You are on page 1of 2

1) Diferenciar organogênese masculina da feminina.

Identificando os principais
pontos em comuns e diferentes entre si?

Em ambos os sexos as células germinativas através da meiose formam os gametas


haplóides, isto é com a metade do número de cromossomos. Entre as principais
diferenças são:
1. No homem são produzidos espermatozóides e na mulher ovócitos
2. O homem continua produzindo espermatogônias ao longo de sua vida já a mulher
possui um número de ovócitos primários produzidos no período pré-natal, que no
período da ovulação se diferencia em ovócitos.
3. Na espermatogênese, cada espermatogônia produz quatro espermatozóides. Na
ovogênese, cada ovogônia dá origem a apenas um ovócito e células inviáveis
denominadas corpúsculos polares.
4. A produção de gametas masculinos é um processo que se continua até a velhice,
enquanto que a produção de gametas femininos cessa com a menopausa.
5. O espermatozóide é uma célula pequena e móvel, enquanto que o ovócito é uma
célula grande e sem mobilidade.
6. Quanto à constituição cromossômica, existem dois tipos de espermatozóides:
23,X ou 23,Y. A mulher só produz um tipo de gameta quanto à constituição
cromossômica: 23,X.

2) Explicar o ciclo hormonal feminino mostrando o que está acontecendo no útero


e no ovário.

Com o fim da fase menstrual começa a fase proliferativa. A princípio o GnRH, um


hormônio liberador de gonadotrofina, estimula a parte anterior da hipófise a
produzir os hormônios FSH (folículo estimulante) e o LH (hormônio luteinizante).
Após a fase menstrual o FSH estimula a maturação dos folículos, enquanto o
estrógeno secretado pelos próprios folículos regula os órgãos da reprodução.
Formando o ovócito secundário maduro (folículo de graaf), ocorre o pico de LH,
que funciona como “gatilho” para ovulação, aparece o estigma e o ovócito é
expelido quando é formado o corpo lúteo. O corpo lúteo começa a secretar
progesterona e um pouco de estrógeno, que estimula o crescimento do endométrio
para acomodar o blastocisto.
Se o ovócito não for fecundado, o corpo lúteo se degenera, chamado de corpo lúteo
menstrual, e o endométrio se descama, fechando o ciclo com uma nova fase
menstrual.

3) Quais os tipos de tecido epitelial e classifique-os.

Existem dois tipos de tecido epitelial:o de revestimento e o glandular. O de


revestimento tem a função de revestir as superfícies e cavidades do corpo. E o
glandular tem função secretora.
O epitélio de revestimento é classificado:
* Quanto ao número de camadas:
- simples: uma camada de células.
- estratificado: duas ou mais camadas de células.
- pseudo-estratificado: que tem uma camada de células, mas os núcleos têm alturas
diferentes, o que dá a impressão de ter várias camadas.
* Quanto à forma das células:
- cúbica:
- cilíndrica ou colunar:
- pavimentosa
- transição (no tecido epitelial estratificado):
* Quanto à disposição ou não de queratina

O epitélio glandular é classificado


*quanto ao número de células:
- Glândulas unicelulares
- Glândulas multicelulares (endócrinas e exócrinas)
*quanto a forma
*quanto a quantidade de citoplasma perdido quando o secretada a substância. Em
ordem crescente
- merócrinas
- apócrinas
- holócrinas

4) Onde acontece a fecundação? Explicar as etapas posteriores ate a nidação.

O local da fertilização é na ampola da tuba uterina, sua porção mais longa e larga. Após
a fecundação acontece a clivagem do zigoto primeiro se divide em dois blastômeros
depois quatro, oito até formar a mórula. Pouco depois forma-se o blastocisto formado
por uma camada externa de células que dá origem a placenta (trofoblasto) e uma interna
que dá origem ao embrião (embrioblasto).
O blastocisto então se prende as células do epitélio endometrial. É a nidação. O
trofoblasto começa a se proliferar rapidamente diferenciando no citotrofoblasto ou
sincício e no sincíciotrofoblasto que é uma massa multicelular que não tem limite e
divisão clara entre uma célula e outra. O sinciciotrofoblasto possibilita a implantação do
blastocisto no endométrio.