You are on page 1of 36

Órgão Oficial de Informação da Grande Loja Maçônica do Estado do Espírito Santo Ano 19 - nº 69/2010

Grande Loja
continua mobilizada em
seu projeto político

Governador participa de Assembleia Iniciam-se as comemorações pelos


Deliberativa em Vitória 40 anos da Grande Loja
novembro de 2010 1

Revista_Maconaria_Grao.indd 1 9/11/2010 11:17:09


Revista_Maconaria_Grao.indd 2 9/11/2010 11:17:12
Sumário

13
Entrevista 4 5
Lelo Coimbra no
Projeto da Grande Editorial Mensagem do Grão-Mestre
Loja Escrevendo a história Mobilização e empenho

15
Evento

27
Evento
Ser Maçom: encontro
de duas potências

28
Cerimônia
Lojas fundadoras da
6 8 16
GLMEES comemoram Grande Assembleia Entrevista Ética e Maçonaria
40 anos Evento reúne Irmãos, Governador fala sobre Autoridade maçônica explica
autoridades e políticos futuro os conceitos

31
Evento
Dia do Maçom
Brasileiro

33
Social
Projeto Social ganha
prêmio Construindo
a Nação

18 19
Notícias das lojas Notícias das lojas
Loja Monte Moriá abre seus Oriento de Castelo conclui
trabalhos à Ordem obra do templo

Revista_Maconaria_Grao.indd 3 9/11/2010 11:17:40


Editorial Grão-Mestre
Aides Bertoldo da Silva
Grão-Mestre Adjunto

[
Heraldo Salla Lima
Grande 1º Vigilante
Zenaldo Baptista de Souza
Grande 2º Vigilante
Os resultados de toda Vitalino Ferreira do Nascimento
Grande Orador
esta mobilização, dos José Nivaldo Campos Vieira
Grande Orador Adjunto

debates e da postura André Fabiano Batista Lima


Grande Secretário de Rel. Interiores
José Augusto Pompermayer
ativa somente serão Grande Secret. Rel. Exteriores
João César Carvalho de Faria
apurados ao longo do Grande Secret. Rel. Exteriores Adjunto
Geisel Dalla Mura do Carmo
Grande Tesoureiro
tempo. Mas já podemos José William Cábas
Grande Tesoureiro Adjunto
tratar esse processo todo Ademir Antônio Bosa

]
1º Grande Diácono

como uma vitória contra Romero Cordeiro


2º Grande Diácono
Sergio Francisco Falcheto
o imobilismo, uma válvula Grande Hospitaleiro
Wilson Antunes Viana
para a indignação Grande Hospitaleiro Adjunto
Marcelo Rezende da Silva
Grande Mestre de Cerimônias
Gerson Luis Marques de Almeida
Grande Mestre Cerimônias Adjunto
Rubens Gianórdoli

Escrevendo a história
Grande Porta Estandarte
Hermínio Silva Neto
Grande Guarda do Templo
Arthur Henrique Zenobio Ribeiro
Grande Cobridor
Paulo Roberto da Silveira Lozer
Grande Cobridor Adjunto
Antônio Zanelato Neto
A Grande Loja do Espírito Santo tem apresentado uma postura ativa Grande Mestre de Harmonia
Francisco Manuel Fonseca Filho
quanto ao seu papel institucional. Há bastante tempo vem interagindo Grande Mestre de Harmonia Adjunto
Aloísio Nascimento Gomes
com políticos, governo, etc. Em novembro de 2008, na Confederação da Grande Porta Espadas
Maçonaria Simbólica Capixaba (CMSC) em Guarapari – a maior reunião da René Neves Farias
Grande Porta Bandeira
maçonaria capixaba já realizada – foi apresentado o Projeto Cidadão Brasil. Edson Demétrio da Silva
Grande Bibliotecário
Este Projeto foi aprovado no plenário com os Veneráveis-Mestres das Lojas Manoel Virgílio Araújo
Grande Secretário de Estudos e Instruções Maçônicas
e assim se tornou um Projeto da Grande Loja. Seu objetivo é promover Fernando Antônio de Oliveira
Grande Secretário de Estudos e Instruções Maçônicas
a discussão e consequente posicionamento sobre questões políticas que Adjunto
afetam toda a nossa sociedade. Cada vez foi ficando mais claro que pre- Almir Zamperlini
Grande Secretário de Relações Paramaçônicas
cisamos utilizar as qualidades da Ordem que são a capacidade intelectual, Hélio José dos Santos
Grande Secretário de Relações Paramaçônicas Adjunto
a distribuição geográfica, os conceitos morais e a organização, não só na Ruy Ribeiro da Silva
Grande Secretário de Comunicação
filantropia, mas também na política. Francisco Bueno dos Santos
Grande Secretário de Comunicação Adjunto
Giovanni Cesar Silva
Na sequência, em Santa Teresa, houve a indicação institucional de candi- Presidente da Caixa de Beneficiência Maçônica
Alzemir Cleto de Jesus
datos às eleições de 2010, mobilizando a Ordem e aprofundando o debate Secretário Executivo
sobre nosso papel e as formas de agirmos. Mario de Oliveira Junior

Nesta última Grande Assembleia, em Vitória, tivemos a presença do Go-


vernador Paulo Hartung, além de candidatos, políticos em exercício e mais
de 600 irmãos de todas as partes do Espírito Santo. Entendo que esta
Assembleia reafirmou um compromisso inabalável com nossa ação política.
Nas páginas de nossa revista, vocês poderão sentir este clima. Agora é A Informaçon é uma publicação da Grande Loja
Maçônica do Estado do Espírito Santo
tempo de formalizar nossas propostas e preocupações e encaminhá-las
ao novo Congresso Nacional, Assembleia Legislativa e Governo, além de Jornalista Responsável
Whilzilene Gonçalves – DRT/ES 1868/JP
fazer toda a sociedade conhecer nosso pensamento.
Editoração Eletrônica
Os resultados de toda esta mobilização, dos debates e da postura ativa Comunicação Impressa - (27)3319-9062

somente serão apurados ao longo do tempo. Mas já podemos tratar esse Impressão
processo todo como uma vitória contra o imobilismo, uma válvula para Gráfica Resplendor

a indignação. Tiragem: 3.000

Olhando para os últimos movimentos da GLMMES, encontramos a certeza Fale com o InforMaçom
www.glmees.org.br
dos ideais, a determinação de prosseguir e a maturidade de saber que comunicacao@glmees.org.br
não é fácil, não é simples e nem de uma vez só que se escreve a história.

Todos os assuntos relacionados à revista InforMaçom


Francisco Bueno deverão ser tratados diretamente com a Grande Loja,
através da Grande Secretaria de Comunicação. Inclusive
Grande Secretário de Comunicação sobre anúncios comerciais.

4 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 4 9/11/2010 11:17:46


Mensagem do Grão-Mestre

Mobilização e empenho
O ano de 2010 está marcando a vida da Grande para representar o Povo Maçônico no pleito
Loja Maçônica do Espírito Santo e a minha de eleitoral de outubro. A Maçonaria precisa
uma maneira sem igual. Neste ano a GLMEES avançar no processo político e se inserir
completa 40 anos de existência. As celebrações num contexto mais elevado.
nas lojas fundadoras já começaram e uma
grande festa está programada para o dia 20 de Quero dizer com isso que precisamos par-
novembro no Centro de Convenções de Vitória. ticipar da vida política do nosso país e Es-
tado, não apenas elegendo representantes
Em 2010, também festejo a conclusão do meu Maçons, mas também, intensificando a
primeiro ano de Grão-Mestrado. Tem sido um relação com o Poder Público no sentido
período de muito trabalho e de muito apren- de cumprir nosso papel institucional de
dizado. Um bom exemplo disso foi o nosso promover uma sociedade mais justa e
Projeto Político, causa que abraçamos insti- igualitária para todos os cidadãos.
tucionalmente. Quero agradecer aos irmãos
que além dos votos dedicados ao irmão Infelizmente, nosso objetivo inicial, que
Lelo Coimbra e ao irmão Sergio Gianórdoli, seria a eleição do irmão Sergio não foi alcan-
deram a sua força de trabalho. çado. Faço a leitura de que faltou empenho
da totalidade da comunidade maçônica,
Findo o período eleitoral, o balanço que se entendermos que a falta de empenho
fazemos é o de que é necessário mais em- é um processo de aprendizado. Podemos
penho e esforço em prol de uma causa que considerar que os irmãos responderam ao
está acima de eleger os nomes escolhidos apelo do Grão-Mestre e mais que o voto
era preciso ainda maior mobilização social.

É necessária a compreensão da impor-


tância de conquistarmos mais. Uma lição
que pode ser positiva é entendermos que
todo o processo e o apoio que tivemos
não foi suficiente, apesar de no momento
acharmos que estávamos fazendo todo
o possível. Precisamos interagir com a
sociedade e buscar apoio para os projetos
que consideramos importantes. Havendo
isso, não tenho dúvidas de que teremos
uma resposta positiva.

Reafirmo que o projeto político da Grande


Loja é mais abrangente e que precisamos
continuar trilhando um caminho de apren-
dizado e de mobilização. A lição que fica
é a de que cada irmão deve se transfor-
mar num multiplicador de ideias. Assim,
pautaremos nossa caminhada numa nova
forma de ação.

Aides Bertoldo da Silva


Grão-Mestre

novembro de 2010 5

Revista_Maconaria_Grao.indd 5 9/11/2010 11:17:51


capa

Grão-Mestre Aides Bertoldo recebe o Governador Paulo Hartung na Grande Assembleia Deliberativa

Maçonaria mais presente


na política
Grande Assembleia realizada em setembro reafirma a importância da relação entre a
instituição e as esferas governamentais.

A Revolução Farroupilha no Rio Grande

[
O assunto começou a ganhar mais des-
do Sul, a Inconfidência Mineira em Minas taque na agenda da Maçonaria Capixaba,
Gerais e a Proclamação da República são na Confederação da Maçonaria Simbólica
O principal diferencial
apenas alguns dos exemplos de momen- Capixaba (CMSC) de Guarapari, quando
tos em que a Maçonaria, através de seus da Grande Assembleia foi apresentado o Projeto Cidadão Brasil,
membros, se fez presente na história de Setembro foi que defende a necessidade da GLMEES
moderna. Na história contemporânea, se posicionar sobre temas políticos. Mas
exatamente o enfoque
a participação tem sido mais discreta. esta postura evoluiu muito nas duas mais
Mas, diante dos acontecimentos atuais, político e a pausa nos recentes Grandes Assembleias Delibera-
em que se avolumam denúncias de cor- trabalhos para um tivas, realizadas em Santa Teresa e em

]
rupção e desmandos, a Maçonaria faz Cachoeiro de Itapemirim.
pronunciamento do
um movimento de reaproximação com
a política, na busca por levar para os Governador, que não Na ocasião, a Ordem avaliou e reco-
quadros governamentais homens com- é Maçom mendou nomes de Maçons que partici-
promissados com o que a Ordem prega: param do pleito realizado em outubro.
ética e retidão. Na Grande Assembleia de setembro, o

6 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 6 9/11/2010 11:18:05


projeto político da Grande Loja ficou
ainda mais claro, quando o Governador
do Estado, Paulo Hartung, participou
das atividades.

O evento, realizado no dia 18 de se-


tembro no Centro de Convenções de
Vitória, reuniu cerca de 600 Irmãos
entre eles os Irmãos Max da Mata,
Heliossandro Santos, Lelo Coimbra,
Guerino Balestrassi, Lindon Jonhson
Arruda Pereira (prefeito de Ibatiba),
Romário Celso Bazílio de Souza (prefeito
de Itaguaçu) além de companheiros e
aprendizes, numa inovação que está
sendo implementada pelo Grão-Mestre
Aides Bertoldo da Silva.

O principal diferencial da Grande As-


sembleia de Setembro foi exatamente o
enfoque político e a pausa nos trabalhos Grão-Mestre Aides Bertoldo da Silva reafirma o posicionamento da Grande Loja

para um pronunciamento do Governa-

[
dor, que não é Maçom. A oportunidade parte da história do Brasil”, disse.
dada ao mais alto membro da política
A Maçonaria faz
estadual, mostrou a coerência com um movimento de O Grão-Mestre tem exercido sua lide-
o projeto da Grande Loja de eleger rança no sentido de promover a mobi-
reaproximação com a
representantes Maçons para as casas lização de toda a família maçônica na
legislativas.
política, na busca por sociedade. O exercício da cidadania já
levar para os quadros vinha sendo ressaltado com projetos
Em seu discurso o Grão-Mestre Aides específicos, como o Consciência Cidadã,
governamentais
Bertoldo da Silva destacou a ousadia da além do Cidadão Brasil e, neste ano de

]
Maçonaria em, de maneira muito clara,
homens eleições, a Grande Loja mostra toda a
colocar o seu posicionamento para a compromissados com sua determinação em ter um posicio-
sociedade acerca dos nomes apoiados namento político. A iniciativa foi elo-
o que a Ordem prega:
pela Ordem. “A Grande Loja está agindo giada pelo Governador Paulo Hartung,
para que a Maçonaria continue fazendo
ética e retidão que reafirmou no seu pronunciamento
o carinho que tem pela Maçonaria e
agradeceu a oportunidade de participar
de uma Grande Assembleia.

O governador citou os avanços conse-


guidos por seu governo, entre eles o
equilíbrio fiscal e creditou o desempe-
nho a uma boa relação entre Executi-
vo e Legislativo. “Um Governador não
consegue efetivamente fazer um bom
trabalho se não tiver o apoio dos depu-
tados estaduais”, disse Paulo Hartung.
Para ele a política precisa de pessoas
comprometidas, que evitem o retrocesso
no Espírito Santo e a sociedade deve
se manter atenta sobre o trabalho dos
deputados.

Durante a Grande Assembleia o Irmão


Lelo Coimbra também discursou, reafir-
mando seu compromisso com os valores
éticos da Ordem e agradeceu o apoio
Governador Paulo Hartung discursa na Grande Assembleia Deliberativa que recebeu durante toda a campanha.

novembro de 2010 7

Revista_Maconaria_Grao.indd 7 9/11/2010 11:18:24


Grande Assembleia

Entrega de comenda Domingos José Martins foi um ponto alto


da Grande Assembleia Deliberativa

Um momento emocionante e marcante na


Grande Assembleia Deliberativa de Vitó-
ria foi a condecoração dos Irmãos Sergio
Gianórdoli e Osmar Ruzzi com a Comenda
Domingos José Martins. A comenda foi
concedida pelos relevantes serviços pres-
tados à Ordem e foram entregues aos
homenageados pelo Irmão Lelo Coimbra e
pelo Governador Paulo Hartung. A cerimô-
nia foi conduzida pelo Grão-Mestre Aides
Bertoldo da Silva.

Sergio
Gianórdoli,
Past
Grão-Mestre
recebe
comenda

Osmar Ruzzi, um
dos fundadores da
Loja também é ho Grande
menageado

Organização da GLMEES é elogiada

A realização e condução dos trabalhos da GLMEES tem ganhado destaque na


avaliação de membros de outras instituições que visitam e participam nas
cerimônias promovidas no Espírito Santo. O Grande Representante da Grande
Loja Legal de Portugal junto à GLMEEs, Rui Alexandre Tavares Campos, parti-
cipou da Grande Assembleia e veio fazer benchmarck, levando a organização
da informática e modelo administrativo. “Gostaria de agradecer a maneira
como fui recebido. Percebo que o Espírito Santo promove a fraternidade entre
os Irmãos”, disse.

O deputado da Câmara Legislativa Maçônica da Grande Loja de Minas Gerais,


Ilmar Almeida que também é Venerável-Mestre e representante da Grande Loja
Mineira na GLMEES parabenizou a iniciativa capixaba e a classificou como modelo.
“É uma grande honra estar em Vitória, especialmente pelo carinho que os Irmãos
o-Mestre e
ares Campos, Grã
Rui Alexandre Tav sempre têm comigo. Se tivesse dois corações, um seria capixaba”. Ele destacou
Ilmar Almeida ainda a organização do evento que considerou “fora de série” e ficou impressionado
quando viu na Revista anterior a matéria sobre a Grande Assembleia de Cachoeiro.

8 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 8 9/11/2010 11:18:55


Grandes Representantes são diplomados

Durante a Grande Assembleia Deliberativa dois novos Gran- Representante da Grande Loja da Romenia junto à GLMEES.
des Representantes foram diplomados e farão o trabalho de Os Grandes Representantes são responsáveis por aperfeiçoar
relacionamento da Grande Loja com outros Orientes. O Irmão o relacionamento da Grande Loja com os demais potências
Eduardo Dalla Mura do Carmo representa Grande Loja da China maçônicas mundiais e estão ligados à Grande Secretaria de
junto à Grande GLMEES e o Irmão Luiz Cláudio Viana é o Grande Relações Exteriores.

Autoridades políticas e maçônicas


participaram da Grande Assembleia
Filantropia em destaque com
o Projeto Shriners

Palestra proferida pelo Grande Secretário de Rela-


ções Exteriores da GLMEES João César Carvalho de
Faria chamou a atenção para as atividades sociais e
filantrópicas da Ordem. Entre elas está a criação de
um clube, que já conta com mais de 50 irmáos para
o desenvolvimento do Projeto Shriners. Trata-se de
uma instituição paramaçônica internacional dedicada
à construção e manutenção de hospitais, oferecendo
tratamentos ortopédicos e de queimaduras gratuitos
para crianças e adolescentes. No mundo já são 22
hospitais sobre o comando dos Shinaires. A iniciativa
em avaliar o projeto no Espírito Santo nasceu durante a
des políticas
Confederação Interamericana da Maçonaria, que contou e e autorida
Grão-Mestr
com a participação dos representantes da GLMEES.

