You are on page 1of 7

FARMACÊUTICO

LEGISLAÇÃO DO SUS Sobre as Diretrizes Operacionais do Pacto pela Saú-


de, publicadas pelo Ministério da Saúde no ano de
01. O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de
2006, responda às questões de números 4 a 7.
Vigilância em Saúde, publicou em 2006 a Política
Nacional de Promoção da Saúde. São ações 04. É uma diretriz e uma ação do Pacto em Defesa do
prioritárias dessa Política: SUS, respectivamente:
A) incentivo à amamentação, campanha de preven- A) expressar os compromissos entre gestores do
ção as DST/aids, prevenção e controle do taba- SUS com a consolidação da Reforma Sanitária
gismo Brasileira; implantar serviços de atenção domi-
B) alimentação saudável, redução da morbimortali- ciliar
dade por acidentes de trânsito B) desenvolver e articular ações que visem assegu-
C) redução da morbimortalidade em decorrência do rar o SUS como política pública; publicação da
uso abusivo de álcool e outras drogas, estímulo Carta dos Direitos dos Usuários do SUS
a atividade física e redução de gravidez na ado- C) garantir financiamento de acordo com as neces-
lescência sidades do SUS; apoiar o desenvolvimento de
D) promoção do desenvolvimento sustentável, con- estudos e pesquisas
trole da obesidade infanto-juvenil, redução da D) articular e apoiar a mobilização social pela pro-
mortalidade infantil moção da cidadania; reorganizar o processo de
acolhimento nas unidades de saúde
02. O financiamento das ações básicas de saúde se dá
pelo Piso de Atenção Básica (PAB), composto por 05. “O Pacto pela Vida é o compromisso entre gestores
uma parte fixa e outra variável. Os investimentos do SUS em torno de prioridades que apresentam
aplicados por meio do PAB variável têm por objetivo: impacto sobre a situação de saúde da população
brasileira.” São prioridades pactuadas:
A) estimular a implantação de estratégias nacio-
nais de reorganização do modelo de atenção à A) saúde bucal; controle do câncer do colo de úte-
saúde ro e da mama; fortalecimento da atenção básica
B) ampliar o montante de recursos destinados à B) redução da mortalidade infantil e materna; con-
qualificação da média e da alta complexidade trole da dengue, tuberculose e malária; controle
C) financiar ações de saúde em municípios de pe- de hipertensão e diabetes
queno porte C) promoção da saúde; fortalecimento da capaci-
D) assegurar a autonomia dos municípios na sua dade de resposta às doenças emergentes e
utilização endemias; saúde do idoso
D) aumento da produção de imunobiológicos; redu-
03. A estratégia de Saúde da Família tem como objetivo ção da transmissão vertical do HIV; atenção às
central a reorientação da atenção básica no âmbito doenças negligenciáveis
do Sistema Único de Saúde. São princípios dessa
estratégia: 06. É diretriz para o trabalho da Educação na Saúde:

A) ter caráter complementar em relação à atenção A) ampliar a compreensão dos conceitos de forma-
básica, realizar cadastramento das famílias e ção e educação permanente para adequá-los às
atuar de forma intersetorial distintas lógicas e especificidades
B) desenvolver atividades com base no diagnóstico B) capacitar recursos humanos do SUS para a di-
situacional, ter como foco o indivíduo e buscar fusão de informações sobre prevenção de doen-
parcerias para as ações de saúde ças e auto-cuidado
C) dirigir as ações aos problemas de saúde de ma- C) considerar a Educação Continuada como a es-
neira pactuada com a comunidade, priorizar as tratégia de formação e de desenvolvimento de
ações recuperadoras e manter postura pró-ativa trabalhadores para o setor
frente aos problemas de saúde-doença da popu- D) centrar o planejamento e o acompanhamento
lação das atividades educativas em saúde com vistas
D) atuar no território, ofertar cuidado longitudinal e à aquisição de conhecimentos e mudança de
ser um espaço de construção da cidadania hábitos

