Propriedades dos metais

Propriedades Físico-químicas Brilho Bom peso específico Boa condutibilidade termoeléctrica Temperatura de fusão Propriedades mecânicas Boa resistência à tracção, compressão, flexão Elasticidade, plasticidade Boa resistência ao choque Dureza Propriedades tecnológicas Tenacidade Maleabilidade Ductilidade Fusibilidade

[Escrever texto]

Aspecto visual da madeira em apresentar um brilho que a caracteriza e distingue. cerejeira Duras – Carvalho. balsa Leves – Acácia. em função da disposição dos diferentes tecidos. castanho Avermelhada – Azinho. plátano Brilho lustroso – Freixo. [Escrever texto] . bétula Pesadas – Sobreiro. bucho Madeira muito seca – Menos de 12% Madeira seca ao ar – Entre 13% e 24% Madeira verde – Entre 25% e 70% Brilho Textura Densidade Resistência mecânica Dureza Retractilidade Percentagem de agua que entra na constituição da madeira. parafusos ou ferramentas.Algumas características das madeiras Cor Característica das madeiras em apresentar uma cor própria que as distingue das outras. Classificação atribuída à madeira. casquinha Semiduras – Nogueira. tília Muito macias – Tília. à penetração de pregos. Branca – Pinho. É a resistência que a madeira oferece ao ser trabalhada.Bucho. balsa Macias – Choupo. faia Brilho acetinado – Nogueira. tola Castanha – Carvalho. choupo Brilho nacarado – Acácia Nogueira – textura fina e uniforme Eucalipto – textura uniforme Freixo – textura não uniforme Muito leves – Choupo. eucalipto Muito duras – Sobreiro. tracção ou flexão sem criar roturas. É o aspecto visual determinado pela disposição dos diferentes elementos que constituem a madeira. choupo Amarelada . que pode variar e condicionar o seu volume. freixo Boa resistência – Azinho. Capacidade da madeira em resistir a esforços de compressão. carvalho Pouca resistência – Balsa. sobretudo dos anéis de crescimento e da espessura das fibras e dos poros.

Propriedades das fibras têxteis Físico-químicas Higroscopicidade Condutibilidade térmica Brilho Sensibilidade ao calor Elasticidade Espessura Finura Resistência Regularidade do fio Capacidade da fibra de absorver água ou humidade É a propriedade de conduzir o calor É a capacidade de algumas fibras têxteis em reflectir a luz Refere-se às fibras que com o calor derretem sem arder É a facilidade com que o fio se deforma e regressa à posição inicial É sinónimo de óptima qualidade do tecido. obtém-se empregando fibras finas e consistentes É a capacidade da fibra em resistir a esforços tracção e ao uso contínuo Refere-se à possibilidade de se obter na produção da fibra um fio sempre igual Mecânicas Tecnológicas [Escrever texto] .

a sua forma pode ser alterada se lhe for adicionada água. A plasticidade é a principal característica das argilas Resistência Quando um objecto cerâmico é submetido a um processo de cozedura. além de lhe manter a sua forma. a argila apresentará tonalidades diferentes. Mesmo depois de seca pela acção do ar. torna-se mais resistente ao choque e mantém em definitivo a sua forma Impermeabilidade A argila solidifica sob a acção do calor. Cor De acordo com a natureza da sua composição. A cozedura das peças a altas temperaturas altera a cor inicial das argilas [Escrever texto] . Esta solidificação por cozedura.Principais características das argilas Plasticidade A argila é um material plástico. facilmente moldável. enquanto a presença de óxido de ferro imprime à rocha uma coloração avermelhada. A argila com boa plasticidade absorve água numa proporção determinada. possibilita às peças conterem líquidos sem verter. pode deformar-se por pressão. conservando sem rupturas a sua forma. as argilas ricas em matéria orgânica apresentam tons acinzentados. Assim.

dolomite. a peça é colocada no tapete da arca de recolhimento. Para evitar o risco de fracturas. ficando pronta a ser fundida É feita a fusão em fornos próprios. com as denominadas canas de moldação do forno. sódio. que a tornam mais decorativa: pintura. de forma a limar as arestas e rebarbas e a dar-lhes uma forma final. soda. foscagem e pantogravura Fabrico Moldagem Arca de recozimento e escolha Acabamento [Escrever texto] . Nesta fase pode ainda proceder-se a outros tipos de acabamento da peça. corantes e casco Depois de extraída. bórax. a quantidade de massa necessária à peça pretendida. em seguida toda a matéria-prima é triturada. onde a mistura é sujeita a temperaturas que vão até 1500oC e passa ao estado líquido A matéria-prima entra no processo de fusão no forno e constitui uma massa que irá ser trabalhada pelo vidreiro O repouso permite retirar as impurezas que aparecem à superfície Pequeno arrefecimento parcial O vidreiro colhe manualmente. Nesta fase procede-se ao controlo visual da qualidade das peças. roça e corte. tais como a lixa. lapidação. Quando o processo de fabrico é semiautomático ou automático. pondo em prática toda a sua capacidade criativa Depois de produzida. calcário. polimento. a areia siliciosa é lavada. colagem.Preparação de uma peça em vidro Matéria-prima Mistura Forno 1500oC Fusão e afinação Repouso Arrefecimento Colha Composição: areia. queima. a colha é doseada através de máquinas A massa vidreira está pronta a ser trabalhada por processos manuais e mecânicos. as peças devem ser arrefecidas muito lentamente A peça de vidro pode ser executada através da utilização de moldes e/ou simplesmente manuseada pelo vidreiro com o auxilio de alguns utensílios. retirandose aquelas que apresentam defeitos As peças escolhidas podem ainda sofrer pequenas acções de acabamento.

pois é muito resistente e transparente. estofos ou isolantes térmicos na construção civil É usada na indústria eléctrica em ligadores. em barcos. garrafas. espumas para colchões. brinquedos. tomadas. telha e caleiras. e em peças de decoração Usado no fabrico de embalagens alimentares. interruptores É especialmente utilizado no fabrico de imobiliário por moldagem. copos. isolante de cabos telefónicos Usado como isolante térmico e acústico. carroçarias de automóveis [Escrever texto] . para jardins. colchões. como imitação de madrepérola.Tipos de plásticos Celulóide Acrílicos Polietileno Poliestireno Policloreto de vinilo (PVC) Polioretano Baquelite Poliéster Aplicações É usado no fabrico de objectos de decoração. coberturas. marfim ou chifre Muito usados no fabrico de peças para substituir vidro. sacos. puxadores É usado em condutas de água ou esgotos. revestimento de cabos eléctricos Napas e couros artificiais. revestimentos de electrodomésticos.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful