You are on page 1of 8

Técnica dos 4 Pontos

ROTEIRO
1- Apresentação Pessoal
2- Prática do Tui Shou. Na raiz do movimento está o vazio. Do vazio surge o cheio. O
cheio retorna ao vazio como Yang retorna ao Yin e o movimento ressurge como O
Yang surge do Yin. O Yin e Yang formam o Tai Chi do taichi se manifestam os 5
elementos. Dos 5 elementos brotam as 10 mil coisas. As 10 mil coisas são tudo.
3- A importância de aspectos práticos no cotidiano de um acupunturista, para que ele
possa reconhecer através da sensibilidade, de uma razão sensível, as desarmonias,
primeiro em si, e depois no próximo.
4- O verdadeiro saber não se encontra nos livros. É preciso ter gratidão, humildade e
sensibilidade para transformar informação em Conhecimento. É preciso também ter
respeito aos velhos mestres e a dedicação daqueles que se esforçaram em manter
vivo o legado. Também faz parte da nossa missão manter esse legado e aperfeiçoar
as técnicas.
5- Objetivos da Aula – Um tema milenar, presente nos livros clássicos da MTC. Uma
tarefa difícil, que certamente não vai se esgotar em uma aula. Chegamos a um ponto
no curso que é extremamente seletivo, pois a interface teórica vai começar a ganhar
aplicações práticas. Paciência, perseverança vão fazer atravessar o grande lago.
6- A Técnica dos 4 pontos ou 8 agulhas evoluiu da técnica dos 2 pontos ou 4 agulhas.
A possibilidade de promover um equilíbrio sistêmico com poucas agulhas. Algo
muito valorizado pelos chineses (eles tem livros de cura com utilização de um
ponto).
7- Os fundamentos são os 5 elementos e suas regras. Os 5 Elementos (Os 5
movimentos) são estágios de evolução e manifestação do Qi.
8- O pentagrama abriga dois ciclos Shen e Ke. (Pentagrama na transparência 1)
9- A promoção ou a regulação do Qi em um elemento se faz através de regras (Mãe e
filho e avó e neto. Onde está o pai ?). Conhecer e dominar as regras é fundamental
para entender a técnica dos 4 pontos. Fazer 3 exemplos. Fogo grande. Terra Grande.
Metal pequeno. (quadro)
10- Uma vez entendido isso é preciso dizer que dentro de cada elemento há um mini
pentagrama. Isso é uma representação fractal que um ciclo Shen e um Ciclo Ko.
Dentro de cada meridiano há um grupo especial de 5 pontos, chamados de pontos de
transporte ou pontos Shu antigos. São o grupo de pontos mais importante,pois estão
em secções do corpo onde a dinâmica do Qi é muito maior, pela própria natureza
dessas partes do corpo ( A representação anatômica do Homem na MTC. Braços
Cabeça e pernas). Perguntar se viram Crânio mais pontos dos 5 elementos.
11- A natureza dos pontos (nascente,...) Cap 6 Ling Shu (mostrar transparência dos 5 de
transporte e sua natureza)
12- A natureza dos pontos com os 5 elementos veio mais tarde, nos comentários do Nei
Jing .(Cap 64 Nan Jing). A nascente do Yin pertence a madeira e do Yang ao metal.
A razão para essa afirmativa é que nos pontos ting ocorre a mudança de polaridade,
assim como ocorre nas estações do ano. Desenhar um pentagrama na lousa para as
funções Yin e revisar a questão da natureza dos pontos. Daí é só completar o
pentagrama. (quadro negro).
13- Regras Mãe e Filho e Avó e Neto. Usando o pentagrama com mini pentagramas
simular situações.
14- A Técnica dos 2 pontos (Cap. 69 do Nan Jing- na deficiência Tonificar a Mãe, no
Excesso, sedar a criança).
15- A Lógica no pentagrama com bolinhas coloridas.
16- Critérios de uso seletivo da técnica. (Transparência p. 92 ross).
17- A técnica dos 4 pontos.
18- O Uso da Tabela.
19- Exercícios. Dividir a sala em 5 grupos depois do intervalo. Cada grupo recebe um
caso clínico. O grupo deve explicar as possíveis causas dessa desarmonia e resolver
o caso, propondo tratamento por 4 pontos. Deve propor um protocolo de Aurículo
também para complementar. Deve colocar a localização anatômica dos pontos e
marcar em um colega.
20- O segundo exercício consiste em formular um quadro clínico possível de acordo
com a uma situação triangular situação. Os alunos devem passar esse quadro para
outro grupo que deve tentar resolver e apresentar da mesma forma.
21- O uso dos 4 pontos de acordo com as estações do ano. Excelente método na
prevenção de doenças, pois se está adaptando o sistema para as estações. Tem gente
que só usa dessa maneira, seguindo a mesma lógica. Mas isso pode correr o risco de
acionar funções outras dos pontos selecionados. Funciona bem com Métodos
cronobiológicos como tartaruga mística.
22- Encerramento

Casos clínicos

1- Controle Insuficiente: paciente Acalorado, superexcitado, mas cansado. Água fraca


Fogo Forte.
2- Controle Excessivo : Paciente apresenta náusea, dor de cabeça, perda de apetite,
distensão abdominal e letargia. Madeira invadindo Baço. Sedar Avó e Tonificar
Mãe.
3- Paciente com dor em toda a cabeça e tensão nervosa. Uma pessoa impiedosa,
impaciente consigo e com os outros, sem pena ou qualquer consideração pelos
outros, mas no fundo apresentava profunda insegurança. Deficiência de Baço com
excesso extremo de Rim gerando muita madeira Fígado. Tonificar Avó e sedar
filho.
Scan dos Pontos e estações
Técnica dos 4 Pontos - T1
Técnica dos 4 Pontos – T2

Outros Nomes:
Ting = Nascente (ou Poço)= Jĭng
Iong= Manancial (ou Nascente) = yíng
Iu= Riacho = shū
King = Rio= Jīng
Ho = Mar = He
Técnica dos 4 Pontos – T3

Quando usar o Sistema dos 5 Elementos

• Nas Deficiências e Excessos Moderados.


• Em condições mistas de Excesso e Deficiência que se manifestam nos ciclos de
controle e promoção.
• Nos Bloqueios e irregularidades entre órgãos. O sistema é mas eficaz se os
pontos selecionados estiverem de acordo com suas funções tradicionais *

Nos MI os pontos Iun são logo anteriores aos Iu


Nos MS os pontos Iun São os posteriores aos Iu
Técnica dos 4 Pontos – T4
Técnica dos 4 Pontos – T5

Related Interests