Dicas para aproveitar o melhor da rede global

INTERNET FÁCIL PARA TODOS

A palavra Internet é das mais conhecidas em todo o mundo e não é por acaso. A ideia de estar em contacto com a rede global atrai mesmo aqueles que nunca tinham interagido com um computador. Fazer compras, comunicar com pessoas de outros países, reservar uma viagem, consultar o estado do tempo em Paris ou Nova Iorque... Tudo isto passou a ser possível sem sair de casa, graças à Internet. Apesar do fascínio que suscita, a Internet não é mais do que uma aplicação informática. Para aproveitar ao máximo as suas potencialidades, é necessário ter algumas noções básicas sobre o funcionamento de um computador e de vários programas: de navegação, motor de busca e correio electrónico, entre outros. Com esta publicação, dizemos-lhe tudo o que precisa para navegar na Internet sem problemas. Vai descobrir que aproveitar as possibilidades desta ferramenta é muito mais simples do que parece à primeira vista.

www.deco.proteste.pt

internet_

PrincíPios básicos da navegação
Noções fundamentais para utilizar os vários recursos que a Internet oferece.

4

internet exPlorer
É o navegador mais utilizado. Descrição do funcionamento da versão mais recente.

6

Pesquisar no google
Um dos motores de busca que oferece resultados mais precisos. É essencial saber utilizá-lo.

8

resolver Problemas
Conselhos para resolver os problemas mais comuns ao navegar na Internet e no correio electrónico.

10

conselhos Para comPrar
Antes de comprar produtos ou serviços via Net, algumas recomendações de segurança.

12

internet de banda larga
O que é? Qual o equipamento necessário? Como escolher o fornecedor de acesso?

14

sítios úteis
Lista de endereços interessantes.

15

PrincíPios básicos da navegação
Não é só a mãozinha...
As zonas do ecrã em que o cursor do rato se transforma numa pequena mão não são as únicas em que acontece algo quando se clica. Também há os botões nas páginas Web: clicando neles, inicia-se uma acção, mesmo com o rato sob a forma de seta. Os principiantes podem ter dificuldade em reconhecê-los. Mas, habitualmente, são quadrados cinzentos que aparecem destacados na página. O termo navegar significa consultar sucessivamente vários sítios da Internet. Mas, na realidade, durante a navegação, podem fazer-se muitas outras coisas, como transferir ficheiros, ouvir rádio on-line, etc. Neste capítulo, apresentamos noções fundamentais para poder utilizar os múltiplos recursos que a rede põe à sua disposição.

Programa de navegação
Usa-se este programa (em inglês, browser) para navegar na Internet. Todos os computadores com o sistema operativo Windows – a partir da versão Windows 95 – já incluem um programa de navegação. É por este motivo que o Internet Explorer (actualmente, na versão 7) é o programa mais utilizado no mundo. Geralmente, para iniciar uma sessão de navegação, basta clicar em Iniciar > Todos os programas > Internet Explorer ou clicar no ícone correspondente ao programa no menu Iniciar ou no Ambiente de trabalho.

Página Web
A World Wide Web (ou, abreviadamente, a Web) é constituída por um conjunto de sítios, cada um composto por uma ou mais páginas, também conhecidas como páginas Web. As páginas podem ter diversas configurações: umas só com textos, outras similares a páginas de um jornal, compostas por textos e fotos, outras ainda contêm vídeos ou músicas. Uma das características principais das páginas Web é a presença de áreas activas (ver também caixa ao lado). Ao passar o rato sobre estas áreas, geralmente textos sublinhados ou fotografias, o cursor transforma-se numa mão. Isso significa que, clicando naquela área, alguma coisa sucederá. Por exemplo, pode ser transportado para outras páginas

internet_

da Web ou activar os procedimentos para transferir ficheiros. Seja qual for a estrutura da página, é o programa de navegação que permite visualizar o seu conteúdo no ecrã.

Onde encontrar um endereço?
As fontes são múltiplas. Encontra-o nas páginas de uma revista (as especializadas propõem diversos endereços em cada número). Pode receber uma sugestão de um amigo ou tentar ao acaso: muitos sítios têm nomes intuitivos (por exemplo, www.nomedaempresa.pt ou .com). Porém, as duas principais fontes encontram-se no interior da própria Internet: os motores de busca e os links que remetem de um sítio para outro.

Endereços
Todas as páginas da Web são identificadas por um endereço único. O aspecto mais comum dos endereços é www.nomedositio.pt – em que www designa World Wide Web (ou rede mundial), e a parte final indica a nacionalidade do sítio: .pt para Portugal, .fr para França e por aí adiante. Além das designações “nacionais”, existe uma série de denominações para a tipologia, sendo a mais conhecida a .com (que apenas deveria assinalar sítios comerciais, mas, na realidade, indica um pouco de tudo). Um sítio .com tanto pode ser português, como italiano ou americano. Por sua vez, embora os Estados Unidos tenham uma designação própria (.us), esta não é muito popular, pelo que praticamente todos os sítios terminam em .com, .gov, .org, etc. Um endereço como www.nomedositio.pt conduz à página principal (home page) de um sítio; as subsecções são indicadas por endereços como www.nomedositio.pt/secção.htm. Para se ligar a um sítio, deve escrever o endereço na Barra de endereços e clicar em Ir para. Em alternativa, pode premir Enter no teclado.

Links
O link (em português, significa ligação) é, talvez, o elemento mais característico de uma página da Web. Regra geral, apresenta-se sob a forma de uma palavra (ou frase) destacada e, muitas vezes, sublinhada. Ao clicar nesta, o internauta é transportado para outra secção do sítio ou para o interior de um sítio diferente. Clicando num link, pode acontecer o seguinte: ● ser transportado para outra zona da mesma página; ● ser transportado para outra página, que aparece no lugar da que estava a ver; ● abrir-se uma segunda janela do programa de navegação, onde aparece a nova página, referente ao link, mantendo-se visível a página que estava a ver; ● iniciar-se uma actividade, como a transferência de um ficheiro ou a visualização de um vídeo.

internet exPlorer
O Internet Explorer é, desde há muito, o programa de navegação mais utilizado no mundo. Como sempre acontece com o software mais popular, existem numerosas versões. Aqui descrevemos o funcionamento da versão 7.0, a mais recente. As principais diferenças evidenciam-se na interface gráfica (desenho renovado e navegação por abas), na segurança (inclui um filtro anti-phishing) e na integração de um leitor RSS, para receber as últimas actualizações Web. Se tiver um computador mais antigo, fique descansado: não existem grandes diferenças entre esta e as versões a partir da 5.0. 5 1 2 3

4

Outros browsers
O Internet Explorer não é o único programa de navegação: o Netscape Navigator (www. netscape.com), actualmente na versão 8.1, foi em tempos o mais popular e ainda hoje é usado. Destacam-se ainda o Firefox (versão 2.0, www. mozilla-europe.org/pt) e o Opera (versão 9.1, www. opera.com). Este distinguiu-se pela “agilidade”. Se tem um computador antigo e as versões 5 e 6 do Explorer não funcionam, provavelmente trabalhará melhor com o Opera do que com o Explorer 3 ou 4. 1 Barra de endereços: aqui insere-se o endereço das páginas da Net a visitar. Muitas vezes, os endereços são precedidos pela sigla http://. Ao escrever um endereço, pode omiti-la e iniciar directamente com “www”. 2 Barra de menus: permite controlar todas as funções do Explorer.

7
3 Barra de ferramentas: alguns botões permitem aceder às funções principais do programa com apenas um clique. Esta barra é personalizável: podem acrescentar-se outros botões considerados úteis ou eliminar-se os que não se usam. 4 Hiperligações: pode inserir botões para aceder com um só clique aos seus sítios preferidos. Se criar muitas ligações, só as primeiras serão imediatamente visíveis. Para visualizar as restantes, clique sobre as aspas. Quando uma ligação não lhe interessar, pode eliminá-la clicando nela com o botão direito do rato e escolhendo Eliminar.

8

internet_

6 5 No interior da janela, aparece a página da Internet que está a visitar nesse momento. Se quiser ter duas páginas abertas, pode inserir uma nova aba 6 e conservar uma única janela ou abrir uma janela nova. Geralmente, as páginas são mais compridas do que o que se vê no ecrã. Utilizando a barra de deslizamento lateral, pode percorrer o documento de cima a baixo. Se tiver um rato com botão scroll, um pequeno botão rotativo, pode utilizá-lo para o mesmo fim. A quantidade de texto visível e a dimensão dos caracteres dependem das definições do ecrã. De qualquer forma, a janela maior também poderá ser ocupada por uma secção lateral, útil para desenvolver mais funções, que são activadas por comandos próprios: Histórico, Favoritos, Pesquisar, etc. Para fechá-la, clique na cruz em cima, à direita dessa secção. 7 Barra de estado: encontra-se na parte inferior do ecrã. Nela pode ver-se uma série de informações úteis relativas às páginas visitadas. 8 Se colocar o cursor do rato sobre um link (sem clicar), normalmente o endereço para onde esse link remete torna-se visível. 9 Quando se liga a um sítio, uma barra colorida mostra-lhe quanto falta para o sítio ficar visível na íntegra. Se estiver na modalidade Trabalhar off-line, no mesmo espaço, aparecerá um outro ícone a avisá-lo ( ). A presença do ícone de um cadeado indica que foi activada uma ligação segura ( ).

9

Personalizar o Internet Explorer
Muitos utilizadores preferem retirar a barra de estado, ganhando mais espaço para visualizar a página. Para escolher as barras a visualizar, seleccione Ver > Barra de ferramentas ou Ver > Barra de estado ou Ver > Barra do Explorer e assinale as que pretende tornar visíveis. Pode modificar a barra de ferramentas em Ver > Barra de ferramentas > Personalizar. Se usa a versão 4, considere a hipótese de instalar uma mais actual (a 5 ou 6 já são aceitáveis), mas confira se o seu PC tem as características adequadas.

Pesquisar no google
Para refinar posteriormente os critérios de busca, clique em Pesquisa avançada, o que permite, entre outros, escolher a língua em que se faz a pesquisa ou procurar apenas documentos actualizados num determinado período de tempo ou de um formato específico (Word, Excel, PDF, etc.). O Google é um dos motores de busca mais populares de toda a Internet e merece essa popularidade. É um dos poucos motores que permaneceram como tal, sem se transformar num portal sobrecarregado de informações. A sua página da Web é uma das mais sóbrias que se encontram na rede. É muito fácil de utilizar. Mais importante ainda: os resultados da pesquisa são muito precisos, o que torna ainda mais fácil a orientação na rede, através do recurso a poucas funções acessórias, mas bem escolhidas. Ligue-se ao endereço www.google.pt e insira uma ou mais palavras relacionadas com a sua pesquisa no espaço apropriado. Em seguida, clique em Pesquisa Google.

