You are on page 1of 13

Curso de Violão

INTRODUÇÃO
Começar a tocar violão não é uma tarefa fácil, requer um pouco de dedicação e muita, muita
persistência. Porém vale à pena, e música por si só, transforma, executá-la então, pode mudar
uma existência, ou muitas...Aproveite esta oportunidade de aprender a tocar violão e participe da
experiência de sentir seus dedos irem transformando-se em vozes ...
Este curso rápido está dividido em módulos e cada módulo dividido em aulas. Tenha um pouco
de paciência, vá de passo em passo, não adianta pular as aulas sem exercitá-las.Nos anos que já
tive de experiência como professor de música tive contato com muitos métodos e estilos de
ensinar. Alguns métodos até prometem: "Aprenda a tocar em 1 semana ", "Método rápido para
iniciantes ", Claro que tudo isso é possível, mas no final da história, o que mais conta mesmo é o
esforço e a dedicação pessoal.
Por essas e outras é que combinei diversos métodos, tentando simplificá-los e adaptá-los à
realidade da sala de aula de música, e agora mais uma vez, desafio-me a torná-los "On-Line".

Talvez o primeiro passo seja verificar se o violão está de acordo com o futuro músico (Tamanho,
Cordas...). Muitas vezes se começa com um violão emprestado, o que é muito normal (e
econômico) o que não impede de fazer uma limpezinha no instrumento, passar um pouco de óleo
nas tarrachas (onde as cordas são presas no alto do braço do violão).Eu recomendo colocar um
jogo de cordas novo, de preferência nylon (pois não machuca tanto os dedos, apesar do volume
de som ser menor).

1a. Aula

Dois são os primeiros desafios no aprendizado do violão:


- Fazer os movimentos da mão direita corretamente e com ritmo;
- Mudar os acordes da mão esquerda.
Por isso essas devem ser as suas maiores dificuldades caso você ja tenha tentado aprender violão
sozinho (o que é bem provável se você chegou até esta página).
Entretanto peço licença aos já iniciados pois não abordaremos, no momento, diretamente estes
aspectos para mas faremos uma parada para alguns esclarecimentos:
O sistema de escrita musical simplificado para o violão é o sistema de Cifras.
Esse sistema utiliza letras e símbolos que representam os Acordes, da seguinte forma:

Acordes: A=Lá, B=Si, C=Dó, D=Ré, E=Mi, F=Fá, G=Sol

Símbolos: #=Sustenido, b=bemol, m=menor, 7=com sétima, +=aumentado

Um Acorde é um conjunto de notas (duas ou mais cordas do violão tocadas de uma só vez) que
resulta num som agradável ao ouvido (Apesar de alguns enarmônicos não serem tããão
agradáveis assim). É o princípio básico do estudo do método de violão popular, por isso é muito
importante decorar a tabela acima, pois os acordes são representados pelas suas letras acrescidas
dos símbolos, portanto a Cifra: A# representa o acorde de Lá sustenido maior, e a Cifra: Bm
representa o acorde de Si menor.
O que dá ritmo à música no violão são os movimentos da mão direita. Esse movimento é
determinado pelo Compasso utilizado na música. O primeiro compasso que iremos estudar é o
Compasso Quaternário.
IMPORTANTE: Utilizaremos flechas para representar os movimentos da mão direira da
seguinte forma:

A flecha com a ponta preta representa Um toque do dedo Polegar sobre as cordas (Os toques do
dedo polegar serão sempre de cima para baixo neste método - nunca o Polegar tocará no sentido
ascendente)

A flecha neste modelo representará um toque com os outros 4 dedos da mào direita sobre as
cordas. Este movimento poderá ser para cima ou para baixo;
. Tocar com os 4 dedos da mão direita não significa tocarcom os dedos todos grudados, mas sim,
separar o movimento do polegar do movimento dos outros dedos: quando tocar o Polegar não
tocam os outros dedos, quando tocarem os 4 Dedos não toca o polegar.

Nessa primeira aula exercitaremos as duas mãos separadamente, começando pela mão direita.

EXERCÍCIO 1: Movimentos da Mão Direita:


- Coloque o violão com a curva menor (aquela que é própria para isso mesmo) sobre a perna
direita. O violão deve estar bem firme, ou seja, totalmente encaixado sobre a perna de forma a
não comprometer o desenvolvimento dos exercícios. Você pode também, caso seja mais
confortável, cruzar a perna direita sobre a esquerda e depois apoiar o violão sobre ela.
Faça o movimento representado pelas flechas abaixo com a mão direita, sem muita força, mas
tirando um pouco de som.
Enquanto fizer os movimentos com a mão direita, mantenha a mão esquerda segurando em
qualquer parte do violão que não encoste nas cordas. Esqueça-a por enquanto, concentre-se
somente na mão direita agora. Da correta execução destes exercícios simples depende todo o
andamento do curso de violão.
- Execute esse exercício sobre a Boca do violão (o buraco no meio do corpo do violão):
Não tenha pressa, mantenha um ritmo lento no início contando 1, 2, 3, 4 para cada compasso
completo (os quatro toques nas cordas);
Quando você contar 1 - Toque com o Polegar para baixo e nos outros movimentos use os outros
dedos da mão direita.
.1 .... 2 .... 3 .... 4.

Exemplo: (Aguarde carregar a animação):

Vá emendando um movimento com outro da seguinte forma: quando terminar de subir com os
quatro dedos no movimento 4, inicie novamente descendo o polegar no movimento 1, sem que se
perceba pelo som que um compasso terminou e outro está começando.
Faça muitas vezes este exercício, ele é muito importante, seja persistente! Repita muito até que
você consiga fazer os movimentos bem ritmadamente sem precisar contar (nem mentalmente).
Lembre-se que você não poderá contar os movimentos enquanto estiver tocando e cantando uma
música, por isso é mais do que necessário exercitar tanto que a mão direita funcione quase que
automaticamente.

Muito bonito, muito legal o exercício 1, mas diga a verdade: ele realmente não se parece com
nenhuma música que você conhece, mas porque?
Obviamente porque falta a mão esquerda: é ela quem vai dar sentido à música (e também um
bom trabalho a você neste curso).

Da mesma forma que existem símbolos (flechinhas) que determinam os movimentos da mão
direita, também existem os símbolos que representam as posições da mão esquerda:
- Cada dedo da mão esquerda é representado por um número (exceto é claro, o dedo polegar que
deverá ficar atrás do braço do violão).
Os números representam os seguintes dedos da mão esquerda:

NÚMEROS:

1 - Indicador
2 - Médio
3 - Anelar
4 - Mínimo

Estes números são utilizados para representar os dedos da mão esquerda em pequenos desenhos
do braço do violão.
Existem muitas formas de se dedenhar o braço do violão, eu escolhi duas: uma delas é mais
clássica usada nos livros e revistas de música, a outra é uma forma artística de representar o
acorde (por isso é mais fácil de entender)

Primeira forma:

Para entrender como esse desenho representa o braço do seu violão:


· Coloque o seu violão de pé, virado com as cordas para você e compare com o desenho;
· Os traços verticais indicam as cordas do braço do seu violão, sendo que o primeiro traço do
desenho acima já representa a primeira corda. Note que a primeira corda da direita para a
esquerda é a mais fina;
· A sexta corda, representada pela sexta linha da direita para a esquerda, é a mais grossa;
· Os traços horizontais representam os "ferrinhos" que dividem os espaços no braço do violão. Os
ferrinhos chaman-se Trastes e os espaço (onde apertamos os dedos da mão esquerda) chaman-se
Casas. Estes espaços (Casas) estão representados por números romanos: I, II, III, IV, V, ... e
asssim seriam as demais casas até a XII (que será a última utilizada aqui neste curso). Note que a
primeira casa (na posição em que está o violão na sua frente agora) encontra-se no alto do braço
do violão e a décima segunda na base junto ao corpo do violão.
· Podemos verificar um número dentro de um círculo, este número ( 1 ) representa um dedo
apertando uma corda do violão. Neste caso representamos:
o O dedo 1 (Indicador) da mão esquerda pressionando:
o A terceira corda (contada como sempre, de baixo para cima, da mais fina para a mais grossa),
o Na terceira casa do braço do violão.
· São então três as coordenadas para fazer uma nota qualquer no braço do violão: Qual o Dedo a
ser usado, qual a corda e qual a casa em que deve ser pressionada .

Segunda Forma :
Essa segunda maneira de desenho é bem mais fácil de entender:
· Os números representam os dedos que estão sendo realmente pressionados contra as cordas.
Isso serve para evitar confusões quando um dedo do meio da mão não estiver participando do
acrode (você entenderá isso mais adiante);

EXERCÍCIO 2: Movimentos da Mão Esquerda.


- Coloque novamente o violão sobre a perna direita.
Neste momento é a mão direita que deve ficar quietinha e deixar a esquerda trabalhar, por isso
você deverá observar alguns aspectos:
1. Nunca apóie o seu braço na perna, ou em qualquer outra superfície, deixe-o solto à vontade,
afinal você não quer se tornar um violonista "corcunda", quer?
2. Evite encostar a palma da mão na parte de baixo do braço do violão, esse vício é visto na
maioria dos violonistas por aí.
3. Firme bem o polegar na parte de traz do braço do violão.

O primeiro acorde: Ré maior (D)

Agora que você já conhece a simbologia, coloque três dedos da mão esquerda no braço do violão
da seguinte forma:

O dedo 1 (Indicador) na II (Segunda) casa da 3a. (Terceira) corda.


O dedo 2 (Médio) na II (Segunda) casa da 1a. (Primeira) corda.
O dedo 3 (Anelar) na III (Terceira) casa da 2a. (Segunda) corda.

Esse Acorde ficará assim:

Segundo acorde: Lá com sétima (A7)


Terceiro acorde: Mi menor (Em)

Importante: Lembre-se de que somente os dedos que estão com números é que deverão apertar as
cordas do violão, os outros (que estão sem números) não deverào de forma alguma tocar nas
cordas!

Treine muito esses três acordes, mudando de um para o outro o mais rapidamente possível. É a
única maneira de poder tocar uma música.
Os outros acordes que serão utilizados no nível 1 (caso você tenha curiosidade de conhecê-los)
deste curso são:
2a. Aula

Esta é uma aula muito especial, neste momento, antes de prosseguir, você deve certificar-se de
que realmente entendeu e conseguiu desenvolver os dois exercícios anteriores!
Nesta aula tentaremos executar um terceiro exercício: mover a mão esquerda de um acorde para
outro sem parar o movimento quaternário.

EXERCÍCIO 3: Mudança de acordes.

É agora! Vamos começar a tocar: mudando de um acorde para outro.


Não é tão difícil como pode parecer de início, mas é necessário bastante esforço.
- Vamos lá, coloque o violão sobre a perna direita, firme-o bem e forme o acrode D (Ré maior)
- Faça o movimento quaternário quatro vezes sem parar, logo em seguida mude para o acorde de
Em (Mi menor) faça mais duas vezes o compasso com a mão direita mantendo o acorde e então
mude a mão esquerda para o acorde de A7(Lá com sétima).

Parece difícil ? Calma ... Tudo será explicado, faça conforme os modelos abaixo:
(Aguarde o carregamento da animação)

IMPORTANTE:
- Leve sempre o dedo Indicador (Dedo 1) primeiro nas mudanças de acordes que usam este dedo
(Ré maior), ou o Dedo 2 nos outros acordes, por exemplo: estando com o acorde D feito com a
mão esquerda, retire o Dedo 2 da terceira corda e coloque-o na quinta corda, na mesma casa ,
logo em seguida retire os dedos 2 e 3, colocando somente o Dedo 3 na quarta corda.
- Não se esqueça que o movimento quaternário deve ser feito lentamente.
- Faça as mudanças entre um acorde e outro muito lentamente no princípio dando pequenas
paradas para mudar os dedos da mão esquerda.
- Vá aumentando a velocidade das mudanças entre um acorde e outro (não a velocidade do
compasso " 1 2 3 4 " que deve ser sempre lento).
- Repita muitas vezes esse exercício, no começo será bastante difícil, mas depois você verá os
resultados na terceira aula quando tocarmos a primeira música.
- "Deus dá dons a todos, desenvolva o seus!"

3a. Aula

Finalmente vamos tocar violão de verdade, nossa primeira música!


Eu ainda me lembro da primeira música... é emocionante cantar e tocar pela primeira vez, mas
exige muito esforço e muitas tentativas...
Bem, vamos a algumas explicações:
A maneira de se escrever os acordes que devem ser utilizados no violão durante a execução de
uma música, é feita através da colocação das Cifras sobre a letra da música.
A mão direita deve continuar sempre tocando o ritmo quaternário, mesmo que o violão não esteja
produzindo aqueeeeele som ... é normal que surjam alguns bzzz, bzzz entre as cordas ao tocá-
las ... mas não pare a mão direita, nem diminua ou aumente a velocidade dos toques da mão
direita.

EXERCÍCIO 4: Quase uma música.

Música: Luar do Sertão

Serão tocadas as notas de acordo como elas aparecerem sobre a letra, por exemplo, sobre a
palavra ´Há´ haverá um D o que representa que você deve fazer um (Ré maior) com a mão
esquerda no braço do violão.

Você começa a tocar a música com esse acorde, fazendo o movimento quaternário lentamente,
no ritmo do coração, e vai cantando (pode ser mentalmente) a música sem parar de tocar,
mantendo um ritmo constante sem acelerar nem reduzir a velocidade, independente de que parte
da música esteja cantando.
Sobre a palavra ´não´ haverá um Em mostrando que você deve mudar do acorde em que você
estava para o acorde de (Mi menor), e sobre a palavra ´este´ haverá um A7, onde você deverá
fazer a mudança para o acorde de (Lá com sétima).
Perceba que só começamos a tocar a partir da palavra: ´há´.

Tenha calma e repita muitas, muitas vezes este pedaço da música, pode ser meio chato, mas você
só pode chegar em músicas mais complexas (e mais agradáveis) passando por este pequeno
sacrifício!

4a. Aula

Agora uma música cristã para você tocar. O objetivo neste curso é tocar para Deus, porque Ele é
a fonte da música.
Ele já cantava antes do universo ser criado;
Se você por acaso está sentindo que as músicas que o mundo lhe apresenta já não trazem mais
paz ao seu coração, é hora de voltar para o Senhor. Faça um profundo silêncio, pense na sua
vida, no que tem feito, que Ele cantará um "Cântico Novo" no mais profundo do seu coração.
Para cantar a Deus é necessário primeiro ouví-lO.
E é isso que nós iremos fazer agora, tocar e cantar para o Senhor.
Os princípios são os mesmos da "música" anterior, só que a alma deve estar diferente para
executar esta, o conteúdo é diferente ... pense nisto!

EXERCÍCIO 5: Música - cantar, tocar e mudar os acordes.

Música: Um Certo Galileu


Autor: Pe. Zezinho

Não há segredo, basta você seguir as recomendações anteriores e fazer as mudanças na hora
certa.
Falando nisso, é hora de se tomar consciência de alguns aspectos muito importantes com relação
ao ritmo e às mudanças de acorde:
- De início tome uma regra básica:
As mudanças de acorde sempre acontecem no Primeiro toque do compasso, ou seja num toque
do Polegar.
- É muito mais simples do que parece, aliás, você já vem fazendo isso se vem executando
corretamente os exercícios, desde o exercício 3 .

D: Um certo dia, a beira


A7: mar, apareceu um jovem gali_
D: leu. Ninguém podia, imagi_
A7: nar, que alguém pudesse amar, do jeito que Ele a_
D: mava. Seu jeito simples de conver_
A7: sar, tocava o coração de quem o escu_
D: tava. E seu nome era Jesus de Naza_
Em: ré, sua
A7: fama se espalhou e todos
D: vi_
A7: nham
D: ver O fenômeno do Jovem prega_
Em: dor, Que tinha
D: tan
A7: to a_
D: mor.

5a. Aula

Vamos em frente, começaremos a trabalhar um pouco mais os acordes que você já conhece com
uma música um pouco mais difícil.
Essa 5a. aula é muito importante, pois nela você irá verificar se realmente aprendeu o que viu nas
4 primeiras aulas.
É simples: você deve tentar tocar esta música até que consiga fazer todas as mudanças sem
procurar olhar para os desenhos dos acordes.
Se você conseguir isso, parabéns, já pode passar para a 6a. aula com tranquilidade. Entretanto, se
você não conseguir executar essa música, volte atrás revise as primeiras aulas, veja onde você
tropeçou e tente novamente.

EXERCÍCIO 6: Mudança um pouco mais rápida dos acordes.


Música: A Praça
Essa música não tem nada de difícil, basta concentrar-se no que está fazendo!
Se você não conhece a música, peça para alguém cantá-la para você, tudo bem essa talvez não
seja uma das músicas mais empolgantes que você já ouviu, mas paciência ... toda evolução tem o
seu preço ...
A música, como sempre será, está em formato .txt, mas lembre-se você irá encontrar as músicas
quase sempre nesse formato pela internet à fora.
Volte ao Exercício 3 que ele tem a sequência da música.Música: A Praça D Em Hoje eu acordei
com saudade de você, A7 DBeijei aquela foto que você me ofertou, Em Sentei naquele banco da
pracinha só porque, A7 D Foi lá que começou o nosso amor Em A7 DA mesma praça, o mesmo
banco, as mesmas flores o mesmo jardim, Em A7 D Tudo é igual, mas estou triste, porque não
tenho você perto de mim Em Senti que os passarinhos todos me reconheceram, A7 D E eles
entenderam toda a minha solidão, Em Ficaram tão tristonhos que até emudeceram, A7 DAí então
eu fiz esta canção
6a. Aula

Nesta Aula vamos aprender 2 novos acrodes que são muito importantes para a execução de
inúmeras músicas.
Os acordes são Mi maior, e Lá maior (o Lá com sétima você já conhece) .
Da mesma maneira como você fez nas primeiras aulas siga os passos corretos:
Observe bem o desenho do acorde;
Coloque dedo por dedo na corda e casa certos;
Faça muitos movimentos tirando e recolocando os dedos nos seus respectivos lugares;
Tenha muuuita paciência e faça os exercícios com calma.

EXERCÍCIO 7: Acordes de Mi maior e Lá maior.

Lembre-se que os desenhos representam o braço de um violão de pé, virado para você, assim a
corda mais fina á representada pela primeira linha da direita.
Aí está o acorde de Mi maior.
Acorde de Lá maior
EXERCÍCIO 8: Mudanças entre os acordes de A - D - E.

Da correta execução deste exercício depende a progresão no restante do curso.


É muito importante dedicar pelo menos 15 minutos a este exercício.

Muito simples: Faça as seguintes mudanças:

Aguarde o carregamento da animação ...


