylon agulha grande 1.

Vamos chamá-la de peça "a": 1.2 Pegue uma garrafa e corte-a ao meio.5 Encaixe a peça "a" dentro da peça "b+c": 1.6 Encaixe a peça "d" por cima da peça "a+b+c" Está pronta a PEÇA DE RESISTÊNCIA.1. Vamos chamar a parte de baixo de peça "b" e a de cima de peça "c": 1.1 Separe uma garrafa limpa. 1. Vamos chamar a parte de baixo de peça "d" e a de cima de peça "e": 1. .3 Corte outra garrafa ao meio.4 Encaixe a peça "c" dentro da peça "b": DICA: use uma chave de fenda para ajudar a encaixar as peças. vazia e sem rótulo.

duas a duas. dessa vez encaixando quatro peças "b+c" sobre a peça de resistência. Amarre os quatro tubos com fita adesiva para formar o ENCOSTO DA CADEIRA: 3-3. Amarre os quatro tubos com fita adesiva para formar o ENCOSTO DA CADEIRA: 3-4. Amarre os dois grupos de oito peças de resistência para formar o ASSENTO DA CADEIRA: 3 . formando um tubo. Faça mais dois tubos. formando dois grupos de oito peças de resistência: 2-4. Faça dois tubos dessa maneira. Mais uma vez amarre de dois em dois. dessa vez encaixando quatro peças "b+c" sobre a peça de resistência.2 . 3-2. com fita adesiva.MONTANDO O ASSENTO DA CADEIRA 2-1. formando quatro grupos de quatro peças de resistência: 2-3. Faça 16 peças de resistência e prenda-as. ESTÁ PRONTA A CADEIRA! . Faça mais dois tubos. formando oito duplas: 2-2.MONTANDO O ENCOSTO DA CADEIRA 3-1. Junte o ENCOSTO ao ASSENTO com várias voltas de fita adesiva para ficar bem firme. Junte novamente os conjuntos de dois em dois. Encaixe três peças "b+c" por cima da peça de resistência.

2. Etapas • garrafas plásticas Amarre com tampa um • tesoura barbante • papel alumínio com uma bola de • barbante papel alumínio amassado para fazer o Loto de Imagens O que você precisa: • • • • • Etapas revistas velhas papelão régua e lápis tinta cola 1. etc. 3. Procure seis imagens coloridas de revistas em duplicata (ou semelhantes) que caibam nos quadrados pontilhados do tabuleiro (ex.: dois barcos. Recorte o papelão em pedaços de 10 x 15 cm e marque com lápis seis quadrados de 5 x 5 cm formando um tabuleiro. Corte as O que você precisa: garrafas. duas pessoas. Recorte mais dez quadrados de papelão de 5 x 5 cm para fazer a base das peças.) .OficinaBrinquedos de Brinquedos Oficina de Bilboquê e jogo de argolas 1.

Faça um furo de cada lado logo abaixo do corte para inserir a alça. deve-se fazer dois furos na parte de trás também. o ideal é coloca-las com rebites) . (No caso da alça de silicone. Corte um dos lados até a metade 3. Cole o outro par de cada imagem nos seis quadrados recortados. Procure imagens diferentes para colar nos quatro quadrados restantes.4. 5. Se for feita mochilinha. Cole em cada quadrado pontilhado do tabuleiro uma imagem de cada par. Bolsa de garrafa Pet • • • Etapas 1 garrafa de PET lisa estilete ou tesoura fita de seda para fecho e alça (pode-se utilizar alça de silicone) 1. 6. Corte o bocal da garrafa 2.

Faça quatro furos (dois em cima e dois embaixo) para a colocação do fecho.4. (Os dois furos de baixo podem ser substituídos por um botão grande) 5. Dobre a aba que sobrou para fazer a tampa de bolsa e feche-a com a fita de seda ou utilize um botão 6. Pregue as papel Machê Oficina de alças da mochilinha. O que você precisa: • • • • • • • • • • papel (meio balde) água bacia e balde peneira ou escorredor de macarrão liqüidificador ou pilão 200 g de cola branca 2 ½ colheres de sopa de gesso de secagem lenta 1 colher de sopa de gesso comum 2 colheres de sopa de farinha de trigo 1 tampa de vinagre ou formol ou desinfetante . Pregue a alça da bolsa tiracolo.

. 3. Encha o liqüidificador de água e coloque um pouquinho de papel são 3 partes de água para 1 parte de papel. Num pote plástico. o formol.Etapas 1. esculturas. porta-retratos CONSERVAÇÃO: a massa deve ser usada no máximo de um dia para outro. COMO FAZER A COLA DE FARINHA DE TRIGO: cozinhe em fogo baixo 2 colheres de sopa de farinha de trigo em 2 dedos de água até engrossar como mingau. Espere 1 minuto e bata novamente por mais 10 segundos. 4. 2. relógios. Junte à essa massa 2 colheres de sopa de cola de farinha de trigo para que não fique partindo. Despeje numa peneira e depois esprema a papa de papel até sair todo o excesso de água. Misture a cola branca. Esfarele a papa de papel e espalhe numa bacia. Bata por dez segundos e desligue. PRODUTOS: cestos. móbiles. ela pode ser conservada por meses. na geladeira. o gesso de secagem lenta e o gesso comum até ficar uma massa homogênea. Pique o papel e deixe de molho durante um dia ou uma noite para amolecer.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful