You are on page 1of 10

Teoria da Administração Profª Esp.

Cíntia Alves Sanches de Abreu 35

1 FAYOL E A ESCOLA DO PROCESSO DE ADMINISTRAÇÃO1
1 Capítulo

baseado no livro: : Maximiano, A.C. A. Teoria Geral da Administração da Revolução Urbana à Revolução Digital. 6ªed. São Paulo:

Atlas 2007 ± p.70 a p.95.

Uma das idéias básicas da administração é a definição apresentada no início do primeiro capítulo deste roteiro: administrar é planejar, organizar, executar, liderar e controlar. Segundo essa definição, administração é um processo de tomar decisões agrupadas em quatro categorias, chamadas funções, cada uma delas um processo em si. Essa é a definição da escola do processo administrativo, ou enfoque funcional da administração. Essa escola ou enfoque define não apenas o processo administrativo, mas também o próprio papel dos gerentes, em termos dessas funções (processos). 4.1 HENRY FAYOL O personagem mais importante que sistematizou e divulgou essas idéias foi o engenheiro francês Henry Fayol (1841 ± 1925) (figura 4.1), um dos integrantes da escola clássica da administração.
Figura 4.1 www.biografiasyvidas.com

4.2 PROCESSO ADMINISTRATIVO SEGUNDO FAYOL Em 1916, aos 75 anos, Fayol publicou o livro ³administração geral e industrial´. Segundo Fayol, nesse livro: - A administração é função distinta das demais funções da empresa, como finanças, produção e distribuição. - A administração compreende cinco funções: planejamento, organização, comando, coordenação e controle. 4.2.1 FUNÇÃO ADMINISTRATIVA De acordo com Fayol, a administração é uma atividade comum a todos os empreendimentos humanos (família, negócios, governo), que sempre exigem algum de planejamento, organização, comando, coordenação e controle. Portanto todos deveriam estuda-la, o que exigiria uma teoria geral da administração que pudesse ser ensinada. Para responder a essa necessidade, Fayol criou e divulgou sua própria teoria, a qual começa por dividir a empresa em seis atividades ou funções distintas: (1) Função Técnica ± produção, manufatura (2) Função Comercial ± compra, venda, troca (3) Função Financeira ± procura e utilização de capital (4) Função de Segurança ± proteção da propriedade e das pessoas (5) Função de Contabilidade ± registros de estoques, balanços, custos, estatísticas (6) Função de Administração ± planejamento, organização, comando, coordenação e controle Fayol sugeriu que a função administrativa era a mais importante de todas e definiu cada um de seus componentes da seguinte maneira: planejamento (previsão): examinar o futuro e traçar um plano de ação a médio e longo prazo. organização: montar uma estrutura humana e material para realizar o empreendimento. comando: manter o pessoal em atividade em toda a empresa coordenação: reunir, unificar e harmonizar toda a atividade e esforço. controle: cuidar para que tudo se realize de acordo com os planos e as ordens. 4.2.2 PAPEL DOS GERENTES Segundo Fayol, o trabalho do dirigente consiste em tomar decisões, estabelecer metas, definir diretrizes e atribuir responsabilidades aos integrantes da organização, de modo que as atividades de planejar, organizar, comandar, coordenar e controlar estejam numa seqüência lógica. Uma vez organizada uma empresa, seus colaboradores necessitam de ordens para saber o que fazer, suas ações precisam de coordenação e suas tarefas precisam de controle gerencial. Esse é o papel dos gerentes na visão de Fayol. Para assegurar o desempenho satisfatório desse papel, Fayol indicou 16 deveres, ilustrados na tabela 4.1.

XIV ± Supervisionar a ordem material e humana. nítida e precisa. VI ± Organizar a seleção eficiente do pessoal. em sua opinião devem orientar a ação dos administradores. Fayol completa sua teoria com a proposição de 14 princípios que devem ser seguidos para que a administração seja eficaz. resultando na especialização das funções e separação dos poderes. XII ± Subordinar os interesses individuais ao interesse geral. XI ± Manter a disciplina. XVI ± Combater o excesso de regulamentos. Subordinação do interesse individual ao interesse geral. Um só chefe e um só programa para um conjunto de operações que visam ao mesmo objetivo. os recurso e os requisitos da empresa. A primeira é o direito de mandar e o poder de fazer-se obedecer. Finalmente. II Autoridade e responsabilidade III Disciplina IV Unidade de comando V VI Unidade de direção Interesse geral . X ± Usar sanções contra faltas e erros. são diretrizes que. listados na Tabela 4. burocracia e papelada. De forma que cada pessoa tenha apenas um superior. Estes princípios. VIII ± Encorajar a iniciativa e o senso de responsabilidade. A segunda. II ± Cuidar para que a organização humana e material seja coerente com o objetivo. VII ± Definir claramente as obrigações. XIII ± Unidade de Comando XV ± Ter tudo sob controle. enérgica e única. competente. IX ± Recompensar justa e adequadamente os serviços prestados. III ± Estabelecer uma autoridade construtiva. Respeito aos acordos estabelecidos entre a empresa e seus agentes.2. a sanção ± recompensa ou penalidade ± que acompanha o exercício do poder.I ± Assegurar a cuidadosa preparação dos planos e sua rigorosa execução. V ± Formular as decisões de forma simples. IV ± Harmonizar atividades e coordenar esforços. I Divisão do trabalho Designação de tarefas específicas para cada pessoa.

IX Cadeia escalar (linha de Hierarquia ± a série dos chefes comando) do primeiro ao último escalão. Fayol foi o pioneiro no reconhecimento de que a administração deveria ser vista como função separada das demais funções da empresa. e com base tanto em fatores internos quanto externos. 4. VIII Centralização Equilíbrio entre a concentração de poderes de decisão no chefe.VII De forma eqüitativa. muitos autores se propuseram a refletir.3 HERDEIROS DE FAYOL Depois de Fayol. Apontando essa distinção entre a função administrativa e as atividades operacionais.1 GULICK E URWICK Teoria da Administração Profª Esp. XI Equidade Tratamento das pessoas com benevolência e justiça não excluindo a energia e o rigor quando necessários. Dirigentes que não conseguem perceber essa distinção envolvem-se com os detalhes técnicos da produção e prestação de serviços.3. Cíntia Alves Sanches de Abreu 38 Remuneração do pessoal . O maior impacto dessa idéia está em identificar o trabalho dos administradores e separa-lo das atividades operacionais da empresa. XII Estabilidade do pessoal Manutenção das equipes como forma de promover seu desenvolvimento. X Ordem Um lugar para cada pessoa e cada pessoa em seu lugar. Os autores que desenvolveram a idéia do processo administrativo você estudará neste capítulo. pesquisar e escrever sobre o processo de administração e o papel dos gerentes. Fayol ajudou a tornar mais nítido particularmente o papel dos executivos ± os administradores de nível mais alto na hierarquia da organização. negligenciando o papel de administrar a empresas como um todo. 4. XIV Espírito de equipe Desenvolvimento e manutenção da harmonia dentro da força de trabalho. sua capacidade de enfrentar suas responsabilidades e a iniciativa dos subordinados. dando-se aos subordinados de chefes diferentes a autonomia para estabelecer relações diretas (a ponte de Fayol). Os autores que se dedicaram ao estudo dos gerentes você estudará em outros capítulos. XIII Iniciativa Faz aumentar o zelo e a atividade dos agentes.

4.Em 1937. Em 1934. os militares americanos. meio e fim. 4. Eles reconheceram que. direção e controle. O livro tornou-se uma referência e até os anos 70 ainda era usado como livro-texto em muitas escolas. Davis declarou que as funções e princípios fundamentais da administração das fábricas eram universais. Princípios fundamentais da administração da fábrica.5 KOONTZ & O¶DONNELL Harold Koontz e Cyril O¶Donnell. na qual Gulick apresentou sua versão das funções do gerente. uma vez que os projetos são atividades com começo. da Universidade de Colúmbia. eram destacados como sendo a parte mais importante das atividades dos gerentes. coordenação. organização e controle. Na versão do PMI. publicou o livro Ação administrativa.4 DRUCKER E A ADMINISTRAÇÃO POR OBJETIVOS Administração por objetivos (APO) é uma expressão cunhada por Peter Drucker (figura 4. mobilização de recursos. tiveram grande influência no desenvolvimento de técnicas e conceitos de administração de projetos. foi convidado a estabelecer um departamento de administração o Instituto General Motor. compreendendo os seguintes elementos: planejamento. de 1955. embora algumas pessoas tivessem dito que essas funções eram realizadas numa seqüência.3 WILLIAM H. no livro A prática da administração. particularmente os da Força Aérea. chamados pelos militares de missões. Ele também desenvolveu uma explicação para o processo administrativo como sendo uma atividade intelectual distinta.4 FORÇA AÉREA DOS ESTADOS UNIDOS Em 1954. Essa idéia foi desenvolvida por Alfred Sloan na General Motors. Em seu primeiro livro. na .3. Newman. a Força Aérea dos Estados Unidos publicou o Manual 25-1. Os objetivos. com o título de Processo administrativo (The managment process). Luther Gulick e Lyndall Urwick publicaram uma coletânea intitulada Papers on the Science of Administration. as iniciais das palavras formam a sigla POSDCORB 4. O processo de administração começa com o esclarecimento da necessidade a ser atendida pelo projeto e termina com a conclusão do projeto. organização. Nesse manual foram propostas cinco funções administrativas: planejamento. 4. DAVIS Ralph C.6 PROCESSO DE ADMINISTRAR PROJETOS Uma versão específica para a administração de projetos foi proposta a partir de 1987 pelo Instituto de Administração de Projetos (Project Management Institute.2 RALPH C. Mais tarde.3. no qual definiu a administração como ³a orientação. De acordo com Koontz e O¶Donnell.3. dirigir e controlar´. definiram a administração como ³o processo de fazer coisas por meio de outras pessoas´. direção e controle. fundada nos Estados Unidos nos anos 80 do século XX. em 1927. 4. liderança e controle do esforço de um grupo de indivíduos para a realização de algum objetivo comum´. alocar pessoal. 4. Davis. PMI). William H. o trabalho dos gerentes consiste em ³planejar.2) em 1955. organização.3. no livro Princípios de Administração. da Universidade da Califórnia. onde tomou contato com os textos de Fayol.3. o processo de administrar é finito. uma sociedade de âmbito mundial. organizar. os gerentes usavam as cinco simultaneamente na prática. desenvolveu sua noção dos princípios orgânicos da administração ± planejamento. A publicação do manual marcou o interesse de um órgão governamental importante no estudo da administração. ampliando a idéia de Fayol: (1) Planejamento (planning) (2) Organização (organizing) (3) Pessoas (staffing) (4) Direção (directing) (5) Coordenação (coordinating) (6) Informação e controle (Reporting) (7) Orçamentação (budgeting) Em inglês. reiterando uma idéia de Fayol. NEWMAN Em 1950.

década de 1920.5 VISÃO PANORÂMICA DA ADMINISTRAÇÃO CONTEMPORÂNEA 4. Essa prática foi copiada por outras empresas. Drucker acrescentou outros componentes e a chamou de administração por objetivos No livro A prática da administração. Cíntia Alves Sanches de Abreu 40 . com base nas práticas administrativas criadas na Companhia DuPont. como a GE.1 PLANEJAMENTO Teoria da Administração Profª Esp. Drucker enfatizou a necessidade de definir objetivos e avaliar resultados em áreas-chave de desempenho. Inovação Produtividade Recursos físicos e financeiros Rentabilidade Desempenho e aprimoramento gerencial Desempenho e atitudes dos trabalhadores Responsabilidade pública. 4.5. Definia os objetivos e a cobrança de resultados pela matriz da empresas. onde Drucker a conheceu. ficando as divisões responsáveis pela operacionalização e execução dos detalhes. tais como: Participação no mercado.

que dependem das competências do planejador e de outros fatores como a disponibilidade de informações.1.2 OBJETIVOS (E METAS) . avaliação de alternativas e escolha de um curso de ação. Cada uma dessas etapas é um processo decisório em si. Ë uma aplicação específica do processo decisório.1.8). de alguma forma. Elaboração de Planos Processo de Planejamento Dados de entrada modelos e técnicas de planejamento ameaças e oportunidades   decisões que afetam o futuro    análise e interpretação dos dados de entrada criação e análise de alternativas               controle Figura 4. são as decisões de planejamento.5. 4.3 Processo de Planejamento 4. envolvendo análises. As decisões que procuram. ou que serão colocadas em prática no futuro. influenciar o futuro.O processo de planejamento é a ferramenta para administrar as relações com o futuro.5. Cada uma dessas decisões comporta erros e acertos.1 PROCESSO DE PLANEJAMENTO O processo de planejamento compreende três etapas principais (figura 4.

desenvolver um novo veículo. ser aprovado no vestibular. a realização de um produto. por meio da aplicação de esforços e recursos. as eleições a cada quatro anos. Objetivos são os resultados desejados. 4. como: organizar e realizar uma competição esportiva. implantar um sistema. produzir um filme ou criar uma marca para um produto. que orientam o intelecto e a ação. como: construir uma casa. reduzir a violência em uma comunidade ou desenvolver uma habilidade. intenções ou estados futuros que as pessoas e as organizações pretendem alcançar. é objetivo. que indica um conceito central em administração. Cíntia Alves Sanches de Abreu 41 . vencer um oponente. como: ganhar uma parcela do mercado. a realização de um evento. propósitos. São os fins.5. Um objetivo pode ser: uma situação ou estado futuro desejado.Uma palavra extremamente importante no vocabulário do administrador.3 TIPOS DE PLANOS Teoria da Administração Profª Esp. físico ou conceitual.1. um festival de cinema ou uma feira dos produtos de uma cidade.

4. Em todas as organizações existe divisão do trabalho. operações. departamentos. procedimentos e certos tipos de objetivos (como a definição do negócio ou missão da empresa) são planos permanentes. definindo sua relação com seu ambiente. Cada departamento realiza uma parte do trabalho total. Planos operacionais: definem atividades e recursos que possibilitam a realização de objetivos estratégicos ou funcionais.Planos temporários: também chamados de planos de finalidade singular.5. um departamento é um Teoria da Administração Profª Esp.5.4 NÍVEIS DE PLANEJAMENTO ORGANIZACIONAL Planos estratégicos: abrangem toda a organização. Políticas.2 DEFINIÇÃO DE RESPONSABILIDADES Depois de identificadas as unidades de trabalho. uma barraca de pamonha na feira 4.2.desenho da estrutura organizacional 4.divisão do trabalho .5.2 ORGANIZAÇÃO Principais etapas ou decisões do processo de organização: . Nas organizações. traduzem os planos estratégicos em ações especializadas: marketing. Planos permanentes: contêm decisões programadas. Planos funcionais: também chamados de planos administrativos.1 DIVISÃO DO TRABALHO Divisão do trabalho é p processo por meio do qual uma tarefa é dividida em partes ou unidades.definição da autoridade . Responsabilidades são as obrigações ou deveres das pessoas pela realização de tarefas ou atividades.1. O conjunto das tarefas pelas quais uma pessoa é responsável chama-se cargo.2. os produtos e serviços a serem oferecidos. Cronogramas e orçamentos são as principais ferramentas de planejamento operacional. Cíntia Alves Sanches de Abreu 42 . as responsabilidades são definidas.definição das responsabilidades . genericamente. cada uma das quais é atribuída a uma pessoa ou grupo de pessoas. finanças. São planos que estabelecem a missão.5. as unidades de trabalho são chamadas.análise dos objetivos . o cronograma da construção de uma casa e o orçamento de uma campanha publicitária. que devem ser usadas em situações predefinidas. Normalmente. que é necessária para a realização dos objetivos. Ex. São exemplos de planos temporários: o calendário deste curso. os clientes e mercados a serem atendidos e outros objetivos. recursos humanos. extinguem-se quando os objetivos são realizados. 4.

Hierarquia é sinônimo de cadeia de comando ± o poder de dirigir desce de cada nível para o imediatamente inferior. dos objetivos. na base da estrutura. até o que tem menos autoridade. dependendo do tipo de organização. como indivíduos e como integrantes de grupos.5. A estrutura organizacional é um conceito. da disponibilidade de recursos e de outros fatores.elaborar planos. as responsabilidades de cada pessoa ou grupo de pessoas pela execução de atividades. As linhas que ligam os retângulos mostram também sua interdependência. 4. da competência das pessoas. é preciso atribuir autoridade a pessoas ou a unidades de trabalho.2.preparar um trabalho escolar.4 CONTROLE O processo de controle pode ser exemplificado com a condução de um automóvel (um sistema de transportar pessoas). chamados subordinados.5. por ter conotação negativa).4 DESENHO DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Todas as decisões sobre divisão do trabalho. Além disso. como montar um automóvel ou preencher um formulár io. A estrutura organizacional mostra a autoridade e as responsabilidades das pessoas. responsabilidades e autoridade resumem-se na estrutura organizacional. em outros. Em alguns organogramas. . .2.organizar uma equipe. ao mesmo tempo.agregado de cargos. como acontece nas organizações de pequeno porte. . representado pelo gráfico chamado organograma.Divisão do trabalho e definição de responsabilidades.4 ± Organograma da Anatel Fonte: www. . .escrever esta apostila.gov. Tudo depende do tipo de organização. 4. O sistema de comunicação de uma estrutura organizacional fornece a interligação das unidades ou blocos de trabalho e possibilita sua ação coordenada. são desenhados apenas os cargos. do que foi colocado nos planos. São exemplos de atividades de execução: . No entanto. os departamentos e os cargos. No organograma. . no topo da estrutura.5.br/hotsites/Organograma/srf. colaboradores ou funcionários. A comparação (que é inconsciente quando o motorista está em um trajeto habitual) tem por finalidade informar o motorista sobre o que deve fazer para garantir o objetivo. do gerente que tem mais autoridade. que tem a obrigação de obedecer.htm No organograma de uma empresa encontramos as seguintes informações: . Figura 4.Comunicação. um departamento pode corresponder a um único cargo. . (subordinado é uma palavra que está caindo em desuso. 4. 4. O motorista (o principal elemento do sistema de controle) compara continuamente o caminho que está percorrendo (atividades) com o caminho que é necessário para chegar ao destino (objetivo). autoridade formal) é o direito legal que os chefes ou gerentes têm de dirigir ou comandar o comportamento dos integrantes de sua equipe. envolvendo dispêndio de energia física e intelectual.anatel.Autoridade e hierarquia. Os retângulos indicam como foi feita a divisão do trabalho. . A natureza das atividades varia muito de caso para caso.ministrar aula. o número de níveis em que os retângulos estão distribuídos mostra como a autoridade esta graduada.5. Cada retângulo representa um bloco (ou unidade) de trabalho e. Autoridade (a rigor.3 EXECUÇÃO O processo de execução consiste em realizar atividades planejadas.3 DEFINIÇÃO DOS NÍVEIS DE AUTORIDADE Depois de dividir o trabalho.realizar uma tarefa operacional. a estrutura organizacional mostra a comunicação entre as pessoas e grupos.

O objetivo torna-se o critério ou padrão de avaliação do desempenho do sistema. organizar e executar. principalmente.5. motivação. . os administradores precisam de pessoas. estão as pessoas. Você depende da liderança para fazer funcionar todos os outros processos da administração.Controlar. Ou seja. como coordenação. Trabalhar com pessoas é um processo formado por outros processos. o objetivo torna-se o padrão de controle. 4.5 LIDERANÇA E GESTÃO DE PESSOAS No centro do processo administrativo. mas também interpessoal. com base em informações continuas sobre as atividades do próprio sistema e sobre o objetivo. direção. em essência. controlar e. A liderança é um processo complexo. comunicação e participação. como liderança. é um processo de tomar decisões que tem por finalidade manter um sistema na direção de um objetivo. Para planejar. A administração é uma competência intelectual. que compreende diversas atividades e competências dos administradores.