You are on page 1of 3

ESCOLA PROFISSIONAL DA

APRODAZ
COMÉRCIO- EVOLUÇÃO E MODELOS
ORGANIZACIONAIS

Comércio- Evolução e Modelos Organizacionais foi a segunda UFCD/UC


leccionada pelo formador Rogério Gaspar, cuja carga horária foi de 25 h.

Nas primeiras aulas o formador falou sobre o surgimento do comércio e a


evolução da moeda. Depreendi que, desde a Pré-história os Homens já trocavam
produtos entre si, e o se no início os produtos eram trocados por necessidade,
posteriormente as pessoas perceberam que valia a pena produzir mais para futuras
trocas. A moeda surgiu para facilitar as trocas comerciais, tendo sofrido várias
alterações ao longo dos tempos.

De seguida, abordámos o conceito de comércio e as fases mais importantes do seu


desenvolvimento. O comércio é uma actividade que se situa entre a produção de bens ou
serviços e o seu consumo ou utilização pelos consumidores. A primeira fase foi na pré-
história em que o comércio era uma actividade esporádica, desorganizada e até
arriscada, era a fase do comércio silencioso. A segunda foi a fase de sedentarização, na
qual verificou-se a criação de excedentes o que aumentou a apetência para as trocas. A
terceira foi a fase do advento da encomenda, onde passou-se a produzir por encomenda,
surgindo os primeiros mercadores (almocreves) que usavam os animais anteriormente
domesticados. A quarta foi a fase dos descobrimentos marítimos, a partir do século XV
aumentou o gosto pelo comércio de luxo e exótico. A quinta foi a fase da Revolução
Industrial (século XVIII), houve uma massificação da produção e um grande aumento
do número de lojas e início da sua especialização; o comércio beneficiou muito com o
desenvolvimento dos transportes. A sexta foi a fase contemporânea, surgiu após a
Segunda Guerra Mundial, com o aparecimento dos supermercados e das grandes
superfícies passa-se do comércio à distribuição. A sétima fase, e última até aos dias de
hoje, é a chamada fase do comércio electrónico, no qual os mercados são cada vez mais
virtuais, onde tudo se vende e se compra.

Depreendi que passámos de uma sociedade de produção para uma sociedade de


consumo, pois hoje em dia não se vende aquilo que as empresas produzem mas sim o
que os clientes querem comprar. Segundo o economista W.Rostow este processo
ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ
Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com
ESCOLA PROFISSIONAL DA
APRODAZ
COMÉRCIO- EVOLUÇÃO E MODELOS
ORGANIZACIONAIS

manifesta-se em 5 etapas: sociedade tradicional, sociedade de transição, início da


expansão ou fase do arranque, maturidade e sociedade de consumo em massa. O
principal factor que modificou o processo produtivo foi o processo de mecanização,
contribuindo para o aumento do número de bens, a divisão e especialização do trabalho,
a padronização dos produtos, a organização científica da produção, a melhoria da
qualidade dos bens, a produção de bens inimagináveis e a produção a preços mais
baixos. Pode-se dizer que o aparecimento das máquinas é o triunfo do homem sobre a
matéria bruta, permitindo despenalizar o trabalho humano. Actualmente, o mundo esta
profundamente marcado por três tipos de máquinas, sendo elas os transportes, as
máquinas de produção e as máquinas de comunicação.

As máquinas foram simultaneamente precursoras e meio de desenvolvimento da


Revolução Industrial, sendo esta um processo radical no curso da evolução humana com
reflexos enormes na sociedade, na economia e na relação entre a oferta de produtos e a
sua aquisição. Podemos dizer que o vendedor e o consumidor já passaram por três
períodos, denominados respectivamente, pela era da produção, era da venda e era do
marketing.

O comércio tradicional e o comércio moderno foi o tema a ser estudado de


seguida. Percebi que o comércio tradicional, independentemente do formato, é o
comércio de pequena dimensão que ocorre em lojas de rua ou até em feiras, admite
praticamente todos os bens e surge, principalmente, no centro das cidades ou em zonas
densamente povoadas. O moderno é o comércio que funciona principalmente em
grandes superfícies comerciais, apostando na especialização e na imagem. O primeiro
tipo de comércio distingue três conceitos: comércio tradicional, pequeno comércio e
comércio de rua.

Durante as aulas tive a oportunidade de fazer juntamente com a turma e o


formador uma visita de estudo ao Banco de Portugal, em Ponta Delgada, em que vi um
documentário sobre a história do dinheiro, uma exposição intitulada “O dinheiro nos
Açores”, uma apresentação por via de um documentário e de alguns slides da instituição
Banco de Portugal, aprendi como as notas do euro são fabricadas e como reconhecer as

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com
ESCOLA PROFISSIONAL DA
APRODAZ
COMÉRCIO- EVOLUÇÃO E MODELOS
ORGANIZACIONAIS

notas falsas. Gostei muito desta visita porque esclareceu algumas curiosidades que
tinha, nomeadamente, quanto ao funcionamento do Banco de Portugal.

O primeiro método de avaliação foi um trabalho de grupo, que consistiu nas


formas ou estruturas da distribuição (comércio independente, comércio associado,
agrupamentos de compras, comercio integrado, sucursais ou cadeias de lojas, grandes
armazéns, armazéns populares, grandes superfícies generalistas e franchising), o meu
grupo fez um trabalho sobre o comércio independente e os agrupamentos de compras,
onde falámos nas suas características, nas vantagens, nas desvantagens e foram dados
alguns exemplos. Este trabalho foi muito interessante de realizar, na medida em que
permitiu-me conhecer melhor estas duas formas de distribuição de uma forma mais
dinâmica. O segundo método foi um teste de consulta.

A matéria leccionada em Comércio- Evolução e Modelos Organizacionais tem


uma grande ligação com as redes sociais, na medida em que, é uma forma de
estabelecer ligações. Desde a Pré- História que as trocas de produtos eram uma forma
de as pessoas se relacionarem e criarem laços. Actualmente, passa-se o mesmo, pois se
frequento um estabelecimento comercial com regularidade, acaba por surgir uma
relação de amizade com os funcionários e até mesmo com outras pessoas que costumo
encontrar lá, passando estas pessoas a fazerem parte das minhas redes sociais reais.

Não posso também esquecer que as redes de informação e comunicação pela sua
exigência e possibilidades que oferecem nas novas plataformas, estão particularmente
relacionadas com o comércio.

Eduarda Carreiro

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com