You are on page 1of 16

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO VERA CRUZ

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE


TRABALHOS ACADÊMICOS
2ª Edição

São Paulo
2010
Instituto Superior de Educação Vera Cruz
Manual para apresentação formal de trabalhos acadêmicos / 2. Ed.
Instituto Superior de Educação Vera Cruz ; Direção de Cynira Stocco
Fausto ; Coordenação de Magdalena Viggiani Jalbut ; Elaboração de
Alessandra Atti; Marcos Rogério Bertuzo ; Revisão de Marcia
Vescovi Fortunato. São Paulo, 2010.
14 p. : il. 30 cm.

1. Trabalhos acadêmicos – normalização. I. Fausto, Cynira Stoco


(dir.). II. Jalbut, Magdalena Viggiani(coord.). III. Atti, Alessandra.
IV. Bertuzo, Marcos Rogério. V. Fortunato, Marcia Vescovi (rev.).
VI. Título.
SUMÁRIO

APRESENTAÇÃO ....................................................................................................... 2

1 APRESENTAÇÃO FORMAL DOS TRABALHOS ACADÊMICOS ................. 2


1.1 Formato ................................................................................................................... 2
1.2 Fonte ........................................................................................................................ 2
1.3 Paginação ................................................................................................................. 3
1.4 Margens ................................................................................................................... 4
1.5 Parágrafos ............................................................................................................... 4
1.6 Espacejamento ........................................................................................................ 4
1.7 Siglas ........................................................................................................................ 5
1.8 Ilustrações ............................................................................................................... 5
1.9 Notas de rodapé ...................................................................................................... 6
1.10 Citações .................................................................................................................. 6

2 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS ............................................................................. 8


2.1 Folha de rosto .......................................................................................................... 9
2.2 Sumário ................................................................................................................... 10

3 ELEMENTOS TEXTUAIS ...................................................................................... 10


3.1 Introdução .............................................................................................................. 11
3.2 Desenvolvimento ..................................................................................................... 11
3.3 Conclusão ................................................................................................................ 11

4 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS ............................................................................. 11


4.1 Referências .............................................................................................................. 12
4.2 Anexos e apêndices ................................................................................................ 13

5 CDs e/ou DVDs .......................................................................................................... 13

6 CONSIDERAÇÕES FINAIS ................................................................................... 14

REFERÊNCIAS ........................................................................................................... 14
2

APRESENTAÇÃO

Este manual tem como objetivo organizar e padronizar a apresentação dos trabalhos
acadêmicos produzidos pelos alunos do ISE Vera Cruz no decorrer do curso, facilitando aos
estudantes sua elaboração e aos professores sua apreciação. A padronização apresentada neste
manual visa tornar menos dispendiosa a tarefa de produção e leitura dos trabalhos, no que diz
respeito à sua forma gráfica.

1 APRESENTAÇÃO FORMAL DOS TRABALHOS ACADÊMICOS

Os padrões aqui apresentados seguem as normas da Associação Brasileira de Normas


Técnicas (ABNT) NBR 14724:2005, NBR 6032:2002, entre outras. Este manual utiliza a
mesma formatação gráfica recomendada para os trabalhos acadêmicos e pode funcionar,
portanto, como ilustração das normas aqui apresentadas.

1.1 Formato

Papel branco, formato A4 (210 x 297 mm), digitado somente na frente (anteverso) da
página, na cor preta, exceto quando se tratar de figuras ilustrativas.

1.2 Fonte

Utilizar fonte Times New Roman, tamanho 12, para o texto e tamanho 10 para
citações, notas de rodapé, paginação e legendas das ilustrações. O quadro a seguir especifica o
formato dos diferentes textos que um trabalho acadêmico pode conter:
3

