AndreiaMontez

ts tr{
{-t (1
tr{

?4

('J
fà{

a
v
!/

.Fl

U
Í-{

v

o
rìíü (,)

cú rQ . tr{ t. t-'l a
rQ *-r çt) .
t-{ Fl
o t-(

11 rÈ{

d cú
{J
F

(-1

o U
t-a
F)

o +J o)
Í"{

qJ

ct
v r.F(

ìc! E v U" . t-( .+Í{

CJ u ìíü í'!3 U" hD íü a U (,) Ft t { TJ v rI] Á d \J
t-

\J

\J

(Fl FI

\J

{-J

s f-{
d

tQ)
otd

Ê-(

u a
Í-l

tr{ U. Êd cü (J U H
F{

J (1 F! tq

r.t-{ v

tr{ . tr{

-

€ d

o

(.)
5]

Í-{

cú (J
õ r. tr(

t-

o
A.

O'..íú

rc
\í,

J

(1
È{

s F1
^ v
. t-{

t-{ rE{

+J

o

fE{

cú r.F{
a
F( ?)
^

O fi 11

.t-{

a . Yt/ t-l AJ Í-{ rfi CJ CJ a ÈJ (-1 tr{ ÈJ q.) Í-.'! F{

i Í-{

(.) ,^ u{

,gJ \t{

rld u \È{

o
o
r-{

o l-{
v

o 13
çú

çn

È{

v

çü
r t-{

í-l lr( . tn(

(-1 k{

t-{ \È{ cü
ft-(
F(

í-l t.1 H
F{ tJ

c,) f-)
v

que 2OO9 o Ministério O Desde (ME)tem um da Educação MuseuVirtual, com exposições temporárias,disponívelna Internet. Dia Ontem,iniciou a exposição ondepodemser doPlanetaTerra, e vistasimagens objectossobreeste tema.O projectopretendeservir mas alunose professores, qualquer um pode acederao sitee mergulhar numaviagempor peçasque recordam outros tempos e outro ensino. O MuseuVirtual da Educação é um projecto que nasceda do agregação Instituto Histórico do da Educaçãoà secretaria-geral ministério. O instituto tinha como função a inventariaçãode material já museológico. altura,em 2OO4, Na existiauma basede dadosdisponível ao público, masnão estava,ainda, O conceitode rnuseu. associadaao que é que o instituto inventariava? tesouros objectosque sãopequenos da memória e que lembram tempos em que atecnologiaera aindauma miragem.A canetade aparo,os tinteiros, os mapasde Portugale do Mundo, os aparelhospara as ou Ciências os animaisempaihados fazemparte desteacervo.Estes aganharvida através começaram desteprogramaque contribui para a identiflcação,tratamento, e conservação divulgaçãode materiaisque deixaramde ser de usocorrentepor parte dasescolas. Noveanosdepois,o serviço passou estardisponívelna a lnternet. O museupode ser usado como instrumentopedagógico. um onde sepodever E ró espaço ou rever materialdidáctico,que, além da suaimportânciaeducativa, contacom o valor patrimonial que o tempo seencarregou que de fosseadquirindo,conservando assima memóriacolectivade várias pelaescola. gerações passaram que

pai-'1 a (.) qJ
rJ
E E

(n
C-l F_r Ft

À distância de um clique
são As peçasinventariadas parte integrantedascolecções pertencentesaosvários de estabelecimentos ensino,que abrangemantigosliceuse escolas industriais "numa iniciativa que conferevisibilidadeà história da escolae ao património da educação",explica PaulaTelo, directora de serviçosde informação da e documentação SecretariaGeraldo ME. Bastamalgunscliquespara viajar, lembrar ou conheceroutros

sr hc F
J
F(

a

ïo $-{

qJ u 9.-{ a d v \J AJ t-( L( u {J íg íì a Èú{ cü AJ v L{ E.J AJ lr{ d
F( F)

F l-{

í-(

(n (J

{J


qJ
f''1 F{

\., Ë o t-(
Í-l

\J

rFf

.o o U
\J
;F{

rr{

\., íú

U a) U v) d AJ rF(
çú
çJ !,

(n

Jlntãgas halanças depesos, ssteilrpâs gu*ra as enxl*s de hãclo$ria, aninnaâs ervlpalhados e b*prtecos de anatormi.a, são âpexhâsalguns do*objectos qtredeixaramn deteruse corrgntemas escslas

temposatravésde objectosque revelama riquezae o valor do património da educação,ainda pouco conhecido.Com rapidez e têm os fácil acesso, interessados um verdadeiromuseuàdisposição, organizadopor exposições temáticase com a descrição respectivade todas aspeças. Natotalidade,a basede dados peças tem um acervode27.812 da representativas üda escolare quotidianade váriasépocasdos alunosdos anosde 1940até 196O, em todo o país,inventariados entidades. em parceriacom 115 "Seriaquaseimpossívelfazer um

\ museufÍsico.Assinì-ecnseguem compilar-sepeçasde todasas do escolas país,dasmais anti$ase Maria dasmais díspares",confessa Elvira Evaristo,chefede revisão e documentaçãoe património cultural do ministério. As peçasinventariadassão propriedadedos estabelecimentos de ensino.Contudo,há a possibilidade estas serem,'' de requisitadaspor um museu, medianteacordocom o director da respectivaescola,sendo obrigatório efectuarum seguro daspeçasem questão,de forma casosoframdanos. a protegê-las,

a Outraspassam ser propriedadeda pela extinçãodas secretaria-geral informa CarlosFerreira, escolas, de especialista Informática daquele organismo. Esteprogramafortif,cou-se com a criaçãodo projecto BAME (Bibliotecas, Museuse Arquivos criadoem 2OO8, da Educação), da na sequência parceriacom o ParqueEscolar,EPE.Deste que foram modo, asescolas sofrendoobrasforam visitadas por uma equipa de inventariantes que fizeramo levantamento do património arquivístico, bibliográficoe museológico,

contibuindo, assim,para a preservação valorizaçãodo e património histórico disponível de estabelecimentos ensino. nesses 'As peçascontam um pouco da suahistória",refereMariaJoão Seguro,técnicasuperior na áreada Museologia. virtuais têm As exposições regularidademensale associamsea uma outra iniciativa, com a mesmaperiodicidade,que tem como objectivodesignaraPeçado Mês.O MuseuVirtual da Educação pode servisto emhttp://www. e p sg.min- du. t/p t/p atr imonio' ir educativo/ museu-v tual/ exposicoes/

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful