You are on page 1of 8

SISTEMA NERVOSO

Gânglios Conjunto de corpos neuronais que se encontram no curso dos nervos. Em alguma parte de sua trajetória as fibras pré-ganglionares chegam a um gânglio e fazem sinapses com suas células. Sinapses O impulso chega a seu destino final depois de passar por uma série de neurônios. O potencial de ação tem que se transmitir de um neurônio a outro por um lugar de contato com características especiais. Estes pontos de contato ocorrem onde o ramo terminal de um cilindro eixo se põe em contato com os dendritos ou com o corpo do segundo neurônio. Este ponto de contato constitui a sinapse. Nas sinapses não há continuidade de estrutura, e permitem que os impulsos cruzem em uma só direção. Em conseqüência diz-se que têm polaridade. Numa sinapse distinguem-se partes funcionais morfologicamente distintas: Porção pré-sináptica do neurônio transmissor do impulso, na forma de botão terminal que contém numerosas vesículas com substâncias neurotransmissoras (acetilcolina, noradrenalina etc.). Porção pós-sináptica do neurônio receptor. Tende a estar rebaixada na forma negativa ao botão. Fenda sináptica situada entre as 2 porções. Observe, na ilustração abaixo, o esquema de um neurônio. Acompanhe como circulam as mensagens, os impulsos, pelo sistema nervoso.

Anatomia. Espanha. Referências Bibliográficas: Fisiologia Humana. Enfermeria e Ciências da Saúde. Nosso sistema nervoso central divide-se em duas partes: Encéfalo . As lesões neurológicas são irreversíveis. não é substituído quando morre.Lippert Anatomia Texto e Atlas. Mais tarde. 7ª Edição. . sob vários aspectos. o sistema .Lippert Anatomia Texto e Atlas.células. que constituem o que denominamos nervo. Por isso é que um neurônio.As células nervosas são diferentes das demais. Uma diferença significativa é o fato de o sistema nervoso formar-se durante a fase embrionária. Guyton . ponte ou protuberância e bulbo. . Imagens modificadas de: Mosby Dicionário de Medicina. órgãos apenas se desenvolve. . Como são muitos os neurônios que participam desse sistema de circulação de impulsos. cerebelo.Hall. . formam-se "feixes" de axônios. cerebelo. Espanha. 5ª Edição 2000. Basmajian. 9ª Edição. o que pode acontecer é o organismo utilizar-se de neurônios que antes não eram utilizados integralmente. diferentemente do que ocorre com os outros tipos de tecidos do nosso corpo. ENCÉFALO Porção do sistema nervoso contida dentro do crânio e que compreende o cérebro. de associação e motores. a protuberância e o bulbo raquidiano. tecidos.Tratados de Fisiologia Médica. 4ª Edição. Philippe Meyer. Podemos classificar os neurônios em três tipos básicos: sensoriais.situado no crânio e formado pelos seguintes órgãos: cérebro.localizada no canal vertebral. Medula espinhal tebral . Espanha. . 4ª Edição.

nas das diferentes capas e na conformação celular fibrilar.O encéfalo e a medula formam o sistema nervoso central É o órgão onde se radicam a sensibilidade consciente. O córtex cerebral não é homogêneo. encontrando-se diferenças na espessura total. Apresenta um profundo sulco que chega até o corpo caloso e o divide em dois hemisférios simétricos (esquerdo e direito). VISTA EM CORTE SAGITAL . A córtex cerebral constitui o nível superior na organização hierárquica do sistema nervoso. se encontra repregada apresentando pregas ou circunvoluções e figuras ou canais. a mobilidade voluntária e a inteligência. por este motivo é considerado como o centro nervoso mais importante de todo o sistema.

você tem as áreas cerebrais com suas funções específicas. fatores que abrangem tudo. tanto das ações voluntárias quanto das involuntárias. que é como uma máquina extremamente complexa dotada de um circuito de conexões entre distintos grupos de neurônios. se você acaba de jogar uma partida de futebol. cada vez que pensa. Cada cérebro possui todas as quatro. de forma "natural". é também seu cérebro que está operando. se sente cansado. quando você está acordado. Os avanços da neurociência nos últimos vinte anos permitem saber um pouco mais sobre o funcionamento do cérebro humano. é seu cérebro o encarregado de dar-lhe os sinais para que você faça tudo o que seu corpo necessita para recuperar as energias. destaca-se por regular atividades que requerem o máximo da consciência: aprender. seu êxito pessoal depende da capacidade que você desenvolve para "escutar" e aprender a identificar os sinais que seu cérebro lhe envia. mas somente uma funciona como líder em cada indivíduo. memorizar etc. Ao mesmo tempo. Dentro desse mundo há muitas outras pessoas e outros elementos. O cérebro é o principal órgão do sistema nervoso e o centro de controle de todo o corpo. aquilo que se chama a "realidade". Por exemplo. como o próprio nome indica. de trabalho e econômico. Para responder a todas essas exigências externas. Depende de cada um. Isto é. Ela sustenta que o cérebro tem quatro famílias de habilidades ou de aptidões distintas. como o riso e as lágrimas. como sonhar. . por exemplo. Mas as pessoas não são apenas um corpo que subsiste. Seu cérebro está constantemente enviando-lhe "sinais" de mal-estar ou bem-estar quando se trata de suas emoções. Portanto. se lembra de alguma coisa ou fala. predominam sobre os outros. Tudo porque o grande capitão fica no comando dos controles dessa nave fascinante e complexa que é o seu corpo. comer sua comida favorita ou sentar-se para ver um bom filme. criar. há um elemento muito importante: seu cérebro sempre atua procurando seu bem-estar e seu progresso pessoal. do clima e meio geográfico aos padrões de comportamento social. diante do cerebelo e acima do bulbo. Na medida em que suas decisões e suas ações estejam em sintonia com seus neurônios. MOSTRANDO A SUBSTÂNCIA CINZENTA (CÓRTEX CEREBRAL) E A SUBSTÂNCIA BRANCA A camada externa do cérebro. o cérebro humano trabalha para desenvolver habilidades e respostas eficientes. porque o aspecto mais maravilhoso do cérebro humano é que ele foi projetado de tal forma que cada indivíduo tem certos talentos e habilidades que. seu cérebro se encarrega de que todos os sistemas de seu corpo funcionem normalmente. pensar. O cérebro situa-se no interior da caixa craniana. ou. Ou você se sente relaxado e feliz simplesmente porque está lendo um bom livro. seus pensamentos. Ademais. A PONTE OU PROTUBERÂNCIA Localiza-se abaixo do cérebro. É por isso que. Isso também depende de cada pessoa. Na ilustração. formada por esta substância cinzenta. Ou seja. mesmo se estiver dormindo. depois de um longo dia de trabalho. você respira e o coração bombeia sangue. Você pode dormir. A ponte está também relacionada com reflexos associados às emoções. Possui mais de dez bilhões de neurônios e pesa menos do que 1. mais cheia será sua vida.5kg. a ponte serve de passagem de impulsos nervosos que vão ao cérebro. A doutora em psicologia Katherine Benziger é uma pesquisadora norte-americana de renome. Neste sentido. Regula muitas atividades inconscientes. sua capacidade criativa ou de crescimento em geral. A parte interna é formada pela substância branca. É o grande aliado de cada um e o que nos ajuda a viver e a negociar com a realidade. mas seres que participam num mundo de relacionamentos consigo mesmos e com o mundo ao redor. esteja você dormindo ou acordado. sente. À medida que você vai desenvolvendo esses talentos e habilidades você adquire mais chances de êxito. denomina-se córtex cerebral. Já pode ter acontecido de você ficar de mau humor porque não gosta do seu trabalho.ESQUEMA DE UM CORTE DO CÉREBRO.

esta se ramifica no interior do cerebelo como os ramos de uma planta. entre seus dois hemisférios se interpõe uma pequena saliência que lembra um verme chamado Vernix. por um lobo mediano. O cerebelo está dividido em duas partes por um sulco sagital. . O cerebelo constitui a parte posterior e inferior do encéfalo. tem ele contacto com as fossetas inferiores do osso occipi. a cissura transversal ) separa o cerebelo do cérebro. Os pedúnculos cerebelares médios ligam o cerebelo à ponte de Varólio) e os pedúnculos cerebelares inferiores a põem em comunicação com o bulbo ou medula alongada. formando arborizações chamadas "árvore da vida". há um segmento de substância nervosa que faz a ligação . Apresenta dobras em sua superfície e a substância cinzenta de sua parte cortical penetra no interior da branca. Cérebro e cerebelo constituem a parte superior do encéfalo em direto contacto com os ossos cranianos. entra no crânio pelo buraco occipital. de fato. Também no cerebelo. pelo que se distinguem dois lobos laterais reunidos.tal. e a medula espinhal que. como no cérebro. Entre a massa do cérebro e a do cerebelo. enchem a cavidade craniana. Ela.é o tronco cerebral. no centro. de modo que o cerebelo parece uma massa nervosa independente. depois de ter percorrido o canal vertebral. na verdade. a substância cinzenta está na periferia e a substância branca no interior. dito ainda vérmis do cerebelo. está unida ao cérebro somente por dois prolongamentos: os pedúnculos cerebelares superiores. que. pelo que os antigos anatomistas a chamaram de "arbor vitae" (árvore da vida).CEREBELO É o centro coordenador dos movimentos e intervém também no equilíbrio do corpo e na orientação. U ma cissura.

Com a dor. o vômito. garantindo uma perfeita harmonia entre eles. regula o grau de contração do músculo em repouso. na tentativa de afastar o estímulo potencialmente nocivo. as cócegas podem ser definidas como uma sensação especial.O CEREBELO Localiza-se logo abaixo do cérebro e possui seguintes funções: Coordena os movimentos comandados pelo cérebro. Além da sensação característica. produzida por um leve roçar ou pela fricção de alguns pontos da pele ou das mucosas. rege a atividade de funções tão importantes para a vida como a respiratória e a do coração. como tal. A sensação de cósega é gerada pela estimulação de receptores sensitivos cutâneos não-específicos (terminações livre). TRONCO CEREBRAL . controla importantes funções do nosso organismo. É um órgão elaborador de atos reflexos e. O estímulo geralmente é tátil e suave. geralmente acompanhada por riso incontido. e que geram comportamentos de autoproteção. os mesmos relacionados à sensibilidade dolorosa. para que não haja o desencadeamento de sensações mais desagradâveis. BULBO Tem sua origem na base do crânio e continua na medula. -dá o tônus muscular. -mantém o equilíbrio do corpo. Localizado abaixo da ponte. há a tentativa de afastamento do estímulo da cócega. Essas oservações levam à hipótese de que as cócegas fazem parte de um conjunto de sensações que incluem a coceira e a dor. a tosse e o piscar dos olhos). do departamento de Neurologia do Hospital das Clínicas de São Paulo. o ritmo dos batimentos cardíacos e certos atos reflexos (como a deglutição. entre elas: a respiração. isto é. CURIOSIDADE Porque sentimos cócegas? Segundo Nilberto Scaff. graças às suas ligações com os canais semicirculares do ouvido interno.

o qual. Envolvendo esses Órgãos. . está situada adiante do bulbo. A ponte é constituída superficialmente por fibras que se cruzam. alguns dos quais constituem a origem de um certo número de nervos cranianos Os pedúnculos cerebelares apresentam-se sob a forma de dois cordões brancos que vão divergindo de baixo para cima para penetrar no cerebelo propriamente dito. e que por essa razão ae chamam 'nervos cranianos'. pia-máter . desde a região do atlas . como veículo condutor de impulsos nervosos. acaba. Por meio dessa rede de nervos. Tem a forma de um tronco de pirâmide. mediante o 'aqueduto de Sylvius'. o bulbo. entre os dois órgãos há o quarto ventrículo. isto é. recebendo mensagens de vários pontos e enviando-as para o cérebro e recebendo mensagens do cérebro e transmitindo-as para as várias partes do corpo. por estar em contacto com o cerebelo.é a membrana interna.é a membrana externa que fica em contato com os ossos. dez emergem do tronco cerebral. a ponte de Varólio.primeira vértebra . Da medula partem 31 pares de nervos que se ramificam. Mas nem o encéfalo entra em contato direto com os ossos do crânio. comunica. A medula funciona como centro nervoso de atos involuntários e. contrariamente. São elas: dura-máter . Aqui você tem um corte mostrando a estrutura interna da medula espinhal. também chamada 'protuberância anular'. Veja um corte dessa importante estrutura de nosso corpo A medula ocupa grande parte do canal vertebral: desde a primeira vértebra cervical até a segunda vértebra lombar. continuando com o canal central da medula. Embaixo. O bulbo ou medula alongada continua na medula espinhal depois que esta penetra no crânio. existem três membranas chamadas meninges. Dos doze pares de nervos que têm origem no encéfalo.até o nível da segunda vértebra lombar. como uma faixa que o contornasse e que dos lados seria continuada pelos pedúnculos cerebelares médios que alcançam o cerebelo.O tronco cerebral é constituído por três partes: os pedúnculos cerebrais. Mede 3 cm de largura e pesa cerca de 7 gramas. também. o bulbo ou medula alongada. A ponte de Varólio. o sistema nervoso central é continuado pela medula espinhal A MEDULA ESPINHAL Nossa medula espinhal tem a forma de um cordão com aproximadamente 40 cm de compri mento. nem a medula toca diretamente as vértebras. com o terceiro ventrículo. Ocupa o canal vertebral. aracnóide . a medula se conecta com as várias partes do corpo. em cima. em profundidade achamos núcleos de substância cinzenta. As meninges Você sabe que o encéfalo e a medula espinhal estão protegidos por estruturas ósseas: o crânio (para o encéfalo) e as vertébras (para a medula). que envolve diretamente os órgãos. Para fora do crânio.é a membrana intermediária entre as outras duas. A formaçâo que está atrás da ponte. assim. se estreita.

NERVO é a reunião de várias fibras nervosas.Entre a pia-máter e a aracnóide existe um líquido. O SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO Esquema da estrutura de um nervo. O sistema nervoso periférico é formado por nervos encarregados de fazer as ligações entre o sistema nervoso central e o corpo. As fibras estão reunidas em pequenos feixes. Em nosso corpo existe um número muito grande de nervos. que podem ser formadas de axônios ou de dendritos. . Seu conjunto forma a rede nervosa. cada feixe forma um nervo. Ele protege os orgãos do sistema nervoso central contra choques mecânicos. cujas fibras nervosas são formadas de axônios ou dendritos. chamado líquido cefalorraquidiano.