<>
Observações:
· Para fazer corretamente a mudança do acorde de D (Ré maior) para o acorde de E (Mi maior)
faça o seguinte: Estando no acorde de Ré maior mude primeiro o Dedo 1 (Indicador) arrastando-
o uma casa para trás, (sem tirar o dedo da corda)assim ele já assume a posição que irá ocupar no
acorde de Mi maior. Em seguida mude os outros dois dedos. É muito simples.
· Já para fazer a mudança do acorde de E (Mi maior) para o acorde de A (Lá maior) mude
primeiro os Dedos 2 e 3 para a terceira e segunda cordas, respectivamente.

7a. Aula

E aí, vamos subir mais um degrau na vida de violonista ?


Continuaremosna nossa maravilhosa experiência de cantar para Aquele que nos criou !
Todos os dias desde que acordamos, até à noite, nós passamos o tempo em correrias, sem
tempo !
Já não é mais o relógio que nos serve, mas nós é que servimos ao relógio ...
Sào tantas as nossas atividades, que acabamos por não retirar da vida, de cada segundo, a sua
essência ! Afinal, o que realmente importa ...
O que compramos ? O que conquistamos ?
Gastamos um precioso tempo de nossa vida nas preocupações passageiras, buscando uma
felicidade material, nas coisas ... elas são necessárias, mas não são a essência ... É importante
parar, ter tempo de SER ... sentir-se vivo, participante da "Vida Divina" . Precisamos de tempo
para perceber nas coisas a presença de Deus.
Hoje, enquanto o seu coração bate, sem que você perceba ou tenha domínio sobre ele, há um
Deus que o ama e que é capaz de dar sentido a sua vida, novo ânimo a sua existência, a
acredite !!!
Nós vamos agora louvar quem nos deu a vida, e a renova todos os dias ... usando os acordes que
aprendemos na última aula Lá e Mi .

EXERCÍCIO 9: Tocar louvando ao Senhor.


Música: Glória, Glória Aleluia
Faça as mudanças na hora certa, e busque pressionar os dedos com um pouco mais de força para
que o som comece a melhorar (diminuindo os bzzz, que às vezes aparecem).
Observação
Se você não está mudando ainda com velocidade e precisão, nem tente tocar esta música, Ok?
Primeiro treine os acordes.
Esta música tem uma peculiariedade: algumas mudanças acontecem fora da letra da música, faça
essas mudanças observando que sempre se deve começar uma nova posição pelo polegar,
portanto sempre é necessário fazer pelo menos um compasso quaternário antes de fazer a
próxima mudança. Qualquer dúvida escreva.
Glória : Glória, Glória, Aleluia. RITMO: Quaternário A Glória, Glória, Aleluia D AGlória,
Glória, Aleluia E A Glória, Glória, Aleluia, Louvemos ao Senhor. A 1 - Na Beleza do que
vemos, Deus nos fala ao coração, D Atudo canta: Deus é grande, Deus é bom e Deus é Pai. E AÉ
seu Filho Jesus Cristo quem nos une pelo amor, Louvemos ao Senhor! A 2 - Deus nos fez
comunidade, prá vivermos como irmãos, D ABraços dados todos juntos, caminhamos sem parar.
E AJesus Cristo vai conosco, Ele é jovem como nós, Louvemos ao Senhor! A 3 - Jesus Cristo é
Alegria, Jesus Cristo é o Senhor, D ADa vitória sobre a morte deu a todos o penhor. E
AVenceremos a tristeza, venceremos o temor, Louvemos ao Senhor!
8a. Aula

Estamos evoluindo, meu irmão...