A fraternidade Shriners tem aproximadamente 930


mil membros e foi fundada pelo ator Billy Florence
e pelo médico Walter Flaming em 1872. Os “Nobres
Shriners” apoiam a obra através do voluntariado na
organização de eventos para o recolhimento de fundos
e no trabalho com o trato dos doentes nesses hospitais.

Para ser iniciado no Clube Shriners é necessário ser


Mestre Maçom ativo e pertencentes às Lojas Maçônicas
subordinadas às potências regulares reconhecidas pelas
Grandes Lojas dos USA e membros da Confederação
Maçônica Interamericana (CMI). Grão-Mestre
com membros
da alta admin
istração da Grande Lo
ja

novembro de 2010 9

Revista_Maconaria_Grao.indd 9 9/11/2010 11:19:23


Entrevista

Um novo Espírito Santo

Economia equilibrada e o Espírito Santo num


ritmo de desenvolvimento ímpar. Avaliação
positiva por parte da população e muitas
alianças produtivas e vitoriosas nas eleições
de 2010. Este é o saldo dos oito anos de
mandato do Governador Paulo Hartung, que
deixa o cargo no final de 2010 com grandes
conquistas.

Neste entrevista ao InforMaçom ele fala sobre


a importância da sociedade no direcionamento
das ações do poder público, dos momentos
difíceis no governo, dos resultados e do futuro.

Qual foi o momento considerado mais difícil Qual a ação do seu governo que mento registrado na rede estadual no
nestes oito anos de governo? mais o realizou pessoal e profis- Índice de Desenvolvimento da Educação
No momento de superação, ainda em 2003, sionalmente? Básica (Ideb) é o dobro do resultado
o assassinato do juiz Alexandre Martins, um A educação me toca especialmente, mas observado na rede privada. O índice das
jovem magistrado talentoso que enfrentava o todas as conquistas são emocionantes, escolas estaduais cresceu 21,95% e o
crime organizado. Esse brutal assassinato veio tendo em vista de onde saímos em das escolas privadas, 11.11%.
como uma tentativa de intimidação do governo 2003. Na educação, a base da trans- Enfim, a maior realização de um gover-
e das forças políticas e sociais que empreendiam formação do presente e da construção nante é a transformação positiva da vida
a reconstrução do Estado. Não nos intimidamos de um futuro diferente, a vida também do conjunto da população de seu Esta-
e caminhamos firmes. Também no início, uma mudou. Precisa avançar muito mais, até do. Conseguimos avançar em todos os
outra questão, de natureza bem diferente da porque esse é um setor em constante indicadores essenciais para a qualidade
primeira, foi a quitação dos salários atrasados evolução, mas a história é muito dife- de vida do capixaba. Evidentemente que
e de muitos direitos dos servidores previstos rente do que se registrava na virada do não fizemos tudo, nem há como fazer
nos planos de cargos e salários. milênio. Entre 2007 e 2009, o cresci- isso, uma vez que a história é dinâmica.

10 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 10 9/11/2010 11:19:37


Qual ação o senhor considera muito A sociedade civil é um importante perso- mais alto posto do Executivo estadual,
importante ter implementado e por nagem na condução da história, na cons- quais outros desafios, projetos ou fun-
qualquer motivo não foi possível? trução da civilização. Todo o processo de ções são estimulantes para o senhor?
É claro que gostaria de inaugurar o novo reconstrução político-institucional de que As duas gestões à frente do Governo do
Dório Silva, o novo São Lucas, as várias estamos falando aqui no Espírito Santo só Estado foram de intenso trabalho e dedi-
escolas, as 66 unidades de saúde, os três avançou, na medida em que conseguimos, cação.Depois de entregar o Governo, vou
prontos-atendimentos, os 50 Centros de também em função do mutirão de homens descansar um pouco. Logo em seguida, vou
Referência de Assistência Social, entre e mulheres de bem deste Estado, cidadãos repensar a minha vida profissional. Mas,
outras obras em construção. Teria imensa que sempre estiveram comigo, seja no como tenho dito, a política sempre estará
satisfação em entregar o estádio Kleber seu dia a dia, seja nas organizações da na minha agenda, na minha caminhada.
Andrade, a rodovia Leste-Oeste, que vai sociedade civil, como a Maçonaria. O papel Acredito na boa política, milito por ela e
remodelar a mobilidade urbana na Grande foi e continua sendo fundamental. trabalho por ela como uma das principais
Vitória, o Cais das Artes. Queria ter iniciado ferramentas para a construção do reino
o contorno do Mestre Álvaro. No entanto, Infelizmente a política não tem uma da igualdade de oportunidade entre nós.
por limitações de capacidade de investi- boa imagem junto ao público em geral.
mento e mesmo por questões burocráticas, O que o senhor diria a um jovem para A Maçonaria adotou um projeto políti-
por mais que tenhamos melhorado os motivá-lo a uma carreira nesta área? co no pleito de 2010, orientando para
trâmites governamentais, não deu para O bom exemplo e a conscientização de a eleição de pessoas comprometidas
realizar tudo. Mas tenho serenidade e que a política de qualidade pode fazer com valores da Ordem. O senhor acre-
clareza para entender que governar é uma muita diferença na vida de todos nós. É dita que este posicionamento institu-
corrida de revezamento. Com a base no preciso recuperar o lugar da política, que cional é importante, por quê?
que construímos, tenho certeza de que os está sendo esquecida em meio a tantos Conforme disse, a boa política faz a dife-
projetos e obras iniciados serão concluídos. escândalos, em meio a uma cultura de rença. Investir nesse caminho é garantir
Há recursos e condições para isso. individualismo e egoísmo exacerbados. O dias melhores para todos. E como os
exemplo da diferença que a boa política desafios são muitos, é fundamental que
Com base na sua experiência como faz é o próprio Espírito Santo. a política de qualidade, aquela formulada
governante como a sociedade, em pelos gregos, que é a união dos homens
especial a Maçonaria, deve participar Depois de vários cargos públicos e de bem em prol do interesse comum,
da rotina do Estado? dois mandatos tão bem avaliados no seja uma prioridade.

novembro de 2010 11

Revista_Maconaria_Grao.indd 11 9/11/2010 11:19:51


12 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 12 9/11/2010 11:19:54


Entrevista

Lelo Coimbra no Projeto da


Grande Loja
Deputado federal do PMDB, reeleito com mais de 105 mil votos, Lelo Coimbra é um
maçom que representa os valores da Ordem. Tanto que foi um dos nomes
recomendados nas três últimas Grandes Assembleias. Com o trabalho focado
na defesa do Espírito Santo, o parlamentar fala sobre seus desafios no novo mandato
e da relação com a Maçonaria.

Quais seus principais desafios no Con- c) Reforma Política - É uma medida


gresso Nacional? necessária e urgente. Estarei participando
O novo Congresso Nacional deve estar à intensamente dos debates em torno dos
altura das necessidades do povo brasileiro. temas: fidelidade partidária, voto distrital
Entre os temas centrais, que estarão em misto, cláusula de barreira, financiamento
pauta, estão: a Reforma Tributária; a Re- público de campanha, além de um conjunto
forma Política; o financiamento da saúde de itens e seus desdobramentos. Precisa-
pública, com a regulamentação da PEC mos construir uma maioria no Congresso
29; e os projetos estruturantes do país, capaz de elaborar um acordo político que
através de investimentos em transporte permita uma reforma que melhor capture
rodoviário, portuário e aeroviário. pautas definidas e acompanhamento das o desejo de sociedade, quando ela dedica
propostas. A Maçonaria tem muito a con- seu voto a uma ideia ou a um candidato.
Na sua visão, como a Maçonaria deve tribuir com o Espírito Santo e com o Brasil. Esse é um grande desafio, que debatere-
participar das questões federais? mos junto às grandes lojas.
A Maçonaria precisa cumprir papel fun- Partindo da absoluta certeza do povo
damental no apontamento das diretrizes maçônico sobre seus compromissos Qual a sua mensagem para os maçons
políticas, econômicas e sociais do país nos com a ética, gostaríamos que falasse e suas famílias?
próximos anos, emitindo opiniões sobre que tipo de apoio o senhor dará as Precisamos acreditar na política como ins-
temas de interesse a cada momento. En- seguintes questões: trumento de mudanças e fazer das eleições
tendo que a Maçonaria deve envolver-se um momento de pactuar compromissos
nas grandes questões de interesse da a) Responsabilidade Fiscal - É um fator de promoção do desenvolvimento com
sociedade. indispensável ao equilíbrio econômico, garantia de posturas que fortaleçam a
financeiro e de gestão pública. Tenho com- atividade pública. Por isso, ofereço meu
O senhor pretende receber e discutir promisso integral com este tema. mandato como um instrumento perma-
propostas da Grande Loja? b) Reforma Tributária - Participei de nente de debate e construção de ideias
Sem dúvida, quero ampliar a interação comissões que elaboram um relatório sobre que fortaleçam a importância do mandato
que já tenho com a Grande Loja. Vou pro- o tema em 2009. Agora, vou estabelecer e seu acompanhamento. Agradeço a todos
curar estabelecer uma forma de contato debates com os segmentos, incluindo a Ma- os irmãos, cunhadas e sobrinhos pelo
sistematizado, para trabalharmos com çonaria, sobre o assunto e suas variáveis. apoio recebido.

novembro de 2010 13

Revista_Maconaria_Grao.indd 13 9/11/2010 11:19:56


entrevista Fernando Zardini

14 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 14 9/11/2010 11:19:59


Evento

Grão-Mestre participa de
reunião da CMI em Belém
No mês de julho, a 21ª reunião da 5ª Zona da
Confederação da Maçonaria Interamericana
(CMI) reuniu autoridades maçônicas de toda a
América do Sul em Belém (PA). O evento teve
a participação da Grande Loja Maçônica do Es-
pírito Santo, representada pelo Grão-Mestre
Aides Bertoldo da Silva.

O reunião aconteceu no mesmo período em


que foi realizada a 39ª Assembleia Geral Ordi-
nária da Confederação da Maçonaria Simbólica
do Brasil (CMSB), também em Belém.

O Secretário Executivo da CMI, Rafael Eduardo


Aragon Guevara, o Grão-Mestre Aides Berto-
lo da Silva e o Presidente da 5ª Zona, Grão-
Mestre Gilberto Mussi, estiveram presentes na
reunião, realizada no mês de julho.

Grão-Mestre representa GLMEES


na 39ª Assembleia Geral da CMSB
Entre os dias 10 e 15 de julho, acon-
teceu na cidade de Belém (PA), sob
os auspícios da Grande Loja Maçônica
do Estado do Pará, a 39ª Assembleia
Geral Ordinária da Confederação da
Maçonaria Simbólica do Brasil (CMSB),
com a participação das 27 Grandes
Lojas confederadas. A Grande Loja Ma-
çônica do Estado do Espírito Santo foi
representada pelo Grão-Mestre Aides
Bertoldo da Silva, acompanhado de
membros da Alta Administração e de
vários Irmãos e cunhadas.

novembro de 2010 15

Revista_Maconaria_Grao.indd 15 9/11/2010 11:20:04


Ética e maçonaria

Ética, sociedade e
Maçonaria
Ponto de encontro dos três conceitos passa pela atuação
dos membros da Ordem como construtores sociais.

[
Conduta ilibada e uma vida exemplar. Estes
são preceitos básicos para se tornar um Todas as pessoas têm
membro da Maçonaria, que prega ética, direito e deveres em
moral, respeito às autoridades constituídas,
ao direito das pessoas e às religiões. Mas
sociedade, mas nem todos
até onde vai a responsabilidade do Maçom podem ser Maçons. O
frente à sociedade e qual o seu dever? novo Maçom é escolhido
Para responder à essa pergunta e esclare-
por sua conduta moral e
cer o papel da Maçonaria na atualidade é tem mais deveres, pelo

]
que o atual presidente do Tribunal Maçônico compromisso com a
de Justiça, o Irmão Sílvio Falcão Speran-
dio, tem se dedicado a percorrer as lojas
sociedade a qual pertence
jurisdicionadas à Grande Loja Maçônica e com a Maçonaria
do Espírito Santo (GLMEES) palestrando
sobre a relação entre ética, sociedade e
Maçonaria. dem deve extrapolar o comportamento
do homem comum, tendo compromissos
Na explicação a autoridade faz uma abor- também com o que a Maçonaria espera ele.
dagem da ética como ciência e seu parâ- “Todas as pessoas têm direito e deveres
metro na Maçonaria. “A ética é a ciência em sociedade, mas nem todos podem ser
e a moral é o objeto da ciência. A prática Maçons. O novo Maçom é escolhido por
é o que regula o comportamento moral sua conduta moral e tem mais deveres,
do homem em sociedade. É sobre esse pelo compromisso com a sociedade a qual
comportamento moral do homem na socie- pertence e com a Maçonaria”.
dade que buscamos formar um parâmetro
do comportamento moral do Maçom na Respeito às autoridades constituídas, ao di-
Maçonaria e também na sociedade”, diz. reito das pessoas e às religiões são apenas
algumas das exigências de quem entra na
Vivendo em sociedade e muitas vezes Ordem. Mas servir ao próximo e desenvol-
tido como referência no mundo profano, ver um trabalho que busca uma sociedade
o Maçom que vive os preceitos da Or- melhor é a tônica dos que pretendem se

16 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 16 9/11/2010 11:20:08


[ As pessoas nos vêem
como diferentes, uma
espécie de referência.
Buscamos uma sociedade em que vivemos é o ponto de
encontro entre ética, moral e Maçonaria.
qualificação moral para
que os membros da Benefícios coletivos

]
Ordem não sirvam de
A prática da filantropia é norteadora das
referência negativa, mas atividades da Maçonaria na relação com
sempre positiva a sociedade civil. A Ordem busca, através
de suas ações, beneficiar coletivamente
a sociedade, abraçando causas dos que
estão à margem do sistema. Um exemplo
tornar “construtores sociais”. A expressão disso é a participação em campanhas
foi cunhada para designar uma das princi- como a “Dou valor à vida”, que comprou
pais tarefas do homem Maçom, praticar a equipamentos para o Hospital Infantil em
filantropia e ser exemplo para os demais Vitória. No projeto Consciência Cidadã,
membros da sociedade. “As pessoas nos busca levar às escolas lições de cidadania.
vêem como diferentes, uma espécie de Já no Projeto Cidadão Brasil, a Maçonaria
referência. Buscamos uma qualificação trabalha a questão da ação política.

[
moral para que os membros da Ordem não
sirvam de referência negativa, mas sempre
Precisamos melhorar Conduta exemplar
positiva. Todos devem ser corretos, mas o
Maçom precisa ter o diferencial. A intenção a escolha dos que vão Maçom há quase 30 anos, Venerável-
é influenciar positivamente a sociedade, ingressar na Ordem, Mestre e Grande Orador por duas vezes,
no sentido de cumprir o que a sociedade advogado, promotor de Justiça, juiz de
selecionando candidatos
nos exige”, explica o Irmão Sperandio. Direito aposentado e atualmente presi-
que tenham, de fato, dente do Tribunal Maçônico de Justiça, o
No mundo atual, onde os valores morais relação com o que Irmão Sílvio Falcão Sperandio tem uma
parecem estar caindo no esquecimento, o trajetória ligada à defesa da ética e da
a instituição prega,
desafio da Maçonaria passa exatamente por cidadania. Entre suas atribuições está ser
atuar como agente transformador da reali- evitando a entrada o porta-voz da Grande Loja e averiguar
dade. “Precisamos melhorar a escolha dos de curiosos, vaidosos possíveis infrações éticas dos membros
que vão ingressar na Ordem, selecionando da instituição, chegando até mesmo à
e oportunistas, cujo
candidatos que tenham, de fato, relação sua punição.
com o que a instituição prega, evitando a interesse seja distante do
entrada de curiosos, vaidosos e oportunis- que a Maçonaria espera Fora da Maçonaria, o Irmão Sílvio Spe-
tas, cujo interesse seja distante do que a randio tem uma carreira de sucesso na
de seus membros, que
Maçonaria espera de seus membros, que área jurídica. É ex-promotor de Justiça,
é o aperfeiçoamento moral, intelectual, é o aperfeiçoamento Professor da Escola da Magistratura do

]
espiritual e a prática da filantropia”, conclui moral, intelectual, Estado do Espírito Santo, Diretor da Asso-
o Irmão Sperandio. ciação dos Magistrados do Espírito Santo
espiritual e a prática da
e Membro do Conselho de Administração
Transformar seus membros em construto- filantropia do Instituto de Previdência e Assistência
res sociais, fazendo algo para melhorar a Jerônimo Monteiro (Ipajm).

novembro de 2010 17

Revista_Maconaria_Grao.indd 17 9/11/2010 11:20:13


Notícias das lojas

Loja Monte Moriá n° 22 abre seus


trabalhos à Ordem DeMolay
No dia 13 de setembro, em uma reunião pioneira dentro da Maçonaria capixaba a Loja
Monte Moriá nº 22, por iniciativa de seu Venerável-Mestre, o Irmão Jorge Calazans, abriu
os trabalhos maçônicos, tendo como Ordem do Dia a Cerimônia Magna de Elevação do
sobrinho Henrique Batista Frank, membro do Capítulo Vila Velha nº 147.