Estilo Fonte / tamanho Alinhamento Espacejamento Formato especial


Texto Times News Justificado 1,5 Primeira linha com
Roman / 12 recuo de 1,25 cm
TÍTULO – seção Times News Justificado 1,5 Maiúscula em
primária Roman / 12 negrito
Título 2 – seção Times News Justificado 1,5 Primeira letra
secundária Roman / 12 maiúscula e em
negrito
Título 3 – seção Times News Justificado 1,5 Primeira letra
terciária e demais Roman / 12 maiúscula e sem
divisões negrito
Legenda e fonte Times News Centralizado Simples Ver exemplos de
Roman / 10 tabelas e figuras
Citações de mais de 3 Times News Justificado Simples Recuo de 4 cm a
linhas Roman / 10 partir da margem
esquerda
Notas de rodapé Times News Justificado Simples -
Roman / 10
Referência Times News Esquerda Simples na -
Roman / 12 referência,
deixando um
espaço duplo
entre uma
referência e outra
Quadro 1 – Fonte e espacejamento
Fonte: Centro Universitário da FEI, 2007, p.11

1.3 Paginação

Todas as folhas do trabalho a partir da folha de rosto são contadas, porém não
numeradas. A numeração é impressa a partir da primeira folha textual do trabalho. Os
números devem ser impressos no canto superior direito em algarismos arábicos, em Times
7
New Roman, corpo 10. Apêndice

6
A ordem de apresentação do trabalho deve ser Referências

estabelecida da forma como ilustrada na figura ao lado. Conclusão


5

4
Desenvolvimento

3
Introdução

2
Sumário

Folha
de rosto
4

1.4 Margens

As margens das páginas são: superior e esquerda de 3 cm; inferior e direita de 2 cm.
Exemplo:

3 2

1.5 Parágrafos

O recuo de parágrafo da primeira linha deve ser de 1,25 cm a partir da margem


esquerda.

1.6 Espacejamento

O espaço entre as linhas deve ser de 1,5.


O espaço simples deve ser utilizado apenas para notas de rodapé, referências, legendas
de ilustrações e tabelas e citações de mais de 3 linhas.
5

O espacejamento anterior e posterior aos títulos ou subtítulos devem ser de dois


espaços de 1,5. Os títulos ou subtítulos jamais poderão figurar no final da página sem estarem
acompanhados do texto. Caso o título venha ficar sozinho, deve ser colocado na página
seguinte. Nesses casos também é possível utilizar 1 espaço ao invés de 2 antes e depois do
título ou subtítulo.

1.7 Siglas

A primeira vez que aparecer no texto deve ser escrita por extenso, colocando a sigla
entre parênteses para quando aparecer novamente ser colocada apenas a sigla.
Exemplo: Organização Não Governamental (ONG).

1.8 Ilustrações

São os desenhos, esquemas, fluxogramas, gráficos, mapas, organogramas, fotografias,


etc. Deve-se identificar na parte inferior contendo o número respectivo seguindo a ordem
numérica do texto, em fonte tamanho 10.
Exemplos:

Figura 1 - Festa de aniversário Figura 2 - Pombo-correio


Fonte: Castro, 2007, p. 5 Fonte: Adaptado de Macedo, 2001, p.7
6

1.9 Notas de rodapé

É utilizada como informação adicional ao texto ou como esclarecimento. Deve ser


inserida no final da página e com fonte tamanho 10. Exemplo:

2 ALFABETIZAÇÃO DE CRIANÇAS

A alfabetização é a ..................................
...................................................................................
...................................................................................
...................................................................................
....................... 1

Relacionando...........................................
...................................................................................
3 ................................................................................... 2
.......................................... .

2.1 Crianças de 0 a 3 anos

Nesta faixa etária ....................................


...................................................................................
......................................................................
.................................................................
......................................................................... .

___________________
1. Alfabetização na educação infantil

1.10 Citações

Existem basicamente três formas de citação: direta, indireta e citação de citação.


A citação é direta quando acontece a transcrição textual de parte da obra do autor
consultado, ou seja, quando retiramos um trecho do texto consultado e o transferimos tal
como está no original para o corpo do nosso trabalho.
Existem duas formas para apresentação da citação direta: citação de até três linhas e
citação com mais de três linhas, que devem seguir os padrões abaixo.
7

Exemplo de citação direta de até três linhas:


No séc. VII, por exemplo, “uma sentença a ser registrada era ‘ditada’: era falada em
cursus, o ritmo clássico da prosa que hoje não mais possuímos” (ILLICH, 1997, p. 44).
Segundo Sá (1995, p. 27), “[...] por meio da mesma ‘arte de conversação’ que abrange
tão extensa e significativa parte da nossa existência cotidiana [...]”
Quadro 1 – Citação direta de até três linhas
Fontes: FORTUNATO (2009, p. 26)
ABNT (2002a)

Somente neste tipo de citação o recorte do texto deve ser colocado entre aspas.