CONCURSO PÚBLICO 1 SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO


SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SUBSECRETARIA DE ESTUDOS E PESQUISAS EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
FARMACÊUTICO

07. Racionalizar os gastos e otimizar os recursos, pos- ESPECÍFICO DO CARGO


sibilitando ganho em escala nas ações e serviços
11. A RDC 67, de 08 de outubro de 2007, da ANVISA,
de saúde oferecidos para um determinado território, define substância de baixo índice terapêutico como
é objetivo da: aquela que apresenta estreita margem de seguran-
ça, ou seja, a dose terapêutica é próxima da tóxica.
A) descentralização
Dentre os fármacos abaixo, o que consta na RDC
B) universalização 67 como de baixo índice terapêutico, baixa dosa-
C) regionalização gem e alta potência é:
D) hierarquização A) ácido valpróico
B) procainamida
08. De acordo com a Lei 8.142/90, o segmento que tem C) verapramil
representação paritária em relação ao conjunto dos
D) varfarina
demais segmentos participantes dos Conselhos e
das Conferências de Saúde é o dos: 12. A Portaria MS 344, de 12 de maio de 1998, em seu
artigo 64, parágrafo 3°, determina que os órgãos ofi-
A) profissionais de saúde
ciais credenciados junto à Autoridade Sanitária com-
B) usuários petente para dispensar o medicamento Talidomida
C) representantes do governo deverão possuir um Livro de Registro de Notificação
de Receita. Este Livro deverá permanecer na unida-
D) prestadores de serviço
de por um período de:

09. O significado da expressão “concepção ampliada A) 10 (dez) anos


de saúde”, que marca conceitualmente a Política B) 5 (cinco) anos
Nacional de Promoção de Saúde, é o de que: C) 2 (dois) anos

A) a saúde e o adoecimento refletem as escolhas D) 15 (quinze) anos


individuais, mais que o acesso aos cuidados e 13. O artigo 16, parágrafo 1°, da Lei 5.991 de 17 de de-
as tecnologias médicas zembro de 1973, define que, cessada a assistência
B) a saúde e a doença são um binômio inseparável, técnica pela rescisão do contrato de trabalho, o pro-
determinando necessidades curativas fissional responderá pelos atos praticados durante
o período em que deu assistência ao estabelecimen-
C) a saúde envolve tanto aspectos físicos como os to. A responsabilidade subsistirá pelo prazo de:
processos mentais, singulares em cada sujeito
A) 30 (trinta) dias a contar da data em que o sócio
D) o processo saúde-doença não é somente resul- ou empregado cesse o vínculo com a empresa
tante da vontade dos sujeitos e/ou comunida- B) 12 (doze) meses a contar da data em que o sócio
des, mas expressa o contexto da própria vida ou empregado cesse o vínculo com a empresa
C) 30 (trinta) dias a contar da data em que outro
10. De acordo com a Lei 8.080/90, pode-se afirmar que
profissional assume a assistência técnica
é competência da direção nacional do SUS:
D) 12 (doze) meses a contar da data em que outro
A) executar serviços de vigilância epidemiológica e profissional assume a assistência técnica
sanitária
14. O artigo 20 do Código de Ética Farmacêutico, Re-
B) planejar, organizar, controlar e avaliar as ações solução CFF nº 417, de 29 de setembro de 2004,
e os serviços de saúde e gerir e executar os define as seguintes sanções disciplinares: advertên-
serviços públicos de saúde cia ou censura; multa; suspensão e eliminação. A
C) participar na formulação e na implementação de pena de suspensão do exercício profissional pode
abranger um período de:
políticas relativas às condições e aos ambien-
tes de trabalho A) 2 (dois) a 24 (vinte e quatro) meses
D) acompanhar, avaliar e divulgar os indicadores de B) 2 (dois) a 12 (doze) meses
morbidade e mortalidade no âmbito da unidade C) 3 (três) a 12 (doze) meses
federada D) 3 (três) a 24 (vinte e quatro) meses

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO 2 CONCURSO PÚBLICO


SUBSECRETARIA DE ESTUDOS E PESQUISAS EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE
FARMACÊUTICO

15. A Política Nacional de Medicamentos, Portaria GM 18. O anexo IV da RDC n° 67, da ANVISA, de 08 de
n° 3.916 de 30 de outubro de 1998, tem como pro- outubro de 2007, define as Boas Práticas de Prepa-
pósito “garantir a necessária segurança, eficácia e
ração de Dose Unitária e Unitarização de Doses de
qualidade destes produtos, a promoção do uso raci-
onal e o acesso da população àqueles considera- Medicamento em Serviços de Saúde. Segundo o item
dos essenciais”. Segundo esta Política, os medica- 3.9, no caso de fracionamento em serviços de saú-
mentos de interesse em saúde pública são os: de onde há o rompimento da embalagem primária, o
A) utilizados em doenças raras, geralmente de custo prazo de validade será, quando não houver recomen-
elevado, cuja dispensação atende a casos es- dação específica do fabricante, de no máximo:
pecíficos
B) utilizados no controle de doenças que, em de- A) 25% do tempo remanescente constante na em-
terminada comunidade, têm magnitude, trans- balagem original, desde que preservadas a segu-
cendência ou vulnerabilidade relevante e cuja rança, a qualidade e a eficácia do medicamento
estratégia básica de combate é o tratamento dos
doentes B) 50% do tempo remanescente constante na em-
C) considerados básicos e indispensáveis para balagem original, desde que preservadas a segu-
atender a maioria dos problemas de saúde da rança, a qualidade e a eficácia do medicamento
população C) 75% do tempo remanescente constante na em-
D) necessários à prestação do elenco de ações e balagem original, desde que preservadas a segu-
procedimentos compreendidos na atenção bá-
rança, a qualidade e a eficácia do medicamento
sica de saúde
D) 10% do tempo remanescente constante na em-
16. A Resolução n° 338, de 06 de maio de 2004, do balagem original, desde que preservadas a segu-
Conselho Nacional de Saúde, em seu Artigo 1°, de- rança, a qualidade e a eficácia do medicamento
fine que a Política Nacional de Assistência Farma-
cêutica deve ser estabelecida com base no seguin-
19. A Política Nacional de Medicamentos, Portaria GM
te princípio:
nº 3.916 de 30 de outubro de 1998, no item 3.3,
A) a Política Nacional de Assistência Farmacêuti-
ca envolve a utilização da Relação Nacional de descreve um modelo de assistência farmacêutica
Medicamentos Essenciais (RENAME), atualiza- que não se restringe à aquisição e à distribuição de
da periodicamente, como instrumento medicamentos. A este modelo dá-se o nome de:
racionalizador das ações no âmbito da assis-
tência farmacêutica A) promoção do uso racional de medicamentos
B) a construção de uma Política de Vigilância Sa- B) atenção farmacêutica
nitária que garanta o acesso da população a
C) reorientação da assistência farmacêutica
serviços e produtos seguros, eficazes e com
qualidade D) vigilância sanitária de medicamentos
C) a promoção do uso racional de medicamentos,
por intermédio de ações que disciplinem a pres- 20. O uso irracional de medicamentos é um importante
crição, a dispensação e o consumo problema de saúde pública em todo o mundo, tam-
D) a Política Nacional de Assistência Farmacêuti- bém com grandes conseqüências econômicas. So-
ca é parte integrante da Política Nacional de bre as estratégicas de promoção do uso racional de
Saúde, envolvendo um conjunto de ações volta- medicamentos, é correto afirmar que:
das à promoção, proteção e recuperação da
saúde e garantindo os princípios da universali- A) a utilização do medicamento de marca deve ser
dade, integralidade e eqüidade prioritária em relação ao genérico
17. O artigo 27, da Portaria MS 344, de 12 de maio de B) a elaboração do formulário terapêutico é impor-
1998, estabelece que o estoque de substâncias e tante ferramenta para orientação da prescrição e
medicamentos de que trata este Regulamento Téc- escolha do esquema terapêutico mais adequado
nico não poderá ser superior às quantidades pre-
vistas para atender às necessidades de 6 (seis) C) a subprescrição deve ser estimulada junto aos
meses de consumo, EXCETUANDO-SE o estoque prescritores a fim de evitar excessos na dose do
dos medicamentos: medicamento e no tempo de tratamento
A) constantes da lista C2 (retinóicos) D) o prescritor exerce papel fundamental no pro-
B) constantes da lista C4 (anti-retrovirais) cesso de uso racional de medicamentos, deven-
C) destinados aos Programas Especiais do Siste- do ser desconsiderada a importância do pacien-
ma Único de Saúde te neste processo
D) constantes da lista C5 (anabolizantes)