Examinar os resultados
O Google apresenta os resultados por ordem de relevância, relativamente aos parâmetros de pesquisa que estabeleceu. O primeiro sítio apresentado é aquele que, segundo as definições do software, mais se aproxima do objectivo da pesquisa. A breve descrição do sítio, que surge por baixo do nome, ajuda o utilizador a decidir se aquela página lhe interessa ou se é melhor passar ao próximo resultado. A primeira linha indica quantos resultados foram encontrados para a palavra ou expressão que procurou e o tempo que demorou a pesquisa. As linhas dos resultados da pesquisa indicam vários elementos: ● o nome da página ou do sítio; ● uma breve descrição da página ou do sítio. Os termos pesquisados são evidenciados a negrito e consegue-se perceber em que contexto são utilizados; ● o endereço da página ou do sítio em questão. No fundo da página, é possível aceder ao grupo de 10 resultados seguintes. Após ter escolhido o resultado que lhe pareça mais satisfatório, basta clicar sobre o nome para abrir a página em questão. Se, uma vez aberto, descobrir que não é o que lhe interessa ou, de qualquer forma, desejar visualizar os outros sítios encontrados, basta clicar no botão Retroceder na Barra de ferramentas para retornar à apresentação dos resultados, sem ter de fazer uma nova pesquisa. Se não encontra a palavra que pesquisou na página, prima a tecla Control e a letra L ao mesmo tempo, para activar a função Localizar: insira a palavra que pretende encontrar e ela surgirá destacada na página.

Um nome estranho
Google (que se pronuncia, mais ou menos, Gúgal) deriva de “googol”, um termo matemático americano que indica a grandeza de 10100 (ou seja, 1 seguido de 100 zeros). E o termo googol, de onde vem? Para mais detalhes, consulte o seguinte link: www.unc.edu/ ~rowlett/units/large. html.

internet_

Como refinar a pesquisa?
Se, entre os primeiros resultados, não aparecer o sítio que procura, tente refinar a pesquisa. ● Junte outra palavra aos critérios de pesquisa ou procure por uma expressão. ● Mude o idioma da pesquisa. Por vezes, os primeiros resultados estão em inglês. Seleccionando Páginas de Portugal e repetindo a pesquisa com os mesmos critérios, encontrará só os sítios pertencentes ao domínio .pt.

Critérios de pesquisa
O Google só apresenta os sítios com todas as palavras procuradas. Se pesquisar duas ou mais, os primeiros resultados serão sítios em que estas se encontram lado a lado. Para encontrar uma frase específica, insira-a entre aspas (por exemplo: “porto sentido”). O Google ignora as maiúsculas: ao pesquisar sílvia ou Sílvia, obtém os mesmos resultados. O Google ignora certos termos (por exemplo, a preposição “de”). Para incluí-los na pesquisa, faça-os preceder do sinal +. A pesquisa por raízes de palavras não é possível. Se procurar “síl”, obterá resultados diferentes da que realizou com “sílvia”. Para saber mais, consulte as instruções no sítio do Google, que surgem ao clicar em Tudo sobre o Google.

resolver Problemas
Problemas de ligação
Quando clico no ícone do Internet Explorer ou do Outlook Express, a ligação não se inicia automaticamente. ● Na barra de menus, clique em Ficheiro e verifique se a opção Trabalhar off-line não está seleccionada. Abra também o menu Ferramentas > Opções da Internet e, no separador Ligações, seleccione Utilizar sempre a ligação predefinida. ● Se não quiser que a ligação se inicie automaticamente, seleccione, no mesmo separador, Nunca estabelecer uma ligação. Na janela de ligação, escrevo o nome de utilizador e a palavra-passe, mas aparece sempre a mensagem “A sua palavra-passe não é válida”. Verifique se a tecla Caps Lock não está premida (escrever mARIO NÂO equivale a escrever mario). Por vezes, a falha na ligação é da responsabilidade do fornecedor. Se está seguro de que escreveu tudo correctamente, espere alguns minutos antes de voltar a tentar. Consigo ligar-me, mas após alguns minutos a linha cai. ● Se tem outros aparelhos ligados à mesma linha (por exemplo, um fax), tente desligá-los, para ver se o tempo de ligação aumenta. ● No Explorer, abra Ferramentas > Opções da Internet > Ligações > Definições > Avançadas. Verifique se a opção Desligar se estiver inactivo por x minutos está definida para valores acima de 10, 15 minutos. Também pode desactivar esta opção.