Exemplo de citação direta de mais de três linhas:

Na Babilônia, berço da escrita, por volta de 3.500 a.C. viveram os primeiros homens
a conhecer os segredos da escrita: os escribas.
Aqueles escolhidos para se tornarem escribas recebiam instrução, desde tenra
idade, numa escola privada, uma e-dubba, ou “casa das tabuletas”. [...] Os
escribas deviam ter consciência do poder extraordinário conferido pelo fato de
serem leitores de texto e guardavam essa prerrogativa ciumentamente. Com
arrogância, a maioria dos escribas mesopotâmicos terminava seus textos com este
colofão: “Que o sábio instrua o sábio, pois o ignorante não pode ver”.
(MANGUEL, 1997, p. 209-211)
Os escribas mesopotâmicos constituíam uma elite aristocrática, dada a compreensão
que se tinha à época da importância de seu trabalho. Um escriba necessitava ser um
profissional confiável, uma vez que a ele eram atribuídas diversas tarefas de escrita que o
faziam atuar nas mais altas esferas políticas e administrativas.
Quadro 2 – Citação direta de mais de três linhas
Fonte: FORTUNATO (2009, p. 22)

Neste caso o texto deve apresentar a seguinte formatação especial: recuo de 4 cm a


partir da margem esquerda e fonte tamanho 10, seguido da referência do autor (como no
exemplo acima).
As citações de diversos documentos de um mesmo autor, publicados num mesmo ano,
são distinguidas pelo acréscimo de letras minúsculas, em ordem alfabética, após a data e sem
espacejamento, conforma a lista de referência.
8

Na referência:
BRASIL, Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental.
Referencial curricular nacional para a educação infantil. MEC/SEF, Brasília, 1998a. v. 1, p.
29 – 37.

BRASIL, Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental.


Referencial curricular nacional para a educação infantil. MEC/SEF, Brasília, 1998b. v. 3, p.
17 – 19.

No texto:
(BRASIL, 1998a, p.31)

(BRASIL, 1998b, p.18)

A citação indireta ocorre quando criamos um texto baseado na obra e pensamento do


autor consultado e a transferimos para o corpo de nosso trabalho. Exemplo:
A ironia seria assim uma forma implícita de heterogeneidade mostrada, conforme a
classificação proposta por Authier-Reiriz (1982).

A ironia seria assim uma forma implícita de heterogeneidade mostrada (AUTHIER-


REIRIZ. 1982).

A revolução conceitual teve início, segundo Havelock (1997), quando se percebeu que
o registro total dos sons lingüísticos podia ser armazenado de maneira nova, não mais
dependente dos ritmos empregados para a memorização.
Quadro 3 – Citação indireta
Fonte: ABNT (2002a)
FORTUNATO (2009, p. 23-24)

2 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS

São aqueles que precedem a introdução. Os trabalhos acadêmicos apresentados ao ISE


Vera Cruz deverão conter apenas folha de rosto e sumário. Esse último, quando necessário.
9

2.1 Folha de rosto

A folha de rosto obedece à seguinte ordem:


a) nome da instituição em maiúsculas;
b) nome do(s) aluno(s) em maiúsculas;
c) título do trabalho em maiúsculas e negritadas; subtítulo, se houver, em minúsculas
digitado na linha abaixo do título;
d) natureza do trabalho, digitada entre o título do trabalho e o local, a partir do centro
da página para à direita;
e) local;
f) mês e ano da entrega.
Deve-se utilizar fonte Times New Roman, tamanho 12, para a confecção dos
elementos da folha de rosto.

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO


VERA CRUZ

MARINA CARDOSO DE OLIVEIRA

RELATÓRIO DE ESTÁGIO
planejamento

Relatório de estágio da
disciplina Projeto
supervisionado I,
ministrada pela profa.
Lúcia Vinci de Moraes.

São Paulo
Agosto - 2010
10

2.2 Sumário

O sumário é a lista das seções e subseções apresentadas no trabalho, descritas na


mesma ordem e grafia em que aparecem no texto. Utiliza-se fonte 12, espacejamento 1,5, a
palavra “sumário” centralizada, em maiúsculas e negrito, com os indicativos numéricos das
seções seguidos dos respectivos títulos, com a indicação da página onde se localiza no texto.
Deixando uma linha em branco, com espacejamento de 1,5 entre um título e outro. Exemplo:

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO ...................................... 3

2 ALFABETIZAÇÃO DE CRIANÇAS..... 4
2.1 Crianças de 0 a 3 anos ........................ 4

3 LEVANTAMENTO DE DADOS ........... 6


3.1 Análise e interpretação ....................... 7

4 CONSIDERAÇÕES .............................. 10

REFERÊNCIAS ...................................... 11

ANEXOS ...................................................... 12

3 ELEMENTOS TEXTUAIS

Nos elementos textuais inclui-se a introdução, o desenvolvimento e a conclusão do


trabalho.
11

3.1 Introdução

Na introdução deve-se expor a finalidade e os objetivos do trabalho de modo que o


leitor tenha uma visão geral do tema abordado e as condições gerais em que foi realizado.

3.2 Desenvolvimento

Parte principal e mais extensa do trabalho, deve apresentar os dados observados, a


descrição do problema analisado, os conceitos teóricos em uso e a análise dos dados. Pode
dividir-se em tópicos. (É muito variável, depende da natureza do trabalho solicitado pelo
professor).

3.3 Conclusão

Faz-se uma síntese do estudo realizado, levantando os aspectos que se destacaram na


interpretação dos dados, o que pode ser concluído ou as novas questões que surgiram. A
conclusão encerra a reflexão, retomando os objetivos iniciais e avaliando se as metas foram
atingidas.

4 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS

Os elementos pós-textuais não recebem os indicativos numéricos das seções. São as


referências, os anexos e os apêndices.
12

4.1 Referências

As referências devem figurar logo após a conclusão. É a lista de todo o material


consultado e citado no trabalho, organizada em ordem alfabética obedecendo aos padrões da
NBR 6023/2002.
Veja no quadro abaixo modelos básicos de referências:
Livro no todo AUTOR. Título: subtítulo. Edição. Local (cidade) de publicação: Editora, data.
Número de páginas ou volumes. (nome e número da série)

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no


ensino superior. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2008. 280 p. (Docência em formação).
Capitulo em AUTOR DO CAPÍTULO. Título do capítulo. In: AUTOR DO LIVRO. Título:
livro subtítulo do livro. Número de edição. Local de publicação (cidade): Editora, data.
Indicação de volume, páginas inicial-final da parte.

ROMANO, Giovanni. Imagens da juventude moderna. In: LEVI, G.; SCHMIDT, J.


(Org.). História dos jovens 2: a época contemporânea. São Paulo: Companhia das
letras, 1996. p. 7-16.
Artigo AUTOR. Título do artigo. Título do periódico, Local de publicação (cidade), n.º do
publicado em volume, n.º do fascículo, páginas inicial-final, mês (abreviado), ano.
periódico
ALAVA, Séraphin. Uma abordagem pedagógica e midiática do ciberespaço. Pátio:
Revista Pedagógica, Porto Alegre, ano 7, n.26, p. 8-11, maio/jul. 2003.
Artigo em AUTOR. Título do artigo. Título da publicação seriada, local, volume, número,
periódicos on- mês ano. Paginação ou indicação de tamanho. Disponível em: <endereço.>. Acesso
line em: data.

SILVA, M. M. L. Crimes da era digital. .Net, Rio de Janeiro, nov. 1998. Seção Ponto
de Vista. Disponível em: <http://www.brazilnet.com.br/contexts/brasilrevistas.htm>.
Acesso em: 28 nov. 1998.
Publicações AUTOR (se houver). Denominação ou título e subtítulo (se houver) do serviço ou
eletrônicas produto. Indicação de responsabilidade. Disponível em: < endereço >. Acesso em:
data.

SALAZAR, Carlos. Um castigo educativo. Histórias edificantes UOL. Disponível


em: <http://sitededicas.uol.com.br/hist07.htm>. Acesso em: 01 maio 2010.
Legislação JURIDIÇÃO (ou cabeçalho da entidade, no caso de se tratar de normas). Título,
(constituição, numeração, data completa. Título da publicação, Local de publicação (cidade), n.º
leis, decretos, do volume, n.º do fascículo, páginas inicial-final, ano.
portaria,
resolução, etc.) SÃO PAULO (Estado). Decreto nº 42.822, de 20 de janeiro de 1998. Lex: coletânea
de legislação e jurisprudência, São Paulo, v.62, n.3, p. 217-220, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros curriculares nacionais (1ª a 4ª


série): ciências naturais. Brasília: MEC / Secretaria de Educação Fundamental, 1997.
136 p.
Tabela 1 – Modelos básicos de referências
13

Devem ser digitadas em espaço simples, alinhadas à margem esquerda, com um


espaço simples entre uma e outra.

4.2 Anexos e apêndices

São materiais complementares que se juntam ao texto.


Os apêndices e os anexos têm a mesma função: a de complementar as idéias
discorridas no texto. Diferenciam-se apenas pela sua origem, ou seja, elaborados ou não pelo
autor do trabalho.
Os anexos são materiais não elaborados pelo autor da obra, como: transcrição de leis,
tabelas estatísticas transcritas de alguma publicação. Para a numeração são usadas as letras do
alfabeto, em maiúscula e com negrito, assim como o titulo “ANEXO”.
Exemplo: ANEXO A, B etc.
Já os apêndices são elaborados pelo autor da publicação, como: questionários,
entrevistas, tabelas, fotografias. Para a numeração são usadas as letras do alfabeto, em
maiúscula e com negrito, assim como o titulo “APÊNDICE”.
Exemplo: APÊNDICE A, B etc.

5 CD’s e/ou DVD’s

Para que haja uma uniformidade na INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO VERA CRUZ

apresentação dos trabalhos, é importante MARINA CARDOSO DE OLIVEIRA

padronizar também a apresentação dos materiais


complementares que poderão juntar-se ao
RELATÓRIO DE ESTÁGIO
trabalho. planejamento

Elaboramos uma capa padronizada para


Relatório de estágio da
disciplina Projeto
os CDs e DVDs que apresenta as informações supervisionado I,
ministrada pela profa.
necessárias à sua identificação, seguindo as Lúcia Vinci de Moraes.

mesmas especificações de fonte e disposição São Paulo


Agosto - 2008
apresentadas na folha de rosto dos trabalhos.
14

6 CONSIDERAÇÕES FINAIS

Havendo dúvidas quanto aos padrões apresentados neste manual, os estudantes


poderão recorrer ao bibliotecário do ISE Vera Cruz para que sejam feitos os esclarecimentos
necessários.

REFERÊNCIAS

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: informação e


documentação - citações em documentos - apresentação. Rio de Janeiro, ago. 2002a.

______. NBR 6024: informação e documentação - numeração progressiva das seções de um


documento escrito - apresentação. Rio de Janeiro, maio 2003a.

______. NBR 6023: informação e documentação - referências - elaboração. Rio de Janeiro,


ago. 2002b.

______. NBR 6028: informação e documentação - resumo - apresentação. Rio de Janeiro,


nov. 2003b.

______. NBR 6027: informação e documentação - sumário - apresentação. Rio de Janeiro,


maio 2003c.

______. NBR 14724: informação e documentação - trabalhos acadêmicos - apresentação. Rio


de Janeiro, dez. 2005.

______. NBR 6034: preparação de índice de publicações. Rio de Janeiro, dez. 2004.

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI. Manual para apresentação formal de trabalhos


acadêmicos. 2. ed. São Bernardo do Campo, 2007.

FORTUNATO, Márcia Vescovi. Autoria e aprendizagem da escrita. 2009. 218 p.


Doutorado (Tese) - São Paulo, 2009.