CONCURSO PÚBLICO 3 SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO


SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SUBSECRETARIA DE ESTUDOS E PESQUISAS EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
FARMACÊUTICO

21. A terapia de combinação anti-retroviral prolonga a 26. Desde os anos 60, a farmácia clínica tem evoluído
vida e impede a progressão da doença causada pelo a fim de incluir todas as atividades dirigidas à utili-
vírus da imunodeficiência humana (HIV). Dentre as zação racional de medicamentos, tanto pelos pa-
seqüências abaixo, aquela que contém um inibidor
cientes quanto pelos profissionais de saúde. A filo-
nucleosídico da transcriptase reversa, um inibidor
não-nucleosídico da transcriptase reversa e um sofia que se iniciou na década de 90 exige do far-
inibidor da protease do HIV é: macêutico que:
A) zidovudina, efavirenz e ritonavir A) se preocupe com a segurança, o custo e os
B) zidovudina, didanosina e amprenavir resultados da farmacoterapia, analisando o im-
C) nevirapina, efavirenz e atazanavir pacto de suas ações na qualidade de vida dos
D) abacavir, amprenavir e ritonavir pacientes
B) concentre suas ações na seleção de medica-
22. Os benzodiazepínicos úteis como anticonvulsivantes
mentos de qualidade para os pacientes inter-
têm uma meia-vida longa e sua entrada rápida no
cérebro é necessária para o tratamento do mal nados
epilético. O medicamento oral usado nos transtor- C) priorize ações voltadas para o sistema de dis-
nos convulsivos, no tratamento adjuvante da mania tribuição de medicamentos
aguda e em certas desordens do movimento é:
D) utilize as ferramentas da farmacoeconomia na
A) alprazolam
gestão da assistência farmacêutica
B) midazolam
C) bromazepam 27. Os erros de medicação podem ocorrer em qualquer
D) clonazepam etapa do processo de terapia medicamentosa, seja
como resultado de erros humanos ou de falhas no
23. O aumento da resistência bacteriana a antibióticos
sistema. Neste sentido, é causa freqüente de erro
levou ao desenvolvimento de importantes agentes
terapêuticos com estrutura betalactâmica: os de medicação:
carbapenéns. O representante desta classe de anti- A) as reações adversas a medicamentos
bióticos que possui meia-vida sérica longa, permi- B) o sistema de distribuição de medicamentos
tindo a administração de dose única diária é o:
C) a falta de comunicação entre os membros da
A) imipenem
equipe de saúde e o paciente
B) meropenem
C) ertapenem D) a terapia empírica com antibióticos
D) aztreonam
28. A meta principal dos centros de informação sobre
24. A escolha de antimicrobianos para pacientes com medicamentos é a promoção do uso racional, fun-
insuficiência renal deve considerar a necessidade damentado em informações seguras, imparciais e
de ajuste de dose. Dentre os antibióticos de amplo atualizadas. Os livros-texto, os livros de monografias
espectro, aquele para o qual não se recomenda tal e as bases de dados computadorizadas constituem
ajuste é: fonte de informação:
A) vancomicina
A) primária
B) linezolida
B) terciária
C) teicoplanina
C) secundária
D) polimixina B
D) alternativa
25. Os antiinflamatórios não-esteróides (AINE) são um
grupo de compostos quimicamente heterogêneos, 29. A formulação de nutrição parenteral total (NPT) é
que freqüentemente não têm relação química entre suscetível a incompatibilidades físicas, químicas e
si, mas compartilham certas ações terapêuticas e físico-químicas. A mais observada no preparo de NPT,
determinados efeitos adversos. O fármaco conside-
em especial para pacientes pediátricos, é a precipi-
rado mais bem tolerado que outros AINEs, pois ape-
nas 5 a 15% dos pacientes apresentam efeitos tação decorrente da interação entre os eletrólitos:
gastrintestinais é: A) cálcio e fósforo
A) indometacina B) magnésio e fósforo
B) diclofenaco C) sódio e fósforo
C) cetoprofeno
D) potássio e fósforo
D) ibuprofeno