Caso você esteja um pouco desanimado por olhar para os que tocam mais que você e pensar:
Quanto falta para eu tocar bem !!! Deixe disso ...
Olhe para traz e veja o quanto você já evoluiu !!! Em sete aulas você já está tocando, dos seus
dedos saem notas musicais !!!
Vamos mudar tudo agora. É hora de um passo ainda maior, vamos estudar um formato de
acordes um pouco mais difícil:

Sol Maior (G)


Dó Maior (C)
Ré 7 (D7)
Estes são três dos acordes mais usados e mais importantes na música popular ... tenha certeza
que: Se você conseguiria achar algumas dezenas de músicas na internet que usariam somente os
acordes que você sabia até agora, com estes três acordes a possibilidade de encontrar músicas ( e
especialmente poder acompanhar músicas na igreja) almenta para algumas centenas !!!
EXERCÍCIO 10: Mudança de acordes Sol - Dó - Ré7.

As mudanças provavelmente vão dar um pouco mais de trabalho. Mas eu lhe asseguro: vale à
pena.

Aguarde o carregamento da animação ...

Observação:
Faça essas mudanças com muita calma, tenha toda a paciência do mundo ...
Leve sempre o Dedo 1 (indicador) primeiro nas mudanças. Por exemplo, mudando do Sol para o
Dó tire primeiro o Dedo 1 da quinta corda e leve-o até a segunda corda na primeira casa, em
seguida mude os outros dois dedos para os seus respectivos lugares na quarta e quinta cordas.
Qualquer dúvida, já sabe: escreva.
EXERCÍCIO 11: Música usando Sol - Dó - Ré7 - Mi menor.
Música: Basta Querer

Aqui está um pedacinho de uma música muito bonita para você ir testando os movimentos da
mão esquerda enquanto faz o nosso velho amigo compasso quaternário. Para ver a música, clique
no botão:Basta Querer! G D G D G C Meu pensamento, vive em você, a luz do meu viver,
senhor...G D G D G C Basta entrar, eu me abri prá te amar, nem precisa perguntar: Te Amo... D
C DHá um clima todo diferente, que aquece e mexe com o coração da gente...G D C DÉ como
um sonho, é como um sonho, eu me dou por inteiro, teu é o meu coração...G D C D Em DE ao
teu lado, eu sempre sigo, já não há mais talvez, basta querer prá te ver outra vez ...GMeu
pensamento ...
9a. Aula

Para iniciar esta aula eu recomendo que você faça uma boa revisão de tudo o que já aprendeu,
repassando os exercícios.
Aqui você aprenderá um novo acorde e irá aplicá-lo em exercícios, juntamente com outros que
você já conhece. É muito importante a dedicação e a concentração, portanto, nunca faça os
exercícios com pressa, na correria: baixe esta página, desconecte e faça do exercício um prazer, e
não um sofrimento, tá bem ??
Bem, vamos ao que interessa, os acordes que serão estudados nesta aula são Mi maior e Lá maior
(que você já conhece) e o novo acorde de Si com sétima (Si 7 ou B7).

Si 7 (B7)

Repare que é a primeira vez que utilizamos o Dedo 4 (mínimo) da mão esquerda. Com certeza
ele não conseguirá pressionar a primeira corda com a força necessária para que se obtenha o som
desejado, mas tenha calma e persista que logo você obterá os resultados desejados ...

EXERCÍCIO 12: Mudanças com o acorde de B7.

Dedique bastante tempo a este exercício, dele depende a sua performace nas pestanas que virão
na próxima parte deste curso!
Aguarde o carregamento da animação ...

Importante:
Para fazer corretamente a mudança para o B7 você deve trabalhar o polegar atrás do braço do
violão, da seguinte forma:
o No acorde de B7 o polegar deve ficar mais na diagonal, acompanhando o própro formato do
acorde ( o que também acontece de maneira menos acentuada no Lá Maior), enquanto no Mi
maior o polegar deve ficar mais reto (mais na vertical).
o Uma dica: quando mudar de Mi maior para Si 7 e vice-versa mantenha o Dedo 1 (Indicador)
fixo, não tire ele do lugar pois não é necessário, sendo que ele ocupa o mesmo lugar nos dois
acordes.