A sessão contou com mais de 150 pessoas


entre sobrinhos e Maçons, numa oportu-
nidade ímpar em que os Irmãos puderam
contemplar a disciplina e compromisso
dos jovens DeMolays em seus trabalhos
ritualísticos. Por autorização do Venerável-
Mestre a reunião foi aberta na íntegra
dentro da reunião maçônica, oportunizando
aos presentes conhecerem a abertura dos
trabalhos DeMolays, sua evolução de grau
e a grande lição de tolerância e lealdade de
Jacques DeMolay, retratada na Cerimônia
Magna de Elevação.

Numa demonstração clara de valoriza-


ção dos jovens patrocinados pelas Lojas
maçônicas, e que trabalham dispostos a
modificarem positivamente a sociedade,
a iniciativa foi parabenizada pelo Mestre
Conselheiro Estadual Adjunto, sobrinho
Rubens dos Santos Filho e pelo Irmão
Jorge Prates, Presidente do Colégio Alumni Irmão Hélio José dos Santos e o DeMolay Henrique Batista Frank
Nacional.
como agentes transformadores, tanto da das Ordens Paramaçônicas. Enfatizou que
As palavras do Irmão Silvio Falcão Spe- instituição maçônica quanto da sociedade. esse apoio não seja somente financeiro,
randio, presidente do Tribunal Maçônico mas, sobretudo para uma atuação da inte-
de Justiça, retrataram a importância de O Grande Mestre Estadual da Ordem De- ligência adulta maçônica junto aos jovens
se apoiar a juventude, sobretudo aque- Molay e Secretário de Relações Parama- DeMolays, buscando o aperfeiçoamento,
la que vive sob a tutela maçônica, pois çônicas, Irmão Hélio José dos Santos, e cuidando para que esses jovens sejam
são imbuídos de ideais, capazes de agir ressaltou a importância do apoio aos jovens verdadeiros lideres de nossa nação.

18 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 18 9/11/2010 11:20:27


Notícias das lojas

Novo Templo em Castelo


Um dia depois de comemorar o Dia do
Maçom, em 21 de agosto, o Grão-Mestre
Aides Bertoldo da Silva, acompanhado do
Past Grão-Mestre Sergio Gianórdoli e de
grande comitiva foi recebido pelo Irmão
Ricardo Ferreira de Souza, Venerável-
Mestre da Loja Castelo de Luzes nº 62,
Oriente de Castelo, para a sagração do
novo templo daquela Loja.

Em cerimônia presidida pelo Grão-Mestre


foi feita a sagração do templo, que contou
com a presença do Irmão Padre Roberto
Prates de Alvarenga, o prefeito municipal,
Irmão Cleone Gomes, e o vereador, Irmão Oriente de Cachoeiro ganha o mais
João Roberto Marian. novo templo maçônico

Os Irmãos que participaram do evento Castelo, que teve acesso ao templo após
Grão-Mestre e o Venerável-Mestre foram honrados com a presença de Frei a sessão ritualística, abençoando o templo
Ricardo Ferreira de Souza Nicolás Péres Aradros Rubio, pároco de e a todos os presentes.

Nova administração
na Loja Walmor
É sempre bom quando renovamos ou da Loja, para prestigiar o agora Vene-
mesmo trocamos de atividades a se- rável-Mestre Ronaldo Eustáquio Gama.
rem realizadas. Buscar novos desafios
e objetivos. Foi isso que aceitou o novo A cerimônia foi conduzida pelo Grão-
instalador da Loja Walmor Laurant Pinto Mestre Aides Bertoldo da Silva e contou
Machado nº 49. com a participação do ex-venerável ime-
diato Ademir de Oliveira Binda.
No dia 12 de junho, os Irmãos dessa loja
realizaram em Itapoã, Vila Velha, uma Depois da cerimônia, cunhadas e fami-
cerimônia de instalação e posse, onde liares foram recebidos na Associação dos
estiveram presentes diversas autoridades Funcionários da Receita Federal (Assefaz),
maçônicas de nosso Estado, Irmãos de na Barra do Jucu, para um jantar de Ex-Venerável Ademir Binda, Grão-
várias outras lojas, além todos os Irmãos confraternização. Mestre Aides e Venerável Ronaldo Gama

novembro de 2010 19

Revista_Maconaria_Grao.indd 19 9/11/2010 11:20:36


Notícias das lojas

Grão-Mestre lança projeto do Condomínio Maçônico da Serra


No dia 30 de junho, o Grão-Mestre Aides Bertoldo da Silva e sua
comitiva, visitaram a 4ª Região Distrital onde foi recebido pelo
Venerável-Mestre da Loja Aly Edmundo Poletti, nº 86, o Irmão
Jiomar João Marim. O Delegado Distrital da 4ª Região, Irmão Derli
Miranda, seu assessor, o Irmão Luiz Eduardo Ribeiro dos Santos,
todos os veneráveis da região, bem como Irmãos de todas as lojas
daquele Distrito, estiveram presentes para recebê-lo.

Durante a visita foi discutido e aprovado o projeto de construção


do Condomínio Maçônico da Serra, que será edificado onde hoje
funciona a Loja Jardim das Acácias n° 13. O Grão-Mestre discursou
sobre o Grande Fundo de Solidariedade Maçônico e sobre o sucesso
da Grande Assembleia ocorrida no dia 26 de junho em Cachoeiro
do Itaperimim. Após a sessão, foi oferecido aos Irmãos no salão
de festas da loja, um delicioso jantar.

Grão-Mestre é recebido
com entusiasmo em Cariacica
Reunião conjunta
O Sereníssimo Grão-Mestre Aides Bertoldo riacica. A reunião contou com a presença
da Silva e sua comitiva, acompanhado do das cunhadas, sobrinhos, sobrinhas e con-
em Anchieta
Past Grão-Mestre Sergio Gianórdoli, foram vidados que ouviram atentamente a fala do
recebidos no templo da Loja Sebastião Irmão Sergio Gianórdoli a respeito do projeto A Loja Hiram Abib nº 41 comemorou
Rodrigues de Souza nº 46, com grande político da Grande Loja. Animados, os pre- o Dia do Maçom, 20 de agosto, no
entusiasmo pelo seu Venerável-Mestre sentes aplaudiram a comitiva num claro Plenário da Câmara Municipal de
Claudemir Almonfrey, no Oriente de Ca- sinal de apoio e entusiasmo com a causa. Anchieta. Estiveram na cerimônia
os Veneráveis-Mestres e Irmãos
das Lojas Perseverança, Integra-
ção e Luz nº 81 e Doutor Idial-
varo Dessaune nº 2292 (Gomes)
do Oriente de Piúma, Capítulo da
Ordem DeMolay, público convida-
do e a vereadora Dalva da Matta
Igreja, representando o presidente
da Câmara. O Venerável-Mestre,
Irmão Ivan Lúcio Fonseca, proferiu
palestra sobre “O Dia do Maçom” e
“O que é a Maçonaria”, e foi elogiado
por todos.
Grão-Mestre, Venerável-Mestre da Loja Sebastião Rodrigues de Souza nº 46, sua
esposa e o Past Grão-Mestre Sergio Gianórdoli

20 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 20 9/11/2010 11:20:37


Grão-Mestre visita a Loja União Fraternal nº 39

No dia 06 de julho, o Sereníssimo Grão-Mestre Aides Bertoldo da


Silva e sua comitiva visitaram a Loja União Fraternal de Fundão
nº 39, Oriente de Fundão, onde foi recebido pelo seu Venerável-
Mestre, Irmão Gercino Feltz. O evento contou com a presença
do Delegado Distrital Darcy Jacy Pretti Júnior e seu Adjunto,
o Irmão Alcemir José de Bruym. Na oportunidade, os irmãos
puderam conferir a felicidade do Grão-Mestre de visitar aquele
Oriente, cuja fundação da loja contou com sua colaboração. Na
visita, o Grão-Mestre falou de seus planos para a Grande Loja e
do projeto político da instituição, que seria a eleição de Irmãos
Maçons no pleito de 2010.

Cavalheiros da Ordem promove palestra sobre Independência


Dia 8 de setembro a Loja Cavalheiros da
Ordem n° 12, promoveu a palestra “ A
Maçonaria na Independência do Brasil” e
contou com a presença de vários Irmãos
de diversas Lojas. O palestrante preferida
pelo Grande Secretário de Comunicação
da GLMEES, Irmão Francisco Bueno dos
Santos teve uma abordagem ampla, si-
tuando a independência do Brasil no
contexto histórico mundial da época e
demonstrando a participação da Maçonaria
no processo. “Toda ação é exercida por
pessoas. Uma instituição não realiza nada,
seus membros, seus representantes é
que concretizam ideias”, afirma Bueno.

“A Maçonaria representa um conjunto de


conceitos, pensamentos, propicia uma
metodologia de debates e promove a cretário de Relações Paramaçônicas Hélio da Loja Monte Moriá, Jorge Calazans.
união dos Irmãos, mas são os Maçons que José dos Santos, o Grande Hospitaleiro
agem sempre. Assim foi na Independência Wilson Antunes Viana, Lino Faria Peter- O evento contou ainda com membros
e assim será sempre”, conclui. linkar, membro do Tribunal Maçônico, Luiz da Lojas Cavaleiros da Ordem, Monte
Zangirolami, delegado da 2ª região, Leo- Moriá, Sete de Setembro, Walmor Lau-
Estiveram presentes membros da alta nardo Ramiris Scardino, delegado Adjunto rant Pinto Machado, Tiradentes e Hélcio
administração da GLMEES, o Grande Se- da 2ª região, além do Venerável-Mestre Pinheiro Cordeiro.

novembro de 2010 21

Revista_Maconaria_Grao.indd 21 9/11/2010 11:20:47


Grão-Mestre participa de Cerimônia de Filiação na
Loja Cavalheiros da Ordem nº 12
Em 22 de julho o Grão-Mestre Aides Bertoldo da Silva, acompanhado do Grão-
Mestre Adjunto Heraldo Salla Lima, Past Grão-Mestre Sergio Gianórdoli e Past
Grão-Mestre Adjunto José Romeu de Miranda e grande comitiva, foi recebido
no templo a Loja Cavalheiros da Ordem nº 12, no Oriente de Vila Velha.

O anfitrião da noite, o Venerável-Mestre, Irmão Kleber Dettogni Vieira,


promoveu a cerimônia de filiação do Grande Hospitaleiro da Grande Loja
Maçônica do Estado do Espírito Santo, Irmão Wilson Antunes Viana, o “Barão”.

A cerimônia foi prestigiada por Irmãos da Loja Orvalho do Hermon nº 21,


loja de procedência do Irmão “Barão”. Em seu discurso, o Grão-Mestre
falou da inestimável colaboração que o Irmão Wilson tem dado à Grande
Loja, primeiramente como Grande Hospitaleiro Adjunto e hoje como Gran-
de Hospitaleiro. A noite foi encerrada com uma confraternização entre os
Irmãos no salão de festas da loja.

Loja Sete de Setembro nº 2 recebe


Loja Fraternidade Universal nº 8 é Grão-Mestre
visitada pelo Grão-Mestre
No dia 09 de agosto o Venerável-Mestre Marco Antonio Matias
Miranda, da Loja Sete de Setembro nº 2, em Vila Velha, recebeu
a visita do Grão-Mestre Aides Bertoldo da Silva e do Past Grão-
Mestre Sergio Gianórdoli e comitiva. Durante a visita Loja, o Grão-
Mestre falou sobre o Fundo de Solidariedade Maçônico. Este tem
sido um assunto recorrente da Grão-Mestre que elegeu o Fundo
de Solidariedade como uma das prioridades da Grande Loja.

A Loja Fraternidade Universal nº 08, Oriente de Linhares, recebeu


no dia 02 de agosto a visita do Grão-Mestre Aides Bertoldo da
Silva e de sua comitiva. O grupo foi recebido pelo Venerável-
Mestre da Loja, o Irmão Rogério de Carvalho. No discurso o
Grão-Mestre falou sobre um dos projetos da Grande Loja que é
o Fundo de Solidariedade Maçônico. O objetivo do discurso foi
detalhar aos Irmãos a finalidade do Fundo e a sua proposta de
regulamentação.

A visita foi encerrada com o jantar promovido pela Loja num


momento de descontração e interação entre os Irmãos.

22 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 22 9/11/2010 11:20:48


Reunião na Loja Sentinelas da Paz
No dia 10 de agosto o Grão-Mestre Ai-
des Bertoldo da Silva, acompanhado do
Past Grão-Mestre Sergio Gianórdoli e
comitiva, presidiu uma reunião conjunta
realizada pelas Lojas Simbólicas Jardim
das Acácias nº 13, Os Inconfidentes n°
42, Sentinela da Paz n° 57, Livres Pen-
sadores n° 74 e Aly Edmundo Poletti n°
86, todas do Oriente de Serra, onde foi
recebido pelo Venerável-Mestre Rogério
Abranches Alcântara.

A cerimônia conjunta teve a participação


dos veneráveis de todas as Lojas que
compõem a 4ª Região, o Delegado do
Grão-Mestre Derli Miranda e seu Adjunto
Luiz Eduardo Ribeiro dos Santos. Após
a sessão todos se confraternizaram no
salão de festas da Loja.

Fraternidade
Lojas Cavaleiros da Luz nº 18 recebe Montanhense nº 34
novos membros recebe novos Irmãos
A Loja Fraternidade Montanhense,
nº 44, Oriente de Montanha, região
Norte do Espírito Santo, realizou
no dia 07 de agosto a cerimônia
de iniciação de três novos Irmãos:
Wesley Nogueira da Silva, Clebio
Maciel Raulino e Deivid Ricardo So-
ares de Souza.

A cerimônia contou com a presen-


ça de Irmãos das lojas maçônicas
Acácia do Vale, Amor e Fraternida-
de, Estrela do Mucuri, Sermão da
Montanha e Força e União.
O Venerável-Mestre da Loja Cavaleiros da Luz nº 18, Oriente de Vila Velha, Irmão
Roberto Rocha Verdini, recebeu o Grão-Mestre Aides Bertoldo da Silva no dia 14 O ingresso dos novos Irmãos foi
de agosto para a condução da cerimônia de iniciação de três novos Irmãos: Bruno celebrado com um jantar recepti-
Araújo Pinto Costa, José Carlos de Pontes Júnior e Saint Clair Campos Nolasco. As vo oferecido aos iniciados e seus
nossas boas-vindas aos novos Irmãos! familiares pela Loja Fraternidade
Montanhense n° 34.

novembro de 2010 23

Revista_Maconaria_Grao.indd 23 9/11/2010 11:20:49


Ordem DeMolay restaura capítulo São Mateus nº 467

São Mateus n°467, no Oriente de São


Mateus, com sede na Loja Luzes da Ilha
nº 59, em Guriri.

Numa bela solenidade presidida pelo


Mestre Conselheiro Estadual da Ordem
DeMolay, o sobrinho Ernesto, e com a
presença de cerca de 200 DeMolays,
vários jovens foram iniciados. Numa se-
gunda cerimônia, vários sobrinhos foram
elevados ao Grau DeMolay.

Os Irmãos Sergio Gianórdoli e Mário de


Oliveira Júnior foram agraciados com a
comenda de comemoração dos 30 anos
da Ordem DeMolay no Brasil. Em seguida,
com a presença de mães, convidados e a
sobrinhas da Ordem Filhas de Jô os novos
dirigentes do Capítulo foram empossados.
O Grande Secretário de Relações Para- Santos, acompanhado de seu Adjunto, o O evento contou com a participação do
maçônicas e Grande Mestre Estadual da Irmão Rui Ribeiro da Silva, no dia 17 de Irmão Sergio Gianórdoli e de membros
Ordem DeMolay, Irmão Hélio José dos julho, procedeu a reinstalação do Capítulo da direção da Grande Loja.

Loja Egrégora inicia dois novos Irmãos

A Loja Egrégora n° 90 recebeu em momento festivo o Grão-Mestre


Aides Bertoldo da Silva e sua comitiva para a Sessão Magna de
iniciação de dois novos Irmãos à Ordem: André Luiz Fardin Ferrandi
Maia e Rogério Gomes de Oliveira.

A Sessão Magna de iniciação foi prestigiada pelo Venerável-Mestre da


Loja Templo de Salomão nº 102, do Oriente de Itamaraju (BA), além
dos Irmãos Antonio Alberto de Jesus e Welson Nascimento, ambos
daquele Oriente. Após a cerimônia de iniciação dos Irmãos André
Luiz Fardin Ferrandi Maia e Rogério Gomes de Oliveira, as cunhadas
receberam as luvas, num momento especialmente dedicado à elas.

Em seguida, todos foram ao salão de festas da loja para uma con-


fraternização, onde também comemoraram os 33 anos de iniciado
do Irmão Mário de Oliveira Júnior. Destaque para a beleza e bom
gosto da recepção oferecida, que teve como tema as festas juninas,
com petiscos e guloseimas típicas, tudo organizado pelo Venerável-
Mestre Ermerson Machado e sua esposa, a cunhada Josiane. Cunhadas são recebidas e homenageadas

24 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 24 9/11/2010 11:20:50


Reunião do Grão-Mestre com
delegados e assessores
O Grão-Mestre Aides Bertoldo da Silva reuniu-se no Palácio Maçônico
Capixaba, Oriente de Vitória, em 11 de agosto, com os Delegados
e Assessores do Grão-Mestrado da Grande Vitória para fazer uma
avaliação do primeiro ano de mandato e receber sugestões para o
aprimoramento da Grande Loja.

Desde sua posse, em 2009, o Grão-Mestre tem percorrido todos os


Orientes do Espírito Santo, num trabalho de aproximação com os Irmãos
e de fortalecimento das atividades da Maçonaria no Espírito Santo.

Loja Hiram Habib inicia novos


Loja Perseverança, Integração e Luz irmãos
constrói seu templo
Em breve o Oriente de Piúma terá o espaço reservado para as
atividades da Maçonaria na região. É que a Loja Perseverança,
Integração e Luz nº 81, com o esforço de seus obreiros, está com
o seu majestoso templo em fase de conclusão. O projeto arqui-
tetônico da edificação tem grande semelhança com o Templo de
Salomão narrado na Bíblia.

A Loja Hiram Abib nº 41, do Oriente de Anchieta,


procedeu a iniciação de quatro novos Irmãos, Paulo
Ferreira Mascarenhas, Paulo Henrique Rocha Pires,
Flavio Igreja e Cesar Alexandre Pereira Machado. A
cerimônia de iniciação aconteceu no dia 26 de agosto
e contou com Irmão de outras Lojas jurisdicionadas
à Grande Loja. Entre os presentes estavam visitantes
como os Veneráveis-Mestres das Lojas Perseverança,
Integração e Luz nº 81, Retidão e Justiça nº 19,
Vale do Itapemirim e Doutor Idiálvaro Dessaune nº
2.298, as duas últimas do GOMES. Após a iniciação,
o departamento feminino “Flores da Acácia” prestou
homenagem aos novos irmãos e cunhadas.

novembro de 2010 25

Revista_Maconaria_Grao.indd 25 9/11/2010 11:20:52


26 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 26 9/11/2010 11:20:55


Evento

SerMaçom: relevante encontro da


Maçonaria Capixaba
Nos dias 13, 14 e 15 de agosto o Sesc
de Praia Formosa, em Aracruz, foi palco
do encontro das maiores autoridades
que representam a Maçonaria Capixa-
ba: Grande Loja Maçônica do Espírito
Santo (GLMEES) e Grande Oriente do
Brasil (GOB), no Seminário Regional da
Maçonaria, o SerMaçom. O evento pro-
movido pelo GOB, que já é tradicional no
calendário maçônico, reúne Irmãos de di-
versas localidades de todo o Espírito Santo.

A abertura do XIV SerMaçom foi mar-


cado pela presença do Grão-Mestre da
GLMEES Aides Bertoldo da Silva e do
Grão-Mestre do GOB Cecílio Andrade
de Oliveira. Com a participação do ator
e Maçom Milton Gonçalves este foi, na
avaliação do Leonardo Luber, Secretário Abertura do SerMaçom em Aracruz
Estadual de Planejamento do GOB-ES, o reuniu autoridades das duas potências
Grão-Mestre
maior Seminário em número de parti-
do GOB
cipantes já realizado. Foi também o que Planejamento do GOB-ES, o objetivo do e Grão-
mais concorreu para a alegria, harmonia evento foi o engrandecimento da Maço- Mestre da
GLMEES em
e satisfação e o nível dos palestrantes. naria Universal, o crescimento intelectual momento de
dos obreiros da Arte Real e do congraça- descontração
De acordo com o Secretário Estadual de mento de toda a família Maçônica.

Loja Sete de Setembro faz doação à Maternidade


Uma ação social de três lojas ju- Antonio Matias Miranda, e contou
risdicionadas à Grande Loja Maçô- com a presença do Diretor Clínico
nica do Espírito Santo marcaram Drº Eduardo Pereira Soares, que,
as festividades de comemoração sensibilizado, agradeceu a doação.
dos 40 anos da GLMEES. Dando O evento de entrega contou com
continuidade à comemoração das a presença da Drª Wany Voltz,
quatro décadas de fundação da responsável pela administração da
instiuição, as Lojas Independência Maternidade, diversos membros
nº 1, Sete de Setembro nº 2 e do corpo clínico e com funcioná-
Salomão Ginsburg nº 3, fizeram rios da equipe administrativa da
a doação de 53 cobertores à Ma- Maternidade.
ternidade Municipal de Cariacica,
no dia 10 de agosto. A Loja Sete de Setembro nº 2
agradece a todos que colabora-
A entrega oficial foi feita pelo Ve- ram direta ou indiretamente para
nerável-Mestre da Loja Maçônica a realização dessa campanha de
Sete de Setembro nº 2, Marco solidariedade.

novembro de 2010 27

Revista_Maconaria_Grao.indd 27 9/11/2010 11:20:59


Cerimônia

Lojas fundadoras da GLMEES


comemoram 40 anos
Durante os meses de julho, agosto e setembro, três lojas dos Orientes de Vitória,
Cariacica e Vila Velha promoveram um ciclo de palestras em comemoração aos
40 anos de sua fundação.

As lojas Independência nº 01, Oriente sessão especial, realizada no dia 24 de elas o Past Grão-Mestre Sergio Gianórdoli,
de Vitória, Sete de Setembro nº 02, setembro na sede da Grande Loja, com José Américo Merlo, Past Grão-Mestre
Oriente de Vila Velha e Salomão Ginsburg a presença de membros da Maçonaria e Adjuntos José Romeu de Miranda, Carlo-
nº 03, Oriente de Cariacica, realizaram dos Veneráveis-Mestres das Lojas Inde- mar Gomes de Almeida e Francisco Costa
uma espécie de prévia do que vai ser a pendência nº 01, Sete de Setembro nº Neto e cunhadas, sobrinhos e convidados.
celebração do aniversário de 40 anos da 02 e Salomão Ginsburg nº 03.
Grande Loja, previsto para acontecer no A reunião transcorreu em clima de gran-
mês de novembro. Presidida pelo Grão-Mestre Aides Bertoldo de emoção onde os Veneráveis-Mestres
da Silva, a sessão teve a presença de das lojas fundadoras Claudionor Bran-
As celebrações foram concluídas com uma inúmeras autoridades maçônicas entre dão, Marco Antonio Matias Miranda e
Herivelton Pesca falaram sobre esta
importante data e fizeram homenagem
aos Irmãos, Fernando Campagnoli, Joel
Pereira das Neves, Moacir Rosado, Os-
mar Ruzzi e Rafael Moraes da Silva,
fundadores da Grande Loja, presentes
ao evento.

O Grão-Mestre Aides Bertoldo da Silva em


sua fala homenageou as lojas fundadoras,
ressaltando da importância das mesmas
na história da Grande Loja.

Também agradeceu aos Irmãos fundado-


res pelo trabalho realizado para o surgi-
mento de uma nova potência maçônica
em solo capixaba. Participaram da reunião
cerca de 260 pessoas entre Irmãos e
convidados das três lojas maçônicas e
Irmãos pioneiros das lojas fundadoras de lojas co-irmãs.

28 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 28 9/11/2010 11:21:02


Ciclo de reuniões para celebrar aniversário
nº 1
Loja Independência
a,
cia nº 1 em Caratoír
jul ho no Tem plo da Loja Independên os
No dia 19 de os 40 an
ia para comemorar
realizou sua cerimôn
Vitória (ES), também Irm ãos rep resentando
A Ord em do Dia reuniu cerca de 80
de aniversário. Estado, dignidades da
Irm ãos vis ita nte s de outros Orientes do
as três lojas, a foram contemplados
con vid ado s. Os par ticipantes da cerimôni ê
Grande Loja e : “Mudança – ou voc
nta ção de um a palestra sobre motivação te
com a aprese da Loja Se
ão Richard Moreira,
, ministrada pelo Irm
muda ou você dança” abe rto para discussões
nº 2. Ap ós a apr esentação, o tema foi
de Setembro .
ão ativa dos Irmãos
que tiveram participaç Autoridades maçônicas na cerimônia
ES,
o fundadores da GLME de comemoração
jun ta tev e ain da a presença de quatr e
A reunião con anhole, Osmar Ruzzi
l Per eir a da s Ne vez, Fernando Camp um a
os Irmãos Joe naquela noite com
o qu e res um iu a essência da reunião ar
Mocayr Rosad o; model
a e dar-lhe vida é bel
“Modelar uma estátu Programação
citação de Vitor Hugo: lime”.
-lhe a verdade é sub Comemorativa pelos
uma inteligência e dar
40 anos da GLMEES
O alta-direção da Grande Loja
Loja Sete de Se Maçônica do Estado do Espírito
tembro n°2 Santo (GLMEES) organizou uma
Promoveu no dia programação para celebrar os
28 de junho um 40 anos de fundação desta po-
sário. O banque banquete maçôn
te fez referência ico para celebra tência no Espírito Santo. Confira
a São João Batis r o aniver-
24 do mesmo m ta, santo cuja da o que foi planejado e participe.
ês. Para abrir o ta é no dia
Irmão Marco An ev ento, o Veneráve
tonio Matias Mira l-Mestre recém-e
nd a iniciou sua ge m po ssado Os ingressos para o Jantar Co-
em tela. Cerca stão com maestr
de 40 Irmãos pa ia à sessão memorativo, a ser realizado no
rticiparam do ev
ento. dia 20 de novembro, já estão à
No dia 23 de ag venda na Secretaria da Grande
osto uma nova
da Loja Sete de reunião das trê Loja.
Setembro nº 2, s lojas acontece
com mais de 80 u no Templo
os Irmãos pres Irmãos. Na Orde
entes das três loj m do Dia,
foram contempla as , dignidades da 20/11 - Sábado
dos com a apre Grande Loja e co
se ntação da pales nv idados,
na Maçonaria”, tra “Comportam
ministrada pelo en to e ética Grande Assembleia Come-
Tribunal Maçônic Irm ão Sílvio Falcão
o da Grande Lo Sperandio, Pres morativa
ja do Espírito Sant ide nte do
MEES também o. Três fundador Horário: 10h
participaram da es da GL-
das Neves e Fe reun ião. O Irmãos Mo Local: Sede da Grande Loja
rnando Campanh acyr Rosado, Jo
ole contaram um po el Pereira Evento aberto aos Irmãos regu-
fundação das Lo uco de suas his
jas e foram hom tórias, da lares de todos os Graus.
enageados.
Traje: maçônico com paramentos.

