DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA CURSO - ENGENHARIA MECÂNICA DISCIPLINA – INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DOSCENTE – GUSTAVO PAEZ

TRABALHO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS INDUSTRIAIS
(DANIEL JOSÉ DE SOUZA NETO)

Salvador 2010

6 91.7 DISTÂNCIA DO CCM AO MOTOR (m) 63 72 81 69 ISOLAMENTO XLPE XLPE XLPE XLPE BITOLA DO CONDUTOR (mm2) 120 35 25 10 (Rca) Ω/km 0.94 47.83 23.11 0.86 94.4 91.Dimensionamento do condutor e eletroduto.12 TIPO DO ELETRODUTO AÇO GALVANIZADO AÇO GALVANIZADO AÇO GALVANIZADO AÇO GALVANIZADO 1.83 0.1ª) QUESTÃO DADOS: Tensão = 440V MOTORES M1 M2 M3 M4 POTÊNCIA COS φ C.12 0.1 0.33 (XL)Ω/km 0.Primeiro calculamos as potências aparentes dos motores para encontrar a potência aparente total: 1.90 º KVA 32.19 0.33 L L L L 32.96 L 32.1 – Potências aparentes dos motores: S1= S2= S3= S4= 189. .86 n% 92.63 0.99 º KVA . do QF ao CCM.93 2.84 0.68 º KVA 1. 200 100 50 25 0.84 0. 1.86 º KVA 30.1.86 º KVA 33.V.1.2 – Potência aparente Total: ST= 355.3 93.1 .

84 Observação: Usualmente o cabo trifólio a ser utilizado seria o de diâmetro nominal de 400mm².2. Logo: IT2= 233.1 – Corrente total: IT= 467.2 – Com a potência aparente total calculamos a corrente total e o fator de potência total: 1. pois suporta até 268A.54 L -32. Mas. extraído das tabelas da prova: DISTÂNCIA DO CCM AO QF (m) ISOLAMENTO BITOLA DO CONDUTOR(mm2) (Rca) Ω/km (XL)Ω/km 92 XLPE 120 0.1 1.81 % .07 L -32.2.2 – Fator de potência total: 0. Sendo que leva-se aos dois eletrodutos as três fases mais o fio terra.19 0. Dados para o condutor.3 – Queda de tensão ΔV%: ΔV%= 1. uma solução é dividir o condutor e o eletroduto por dois.99 A 1.1. com a divisão da corrente total por dois.99 A Assim. como o manuseio deste cabo com essa bitola não é muito viável por causa do seu manuseio. utilizaremos um cabo de 120mm².

5 – Taxa de ocupação do eletroduto: t% = 31. extraídos das tabelas da prova: ELETRODUTO GALVANIZADO A FOGO (NORMA ABNT NBR 5598) DIÂMETRO EX.4 – Suportabilidade ao curto-circuito: Ik = 24. CONDUTOR (Dc) NÚMERO DE CONDUTORES (n) DIÂMETRO EX.5 s 234.5 0. ELETRODUTO (dex) ESPESSURA ELETRODUTO (e) 1. MÁX CONTÍNUA (XLPE) TEMP.6 4 76.DADOS PARA CÁLCULO (Ik): TEMP. LIMITE CC (XLPE) TEMPO CONSTANTE DO COBRE (T) CONSTANTE DO COBRE (k) 90 °C 250 °C 0.35 .1 3.08 kA Dados para o eletroduto.3401 1.90 % 19.

2.90 º KVA 32.33 L L L L 32. .86 º KVA -30.90 º KVA -32.2.58 62. do CCM aos motores.32 % 2.68 º KVA 2.62 L L L L -32.06 % 1.68 º KVA Observação: Os dados para o dimensionamento do conduto e eletroduto.86 94.83 23.76 30.12 124.1 – Potências aparentes dos motores: S1= S2= S3= S4= 189.94 47.3 – Queda de tensão ΔV%: ΔV%1= ΔV%2= ΔV%3= ΔV%4= 1.2 – Corrente dos motores: IM1= IM2= IM3= IM4= 249. do CCM aos motores.72 % .Dimensionamento do condutor e eletroduto.86 º KVA 33.69 % 1.86 º KVA 30.86 º KVA -33. encontram-se no inicio da questão. 2.

02 2.4 – Suportabilidade ao curto-circuito: Ik1 = Ik2 = Ik3 = Ik4 = 24.3401 ELETRODUTO (LINHA LEVE .3 3.08 7.DADOS PARA CÁLCULO (Ik): TEMP.65 mm mm mm mm .5 0.7 4 33.01 kA kA kA kA 90 °C 250 °C 0.4 2. LIMITE CC (XLPE) TEMPO CONSTANTE DO COBRE (T) CONSTANTE DO COBRE (k) 2. CONDUTOR (Dc) NÚMERO DE CONDUTORES (n) DIÂMETRO EX.02 5.7 2.65 M4 10 7.1 48.35 3 M3 25 10.NBR5624): BITOLA DO CONDUTOR DIÂMETRO EX.2 4 4 76.6 12.5 s 234.7 4 42. MÁX CONTÍNUA (XLPE) TEMP. ELETRODUTO (dex) ESPESSURA ELETRODUTO (e) M1 M2 120 35 19.

2.48 78.95 11.27 29.01 52. mas para isso é preciso o cálculo também das potências ativas e reativas.40 % % % % Observação: Calculamos o condensador.07 kW kW kW kW 2.17 20.6 – Potência ativa dos motores: Pam1 = Pam2 = Pam3 = Pam4 = 159.80 40.7 – Potência reativa dos motores: Q1 = Q2 = Q3 = Q4 = 103.5 – Taxa de ocupação: t1% = t2% = t3% = t4% = 31.95 25.27 33. Com o cálculo do condensador para reduzir o fator de potência.91 kVAR kVAR kVAR kVAR . 2. obtemos uma nova potência motor-condensador e um novo fator de potência.90 33.

22 L 313.99 17.60 27.Condensador: QC1 = QC2 = QC3 = QC4 = 50.9 .10.2.98 L 18.Novo fator de potência: FP = 0.24 18.05 12.06 L 82.31 kVAR kVAR kVAR kVAR = = = = 50 30 12.67 L 21.Potência motor-condensador: SMC1 = SMC2 = SMC3 = SMC4 = SMCT = 168.08 L 42.51 18.95 .39 16.75 5.5 5 L -90° L -90° L -90° L -90° kVAR kVAR kVAR kVAR 2.89 ° kVA ° kVA ° kVA ° kVA ° kVA 2.8 .

80 78.65 298.07 20.48 159.48 159.80 78.97 kWh .48 0 0 0 0 0 1913.8 M3 0 0 0 0 0 0 40.48 0 159.48 159.52 238.747 M4 0 0 0 0 0 0 0 20.07 20.52 298.48 159.17 0 0 40.07 0 0 0 0 201 POTÊNCIA POR HORA 0 0 0 0 0 0 199.48 298.52 298.17 40.48 159.17 40.80 78.17 40.17 40.52 298.07 20.17 40.17 0 0 0 0 0 401.28 298.17 0 40.07 20.52 298.07 0 0 20.80 78.80 78.3 – Tabela de serviço dos motores: HORAS 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 CONSUMO M1 0 0 0 0 0 0 159.04 298.52 139.52 159.80 78.80 0 0 0 0 866.48 159.76 M2 0 0 0 0 0 0 0 78.87 0 0 0 0 kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW kW CONSUMO DE ENERGIA DIÁRIO 3382.48 159.17 40.80 78.80 78.48 159.07 0 20.80 78.80 0 0 78.07 20.52 98.48 159.07 20.48 159.07 20.48 159.17 40.

2 – Gráfico dos serviços dos motores: 101489.1 – Fator de carga: 0.CONSUMO DE ENERGIA MENSAL DEMANDA DE POTÊNCIA 3.52 kWh .47 3.098 kWh 298.

1 – Proteção do Qf ao CCM: 4.84 A Térmico INSTATÂNEO = 800 Á 810 A .1 – Disjuntor: 794.02 A 583.4 – Proteção do circuito: 4.1.

4.2 – Proteção do CCM aos motores: .

2ª)Questão: 2.1 – Planta baixa(circuito elétrico): .

2.2 – Quadro de carga: .

2.3 – Proteção do circuito: .