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO 4 CONCURSO PÚBLICO


SUBSECRETARIA DE ESTUDOS E PESQUISAS EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE
FARMACÊUTICO

30. O trabalho de seleção de medicamentos, a elabora- 33. A Farmacoepidemiologia compreende tanto o estudo
ção de Formulário Terapêutico, assim como as de- do uso como o dos efeitos dos medicamentos nas
mais atividades complementares que objetivam a populações. Os Estudos de Utilização de Medica-
promoção do uso racional e a ampliação do acesso mentos (EUM) são capazes de fornecer uma varieda-
aos medicamentos, constituem um processo dinâ- de de informações de interesse gerencial, clínico,
mico, multidisciplinar, descentralizado e participativo. acadêmico e até comercial. Sobre os tipos de EUM
existentes, é correto afirmar que os estudos de:
Com a finalidade de conduzir esse trabalho, a Or-
ganização Mundial da Saúde recomenda a A) indicação-prescrição descrevem as característi-
estruturação de uma Comissão de Farmácia e Tera- cas dos prescritores, dos dispensadores e dos
pêutica (CFT). Podemos afirmar que um indicador pacientes
de controle e avaliação dos trabalhos da CFT é: B) consumo descrevem os fármacos utilizados em
A) garantir a CFT a prerrogativa de ser uma estrutu- uma determinada indicação
ra de caráter consultivo e deliberativo C) prescrição-indicação descrevem as indicações
de utilização de um determinado fármaco
B) estabelecer a política de dispensação de medi-
camentos na instituição D) intervenção descrevem quais medicamentos são
empregados e em que quantidade
C) distribuir as tarefas, de acordo com suas carac-
terísticas específicas, considerando o perfil de 34. Fármacos podem interagir em qualquer ponto do
cada membro, visando a obter o máximo rendi- processo farmacocinético, resultando em aumento
mento possível de cada profissional ou diminuição da concentração plasmática, o que
D) monitorar todo o processo e garantir, que as ati- compromete o efeito farmacológico esperado. Acer-
vidades planejadas estejam sendo desenvolvidas ca do assunto, pode-se afirmar que:
de acordo com o cronograma estabelecido A) o benzafibrato diminui a ação de anticoagulantes
B) a quinidina reduz o volume de distribuição da
31. A curva ABC (curva 80-20) ou gráfico de Pareto tem
digoxina, diminuindo sua concentração plasmá-
sido utilizada para administração de estoques de
tica
medicamentos. A definição ABC obedece a faixas
C) a associação com a anfotericina B reduz os efei-
predeterminadas por agrupamento de itens de acor-
tos tóxicos renais dos aminoglicosídeos
do com seu custo. Para a construção da curva, são
D) as sulfonamidas podem deslocar a warfarina de
necessários os seguintes dados de cada item:
seu sítio de ligação à albumina
A) movimentação (custo) anual com entradas e
saídas 35. A Farmacoeconomia apresenta-se como um instru-
B) custo unitário e consumo anual mento de auxílio nas escolhas entre as alternativas
terapêuticas medicamentosas disponíveis,
C) consumo médio mensal e custo unitário
objetivando maiores benefícios para a saúde com
D) custo anual e consumo anual menores custos. Sobre a análise econômica do tipo
“custo-benefício”, é correto afirmar que:
32. Reação Adversa à Medicamento (RAM) é definida
como qualquer efeito prejudicial ou indesejável, não A) os resultados terapêuticos são avaliados em ter-
intencional, que aparece após a administração de mos monetários, ou seja, transformados em va-
medicamentos em doses normalmente utilizadas no lores de moeda corrente
homem para profilaxia, diagnóstico e tratamento de B) as alternativas terapêuticas apresentam os mes-
enfermidades. NÃO é exemplo de reação adversa mos resultados clínicos, diferindo apenas nos
do tipo “A” ou “reação dose dependente”: custos

A) bradicardia pelos beta-bloqueadores C) os resultados são medidos em unidades físicas


e as alternativas terapêuticas são diferentes
B) hemorragias pelos anticoagulantes
quanto à efetividade clínica
C) sonolência pelos ansiolíticos
D) os resultados são medidos em termos de quali-
D) hipertermia maligna pelos anestésicos dade de vida

CONCURSO PÚBLICO 5 SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO


SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SUBSECRETARIA DE ESTUDOS E PESQUISAS EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
FARMACÊUTICO

36. A aquisição de medicamentos constitui-se em um 41. O fármaco flumazenil é um antagonista benzodiaze-


conjunto articulado de procedimentos que visa a pínico específico, indicado para o tratamento da in-
contribuir para o abastecimento de produtos em
quantidade adequada, qualidade assegurada e ao toxicação por benzodiazepínico e na reversão dos
menor custo possível. No serviço público, uma das efeitos sedativos deste grupo de fármacos. Sobre o
formas de se processar um certame licitatório é atra- flumazenil, pode-se afirmar que:
vés do Sistema de Registro de Preços. A situação
em que o uso deste sistema é recomendável é: A) sua meia-vida é de aproximadamente 2 horas
A) quando for conveniente a entrega em cota úni- B) seus efeitos persistem por cerca de 30-60 mi-
ca, sem necessidade de entregas parceladas nutos
B) nas compras diretas, cujo valor seja de até 10% C) mais de 25% do fármaco administrado por via
da modalidade de licitação denominada convite
oral alcança a circulação sistêmica
C) quando houver a necessidade de contratações
freqüentes, dadas as características do bem a D) sofre pouca metabolização hepática, sem for-
ser licitado mação de produtos inativos
D) nas situações emergenciais, caracterizadas pela
urgência no atendimento às demandas de saú- 42. O uso de fenobarbital por mulheres durante o perío-
de da população do gestacional pode estar relacionado com o apare-
cimento de anormalidades da coagulação em
37. Para que o fármaco exerça o máximo da ação bené-
fica a que se propõe, é necessário garantir as condi- neonatos. A ação farmacológica do fenobarbital que
ções adequadas para a manutenção da estabilida- explica esse fato é:
de do produto dentro da Central de Abastecimento
Farmacêutico. Um dos pontos a ser observado é a A) aumento da absorção de Ca2+ como conseqüên-
temperatura do local de armazenamento. A faixa que cia da diminuição do metabolismo das vitaminas
caracteriza a chamada “Temperatura Ambiente” é: DeK
A) 8–15 ºC B) aumento da síntese de porfirina
B) 15–30 ºC
C) indução das enzimas microssômicas hepáticas
C) 10–20 ºC
que aceleram o metabolismo das vitaminas D e K
D) acima de 30 ºC
D) diminuição do metabolismo dos hormônios es-
38. O Sistema de Distribuição de Medicamentos que teróides endógenos
se caracteriza por garantir maior segurança ao paci-
ente, pela diminuição da incidência de erros, já que 43. A hipertensão é a mais comum das doenças
os medicamentos são distribuídos prontos para uso, cardiovasculares e é a principal causa de acidente
denomina-se:
vascular cerebral. Para o tratamento, o carvedilol é
A) individualizado
um dos fármacos empregados e seu mecanismo de
B) combinado ou misto
ação baseia-se:
C) dose unitária
D) coletivo A) no bloqueio não seletivo dos receptores
β-adrenérgicos e no bloqueio seletivo dos
39. Lesão crânioencefálica, cirúrgica ou traumática, na receptores α1 -adrenérgicos
região da hipófise e/ou do hipotálamo pode causar o
Diabetes Insípido Central. O fármaco de escolha para B) na inibição da degradação do AMP-cíclico
o tratamento dessa enfermidade é a: C) na inibição da síntese da angiotensina
A) desmopressina D) na mediação pelo óxido nítrico
B) metformina
C) rosiglitazona 44. A Síndrome de Depressão Maior é muito prevalente
D) somatostatina na população e se caracteriza pela desorganização
autônoma e comportamental do paciente. Em seu
40. As sulfoniluréias provocam hipoglicemia ao estimular
tratamento, são empregados antidepressivos. Um
a liberação de insulina das células â do pâncreas.
São tradicionalmente divididas em dois grupos ou fármaco antidepressivo classificado como “atípico” é:
gerações de agentes. O fármaco que pode ser clas- A) imipramina
sificado como sulfoniluréia de segunda geração é:
B) bupropiona
A) clorpropamida
B) acetoexamida C) nortriptilina
C) repaglinida D) fluoxetina
D) glibenclamida