Sessão de Investidura ao
Grau 33
Horário: 10h
Ginsburg nº 03 Local: Sede da Grande Loja
Loja Salomão Sessão para os Irmãos do Grau
mpo
burg nº 3, em Ca 33 e aos que serão investidos
Te m plo da Lo ja Salomão Gins los 40 Traje: Maçônico do Grau 33
osto no memorativa pe
No dia 02 de ag fo i pa lco de sessão co
de Ca ria cic a da s lojas
Grande, Oriente evento Irmãos
Gr an de Lo ja . Estiveram no nº 3. Na
Jantar dançante
anos de fundaç
ão da ão Ginsburg Horário: 22h
bro nº 2 e Salom
nd ência nº 1, Sete de Setem s representando
as três Local: Centro de Convenções de
Indepe
ap ro xim ad am ente 90 Irmão s com Vitória – Salão Penedo
tiveram ram contempla do
Ordem do Dia es e co nvidados, que fo Traje: Passeio Completo (Paletó
da Gr an de Lo ja m gnoli.
pa
lojas, dignidades ão Fernando Ca
a pa les tra m inistrada pelo Irm e Gravata)
de um
a apresentação Convites à venda na secreta-
Pereira das ria da Grande Loja – Valor R$
r Rosado, Joel
ão s fu nd adores (Moacy cio das 60,00 individual
Após a palestra
, os Irm laram sobre o iní
e Ra fa el Mo rais da Silva) fa ião com
Neves, Hanna Ha
ddad ribuições à reun
Lo ja e de ra m brilhantes cont
ande
atividades da Gr s Lojas n° 1, 2
e 3.
as histórias sobre a criação da
inúmer
novembro de 2010 29

Revista_Maconaria_Grao.indd 29 9/11/2010 11:21:03


30 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 30 9/11/2010 11:21:07


Evento

Dia do Maçom Brasileiro


mé, os
edade Alcorão, o Tora, o livro de Mao
sto é nico. A Maçonaria é uma soci ião
Des de 195 7 o dia 20 de ago ens livre s e de Vedas, etc., de acor do com a relig
o dia discreta, na qual hom
lembrado e comemorado com nan do-s e mu- de seus mem bros .
A data bons costumes, denomi
do Dia do Maçom Brasileiro. am a liber dade ,
tuamente Irmãos, cultu
começou a ser cele brad a em 1822,
ldad e entr e os Lojas do Norte celebram o
Artes”, a fraternidade e a igua
quando as Lojas “Comércio e a tole- Dia do Maçom
eran- homens, cujos princípios são
“União e Tranquilidade” e “Esp a just iça.
junta, rância, a filantropia e em con-
ça de Niterói” em sessão con A Loja Força e União n° 58,
lante Monta-
presidida pelo 1° Grande Vigi deveu- junto com a Loja Frat erni dad e
impe- O caráter secreto da Maçonaria dia 20
Joaquim Gonçalves Ledo, no into lerâ ncia eà nhense n° 34, com emo rou, no
Boni- se às perseguições, à um
dimento do Grande Mestre José onst rada pelo s de agosto, o Dia do Maç om, com
fundado falta de liberdade dem reu-
fácio, “dirigira um enérgico e épo ca de sua banquete ritua lístic o. O eve nto
as mais regimes reinantes da uque,
discurso, demonstrando com cia e a niu Irmãos dos Orientes de Nan
políticas criação. Hoje, com a democra ão da
sólidas razões, que as atuais erem man ter- Montanha, Pon to Belo , Con ceiç
ia e rico liberdade, os Maçons pref ria.
circunstanciais de nossa Pátr reta situ ação , Barra, Muc uri, Ecop oran ga e Vitó
avam se dentro de uma disc
fértil e poderoso Brasil, demand es do mun do.
ente que a sua atuando por todos os país os pelos
e exig iam imp erio sam Os trabalhos foram conduzid
for- Meireles
categoria fosse inabalavelmente uma Veneráveis- Mes tres Belisári o
nossa A Maçonaria não é uma religião, num
mada com a proclamação da tes prof essa m Neto e Wel ling ton Antu nes Luz,
registra vez que seus integran har-
Independência...”, conforme se iões . No Bras il, a ambiente de mui ta paz, aleg ria e
sões do as mais diversas relig ficou
no livro 1° das atas das Ses é cristã, por isso monia. A prep araç ão do banq uete
data. maioria dos brasileiros bém fo-
Grande Oriente do Brasil daquela lei. Em a cargo das cunhadas, que tam
adota-se a Bíblia como livro da as pelo s Irm ãos pela
a o lugar ram hom ena gead
outra nação, o livro que ocup
o Brasil ápio .
Desde então, Maçons de todo pod erá ser o organiza ção e prep aro do card
Maçô- de destaque no Templo,
festejam a data do Calendário

novembro de 2010 31

Revista_Maconaria_Grao.indd 31 9/11/2010 11:21:09


32 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 32 9/11/2010 11:21:13


Social

Projeto Social ganha Prêmio


Construindo a Nação
Projeto Sabão Cidadão, desenvolvido em parceria com a Maçonaria é eleito pela Revista
Cidadania nas Escolas como o melhor do Espírito Santo.

Tudo começou na Loja Cidade de Vitória


n°89 no ano de 2007, quando foi gestado
o projeto Consciência Cidadã. Fruto da
iniciativa da Maçonaria que tem como
meta interferir positivamente na sociedade.

Profícua parceria entre a Grande Loja e o


Sesi/Findes, o Consciência Cidadã levou
para dentro das escolas da Rede Sesi lições
de cidadania, valores e respeito. Atualmen-
te sob a coordenação Irmão Edson Ribeiro
do Carmo, o projeto começou a ser desen-
volvido na instituição com a inclusão na
grade curricular de palestras, ministradas
por Maçons, abordando temáticas como
cidadania, ética moral, droga, psicologia
e sexualidade.

Dentro do Consciência Cidadã em 2009, a Bio Sabão foi pensado


a partir do Projeto
Maçonaria incentivou e apoiou o desenvol-
Consciência Cidadã,
vimento de um projeto de sabão ecológico desenvolvido pela
no Núcleo de Atividades Hélcio Rezende Maçonaria nas escolas
Dias, o Sesi de Araçás, colocando em prá-
tica lições de cidadania e meio ambiente.
A iniciativa deu tão certo que o “Bio Sabão
– Sabão da Cidadania” ganhou destaque
numa exposição de ciências da escola e foi
parar na Revista Cidadania nas Escolas do
Brasil como o grande vencedor do prêmio objetivo destacar, valorizar e mostrar como edição, o Consciência Cidadã já fez pa-
Prêmio Construindo a Nação, promovido exemplo, criando referências, as ações que lestras para cerca de 10 mil alunos e pais
pelo Instituto da Cidadania Brasil. as escolas públicas e privadas. de alunos das escolas do Sesi localizadas
na Grande Vitória, Linhares, Colatina e
O Prêmio Construindo a Nação tem como Atuando desde 2007, hoje na sua quarta Cachoeiro de Itapemirim.

novembro de 2010 33

Revista_Maconaria_Grao.indd 33 9/11/2010 11:21:19


34 novembro de 2010

Revista_Maconaria_Grao.indd 34 9/11/2010 11:21:22


novembro de 2010 35

Revista_Maconaria_Grao.indd 35 9/11/2010 11:21:26


Revista_Maconaria_Grao.indd 36 9/11/2010 11:21:29