Problemas de navegação
Algumas páginas não são carregadas correctamente. ● O browser deve estar dotado de programas adicionais, conhecidos por plug-ins. Geralmente, o programa de navegação avisa-o se faltar algo para visualizar o sítio e pergunta-lhe se quer transferi-los e instalá-los. ● Se o problema não está nos plug-ins, as definições de segurança do seu browser podem ser demasiado elevadas: verifique, escolhendo Ferramentas > Opções da Internet > Segurança > Personalizar nível. Sei que o endereço do sítio está correcto, mas não consigo ligar-me. O servidor (computador da rede) onde o sítio está hospedado pode ter problemas: tente mais tarde. Se navegar no seu local de trabalho, o sítio pode

internet_11

estar bloqueado pelo administrador de rede da sua empresa. Como fechar janelas do programa de navegação, algumas sem a cruz em cima, à direita, que aparecem sem eu querer? É mais um truque utilizado por sítios “suspeitos” para aumentar, de forma artificial, as visitas às suas páginas. Coloque a janela em primeiro plano e (no teclado), tendo a tecla Alt premida, carregue uma vez a F4. O que fazer quando aparecem janelas com mensagens alarmistas? Regra geral, são mensagens dissimuladas, com o objectivo de o fazer instalar software indesejado. Prima a tecla Esc para desaparecerem.

Problemas de correio
Tento enviar uma mensagem, mas esta não chega ao destinatário. ● Se a mensagem incluir um anexo muito pesado, pode ter sido bloqueada pelo fornecedor do destinatário. Noutros casos, a caixa do destinatário pode estar cheia e não conseguir receber mais mensagens. ● Verifique novamente o endereço, sobretudo as diferenças entre – e _ (travessão alto e travessão baixo). Insira os contactos a partir do Livro de endereços para minimizar o risco de enganos. O meu Livro de endereços está cheio de contactos desconhecidos. Isto pode acontecer se, no Outlook Express, seleccionou a opção Ferramentas > Opções > Enviar > Colocar automaticamente as pessoas a quem respondo no meu Livro de endereços. Se não quer que isto aconteça, anule a opção citada. Recebi uma mensagem com um anexo que não consigo abrir. Pode não ter o programa necessário. Guarde o anexo no disco rígido, abra o programa que pensa que o criou e tente abri-lo a partir daí. Certos anexos de computadores Apple, sistemas baseados em UNIX ou palmtops não são compatíveis com a estrutura do PC e, por isso, antes de serem abertos, devem ser convertidos. Contacte o remetente da mensagem para saber de que tipo de computador enviou o ficheiro e com que programa foi criado.

Endereço correcto
Se tiver a certeza de que escreveu o endereço correcto, mas não consegue ligar-se, é provável que o servidor Web onde está alojada a página a que pretende aceder tenha algum problema. Tente mais tarde. Se estiver no local de trabalho, é possível que o administrador da rede tenha bloqueado o acesso a esse endereço.

conselhos Para comPrar
Controle o cartão de crédito
Quando detectar um uso fraudulento ou o extracto de conta registar uma transacção que não efectuou, telefone logo para a entidade emissora do cartão. Provavelmente, terá de preencher um questionário ou facultar alguns dados para obter o reembolso. A entidade emissora do cartão contactará o vendedor do produto para confirmar se a compra não foi efectuada (por exemplo, o produto não foi entregue no seu endereço). Neste caso, o valor ser-lhe-á reembolsado durante o período de facturação seguinte.

Compare o preço
Ao longo de vários anos de testes da DECO PRO TESTE, há conclusões que continuam válidas: o preço varia de loja para loja e, num produto, pode haver uma diferença de 20 a 30 por cento. Graças à Internet, é mais fácil comparar preços. Bastam alguns cliques para visitar várias lojas. Na escolha, lembre-se: - calcule o preço, incluindo o custo de expedição e eventuais taxas aduaneiras; - não considere a Internet como um mundo separado do real. Sempre que possível, compare o preço nas lojas on-line com o das lojas “de rua”.

