You are on page 1of 4

c  

 V V V .

V VV  VVVRELOADVV ResumoV  V VV VVVVVVV V VV V VVVV ! V V V VVV!VVVV V VV VVVVVVV"VV V VV VV VV .

VVV V  #V VVVVVV V VV VVV .

VV  VVV¦ VV V V VV $%VV$  VVVV$ V&.

VV V º oposiçãoV ' V( V   .

              .

        .

    .

   .

  .

  - -  V G.

V) *VV +.

V .ses que não são p oposiçõesV .

V º.VV .

V ( V V)!VV-VV .

V  V V VVVVVVVVV .

V .ses que são p oposiçõesV .

V V VVV/VVV VV "VV .

V VVV'VVV VVVVV 0VV .

VV! V 0VV .V V V1+.

V V VVVV V/VV "VV Œomposição de º oposiçõesV 2V !V V   #VV VV   #V3V).

VV VV 4V VŒomposição de º oposições.

V' 4V V4V V   #VV +.

V A = "M i tem 23 nos"V .

V ´ = "M i é meno "V ºV VVV V !V!V V VVVVVV V4VV V+5VVV VVV VV   V´V3V-VV   VV   VAVVG.

V"VV V) *VV +.

V "M i não tem 23 nos"V nãoAVV .

.

V "M i não é meno " não(´ VV 6.

V "M i tem 23 nos"  "M i é meno "V AVV´VV 7.

V "M i tem 23 nos"  "M i é meno "V AV V´VV 8.

V "M i não tem 23 nos"  "M i é meno "V não(A VV´VV 9.

V "M i não tem 23 nos"  "M i é meno "V não(A V V´VV 1.

V "M i tem 23 nos"  "M i não é meno "V AV Vnão(´ VV 5.

V "M i tem 23 nos"  "M i não é meno "V AVVnão(´ VV :.

<´VV +=.V 'V"M i tem 23 nos"  V"M i é meno "V AV.

V'V"M i não tem 23 nos"   "M i é meno "V não(A V.<´VV ++.

V"M i não tem 23 nos" e "M i é meno "V não(A VV´VV +.

V"M i tem 18 nos" é equivente  "M i não é meno "V Œ>.<não(´ VV V V V V   #V  ?VV!VnãoV negçãoVeV conjunçãoV ouV disjunçãoV=>V impicçãoVVV<=>V equivnci.

V' VV4V conectivos gicos.

V VV V  ?V V!V V V V   *VŒV VV   VM i tem 18 nos.

VVnão(´ V V M i não é meno V VV V´V VM i é meno .

VV Agums Leis -undmentisV Lei do Meio š   .

    -   .

     .

 V ExcuidoV Lei d š   .

    .

    -V Œont diçãoV    .

   -     .

     Lei d .

  .

     .

     .

 -uncioniddeV  .

.

 V ?VV V VV@ VVºV$!VV'V AV'BCDV V V%V V4VVVV V .

V EFVVV V4 V.

VV V4 V4V V V V V4 VV VVV0VG.

V'4V  V V)V VVV VV VV VV VH VVVV&VV 0.

V@V VVVVV)VV V.

         .

 .

in domins .V Logicistheguethtbindstogethe methodsof esoning.

VV TbeGe ddeV V?VVVVV V VV VV  VV V   VV   #.

V)V VV?VVV V VV NegçãoV AV I(A V VAV V/AV VVA'V 0VV "VV .

"VV 0VV ŒonjunçãoV DisjunçãoV mpicçãoV EquivnciV AV ´V A . ´V VA´V A + ´V A => ´V A <=> ´V 0VV 0VV 0VV 0VV "VV "VV 0VV "VV 0VV "VV "VV 0VV "VV0VV 0VV "VV 0VV 0VV "VV"VV "VV "VV "VV "VV  V VV?V*VV ßV V VVV  VVVVV   V VVV  .

A V VV VV VVVVÃV VVVK?KVAV VV!VK/KV/AV VVV VK'KVA'.VJVV!VVVKIKV.

V&?V VV!VVVV V V V   VV .

VV VVVV VVVV!V3V ) V.

V VV!VV V VV V VV VK'KVVV VVVVV .

K.VV ßV V!VV V VV3  VVLVEVVVV VK.

VV ßV V!VV V VV3  VVLVEVVVVVK+K.

VV ßV V/V  VV  VV A => ´VVAVVVVV´VVV MVVVVMVVVVVV.

V ' V( VV/VVVVVV  VVV VV V VV VVVV?VVV AVGVVV V ´V V-.

V VVVV  V A => ´VV-.

VVVV VVV G.

VV ßV V %V VVGV VVV V  VVVV V 3VVVGV V-.

VV se º edicdo o nvés de º oposiçãoV VV$ !.

 " .

VF)VVVV   V V  V) #VV VV +.

V x > 2ÿVV .

V  < y < 10V V VVVV V  V  V)VVVVV GV V VVVVxV 4VVV4 VVV)VV V VV V .

VºV) *Vx2< 29.

V$V VV VVV3 VV/V.

V V V) VV3V 4VVV3 VV/VV  VVVxV VV2V VV .

VV .

ºVV V  VVV VVVV%V VV V  .

V'VV V) V *V$ VVVVV V VV V VV +.

V (x20 2< 29V .

V  < (y < 10V 6.

V   x =>10V 7.

V x  8 =>10  xV EVVV NVV)!V V .

V VV V V V VVOVG.

VV V *V'VV   Vº)*VV OVVGV VV!VV  V "%V VVV V?*V3P.

.

VVV V .