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO 6 CONCURSO PÚBLICO


SUBSECRETARIA DE ESTUDOS E PESQUISAS EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE
FARMACÊUTICO

45. São comumente utilizados no tratamento da asma os 50. Uma das etapas do ciclo da Assistência Farmacêuti-
fármacos agonistas dos receptores â 2-adrenérgicos. ca é a dispensação de medicamentos, definida como
O fármaco empregado no tratamento da asma que pode ato de distribuir um ou mais medicamentos a um
ser classificado como de ação longa é: paciente, como resposta à apresentação de uma pres-
crição elaborada por profissional autorizado. Sobre a
A) albuterol dispensação de medicamentos, é correto afirmar que:
B) levalbuterol A) a orientação ao paciente é atividade exclusiva
C) terbutalina do profissional farmacêutico, como membro da
equipe de saúde
D) salmeterol
B) uma boa adesão ao tratamento implica utilizar o
46. Os anestésicos locais são fármacos que, injetados medicamento conforme prescrito e adotar as
nos arredores dos nervos, causam interrupção tem- mudanças aconselhadas no estilo de vida
porária praticamente completa do tráfego neural. A C) a Atenção Farmacêutica independe da
tetracaína é um anestésico local do tipo éster. Ou- dispensação de medicamentos, pois está fun-
damentada no seguimento/ acompanhamento
tro fármaco que pertence ao mesmo tipo é:
farmacoterapêutico
A) lidocaína
D) os pacientes que não cumprem seus tratamen-
B) procaína tos não devem ser escolhidos para participar de
C) ropivacaína ações educativas
D) bupivacaína

47. O antibiótico empregado, em associação com o


inibidor de bomba de próton, no tratamento da gastrite
e das úlceras gástricas e duodenais associadas à
infecção pelo Helicobacter pylori é:
A) amoxicilina
B) cefalexina
C) clindamicina
D) eritromicina

48. As estatinas utilizadas no tratamento da


hipercolesterolemia sofrem extenso metabolismo de
primeira passagem no fígado. A estatina que é ad-
ministrada na forma de pró-fármaco, sendo converti-
da em forma de hidroxiácido ativo no fígado, é:
A) atorvastatina
B) pravastatina
C) sinvastatina
D) fluvastatina

49. A programação de medicamentos, parte integrante


do ciclo da Assistência Farmacêutica, objetiva ga-
rantir a disponibilidade dos medicamentos seleciona-
dos nas quantidades adequadas e no tempo oportu-
no para atender à demanda da população. O método
de programação que é empregado, quando não se
tem disponibilidade de dados e se extrapolam os
dados de consumo de outras regiões ou sistemas, é:
A) consumo histórico
B) perfil epidemiológico
C) oferta de serviço
D) consumo ajustado

CONCURSO PÚBLICO 7 SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO


SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SUBSECRETARIA DE ESTUDOS E PESQUISAS EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA