You are on page 1of 2

Endereçamento IP

Classe A: 1.0.0.0 até 126.0.0.0 - Permite até 16.777.216 de computadores em cada rede (máximo de 126 redes); Classe B: 128.0.0.0 até 191.255.0.0 - Permite até 65.536 computadores em uma rede

Os endereços IP identificam cada micro na rede. A regra básica é que cada micro deve ter um endereço IP diferente e todos devem usar endereços dentro da mesma faixa. Um endereço IP é composto de uma sequência de 32 bits, divididos em 4 grupos de 8 bits cada. Cada grupo de 8 bits recebe o nome de octeto. Veja que 8 bits permitem 256 combinações diferentes (0 a 255).

(máximo de 16.384 redes); Classe C: 192.0.0.0 até 223.255.255.254 - Permite até 256 computadores em uma rede (máximo de 2.097.150 redes); Classe D: 224.0.0.0 até 239.255.255.255 - multicast Classe E: 240.0.0.0 até 255.255.255.255 multicast reservado

O endereço IP é dividido em duas partes. A primeira identifica a rede à qual o computador está conectado (necessário, pois numa rede TCP/IP podemos ter várias redes conectadas entre si, veja o caso da Internet) e a segunda identifica o computador (chamado de host) dentro da rede. Obrigatoriamente, os primeiros octetos servirão para identificar a rede e os últimos servirão para identificar o computador em si. Como temos apenas 4 octetos, esta divisão limitaria bastante o número de endereços possíveis o que seria uma grande limitação no caso da Internet, onde são necessários muitos endereços. Se fosse reservado apenas o primeiro octeto para identificação da rede, teríamos um grande número de hosts (micros conectados a cada rede), mas em compensação poderíamos ter apenas 256 redes diferentes, o que seria muito complicado considerando o tamanho do mundo. Mesmo se reservássemos dois octetos para a identificação da rede e dois para a identificação do host, os endereços possíveis seriam insuficientes, pois existem muito mais de 65 mil redes diferentes no mundo, conectadas entre si através da Internet e existem algumas redes com mais de 65 mil micros. Para permitir uma gama maior de endereços, os desenvolvedores do TPC/IP dividiram o endereçamento IP em cinco classes, denominadas A, B, C, D, e E:   As três primeiras classes são as que podemos utilizar para configurar a nossa rede. São divididas assim para atender as seguintes necessidades:  Os endereços IP da classe A são usados em locais onde é necessário poucas redes, mas uma grande quantidade de máquinas nelas. Para isso, o primeiro byte é usado como identificador da rede e os demais servem como identificador dos computadores; Os endereços IP da classe B são usados nos casos onde a quantidade de redes é equivalente ou semelhante à quantidade de computadores. Para isso, usa-se os dois primeiros bytes do endereço IP para identificar a rede e os restantes para identificar os computadores; Os endereços IP da classe C são usados em locais que requerem grande quantidade de redes, mas com poucas máquinas em cada uma. Assim, os três primeiros bytes são usados para identificar a rede e o último é utilizado para identificar as máquinas. Quanto às classes D e E, elas existem por motivos especiais: a primeira é usada para a propagação de pacotes especiais para a comunicação entre os computadores, enquanto que a segunda está reservada para aplicações futuras ou experimentais. Obs: Em uma rede, geralmente reservamos o primeiro endereço IP para identificação da rede, e o último endereço IP como endereço de broadcast. Vale frisar que há vários outros blocos de endereços reservados para fins especiais. Veja alguns exemplos de endereços inválidos:  0.xxx.xxx.xxx: Nenhum endereço IP pode começar com zero, pois ele é usado para o endereço da rede. A única situação em que um endereço começado com zero é usado, é quando um servidor DHCP responde à requisição da estação. Como ela ainda não possui um endereço definido, o pacote do servidor é endereçado ao endereço MAC da estação e ao endereço IP "0.0.0.0", o que faz com que o switch o envie para todos os micros da rede.

255.95 (classe B). Além de testes em geral.0.  Endereços Reservados Para Redes Locais Existem alguns endereços IP que são reservados especialmente para Redes Locais. xxx.0   Dentro de redes locais.255. seja qual for a classe do endereço. Máscara de Rede (Máscara de Sub-Rede) Para identificar a classe IP que está sendo utilizada em uma rede ou para se especificar uma dada configuração de rede.255.xxx.xxx.0. pois estes endereços são usados para enviar pacotes de broadcast.255.xxx.255.0: Nenhum endereço de classe C pode terminar com 0 ou com 255.255. muita gente prefere usar a máscara 255. desde que você use a mesma máscara em todos os micros da rede. caso contrário você terá problemas de conectividade. evitando conflito. Mesmo assim.xxx.34. O mesmo acontece ao tentar acessar o endereço 127. seja qual for a classe do endereço. pois entenderiam que fazem parte da mesma rede.xxx.0.0: Nenhum identificador de host pode ser composto apenas de zeros.xxx. Como no exemplo anterior. por exemplo.89.255. tal byte(octeto) na máscara de sub-rede será 255.0. se um byte é usado para identificação de um computador e não de uma rede.0. xxx.x. pois estes endereços são reservados para o endereço da rede.168. pois os roteadores da Internet reconhecem esses endereços como sendo de uma rede particular e não repassam os pedidos de pacotes que façam referência a esses endereços para o resto da Internet. pois essa faixa de endereços é reservada para testes e para a interface de loopback.78 (endereço de classe B). um com o IP "192.129 (classe A) ou 149.0.255. um byte (octeto) é usado para identificação da rede. Outras combinações são permitidas. Assim.xxx.1.168.197 (em um endereço de classe A) ou em 165. usa-se um conceito conhecido como máscara de sub-rede. a interface de loopback é usada para comunicação entre diversos programas. xxx. O importante neste caso é que todos os micros da rede sejam configurados com a mesma máscara.0 Classe C: 255. Um exemplo comum é o uso da faixa de endereços 192.0. xxx.xxx.168. o que permite mudar os dois últimos octetos (192.xxx.xxx. Se por exemplo você tiver um servidor de SMTP e configurar seu programa de email para usar o servidor 127.45" e o outro com o IP "192.0. seu valor na máscara de sub-rede é 0 (zero). pois. Desta forma. Esses endereços reservados são os seguintes: .34.255. Não existe problema em fazer isso.0.0.65" e ambos se enxergariam perfeitamente.0 Classe B: 255. as máquinas padrões são:    Classe A: 255.255. esta é uma faixa de endereços classe C e por isso a máscara padrão é 255.0. você poderia ter dois micros.255.x).255. um host não pode ser representado apenas por valores 0 ou 255. é recomendado montar sua rede TCP/IP baseada nesses endereços que não gerará conflito com os endereços IP da Internet.255. são permitidas outras combinações como 69. Originalmente. 127.x para redes locais.0. como já vimos.168.0. xxx. 255. já que tecnicamente os micros estarão em redes diferentes.xxx.xxx: Nenhum endereço IP pode começar com o número 127.0. sobretudo no Linux e outros sistemas Unix.0.255: Nenhum identificador de rede pode ser 255 e nenhum identificador de host pode ser composto apenas de endereços 255. já que eles são usados para o envio de pacotes de broadcast. é possível usar máscaras diferentes para utilizar os endereços IP disponíveis de formas diferentes do padrão. Neste caso.32. Mas.0.1 no navegador: você vai cair em um servidor web habilitado na sua máquina. Se. ele acabará usando o servidor instalado na sua própria máquina. como em 65.34. xxx.2.0.