Fazer compras sem enfrentar o trânsito, o estacionamento e as multidões; receber os produtos directamente em casa; aumentar o circuito de lojas disponíveis, passando da sua cidade ao mundo inteiro. São estas as principais vantagens das compras via Internet. Mas as dúvidas ligadas a este grande centro comercial virtual ainda são muitas. Apesar de certos medos serem justificados, outros resultam apenas da falta de informação. Antes de começar a utilizar o seu cartão de crédito na Internet, siga alguns conselhos. ● Tente confirmar se o sítio não é puramente virtual e tem, na base, uma verdadeira empresa. Verifique se contém indicações gerais, como o endereço da sede e o número de telefone, e evite aqueles em que não conseguir localizar o vendedor. Em caso de dúvida, antes de efectuar a compra, envie uma mensagem por correio electrónico pedindo esclarecimentos. Se não obtiver resposta, escolha outro sítio para fazer as suas compras. ● Se estiver interessado num produto de um sítio fora da União Europeia, nalguns casos, é preciso adicionar eventuais direitos alfandegários ao preço indicado. ● Atenção aos sítios com conteúdos “ousados”, que, muitas vezes,

internet_1

Direito de reflexão
Os sítios portugueses têm de obedecer à lei nacional, a qual se aplica a todas as vendas à distância. O comprador tem 14 dias após a recepção do produto para rescindir o contrato, sem pagar nenhuma quantia ou justificar-se. O vendedor deve restituir a soma recebida, incluindo despesas de envio, até 30 dias após tomar conhecimento da decisão do consumidor. O prazo de reflexão pode ser alargado para 3 meses caso o vendedor não forneça informações a que está obrigado: a sua identidade, as características, o preço com impostos (e validade) e as despesas de entrega do produto, as modalidades de pagamento e a existência (ou não) do direito de rescisão. Os bens perecíveis não são abrangidos por estas regras. Esta lei resulta da transposição de uma directiva europeia, o que significa que as regras são as mesmas para os países da União Europeia que a tenham adoptado. Antes de comprar através do sítio de uma empresa situada fora da União Europeia, o melhor será informar-se sobre a legislação desse país.

pedem a indicação do número do cartão de crédito como prova da maioridade do utilizador, mas, na realidade, o usam para lhe debitar automaticamente uma assinatura. ● Se o sítio não indicar nenhuma possibilidade de devolução ou troca do produto, procure outro. As leis de defesa do consumidor referem claramente que pode devolver ou trocar um produto adquirido à distância. ● Conserve uma cópia em papel da encomenda e das mensagens electrónicas trocadas com a empresa. Se não receber uma confirmação da encomenda, contacte o vendedor para saber se ele a registou correctamente. ● Ao recebê-lo, verifique se o produto encomendado está em bom estado e corresponde ao que escolheu. Se assim não for, tem direito à substituição do produto ou à devolução, sendo, neste caso, reembolsado. Por isso, é importante verificar a integridade do produto antes de assinar o documento de recepção. ● Se surgir algum problema com o produto durante a sua utilização, o consumidor está coberto pelas mesmas garantias previstas para as vendas tradicionais. Desde 2003, o prazo de garantia para os bens móveis passou a ser de dois anos.

internet de banda larga
O acesso à Internet em banda estreita, através de linha telefónica, só se justifica para utilizações pontuais. Actualmente, o ADSL e o cabo não são as únicas tecnologias de banda larga disponíveis. Com a recente introdução das redes móveis de terceira geração (3G) e terceira geração e meia (3.5G), pode contratar serviços móveis com velocidades semelhantes às dos operadores fixos. Além disso, pode usá-los em qualquer lado. aconselhável para quem efectua muitos downloads. Os fornecedores referem-se sempre a velocidades máximas. Mas a média da navegação será inferior (com sorte, ronda 75% do valor anunciado). ● Também deve estar atento ao tráfego incluído. Se pretende efectuar muitas transferências de ficheiros, opte por um serviço com um limite elevado, porque, por norma, o tráfego excedente tem um custo bastante elevado. ● Verifique se o serviço oferece happy hour. Trata-se de um ou dois períodos nas horas de menor utilização, onde o tráfego não é contabilizado. Alguns serviços cobram um valor adicional. ● Além da mensalidade, é necessário comprar o equipamento e, por vezes, pagar uma taxa de activação. Outras despesas: por exemplo, na ligação via ADSL, tem de possuir uma linha telefónica. Se optar pelo cabo, alguns fornecedores só disponibilizam o serviço de Internet a quem contratar também televisão.

Escolher o fornecedor
Saiba escolher entre as empresas com o serviço de banda larga. ● Disponibilidade do serviço na sua área de residência. No sítio de cada fornecedor, preencha uma caixa com o número de telefone de casa, no caso do ADSL, a freguesia ou o código postal para o cabo e móvel. ● Custo da mensalidade. Está relacionado com a velocidade de ligação. Em geral, as ofertas no fixo variam entre 256 Kbps e 25Mbps, e no móvel de 384Kbps a 3.6Mbps. Se o serviço tiver qualidade, a velocidade de 1 ou 2 Mbps é suficiente para a maioria dos casos. Uma velocidade superior é

Contratar o serviço
A forma mais usual de aderir a um serviço é através da compra de um kit de ligação. Trata-se de pacotes fornecidos pelos operadores com o equipamento necessário para fazer a ligação, o software para instalar, o manual de uso e um código de activação. Antes de instalar, deve pedir a adesão ao fornecedor de acesso (via telefone ou Internet), utilizando, para tal, o código de activação.

Equipamento mínimo
● ● ● ●
Computador Modem o router Linha telefónica ou ligação por cabo à rede do fornecedor Assinatura do serviço de acesso

sítios úteis
Motores de busca
Aeiou Altavista Clix Google Netindex Sapo Tumba Yahoo www.aeiou.pt www.altavista.pt www.clix.pt www.google.pt www.netindex.pt www.sapo.pt www.tumba.pt www.yahoo.com

internet_1

Programas úteis para o PC
Acrobat Reader ICQ iTunes mIRC QuickTime RealOne Player Skype Winamp WinRAR Winzip www.adobe.com www.icq.com www.apple.com/itunes/download www.mirc.com www.apple.com/quicktime www.real.com www.skype.com/intl/pt www.winamp.com www.win-rar.com www.winzip.com

e-mail gratuito na web
Clix Iol Google Hotmail Portugalmail Sapo Terravista Yahoo! http://webmail.clix.pt http://webmail.iol.pt http://mail.google.com www.hotmail.com www.portugalmail.pt http://webmail.sapo.pt http://webmail.terravista.pt http://mail.yahoo.com

Partilhar ficheiros
Emule Kazaa Morpheus www.emule-project.net www.kazaa.com www.morpheus.com

Programas alternativos Segurança do PC
Ad-aware Antivir Personal Ed. Ashampoo Firewall avast! 4 Home Ed. AVG Gratuito PGP Weblocker Windows Defender Zone Alarm freeware www.lavasoftusa.com www.free-av.com www.ashampoo.com www.avast.com www.avg.pt/avggratuito.asp www.pgpi.org www.we-blocker.com www.microsoft.com/portugal www.zonealarm.com Navegação Firefox www.mozilla-europe.org/pt Navigator www.netscape.com Opera www.opera.com Correio electrónico Eudora www.eudora.com Pegasus Mail www.pmail.com Thunderbird www.mozilla-europe.org/pt Escritório AbiWord www.abisource.com Jarte www.jarte.com KOffice www.koffice.org OpenOffice http://pt.openoffice.org

Sítios de downloads
Cnet SourceForge Tucows Zdnet www.download.com http://sourceforge.net www.tucows.com http://downloads.zdnet.com

Depósito Legal 257599/07 ISBN 978-989-8045-07-2

a DECO PROTESTE ao seu serviço também na Net

www.deco.proteste.pt